« Assembleia Aberta da Baiuca Vermelha deposita lixo recolhido no rio Tea às portas da Cámara MunicipalAssembleia Aberta? »

Quem somos?

31-03-2005

Link permanente 01:30:16, por admin Email , 399 palavras   Português (GZ)
Categorias: Sobre a Baiuca Vermelha

Quem somos?

O sábado 30 de Julho abriu em Ponte Areas um novo local social impulsionado pola esquerda independentista. O Baiuca Vermelha soma-se assim à rede de centros e locais sociais que nos últimos anos tenhem sido criados em diversas localidades do país, -embora com modelos e postulados diversos-, orientados à construçom nacional da Galiza e à defesa e promoçom da cultura e da língua galega.

O Baiuca Vermelha está situado na rua Redondela 11 rés-do-chao da vila do Condado, e a sua inauguraçom tivo lugar com umha importante afluência de amig@s e vizinh@s, que acompanhárom durante horas com festa e alegria o anseiado espaço de liberdade ao margem do estreito corsé institucional.

Os cantores galegos Servando Barreiro e Tino Baz, o Quarteto da Gentalha, assim como um recital poético de Kiko Neves, amenizárom a festa de abertura.

Concidindo com a posta em andamento do Baiuca Vermelha foi inaugurada umha exposiçom de cartazes, autocolantes, programas, livros e diversos materiais, da dilatada trajectória das ja 19 ediçons do Festival da Poesia do Condado, em colaboraçom com a Sociedade Cultural e Desportiva do Condado.

Um espaço aberto à realizaçom de actividades culturais, reivindicativas e de lezer

O Baiuca Vermelha nasce com o firme propósito de ofertar ao conjunto da rede associativa e popular do Condado um espaço autogerido no que poder realizar todo tipo de actividades culturais, reivindicativas e de lezer, ao margem das raquíticas e, na maioria das ocasions, inacesíveis infraestuturas municipais e autonómicas.

O Baiuca Vermelha pretende fomentar umha cultura alternativa e emancipadora, promocionar actividades recriativas que facilitem à juventude e ao conjunto do povo trabalhador o acceso a visons do mundo e da realidade nom mediatizadas e deformadas polo meios de comunicaçom e as tendências dominantes do consumismo e o individualismo.

O Baiuca Vermelha aspira a ser um motor de actividades e projectos que melhorem a nossa sociedade de postulados emancipadores e críticos com o injusto modelo vigente.

As suas portas estám abertas a todo mundo, sem exclusons, nem trabas de nengum tipo. Aguardamos pois que cumpra os objectivos e se consolide como centro de difusom do melhor do nosso povo.

Nas vindouras semanas dotará-se de umha Assembleia Aberta que contribua a dinamizar actividades e iniciativas várias sobre os princípios da autogestom e autoorganizaçom popular.

1 comentário

Comentário de: Alexandre Banhos [Visitante] · http://agal-gz.org
Caros amigos:

Vai a programaçom de filmes brasileiros que propomos como actividade cultural para o vosso centro social

Haveria pola vossa parte que programar os dias o antes possível, para a comodidade de todos (se nom tedes projector dizei-no para agendarmos um).


Som dous filmes políticos sobre a ditadura brasileira e a represom
e três filmes de conteúdo social e uma selecçom de quatro fantásticas curtas. Uma delas, A Ilha das Flores, é uma obra mestra.

Estam legendados em português para facilitar o seguimento dos mesmos por pessoas pouco afeitas a sotaques diversos na nossa língua e polos neo-falantes. (aos falantes de espanhol treinan-nos todos os dias com sotaques muito variados do espanhol.


Fazei a sua programaçom quanto antes para facilitar a sua projecçom

Alexandre Banhos


O CINEMA INSTRUMENTO DE MELHORA LINGÜÍSTICA


organiza




Terra Estrangeira


Terra estrangeira é um filme luso-brasileiro de 1996, do gênero suspense, dirigido por Walter Salles e co-dirigido por Daniela Thomas.


Sinopse

O filme trata da solidão vivida pelos imigrantes. Conta a história de Paco, que deseja conhecer a terra de sua mãe. Após a morte dela, e sem dinheiro após o confisco promovido por Collor, Paco aceita entregar um pacote misterioso, a pedido do também misterioso Igor, em Portugal, em troca do custeio da viagem. Após perder o pacote, ele encontra-se com a Alex, brasileira que trabalha como garçonete em Portugal e que vive com Miguel, um músico-contrabandista viciado em heroína. Em fuga para a Espanha, Paco é perseguido por bandidos interessados no pacote, que trazia um violino com diamantes escondidos.

Principais prêmios e indicações

*

Prêmio Golden Rosa Camuna, da Mostra Internazionale del Cinema d'Essai (Itália), para Daniela Thomas e Walter Salles.
*

Vencedor do Grand Prix do Entrevues - Festival International du Film Belfort (França), na categoria de melhor filme estrangeiro.
*

Prêmio Margarida de Prata (Brasil), para Walter Salles e Daniela Thomas
*

Vencedor do troféu APCA da Associação Paulista de Críticos de Arte (Brasil), na categoria de melhor roteiro.





