AUTHOR: Ibérico TITLE: Morreu João Ferreira Rosa (24.IX.2017) BASENAME: morreu-joao-ferreira-rosa-ix DATE: Sun, 24 Sep 2017 18:35:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

João Ferreira Rosa: um defensor do fado tradicional

DIÁRIO DE NOTÍCIAS e Lusa

O fadista João Ferreira-Rosa, que morreu hoje aos 80 anos, foi um "irredutível defensor do fado tradicional", que construiu um repertório marcado pela "autenticidade", afirma a Associação Portuguesa dos Amigos do Fado (APAF).

João Ferreira-Rosa "foi um irredutível defensor do fado tradicional, que fez uma carreira de mais de 50 anos interpretando sempre fado tradicional, autor de vários poemas, como 'Triste Sorte', e também de melodias, sempre no veio tradicional, como os denominados Fado Alcochete e o Fado Pintéus", disse à Lusa Julieta Estrela de Castro, presidente da APAF.

A responsável realçou "a longa carreira com êxitos que são, hoje, incorporados nos repertórios de outros fadistas e, rapidamente, reconhecidos pelo grande público, casos do emblemático 'Embuçado', 'Triste Sorte', 'Acabou o Arraial' ou 'Fragata', este último que interpreta no fado Vianinha".

O criador de "Os Saltimbancos" (Isidoro Maria d'Oliveira/Fado Mouraria) "foi senhor de uma voz muito característica e uma divisão do verso perfeita, que entronca na mais legítima escola fadista, com uma interpretação autêntica, logo única, fator diferenciador e essencial no fado".

O fadista João Ferreira-Rosa, de 80 anos, morreu hoje de manhã no hospital de Loures, nos arredores de Lisboa, disse à agência Lusa fonte próxima do artista.

João Ferreira-Rosa nasceu em Lisboa, na freguesia de S. Mamede, em 16 de fevereiro de 1937, tendo-se estreado, profissionalmente, em 1961. O fadista foi casado com a pianista Maria João Pires e em segundas núpcias com a pintora Ana Maria Botelho (1936-2016).

24 DE SETEMBRO DE 2017

Morreu o fadista João Ferreira-Rosa, o eterno amador do Fado do Embuçado

O intérprete tinha 80 anos e do seu reportório fazem parte temas como Fado dos saltimbancos, Arraial e Fragata. "Canto quando me apetece", costumava dizer, e por isso resistia a espectáculos e discos.
PÚBLICO e com Lusa
24 de setembro de 2017

O fadista e letrista João Ferreira-Rosa, de 80 anos, um dos mais reconhecidos intérpretes do Fado do Embuçado, morreu este domingo de manhã no hospital de Loures, nos arredores de Lisboa, disse à agência Lusa fonte próxima do artista.

João Ferreira-Rosa era proprietário do Palácio de Pintéus, Loures, que pertencera à poetisa Maria Amália Vaz de Carvalho e que serviu de cenário a vários programas de fado transmitidos pela RTP, em que participaram os fadistas Alfredo Marceneiro, Maria do Rosário Bettencourt, Teresa Silva Carvalho e João Braga, e os músicos Paquito, José Pracana e José Fontes Rocha, entre muitos outros.

Figura assídua das galas anuais Carlos Zel, no Casino Estoril, do seu repertório constam, entre outros, o Fado dos saltimbancos, Arraial, Fragata, Portugal verde encarnado, O meu amor anda em fama, Mansarda e Os lugares por onde andámos.

Escrevendo letras para si e para outros intérpretes, João Ferreira-Rosa, foi autor, por exemplo, do poema Triste sorte, que gravou no Fado Cravo, de Marceneiro.

Tal como Amália Rodrigues e Manuel de Almeida, Alfredo Marceneiro é, aliás, uma das grandes referências deste fadista nascido em Lisboa e convictamente monárquico, que sempre resistiu a gravar (são poucos os discos da sua longa carreira).

?Eu sou um fadista amador?, disse numa entrevista a Baptista-Bastos publicada no livro Fado Falado (Ediclube, 1999). ?Eu canto quando me apetece.?
Uma casa de fados de reis e presidentes

João Ferreira-Rosa nasceu em Lisboa em Fevereiro de 1937 e cedo começou a cantar entre familiares e amigos. Aos 13 anos, já como aluno da Escola Agrícola de Santarém, deu o seu primeiro espectáculo, no Teatro Rosa Damasceno, naquela cidade ribatejana, em que cantou, entre outros temas, Fado Hilário. A sua estreia como intérprete coincidiu com o início da actividade como letrista, algo que haveria de marcar o seu percurso. ?Carreira?, lembrava muitas vezes, era palavra que não gostava de ver aplicada à sua actividade como fadista não-profissional.

Mais adepto do fado espontâneo, que nasce num jantar ou numa tertúlia à volta da mesa, do que do trabalho de estúdio ou de palco, Ferreira-Rosa tem uma discografia limitada que começa em 1964, ano em que grava o seu tema mais famoso, o Embuçado (letra de Gabriel de Oliveira e música do Fado Tradição, da cantadeira Alcídia Rodrigues), o mesmo que haveria de dar nome à casa que inaugura em 1966, no coração de Alfama.

Pela Taverna do Embuçado, lembrou na mesma entrevista a Baptista-Bastos, passaram grandes nomes do fado ? Amália, Teresa Silva Carvalho, João Braga? ?, mas também artistas plásticos, escritores e chefes de Estado. ?Não havia ninguém de fora que viesse, príncipe ou rei ou Presidente, que não tivesse de ir. Diziam até que era obrigatório ir ao Embuçado e era realmente?, disse ao jornalista.
O melhor do Público no email

Homem do fado, mas também dos toiros e dos cavalos, era um feroz opositor à República e esteve, de início, ligado ao Partido Popular Monárquico (PPM), afastando-se com a saída dos seus fundadores, Gonçalo Ribeiro Telles e Henrique Barrilaro Ruas. No centenário da República, aliás, aceitou o desafio de uns amigos para explicar por que razão a monarquia lhe parecia preferível como sistema de governo, numa entrevista que está hoje disponível online (Diálogos com João Ferreira-Rosa sobre a arte de continuar a ser Português no ano do centenário da República).

Quanto ao afastamento do PPM, e para que não restassem dúvidas em relação às suas motivações, justificava-o assim: ?A monarquia devia ser um movimento, uma ideia, e nunca um partido. Porque alinhar com a Assembleia da República, a mim, já me parece mal.?

Da curta discografia de João Ferreira-Rosa fazem ainda parte títulos como Ontem e Hoje (1996) e No Wonder Bar do Casino do Estoril (2004). Em 2003 participou no álbum Encantamento, num dueto com Mafalda Arnauth, uma das intérpretes da actual geração de fadistas que mais admirava.

https://www.publico.pt/2017/09/24/culturaipsilon/noticia/morreu-joao-ferreirarosa-o-fadista-de-embucado-1786522

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Eu já não sei [versões] BASENAME: eu-ja-n DATE: Tue, 05 Sep 2017 13:55:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

RAQUEL TAVARES

EU JÁ NÃO SEI (Domingos Gonçalves Costa / Carlos Rocha)

Eu já não sei
Se fiz bem ou se fiz mal
Em pôr um ponto final
Na minha paixão ardente
Eu já não sei
Porque quem sofre de amor
A cantar sofre melhor
As mágoas que o peito sente

Quando te vejo e em sonhos sigo os teus passos
Sinto o desejo de me lançar nos teus braços
Tenho vontade de te dizer frente a frente
Quanta saudade há do teu amor ausente
Num louco anseio, lembrando o que já chorei
Se te amo ou se te odeio
Eu já não sei

Eu já não sei
Sorrir como então sorria
Quando em lindos sonhos via
A tua adorada imagem
Eu já não sei
Se deva ou não deva querer-te
Pois quero às vezes esquecer-te
Quero, mas não tenho coragem

CONCEIÇÃO RIBEIRO

FRANCISCO BARRETO

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Bárbara Santos BASENAME: barbara-santos DATE: Mon, 04 Sep 2017 08:18:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fado corrido (cantam F. Maurício, F. Martinho, M. de Almeida, F. Farinha...) BASENAME: fado-corrido-cantam-f-mauricio-2 DATE: Sat, 05 Aug 2017 18:10:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


https://image.slidesharecdn.com/apresentao-1209574069855856-9/95/fado-5-728.jpg?cb=1209548865

Fado corrido

http://www.cantarmais.pt/pt/cancoes/fado/cancao/fado-corrido

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Elsa Casanova e Pedro Henriques BASENAME: elsa-casanova-e-pedro-henriques DATE: Wed, 07 Jun 2017 17:59:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://play.cadenaser.com/audio/039RD010000000110673/

http://www.ccma.cat/tv3/alacarta/esport-club/entrevista-a-pedro-henriques-porter-del-reus-deportiu/video/5659294/

https://www.diaridetarragona.com/deportes/El-portero-del-Reus-Deportiu-de-hockey-estrella-de-la-guitarra-portuguesa-20170523-0068.html

http://www.mundodeportivo.com/hockey-patines/20170523/422826816998/el-portero-del-reus-deportiu-de-hockey-estrella-de-la-guitarra-portuguesa.html

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Paulo Bragança e Cuca Roseta: "Lisboa a namorar" BASENAME: paulo-braganca-e-cuca-roseta DATE: Tue, 16 May 2017 14:11:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

LISBOA A NAMORAR
Rosa Lobato Faria / Mário Pacheco
Intérpretes: Paulo Bragança, Cuca Roseta

Cortesã das minhas noites
Donzela do sol a pino
Miúda a pedir açoites
Mulher do meu desatino

Menina das Amoreiras
Peixeira da beira-mar
Todas são namoradeiras
É Lisboa a namorar

Ai Lisboa quem pudesse
Ser a proa da fragata
Que rasga quando anoitece
O seu vestido de prata
Afagar com dedos brandos
Como beijos na maré
A tua boca de morangos
Vendida no Cais Sodré

A primeira mostra o peito
A segunda a roupa branca
A terceira sem defeito
A quarta rebola a anca

Há Lisboa em todas elas
A mostrarem cada uma
As rendinhas amarelas
Do seu saiote de espuma

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Madragoa (cantam Manuel Monteiro, Lucília do Carmo...) BASENAME: madragoa-cantam-manuel-monteiro-lucilia DATE: Sun, 14 May 2017 18:19:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

https://soundcloud.com/manuel-monteiro-fadista/maadragoa-manuel-monteiro

Lucília do Carmo

Maria da Fé

Olivinha Carvalho

Francisco Malafaia

MADRAGOA
Raul Ferrão / José Galhardo

Oh Madragoa
Das bernardas e das trinas
Dos padeiros, das varinas
Da tradição
És a Lisboa
Que nos fala doutra idade
Doutros tempos da cidade
Que já lá vão

Bairro cercado
Por igrejas e conventos
Com tão santos monumentos
Na vizinhança
Meu bairro amado
Vem mostrar que é bem verdade
Que entre a fé e a caridade
Pôs Deus a esp'rança

[Refrão:]
Oh Madragoa
Que és a mãe da minha mãe
Oh gente boa
Do meu bairro, escutem bem
És a Lisboa
Do progresso e da vaidade
É ali na Madragoa
Que mora a saudade

És Madragoa
Mais cristã que a Mouraria
Mais alegre que a Alegria
E até mais bela
Doa a quem doa
Não há bairro com mais raça
Com mais graça até que a Graça
Mais luz que a Estrela

Aqui viveram
Esses bravos mareantes
Foi ali que os navegantes
Fizeram ninho
Muitos morreram
Mas há um que inda cá mora
Esse herói que o povo adora
Gago Coutinho

Oh Madragoa
Que és a mãe da minha mãe
Oh gente boa
Do meu bairro, escutem bem
És a Lisboa
Do progresso e da vaidade
É ali na Madragoa
Que mora a saudade

És a Lisboa
Do progresso e da vaidade
É ali na Madragoa
Que mora a saudade

GAGO COUTINHO: https://pt.wikipedia.org/wiki/Carlos_Viegas_Gago_Coutinho

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Hermínia Silva ("Velha tendinha"...) BASENAME: herminia-silva-velha-tendinha DATE: Mon, 01 May 2017 17:18:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

VELHA TENDINHA
Letra: José Galhardo. Música: Raul Ferrão.
Intérpretes: Hermínia Silva / Amália Rodrigues / Carminho / Dulce Pontes

Junto ao arco do Bandeira há uma loja a Tendinha
De aspeto rasca e banal
Na história da bebedeira aquela casa velhinha
é um padrão imortal

Velha taberna nesta Lisboa moderna
És a tasca humilde e terna que mantém a tradição
Velha tendinha és o templo da pinguinha
Dos dois brancos, da gimbrinha, da boémia e do pifão
Velha tendinha...

Noutros tempos, os fadistas vinham, já grossos das hortas
Pra o seu balcão caturrar,
E os fidalgos e os artistas iam pra aí, horas mortas
Ouvir o fado e cantar

Velha taberna...

FADO DA SINA
Amadeu do Vale / Jaime Mendes

Reza-te a sina
Nas linhas traçadas na palma da mão
Que duas vidas
Se encontram cruzadas no teu coração

Sinal de amargura, de dor e tortura
De esperança perdida
Indício marcado de amor destroçado
Na linha da vida

E mais te reza na linha do amor
Que terás de sofrer
O desencanto ou leve dispor
De uma outra mulher

Já que a má sorte assim quis
A tua sina te diz
Que até morrer terás de ser sempre infeliz

Não podes fugir ao negro fado brutal
Ao teu destino fatal
Que uma má estrela domina

Tu podes mentir às leis do teu coração
Mas ai! quer queiras, quer não
Tens de cumprir a tua sina

Cruzando a estrada da linha da vida
Traçada na mão
Tens uma cruz, afeição mal contida
Que foi uma ilusão

Amor que em segredo
Nasceu quase a medo
Para teu sofrimento
E foi essa imagem a grata miragem
Do teu pensamento

E mais ainda te reza o destino
Que tens de amargar
Que a tua estrela de brilho divino
Deixou de brilhar

Estrela que Deus te marcou
Mas que bem pouco brilhou
E cuja luz aos pés da cruz já se apagou

Não podes fugir ao negro fado brutal
Ao teu destino fatal
Que uma má estrela domina

Tu podes mentir às leis do teu coração
Mas ai! quer queiras, quer não
Tens de cumprir a tua sina

Tu podes mentir às leis do teu coração
Mas ai! quer queiras, quer não
Tens de cumprir a tua sina

http://www.museudofado.pt/personalidades/detalhes.php?id=230
https://pt.wikipedia.org/wiki/Herm%C3%ADnia_Silva

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Gisela João (2013) BASENAME: gisela-joao-2013 DATE: Fri, 03 Mar 2017 08:32:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://giselajoao.com/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: "Ainda te quero" (F. de Brito / R. C. Félix) BASENAME: ainda-te-quero-f-de DATE: Wed, 01 Mar 2017 05:53:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Frederico de Brito e Rodrigo Costa Félix:
https://www.tugafado.com/files/videos/13740874554e869.mp4

http://rodrigocostafelix.blogspot.com.es/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fafá de Belém BASENAME: fafa-de-belem-1 DATE: Sun, 19 Feb 2017 16:03:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


https://pbs.twimg.com/profile_images/786644879719948288/GSby9sOA_reasonably_small.jpg

https://pt.wikipedia.org/wiki/Faf%C3%A1_de_Bel%C3%A9m

https://www.youtube.com/watch?v=KqqUh16S2Iw

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Morreu José Pracana (1946-2016) BASENAME: morreu-jose-pracana-1946-2016 DATE: Sun, 01 Jan 2017 17:16:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://www.museudofado.pt/fotos/temp/116_0_0.63003600%201233330830.jpg

26.XII.2016: O guitarrista açoriano José Pracana, que tocou vários anos com fadistas como Amália Rodrigues e Alfredo Marceneiro, morreu hoje aos 70 anos, na ilha de São Miguel, nos Açores, vítima de doença prolongada, informou um amigo da família.

Fonte: http://www.dn.pt/artes/interior/guitarrista-acoriano-jose-pracana-morreu-hoje-vitima-de-doenca-5572091.html

http://www.museudofado.pt/personalidades/detalhes.php?id=240

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fado tropical (CHICO BUARQUE) BASENAME: fado-tropical-chico-buarque DATE: Thu, 15 Dec 2016 16:45:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://www.chicobuarque.com.br/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: GRANDE Alcindo de Carvalho BASENAME: grande-alcindo-de-carvalho DATE: Fri, 28 Oct 2016 08:13:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Mais: http://www.museudofado.pt/personalidades/detalhes.php?id=259

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Filme "Madragoa" (1952) BASENAME: filme-madragoa-1952 DATE: Tue, 27 Sep 2016 14:02:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fernanda Peres (1931-2016) BASENAME: fernanda-peres-1931-2016 DATE: Mon, 26 Sep 2016 17:30:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Fernanda Peres: Lugar vazio (Fernando Farinha / Alberto Correia)

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fado vadio (Miguel Sanches e outros) BASENAME: fado-vadio-miguel-sanches-e DATE: Sun, 18 Sep 2016 15:33:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Na "Parreirinha de Alfama" BASENAME: na-parreirinha-de-alfama DATE: Tue, 30 Aug 2016 15:42:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Joana Amendoeira

27.VIII.2016. Na Parreirinha de Alfama. Cantaram: Joana Amendoeira, Sérgio da Silva, Filipe Duarte e Maria de Fátima. Cantaram e tocaram: Bruno Costa e Paulo Valentim. E com muita canela por toda a parte!

