Genocídio por outras vias: A estratégia da fame.Israel rodeia Gaza e pressiona um plano final contra Hamás

22-01-2009

  21:11:35, por Corral   , 481 palavras  
Categorias: Outros, Dezires

Genocídio por outras vias: A estratégia da fame.Israel rodeia Gaza e pressiona um plano final contra Hamás

IAR Noticas

A estratégia consiste em mudar os bombardeios polo cerco e seguir estrangulando à Faixa com o bloqueio fronteiriço para obrigar a Hamás a negociar umha trégua duradoura e garantir o fim dos disparos de foguetes contra território israelita. Algo bem como mudar o extermínio militar pela profundizaçom do extermínio económico-social.
As forças israelitas terrestres realizarom umha retirada táctica de Gaza e permanecem na fronteira esperando umha nova ordem de entrada, enquanto a força aérea e a marinha completam o dispositivo de controle sobre a Faixa.
Como sustentam observadores e corresponsais na área, a Faixa de Gaza, destruída e com suas fronteiras bloqueadas, se converteu mais que nunca em um campo de concentraçom de Israel que digita quem ingressa e quem nom à Faixa de 360 Km2.
Paralelamente, o Estado judeu, como método para seguir isolando e deteriorando a Hamás, impede o rendimento de ajuda humanitária, a tal ponto, que na quarta-feira a Uniom Europeia solicitou a Israel que abra os passos fronteiriços de Gaza e permita a entrada de alimentos, medicinas e água, para umha populaçom que já se encontra no limite de sua sobrevivência.
Depois do cesse o fogo, e
n a Faixa de 360 km2 onde se amoream um milhom e médio de palestinianos dentro de um regime de apartheid, seus habitantes carecem de tudo: Já quase nom há luz por falta de combustível, a pouca comida que fica só lha encontra nos raleados depósitos da ONU e das organizaçons humanitárias que foram branco das bombas israelitas.
Segundo a Cruz Vermelha, os hospitais, as morgues e os cemitérios encontram-se colapsados, e os mortos enterram-se nas tumbas de outros mortos. E estám os "efeitos colaterais": Águas contaminadas, resíduos orgânicos em descomposiçom (incluídos os cadáveres) que ameaçam com focos generalizados de epidemia e doenças, segundo as organizaçons médicas.
A nova estratégia consiste em mudar os bombardeios polo cerco militar com operaçons pontuas de extermínio como o que sucedeu nesta quinta-feira quando unidades navais israelitas abriram fogo contra um grupo de pescadores deixando 5 palestinianos feridos
Nas presentes condiçons, o Estado judeu se vê ante duas alternativas: A) Se contínua com o massacre militar, sua imagem segue-se desmoronando e enfrenta o perigo de um bloqueio internacional, B) Se retira-se de Gaza, concede-lhe umha vitória aberta a Hamás.
Neste palco, a cúpula israelita elegeu umha terceira opçom: Seguir matando, continuar com o massacre por outras vias, substituindo aos bombardeios com o bloqueio à sobrevivência de Gaza.
Algo bem como mudar a estratégia de soluçom "militar" pela estratégia de soluçom por "fome".
Massacres diferentes, mas massacres ao fim, que o Estado judeu segue aplicando brutalmente em Gaza.

Sem comentários ainda

Agosto 2020
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
 << <   > >>
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            

Busca

  Feeds XML

Ferramentas de administração

blog engine