O que Isso Companheiro


O que é Isso Companheiro, filme baseado no livro de Fernando Gabeira, O que É Isso, Companheiro, Four Days in September na sua traduçao ao inglês, forma que logo manteve na tradução castelhana

O filme é dirigido por Bruno Barreto, e está baseado num feito real, de facto foi o seu sentido político no que não ficavam muito bem os USA o que empeceu de ter um Óscar. O fime é um bom retrato do período das ditaduras estabelecidas em latino-América sob a doutrina da Segurança Nacional, teoria desenvolvioda em Fort Worth Texas e trasladada aos militares brasileiros (e outros) nos campos de treino da zona do Canal de Panamá, que os acabou convertendo em inimigos do seu povo

Sinopse

Em 1964, um golpe militar derruba o governo democrático brasileiro e, após alguns anos de manifestações políticas, é promulgado em dezembro de 1968 o Ato Constitucional nº 5, que nada mais era que o golpe dentro do golpe, pois acabava com a liberdade de imprensa e os direitos civis. Neste período vários estudantes abraçam a luta armada, entrando na clandestinidade, e em 1969 militantes do MR-8 elaboram um plano para seqüestrar o embaixador dos Estados Unidos (Alan Arkin) para trocá-lo por prisioneiros políticos, que eram torturados nos porões da ditadura.






Quanto Vale ou é por Quilo

Quanto vale ou é por Quilo, filme de Sérgio Bianchi. Forma parte dos ricos filmes da tradição brasileira de apresentar o mundo das favelas e a sua violência e marginação, do que é obra mestra Cidade de Deus. Aquí assistimos a um drama nas mesmas coordenadas.



Sinopse

Uma analogia entre o antigo comércio de escravos e a atual exploração da miséria pelo marketing social, que forma uma solidariedade de fachada. No século XVII um capitão-do-mato captura um escrava fugitiva, que está grávida. Após entregá-la ao seu dono e receber sua recompensa, a escrava aborta o filho que espera. Nos dias atuais uma ONG implanta o projeto Informática na Periferia em uma comunidade carente. Arminda, que trabalha no projeto, descobre que os computadores comprados foram superfaturados e, por causa disto, precisa agora ser eliminada. Candinho, um jovem desempregado cuja esposa está grávida, torna-se matador de aluguel para conseguir dinheiro para sobreviver.

O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias

O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias, filme brasileiro de 2006, do gênero drama, dirigido por Cao Hamburger. é um filme Fantástico jeito de achgar-se ao mundo da ditadura brasileira da doutrna da segurança nacional

Sinopse

Em 1970, Mauro é um garoto de doze anos, que adora futebol e jogo de botão. Um dia, sua vida muda completamente, já que seus pais saem de férias de forma inesperada e sem motivo aparente para ele. Na verdade, os pais de Mauro foram obrigados a fugir por serem militantes da esquerda, os quais eram perseguidos pela ditadura militar, e por essa razão decidiram deixá-lo com o avô paterno. Porém, o avô falece no mesmo día que Mauro chega em São Paulo, o que faz com que Mauro tenha que ficar com Shlomo, um velho judeu solitário que é seu vizinho. Enquanto aguarda um telefonema dos pais, Mauro precisa lidar com sua nova realidade, que tem momentos de tristeza pela situação em que vive e também de alegria, ao acompanhar o desempenho da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1970 e fazer novas amizades no seu novo lar.

O Céu de Suely



O Céu de Suely, é um filme alemão-brasileiro-francês de 2002, do género drama, dirigido por Karim Aïnouz. Muito entretido e giro, onde se trata o assunto da emigração do campo a cidade na procura de melhor vida ou isso se pensa



Sinopse

Suely nasceu e foi criada na pequena cidade de Iguatu, Ceará, na Região Nordeste do Brasil. Grávida, tenta a vida em São Paulo com o namorado. Meses depois, porém, volta à cidade natal, sem desistir de seu sonho de morar na cidade grande. Para concretizá-lo definitivamente, bola um plano para conseguir condições materiais.







Selecção de curtas brasileiras



Ilha das Flores



Ilha das Flores é um filme de curta-metragem brasileiro, do género documentário, escrito e dirigido pelo cineasta Jorge Furtado (um dos grandes directores universais, a sua obra sempre tem uma grande preocupação social) em 1989, com produção da Casa de Cinema de Porto Alegre. Uma pequena obra mestra



O Dia em Que Dorival Encarou o Guarda



O Dia em Que Dorival Encarou o Guarda, dirigida por José Pedro Goulart

A situação do prisioneiro vista com humor





O Pulso



O Pulso é outra pequena grande obra de José Pedro Goulart





Cartas da Minha Mae



Cartas a Minha Mae, curta de Fernando Kinas e Marina Willer, é um verdadeiro filme



Sinopse


O filme retrata as agruras da adolescência. Um grupo de ativistas adolescentes protesta contra a privatização das escolas públicas e tenta convencer outros estudantes a fazerem o mesmo.







NOTA:

Todos os filmes estão legendados na nossa língua



01-10-2008 @ 10:41

Deixe o seu comentário


Seu endereço de e-mail nom será revelado nesse site.

Sua URL será exibida.
(Quebras de linha se tornam <br />)
(Nome, e-mail & website)
(Permitir que usuários o contatem através de um formulário eletrônico (seu e-mail nom será exibido.))
O Baiuca Vermelha nasce com o firme propósito de ofertar ao conjunto da rede associativa e popular do Condado um espaço autogerido no que poder realizar todo tipo de actividades culturais, reivindicativas e de lezer, ao margem das raquíticas e, na maioria das ocasions, inacesíveis infraestuturas municipais e autonómicas. [+...]

Outubro 2014
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
 << <   > >>
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Busca

Centros Sociais

Aguilhoar - Ginzo de Límia Alto Minho - Lugo Aturuxo - Bueu Local Social A Esmorga de Ourense Gentalha do Pichel Local Social Faísca - Vigo A Fouce de Ouro - Ames Henriqueta Outeiro - Compostela Revira - Ponte Vedra A Revolta - Vigo A Treu - Corunha C.S. Roi Soga de Lobeira - Noia C.S. Gomes Gaioso - Corunha Mádia Leva - Lugo Arrincadeira - O Ribeiro
Fundaçom Artábria - Ferrol

Ferramentas do usuário

Feeds XML

blog soft