Páginas: << 1 ... 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 ... 163 >>

23-10-2015

  19:11:32, por artabria   , 366 palavras  
Categorias: Concertos, Língua

A Fundaçom Artábria reclama que o galego comece a ser a verdadeira língua oficial do concelho de Ferrol

A iniciativa municipal abertamente antigalega do partido Ciudadanos na nossa cidade, que pretende suprimir o galego da precária cooficialidade reconhecida por essa instituiçom, pom sobre a mesa a necessidade de um compromisso real do Concelho de Ferrol com o nosso idioma.

Som quase duas décadas decorridas desde a aprovaçom unánime da Ordenança Municipal de Normalizaçom Lingüística e, desde aquela, a Fundaçom Artábria e outros setores comprometidos com a nossa língua nom deixamos de reclamar esse verdadeiro compromisso na prática diária dos sucessivos governos.

Em Ferrol já governárom todos os partidos possíveis e nengum deles assumiu esse compromisso. Certamente, nom fôrom igual os governos do PP e IpF que os do BNG, IU ou mesmo PSOE. Porém, o galego nom deixou de ser um recurso retórico, nem muito menos chegou a contar com um plano de atuaçom efetivo em áreas concretas para conseguir dar-lhe o lugar que merece na instituiçom municipal e na sociedade ferrolana.

Todos os recursos de poder, político, económico, laboral, educativo e mediático dam ao espanhol um papel dominante que nengum governo municipal se atreveu a enfrentar.

Tampouco o atual governo apresentou até hoje nengumha medida significativa para mudar a gravíssima situaçom de perda de falantes e sutil, mas implacável, invisibilizaçom social do nosso idioma em Ferrol.

Sabemos que o desafio da recuperaçom do galego vai muito além dos poderes de um governo local, mas também sabemos que no seu ámbito de atuaçom pode fazer muito mais que umha aparente e parcial galeguizaçom administrativa, objetivo máximo dos governos mais ?ambiciosos? na matéria em todos estes anos.

A falta de estratégia galeguizadora, junto à pressom crescente da ideologia espanholizadora dominante, permitem agora que o grupo ultra Ciudadanos ataque frontalmente o direito coletivo do nosso povo à língua própria.

Situamos, por isso, a responsabilidade pola iniciativa lingüicida da concelheira Ana Rodríguez Masafret corresponde nom só a esse partido extremista, mas também ao conjunto do Pleno municipal que até hoje foi incapaz de mudar significativamente o estatuto institucional e social do galego em Ferrol.

A esse labor continuaremos a dedicar-nos na Fundaçom Artábria, denunciando claramente toda agressom à nossa soberania lingüística, como a agora protagonizada pola representante do partido antigalego Ciudadanos.

Fundaçom Artábria
Ferrol, 23 de outubro de 2015

21-10-2015

  17:11:04, por artabria   , 22 palavras  
Categorias: Concertos

Kurwa este sábado na Fundaçom Artábria

Sábado 24 de outubro, às 22.30h os ferrolanos Kurwa trarám o seu rock ao nosso Centro Social. A entrada é de balde!

  11:30:02, por artabria   , 143 palavras  
Categorias: Palestras e debates

Séchu Sende apresenta a "República das Palavras" na Fundaçom Artábria

Nesta sexta-feira, 23 de outubro, o Séchu Sende apresenta o seu último trabalho "A República das Palavras", na Fundaçom Artábria. O ato dará início às 20.30h e haverá exemplares à venda para ser assinados polo autor.

A República das Palavras? é o segundo volume de Séchu Sende na Através. Neste caso o autor de Animais apresenta-nos um conjunto de relatos que som a continuaçom do anterior Made in Galiza.

Séchu Sende, (Padrom, 1972) é poeta e narrador, sociolinguista, ativista social e domador de pulgas no ?Galiza Pulgas Circus?. A sua obra Made in Galiza foi traduzida ao curdo, ao turco, ao catalão, ao euskera. Os seus textos convertem-se em cançons, obras de teatro, lemas de camisolas, curta-metragens ou campanhas de publicidade social. Também escreve textos de guerrilha da comunicaçom, manifestos da Resistência, listas da compra e palavras como tattoos nas mãos das suas duas filhas.

15-10-2015

  20:18:43, por artabria   , 76 palavras  
Categorias: Concertos

Apresentaçom da publicaçom "Ouvea" esta sexta-feira na Fundaçom Artábria

Nesta sexta-feira 16 às 20.30hs, contaremos com a apresentaçom da revista ?Ouvea?. Revista na defesa da terra e do rural.

Ouveia pretende ser um vozeiro pola defesa da terra e da vida no rural, criado por aldeás, labregas e desertoras do progresso industrial, num contexto de domínio urbanita, amoreamento e isolamento em bolhas de montras, prédios e piche.

Os conteúdos centram-se na denúncia de abusos e imposiçons capitalistas na Galiza, recuperaçom de saberes tradicionais e debate antidesenvolvimentista.

08-10-2015

  20:59:22, por artabria   , 522 palavras  
Categorias: Língua

Esta sexta-feira ?O galego impossível? e ?A normalizaçom lingüística, uma ilusão necessária?.

Na sexta-feira, 9 de outubro às 20.30hs, Valentim R. Fagim e Mario Herrero apresentarám duas das novidades de Através Editora: ?O galego impossível? e ?A normalizaçom lingüística, uma ilusão necessária?.

Full story »

  18:48:43, por artabria   , 176 palavras  
Categorias: Concertos

Chuches Amil apresenta o seu livro disco este sábado às 19h na Fundaçom Artábria

Neste sábado 10 de outubro, as protagonistas serán as crianças já que às 19.00hs estará na Fundaçom Artábria Chuches Amil, que apresentará o seu espetáculo ?Um conto ao revés?, baseado no livro disco que leva o mesmo nome. Trata-se da incorporaçom mais recente à coleçom Sonárbore, da Editorial Galaxia, destinada a achegar música e literatura de qualidade aos mais pequenos e pequenas da casa.

Um conto ao revés é um fermoso álbum protagonizado por dous irmáns, Eirín e Milucha. Duas pequenas snhadoras, que quando vam durmir, vivem umha morea de aventuras acompanhados polos seres mais fascinantes. Umha historia acompanhada das mais marchosas cançons -co rock como um dos seus grandes protagonistas-, da mao do grupo Chuches Amil.

À fronte deste projeto atopa-se Fran Amil. Este músico, compositor e produtor corunhês tem formado desde os anos 90 parte de alguns dos grupos mais representativos do movemento bravú, como Os Papaqueijos, Ruxe-Ruxe ou os Diplomáticos de Monte Alto. Atualmente, ademais de liderar esta proposta destinada ao público familiar, Fram Amil é um dos integrantes das formaçons Tres Trebóns e Ulträqäns.

<< 1 ... 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 ... 163 >>

Horário de Abertura
- Segundas a sextas 10.00h-13.30h // 17.30h-feche
- Sextas e Sábados 18.00h-feche

A Associaçom Reintegracionista Artábria, nascida em 1992 em Narom, transformou-se em abril de 1998 em Fundaçom, inaugurando em setembro desse mesmo ano o seu Centro Social.

A Fundaçom Artábria está declarada de Interesse Galego e classificada de interesse cultural, com o número de inscriçom 54 e CIF:G15645518.


Para saberes mais, lê a definiçom da Artábria na wikipédia + info

Busca

Ferramentas de administraçom

  Feeds XML

powered by b2evolution free blog software