Decorreu Escola de Formaçom 2010. Crónica.

29-03-2010

AGIR e BRIGA organizárom pola sétima ocasiom a Escola de Formaçom, finalizada este Domingo ao longo da tarde no concelho eumês de Pontedeume. Como a primeira vez, em 2004, um nutrido grupo de jovens preparárom e desenvolvêrom um intenso fim-de-semana de convivência e actividade formativa e lúdica.

A Escola de Formaçom 2010 deu continuidade a um evento inusual dentro da esquerda independentista galega, organizado por e para moços e moças, e que vai de ano em ano constituindo-se como ferramenta útil e aperfeiçoada de coesom interna entre pessoas militantes de diversas comarcas do País, com distintos graus e formas de experiência e milhares de matizes que aportar para a obra colectiva dumha Galiza livre, vermelha e lilás.

SEXTA-FEIRA

Como noutras citas, a tarde e noite toda fôrom cenário da progressiva chegada de companheir@s que atopárom no Centro Social Ocupado A Casa da Estaçom um lugar cómodo, acessível, e autogestionado por jovens da comarca nortenha. Os e as companheiras do Eume dérom prova do seu sacrifício para levar adiante nas melhores condiçons possíveis este Centro, permitindo um fácil acomodo de tod@s malia as dificuldades que envolve ao tratar-se dum prédio abandonado.

A música ao vivo, incorporada com instrumentos tradicionais e cánticos vários, procedeu a umha ceia de petiscos e o discurso de boas-vindas que ofereceu o Aarom, companheiro da comarca. Referindo-se às históricas luitas irmandinhas havidas nas redondezas, e como nom à ilusiom pola oportunidade deste encontro nacional para conhecermos aquele lugar.

Sem permitirmos que demorasse muito a jornada de recebimento, procuramos deitar-nos cedo para estar prestes na hora de saír à manhá seguinte de roteiro, de acordo com o calendário de actividades previsto para este ano.

SÁBADO

Manhá

A manhá do sábado foi umha fortuna: ceus quase totalmente despejados e umha temperatura morna agradável, figérom possível um roteiro polas fragas do Eume inesquecível. Um bosque atlántico autóctone, conservado malia a sede insaciável de Union Fenosa, que gere no lugar umha central produtiva tremendamente impactante para a natureza do lugar. Um espaço com umha virginidade assombrosa na maioria da extensom das fragas.

O roteiro começou bem cedo à manhá, acompanhados dum guia que se ganhou a admiraçom, os aplausos e o carinho de tod@s graças a um esforço e um amor imenso pola natureza que nos transmitiu ao longo de três horas caminhando por estreitos sendeiros e terra lamacenta polas chuvas dos dias prévios. Vimos a Pedra dos Maquis, o leito do rio Eume, a flora imortal legada desde a época dos dinossauros, os tubos metálicos utilizados na 2ª Grande Guerra polos nazis, a infinita massa arvórea do terreno, os motivos e as conseqüências da exploraçom dos recursos hidráulicos por parte do grande capital, a desembocadura do Rio da Laje, os restos de cinças das "foias", etcétera...

Dentro do horário previsto, e em companhia dum guia que nos regalou umhas fermosas e emotivas palavras como sobre-mesa, jantamos recolhidos no ár puro que nos acompanhou toda a manhá, justo antes de que as nuvens volvessem cobrir os ceus e nos tivessem dado portanto umha trégua no melhor momento.

Tarde

Após encher o bandulho para calmar as ganas de comer que nos deixou o percurso polas fragas, arrumamos o lugar para receber na Casa da Estaçom as ponências dos convidados à sessom vespertina de palestras. Esta começou com a intervençom de dous militantes do sindicalismo nacional e de classe, dous trabalhadores com anos de preparaçom no campo da intervençom política de massas orientada especificamente à defesa desde a CIG comarcal de Trasancos dos interesses de classe do Povo Trabalhador Galego. Dumha óptica revolucionária, Rodolfo e Óscar transmitírom-nos o sentido que fai como comunistas patriotas o sindicalismo, a dialéctica entre as demandas economicistas e a política operária abrangente, e outros aspectos analisados ponto por ponto e com a introduçom histórica ao actual panorama sindical nacional, as origens históricas do sindicalismo de classe com destaque para o que se tem gestado nos últimos cem anos dentro das estruturas do Estado. O porquê de intervir como jovens e desde a junvetude dentro dos sindicatos conseqüentes, e o protagonismo da juventude nas luitas obreiras mais recentes e outras mais distantes, também fôrom motivo de análise e de pedra de toque para chamar-nos a continuar o bom exemplo da corrente da esquerda independentista dentro da CIG.



