México: O GOLPE DE ESTADO do OPUS DEI

13-07-2006

  00:06:35, por Corral   , 1410 palavras  
Categorias: Outros, Ensaio

México: O GOLPE DE ESTADO do OPUS DEI

por Gaston Pardo

Começou a difusom dos expedientes secretos da secretaria de Fazenda que mostram os contratos que outorgou a governação federal à empresa denominada Hildebrando S.A., presidida por Diego Hildebrando Zavala Gómez do Campo, cunhado de Felipe Calderón, candidato do PAN formação da direita democrata cristã- à presidência da república.

Os contratos outorgados surtírom efeitos antes e após que o candidato presidencial fora secretário de Energia no gabinete presidencial de Vicente Fox, acusado ele mesmo de corrupto. Encabeçar este ministério significa exercer o controle da matéria energética, que influi sobre a estratégia da empresa nacional Petróleos Mexicanos.

Diego Hildebrando reconheceu ante a televisão e a rádio mexicanas que quando sua cunhado Felipe Calderón era membro do gabinete de Vicente Fox, lhe outorgaram contratos de diversa quantia. Este novo escândalo no que se vê envolvido o candidato da democracia cristã que preside José María Aznar, determina a opção final dos eleitores mexicanos para levar ao poder a Andrés Manuel López Obrador e frustrar o empenho presidencial de Felipe Calderón a quem por verdadeiro se lhe conhece sob o anagrama de Fecal.

Mas o assunto não só ameaça com quebrantar a aspiração presidencial de Calderón, senão que se assegura o triunfo do Partido da Revolução Democrática à hora de ganhar na eleição presidencial do 2 de julho próximo senadurías e diputacions, que respaldariam a política contrária ao neoliberalismo que foi anunciada por Andrés Manuel López Obrador.

Uma pequena empresa familiar constituída em 1986 pelos irmãos Zavala Gómez do Campo, integrada pela esposa de Felipe, Margarita, e seus irmãos, dedicada a serviços electrónicos (Hildebrando), converteu-se nos seis anos decorridos numa das companhias produtoras de software mais poderosas de México, com rendimentos a mais de mil milhões de pesos ao ano (quase 100 milhões de dólares).

As empresas e instituições federais que por influência de Felipe contrataram seus serviços incluem a Pemex, Comissão federal de electricidade, Luz e força do centro, Instituto nacional de migraçom (encarregada de aplicar a política fascista de Fox aos estrangeiros), a secretaria de Desenvolvimento social (ninho de fascistas) e o Instituto para a protecção da poupança bancária, onde os favoritos do regime conseguem deslocar sua dívida para que a pague o povo de México. Calderón disse que se deslinda do que tenha feito a empresa. Mas não pode se deslindar porque assim o declare. Seu compromisso com os enormes ganhos obtidos por Hildebrando em poucos anos só se explica com o tráfico de influências com que a beneficiou o candidato presidencial do PAN.

O Partido da Revolução Democrática, de centro esquerda, que é a formação que postula a López Obrador à presidência, acusou ao candidato panista de obter rendimentos ilegais, cuja base é o nepotismo e o tráfico de influências, por 250 milhões de dólares, benefícios pelos quais nem sequer pagou impostos. A ultrarreaccionaria Teresa Aranda, secretária de Desenvolvimento social admitiu que esse ramo administrativo fez negócios com a empresa dos Zavala.

Felipe Calderón ocupou a secretaria de Energia de setembro de 2003 a maio de 2004 um pequeno período que lhe bastou para cometer um das fraudes mais escandalosos do sexénio e que faz supor que muitos outros servidores públicos do PÃO fizeram outro tanto. A empresa do cunhado não teve que passar pelo processo de licitaçom no qual várias empresas ofertantes de bens e serviços competem por abastecer ao sector público -, pois Felipe se encarregou de que seus cunhados obtiveram, por exemplo de Pemex, uma adjudicaçom directa, sem licitaçom (isto é, sem concorrer com empresas competidoras). Isto significa que o panista contribuiu com suas recomendações à consumação de uma fraude.

