40 anos da Agrupação Cultural Auriense

40 anos da Agrupação Cultural Auriense



Oferta floral foi colocada perante da estátua do ilustre Outeiro Pedraio

Altera Galiza.- Embora não esteja de tudo activa na altura, a chama da Agrupação Cultural Auriense continua acessa, uma chama prendida em 1967, tempos difíceis mas nos quais foram surgindo pela Galiza toda pequenos «fachos» que começaram a iluminar a escuridão. Ferro Couselo, Taboada Chivite, Xocas... e muit@s mais foram algumas dessas personagens que prenderam essa chama.

Altera Galiza não podia faltar a este encontro com a história para render esta justa homenagem, pois se hoje ainda temos esperança de manter vivo este povo é graças também a projectos e iniciativas como aquela da Auriense, cuja data de nascimento, contexto e pessoas que se envolveram nela fazem parte da história viva deste povo.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Acto Comemorativa 40º Aniversário da Agrupação Cultural Auriense

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Por volta das 11h00 (GMT) mais de um cento de pessoas se juntavam na histórica Cima de Vila (ainda conhecida como Praça do Corregedor) para celebrar o 40º aniversário da Agrupação Cultural Auriense.

O livreiro e activista social Xavier Paz apresentou o evento, que se seguiu com as palavras de um dos sobrevivintes daquela época, o advogado Nemésio Barja; do Presidente que mais anos esteve à frente da Auriense, o humorista Xosé Lois «O Carrabouxo»; e de uma das activistas que mais têm brigado pela entidade na última década, Montse Nóvoa.

Ainda, foi colocada uma oferta floral perante a estátua do ilustre Ramom Outeiro Pedraio, realizada pelo actual presidente da Auriense, Norberto Tavares, e Heitor Real, também presidente da entidade durante a década de 90 do século passado.

Finalmente, uma dança de honor e uma conversa animada deram por concluída esta bem merecida homenagem à Agrupação Cultural Auriense. A seguir colocamos uma foto-reportagem do acto, a brochura distribuída pela Auriense (em pdf), bem como o áudio completo e o vídeo da intervenção de Xosé Lois «O Carrabouxo».

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

=> Descarregar Ficheiro MP3
[Duração da gravação 20 min aprox. | 19.03 MB]

=> Descarregar Brochra em PDF
[Tamanho 663 KB]

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Pequena Foto-Reportagem do Evento

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *



* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Vídeo da Intervenção de Xosé Lois «O Carrabouxo»

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

[youtube]Rv4foij-Uts[/youtube]

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Escrito em 14-11-2007, na categoria: Cultura, Áudio, Vídeo
Chuza!

Sem comentários ainda

        Busca

      powered by b2evolution