A seguir fôrom dous companheiros, membros da Mesa Nacional de BRIGA e da Direcçom Nacional de AGIR, Carlos e José respectivamente, quem elaborárom a grandes traços e ajudados por diapositivas e anos de experiência e formaçom, a significaçom da nossa corrente e das nossas estruturas orgánicas juvenis dentro do cenário da esquerda independentista. Saber quem somos, donde vimos, e decidir onde queremos ir. Saber quem nos acompanha nesta viagem cara a independência, o socialismo e o antipatriarcado e como podemos compenetrar-nos. E estudar o desenvolvimento desde começos do sêculo passado de toda a família nacional e de esquerdas. Som questons fulcrais para funcionar e agir como entidades coesas, com um projecto definido que sirva de acreditaçom para a honestidade na luita diária, com nós e com o resto.



Por último, Maurício Castro, professor da EOI de Ferrol, histórico militante comunista galego, amigo de BRIGA e AGIR e colaborador assíduo nas nossas actividades, volveu dar umha liçom, rápida mas pedagógica e compreensível, da situaçom da língua. A ubicaçom temporária e espacial do conflito espanhol-galego no mundo, através doutros exemplos de conflito lingüístico e de noços básicas de sociolingüística e de do binómio política - língua. Como funciona a língua respeito do poder e vice-versa, e como se influem mutuamente as relaçons na sociedade e o papel que joga nesta a língua. Mais umha vez, reintegracionismo sim, e porque sim, fôrom respondidas com eloqüência polo ferrolám.



A todos eles agradecemos o seu esforço por permitir que, mais umha ediçom, a Esola de Formaçom engada ao calendário de actividades formativas e de estudo que incentivamos polo País todo durante o ano todo, mais e mais exposiçom dos assuntos que mais nos interessam e concernem no activismo político.

Noite

Em marcha caminho de Ferrol após tomar umhas duches, em 20 minutos chegamos e instalamo-nos no Local da Fundaçom Artábria, preparado como sempre para receber a visita de dezenas de pessoas.



Um serviço fantástico, conformado pola gente da histórica Fundaçom, ofereceu umha ceia riquíssima que foi digerida com o pincha-discos Heitor, sempre disposto a amenizar-nos as noites quando lho pedimos. O transcurso das horas nom nos moveu de local, que abandonamos para acabar direitamente no Centro Social Ocupado.

DOMINGO

Manhá

Erguendo-nos algo mais tarde por mor da mudança imposta essa noite polo horário oficial de Primavera, fomos rematando as reservas de comida nesta última manhá na Casa da Estaçom.

Finalmente partiriamos para praticar os jogos populares, cousa que se viu interrompida polo segundo controlo consecutivo, em dous dias, colocado pola Guardia Civil sob ordens políticas de identificar todas as pessoas participantes no encontro. Nom só nom o conseguírom por incompetentes, senom que procedêrom a deter umha das pessoas, que se ocupou durante toda a Escola de Formaçom de tirar fotos da mesma e, também, de fazê-lo quando vários veículos eram parados em pleno centro de Pontedeume para testemunhar graficamente a perseguiçom das instituiçons do Estado da dissidência juvenil.

Esse motivo, tirar fotos, foi escusa para proceder à detençom por parte dum dos agentes, decorrida sem mais incidentes devido à calma com que se comportou o conjunto dos e das jovens, que nom quigérom dar o espectáculo que a Guardia Civil pretendia com este excesso imprudente por parte dum dos uniformados.

