"Senhora do Tejo" (versões)

"Senhora do Tejo" (versões)

Joana Amendoeira

Maria da Fé

SENHORA DO TEJO
Letra: José Luís Gordo. Música: José Fontes Rocha.

Sete colinas
Sete versos de Lisboa
Sete poemas de rimas
Nos olhos duma pessoa
És a cidade
Mais linda que tem o mar
És a rua da saudade
Que [eu] trago no meu olhar

Tens Madragoa e Alfama
E um Castelo de saudade
Que dorme na tua cama
Desde a tua mocidade
Lisboa da Mouraria
Do Bairro Alto velhinho
E é no jardim da alegria
A praça do nosso hino
E ficas tão engraçada
Com a Graça lá no alto
Que veste a saia engomada
Pra vir à Baixa num salto

E a rua Augusta
Emoldurando um navio
Que atravessa a Santa Justa
Pra vir beijar o Rossio
É no Terreiro
Onde passo e me revejo
Neste amor que eu te tenho
Senhora mulher do Tejo

Escrito em 25-01-2014, na categoria: Fadistas
Chuza!

Endereço de trackback para este post

Trackback URL (clique direito e copie atalho/localização do link)

2 comentários

Comentário de: Fernando [Visitante]
Fernando

Si tuviese que elegir, no dudaría : Maria da Fé.

25-01-2014 @ 22:28
Comentário de: manuel [Membro]  

Eu Joana Amendoeira.

26-01-2014 @ 10:08
Bem pensado / Todos temos nosso fado / E quem nasce mal fadado / Melhor fado não terá

Categorias

Procurar

Ferramentas de administração

  Feeds XML

b2