Programaçom completa para este mês de entruido na Fundaçom Artábria »

Atividades de março na Fundaçom Artábria

03-03-2017

  18:11:00, por artabria   , 897 palavras  
Categorias: Concertos

Atividades de março na Fundaçom Artábria

Na próxima sexta-feira da início o programa de atividades que a Fundaçom Artábria tem agendadas para este mês de março.

Um completo programa que contará com audiovisual, fotografia, teatro, música, apresentaçom de livros, luso gastronomia, atividades para crianças e a celebraçom do Sam Martinho de Dume. Aliás como todos os anos, no mês de março, rendiremos homenagem à figura do ilustre Ricardo Carvalho Calero.

Eis o programa:

Sexta-feira 3 de março, às 20.30hs projetaremos o documentário "Entrar aos Vilares". Documentário dirigido por Cibrán Tenreiro e producido polo Projeto Os Vilares, Lareira de Sonhos, arredor da paroquia chairega do poeta Díaz Castro. A entrada é livre.

No sábado 4 às 20.00hs inauguraremos a exposiçom do fotógrafo ferrolano Gabriel Tizón que leva por título "Refuxiados son persoas". 9 imagens tomadas em 9 Estados europeios sobre o trato da Uniom Europeia com as pessoas chamadas "refugiadas".

No mesmo sábado às 22.00hs desde Compostela chega a Companhia Teatral do Pichel para apresentar o seu último trabalho ?Agorafobia, parálise sobre o medo?, dirigido por Zé Paredes.

Na sua quarta montagem o Teatro do Pichel, aborda um texto da dramaturga contemporanea Clara Gayo, "Agorafobia: Parálise sobre o medo". Umha inmolaçom dos pânicos de nove pessoas autoexiladas num piso de espaços pouco definidos. Umha exposiçom do medo como fronteira onde nada se move, nem mesmo o péndulo do relógio. Malia todo as exiladas seguem caminhando por riba de vidros, brasas, ou ruínas. Um caminho impossível cara dentro, na espera de encontrar muros protectores e acomodar-se na parálise.
A entrada é de graça.

No 10 de março, após a manifestaçom do Dia da Classe Obreira Galega, haverá petiscos no Centro Social.

Já no sábado 11 de março, organizado polo coletivo eumês Punktedeume Army chegám a Ferrol os vigueses Keltoi! e os composteláns Os Novos.
Keltoi! Buque insignia do Oi! e punk-rock de Galiza, toda umha referência na escena. 21 anos nos cenários e seguem na brecha. No seu primeiro concerto em Ferrol os vigueses apresentam o seu último trabalho "Sons da Rúa".

Pola sua parte Os Novos som umha compostelá de punk cujos integrantes tenhem umha dilatada carreira em grupos como os Samesugas, Redulhos ou Madame Germem.

O preço do bilhete é de 6 euros. Também há opçom de colhe-lo junto ao último trabalho de Keltoi! por 12 euros.

Na sexta-feira 17 de março decorrerá a apresentaçom do projeto "Bolcheviques: 1917-2017". "Bolxeviques 1917-2017". Coordinado pola escritora Teresa Moure e editado por Xerais e Através editora. Um livro coletivo no que participam 23 autores e autoras. Na apresentaçom, além da coordenadora, estarám a sindicalista Marga Corral e o historiador Eliseo Fernández.

Já no sábado 18, por terceiro ano consecutivo celebramos desde as 21.30hs o Sam Martinhos´s Day com umha nova festa suevo-irlandesa.
Nos últimos anos estendeu-se por todo o mundo, ajudada polo interesse comercial dumha conhecida marca de cerveja, a celebraçom irlandesa de Sam Patrício. Pois bem, a casualidade favoreceu que exista um forte paralelismo entre a vida do santo padroeiro da Irlanda e um outro santo que, embora bastante desconhecido, tivo umha importáncia na História Galega, Sam Martinho de Dume. Sam Patrício foi o evangelizador da Irlanda, lá polo século V da nossa era, e Sam Martinho cumpriu um papel semelhante na Galiza do século VI, o que lhe permitiu passar à história coma o apóstolo dos e das suevas. Curiosamente, as datas em que se comemoram as festividades de ambos santos están muito próximas no calendário, 17 e 20 de março respetivamente.

A proposta é aproveitar a vontade de festa do pessoal e, já que vamos celebrar Sam Patrício, aproveitemos para celebrar também a nossa suevicidade.
E nom, nom pensedes que na Fundaçom Artábria deixamos de ser laic@s, nom. A ideia é celebrar e reivindicar a suevicidade, nom ao Sam Martinho em si. De facto, um dos contributos fundamentais do bispo de Dume foi a redaçom dum texto conhecido como o "De correctione rusticorum", onde se indicavam e condenavam muitos dos costumes pouco cristaos que @s nossas antepassadas praticavam. Costumes que vos animamos encarecidamente a recuperar, porque, assim entre nós, Sam Martinho era um pouco reaça.

A festa suevo-irlandesa contará com cerveja das duas naçons, "suevitos quentes" e o concerto de "O Puto Coro do Exército Froilanista" e os Porcoteixos. Após os concertos haverá foliada, assim que convidamos-vos a trazer os vossos instrumentos.

O concerto dará início às 22.30hs e a entrada é de graça.

No dia 24 de março, e organizado pola Associação Cultural O Beco da Língua decorrerá umha nova ediçom das luso-paparocas, desta volta poderemos degostar algum prato típico do Moçambique.

O preço da ementa será de 12 euros, 10 euros se és sóci@ do Beco ou da Fundaçom Artábria.

No 25 de março, coincidindo com o 27º aniversário do passamento do ilustre ferrolano Ricardo Carvalho Calero realizaremos, mais um ano, umha homenagem diante das ruínas da sua casa natal em Ferrol Velho.

O ato dará início às 12.30h e o programa ainda esta por fechar, mas adiantamos que haverá música, poesía e intervençons.

No próprio sábado, 25 de março, Sanjurjo e Dopico 5.0 apresentarám o seu novo projeto na Fundaçom Artábria. O concerto dará início às 22.00hs e o preço do bilhete é de 3 euros.

Fecharemos as atividades de março na sexta-feira 31 às 19hs com um atelier infantil de repostaria criativa ministrado por Maru Alonso, onde aprenderemos a fazer rosquilhas. Precisa-se de inscriçom prévia gratuita e há límite de assistência para 15 crianças. A atividade está programa para nenos e nenas a partir dos 4 anos.

Podes fazer a inscriçom ligando para o 671 200 160 (Lara).

Sem comentários ainda

Horário de Abertura
- Segundas a sextas 10.00h-13.30h // 17.30h-feche
- Sextas e Sábados 18.00h-feche

A Associaçom Reintegracionista Artábria, nascida em 1992 em Narom, transformou-se em abril de 1998 em Fundaçom, inaugurando em setembro desse mesmo ano o seu Centro Social.

A Fundaçom Artábria está declarada de Interesse Galego e classificada de interesse cultural, com o número de inscriçom 54 e CIF:G15645518.


Para saberes mais, lê a definiçom da Artábria na wikipédia + info

Busca

Ferramentas de administraçom

  Feeds XML

blog software