Vigília em Compostela em homenagem a Luna

Vigília em Compostela em homenagem a Luna

26-03-2008

Hoje às 20h00 um grupo de activistas de Aturuxo (Federaçom galega de colectivos LGBT) desenvolvêrom umha acçom de homenagem a Luna, mulher trans assassinada recentemente em Lisboa.
Com esta acçom os colectivos quigérom aliás, denunciar a violência transfóbica que em Portugal tem matado duas mulheres nos últimos dous anos.

Duas companheiras dos colectivos deitárom-se sobre umha grande bandeira das seis cores e tapadas com um lençol branco, simbolizando a violência sofrida por Gisberta (mulher trans assassinada e torturada brutalmente no Porto há dous anos) e a que agora tem cobrado a vida de Luna. Umha acçom que provocou o silêncio e a solidariedade das compostelanas e compostelanos que passeavam sob a chuva nesta central praça da Cidade Velha.

Simultaneamente outras companheiras e companheiros repartiam panfletos informativos e seguravam umha faixa em que se podia ler TRANSFOBIA O ÓDIO QUE MATA. Luna, mulher trans prostituta assassinada.

Desta maneira a Galiza, junto da jornada convocada à mesma hora na Corunha polas companheirasde Nomepisesofreghao e Maribolheras Precárias (http://maribolheras.blog.com/) responde ao chamamento das irmás portuguesas para denunciarmos a violência mais crua do patriarcado.

Mais informaçom em: http://lgbt.agal-gz.org
e http://panterasrosa.blogspot.com

Escrito ?s 23:36:35 nas castegorias: Actividades
por LGTB   , 211 palavras, 1119 visualizaçonsChuza!

Sem comentários ainda