Agora é o rancho incómodo

No estado de México, vizinho da capital mexicana, cerca do município de Amecameca, encontra-se um povoado que se denomina Ayapango. É um pequeno povoado tipicamente mexicano, que serviu de palco na filmaçom de muitas fitas. Seus moradores mal são mais de 5 mil dedicados aos labores agrícolas e a elaboração de vários tipos de queijo.

Ali está o rancho San José, propriedade de Diego Heriberto Zavala Pérez e de sua esposa Mercedes Gómez do Campo, pais de Margarita Zavala, esposa de Felipillo. Felipe Calderón deu um tratamento especial a este rancho, cujos empregados têm ordens de disparar contra os jornalistas que se acercam a seus marcos. Este tratamento consistiu no despliegue de influências ilimitadas ante a governação estatal em favor do rancho, para pô-lo a salvo da mirada alheia.

Na subprocuraduría de justiça de Tlalnepantla, estado de México, está instaurada uma denúncia por tráfico de influências contra Felipe o corrupto por ter recebido benefícios irregulares, em favor do rancho de seus sogros, da governação priista do estado de México. no entanto, ainda não se fazem valer as suspeitas de que nesse rancho algo irregular passa.

O fiscal de Tlalnepantla foi também o encarregado da investigação do tráfico de drogas que tem lugar no aeroporto de Atizapan, um município mexiquense vizinho de Amecameca, também baluarte panista. Atizapan é um património político outorgado ao PAN pelo sistema político mexicano para que suas elites se beneficiem do tráfico de estupefacientes.

No rancho dos sogros do candidato da direita há algo oculto. Sem dúvida. Só assim se explica que os empregados tenham faculdades especiais para assassinar jornalistas se estes chegassem a se acercar ao marco. o escândalo que provocarão as suspeitas sobre esta finca arrematarão o empenho presidencial de Calderón

Em fim, a cobiça ilimitada está na base dos esforços da direita por manter sob o blindagem político as operações irregulares e a megacorrupçom, gestadas em torno da fraude financeira conhecido como Fobaproa-Ipab cujo valor é de 12 mil milhões de dólares, e as operações ilegais realizadas em Pemex.

O capítulo espanhol

Vários directores da empresa Hildebrando S.A. tem sócios espanhóis vinculados ao de direita Partido Popular, de José María Aznar, que proporcionaram financiamento privado ao PAN, segundo a informação que este partido entregou ao Instituto Federal Eleitoral.

Duas personagens de Hildebrando S.A. fizeram doações de aproximadamente 30 mil dólares à campanha presidencial de Calderón. Eles são Javier Pastrana Thamez e José Luis Neri Becerril. Ambos estão vinculados com o espanhol Joaquín Moya-Angeler Cabrera, quem ocupou um cargo directivo na multinacional IMB de 1977 a 1990 e ocupou outro um assento entre os altos cargos de Hildebrando.

Moya-Angeler Cabrera é um dos grandes empresários mexicanos com os que se reuniu o presidente Vicente Fox em sua visita a Espanha o 16 de maio de 2002, para os convidar a investir em México em negócios turísticos.

De acordo com informação proporcionada por Meta4, a empresa espanhola de Moya, a governação mexicana adquiriu da empresa espanhola sistemas para a "segurança social" de México destinados a 90 mil empregados cujo centros de trabalho não identifica. Meta4 está vinculada com a controvertida assinatura de consultoria McKinsey, que é manejada em Espanha por Juan Buracos, amigo desde a infância de José María Aznar.

Nos escritórios neoyorkinas de Meta4 trabalha José María Aznar Botella, filho do ex presidente da governação espanhola. A equipa formada em Espanha por Aznar e Moya foi fundamental para que a Fundação para a Análise dos Estudos Sociais (FAES) se difundisse em países da América Latina; FAES é a plataforma desde a qual Aznar lançou sua estratégia política no foro denominado A força das ideias e o futuro de América Latina, que teve lugar na sede nacional do PAN na cidade de México o 21 de fevereiro último.

Ali Aznar disse: "Estou aqui também para dizer que espero, desejo, que Felipe Calderón seja o novo presidente de México pelo bem de todos os mexicanos", o que causou que o Instituto Federal eleitoral aplicasse ao PAN uma pequena multa

Sem comentários ainda

Maio 2024
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
 << <   > >>
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Busca

  Feeds XML

Ferramentas de administração

powered by b2evolution free blog software