Fados alentejanos

Fados alentejanos

Link: http://evunix.uevora.pt/~appt/

O Alentejo, terra esquecida pelo Poder português, também tem fados (música da capital do Poder do mesmo país) e fadistas:

Escrito em 06-08-2012, na categoria: Fadistas
Chuza!

Endereço de trackback para este post

Trackback URL (clique direito e copie atalho/localização do link)

2 comentários

Comentário de: Fernando [Visitante]
Fernando

Manuel:
Me permito dejar aqui la divertida letra que puede ser de interés para los estudiosos del idioma.

João Vasconcelos e Sá / Popular *fado corrido*
Repertório de António Pinto Basto.
Terra de grandes barrigas / Onde ha tanta gente garda
Ás sopas chamam açorda / E à açorda chamam-lhe migas;
Ás razões chamam cantigas / Milhaduras são gorjetas
Maleitas dizem maletas / Em vez de encostas, chapadas
Em vez de açoites, nalgadas / E as bolotas são boletas
.
Terra mole é atasquero / Ir embora é abalar
Deitar fora é aventar / Fita de coiro é apero;
Vaso com planta é cravero / Carpinteiro é abegão
E a choupana é cabanão / E às hortas chamam hortejos
Os cestos são cabanejos / E ao trigo chama-se pão!
.
No resto de Portugal / Ninguém diz palavras tais
As terras baixas são vales / Monte de feno é frascal;
Vestir bem, parece mal / Á aveia chamam cevada
Ao bofetão, orelhada / Alcofa grande é gorpelha
Égua lazã é vermelha / Poldra ?Isabel? é melada
.
Quando um tipo está doente / Logo dizem que está morto
E a todo o vau chamam porto / Chamam gajo a toda a gente;
Vestir safões é corrente / Por acaso é por atrego
As saco chamam talego / E até nas classes mais ricas
Ser janota é ser maricas / Ser beirão é ser galego
.
Os porcos medem-se às varas / E o peixe vende-se aos quilos
E a gente pasma de ouvi-los / Usar maneiras tão raras;
Chamam relvas às cearas / Ás vezes, não sei porquê
E tratam por vomecê / Pessoas a quem venero
Não quero, diz-se nã quero / Eu não sei? diz-se *ê nã sê*. Transcrito por: J.F.C (José Fernandes e Castro)

15-08-2012 @ 17:05
Comentário de: manuel [Membro]  

Sr. Fernando,

Muito obrigado.

Aqui temos a letra do “Mestre alentejano” (não exatamente igual à que aparece no comentário anterior) e a do “Mestre alentejano (II)": http://alemguadiana.blogs.sapo.pt/11269.html (do blogue do Além Guadiana, que eu giro).

Volte sempre.

Manuel Sánchez
("Todos temos nosso fado")

20-08-2012 @ 16:45
Bem pensado / Todos temos nosso fado / E quem nasce mal fadado / Melhor fado não terá
Grupo no feisbuque
contador de visitas Rádio Fado Calm Rádio Fado Alfa Fado Rádio Amália Antena 1 Fado Rádio Despertar - Voz de Estremoz RDP - Antena 1 Rádio Campo Maior Rádio Portalegre Rádio Campanário - Voz de Vila Viçosa Rádio Borba Rádio Elvas Rádio Renascença Rádio Sim Rádio Nova Antena TSF Rádio Notícias Posto Emissor do Funchal Rádio Voz de Matosinhos TSF Rádio Onda Tuga Rádios de Portugal Radio 5 O fado na Wikipédia O fado no Gúguel Portugal Bossa nova

Categorias

Procurar

Ferramentas de administração

  Feeds XML

blog software