Sérgio da Silva

Filipe Duarte

Maria de Fátima

Paulo Valentim e Bruno Costa

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: "O teu olhar" [versões] BASENAME: o-teu-olhar-versoes DATE: Fri, 05 Aug 2016 11:47:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Fado Olga
​Letra: Fernando Farinha
Música: Carlos Ramos

Fernando Farinha

Desde que vi os teus olhos
Tenho o meu fado marcado.
Meu fado são os teus olhos,
Teus olhos são o meu fado.



Eu quis cantar ao teu olhar que me encantou,
Pois nele achei, como não sei, inspiração.
Foi o calor de um olhar teu
Que me prendeu e, desde então,
O teu olhar é a razão desta paixão.

Teus olhos são dois poetas
De grande imaginação
Foram eles que ditaram
Os versos desta canção.

Teus olhos, meninos tontos,
Dentro de mim estão brincando.
Se ergo os meus olhos um pouco,
Vejo os teus olhos dançando.

Todas as minhas canções
Vivem do teu lindo olhar
Quando não olhas pra mim
Já eu não posso cantar.

Carlos Ramos

Kátia Guerreiro

António de Noronha

João Chora
----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Filme "O miúdo da Bica" (1963) BASENAME: filme-o-miudo-da-bica DATE: Thu, 04 Aug 2016 17:13:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Cantam: Sidónio Gonçalves Garcia ("Fernando Farinha" em criança) e Fernando Farinha.

https://www.youtube.com/watch?v=mVKjuE9pkg8

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: 196 anos da Severa BASENAME: 196-anos-da-severa DATE: Tue, 26 Jul 2016 08:21:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Imagem do gúguil de 26.VII.2016.

Canta: Maria Clara.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Maria_Severa (na wikipédia)
http://www.museudofado.pt/personalidades/detalhes.php?id=368 (museu do fado)

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Maja Milinković (fadista da Bósnia e Herzegovina) BASENAME: maja-milinkovic-fadista-da-bosnia DATE: Thu, 21 Jul 2016 19:29:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Maja Milinković

https://img.discogs.com/M-aw44a5XfS6iw8r9sL_afF2Wpw=/fit-in/300x300/filters:strip_icc():format(jpeg):mode_rgb():quality(40)/discogs-images/A-2453539-1318523468.jpeg.jpg


MAIS: https://www.youtube.com/channel/UCdhq91CzLYV0gP0i6Htvpyg

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Raquel Tavares: "Meu amor de longe" (2016) BASENAME: raquel-tavares-meu-amor-de DATE: Thu, 21 Jul 2016 13:52:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Letra e música: JORGE CRUZ.

No Largo da Graça já nasceu o dia
Oiço um passarinho, vou roubar-lhe a melodia
Meu amor de longe ligou
Abençoada alegria

Junto ao miradouro, pombos e estrangeiros
Vão a cirandar como fazem dia inteiro
Meu amor de longe já vem
Pôs carta no correio

Barcos e gaivotas do Tejo
Vejam o que eu vejo, é o sol que vai brilhar
Meu amor de longe está
Prestes a chegar

Talhado para mim
Mal o conheci, eu achei-o desse modo
Logo pude perceber
O fado que ia ter por ver nele o fado todo

Chega de tragédias e desgraças
Tudo a tempo passa, não há nada a perder
Meu amor de longe voltou
Só para me ver

Fiz um rol de planos para recebê-lo
Fui pintar as unhas, pôr tranças no cabelo
Meu amor de longe há-de vir
Beijar-me no Castelo

Eu a procurá-lo, ele a vir afoito
Carro dos Prazeres, número 28
Meu amor de longe saltou
Iluminou a noite

Vamos celebrar ao Bairro Alto
Madrugada, baile no Cais do Sodré
Meu amor de longe sabe bem
Como é que é

Talhado para mim
Mal o conheci, eu achei-o desse modo
Logo pude perceber
O fado que ia ter por ver nele o fado todo

Chega de tragédias e desgraças
Tudo a tempo passa, não há nada a perder
Meu amor de longe voltou
Só para me ver

Mais: http://www.museudofado.pt/personalidades/detalhes.php?id=377

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Homenagem a Beatriz da Conceição BASENAME: homenagem-a-beatriz-da-conceicao DATE: Thu, 21 Jul 2016 12:26:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Informações do Portal do Fado:

Caixa Alfama presta tributo a Beatriz da Conceição
Notícias - Julho 20, 2016
As mais recentes novidades para o Caixa Alfama são a o tributo a Beatriz da Conceição por Filipa Cardoso em conjunto com outros fadistas anteriormente revelados.

Na noite que se dedica a Alfama, no Palco Caixa, terá três espetáculos especiais: Raquel Tavares, de Alfama, será o nome maior da noite. Mas outro dos destaques vai para a homenagem a Beatriz da Conceição, da qual farão também parte Artur Batalha, Diogo Rocha, Sara Correia, Maura Airez, Miguel Ramos, Pedro Galveias e Filipe Tavares.

A fadista Beatriz da Conceição morreu em Novembro de 2015 aos 76 anos. A fadista foi criadora de êxitos como "Ovelha negra", recebeu em 2008 o Prémio Amália Rodrigues de Carreira. Beatriz, natural do Porto, começou a cantar na década de 1960, após de uma visita à casa de fados Solar de Márcia Condessa, em Lisboa. Beatriz da Conceição fez parte dos elencos de diversas casas de fado, nomeadamente A Viela, Adega Machado, Nonó, Os Ferreiras, Taverna do Embuçado e Senhor Vinho. Uma das suas últimas presenças em palco foi no espectáculo de Ana Moura, no Coliseu de Lisboa, em 2013.

O Palco Caixa Futuro, na Sociedade da Boa União, receberá um conjunto de novos talentos: Luana Velasquez, João Leote, Margarida Ribeiro, Mariana Botas, Pedro Pereira, Bárbara Santos, Rodrigo Figueira e Beatriz da Conceição.

O Clube Lusitano é um espaço centenário, onde a união e a solidariedade são valores inabaláveis da associação fundada em 1905. Para o Festival Caixa Alfama, receberá os fadistas: José António, José Quaresma, Silvino Sardo, Lino Ramos, Ana Margarida, Rui Vaz, Linda Rodrigues e Ana Marta.

O Festival realiza-se no Bairro lisboeta de Alfama nos dias 23 e 24 de Setembro e tem um bilhete no valor de 38 euros para todos os concertos, no entanto nos dias do evento o valor do bilhete sobre para 45 euros.

Os clientes da Caixa Geral de Depósitos terão 10% de desconto nos bilhetes adquiridos com qualquer cartão de débito ou crédito, na bilheteira do Museu do Fado.

Já confirmados até ao momento:

Aldina Duarte, Ana Margarida, Ana Marta, António Parreira, António Pinto Basto, Artur Batalha, Bárbara Santos, Beatriz, Beatriz da Conceição, Carla Pires, Carminho, Diogo Rocha, Filipa Cardoso, Gisela João, Fábia Rebordão, Fado Nação ? Maria da Nazaré e António Passão, FF Fernando Fernandes, Guilherme Banza, João Leote, Kiko, Linda Rodrigues, Lino Ramos, Luana Velasquez, Madur, Marco Oliveira, Marco Rodrigues, Margarida Ribeiro, Maria Ana Bobone, Mariana Botas, Marina Mota, Maura Airez, Miguel Ramos, João Casanova, José António, José da Câmara, José Quaresma, Paulo Parreira, Pedro Calado, Pedro Galveias, Pedro Pereira, Raquel Tavares, Rodrigo Figueira, Ricardo Parreira, Ricardo Ribeiro, Rui Vaz, Sangre Ibérico José Gonçalez, Sara Correia, Silvino Sardo, e Vânia Duarte.

Fonte: http://www.portaldofado.net/content/view/3735/87/lang,pt/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: "Na rua dos meus ciúmes" (versões) BASENAME: na-rua-dos-meus-ciumes DATE: Tue, 05 Jul 2016 09:05:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Helena Tavares

NA RUA DOS MEUS CIÚMES
(Nelson de Barros e Frederico Valério)

Na rua dos meus ciúmes
Onde eu morei e tu moras
Vi-te passar fora de horas
Com a tua nova paixão

De mim não esperes queixumes
Quer seja desta ou daquela
Pois sinto só pena dela
E até lhe dou meu perdão
Na rua dos meus ciúmes
Deixei o meu coração

Ainda que me custe a vida
Pensarei com ar sereno
Que esse teu ombro moreno
Beijos de amor vão queimar

Saudades, são fé perdida
São folhas mortas ao vento
Que eu piso sem um lamento
Na tua rua, ao passar
Ainda que me custe a vida
Não hás-de ver-me chorar

Ada de Castro

Lenita Gentil

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Ana Moura: "Até o verão" BASENAME: ana-moura-ate-o-verao DATE: Wed, 29 Jun 2016 11:33:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://www.anamoura.com.pt/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Santo António de Lisboa BASENAME: santo-antonio-de-lisboa-1 DATE: Mon, 13 Jun 2016 13:08:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

https://www.youtube.com/watch?v=_hNrisdufXU&list=RD_hNrisdufXU&index=1

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Morreu Vicente da Câmara (28.V.2016) BASENAME: morreu-vicente-da-camara-28 DATE: Sun, 29 May 2016 07:28:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


1928-2016
Morreu o fadista Vicente da Câmara

Vicente da Câmara tinha um percurso artístico com mais de 60 anos Foto: Leonardo Negrão/Global Imagens http://static.globalnoticias.pt/jn/image.aspx?type=generate&name=big&id=5197428&source=&w=744&h=495&t=20160528155600>

28 Maio 2016 às 15:52

O fadista Vicente da Câmara morreu esta manhã de sábado, em Lisboa, disse o filho, José da Câmara.

Vicente da Câmara, com 88 anos, sobrinho da fadista Maria Teresa de Noronha, tornou-se conhecido, entre outros êxitos, pelo fado "A moda das tranças pretas".

O velório do fadista, que nasceu em Lisboa, no seio de uma família aristocrática, realiza-se este sábado a partir das 16 horas, na Igreja da Graça, onde será celebrada missa, disse a mesma fonte.

O funeral sai no domingo às 15.30 horas da Igreja da Graça em direção ao cemitério dos Prazeres, em Lisboa.

Entre outros prémios, Vicente da Câmara foi distinguido em 2013 com o Prémio Amália Rodrigues Carreira e tinha um percurso artístico com mais de 60 anos, que iniciou na extinta Emissora Nacional.

Em 1948, incentivado pela tia, concorreu a um concurso da então Emissora Nacional. A vitória no concurso radiofónico, que no ano anterior tinha sido conquistada por Júlia Barroso, deu-lhe o passaporte para atuar aos microfones da rádio oficial em programas de grande popularidade, como "Serão para trabalhadores".

O fado "A moda das tranças pretas" que o celebrizou foi composto na década de 1950, quando assinou o primeiro contrato discográfico para a Valentim de Carvalho. Gravou, em 78 rpm, temas como "Fado das Caldas", "Uma oração", "Varina" (de sua autoria) ou "Os teus olhos", com uma letra sua.

Do seu repertório constam ainda temas como "Sino", de sua autoria, "As cordas de uma guitarra" ou "Outono", com letra de seu pai, "Triste mar", "Maldição" e "Menina de uma só trança".

O seu percurso inclui outros fados como "Fado Lopes", "Era mais que simpatia", "Milagre de St.º António", "Fado do Pão-de-Ló", ou "Fado do João", "Guitarra soluçante", "O fado antigo é meu amigo" e "Há saudades toda a vida".

Em 1964 estreou-se no cinema, em "A última pega", de Constantino Esteves, protagonizado por Fernando Farinha, no apogeu da carreira, e contracenando com Leónia Mendes, Júlia Buisel e José Ganhão.

Voltou ao cinema em 2007, sob a direção de Carlos Saura, em "Fados", e ao lado de Carminho, Ricardo Ribeiro, Mariza, Camané e Carlos do Carmo, entre outros.

O fadista, um dos fundadores da Associação Portuguesa dos Amigos do Fado (APAF), integrou o elenco do espetáculo de inauguração do Museu do Fado, em 1998. Atuou na Alemanha, Luxemburgo, França, Espanha, Países Baixos, Canadá, África do Sul, Macau, Hong Kong, Coreia do Sul, Malásia, Brasil, Moçambique e Angola.

Em 1993, gravou com José da Câmara e Nuno da Câmara Pereira o CD "Tradição" (EMI/VC), em homenagem à tia Maria Teresa de Noronha.

"O rio que nos viu nascer" (2006) é o mais recente álbum de Vicente da Câmara (Ovação).

http://www.jn.pt/cultura/interior/morreu-o-fadista-vicente-da-camara-5197428.html

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Joana Amendoeira: "Muito depois" (2016) BASENAME: joana-amendoeira-muito-depois-2016 DATE: Fri, 01 Apr 2016 18:36:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Muito depois (2016)

http://www.joanaamendoeira.pt/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Carminho: "Saia rodada" (2014) BASENAME: carminho-saia-rodada-2014 DATE: Sun, 14 Feb 2016 17:09:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

carminho.com.pt

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Dora Maria: "Encontros" (2016) BASENAME: dora-maria-encontros-2016 DATE: Sat, 13 Feb 2016 17:15:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://www.hardmusica.pt/lazer/concertos/28517-dora-maria-apresentou-encontros-num-encontro-com-muitos-amigos.html

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Cinco horas de fado BASENAME: cinco-horas-de-fado DATE: Thu, 04 Feb 2016 07:46:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Ideal para trabalhar e esquecer o computador.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Morreu Beatriz da Conceição (26.XI.2015) BASENAME: morreu-beatriz-da-conceicao-26-xi-2015 DATE: Thu, 26 Nov 2015 19:01:41 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/morreu-a-fadista-beatriz-da-conceicao-1715667

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: "Duas glórias" [versões] BASENAME: duas-glorias-versoes DATE: Sat, 07 Nov 2015 10:58:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Ercília Costa http://fadavante4.com.sapo.pt/carlos_ramos_ercilia_tdg.jpg

Cidália Moreira

Ercília Costa e Armandinho

Mariana Silva e Manuel de Almeida

DUAS GLÓRIAS (João da Mata e popular)

De tão sagradas memórias
Ambas de iguais sentimentos
Duas mulheres, duas glórias
Dois nomes, dois sofrimentos

Uma andou pela Mouraria
E pelo Campo de Santana
Conduzindo a nostalgia
Nos seus olhos de cigana

A outra, em salões doirados
Da triste sorte irmã gémea
Trazia os dias contados
Nos seus olhos de boémia

Ambas souberam cantar
O fado, que as embalava
Se uma cantava a chorar
A outra, a chorar cantava

Cada qual em sua era
Dois nomes cheios de glória
Um... a Maria Severa
Outro... a Maria Vitória

Link: http://www.vagalume.com.br/argentina-santos/duas-glorias.html#ixzz3qnm4Mk2G

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Teresa Siqueira: "Fado da minha morte" BASENAME: teresa-siqueira-fado-da-minha-morte DATE: Fri, 23 Oct 2015 17:33:28 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Fado da minha morte (fado georgino)
Música: Georgino de Sousa
Letra: Pedro Baptista
Canta: Teresa Siqueira com conjunto de guitarras de António Chainho

https://pt.wikipedia.org/wiki/Teresa_Siqueira

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Morreu Deolinda Rodrigues (10.X.2015) BASENAME: morreu-deolinda-rodrigues-10-x-2015 DATE: Sun, 11 Oct 2015 16:21:43 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Morreu Deolinda Rodrigues: http://www.jn.pt/PaginaInicial/Cultura/Interior.aspx?content_id=4828121

http://www.museudofado.pt/personalidades/detalhes.php?id=293

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Excertos do filme "Fado, história d'uma cantadeira"; canta Amália BASENAME: excertos-do-filme-fado-historia-d-uma-cantadeira-canta-amalia DATE: Tue, 08 Sep 2015 13:43:26 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://www.cinemaportugues.net/wp-content/uploads/2010/11/fadocantadeira.jpg

Amália Rodrigues no filme "Fado, história d'uma cantadeira" (1947)
Mais:

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Mais Amália BASENAME: mais-amalia DATE: Wed, 22 Jul 2015 18:37:16 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://www.amalia.com/_imagens/ani/amaliaolhos.gif

AMÁLIA em Cartago (Tunísia) em 1972:

AMÁLIA canta "Vitti 'na crozza" (canção popular siciliana) em Roma em 1973:

Homenagem ao Max, no Funchal, em 1978:

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Mais fado pechincha BASENAME: mais-fado-pechincha DATE: Mon, 20 Jul 2015 10:33:49 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

CARLOS ZEL

JOANA AMENDOEIRA (Fado de outrora)

CARMINHO (Uma vida noutra vida)

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Rebétiko (como um fado grego)... BASENAME: rebetiko-como-um-fado-grego DATE: Sat, 06 Jun 2015 08:01:39 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Σωτηρία Λεονάρδου

Canta: Σωτηρία Λεονάρδου

http://el.wikipedia.org/wiki/%CE%A1%CE%B5%CE%BC%CF%80%CE%AD%CF%84%CE%B9%CE%BA%CE%B1
http://el.wikipedia.org/wiki/%CE%A3%CF%89%CF%84%CE%B7%CF%81%CE%AF%CE%B1_%CE%9B%CE%B5%CE%BF%CE%BD%CE%AC%CF%81%CE%B4%CE%BF%CF%85

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Entrevista a Joana Cota na Abc Portugal Ourém BASENAME: entrevista-a-joana-cota-na-abc-portugal-ourem-1 DATE: Mon, 11 May 2015 21:00:57 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Entrevista a Joana Cota, às 0:00 horas da quinta-feira 15 de maio de 2015:

http://www.radiosetv.com/radio/abc-portugal-online.html (na Abc Portugal Ourém).

http://www.abcportugal.pt/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Cuca Roseta: terceiro disco (2015) BASENAME: cuca-roseta-terceiro-disco-2015 DATE: Tue, 05 May 2015 19:41:06 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Fado adocicado

Cuca Roseta tem um novo álbum. Riu, o disco da maioridade da fadista, chega às lojas no dia 18 e contou com o produtor brasileiro Nelson Motta. A Notícias Magazine esteve nos bastidores desta viagem musical entre dois países.