Cancelados os jogos polo imprevisto, estes fôrom substituídos por um passeio polas redondezas dos concelhos de Pontedeume e Cabanas baixo um céu que aguentou a chuva adentro. A seguir, todos e todas acabamos falando tranquilamente na Casa Ocupada até ao meio-dia ser ceivado o companheiro.

Foi pois um momento para a formaçom antirepressiva, decorrido com a leitura do patético atestado policial de denúncia, onde se relatam uns acontecimentos tam distantes da realidade, que junt@s pudemos observar com incredulidade, raiva e nom sem certo humor, polo facto de ter estado todo o grupo presente no lugar e o momento dos feitos. De todo se aprende e esta circunstáncia nom foi desaproveitada.

Tarde

Após um novo e derradeiro jantar, reuniu-se em pleno a assembleia de valorizaçom da Escola, com críticas, autocríticas, repasso de erros e acertos e compromissos de melhora para a próxima ediçom, que será oitava, em 2011. A assembleia mostrou ser mui útil para compartir ideias em quente, antes de marcharmos cara aos nossos destinos.

Já por último e antes de deixar a casa limpa como estava, fijo-se umha alocuçom de despedida a cargo desta volta do Iago, membro de AGIR, que encerrava assim o que BRIGA abrira com umha semelhante dous dias antes.

De maos dadas, BRIGA e AGIR avançamos. Estendemos a nossa intervençom, o nosso campo de acçom, e ratificamos os nossos objectivos concretando detalhes ano trás ano. Somos capazes de fazê-lo porque nom perdemos momento para ver-nos, para falarmos e para formar-nos. E assim o continuaremos a fazer ao longo do ano, até umha nova Escola para que os novos rostos e os nom tam novos de ambas organizaçons apertem mais os laços de geraçom em geraçom.

Escrito ?s 22:16:19 nas castegorias: EF '10, Crónica, Arquivo gráfico
por agir_briga   , 1518 palavras, 875 visualizaçons     Chuza!
Este fim-de-semana, Escola de Formaçom 2010 !!

23-03-2010


A Escola de Formaçom 2010 achega-se do seu início. Em poucas jornadas, dezenas de jovens da esquerda independentista reuniremo-nos sob o trabalho em comum e a convivência formativa para gozar de 3 dias de Primavera.

Esta cita, que se repete pola sétima ediçom ininterrompidamente, foi e está a ser um motivo para o trabalho, e será umha alavanca para a coesom do Movimento de Libertaçom Nacional Galego.

A todas e todos @s que ides participar, adiante com a formaçom, o conhecimento do meio e a diversom. A quem nom podedes, garantimos-vos umha crónica que fará com que o ano próximo nom vos queirades perder esta cita.

Em próximos dias iremos pois actualizando com informaçons sobre o decurso deste Escola de Formaçom 2010.

Escrito ?s 01:24:31 nas castegorias: EF '10
por agir_briga   , 119 palavras, 245 visualizaçons     Chuza!
Horário da Escola de Formaçom 2010

03-03-2010

Os preparativos que levamos avante as organizaçons AGIR e BRIGA para organizar a Escola de Formaçom 2010 avançam com jeito.
Nesta altura podemos oferecer no portal na rede especificamente criado para a difussom destas jornadas, o horário de actividades previstas para esta, os vindouros dias 26, 27 e 28 do presente mês.

Sexta-feira 26:

- 17 horas: Chegada e instalaçom.
- 20 horas: Acto inaugural de bem-vinda a cargo d@ Responsável do Grupo de Base de BRIGA.
- 21 horas: Ceia.
Ao longo da tardinha e noite desfrutaremos de música tradicional ao vivo!

Sábado 27:

- 9,00 horas: Almorço.
- 10,30 horas: Roteiro guiado (duraçom aprox. 2/3 horas)
- 14 horas: Jantar
- 16 horas: Início das palestras:

1. Juventude e sindicalismo
2. O nosso projecto juvenil e estudantil
3. A necessidade do monolingüismo reintegracionista

- 21,00 horas: Ceia
- 00.00 horas: Pinchada e troula!!

