« No Domingo, roteiro das IrmandadesNovos lançamentos no Gomes Gaioso. »

O Centro Social Gomes Gaioso, com os trabalhadores e as trabalhadoras da Torre e em defesa do nosso patrimonio histórico-artístico

11-01-2012

Link permanente 22:26:01, por csggaioso, 374 palavras, 521 visualizaçons   Português (GZ)
Categorias: Actividades

O Centro Social Gomes Gaioso, com os trabalhadores e as trabalhadoras da Torre e em defesa do nosso patrimonio histórico-artístico

O Centro Social Gomes Gaioso solidariza-se com o ex pessoal da Torre de Hércules, despedido na sua totalidade pola Cámara Municipal da Corunha, de umha forma absolutamente obscura, sem mediar explicaçom de qualquer classe nem garantir o seu futuro. A Torre, monumento recentemente distinguido com a condiçom de “Património da Humanidade”, será encerrada ao público no próximo Domingo dia 15, sem que o governo local tenha esclarecido até o momento qual é o motivo nem a finalidade desse feche. É lógico pensar, quando se age com tal secretismo, que as intençons nom som boas nem terám a aprovaçom do povo. E nom é nada disparatado suspeitar que o intuito é privatizar os serviços relacionados com a Torre, isto é, atençom ao público, limpeza, manutençom, etc.

É verdadeiramente grave que o recém estreado governo local pretenda pôr em maos de umha ou várias empresas privadas o cuidado e gestom de um monumento que é de todas e todos, com ou sem distinçons instintucionais, e que está tam ligado à nossa história e á nossa identidade. Mais grave ainda é que o faga ignorando os direitos das e dos trabalhadores. Sem dúvida estamos perante a aplicaçom da consigna ultra-neoliberal de “otimizar recursos” e “reduzir despesa pública”, neste caso cenificada sobre o símbolo da nossa cidade por excelência, o que pode ser umha síntese perfeita das políticas que nos aguardam com a equipa que preside o Sr. Negreira. Que nom se ponham em conhecimento das trabalhadoras os planos da Cámara Municipal e que se lhes despida sem garantir nem umha sub-rogaçom, fai parte do mesmo conceito de gestom municipal. Os trabalhadores e as trabalhadoras som peças sem importáncia perfeitamente prescindíveis ou substituíveis e a eliminaçom de um posto de trabalho é umha decisom que sem problema nengum se pode abstrair do seu impacto humano ou social.

Sempre defenderemos os direitos da gente trabalhadora perante economicismos trapalheiros e, sem dúvida algumha, defenderemos sempre também que os nossos tesouros mais prezados, aqueles que contenhem a nossa história como povo, devem ter umha gestom pública, transparente e participativa, para que nunca deixem de ser do povo. Por isso, o Centro Social Gomes Gaioso chama a participar na concentraçom convocada polos trabalhadores e trabalhadoras da Torre no dia 15 de Janeiro, as 17 horas

Endereço de trackback para este post

Trackback URL (clique direito e copie atalho/localizaçom do link)

Sem comentários ainda

Deixe o seu comentário


Seu endereço de e-mail nom será revelado nesse site.

Sua URL será exibida.
(Quebras de linha se tornam <br />)
(Nome, e-mail & website)
(Permitir que usuários o contatem através de um formulário eletrônico (seu e-mail nom será exibido.))

Quem Somos?

Esta entidade nasce com a ideia de integrar todas aquelas pessoas que, de forma aberta, se quigerem implicar na dinamizaçom deste espaço, que tem visa organizar iniciativas alternativas que pulem pola transformaçom da realidade em que nos desenvolvemos. + info

gomesgaioso@gmail.com

Onde Estamos?

Estamos na Rua Marconi, 9 rés-do-chao [Atochas-Monte Alto] - Corunha (Galiza).

Abrimos de terças a sábados de 20h00 a 23h00.


View Larger Map
Biografia Gomes Gaioso

Busca

open source blog software