Chegamos aos estúdios Atlântida e somos levados para uma gigante e opulenta sala de gravação, onde Cuca Roseta faz nascer o seu terceiro álbum, o da afirmação. Há uma calmaria nos técnicos, nos músicos e no staff da cantora que não esperávamos. Ouvimos algumas das músicas de Riu e percebemos que naquele estúdio há luz verde para um território de experimentação. Silêncio que aqui se experimenta fado! A experiência vem, claro, do produtor e ideólogo deste disco, o afamado Nelson Motta, produtor musical brasileiro mítico e grandessíssimo escritor de canções.

Estar assim num estúdio de gravação onde as canções nascem é uma oportunidade rara de testemunhar um ato de criação. Olhar para Nelson Motta e conferir no seu olhar que está ali a ser construído algo de novo. Não é a primeira vez que o fado chega à música popular brasileira, mas com esta perícia talvez seja. Talvez, talvez? No final do ano passado, quando visitámos esta gravação, ainda faltava muito para o Riu ficar pronto. Faltava a ida de Cuca ao Rio, onde se gravaria o segundo tomo de uma obra que cruza Portugal e o Brasil, a guitarra portuguesa e outros ritmos tropicais. Quando ouvimos Primavera em Lisboa, tema escrito por Ivan Lins, sentimos o espírito de fusão, sentimos aquilo que Motta quis fazer.

É Cuca quem nos diz que este disco nasce de uma relação com Nelson Mottta que começou como profissional e depois desembocou em amizade pura: «Ele é um papa da música, adoro-o! E tem muito prazer em revelar-me canções, mesmo algumas que nada têm que ver com o espírito de Riu. Esta nossa boa relação, creio, vai passar para o disco.»

O ambiente é de astral positivo, muito para cima. Nada que se compare ao que vimos no documentário de Bruno de Almeida, Fado Camané, em que se mostrava o fadista português em estúdio enquanto gravava sob a alçada rigorosa de José Mário Branco Sempre de Mim. «Estou mais calma agora do que das outras vezes que fui a estúdio. Aprendi que não vale a pena ficar stressada. É preciso haver boa energia. Uma intérprete tem de estar bem e é importante ainda que se estabeleça uma boa energia entre os músicos. Acredito que não podemos estar a pensar no tempo ou que temos de gravar à pressa porque o estúdio é caro. Isso pode estragar um disco? Se a música não ficou bem, há que tentar fazer melhor. Às vezes, as coisas não saem logo?», reforça a fadista, frisando que cada dia é um dia: «Há dias em que a voz está ótima, outros não. Por exemplo, hoje estou um bocado condicionada. Estive meio doente?»

Riu é um disco, na verdadeira aceção da palavra, luso-brasileiro. Nelson Motta promete que é o trabalho que vai fazer de Cuca Roseta uma estrela no Brasil. «É para estourar no mundo inteiro», avisa. «Sou louco, sempre fui, pela Cuca! Ela é incrível.» Acreditamos, sobretudo porque essa admiração fez que deixasse um retiro de muitos anos (passaram onze desde a última vez que tinha entrado num estúdio para produzir, nesse caso o disco ao vivo de Daniela Mercury). Só mesmo por esta cantora portuguesa seria capaz de regressar e agora exulta com o «comeback», conforme deixa escapar num post no Facebook. «Tinha de ser especial para regressar? Fiz isso tanto tempo e há uma dada altura que cansa, sobretudo a rotina? Vou confessar: nem pensava voltar mais alguma vez a um estúdio para produzir! Nossa, agora estou gostando muito! Mas, claro, tudo é novo para mim: o universo do fado, a aprendizagem. Estive trabalhando neste conceito desde que a ouvi pela primeira vez no filme do Carlos Saura, o Fados. Este disco não foi encomenda coisa alguma! Foi antes uma conspiração a favor», conta enquanto olha para a chuva lá fora.

DE VOLTA À CABINA DE SOM, olhamos para Motta em ação. É um produtor atento, um homem obstinado. Dizem-nos que tem um ritmo forte. Tem gravado duas músicas por dia ? a sua estada é curta nesta fase. Do que ouvimos, percebemos que o disco tem fado, mas tem também muito mais. Os puristas vão aos arames? Depois das experiências de outros fadistas e do «som» António Zambujo, talvez nem tanto. «A Cuca, como qualquer outro grande artista, não podia ficar confinada apenas à sua ?aldeia?.» Quem o diz é o próprio Motta, que admite ter feito um estudo intuitivo sobre fado, sobre o fado de que gostava. Afirma não querer saber dos puristas, mas sabe que o fado em Portugal é tão sagrado como o samba no Brasil. Porém, ressalva: «Afinal, no mundo da música nada é bem sagrado. É isso que mantém a música viva, essa constante renovação. O fado é tão sólido que nada pode abalá-lo! Sempre haverá a cultura tradicional do fado. Sinto que é impossível fazer melhor do que aquilo que já está feito. Logo, o melhor é fazer diferente?» A ideia deste disco é essa: pegar em temas italianos, brasileiros e espanhóis e dar-lhes a voz de Cuca. Há quatro ou cinco canções brasileiras que são transformadas em fado. «Quero que a Cuca cante essas canções com fado!», diz o produtor. «Há só um tema que ela vai cantar com sotaque brasileiro?».

Os nomes que povoam as canções deste disco inspiram respeito: além de Lins, Zeca Afonso, Djavan, Casimiro Ramos, Dorival Caymmi, João Gil, Júlio Resende, Bryan Adams, Sara Tavares , Mário Pacheco, o oscarizado Jorge Drexler e a própria Cuca. Cuca que não acusa o nervosismo. Está no estúdio como quem está em casa. Há um momento em que se abraça a Motta e a ternura entre os dois é pura, nada convulsa. É bonito. Mais tarde, Motta e a fadista escutam uma das canções. Ficam atentos. Entretanto, chega o mestre Pedro Castro, o craque da guitarra portuguesa que não perde tempo e começa a preparar o seu instrumento. Todos são eficientes. O tempo ali é precioso. Continuamos a ouvir o tema de Lins, enviado uns dias antes. Não estava escrito. Um dia depois, Motta deu-lhe uma letra. Foi, segundo dizem, caído do céu? O tempo passa e tudo fica perfeito.

Há um outro guitarrista que grava por cima da música. Os técnicos dizem que se sente um batimento, termo técnico quando o som fica muito em cima da canção. Não se distingue ao ouvido comum, mas é este o grau de exatidão técnica nesta altura. Miguel Capucho, o agente de Cuca, acredita que é o disco mais importante de Cuca: «É o nosso disco de paixão, com tudo o que a Cuca sempre quis fazer.»

http://www.noticiasmagazine.pt/2015/fado-adocicado/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Helena Leonor em direto... e mais BASENAME: helena-leonor-em-direto-e-mais DATE: Tue, 05 May 2015 13:37:22 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://i.ytimg.com/vi/GkFIvXg2tJM/hqdefault.jpg
"Maria Lisboa":

Mais:
https://www.youtube.com/channel/UCMqDK6xH44QOju3U2IHzsTA

http://helenaleonor.home.sapo.pt/

http://www.moraleja.es/sites/default/files/imagenes/noticias/1356-6192778%5B1%5D_0.jpg

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Aldina Duarte: entrevista, filme e fado [Público 22.IV.2015] BASENAME: aldina-duarte-entrevista-filme-e-fado-publico-22-iv-2015 DATE: Mon, 04 May 2015 19:53:13 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

O jornal Público ainda não adotou a ortografia atual.


Entrevista
O filme de Aldina Duarte

Nuno Pacheco

22/04/2015 - 08:36

(actualizado às 08:36)

Romance(s) é um único fado em vários andamentos, uma história que Maria do Rosário Pedreira escreveu, Aldina Duarte cantou e Pedro Gonçalves, dos Dead Combo, produziu. Isto em dois discos: um fiel ao fado tradicional, o outro contando a mesma história como num filme.

Maria do Rosário Pedreira imaginou um romance cantado. Pedro Gonçalves, dos Dead Combo, viu nele um filme. O resultado, surpreendente e único no universo do fado, é o novo disco de Aldina Duarte, Romance(s), que na verdade são dois discos num só.

Um romance cantado em 12 fados tradicionais, uma história de um triângulo amoroso que joga com estereótipos (a morena e a loira, o amor e a amizade) para deles extrair muito mais do que as aparências. E a mesma história reinventada por Pedro Gonçalves, que criou um segundo disco para a contar como se fosse uma banda sonora pop. Depois de

Apenas O Amor (2004), Crua (2006), Mulheres Ao Espelho (2008) e Contos De Fados (2011), Aldina Duarte tem em Romance(s) o seu maior e mais arriscado desafio até à data. Curioso paralelo: o trio fictício da história ficou nas mãos de um trio criativo real (Rosário, Aldina e Pedro), que produziu uma obra extraordinária. Chega às lojas no dia 27 de Abril.

- Ao ver este disco é impossível não lembrar Crua, que tinha letras de um só autor, João Monge, para vários fados tradicionais. Agora, as letras são só de Maria do Rosário Pedreira. Há algum paralelo? Estará aqui um ?Crua? da maturidade?
- Dessa vez, fui eu que achei que podia ser interessante cantar um letrista que vivesse o mesmo tempo que eu. Queria cantar com as linguagens e os seus sinais do meu tempo. Desta vez, não fiz mais nada senão cantar. Que é uma coisa única no meu percurso, porque eu é que faço tudo. Achei que nos discos chegara ao fim. Enquanto na casa de fados sinto que evoluo diariamente, nos discos restava-me fazer o quê? Além disso os tempos não estão famosos. Costuma dizer-se que quando a realidade é grave os artistas têm mais trabalho. O meu sentimento é contrário a isso. Se começo a achar que isto é tudo uma grande inutilidade dá-me vontade de parar. Não tenho nada para dizer.

- Como é que surgiu, então, o ?click? que a levou a gravar?
- Não sei como nem porquê, a Maria do Rosário Pedreira, por sua livre iniciativa, disse-me: ?tive a ideia de escrever um romance em verso para os fados tradicionais, para ti?. Disse-me que já tinha os capítulos, mas precisava que eu a ajudasse?

- Ela já tinha um guião preparado?
- Já. Era um romance de um triângulo amoroso. Eu sempre gostei muito do Tchekhov por causa da banalidade aparente dos assuntos e da forma como ele transforma aquilo numa coisa artística e literariamente de uma grandeza extraordinária. Sendo a Rosário uma das minhas melhores amigas, ela e o Manuel Valente, jantamos quinzenalmente e o assunto são os livros. Porque eles são editores e temos essa paixão comum. Começámos a discutir o triângulo amoroso e eu propus fazer o cliché do cliché, mas à Tchekhov. O que dependeria muito da forma como ela escrevesse e eu cantasse. Eu não estava muito empenhada em levar aquilo para a frente, mas a Rosário começou mesmo a escrever?

- Foi aí que começaram o trabalho conjunto?
- De cada vez que íamos jantar, mostrava-me letras. E dizia: ?anda cá que temos que trabalhar?? Isto nunca me aconteceu, era sempre eu a dizer ?vamos trabalhar?. Não resisti. Abriu-se aquela porta e não deu para fechar mais. Mas como sou a minha própria editora e já não tenho pachorra para ir à procura de dinheiro e de apoios, disse-lhe que o mais que podia acontecer era começar a cantar aquilo no S. Vinho, ir para palco e não gravar o disco. Perguntei-lhe se ela não se importava e ela respondeu: ?Não, não, até é uma ideia?? Como fiquei com essa liberdade, achei interessante. Um caminho bonito para fazer com uma amiga, e ainda por cima uma pessoa que eu admiro tanto.

- Ela já lhe aparecia com as letras escritas?
- Já. E eu é que procurava a música. O grande problema era: como é que se vai cantar um romance com princípio, meio e fim, com quatro personagens e discursos directos, onde eu vou ser protagonista mas ao mesmo tempo narradora omnisciente, onde vou cantar coisas nas quais não me revejo, algumas até sou contra. Aí propus-lhe que pelo menos assegurássemos o fim: eu nunca percebi a raiva que as mulheres têm umas às outras quando há traições amorosas. Porque na realidade quem trai é quem vive com quem. Nisso, os homens são muito mais inteligentes. Nunca vi um homem virar-se contra o amante da mulher, vira-se é contra a mulher. As mulheres não, viram-se contra a amante. E isto só pode ser cultural, porque não tem sentido nenhum.

- Mas aqui havia uma ligação: elas já eram amigas, ele é que vem de fora. Conhece ambas ao mesmo tempo, casa-se com uma delas e passa a ser amante da outra.
- Nós extremámos isso, acentuando aquilo que já não é imoral, é amoral. Uma amiga que trai a melhor amiga. E com um desconhecido. Ele conhece-as, repara nas duas, acha que uma é boa para casar e a outra? é boa para outra coisa qualquer. E acaba por trai-la mesmo, e logo no casamento, que é uma coisa terrível. A ideia era extremar tudo, porque eu gosto de emoções e linguagens extremas. As minhas afinidades artísticas são com quem é mais negro, mais violento. Por exemplo: no cinema não suporto violência física, mas na literatura adoro. E na pintura também. Então, aqui fomos ao limite.

- Isso levou a Maria do Rosário Pedreira a retocar as coisas que ia escrevendo?
- Sim, sim, e aceitou inclusive o meu final. Há um filme do George Cukor que eu adoro, o

Célebres e Ricas [1981], que é um bocado essa trama. No fim, a amizade vence a paixão. E isso agrada-me imenso. Porque na realidade o que se percebe é que aqui não houve amor, houve paixão e amizade. Aquele homem atraiu-se por uma mulher e apaixonou-se por outra, mas na realidade queria era tudo. E quem tudo quer nada tem. Foi desta discussão que nasceu isto tudo, mas é evidente que o conceito, a ideia, a definição da linguagem, é toda da Maria do Rosário. E é absolutamente nova para mim.

- E novo no fado, não há nenhum disco com esse conceito.
- Não tenho referência de nenhum disco de fados a contar uma história do princípio ao fim, tenho referências mas fado a fado. Por isso fiz duas audições fundamentais. De todos os meus discos, este foi o que eu mais preparei, porque achei que precisava.

- E que audições foram essas?
- Fausto, a trilogia [que começa com Por Este Rio Acima], porque é a única pessoa que eu conheço que conta em disco uma história com princípio, meio e fim, e com personagens muito variadas. Para mim ele já era uma grande referência mas eu não tinha, e muita gente não tem mesmo, a noção do que é a grandeza daquele trabalho. E é uma pena. Porque é de uma qualidade, de uma criatividade, de uma originalidade? Outro dia, estava a ouvir os Divine Comedy na minha alta-fidelidade (que é o único instrumento da minha casa) e de repente pensei: caramba, parece que este homem ouviu o Fausto!

- Mas além dele e dos Divine Comedy, quem mais ouviu?
- O Marceneiro, como sempre. É o grande contador de histórias e, por excelência, o grande intérprete. Eu tenho andado a fazer as oficinas do

Fado para Todos (que agora vai ser uma comunidade) e fui à fonte, explorar mais ainda os fados do Marceneiro. Tinha que ir aprender com o grande mestre. E há um tema, que é o Remorso, do Linhares Barbosa, que só lido já é exímio (é uma letra eximiamente escrita e pontuada à Cesário Verde), com o qual eu fiz um teste aos participantes da oficina. Ouvimo-lo, e eu pedi a cada pessoa que exprimisse numa palavra a emoção que retirou da audição. Ouvi medo, pena, compaixão, até doçura. Mas qual é a história? É a de um homem que matou uma mulher, ouve bater à porta, pensa que o vão buscar para o levar preso. E afinal era só vento. O Marceneiro interpreta aquilo de uma tal maneira que nós não percebemos que nos estamos a identificar, compadecidos, com um assassino! E é tudo claro, não é metafórico. Ora eu disse, para mim, que tinha que conseguir minimamente (porque não me vão chegar cem anos de vida para ter o génio do Marceneiro) trabalhar assim.

