« Fundaçom Artábria estará na rua este 8 de marçoAdiamos a ceia de entruido para sexta-feira 7! »

Caiu a casa natal de Carvalho Calero: um exemplo de como as instituiçons querem levar a nossa cultura à ruína

04-03-2014

  00:39:58, por artabria   , 332 palavras  
Categorias: Documentos

Caiu a casa natal de Carvalho Calero: um exemplo de como as instituiçons querem levar a nossa cultura à ruína

Há mais de umha década que a Fundaçom Artábria vinha anunciando o que finalmente aconteceu. Progressivamente, a casa natal de um dos mais importantes nomes da cultura galega nascidos em Ferrol foi apodrecendo e caindo aos pedaços. Ano após ano desde inícios da década de 90, a nossa entidade homenageou Ricardo Carvalho Calero ali, pedindo de maneira reiterada que os sucessivos governos municipais, que já estivo em maos ?em diferentes etapas? de todos os partidos hoje presentes na corporaçom ferrolana, assumissem a restauraçom do edifício.

A resposta fôrom boas palavras, promessas incumpridas e escassas concreçons, umha das quais supujo o gasto de 350 mil euros públicos para adquirir o prédio. Porém, a falta de continuidade na iniciativa de recuperaçom desse pedaço do nosso património levou a que agora, quando havia mais 168 mil euros comprometidos para umha atuaçom inicial que nom chegava, o edifício tenha colapsado polo efeito do mau tempo e do seu estado ruinoso.

Da Fundaçom Artábria nom podemos deixar passar este triste dia sem denunciar o que este acontecimento vem significar: as instituiçons públicas desprezam o património nacional galego, deixando-o esmorecer enquanto desviam fundos milionários para a promoçom da cultura-lixo espanhola.

Como vizinhos e vizinhas de Ferrol, consideramos os atuais governantes do PP máximos responsáveis pola derrocada desse pedaço da nossa história e apelamos ao conjunto da vizinhança de Ferrol para que deixemos de dar cobertura a uns governantes que constituem a negaçom do interesse público comum.

Fazemos extensiva a nossa denúncia ao estado geral de um bairro, o de Ferrol Velho, que é umha parte fundamental da história de Ferrol e que sofre umha decadência insuportável, ilustrativa da situaçom geral do Concelho de Ferrol, em maos de umha classe dirigente inepta e alheia aos interesses da maioria do nosso povo.

Contra ela e as suas políticas, a Fundaçom Artábria continuará a fazer trabalho de base em defesa da língua, da cultura e dos direitos nacionais da Galiza, como até agora temos feito durante as últimas duas décadas.

Ferrol, 4 de março de 2014

Sem comentários ainda

Horário de Abertura
- Segundas a sextas 10.00h-13.30h // 17.30h-feche
- Sextas e Sábados 18.00h-feche

A Associaçom Reintegracionista Artábria, nascida em 1992 em Narom, transformou-se em abril de 1998 em Fundaçom, inaugurando em setembro desse mesmo ano o seu Centro Social.

A Fundaçom Artábria está declarada de Interesse Galego e classificada de interesse cultural, com o número de inscriçom 54 e CIF:G15645518.


Para saberes mais, lê a definiçom da Artábria na wikipédia + info

Busca

Ferramentas de administraçom

  Feeds XML

free blog software