Agora fame, cadeia e míseria para o pobre

19-09-2008

  00:34:57, por Corral   , 321 palavras  
Categorias: Outros, Dezires

Agora fame, cadeia e míseria para o pobre

IAR-Noticias

Parecia inconmovível: Os (geralmente idiotizados) analistas vendidos do sistema baptizaram-no "Globalizaçom". Tratava-se, na realidade, de um vulgar macro-roubo capitalista de "fronteiras abertas" possibilitado pola tecnologia informática e o controle de governos e países a escala planetária. Na década do 90, no mundo periférico, e com a doutrina do "Consenso de Washington" foram destruídos sistematicamente os Estados nacionais e suas legislações protectoras em nome do "livre mercado" e a "abertura económica". E - da mão das transferências computadorizadas- nasceu era-a do "capitalismo sem fronteiras" desde a matriz do sistema financeiro imperial com assento em Wall Street. O sionismo empresário multinacional (abrigado sob a sombrinha militar-nuclear do Império "unipolar"), converteu aos países periféricos em "economias de encrave" e começou a transferir enormes recursos financeiros (produto da depredaçom económica) aos países centrais. Estes recursos, finalmente, foram utilizados para uma segunda fase complementar de exploraçom e rentabilidade capitalista em alta escala: A especulaçom financeira. E, como nom podia ser de outra maneira, na década do 90, na catedral imperial de Wall Street nasceu a "borbulha financeira", ou o reinado da "economia de papel". Tratou-se (e trata-se ainda) da máxima abstracçom da rentabilidade capitalista: A reproduçom do dinheiro polo dinheiro mesmo, fixando regras e dinâmicas próprias acima do sistema productivo real. Num salto qualitativo transformacional inédito, o sistema capitalista, dono dos Estados (centrais e dependentes) e de seus sistemas económicos productivos, consumou o que parecia impossível: A criaçom de uma "economia de papel" sem respaldo real. Hoje a "borbulha financeira" está a dançar no Titanic. Por falta de "efectivo" em janela, finalmente fizo crash, chocou contra a realidade, e começou a afundar-se à hora assinalada ante a impotência manifesta de seus criadores e sostenedores: Os Estados centrais do sistema capitalista. Bem-vindos a bordo

Sem comentários ainda

Outubro 2020
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
 << <   > >>
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31  

Busca

  Feeds XML

Ferramentas de administração

powered by b2evolution free blog software