- Isso obrigou-a moldar a interpretação a vários e contraditórios estados de alma?
- O mais difícil é que são estados de alma de todos nós. Podiam ser de um determinado grupo de pessoas, mas são de toda a gente. Mais liberais ou mais conservadores, toda a gente passa por estas contradições, por estas foleirices, isto faz parte de nós, queiramos ou não. Isso é que foi doloroso na interpretação, descobrir coisas horríveis em mim.

- Teve aqui algum lado biográfico, mesmo que involuntário?
- Teve, claramente. Tornou-se muito claro o que era meu e o que não era meu. Não gosto de pensar muito em mim, incomoda-me um bocado. Mas aqui não tive alternativa.

- Como é que surge o Pedro Gonçalves, dos Dead Combo, neste projecto?
- No meio disto tudo, aparece-me a Paula Homem [da Sony] a dizer que estava na altura de eu gravar um disco. Contei-lhe o que estava a preparar, mas que se calhar era só para apresentar ao vivo. Ela insistiu e acabámos por gravar um contrato de artista, coisa que já ninguém faz, nem mesmo com quem vende muito. Uma semana depois ela falou-me no Pedro Gonçalves. Quando o conheci, percebi logo que era da minha família artística. Conhecia o meu trabalho como ninguém, mas nem acreditava que lhe pedissem para produzir o meu disco, pensava que eu não precisava de ninguém para nada.

- Ele até disse que não percebia nada de fados?
- Mas centrou a ideia numa coisa: disse-me que o timbre que me ouvia ao vivo queria pô-lo num disco, porque isso ainda não tinha sido feito. Achei um bom princípio. Não quis pôr-se a dar sugestões, a mim ou aos músicos, porque achava que não tinha competência para isso. Foi de uma grande dignidade. Só as pessoas com muito talento é que têm genuinamente esta postura. Passado um tempo ele aparece com a mulher [a bailarina e coreógrafa Ainhoa Vidal] e foi ela que sugeriu que fizéssemos dois discos. Ele reagiu: ?Dois discos?? E ela: ?Inventa!?. Ele assim fez.

- E conseguiram separar os dois conceitos?
- No primeiro disco foi muito revelador. Eu nunca tinha tido uma pessoa a ouvir-me de fora enquanto gravo e às vezes a ouvir-me de uma maneira completamente diferente. E quando acabámos o disco com os fados tradicionais, ele aparece-me com outro. Não com os arranjos exactamente como estão, mas já com o ?esqueleto? todo feito.

- A estrutura desse segundo disco faz lembrar a de um filme?
- Ele quis afastar-se do universo das guitarras e violas do fado. Está feito, não há nada a mexer e mexer era estragar. Pensou fazer um disco radicalmente diferente, achando que o ideal era eu encontrar uma forma diferente de cantar. As nossas referências comuns são P. J. Harvey, Ry Cooder, Björk, Patti Smith... Ora quando me vi perante aquilo, a minha grande dificuldade era inverter a acentuação das palavras. Enquanto no fado o balanço está na tónica, ali eu tinha que esmaecê-la, embora ela esteja lá. Que ninguém espere que eu cante ?fadú? ou ?amore?, isso nem que a música seja de Beethoven! E então surgiu uma ideia extraordinária. Uma vez o José Mário Branco disse-me: ?Bom vai ser quando te esqueceres de cantar? (e ele para mim é um deus da música). Pois neste segundo disco, eu, que sempre pus a palavra à frente, acho que consegui chegar ao limite do não-cantar. Porque a ideia foi de que aquilo se tornasse uma espécie de banda sonora e ali eu já não canto uma história, canto fado a fado, e sou muitas pessoas. Mas chamei para cantarem comigo o Camané, a Filipa Cardoso e a Ana Moura.

- No final do disco, a amizade vence. E na vida?
- Eu acho, ao contrário do poeta, que é possível ser feliz sozinho. Porque senão eu não existia, sempre fui uma solitária desde criança. E aprendi a ser feliz. Mas nunca vamos tão longe se não tivermos os nossos companheiros. Eu não consigo valorizar mais o amor do que uma amizade. A maior dor que tive na minha vida, irreparável, foi a perda de uma amizade e não de um amor. É pior do que uma morte. É um copo que se parte, não tem como se refazer. E deixa estilhaços por todo o lado, é horrível.

- Como é que se recupera de uma coisa dessas?
- Não se recupera, integra-se. Não se consegue aceitar isso nunca.

- E essa integração dá o quê?
- Dá uma dor que nos ensina a viver com ela e a não fugir dela. Abomino o sofrimento, acho-o um lamaçal, mas a dor é fundamental para crescer. Faz parte da vida e há que olhá-la de frente. Quem não cresce por medo da dor, mais tarde ou mais cedo definha.

http://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/o-filme-de-aldina-duarte-1693032

MAIS:
http://www.ionline.pt/artigo/388438/aldina-duarte-a-arte-nao-pode-ser-tratada-como-uma-corrida-de-cavalos-nao-vive-de-apostas-?seccao=Mais_i

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: "Saudades do Brasil em Portugal" [versões] BASENAME: saudades-do-brasil-em-portugal-versoes DATE: Sat, 02 May 2015 13:46:14 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Vinícius de Morais e Amália Rodrigues:

SAUDADES DO BRASIL EM PORTUGAL
(Letra: Vinicius de Morais / Música: Homem Cristo)

O sal das minhas lágrimas de amor
Criou o mar que existe entre nós dois
Para nos unir e separar.
Pudesse eu te dizer
A dor que dói dentro de mim,
Que mói meu coração nesta paixão,
Que não tem fim,
Ausência tão cruel,
Saudade tão fatal,
Saudades do Brasil em Portugal Meu bem, sempre que ouvires um lamento
Crescer desolador na voz do vento
Sou eu em solidão pensando em ti
Chorando todo o tempo que perdi

Amália Rodrigues:

Carminho:

Carminho (no Brasil):

Kátia Guerreiro:

Cuca Roseta:

Joana Cota:

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: "Velho fadista" [versões] e Alcindo de Carvalho BASENAME: velho-fadista-versoes-e-alcindo-de-carvalho DATE: Sun, 26 Apr 2015 19:10:32 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://i.ytimg.com/vi/0kE2PVUSsn8/hqdefault.jpg

Velho fadista (fado modesto)
António Vilar da Costa (letra) e Júlio Proença (música).
Repertório de Alcindo de Carvalho, Joana Cota...

Na Mouraria, numa noite, a fadistagem
Cantava e ria numa sã camaradagem.
Saudosamente ali estava ao nosso lado,
Velho e doente, um fadista já cansado.

Quando cantei, dediquei-lhe, no corrido,
Uns versos em que falei num fadista já esquecido.
Ele escutou, porém notei-lhe no rosto
O seu amargo desgosto, quando o passado lembrou.

Ao terminar, ele, sorrindo com mágoa,
Veio-me abraçar, com os olhos rasos de água.
E, qual demente, desapertando a samarra,
Nervosamente, abraçou uma guitarra.

A banza trina, e ele encetou com fervor
Uma cantiga em surdina, no velho fado menor.
Não terminou, pois, com a alma em pedaços,
Veio cair em meus braços, não pôde cantar, chorou.

Procuramos algum áudio ou vídeo da versão do grande e ímpar

ALCINDO DE CARVALHO.

JOANA COTA:

Versões com a letra de Carlos Conde e música popular (fado das horas):

HELENA SANTOS:

JOSÉ PRACANA:

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Mais fado em italiano (Joana Veiga) BASENAME: mais-fado-em-italiano-joana-veiga DATE: Mon, 06 Apr 2015 10:49:11 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://lusitanos-paderborn.de/fileadmin/_processed_/csm_Joana_Veiga_bdd44b992f.jpg

Joana Veiga, em português e em italiano (Roma, 27.V.2012).

Mais (na Parreirinha de Alfama): http://www.parreirinhadealfama.com/?joanaveiga

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Joana Cota, em direto, em Tomar BASENAME: joana-cota-em-direto-em-tomar DATE: Sat, 04 Apr 2015 08:07:52 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Vídeo: "Ai se os meus olhos falassem"

Mais vídeos: https://www.youtube.com/watch?v=rXeWwmTvAb0&list=PLKxEmDHoEKPyjf-1YGb0LajqpWU-i6uPx
Mais: https://www.facebook.com/joanacotafadista

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: O fado veio a Paris [versões] BASENAME: o-fado-veio-a-paris-versoes DATE: Wed, 11 Feb 2015 12:05:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Amália Rodrigues

Maryse Pires da Silva

Susana Lopes

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Cláudia Picado BASENAME: claudia-picado DATE: Mon, 02 Feb 2015 19:08:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://caixaalfama.pt/artistas/claudia-picado/
https://www.facebook.com/claudiapicadofado

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Morreu Saudade dos Santos BASENAME: morreu-saudade-dos-santos DATE: Sun, 25 Jan 2015 09:24:28 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fernando Farinha [experiência no iutúbi] BASENAME: fernando-farinha-experiencia-no-iutubi-1 DATE: Sat, 17 Jan 2015 08:51:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

COM DOIS DEDOS EM VÊ

Letra: Fernando Farinha.
Música popular.
Canta: Fernando Farinha.

Acabou a ditadura,
Exterminou-se a bicharada.
Portugal, que estava podre,
É hoje um país sadio
E de cara bem lavada. (bis)

Traz um cravo na lapela;
No coração amizade.
Nos olhos uma esperança
E na boca a fervilhar
Mil vivas à liberdade. (bis)

Escancararam-se as prisões,
Bons irmãos delas saíram.
Irmãos fortes, corajosos,
Que as selváticas torturas
Do fascismo resistiram. (bis)

Do exílio regressaram
O Soares e o Cunhal,
Dois dos muitos portugueses
Que em sofrimento nos deram
Este novo Portugal

Com orgulho choraremos
O Delgado e o Galvão
E essa Catarina Eufémia,
Heroína padroeira
Da nossa Revolução.

Saudemos, ó nobre gente,
Gente simples, gente sã
Que matou o Portugal de ontem
Pra nos dar a f'licidade
De um Portugal de amanhã.
----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Mais fados de Natal BASENAME: mais-fados-de-natal DATE: Wed, 17 Dec 2014 17:25:04 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://natalnatal.no.sapo.pt/index1.htm

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Dora Maria: "A vida vai" (2014) BASENAME: dora-maria-a-vida-vai-2014 DATE: Thu, 04 Dec 2014 16:12:19 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

https://www.youtube.com/channel/UCtpEdeuNaYVi7Q2b_hEwNyg

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Joana Cota: "Fado no sorriso" (2014) BASENAME: joana-cota-fado-no-sorriso-2014 DATE: Wed, 19 Nov 2014 18:19:03 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

https://www.facebook.com/joanacotafadista

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Thu, 27 Nov 2014 19:54:06 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Concordo!

----- COMMENT: AUTHOR: Mariano Rodríguez [Visitante] DATE: Thu, 27 Nov 2014 16:46:33 +0000 URL:

Bonito, bonito, muy difícil de superar.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: "Lisboa antiga" BASENAME: lisboa-antiga DATE: Sat, 15 Nov 2014 19:07:41 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://jcabral.info/RG/TP%200%200%20Alfredo/Lisboa%20Velha/Lisboa%20Velha%2005%20-%20Cal%C3%A7ada%20da%20Bica%20Grande.jpg (A Bica)

HERMÍNIA SILVA
Música: Raul Portela. Letra: José Galhardo e Amadeu do Vale.

Lisboa velha cidade, cheia de encanto e beleza
Sempre a sorrir tão formosa
E no vestir sempre airosa
O branco véu da saudade cobre o teu rosto, linda princesa

Olhai senhores esta Lisboa de outras eras
Dos cinco reis das esperas e das toiradas reais
Das festas das secular's procissões
Dos populares pregões matinais que já não voltam mais

Lisboa de ouro e de prata, outra mais linda não vejo
Sempre formosa a brincar e a cantar de contente
O teu semblante se retrata
No cristalino azul do Tejo

Olhai senhores esta Lisboa de outras eras
Dos cinco reis das esperas e das touradas reais
Das festas das seculares procissões
Dos populares pregões matinais que já não voltam mais

AMÁLIA RODRIGUES

RAQUEL TAVARES

ANITA GUERREIRO

CARLOS GALHARDO

PLÁCIDO DOMINGO

ROBERTO LEAL

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fado pechincha e Passeo fadista BASENAME: fado-pechincha-e-passeo-fadista DATE: Sat, 01 Nov 2014 07:24:04 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://www.museudofado.pt/fotos/temp/170_0_personalidade_272.jpg
Passeio fadista: http://redmp3.ru/17978324/argentina-santos-passeio-fadista.html (Alberto Rodrigues / António Sabrosa; canta: Argentina Santos)


http://i.ytimg.com/vi/IZ4fbNnhTMs/default.jpg
Fado pechincha: http://mp3wm.com/download-musica/luz-sa-da-bandeira-fado-pechincha-31604730.html#ouvir (Maria Teresa de Noronha / João do Carmo Noronha; canta: Luz Sá da Bandeira, 1997)

Vem comigo passear
À noite, à luz das estrelas
Para ver's as coisas mais belas
De Lisboa à beira-mar

Depois é só dar um salto
E como queremos dar brado
Ceamos no Bairro Alto
Ouvimos cantar o fado

Anda ver p'la vez primeira
A Madragoa das Trinas
E verás lindas varinas
A caminho da Ribeira

A Mouraria passou
Já nada tem para ver
Mas vamos lá reviver
Onde a Severa cantou

Vamos na Alfama acabar
Esta noite que vivi
Que é lá que eu quero cantar
O fado, só para ti

Carlos Zel:

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: "CANTO" (Carminho, 2014): "Saia rodada" BASENAME: canto-carminho-2014-saia-rodada DATE: Mon, 20 Oct 2014 12:47:49 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

CANTO

"Saia rodada"
https://www.youtube.com/channel/UCYVUwUWeq7G5ogRGCuHVmxg

Letra: Diogo Clemente
Música: Valter Rolo

Vesti a saia rodada
Pra apimentar a chegada
Do meu amor.
No mural postei as bodas,
Rezei nas capelas todas
Pelo meu amor.

Vem lá de longe da cidade e tem
Os olhos rasos de saudade em mim
E eu mando-lhe beijos e recados em retratos meus

Pensa em casar no fim do verão que vem,
Antes pudesse o verão não mais ter fim
Que eu estou tão nervosa com esta coisa do casar,
Meu Deus?

Vesti a saia rodada
P?r? apimentar a chegada
Do meu amor.
No mural postei as bodas,
Rezei nas capelas todas
Pelo meu amor.

Por tantas vezes pensei eu também
Sair daqui atrás dos braços seus
De cabeça ao vento e a duvidar o que faz ele por lá.

