Raquel Tavares deixa os palcos (janeiro de 2020)

Raquel Tavares deixa os palcos (janeiro de 2020)

Raquel Tavares abandona palcos e fala em "decisão difícil"

A fadista anunciou a decisão no programa de Cristina Ferreira. "Já estava para lá do meu limite há muito tempo", desabafou a cantora, que vai continuar a cantar, mas já não o fará de forma profissional.
Raquel Tavares abandona palcos e fala em "decisão difícil"

ENTREVISTA: https://sic.pt/Programas/o-programa-da-cristina/videos/2020-01-09-Emocionada-Raquel-Tavares-anuncia-decisao-de-abandonar-os-palcos-Foi-a-decisao-mais-dificil-da-minha-vida

© D.R. DN 09 Janeiro 2020 ? 20:05

"Jamais poderei falar de mim sem falar de música. Mesmo que quisesse não conseguiria fugir-lhe. Sou refém dela, para o bom e para o mau. Amo-a por tudo o que me dá, e odeio-a por ser tantas vezes dolorosa. Se há dias em que me sinto abençoada, há outros em que creio ser uma maldição. Não sei se estarei sempre na música... Mas sei que serei sempre dela. 🖤 #diainternacionaldamúsica"

Foi durante uma entrevista emocionada no programa de Cristina Ferreira, na SIC, na manhã desta quinta-feira, que Raquel Tavares, de 35 anos, anunciou que iria desistir da carreira. A fadista confessou que nos últimos meses chegou a cantar com febre e que perdeu dez quilos em apenas "mês e meio".

"Nunca nada é definitivo, mas na minha cabeça este parar de cantar é definitivo. Esta foi a decisão mais difícil de toda a minha vida", disse a cantora.

De acordo com a Blitz, a fadista explicou que "o ritmo da vida artística é tão rápido" que deixou "de ter vida" pessoal. "Chego a casa e sinto-me muito sozinha. Aos 35 anos, o que é que eu tenho? Tu tens um filho, eu não tenho. Tu tens uma mãe em casa, eu não tenho. Estamos rodeados de gente, a gritar, mas ninguém nos ouve", disse ainda.

Na mesma entrevista, Raquel Tavares revelou que este é o momento de apostar em outras paixões, como a comunicação, não escondendo que antes de ser cantora quis ser jornalista.

A fadista deu o último concerto em outubro, nos Armazéns do Chiado, em Lisboa. No mesmo mês já deixava transparecer o cansaço da vida artística com um post na sua página de Facebook.

"Jamais poderei falar de mim sem falar de música. Mesmo que quisesse não conseguiria fugir-lhe. (...) Se há dias em que me sinto abençoada, há outros em que creio ser uma maldição. Não sei se estarei sempre na música... Mas sei que serei sempre dela.", escreveu Raquel Tavares, deixando já antever a decisão agora tomada.

O talento da cantora é reconhecido pela primeira vez em 1997, ano em que, com 12 anos, venceu a Grande Noite do Fado. Lançou quatro álbuns de estúdio - o primeiro, "Porque Canto Fado" em 1999 e o último, "Raquel", em 2016.

Em 2017, aceitou o desafio do produtor Max Pierre, um dos diretores da Sony Music no Brasil, para gravar um disco só com canções de Roberto Carlos.

Escrito em 11-01-2020, na categoria: Fadistas
Chuza!

Endereço de trackback para este post

Trackback URL (clique direito e copie atalho/localização do link)

Ainda sem comentários

Bem pensado / Todos temos nosso fado / E quem nasce mal fadado / Melhor fado não terá

Categorias

Procurar

Ferramentas de administração

  Feeds XML

powered by b2evolution