« Nasce o C.S. Gomes GaisoQuem somos? »

José Gomes Gaioso

07-08-2007

Link permanente 00:43:06, por csggaioso, 558 palavras, 2235 visualizaçons   Português (GZ)
Categorias: Associaçom

José Gomes Gaioso

Maceda, Vigo e Corunha som as localidades galegas que podem alegrar-se de terem contado nalgum momento com a estada do dirigente e combatente comunista José Gomes Gaioso. Da primeira de nascença. Da segunda onde se formou profissionalmente e como militante. Da terceira, a nossa, a cidade da Corunha, onde passou os últimos momentos e alguns dos mais intensos da sua vida.

Continua:

Nasceu, como dixemos, em Maceda um 28 de Abril de 1909, de família humilde e popular. Como a sua irmá, fuzilada polos fascistas, foi mestre. José exerceu em Lavadores. Também trabalhou como administrativo na Singer de Vigo. Foi nesta cidade que iniciou o seu rumo político ao participar de manifestaçons e do sindicalismo em que se formou politicamente. Este ativismo nom era bem visto polo pai, facto que provocou a rutura e abandono da morada familiar aos 18 anos.

Como militante estreia-se nas Juventudes Socialistas, mas em 1932 ingressa no PC encorajado pola sua companheira e da mao de Garcia Figueira. Chega a ser Secretário de Organizaçom em 1935.

Foi em Vigo que acompanhou Castelao dando comícios em favor do Estatuto de Autonomia.

O alçamento fascista encontrou Gomes Gaioso num curso em Madri de formaçom marxista de quadros.

Como dirigente comunista estivo na Comissom de Organizaçom do PCE, foi importante o seu papel na formaçom das Milícias galegas que haviam integrar o Quinto Regimento de Henrique Líster. Com o tempo foi-se especializando em agitaçom e propaganda. Escrevia em multidom de meios como El combatiente ou Nueva Galicia –preocupado sempre polos problemas específicos da Galiza-, intervinha em muitas ocasions na rádio e costumava deslocar-se perto das linhas inimigas com megafonia para que os soldados galegos recrutados polos fascistas se passassem ao bando republicano, sempre se dirigia a eles com grande poder de convicçom e na nossa língua. Numha viagem à URSS, coincide novamente com Castelao nos atos do 1º de maio de 1938.

Perdida a Guerra Civil instala-se no Estado francês e coincidindo com o início da Segunda Guerra Mundial viaja em primeiro termo à República Dominicana (Santo Domingo) e mais tarde a Cuba (Havana). Em 1941 vai-se para Nova Iorque e posteriormente ao México para ir-se à América do Sul. Retorna ao Estado espanhol com documentaçom falsa em 1944 e ao ano seguinte passa a dirigir o PCE na Galiza, impulsionando a intensificaçom da guerrilha no País. Junto com António Seoane logrou que a guerrilha experimentara umha maior politizaçom, desenvolvimento e presença social mediante constante propaganda e açons armadas espetaculares. Gaioso era o chefe político-militar da guerrilha galega.

Identificado como “Lopes” e, por vezes, como “Jám” introduziu aos quadros menos conscientizados umha ideologizaçom e militarizaçom intensa que deu os seus frutos.

Resultou gravemente ferido em 11 de julho de 1948 num confronto armado com a polícia, entre o segundo e terceiro andar do nº 23 da rua Real, quando caiu numha armadilha tendida por um delator.

Foi Detido na rua do Papagaio depois de umha perseguiçom. Esvaziárom-lhe o olho esquerdo no Hospital da Caridade. Sofreu arrepiantes interrogatórios e torturas durante várias semanas no quartel e no calabouço da prisom provincial da Torre. Assassinado polo fascismo em 6 de novembro de 1948 coincidindo com a morte do chefe do falangismo local Juan Canalejo.

Os seus restos descansam na parcela número 98 do cemitério corunhês de Santo Amaro. Hoje existe a dúvida de se foi assassinado a garrote vil ou fuzilado devido à grandíssima pressom internacional que existia para salvar a sua vida.

Endereço de trackback para este post

Trackback URL (clique direito e copie atalho/localizaçom do link)

1 trackback

Trackback de: chuza.org [Visitante]
Nasce um novo centro social: o Gomes Gaioso, na Corunha
Nasce na Corunha o *Centro Social Gomes Gaioso*, que leva o nome de um conhecido sindicalista e e guerrilheiro antifascista, fuzilado em seu dia pola repressão da ditadura. O nome escolhido explica também o enquadramento político deste centro social...
19-08-2007 @ 10:51

Esse post tem 2 feedbacks esperando moderaçom...

Deixe o seu comentário


Seu endereço de e-mail nom será revelado nesse site.

Sua URL será exibida.
(Quebras de linha se tornam <br />)
(Nome, e-mail & website)
(Permitir que usuários o contatem através de um formulário eletrônico (seu e-mail nom será exibido.))

Quem Somos?

Esta entidade nasce com a ideia de integrar todas aquelas pessoas que, de forma aberta, se quigerem implicar na dinamizaçom deste espaço, que tem visa organizar iniciativas alternativas que pulem pola transformaçom da realidade em que nos desenvolvemos. + info

gomesgaioso@gmail.com

Onde Estamos?

Estamos na Rua Marconi, 9 rés-do-chao [Atochas-Monte Alto] - Corunha (Galiza).

Abrimos de terças a sábados de 20h00 a 23h00.


View Larger Map
Biografia Gomes Gaioso

Busca

powered by b2evolution