São os ciúmes que a saudade tem
E se aos ciúmes eu já disse adeus
Hoje mato inteiras as saudades que o rapaz me dá.
----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Parabéns, Cidália Moreira! BASENAME: parabens-cidalia-moreira DATE: Sat, 11 Oct 2014 11:47:46 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://fotos.sapo.pt/lisboa/pic/000cgswk/s320x240
Cidália Moreira ("a fadista cigana"):

https://www.facebook.com/CidaliaMoreiraciganaDoFado

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Sandra Correia BASENAME: sandra-correia DATE: Mon, 25 Aug 2014 07:40:46 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://www.reverbnation.com/sandracorreia

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Lisboa é sempre Lisboa [versões] BASENAME: lisboa-e-sempre-lisboa-versoes DATE: Sat, 09 Aug 2014 08:26:46 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://c10.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/P49072c8b/9239825_utUj2.jpeg

CARLOS RAMOS

(Letra: Artur Ribeiro / Música: Nóbrega e Sousa)

Lisboa tem o ar feliz de uma varina
E o vai e vem de uma canção em cada esquina
Pelos mercados fresca e gaiata
Faz zaragata, perde a tonta cabecita
Aqui e ali namora e ri e sem vaidade
Veste de chita, canta o fado e tem saudade

Lisboa é sempre Lisboa
Dos becos e das vielas
E das casinhas singelas
D'Alfama e da Madragoa
Dos namorados nas janelas
Das marchas que o povo entoa
Da velha Sé, das procissões
E da Fé, com seus pregões
Lisboa é sempre Lisboa

Pela Manhã vai trabalhar toda garrida
De tarde ao chá Lisboa ri cheia de vida
Mas à noitinha olhos rasgados
Semicerrados na oração mais bizarra
Lisboa então só coração d'alma elevada
Presa à guitarra canta até de madrugada

Lisboa é sempre Lisboa
Dos becos e das vielas
E das casinhas singelas
D'Alfama e da Madragoa
Dos namorados nas janelas
Das marchas que o povo entoa
Da velha Sé, das procissões
E da Fé, com seu pregões
Lisboa é sempre Lisboa

TRISTÃO DA SILVA

ACÁCIO NUNES

RICARDO FERNANDES

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Vídeos [experiências] de Carminho e Joana Amendoeira BASENAME: videos-experiencias-de-carminho-e-joana-amendoeira DATE: Thu, 03 Jul 2014 17:15:30 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Joana Amendoeira: Senhora do Tejo


http://photopeach.com/album/ycqki3?ref=fb
Carminho: Marcha de Alfama

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Maria Ana Bobone no CCB (2012) BASENAME: maria-ana-bobone-no-ccb-2013 DATE: Tue, 24 Jun 2014 08:32:26 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Maria Ana Bobone (grande intérprete do fado-canção)

www.mariaanabobone.com

Mais:

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Santo António de Lisboa BASENAME: santo-antonio-de-lisboa DATE: Sat, 14 Jun 2014 10:38:41 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://farrusca.com.sapo.pt/santoantonio.jpg

Maria Ana Bobone

Joana Amendoeira em direto no Sr. Vinho

Cuca Roseta

Cuca Roseta em direto

Maria da Nazaré

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Mísia somente BASENAME: misia-somente DATE: Mon, 12 May 2014 11:19:48 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://www.pt.misia-online.com/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fado operário (Sérgio Marques) BASENAME: fado-operario-sergio-marques DATE: Thu, 01 May 2014 07:44:36 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Fado operário (Sérgio Marques)

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: "Cabeça de vento" (Amália, Anabela, Carminho...) BASENAME: cabeca-de-vento-amalia-anabela-carminho DATE: Fri, 28 Feb 2014 18:23:13 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

CABEÇA DE VENTO

Letra: João Linhares Barbosa
Música: Armando Machado

Carminho

Lisboa, se amas o Tejo
Como não amas ninguém,
Perdoa num longo beijo
Os caprichos que ele tem.

Faço o mesmo ao meu amor,
Quando aparece zangado,
Para acalmar-lhe o furor,
Num beijo, canto-lhe o fado.

E vejo todo o bem que ele me quer
Precisas de aprender a ser mulher!

Tu também és rapariga,
Tu também és cantadeira,
Vale mais uma cantiga,
Cantada à tua maneira,

Que andarem os dois ao lume,
Nesse quebrar de cabeça!
Que lindo enxoval de espuma,
Ele traz quando regressa:

À noite, é de prata o seu lençol,
De dia, veste o pijama de sal!

Violento, mas fiel,
Sempre a arrojar-se aos teus pés,
Meu amor é como ele,
Traz más e boas marés!

Minha cabeça de vento,
Deixa lá ser ciumento!

Amália Rodrigues

Anabela

Carminho

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Beatriz da Conceição: "Hoje, nas casas de fado, cantam para o turismo" BASENAME: beatriz-da-conceicao-hoje-nas-casas-de-fado-cantam-para-o-turismo DATE: Sat, 22 Feb 2014 15:01:30 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Beatriz da Conceição

Quem é Beatriz da Conceição? Perguntem a Ana Moura e a Carminho. Perguntem a Camané. Perguntem a quem não gosta dela. Uma referência. Fadista de palavras que cortam como facas. A tia Bia tem 73 anos, nem amaciados nem derrubados pela vida. A Dona Bia exige ser tratada com respeito.

Ouvir a sua história é ouvir um puro grito. Ouvir um tempo e uma condição social. Ouvir uma cidade e um género. Um capítulo do salazarismo. Uma página do neo-realismo. E a revolta e o combate contra tudo isso. Beatriz da Conceição é do tempo em que as mulheres eram desonradas, as crianças davam de frosques da escola e as raparigas trabalhavam na costura até casar. (Quando foi pela primeira vez à televisão, empenhou-se e comprou a prestações um tecido de seda. ?Fiz o vestido numa modista.?) Fala como quem sangra. Tudo nela é autêntico e singular. Tem qualquer coisa de personagem maldito. Escreveram-lhe estes versos: ?Chamaram-me ovelha negra, por não aceitar a regra de ser coisa em vez de ser.?

Uma noite, por acaso, a vida mudou. Cantou uns fados. Achava que o que sabia dos fados era de ouvir. O que ela não sabia é que o que sabia dos fados era de viver. A Dona Márcia Condessa disse-lhe: ?A menina não vai nada para o Porto, vai ser uma grande fadista?. Lucília do Carmo assinou por baixo. ?Ó menina, você canta à sua maneira e muito bem. Assim é que é bonito?. Fez-se fadista.

Encontrámo-nos no Museu do Fado, em Lisboa. É tratada com uma deferência que a conforta. Do outro lado da rua, no largo que dá para Alfama, fazem-lhe uma festa. Um viola que vai para a Parreirinha, um fadista que é uma jóia e que se livrou da droga. Gente dali. Gente do fado que presta homenagem à Dona Beatriz da Conceição. À Tia Bia.

(Advertência: ela continua a falar como a rapariga do Porto que sempre foi. Isto é: preparem-se.)

Então benzeu-se? Porquê?

Porque sou uma rapariga crente. E para não dizer disparates. Asneiradas. Às vezes sai-me.

É do Porto, onde se dizem muitas asneiradas.

Cá também se dizem. E de que maneira. Mas as do Porto não magoam tanto como as de cá. Por exemplo, no Porto dizer: ?Esta filha da puta está a irritar-me? não tem maldade. Diz-se sem ofender ninguém. É como dizer: ?Vai à merda, não me chates?. Em Lisboa, não. Foi o que senti quando cheguei cá. No Porto, até as madames ricas da Foz dizem: [com voz afectada] ?Ah, o menino vá para o caralho, não me chateie?.

Nunca ouvi uma madame rica dizer isso. Mas está bem.

Conheci uma data delas que diziam. Uma ? não vou dizer os nomes ? dizia do marido: ?Este cabrão, ahhhh, o que me chateia este cabrão?. Mais tarde conheci-o. Monárquico. Era uma gente que gostava muito de mim.

Como é que os conheceu?

Iam aos fados.

Vamos começar pelo princípio, pelo Porto, onde nasceu em 1939. Beatriz da Conceição. Nome da Beatriz Costa. Tem que ver com isso?

Não. Que disparate.

Podia ser.

Porquê? Ela gostava mais de mim por causa disso. ?Cabrona!, ainda por cima és Beatriz da Conceição?. Pensaria que não havia outra Beatriz da Conceição. Ela não pôs. Pôs Beatriz Costa. Mas eu sou do Porto e ela da Malveira.

Não é um nome vulgar, apesar da Beatriz Costa. Porque é que lhe puseram Beatriz da Conceição?

Ah minha querida, a minha madrinha já morreu.

Está a falar do tempo em que se punha às crianças o nome dos padrinhos.

Por acaso a minha madrinha não se chamava Beatriz da Conceição. Tenho uma irmã Maria da Conceição. A minha mãe chamava-se Joaquina. Nome que detesto. A minha mãe morreu era eu muito pequenina. Oito anos. Ainda hoje vejo a minha mãe na cama a morrer. [põe a mão nos olhos, testa franzida] ?Tiz, Tiz, Tiz?. Chamava-me Tiz. Isto bateu-me mal muitos anos. Verdade. É uma história um bocado complicada.

Quer contar?

Posso contar. A minha mãe morreu com 29 anos. Está a ver. Era uma rapariga. Existia eu e um irmão mais novo. Também já está lá [levanta os olhos para o céu]. O meu pai era muito malandreco. Tinha a mania que era galã. Por acaso até era. Para a minha mãe foi muito bera. Arranjava amantes. O que é que lhe deu naquela corneta? Tínhamos uns vizinhos. A senhora tinha uma filha, que nem era do marido, e que estava num colégio de freiras. Quando fez 17 anos, saiu das freiras e foi para a mãe. O meu pai deitou-lhe a gadanha.

Gadanha?

Nem sei o que quer dizer gadanha.

É um instrumento agrícola. Mas é também o que traz a morte quando vem ceifar vidas.

Não sabia. A gente no Porto dizia [com tom guloso]: ?Deitei-lhe a gadanha...?. Aquilo deu-se muito mal. A outra queria que o meu pai se casasse com a rapariga, não é? Foi para tribunal dizer que ele a desonrou. Essas tretas. Foi aí que a minha mãe se começou a enervar. Por causa do divórcio. Depois de isto começar, durou pouco tempo. Quando lhe rezo, estou a vê-la. Era muito bonita, a minha mãe. Deitada na cama. Deixou de falar. Só dizia: ?Meus Deus? e o meu nome. Como quem: ?Que vai ser feito de ti??.

O que é que faziam os seus pais?

O meu pai era vendedor de sapatos. [Caixeiro-] Viajante. A minha mãe, fartou-se de trabalhar, como uma moura. Trabalhou numa fábrica. Uma viola que está aqui na Parreirinha [de Alfama], o Zé, andou comigo ao colo. ?Esta cabrona já me fez xixi nas calças?, dizia para a Dona Argentina [Santos, fadista, dona da Parreirinha]. ?A mãe da Tiz andou numa fábrica de botões, e a minha irmã trabalhava com ela?. Ele também era um rapaz. A minha mãe deixava-me no berço, ?tadinha, enquanto trabalhava. Pirava-se do trabalho ou pedia ao patrão e ia lá dar-me o leitinho.

Onde é que moravam?

Na Rua do Alto da Fontinha. Está a ver a Rua Santa Catarina? Há ali uma transversal do lado direito, a Rua da Escola Normal. (Foi uma das minhas escolas. Fui de frosques das outras duas por ser refilona. Pá, quando se pegavam à porrada, havia uma desgraçada que levava de todas. Passava-me e ia eu para a tourada também.) Em frente a essa escola normal, fica a Rua da Fontinha. A minha, era se subisse por ali acima. Era uma ilha. Como é que aqui chamam às ilhas?

Vila.

Ainda sei a morada: 93, casa 18. Nunca mais me esquece. Sempre gostei do 18. Já morei em duas casas 18.

Acha que a sua mãe se matou?

[algo ríspida] Não! Não. Não foi do coração. Nem sei bem o que é que foi aquilo. Dos nervos. O meu irmão ficou muito doente. Foi para a casa de uns vizinhos. Eu fiquei a dormir uma data de dias na casa de um casal de lá da rua. Quando me lembro disto... Eu tenho estas insónias desde garota. O casal só tinha uma cama, não é? Dormia na cama com esse casal, nos pés. Levava com as pantufas deles nos cornos. Comecei a bater mal aí. Depois fui para casa de uma tia. Uma casa do tamanho da da Branca de Neve e dos Sete Anões. Tinha duas filhas e o marido tinha-se pirado para África. Eu gostava de estar com a minha tia, mas ela também me punha a trabalhar p?ra caraças.

A fazer o trabalho doméstico?

A minha tia tinha a mania da limpeza. Era histérica. Lembra-se daquelas máquinas a petróleo, amarelas? Tinha de limpar todos os dias. O chão era em pedra. Arrggg, passar o chão outra vez. Era tudo gente pobre. Tinha um larguinho cá fora onde estava o tanque da roupa. A minha tia também me punha muito a lavar a roupa. E eu começava a cantar. As vizinhas vinham para a janela. ?Ó Alice?. Era a minha tia. ?Ai a tua sobrinha canta tão bem.?

O que é que cantava?

Fados da Amália. E do Max.

?Pomba branca, pomba branca?. Quem diria que anos mais tarde gravaria essa música.

É verdade. O meu pai gostava muito do Max. O meu pai não sabia ler muito bem. Tirou a quarta classe quase com 40 anos. Mas eu sabia ler. Deitado na cama: ?Anda lá, ensina-me, que eu dou-te cinco paus?. [Canta] ?Na pequena capelinha, da aldeia velha e branquinha?. Cinco paus! Curiosamente o meu pai era muito parecido com o Max. O Max conheceu o meu pai no casamento da minha irmã no Porto. Olhou para o meu pai: ?Ó pá, somos irmãos?? O casamento da minha irmã foi numa casa de fados. Foi o [António] Calvário. O meu pai tinha paixão por ouvir aquele senhor [Max].

Da Amália cantava marchas. Não cantava aqueles fados tristes. Eu na altura nem era assim muito triste.

Ia à escola?

Ia. Fiz a quarta classe. O que se segue: estou na minha tia uns anos. A minha madrasta, toda contente. Mas o senhor meu pai disse: ?Não posso estar sem os meus filhos?. Foi-me buscar. Entretanto tinha arranjado um namorado. Era mais velho do que eu onze anos. Eu tinha 17. A família: era tudo gente dali. Gostavam muito de mim. ?Tadinha da Tiz, a mãe morreu tão cedo?. Essas merdas. Coisa fantástica: fiquei grávida.

Foi ele que a desonrou?

Foi. Aos 18, fui logo mãe. A minha filha nasceu a 11 de Agosto, eu sou de 21. Disse-lhe a ele. ?Eu não sei o que é isso de ter um filho?. A minha tia: ?Vais fazer um aborto?. E eu: ?O que é um aborto??. Eu era assim muito chouriça na brincadeira mas nessas coisas era muito inocente.

Nunca tinha tido conversas com ninguém sobre sexo?

Não. Nada. Um beijinho quando andávamos lá no bailarico, e pronto. A minha tia com medo que o meu pai me desse uma grande tareia, ou ela, a minha madrasta. À noite, quando estavam a dormir, a roncar, fugi. Isto parece um filme.

Ele tinha modo de vida, como se dizia na altura?

Tinha. Duas mercearias. A família toda de Vila Real. Tinham dinheiro.

Tem um fado que diz: ?Deste-me um beijo e vivi?. Foi o que sentiu quando o encontrou?

Não. Eu gostava muito dele, mas ele também era um grande malandro. Desculpa lá, ó António.

Casaram?

Não.

Estar amancebado era problemático?

Pois, mas eu estava-me cagando para isso. A casa era em Gaia, longíssimo. Quase ao pé da televisão [RTP]. Prédios novos. A minha sogra não fazia népia em casa. Cozinhava mesmo à moda de lá de cima. Também aprendi muito com ela. Mas não gostava de arrumar. Comiam e deixavam a mesa toda. ?Mas que é isto, sou alguma escrava??.

Eu, com uma grande barriga, ela tinha a mania de abrir a porta do meu quarto: ?Menina, pino!?. Pino é: salta da cama. E eu a dormir tão bem... Tenho insónias desde essa altura.

Trabalhava?

Trabalhava na costura. Depois, deixei. Fui com 13, 14, 15. Gostava muito de costura.

Percebe-se que tem gosto em arranjar-se. Ainda faz coisas para si?

Sei o que quero e sei o que compro e não preciso de estilistas. Há 30 anos, eu ia muito à televisão. Muita gente dizia: ?Calada, que vai cantar a Beatriz?. E só olhavam para os meus vestidos. Pá, é assim: eu já tinha ido muitas vezes a Paris e a Londres.

Como é que tinha ido a Paris e a Londres?

Cantar, porra. Isto foi nos anos 70. Corria aquelas montras, armazéns. Nem era caro. Por 20 contos comprava vestidos lindíssimos, boas malhas e tudo. Tinha uma amiga que bordava. Começava logo a pensar: ?Aquela gaja vai-me bordar aqui umas coisas?.

Era uma rapariga muito bonita?

Sim. Muito, muito... Era normal.

Sempre contou com a sua beleza? Tem um ar altivo.

Não era de propósito. Era assim. Tenho de ter medo porquê? Ia ouvir a Lucília do Carmo, que era a minha musa. Chorava que me fartava. Ia ouvir a Fernanda Maria. ?Vou mas é fazer as malas e vou para o Porto?. Até elas me dizerem: ?Ó menina, você canta à sua maneira e muito bem. Assim é que é bonito?. Estas gajas, agora, imitam todas. Umas imitam-me a mim.

Quem é que a imita?

[sorriso] Oh, é chato, porque elas gostam todas muito de mim. Outras imitam a Amália. A Mariza foi beber a alguém. Agora está menos. Eu, não. Criei um estilo meu. Podia gostar da letra que outra fadista cantava. Enquanto estivesse a cantar com ela [na mesma casa de fados], não cantava. Quando mudava para outra casa de fados, cantava. Sei que não cantava igual a ela. Foi um condão que Deus me deu. Toda a gente diz: ?A Beatriz tem personalidade a cantar?. E podia ter imitado muita gente.

Por isso importa conhecer a sua história. É ela que lhe dá essa personalidade a cantar. Não é?

Pois. Eu a cantar sou muito emotiva. Até demais.

É uma emotividade contida, ao mesmo tempo. Os movimentos da sua boca, quando está a cantar, comprovam-no. Nunca é histriónica. É feroz.

Sou. Feroz com as palavras que digo.

Palavras ditas como se fossem facas.

Às vezes é qualquer poema que tem qualquer coisa que me magoa. Digo aquilo, mas não grito. Nunca gritei a cantar. E tenho raiva a quem grita. Mas pronto.

