Aumenta o consumo de drogas entre a mocidade do Estado espanhol

02-08-2005

  19:18:53, por Corral   , 350 palavras  
Categorias: Outros, Dezires

Aumenta o consumo de drogas entre a mocidade do Estado espanhol

A ministra de Sanidade, Helena Salgado, alertou onte em Santander de que a escassa percepçom do risco está a produzir entre os jovens espanhóis um incremento no consumo de drogas que é "extraordinariamente preocupante". Nom falou sem embargo, da quota de responsabilidade que tem no indesejável incremento a falta de perspectivas que está a produzir o capitalismo selvagem nesse fundamental sector da povoaçom.

Helena Salgado, quem inaugurou na Universidade Internacional Menéndez Pelayo (UIMP) o encontro "Controlo da oferta de drogas: políticas complementarias ou excluientes?", destacou onte que as enquisas revelam que os jovens cada vez tenhem menos consciência do risco que súpom o uso de substancias como o álcool e o cannabis, e mesmo a cocaína.

Assim, explicou que os jovens criem que é mais prejudicial para a sua saúde o consumo de tabaco que o de cannabis, mentres que mais dum 60% deles afirma que é "facilíssimo" conseguir cocaína.
"Nom quisesse dramatizar, pero estamos num momento complicado fundamentalmente por essa escassa percepçom do risco que existe sobre esse problema", dixo a ministra, quem considerou que as actuaçoes devem ir dirigidas no âmbito da reduçom da demanda á prevençom e no de disminuçóm da oferta.
Salgado destacou ademais a necessidade de formar á mocidade para evitar um primeiro consumo de drogas e de desenvolver políticas dirigidas ás famílias, porque é em elas, apontou, onde se criam os primeiros costumes saudáveis.
A ministra dixo que se vem observando unha "notável disminuçom" no grau de importáncia que a sociedade importem ao problema da drogadicçom, de maneira que os últimos barómetros do Centro de Investigaçoes Sociológicas (CIS) o situam no sexto lugar, mui por embaixo do paro, do terrorismo, da impossibilidade de aceder a unha vivenda ou da precariedade generalizada da económica familiar.
Nom falou, sem embargo, a ministra da responsabilidade do seu Governo no avance desta lacra, ao nom praticar unha política social radical que acabe com a falta de perspectivas que embargam á mocidade deste reino borbónico das maravilhas.

1 comentário

Junho 2024
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
 << <   > >>
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Busca

  Feeds XML

Ferramentas de administração

free blog tool