BOICOTAGEM aos morangos de Huelva

11-07-2010

Link permanente 18:23:16, por José Alberte Email , 122 palavras   Português (GZ)
Categorias: Ossiam

BOICOTAGEM aos morangos de Huelva

Por Ossiam

Luita de classes: Patrons escravistas. Junta de Andaluzia proxeneta cúmplice

Umhas 50.000 mulheres, todas pertencentes ao proletariado europeu (polacas, rumanas, ... ou norte-africano (marroquinas, ...), vivem amoreadas em choupanas durante a longa tempada da colheita de morangos nos campos de Huelva. Se a dura jornada, de umhas 12 horas diárias sob o sol de verao e no campo nom fosse davondo, por 36 €/dia; polas noites os patrons acompanhados de familiares e amigos acodem aos alpendres obrigando-lhes a ter sexo com eles, sofrendo toda classe de abusos e agressons sexuais. De nom aceitar, som ameaçadas com lhes proibir ir ao banheiro ou beber mentres estejam trabalhando e nom voltar a ser contratadas. Entretanto a “socialista” Junta de Andaluzia olha para outra banda, como proxeneta cúmplice.

Sem comentários ainda

Deixe o seu comentário


Seu endereço de e-mail nom será revelado nesse site.

Sua URL será exibida.
(Quebras de linha se tornam <br />)
(Nome, e-mail & website)
(Permitir que usuários o contatem através de um formulário eletrônico (seu e-mail nom será exibido.))
Abril 2014
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
 << <   > >>
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30        

Busca

Feeds XML

Ferramentas do usuário

powered by b2evolution