Não sabia que tinha uma filha.

Tenho dito em muitas entrevistas. Mas agora não quero dizer. Estamos numa muito má. Péssima. Ela odeia-me. Eu não a odeio. ?Abandonaste-me...?. Diz isso para me machucar. ?Não te abandonei. Ficaste com o teu pai. Que era rico e te pôs num colégio?. Fez mal foi em pô-la num colégio de freiras. Eu ainda tinha aquela revolta de o meu pai ter desonrado a rapariga do colégio de freiras. ?As freiras são todas uma putas. E as meninas dos colégios de freiras, outras putas?. Isso era para a ferir a ela.

Deixou o pai da sua filha porque estava farta dele?, porque queria viver a sua vida?

Estava farta dele! Tinha 20 para 21 anos. Ele chegava todas as noites às três, quatro da manhã. E arranjava mulas. Notava pelo cheiro dele. Andava sempre a espiolhar as camisas. Uma vez cacei batom numa. Dei-lhe com aquilo com os cornos. Ia-me a ele. Engraçado, não me batia.

Não estou a ver um homem a bater-lhe.

Sim, é difícil. Eu lia muito. Romances de amor. Adorava. Pá, não me dava para ler coisas intelectuais.

([O fotografo chega com um café.] Ena pá. Então não trouxe para a menina? [Para o fotógrafo] Vou ficar tua fã pela tua simpatia. Julguei que já tinha dado de frosques, já nem me lembrava dele.)

Estava a dizer que lia romances de amor.

Era devoradora. Tinha uma amiga, rapariga estudada e letrada. ?Lê este, que é bom?. Chorava como uma Madalena. Misturava a minha situação com certas romances. Também havia madrastas. Ou sogras. Levei com esses nomes.

Um dia disse-lhe: ?Vou-te deixar?. Ele dava-me tudo o que eu precisava.

Era ciumento? Estamos a falar de fado e ainda não falámos de ciúme. Como é possível?

Sei lá se ele era ciumento. Não me levava a lado nenhum. Estava ali fechada em Vila Nova de Gaia. Um desterro. Ele gostava de mim, sei que gostava. Faltava ele portar-se bem.

Não andar com mulas.

Um dia, uma gaja que eu conhecia da costura, e que morava na Rua Escura (a rua das putas lá no Porto), viu-me na Baixa. ?Ai mulher, esse gajo tem aqui na Rua Escura uma prostituta?. O quê?! ?Chama-se Mariazinha. Até a tirou da rua?. Já não fiquei bem da cabeça. Quando chegou a casa: ?Onde é que estiveste??. Meu este, meu aquele ? aqueles nomes bonitos. Antes que ele me deixasse, deixei-o eu a ele. ?Ficas a falar com o senhor Daniel?.

Quem era o senhor Daniel?

Estes calões que se dizem. Em vez de dizer: ?Ficas a falar com o caralho?, ?Ficas a falar com o senhor Daniel?. Digo muito isso a algumas fadistas que me estão a chatear: ?Ficas já a falar com o Daniel?.

Fui ver se era verdade. Já agora. Saio no autocarro, desço umas escadinhas, Rua Escura. Tum, tum, tum. Veio uma remelada à porta. Juro por Deus. Uma rapariga para aí com quarentas.

Isso é que foi humilhante? Tê-la trocado por uma mulher mais velha?

Pois foi. Se ela fosse uma Sofia Loren. Muito pequenina. Não me esquece a cara dela. Mandou-me entrar. Qual não é o meu espanto quando olho para cima de um móvel e vejo uma fotografia dele. Quando cheguei a casa, rasguei-lhe a roupa toda.

Isso parece uma letra de um fado.

Não tenho letras assim.

Coisas excessivas. No fado ?A vida que eu sofro em ti? diz assim: ?Por cantar este meu fado, que é teu corpo decepado, dentro do meu coração?. O corpo decepado? Lembrou-me a propósito da roupa rasgada.

Pois. Deixei a minha filha com o pai e os avôs ela não tinha dois anos. Era muito bonita quando era pequenina.

Essa é a grande dor da sua vida?

Já foi. Agora não. A minha filha é muito má para mim.

Há quantos anos não fala com ela?

Há uns três. Às vezes falamos e ela começa logo a desconversar. Ela está metida nessa merda do Reino de Deus. E como sabe que jogo, [atira]: ?Vais pôr o dinheiro no casino, nos chineses!?. ?Queres que morra para herdares? Vais herdar merda!?.

Ricas conversas. Quando é que começou a jogar?

Tinha 25. Ia cantar ao Casino do Estoril e não jogava. Os croupiers: ?Não joga, menina??. Eu via a Simone entrar. A de Oliveira.

Parênteses: a Simone era uma rival?

De mim? Não! Puxa. Era [rival] da Celeste Rodrigues. ?Vou jogar um bocadinho, filha?. O Varela [Silva] também jogava. Foi só no Algarve que me comecei a viciar. O raio de uma espanhola tinha um namorado que era croupier. ?Eu pago o cartão?. Os músicos meus amigos diziam: ?Não entres, Bia, que se entras nisto ficas marada como a gente?. Havia um homem dono de uma coisa de conservas que gostava muito de mim. ?Dou-lhe dinheiro para jogar?. ?Queres ver este velho que se está a amandar a mim?? E estava. Havia assim muitas xaropadas.

Tinha de apanhar com umas xaropadas?

Ah pois tinha. E eu que nunca gostei que ninguém me escolhesse. Oh pá, nunca gostei. Gostei de ser eu a escolher.

Quando é que se apaixonou? Quando é que teve de lutar por um homem?

Lutar, não lutei nada. Eu parece que tinha mel. Eles vinham.

Porquê? Porque tinha um ar fogoso?

Não. Eu não era atrevida nem nada. Apaixonei-me muito, e viveu comigo muitos anos, o Fernando. Nem sei se está vivo, mas acho que sim. Também era um malandreco. É a minha sina. Malandrecos com mulheres. Uma vez dei-lhe umas grandes mocadas com tachos ? juro por Deus ?, fechei-o à chave em casa e fui-me embora. Desapareci três dias. Um amigo meu disse-me: ?Coitadinho do Fernando. Se calhar não tem nada para comer?. ?Deixa-o estar.? ?Pode estar morto.? ?Não quero saber.? Quando abri a porta até fiquei com medo que ele se amandasse como um leão. Nem tinha cigarros nem nada, estava enlouquecido.

Jogar foi um dos problemas da sua vida?

Foi. Foi mesmo.

Como outros têm a droga?

Quase. Já me passou.

Quando é que deixou de jogar?

[Há] dois anos. Mas foram 30 e tal anos a pôr lá o dinheiro.

Roleta?

Banca francesa. Dados. Nunca tive assim um vício. Tenho outro: fumar. Mas nunca fumei outra coisa. [riso] É o cabrão do SG. No casino a jogar, não me lembrava de nada.

O que era aquilo para si?

Era um mundo. A minha cabeça não estava ali. Não pensava nisto nem naquilo. Ia lá cantar e eles pagavam-me assim: ?Bia, queres em cheque ou em fichas?? ?Ah cabrão, que já me deste azar.? Deixava lá o dinheiro, 200 contos.

Dívidas sérias, teve?

Hum. Dívidas, não tive. Vendi foi as jóias todas.

Jóias que recebia dos apaixonados?

E que tinha comprado. Umas de um apaixonado, que era de Alfama. Comprava muitas jóias quando estava no teatro. A gente comprava a uma senhora que era do Porto, a Aidinha. A Florbela também comprava.

Qual Florbela?

A Queirós. ?Biazinha, tenho aqui um anel?.

Esse anel que traz é bem giro.

Este? Tem anos. E este [mostra] também é um anel, não é uma aliança. É um anel com um brilhantezinho. Sempre gostei de anéis grandes.

Que é que representavam?

Não sei. Em Londres é que apanhei essa tara. Via lá. Comprava em bom. Não era de plástico. Gostava de ouro, brilhantes e safiras. E tive muitos. Lindos, lindos.

Ganhou muito dinheiro?

Ganhei. Mas estourei-o. Esse senhor com quem vivi e que era de Alfama, o Vítor, era joalheiro. Foi agora no fim da minha vida. Vivemos onze anos. Também um dia chateei-me. A casa era minha. ?Faz as malas e vai-te embora.? Era amoroso para mim. Um bocado nariz empinado. ?Vi uns sapatos, uma camisola...? Dava-me tudo. Vínhamos muito à Parreirinha. Ele gostava de ir ao Mónaco jantar e dançar um bocadinho. Também não havia muitos sítios para dançar, não é?

Como é que conseguiu libertar-se do vício?

Do casino? Não sei. Não tenho explicação. Tanto que pedia a Deus que me tirasse aquele vício. No jogo não pensava em nada. Não estava doente, não me doía a cabeça. Não tinha fome, não tinha insónias.

Durante anos bebeu bastante.

Também bebia.

Nunca foi um problema?

Não! Bebia com peso e medida.

Ambiente boémio. Bebia-se a noite toda.

Sim. O meu champanhezinho. O meu Baileys. Descobri o Baileys ainda em Londres. Bebi garrafas daquilo. Depois enjoou-me tanto que deixei de beber. Como bebi Tia Maria. O Tia Maria era mesmo [um licor] de café. Agora não bebo nada. A jantar em casa bebo água. Quando vou jantar fora bebo um copinho de vinho branco.

O deixar de jogar foi uma felicidade. Deus devia dizer: ?Estás a pedir, mas não tens vontade...?.

Disse isso e levou a mão à cruz que tem ao peito.

Sim? Não foi de propósito. Já tenho pedido a Deus que me tire o vício de fumar. Um dia, não fumei. Um dia. Estava engripada. No outro dia apetecia-me andar por cima das paredes. Uma loucura. Que é que hei-de fazer?

Fale-me de Londres. Como é que lá foi dar? Quanto tempo lá esteve?

Ora bom. Londres: a primeira vez fui em passeio com um casal amigo. ?Pá, vamos até Londres?. Eu já tinha estado em Paris. Ah, e já tinha estado em Londres. Cantar. O senhor [que me levou lá] fez o jantar num hotel. O pai dele foi um homem que fez um anúncio: ?Quem casa, quer casinha. Mas só no Lapinha?. Era o Eusébio que fazia o anúncio. Não é do seu tempo. Dava na televisão. Eram uns apartamentos em frente ao Tejo. Como eram todos Benfiquistas, puseram o Eusébio. Os filhos dele (dois malucos) gostavam muito de me ouvir cantar. Um deles foi para Londres. Disse-me assim: ?Tenho um espectáculo, para uns convidados. Queres ir?? ?Se me pagares, vou?. ?Não dás uma borla?? ?Eu, porquê? Deves estar a reinar. Se fosse para alguém pobrezinho...? Lá fui. Já nem me lembro quanto é que me pagou. Pôs-me num hotel muito bom.

A segunda vez fui com esse casal amigo. Já conhecia muitos sítios onde ia às compras. Olha, ia muito àquele que o filho morreu, o da Lady Di. Como é que se chama aquilo?

Harrods.

Andava o dia todo lá. Adoro Londres, por acaso. A última vez que lá fui foi quando morreu uma amiga minha. Muita amiga. Tinha um restaurante numa rua pequena, mas rua chiquíssima. Pediram-me para cantar numa festa, ela estava mesmo a morrer. Não vai há muito, quatro anos. Quando comecei a cantar, ela era empregada de mesa na casa de fados da Severa.

Safa-se com o inglês?

Não. Por preguiça. Depois fui com os pais da Marie Myriam, aquela francesa que não é francesa. Mas pronto, não interessa. Aquela que ganhou um festival. Se calhar também não é do seu tempo. [trauteia] Os pais eram portugueses. Tinham uma casa de fados muito bonita [em Paris]. Eu ia para lá passar férias.

Chegou a Lisboa com 23 anos. Muito rapidamente as pessoas gostaram de si.

Por acaso, foi. Foi muito rápido.

Era um estilo muito diferente do da Amália.

De todas.

Como é que aprendeu a cantar fado?

Minha querida, eu ouvia rádio no Porto, não é? Essa casa, a Severa, dava às quartas-feiras. À terça, era o Carlos Ramos. Adega da Lucília. Estava sempre a pau.

Transmitiam na rádio os espectáculos?

Era. A Lucília, como era a dona, cantava em último. Nem fazia ideia de quantos anos é que poderia ter. Se era bonita, se era feia. ?Ai esta, meu Deus, esta é que canta bem?. A Fernanda Maria: vi logo que era toda triques.

Viu pela maneira como ela cantava?

Não a estava a ver, não é? Diferente da Lucília. Achei a Lucília mais clássica. Havia outra, Maria José da Guia: também era fadista até à quinta casa. Foram rivais, ela e a Fernanda Maria.

A sua rival era quem, quando começou a cantar?

[peremptória] Ninguém! Era a Berta Cardoso [riso]. Não tinha rivais, mulher. A Dona Berta gostava muito de mim. Aprendi muito com ela. Chamava-me Lecas. ?Lecas, anda cá?. Eu bebia as palavras que ela dizia. Uma senhora já de idade. Vê lá, ela cantava um fado que eu fartava-me de chorar. Foi a coroa de glória dela: [canta] ?Quando vieram dizer à pobre mãe, que o filho tinha morrido lá na guerra. Ela ajoelhou, a tremer, sentindo bem o desgosto mais dorido que há na terra?. Não tive filhos que foram para a guerra. Mas ela emocionava.

O seu repertório vivia muito mais da relação amorosa, do desencontro amoroso e do corpo. O seu fado mais emblemático é ?Meu corpo?. Os títulos de alguns fados: ?Dei-te um nome em minha cama?.

Tinha outro muito bonito, com muita força, mas foi do teatro e não pegou tanto. ?Fado para esta noite?.

Tudo isso é mais carnal.

[com troça] Carnal...

Então não é?

[riso] Não fui eu que escrevi. ?Dei-te um nome em minha cama, aberta no meu Outono, depois amei-te em silêncio que é uma forma de abandono.? Isso é do Vasco Lima Couto. Que ia muito para minha casa. ?Ouve lá, amorzinho, dás-me de jantar??. ?Dou. Porra. Então.? Ia, bebia uns grandes copos. Bebia o vinho e depois uns xixis, uns uísques. Uma noite apanhou uma cadela. ?Vou dormir cá.? Começou a fazer-me um fado, ?Dei-te um nome em minha cama?, para uma história que lhe contei. Houve uma frase qualquer que eu achei que não estava bem. ?Pá, estás com uma grande cardina e isto não me cheira bem.? ?Lá estás tu com as tuas merdas, ó intelectual!? Ele chamava-me..., aquela que está ali na fotografia...

A Natália Correia, cuja fotografia está entre outros poetas e fadistas, no corredor.

?Vai p?ro caralho. Nunca mais te dou de beber.? Pus o poema ao lado da mesinha de cabeceira. ?Hás-de ver que tinha razão?. De manhã: ?Ó Bia, ai que mal que estou.? Fiz-lhe um café. ?Bebeste muito. Andas a curar alguma dor de corno que não me contas. ?Tadinho.? [riso] A gente já se tinha encontrado em África. Também me fez lá um poema. ?Isto não é poema para fado. É um soneto?. Qual soneto. Estava lá um guitarrista que tocava muito bem. ?Anda cá, ó Toninho.? Quando não sabia o nome era Toninho. Eu já tinha metido a música.

Ou seja, encaixa numa estrutura de fado tradicional um poema.

Tinha a métrica do fado. ?Conheces o Fado Súplica? Toma lá, que isto é fado?. É assim: [canta] ?Não me peças amor, dá-me prazer. Com amizade se o quiseres, mas só. As palavras caíram sobre o corpo.? Já não canto isto. Quando acordou: ?Eh pá, esta gaja é lixada. Esta quadra não tem pés nem cabeça.? Deu a mão à palmatória. ?Chama-me agora outra vez Natália Correia!?

Porque é que não gostava da Natália?

Porque ela era uma petulante, uma estúpida. Tinha a mania que era a Sofia Loren. Uma pessoa está a cantar e aquela filha da mãe sempre a falar... Com a merda da boquilha, a fumar para cima da gente. Eu dizia assim: ?Lá vem a chaminé.? Tinha aquele séquito todo atrás dela. E um senhor dizia: ?Bravo, bravo. Bravo Beatriz da Conceição?.

Ou seja, rivalidades. Coisas de gajas.

Fui lá à mesa: ?Minha senhora, a senhora pode ser escritora, poetisa. Mas eu sou fadista. A senhora respeita-me quando eu estiver a cantar. Senão um dia, quando estiver a dizer a merda da sua poesia, vou lá e cago em cima de si.? Deu-lhe o chilique. ?Sérgio!?. Era o dono da Viela, na Rua das Taipas. ?Sérgio! Esta mulher ofendeu-me.? Eu perdia a cabeça.

Contam-se muitas histórias dessas a seu respeito. As pessoas iam às casas de fado jantar e ouvir fado. Quando faziam barulho, mandava-os calar. E rapidamente incompatibilizava-se com as pessoas por causa do seu feitio.