Domingo 28:

- 9,30 horas: Almorço.
- 10,30 horas: Gincana (conhecimento do meio e provas) / Jogos populares
- 14,30 horas: Jantar
- 16 horas: Assembleia de valorizaçom da EF '10
- 17 horas: Despedida a cargo dum/ha companheir@ de AGIR

Escrito ?s 23:40:37 nas castegorias: EF '10, Programa
por agir_briga   , 145 palavras, 941 visualizaçons     Chuza!
Começam preparativos da Escola de Formaçom 2010

14-02-2010

Já estamos às portas dumha nova Escola de Formaçom. A sétima desde que AGIR começara a organizar este encontro anual de jovens activistas e amig@s da esquerda independentista, que tivo em distintos pontos do País o seu marco de participaçom. Este ano 2010, com a crise do capitalismo petando às portas do nosso Povo Trabalhador Galego, as organizaçons estudantil e juvenil do Movimento de Libertaçom Nacional volvemos coincidir no objectivo de fomentar mais e mais formaçom, mais e mais conhecimento de quem somos, onde é que luitamos, e como incidir nos nossos objectivos estratégicos para continuar a passar a bandeira vermelha, lilás e da Pátria a novos e novas agentes que desejamos contribuir a umha sociedade melhor, mais justa.

O blogue da Escola de Formaçom actualizará-se proximamente com toda a informaçom relativa aos eventos que este ano decorrerám no fim de semana que compreende os dias 26, 27 e 28 de Março. Durante o tempo que resta, pouco mais dum mês, informaremos a juventude estudante e trabalhadora de todo quanto tenha a ver com o decurso da Escola de Formaçom '10.

Este primeiro comunicado serve para anunciar que as engrenagens se estám a lubricar para que podamos fazer desta cita anual um novo marco de formaçom e experiência, para reunir num mesmo lugar as perspectivas de autoorganizaçom que dezenas de jovens polo País adiante estamos a experimentar e encetar.

Como na primeira cita, o espírito conserva-se: procuraremos oferecer a todas as pessoas que estejades interessadas umha proposta de Escola singular no nosso País. Um experimento juvenil de emancipaçom e suficiência para testar a Galiza que queremos.

Lembramos a todas as pessoas interessadas que desde já podedes obter mais informaçom escrevendo para os correios nacional@briga-galiza.org ou nacional@agir-galiza.org

Organiza-te e luita!

Escrito ?s 03:29:44 nas castegorias: EF '10
por agir_briga   , 284 palavras, 831 visualizaçons     Chuza!
Crónica da Escola de Formaçom´09

07-04-2009

Regressamos da Estrada. Dezenas de militantes, colaboradores/as e amig@s das organizaçons independentistas BRIGA e AGIR, volvemos a estar nas nossas comarcas de origem após um fim-de-semana de convívio e formaçom. Na Estrada, comarca de Taveirós, @s companheir@s da zona ofertárom-nos um fantástico programa de actividades variadas e colectivas. Por sexto ano consecutivo, com o compromisso d@s organizadoras/es e a disposiçom de tod@s , desenvolveu-se a Escola de Formaçom '09 na paróquia de Guimarei. Estivemos acampad@s a carom da histórica torre de Guimarei atacada polas revoltas labregas irmandinhas e em estado deplorável e propriedade privada que impede a sua visita.

Sexta-feira de preparaçons e chegadas
Ao longo da sexta-feira, um grupinho de companheir@s fôrom acondicionando o terreno para facilitar à mocidade de todo o País a sua chegada a esta comarca interior do País. O clima acompanharia até o dia seguinte, permitindo que se celebrasse umha churrascada numha noite que remataria recolhendo-nos arredor de duas lumeiras, gaitas e cunchas, cánticos, conversas e como nom, chouriços e cachelos.

Full story »

Escrito ?s 17:04:32 nas castegorias: EF '09, Crónica
por agir_briga   , 862 palavras, 2149 visualizaçons     Chuza!
Escola de Formaçom´09: Luitando fazemos possível a utopia

25-03-2009

Mais um ano organizamos a Escola de Formaçom, a juntaça mais nova da esquerda independentista galega, para compartilhar três dias de encontro que ficarám na memória colectiva do independentismo galego como mais um chanço avante na enorme escaleira que nos conduz a um futuro gerido, como dizia a legenda da Escola de Formaçom '08, polas e polos que luitam.

