CANTA O MERLO: Israel-Un Estado Nazi

20-05-2015

  17:12:27, por Corral   , 395 palavras  
Categorias: Dezires

CANTA O MERLO: Israel-Un Estado Nazi

Controlo de natalidade sem consentimento:

Durante anos, o Governo israelense esteve a administrar injecçons de Depo-Provera "um potente anticonceptivo de comprida duraçom" a mulheres judias de origem etíope "a miúdo sem o seu conhecimento nem consentimento" com o fim de controlar a natalidade desta comunidade, já que a sua procedência judia era a miúdo questionado polos rabinos. Quanto esta prática saiu à luz no ano 2013, ordenou-se o seu cancelamento.

Acçons de nom judeus:

Qualquer com linhagem judia pode transferir-se a Israel e pedir a nacionalidade. Mas se a pessoa nom é judia, o processo pode ser arriscado. De toda a multidom de refugiados dos conflitos africanos que fugiram a Israel em busca de asilo, a só 0,07% lhe concederam. Recentemente, a rádio nacional pública estado-unidense assegurava numha reportagem que muitos deles foram deportados só para que fossem assassinados o grupo jihadista Estado Islâmico.

- Contratos 'sem sexo':

No ano 2003, umha companhia israelense que contratava trabalhadores da China obrigou-os a assinar um contrato no que se comprometiam a nom casar nem ter relações sexuais com pessoas judias. nom foi tomada nengumha medida legal contra a empresa, já que Israel nom tem nengumha legislaçom que proteja aos trabalhadores destes abusos.

- Arrebatar aos palestinianos o direito à terra:

Recentemente, o Tribunal Supremo israelense dispós dous ditames que em essência permitem a Israel demolir as comunidades palestinianas dentro do país (nom nos territórios ocupados) para despegar a terra para os israelenses.

- Leis matrimoniais discriminatórias:

Israel proíbe à sua populaçom contrair casal com palestinianos ao negar-se a reconhecer a esse cônjuge como cidadá. Assim mesmo, o país nom conta com leis maritais civis e deixa o casal em maos dos clérigos, que velam por prevenir o casal interracial.

- Direito de retorno, só para judeus:

A política mais sistemática destinada a manter umha maioria judia é a 'lei de retorno'. Baixo esta lei, os judeus podem ir ao país desde qualquer parte do mundo e demandar a cidadania, mas os cidadaos palestinianos expulsados das suas casas depois de várias guerras, nom.

- Segregaçom no transporte:

O Ministério de Defesa israelense anunciou a entrada em vigor de umha proibiçom que impede aos cidadaos palestinianos viajar nos mesmos autocarros que os cidadaos israelenses.
Os palestinianos de Cisjordânia que viajam a Israel a diário para ir aos seus trabalhos nom poderám usar os mesmos autocarros que os israelenses para voltar a casa desde esta quarta-feira, informa 'Haaretz'.

Sem comentários ainda

Junho 2019
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
 << <   > >>
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Busca

  Feeds XML

Ferramentas de administração

powered by b2evolution free blog software