Aos turistas, dizia: ?Xarape, boy, ok?? Acabavam por se rir e calar. Nem eram os turistas que me ofendiam. Eram os portugas. Uma vez na Adega Machado estava numa mesa, ao cantinho, do lado esquerdo, um embaixador não sei de onde. Cantei o primeiro fado. O guitarrista ouviu-os falar. ?Lá vai haver trolha.? Cheguei-me lá: ?Oiça usted. Usted tiene que se calar. Isto é uma arte. Não é para hablar, ok??. Si, si. Foram comprar os meus discos e pedir-me autógrafos. Eu estava mosca. ?Não dou! Rua.? Levei logo uma bronca. E em África fiz o mesmo, numa casa de fados. Como é que se chama a mulher de um embaixador?

Embaixatriz.

Ai que puta. Aiii que puta. Aiiii o machimbombo. Era assim [abre os braços]. Falou, falou, falou. ?Cala aí a boca, ó machimbombo!? Quase desmaiou. O marido começou-se a rir.

Nunca teve complexos do sítio de onde vinha.

Não! Porquê é que havia de ter?

Nunca tentou ser outra coisa, refinar-se.

Mas eu sou refinada, minha querida.

Refinar-se no vocabulário, nos modos.

Sou refinada. Mas estar a cantar um fado cheia de sentimento e estarem a lixar-me, passo-me. Fico desconcentrada. Hoje, nas casas de fado, cantam para o turismo. [canta e bate palmas num tom pateta] ?Casa portuguesa, com certeza.? Eu???, cantar a ?Casa Portuguesa? e a ?Lisboa Antiga?? Isso é que era bom. Esse filme vai no São Jorge.

Que ambição é que tinha? Sabia que era boa.

Sabia. E boa rapariga. Mas não tinha ambições. As coisas aconteciam-me. Sabia que cantava bem. Não sou mouca, não é?

Surda.

Na contracapa do primeiro disco escrevia-se que era ?jovem, turbulenta e irreverente?, com ?pose altiva e quase sanguinária?. Passaram, a bem dizer, 50 anos desde esta descrição.

E eu continuo a ser assim. Quem é que escreveu isso na contracapa?

Continua a ser assim porquê? A vida não a amaciou?

Não. Nem me derrubou nem me amaciou. Quero dizer como o brasileiro: quero ser como eu sou.

A altivez é uma das suas características mais marcantes?

Não sei. Talvez. É assim porque sou assim. Não quero ser altiva. não faço de propósito. Sou muito dócil.

É dócil?

Mas altamente dócil.

O que é preciso é saber levá-la.

Está a ver? (Coisa engraçada para o fado: o que é preciso é saber levá-lo. Bom título.) Se me pisam os calcantes, não.

Um outro título bom, de um fado seu. ?Ovelha Negra?.

Muito forte. ?Passei fomes, passei frios, bebi água dos meus olhos?.

Viveu como quem está à beira do precipício? Como uma personagem trágica, que bebe água dos seus olhos. Tem também este verso: ?... de ser coisa em vez de ser?.

?Chamaram-lhe ovelha negra, por não aceitar a regra de ser coisa em vez de ser. Rasguei o manto do mito, pedi mais infinito, na urgência de viver.? Minha querida, não fui eu que escrevi. Os poetas é que me viam assim.

Tenho um amigo advogado, Dr. Fernando não sei de quê. Chamava-me camarada. Sentiu que eu era camarada. Muito amigo do Carlos do Carmo, o Charmoso. Nessa altura eu estava na Tipóia, uma casa de fados muito bonita no Bairro Alto. Ele ia ouvir-me e contava-me umas coisas sobre política. Sabia o que sentia desde miúda; [eu sabia] quem era o Salazar e essas coisas todas, mas profundamente, profundamente não percebia de política. Sabia umas merdas, como ainda hoje sei umas merdas. Embora agora me esteja cagando para a política. O primeiro-ministro, o secretário de Estado: quero que se lixem.

Esse sujeito, Fernando, disse-me: ?Venho ouvi-la cantar para a levar no meu coração, que vou para Paris?. Ia dar o fora. A PIDE já andava em cima dele. Deixou-me um poema. ?É como eu a vejo.?

Ainda o sabe?

?Mas porquê meu ser assim, porque trago dentro, em mim, tanta morte e tanta vida. Esta fogueira inconstante, ora chama crepitante, ora cinza arrefecida. Quase sempre esta descrença, este estado de indiferença pela verdade ultrajada. E de repente esta fé, esta ânsia de pôr de pé cada ilusão derrubada. E logo a fúria incontida, com que esbofeteio a vida quando ela humilha os vencidos. Ai quem me dera ter paz...?

Quem é que eram os seus grandes amigos no meio do fado?

Quase todos. Manuel Almeida, Manuel Fernandes. Já morreram.

Da Amália, alguma vez foi amiga?

Não. Ela não queria ser minha amiga, eu queria que ela se fodesse também. No entanto, as bichas amigas dela eram também amigas minhas. Diziam-me: ?A Amália gosta de ti. Gooooosta! Ela adorava que tu aparecesses lá com a gente?. Mas eu, não. Quem é a Amália? A Amália é uma mulher como eu. Nem é mais, nem menos.

Nunca quis ter o sucesso da Amália?

Não. Estava-me cagando para o sucesso da Amália. Não queria ser como ela.

Tem de reconhecer que era boa cantora.

Claaaro! Puxa. Na minha casa, não me ouço a mim e ouço-a a ela.

Ainda hoje?

Sim. Estou sempre a ouvir um CD que um amigo dela me deu. Morro por aquele CD. Nunca canta da mesma maneira. Que mulher de um cabrão, esta... Dá umas voltas e depois já não é igual.

Numa só gravação do ?Havemos de ir a Viana? canta de três maneiras diferentes o verso: ?Se o meu sangue não me engana como engana a fantasia?.

Pois. Isso é que é arte. Agora, Mariza, rrrggggg, que horror. Quando me dão discos dela ? obrigadinha ? passo logo para alguém.

A Mariza é das que dizem que a Beatriz é uma referência.

Espera aí que já me pisaste um calo.

Diz ela, diz a Ana Moura, diz a Carminho, diz a Cristina Branco. Dizem todas.

A Ana Moura e a Carminho, dizem de coração. Essa Cristina Branco, nem a conheço.

Cantou com ela no outro dia, no Casino do Estoril.

Ou ela cantou comigo. Foi aí que ela disse: ?Boa noite, Beatriz?. ?Boa noite, dona Cristina?. Fodi-a logo, não é? E não lhe dizer: ?Ouça lá, minha senhora: conhece-me de algum lado??...

Porquê esse gosto pelo confronto?

Porque antigamente nós tínhamos muito respeito pelas fadistas. Fernanda Maria, trabalhei com ela. Não era por ser minha patroa, chamava-lhe Dona Fernanda. Ainda hoje continuo a chamar-lhe Dona Fernanda. Dona Celeste Rodrigues. As mais novas dizem: ?Ó Celeste...?, e eu continuo a chamar Dona Celeste.

Da Celeste, é amiga?

Muito. Porra, adoro a minha querida Celeste. Mas adoro. E adoro ouvi-la cantar. Ouço a Celeste e choro.

Como é que quer que lhe chamem?

Dona Beatriz!

E eu? [O fotógrafo pergunta: e eu, que lhe trouxe um cafezinho?]

Para nós, é Bia.

São mal educadas por não lhe chamarem Dona? Por todo o lado a elogiam.

É tudo mentira. São hipócritas. Palavra. Ai filha, não te quero ensinar nada sobre o fado, senão ficas a saber tanto como eu.

A Ana Moura convidou-a para cantar com ela no Coliseu.

Nos coliseus. Foi nos dois [de Lisboa e Porto]. A ela, gosto de ouvir. Puxo pela minha cabeça para ver quem é que ela imita. Quem? Mas quem? Ninguém. A Mariza começou por imitar a Dona Amália. Ainda hoje, quando canta a ?Maria Lisboa? e outras merdas..., por acaso não são merdas que são bons poemas, [imita]. Lá fora, só canta coisas da Amália. ?Ó gente da minha teeeeerra?. O poema até é bonito.

Ela vê-me: ?Bia!?. Judas.

Ainda no outro dia me disse que ela é simpática. Porque é que diz essas coisas da Mariza?

A gaja tem tudo marcado no papel como deve fazer. Aqui é a altura de chorar. Acreditas? Fogo! Que jornalista do caralho me havia de sair. Para que é que havia de estar a mentir? Eu seiiie.

Seiiie. Disse isso mesmo à Porto, pondo um ?e? no fim da palavra.

Sou de lá.

Quando canta...

Meu mal espanto. Vá.

Quando canta, pensa em quê?

Nada. Estou concentrada. Fico cinco minutos [sozinha], rezo um bocadinho. Pai Nosso, Ave Maria. E entro. Às vezes, de estar tão concentrada foge-me uma frase. Aconteceu-me no casino. Os guitarristas também estavam parvos. Os gajos agora não dormem. Vão para a América, se chegarem hoje vão logo trabalhar nessa noite.

Porque é que não se encontram os seus discos?

Sei lá.

Que é que tem feito nos últimos tempos? Além de emagrecer.

Este ano fui aos Estados Unidos. Eu, o Camané e mais umas galinhas. Um mês e meio antes fui a Antuérpia.

Tem um agente que lhe arranja esses espectáculos?

É o Hélder [Moutinho, também fadista e irmão de Camané].

Vive bem? O que ganha é suficiente?

Sim. Às vezes... E tenho 300 euros de reforma.

Porque é que está a emagrecer tanto?

Isso queria eu saber. ?Tou magra mas não é de tomar comprimidos. Foi de repente. Nem tenho forças nem nada.

Quantos quilos emagreceu?

Dezassete. Pesei-me no hospital, em casa não tenho balança. Cinquenta quilos!

Vive sozinha?

Com um periquito. [riso] Não tenho. Nem gatos nem cães. Incomodavam-me. Estou a dormir; agora vem o cão para cima da minha cama? Não.

Continua a ter o ritmo da fadistice?

É. E não saio de casa.

Que é que fica a fazer?

A ver televisão. Como televisão. Falo sozinha: ?Este programa, que coisa horrível.? E o canal Hollywood é uma grandessíssima merda. As séries, igual. Só monstros. Até sonho depois com isso. Só gosto de filmes de amor.

Deita-se de manhã, acorda as três da tarde. É isto?

Ontem deitei-me às duas e meia, para ver se hoje estava bem. Acordei. Fiz um chazinho. Tomei mais um Lorenin. Qualquer dia morro do Lorenin. Queria estar fresquinha hoje. Até queria ir ao cabeleireiro. Quando acordei e olhei para o relógio, foi um desassossego.

Qual é o seu maior defeito?

Tenho vários. Mas tenho mais virtudes que defeitos. Queres guerras, mas eu não te dou.

Não quero nada guerras. Depois também lhe pergunto pelas qualidades.

O meu maior defeito é ser teimosa. A minha maior qualidade é ser uma pessoa muito humana e amiga.

O que é que hoje em dia lhe dá prazer?

Nada. Nada me dá prazer. Já nem suporto ir aos fados. A não ser que me digam: ?Vamos ouvir o Camané.? Isso vou logo. Até vou descalça. Ouvir a Ana Moura? Descalça vou, para a fonte, Leonor pela verdura.

Cantar, dá-lhe prazer?

Agora não. Agora é por obrigação, para ganhar dinheiro.

Acabamos a entrevista.

Está feito?

Quer dizer mais alguma coisa?

Não.

Publicado originalmente no Público em 2012

http://anabelamotaribeiro.pt/62078.html

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fadista louco (versões) BASENAME: fadista-louco-versoes DATE: Tue, 18 Feb 2014 20:05:18 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Amália Rodrigues

FADISTA LOUCO (Alberto Janes)

Eu canto, com os olhos bem fechados
Que o maestro dos meus fados
É quem lhes dá o condão
E assim, não olho pra outros lados
E canto de olhos fechados
Pra olhar pra o coração.

Meu coração, é fadista de outras eras
Que sonha viver quimeras
Em loucura desabrida
Meu coração, se canto quase me mata
Pois cada vez que bata
Rouba um pouco à minha vida.

E ele e eu, cá vamos sofrendo os dois
Talvez um dia depois
Dele parar pouco a pouco
Talvez alguém se lembre ainda de nós
E sinta na minha voz
O que sentiu este louco.


António Zambujo

Adriana Marques

Faltam aqui versões como a de JOANA AMENDOEIRA e CARLA PIRES, que não encontro na rede das redes.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Ana Moura na TVE (30.I.2014) BASENAME: ana-moura-na-tve-30-i-2014 DATE: Mon, 17 Feb 2014 15:16:49 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Ana Moura na TVE (no programa "Para todos"):

http://img.irtve.es/imagenes/ana-moura/1361364804669.jpg

http://www.rtve.es/alacarta/videos/para-todos-la-2/para-todos-2-actuacion-anna-moura-desfado/2361229/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Nostalgia / É noite na Mouraria (versões) BASENAME: nostalgia-e-noite-na-mouraria-versoes DATE: Mon, 10 Feb 2014 13:35:20 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

NOSTALGIA (É NOITE NA MOURARIA)

António Mestre / José Maria Rodrigues

Uma guitarra baixinho
Numa viela sombria
Entoa um fado velhinho
É noite na Mouraria.
Apita um barco no Tejo
Na rua passa um rufia
Em cada boca há um beijo
É noite na Mouraria.


http://i1.ytimg.com/vi/WKw8w7YhfbQ/hqdefault.jpg

Tudo é fado
Tudo é vida
Tudo é amor sem guarida
Dor, sentimento, alegria.
Tudo é fado
Tudo é sorte
Retalhos de vida e morte
É noite na Mouraria.

Cai o luar na viela
Perdida saudade ao vento
No céu queima-se uma estrela
Na ruela há um lamento.
Lamento de amor que é fado
Dando ao pensar nostalgia
O tempo passa apressado
É noite na Mouraria.

Amália Rodrigues

Isaura Gonçalves

Celeste Rodrigues e Mísia

Kátia Guerreiro

FALTA AQUI UMA VERSÃO DE TONY DE MATOS, que não encontrei. Tenho o CD, mas na rede não sei onde está.

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Thu, 18 Dec 2014 17:09:44 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Sr. Carvalho,

Continuo sem encontrar essa versão na internet.

Saudações.

Manuel S.

----- COMMENT: AUTHOR: joaquim carvalho [Visitante] DATE: Thu, 18 Dec 2014 15:03:17 +0000 URL:

gostaria muito de ouvir essa versão do Tony de Matos. Seria possivel. Obrigado

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fadistas cantam marchas (Amália, Bobone...) BASENAME: fadistas-cantam-marchas-amalia-bobone DATE: Sat, 01 Feb 2014 08:53:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Os fadistas (e mais as fadistas) também cantam marchas lisboetas. Destas duas versões da de São Vicente, prefiro a de Maria Ana Bobone (e peço desculpas):

1954-1955 (intérprete:?)

Maria Ana Bobone (talvez a melhor cantora de hoje de fado-canção e de marchas populares)

Maria Ana Bobone em direto

(Amália Rodrigues)

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: "Senhora do Tejo" (versões) BASENAME: senhora-do-tejo-versoes DATE: Sat, 25 Jan 2014 20:03:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Joana Amendoeira

Maria da Fé

SENHORA DO TEJO
Letra: José Luís Gordo. Música: José Fontes Rocha.

Sete colinas
Sete versos de Lisboa
Sete poemas de rimas
Nos olhos duma pessoa
És a cidade
Mais linda que tem o mar
És a rua da saudade
Que [eu] trago no meu olhar

Tens Madragoa e Alfama
E um Castelo de saudade
Que dorme na tua cama
Desde a tua mocidade
Lisboa da Mouraria
Do Bairro Alto velhinho
E é no jardim da alegria
A praça do nosso hino
E ficas tão engraçada
Com a Graça lá no alto
Que veste a saia engomada
Pra vir à Baixa num salto

E a rua Augusta
Emoldurando um navio
Que atravessa a Santa Justa
Pra vir beijar o Rossio
É no Terreiro
Onde passo e me revejo
Neste amor que eu te tenho
Senhora mulher do Tejo

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Sun, 26 Jan 2014 09:08:02 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Eu Joana Amendoeira.

----- COMMENT: AUTHOR: Fernando [Visitante] DATE: Sat, 25 Jan 2014 21:28:14 +0000 URL: http://www.fonito.blogspot.com

Si tuviese que elegir, no dudaría : Maria da Fé.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fernando Farinha e Joana Amendoeira: "Eu quis demais" BASENAME: fernando-farinha-e-joana-amendoeira-eu-quis-demais DATE: Mon, 06 Jan 2014 09:10:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

FERNANDO FARINHA

"Eu quis demais"
Fernando Farinha e José Fontes Rocha

Ai, se eu pudesse
riscar da vida anos vividos,
Já não teria pra recordar
amor's sofridos.

Em vez de dor, daria amor,
pois tinha agora
um coração para entregar
a quem me adora.