Um futuro em que jornadas como as destes dias terám um papel fulcral para sabermos como enfrentar as necessidades de organizaçom para combater os poderosos do presente, e construir Poder Popular desde as idades mais temperás.

Full story »

Escrito ?s 16:31:37 nas castegorias: EF '09
por agir_briga   , 332 palavras, 709 visualizaçons     Chuza!
Programa da EF´09

24-03-2009

Esta Escola de Formaçom '09 AGIR e BRIGA introduzimos a formaçom básica a cargo de militantes de ambos colectivos. Após seis ediçons da Escola, sabemos por experiência que o importante é trabalhar aspectos básicos do que supom organizar-se para luitar e como fazê-lo. Som pessoas com a experiência de muitos anos trabalhando entre a mocidade rebelde da Galiza quem ministrarám as palestras, que se dotam de carácer aberto para que a intervençom de todas e todos @s presentes facilite a compreensom e o debate.

Sexta-feira, 3 de Abril
19h00 Chegada e instalaçom
20h00 Bem-vindas a cargo do Responsável do Grupo de Base de BRIGA
21h00 Churrascada e repichoca!!
Se o permite o clima, comeremos no exterior para começar o fim de semana falando ao ár livre.

Full story »

Escrito ?s 16:46:22 nas castegorias: Programa
por agir_briga   , 301 palavras, 426 visualizaçons     Chuza!
Começam os preparativos da Escola de Formaçom´09

17-03-2009

As organizaçons da esquerda independentista BRIGA e AGIR já estamos trabalhando para fazer possível a Escola de Formaçom '09. Desde este mês de Março, e de cara às jornadas de encontro que terám lugar nos dias 3, 4 e 5 de Abril, as assembleias de ambas organizaçons irám coordenando e preparando o conteúdo desta nova ediçom. E vam já lá seis anos que empezamos.

Com este primeiro comunicado, @s jovens independentismo galego, organizadas sem complexos para dinamizar a rebeldia da juventude deste País nos princípios da libertaçom nacional e social de género, no ecologismo, no antimilitarismo, no internacionalismo e no monolingüismo reintegracionista, queremos dar por começado um mês de preparativos com o fim de juntarmos companheir@s, simpatizantes e amig@s , no nosso "acampamento primaveral" particular, com o melhor ambiente possível.

Mais umha vez, os bons momentos de convívio e debate, servirám para conhecer novas e novos companheir@s de luita, numha proposta lúdico-formativa de palestras, jantares, repichocas, obradoiros, jogos populares e algumha visita pola comarca organizadora desta nova ediçom da Escola.

Todos e todas ficades convidad@s!

Escrito ?s 19:49:43 nas castegorias: EF '09, Organizaçom
por agir_briga   , 197 palavras, 249 visualizaçons     Chuza!
Sociedade, ideologia e lingua(s)

26-03-2008

"Sociedade, ideologia e lingua(s)" é o título da comunicaçom apresentado polo lingüista Maurício Castro nos egundo dos seminários da Escola de Formaçom'08.

Achegamos a apresentaçom elaborada polo Maurício e que serviu de apoio para apresentaçom.

Sociedade, ideologia e lingua(s)

Escrito ?s 12:38:20 nas castegorias: EF '08, Materiais
por agir_briga   , 49 palavras, 2132 visualizaçons     Chuza!
Caderno do seminário sobre libertaçom sexual

26-03-2008

Achegamos o material entregado para seguir o seminário impartido por Ângelo Meraio e Lucia Vasques, militantes da rede de colectivos de defesa do orgulho homossexual, bisexual e transexual na Galiza.

O caderno recolhe o guiom do primeiro dos seminários da Escola de Formaçom e um texto da autoria de Ângelo Meraio intitulado "Hetreossexismo e libertaçom sexual. O orgulho da diversidade frente a violência do patriarcado".

Caderno Escola de Formaçom´08

Escrito ?s 12:27:06 nas castegorias: EF '08, Materiais
por agir_briga   , 75 palavras, 227 visualizaçons     Chuza!

<< 1 2 3 4 5 >>