Agenda de Eventos para Abril de 2007 voltada para comemorar Revolução dos Cravos

Agenda de Eventos para Abril de 2007 voltada para comemorar Revolução dos Cravos

09-04-2007

Bloco de Esquerda e Juventudes do Partido Comunista Português marcarão presença dia 27 no nosso Centro Social

A Esmorga Blogue.- A lembrança do 25 de Abril está muito presente em todo o programa esmorgano agendado para este mês: o concerto «RockPública», co-organizado com @s Amig@ da República ?a decorrer no Xesteira; as «Jornadas 25 de Abril», com representação das duas organizações da esquerda portuguesa actual com representação parlamentar; e a actuação musical do cantor português «Rui David», são alguns dos eventos-estrela.

Além disso, o programa envolve ainda as duas últimas sessões da Escola de Direito da Universidade Popular; a festa itinerante «venrespirar», organizada por Algaravia e Gomes Mouro; a projecção do documentário «Ezkaba, a Grande Fuga dos Cárceres Franquistas», com a presença do seu director Inhaki Alforja (Irunha, 1967); a exposição «Maria Marinho, Letras Galegas 2007»; o atelier de regueifas organizado também por Algaravia e ministrado por Luís dos «Carunchos»; a festa karaokê «Xabarin Club»; a actuação musical do brasileiro «Theo» e, por fim, o ciclo «Cinema e Resistência» que decorre todas as terças do mês.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

=> Fazer Download da Brochura em PDF
[Tamanho 85 Kb.]

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Escrito ?s 20:01:21 nas castegorias: Eventos, Agenda
por csesmorga   , 205 palavras, 767 visualizaçons     Chuza!

3 comentários

Comentário de: sindicalista [Visitante]  
sindicalista

Escribo só para criticar de forma constructiva a colaboración formal e estable que (segun vexo no voso blog)se está a dar entre unha asociación nacionalista como a vosa e outra de “Amigos da República Española". Na propia barra do voso bar teño recibido material desa asociación, cuio logotipo é a unión da bandeira galega coa que España tiña en 1936. Só quero decirvos que a República española non pode ser un referente para os nacionalistas galegos, ainda que fose moito mellor que o que veu despois. Aqui non hai que facer campaña en favor das Cortes Republicanas, senon do dereito de Autodeterminación.
Adxuntovos este artigo, que me parece clarificador sobre a cuestion:
http://www.google.com/search?q=cache:q3Ss4Mk8j1QJ:www.galizacig.com/actualidade/200604/mm_a_republica_e_galiza.htm+castelao+republica&hl=pt-PT&ct=clnk&cd=3&client=firefox-a

Un saúdo!

09-04-2007 @ 21:06
Comentário de: Alexandre Ramos [Visitante]  
Alexandre Ramos

Olá companheiro. Apenas escrevo para tentar clarificar-te a nossa posição a respeito das questões que plantejas:

1º- Colaborar cuma associação não implica necessariamente concordar com ela nos seus princípios. O que tratamos é de juntar sinergias e fazer força em favor duma determinada questão, neste caso, a reivindicação da memória das pessoas assassinadas e/ou retaliadas pelo fascismo após o golpe militar de 1936, além de denunciar e dar a conhecer o que se passou em 1936 neste país.
Achamos que estas pessoas, às quais homenageamos nestes actos, foram o germolo e exemplo dessas reinvindicações de liberdade, justiça e autodeterminação que agora pessoas como tu mais eu seguimos a manter.

2º A associação “Amigos da República” (este é o nome), é uma associação que pula pela recuperação da memória e dos valores que muitas pessoas, nacionalistas e de esquerdas tentaram encetar neste país em 1936, e não pela restauração da República espanhola de 1931. Na outra actividade na que pessoal d’A Esmorga colaborou, o congresso sobre a Raia, o que se procurava era restabelecer laços de união e irmanadade com @s noss@s irmãos portugueses/as, fomentar o conhecimento duma história comúm e dar a conhecer a repressão fascista a ambos lados da Raia que separa galeg@s e portugueses/as. Isto, e não a restauração das “Cortes republicanas” de 1931, é com o qual coincidimos e nos identificamos plenamente.

Aguardo ter respondido às questões plantejadas. De todos jeitos, acho totalmente legítimo o teu posicionamento, embora não o partilhe.

Saudações

10-04-2007 @ 01:06
Comentário de: Ernesto Vázquez Souza [Visitante]  
Ernesto Vázquez Souza

“quero decirvos que a República española non pode ser un referente para os nacionalistas galegos”

E, logo? Castelao, Suárez Picallo, Vítor Casas, Ánxel Casal, Manoel Lugris e até Bóveda a que andam nos 30?

Homem, algo de referente si que foi. É ver a quantidade de folhas e papeis reivindicativos da república que sairam da imprensa Nós, ou dos discursos dos líderes políticos da esquerda galeguista daquela. Críticos eram com o centralismo republicano e com o nacionalismo espanhol republicano que houve. Mas eu acho que andavam mui próximos da esquerda e do federalismo republicano. O projecto nacionalista galego do XIX até a Guerra foi maiormente Federalista a respeito de Espanha e claramente iberista, o que tinh lógico a respeito da História da Galiza.

De facto muitos nacionalistas do sector mais politizado e progressista das Irmandades da Fala, declarados nacionalistas muito antes que ninguém, nunca chegariam a militar no PG (por achar conservador pouco pragmático o seu discurso) e permaneceriam na militância ORGA - FRG e outros partidos Republicanos até mui tarde (Vitor Casas , Lugris, Natal 1931, A IF da Crunha oficilmente Fevereiro de 1932, Suárez Picallo veão de 1933, Anton Vilar Ponte Março de 1934) Alfredo Somoza, Federico Zamora, Peña Novo, Xaime Quintanilla, Blanco Torres nunca…

E também se não for referente como se explica o de facto em 1935 assinar o PG o pacto de Frente Popular que é o referente por excelência do Republicanismo de esquerda (a nível europeu). De facto o Republicanismo na Galiza é o que deve a esta mistura de pessoal dentro e fora do PG esse carácter e discurso singular no conjunto espanhol, a tendência federalista e esse entendimento final que impulsou o Estatuto do 36.

Um saúdo,

Ernesto

14-04-2007 @ 15:59
    A Esmorga somos cada vez mais pessoas que apostamos pelo activismo social e cultural comprometido com a realidade em que vivemos.

    Trabalhamos para promover a língua e a cultura galegas, a sensibilidade para com o meio ambiente e a solidariedade entre as pessoas e os povos.

    Torna-te esmorgan@

    O entusiasmo, o espírito positivo, o empenho e a diversão são as nossas ferramentas de trabalho para construir tijolo a tijolo um mundo mais justo e agradável para tod@s.

    A porta da Esmorga está aberta para qualquer pessoa que queira conhecer-nos ou mergulhar neste projecto.

    ASSOCIA-TE!Torna-te esmorgan@
    Inscrição on-line



    http://aesmorga.agal-gz.org

    aesmorga[arroba]agal-gz.org

    Facebook esmorgano Flickr esmorgano Calendário esmorgano
      Junho 2024
      Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
       << <   > >>
                1 2
      3 4 5 6 7 8 9
      10 11 12 13 14 15 16
      17 18 19 20 21 22 23
      24 25 26 27 28 29 30

      Busca

      powered by b2evolution