Eu quis demais
E, por mais querer,
Julguei ganhar
E fui perder,
Eu quis demais,
Talvez até sem saber

Eu quis demais,
Coração dei,
Gostei de ti,
Nada alcancei
E tanto quis
[Que a]inda mais pobre fiquei.

Ai, se eu pudesse
Pagar à vida pra te esquecer
E ser feliz podendo amar
Outra mulher / Outro qualquer.

Que bom seria
Viver um dia esta vontade
Longe ti, sem recordar,
Sem ter saudade.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Feliz Natal e Ano Novo MMXIV! BASENAME: feliz-natal-e-ano-novo-mmxiv DATE: Sun, 15 Dec 2013 11:04:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://lh6.ggpht.com/-H64n8gmZeiw/TwceS1b_5II/AAAAAAAAH6U/biF9SoAsf8I/reis%252520magos%252520reis%252520magos%252520natal%252520postal_thumb%25255B6%25255D.jpg?imgmax=800

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: XII grande gala do fado "Carlos Zel" BASENAME: xii-grande-gala-do-fado-carlos-zel DATE: Wed, 27 Nov 2013 17:07:40 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Joana Amendoeira: http://joanaamendoeira.blogspot.com.es/2013/11/joana-amendoeira-na-xii-grande-gala-do.html?spref=fb

E outros:
http://4.bp.blogspot.com/-HLEfIO2o7CM/UpN2tITlxSI/AAAAAAAADlI/7GCcprrPLf8/s1600/untitled.png

http://www.casino-estoril.pt/ItemTemplate.aspx?areaId=1431&selected=2

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Joana Amendoeira na 5ª grande gala da Rádio Sim BASENAME: joana-amendoeira-na-5o-grande-gala-da-radio-sim DATE: Thu, 14 Nov 2013 16:09:12 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://radiosim.sapo.pt/playerstream_fl.aspx

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Dora Maria (professora e fadista) BASENAME: dora-maria-professora-e-fadista DATE: Sat, 09 Nov 2013 15:01:55 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://semanal.omirante.pt/noticia.asp?idEdicao=&id=80641&idSeccao=8848&Action=noticia

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fado do cartaz (versões) BASENAME: fado-do-cartaz-versoes DATE: Fri, 08 Nov 2013 17:06:36 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Joana Amendoeira

Marcha. Letra: Manuel de Andrade; música: Alfredo Marceneiro.

Numa tasca bem castiça
De paredes de caliça
Um cartaz se destacava.
Foi uma grande toirada
Disse, da mesa avinhada
Um campino que ali estava.

De manhã o sol nascia
E já ao longe se ouviam
Os foguetes a estalar.
Veio a tarde sorridente,
Foi aos toiros toda a gente,
Estava a praça a abarrotar.

O Simão, alegre e vivo,
Cravou seis ferros ao estribo
Num toiro dos de Bandeira.
Mascarenhas, meia praça
Pega com a fina graça
Desse Marquês de Fronteira.

Depois, o mestre João
Arrancou grande ovação
Com o seu novo tourear
E num toiro de Salgueiro
Foi Ricardo, o cernelheiro
Jorge Duque a rabujar.

Quando o campino acabou
Toda a gente reparou
Que estava quase a chorar.
Ficou na tasca castiça
Destacado entre a caliça
Um cartaz pra recordar.

Teresa Tarouca

Teresa Siqueira

Quim Cigano

----- COMMENT: AUTHOR: Alexandra godoy [Visitante] DATE: Thu, 24 Sep 2015 01:05:53 +0000 URL: http://metododorespeito.com/

adorei esta musicas são lindas!!

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Gisela João (tradição doutra maneira) BASENAME: gisela-joao-tradicao-doutra-maneira DATE: Tue, 05 Nov 2013 19:10:37 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://expresso.sapo.pt/users/1937/193792/fado-55a0.jpg

http://giselajoaofado.com.sapo.pt/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Maria do Espírito Santo: a Mouraria, Lisboa... BASENAME: maria-do-espirito-santo-a-mouraria-lisboa DATE: Sat, 02 Nov 2013 07:49:29 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Morreu António Mourão BASENAME: morreu-antonio-mourao DATE: Sat, 19 Oct 2013 10:24:41 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Óbito: Fadista António Mourão faleceu esta noite em Lisboa
Publicado hoje às 10:44
O fadista António Mourão, de 78 anos, faleceu esta noite na Casa do Artista, em Lisboa, disse hoje à agência Lusa fonte da instituição.
O autor do conhecido tema "Ó tempo volta para trás", nascido a 5 de junho de 1935 e natural do Montijo, afastou-se do mundo artístico nos anos 90.
As causas da morte de António Mourão, nome artístico de António Manuel Dias Pequerrucho, não foram divulgadas.

Fonte: http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=3485911
Mais:
http://antonio-mourao-fado.blogspot.com.es/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ant%C3%B3nio_Mour%C3%A3o

----- COMMENT: AUTHOR: LEON [Visitante] DATE: Sun, 03 May 2015 13:34:12 +0000 URL:

Grande perda para o fado.Vozes destas, são cada vezes menos. O maior fadista de todos os tempos.Paz à sua alma.sh

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: 5ª grande gala da Rádio Sim (dedicada ao fado): 13.XI.2013 BASENAME: 5o-grande-gala-da-radio-sim-dedicada-do-fado-13-xi-2013 DATE: Thu, 03 Oct 2013 17:27:21 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Vem aí a 5ª grande gala da Rádio Sim, mais uma vez dedicada ao fado.

UM CARTAZ DE LUXO
Ana Sofia Varela, António Pinto Basto, Artur Batalha, Helder Moutinho, Joana Amendoeira, José da Câmara, Kátia Guerreiro, Margarida Bessa, Maria Amélia Proença, Maria Armanda, Pedro Moutinho, Ricardo Ribeiro, Rodrigo, Rodrigo Costa Félix, Teresa Siqueira e Teresa Tapadas.


Ao palco do Coliseu dos Recreios, no dia 13 de novembro, vão voltar a subir algumas das melhores vozes do fado, representando diferentes gerações, com alguns dos maiores fadistas.

Mais informações:

http://radiosim.sapo.pt/newsletter/newsletter_Sim_5gala.html

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Grão de arroz (versões) BASENAME: grao-de-arroz-versoes DATE: Sun, 22 Sep 2013 08:59:35 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Amália


Maria Ana Bobone

Letra e música: José Belo Marques

O meu amor é pequenino como um grão de arroz,
É tão discreto que ninguém sabe onde mora.
Tem um palácio de oiro fino onde Deus o pôs,
E onde eu vou falar de amor a toda hora!
Cabe no meu dedal, tão pequenino é,
E tem o sonho ideal expresso em fé
É descendente de um sultão, talvez do rei Saul,
Vive na casa do botão do meu vestido azul!
O meu amor é pequenino como um grão de arroz
Tem um palácio que o amor aos pés lhe pôs!
Ai, quando o amor vier,
Seja o que Deus quiser!

O meu amor tem um perfume que saiu da flor,
É devolvido no meu lenço de cambraia.
E vem falar ao meu ouvido com tamanho ardor,
Que tenho medo que da orelha me caia!
Só eu sei traduzir o seu pensar,
Só recebi, sorri o meu olhar!
O meu amor tem um apelo que é paixão, depois,
É tão pequeno como um pequenino grão de arroz!
Ai, quando o amor vier
Seja o que Deus quiser!

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Boa nova (versões) BASENAME: boa-nova-versoes DATE: Tue, 03 Sep 2013 17:29:32 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Joana Amendoeira

Letra: Amadeu do Vale
Música: Frederico Valério
Intérpretes: Amália Rodrigues, Joana Amendoeira, Mafalda Arnauth...

No pombal a pomba mansa da bonança
Está, coitada, triste, prisioneira
Ansiosa da virada ao caminho
E trazer-nos um raminho de oliveira

E com ela a boa nova que nos traz
Uma trova, anunciar a paz

Voa pomba mansa traz a boa nova
A suave esperança do risonho amor
Boa nova que traz em flor
A mais linda trova
De um divino amor!

No olhar das raparigas há cantigas
Que se escondem cheias de saudade
Trovas mil que muito em breve à luz da lua
Hão de vir trazer pra rua a suavidade
Essa nova melodia que nos traz
A alegria da canção da paz

Mafalda Arnauth

Amália Rodrigues

Maria José Valério

Fábia Rebordão

Gonçalo Salgueiro, Diamantina e Rodrigo Costa Félix

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fado na Raia: Gonçalez e Pinto Basto no Alentejo (em Santa Eulália) BASENAME: fado-na-raia-goncalez-e-pinto-basto-no-alentejo-em-santa-eulalia DATE: Fri, 09 Aug 2013 17:07:07 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Grande noite de fados em Santa Eulália (Elvas): José Gonçalez e António Pinto Basto. JULHO DE 2013.

Podemos ouvir uma atuação televisiva:

Pena não ter fotos nem gravação do recital. Além disso, não vejo como pôr aqui imagens que não estejam na internêti.

Mais (cantar alentejano):

Se fores ao Alentejo

O mar deixou o Alentejo
Donde trouxe canções de oiro
Mas volta a matar saudades
Nas ondas do trigo loiro

Se fores ao Alentejo
Vai vai vai vai vai
Não te esqueças dá-lhe um bêjo
Ai ai ai ai

Nas capelas e nos montes
Há sorrisos de brancura
Onde fala a voz de Deus
Na voz da cal e da alvura

Sobe o sol e abrasa a terra
A fecundar as espigas
À sombra das azinhêras
Na dolência das cantigas

Por lonjuras e planuras
Oh solidão solidão
Eu quero [a] paz no trabalho
Pra poder ganhar o pão

Letra:
http://www.meloteca.com/portugal-poesia-e-musica-alentejo.htm
http://www.caue.uevora.pt/modas/se_fores_alentejo.htm

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: "Construção" (Chico Buarque): grande versão de Cristina Branco... BASENAME: construcao-chico-buarque-grande-versao-de-cristina-branco DATE: Thu, 30 May 2013 14:21:53 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Grande fadista canta Chico Buarque...

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: O fado é alma e queixas, &c. BASENAME: o-fado-e-alma-carminho-na-tvi DATE: Thu, 02 May 2013 14:05:20 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Guitarra portuguesa: Luís Guerreiro.
Viola: Diogo Clemente.
Viola baixo: Daniel Pinto.
TVI 4.III.2012

http://www.carminho.net/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: "Fado lisboeta" (versões) BASENAME: fado-lisboeta-versoes DATE: Fri, 15 Feb 2013 14:38:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Raquel Tavares

Amália Rodrigues: Fado lisboeta

Não queiram mal a quem canta
Quando uma garganta em ais se desgarra
Que a mágoa já não é tanta
Se a confessar à guitarra
Quem canta sempre se ausenta
Da hora cinzenta da sua amargura
Não sente a cruz tão pesada
Na longa estrada da desventura

Eu só entendo o fado
Plangente, amargurado, à noite a soluçar baixinho
Que chega ao coração num tom magoado
Tão frio como as neves do caminho
Que chora uma saudade ou canta a ansiedade
De quem tem por amor chorado
Dirão que isto é fatal, é natural
Mas é lisboeta
E isto é que é o fado

Oiço guitarras vibrando e vozes cantando na rua sombria
As luzes vão se apagando a anunciar que é já dia
Fecho em silêncio a janela, já se ouve na viela
Rumor[e]s de ternura
Surge a manhã fresca e calma
Só na minha alma é noite escura

Eu só entendo o fado
Plangente, amargurado, à noite a soluçar baixinho
Que chega ao coração num tom magoado
Tão frio como as neves do caminho
Que chora uma saudade ou canta a ansiedade
De quem tem por amor chorado
Dirão que isto é fatal, é natural
Mas é lisboeta
E isto é que é o fado

Maria Ana Bobone

Sandra Correia

Amália Rodrigues

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Fri, 31 Jan 2014 17:27:38 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Yo creo que también. Pero las otras versiones también son mu güenas.

----- COMMENT: AUTHOR: F [Visitante] DATE: Fri, 31 Jan 2014 17:23:24 +0000 URL:

Soy un hereje, pero me quedo con la de Raquel.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: "Lisboa garrida" (versões) BASENAME: lisboa-garrida-versoes DATE: Mon, 21 Jan 2013 16:41:42 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://www.municipalia.net/webcatalog/min/200_2012/tania_oleiro.jpg

Tânia Oleiro

Cidade garrida
Fernando Peres / Jorge Barradas

Lisboa, os bairros a teus pés
Dão forma ao que tu és, mulher feita cidade.
Lisboa, poema do passado
Nas rimas do meu fado com alma de saudade.

É sina tua saber ser contente
E vens pra a rua só pra vires co' a gente,
Balão aceso pela tradição,
Bem preso, junto ao coração.

Cidade garrida
És a melhor verdade para cantares a vida.
Com bênção de lua
Tens alma e coração de rua.

Lisboa, tens sons de sinfonia
E gritos de alegria, promessas de verdade.
Lisboa, janela aberta à vida
Numa esp'rança perdida só pra fazer saudade.

É sina tua q'rer andar contente
E vens pra rua pra cantares co' a gente,
Balão aceso pela tradição,
Bem preso, junto ao coração.


http://profile.ak.fbcdn.net/hprofile-ak-snc4/369691_100000676644516_1667273734_n.jpg

Ana Maurício

http://vituga.com/files/thumbs/135490878948c1e-1.jpg

António Vasco de Morais

http://1.bp.blogspot.com/_g5qNBRF5cS8/R-ginN4qp_I/AAAAAAAAAkk/vg-FUkyBhMs/S150/Fotos+de+Sesimbra+062.bmp

Catarina Rosa

http://www.museudofado.pt/fotos/temp/170_0_personalidade_277.jpg

Beatriz da Conceição

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Feliz Natal! (2012) BASENAME: feliz-natal-2012 DATE: Tue, 18 Dec 2012 18:54:12 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Amália Rodrigues

Carlos Ramos

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: María do Ceo (fadista galega do Porto) BASENAME: maria-do-ceo-fadista-galega-do-porto-1 DATE: Sat, 15 Dec 2012 08:22:46 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://www.santiagoturismo.com/files/thumbs/09abrMariaDoCeo.jpg

http://www.mariadoceo.com/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Sónia Shirsat: fadista indiana (II) BASENAME: sonia-shirsat-fadista-indiana-ii DATE: Sun, 02 Dec 2012 10:04:53 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://macua.blogs.com/.a/6a00d83451e35069e201053590c205970b-200wi

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Artur Batalha (outro fadista injustamente esquecido) BASENAME: artur-batalha-outro-fadista-injustamente-esquecido DATE: Mon, 01 Oct 2012 14:54:17 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://www.noitesperdidas.net/Fado/Artur_Batalha.html

----- COMMENT: AUTHOR: David [Visitante] DATE: Tue, 06 Nov 2012 00:57:37 +0000 URL: http://fado-today.blogspot.com

Caro/a Amigo/a. Obrigado por ter postado algo do meu site. Criei mais uma página sobre o Artur Batalha. É escrito em inglês, mas tem ligações a algumas conteúdos diferentes.
http://fado-today.blogspot.com/2010/12/artur-batalha.html
Cumprimentos.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Elisabete da Veiga: disco em 2012 BASENAME: elisabete-da-veiga-disco-em-2012 DATE: Fri, 14 Sep 2012 15:31:48 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://a4.ec-images.myspacecdn.com/profile01/147/d7b490a6730c4388ab6438cb18d86b60/p.jpg

Mais:

http://www.myspace.com/elisabeteveiga

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Cuca Roseta: "Nos teus braços" BASENAME: cuca-roseta-nos-teus-bracos DATE: Mon, 10 Sep 2012 16:46:55 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://www.verportugal.net/webapp/img/artigo/4394/fullsize-Cuca-Roseta-3.jpg

Múisica e letra: Cuca Roseta

Ouvir mais: http://www.cucaroseta.com/sites/all/libraries/flash-mp3-player/player.php

http://www.cucaroseta.com/pt/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Cuca_Roseta


http://www1.ionline.pt/adjuntos/102/imagenes/000/191/0000191059.jpg

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fados alentejanos BASENAME: fados-alentejanos DATE: Mon, 06 Aug 2012 16:40:45 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

O Alentejo, terra esquecida pelo Poder português, também tem fados (música da capital do Poder do mesmo país) e fadistas:

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Mon, 20 Aug 2012 14:45:46 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Sr. Fernando,

Muito obrigado.

Aqui temos a letra do “Mestre alentejano” (não exatamente igual à que aparece no comentário anterior) e a do “Mestre alentejano (II)": http://alemguadiana.blogs.sapo.pt/11269.html (do blogue do Além Guadiana, que eu giro).

Volte sempre.

Manuel Sánchez
("Todos temos nosso fado")

----- COMMENT: AUTHOR: Fernando [Visitante] DATE: Wed, 15 Aug 2012 15:05:54 +0000 URL: http://www.fonito.blogspot.com

Manuel:
Me permito dejar aqui la divertida letra que puede ser de interés para los estudiosos del idioma.

João Vasconcelos e Sá / Popular *fado corrido*
Repertório de António Pinto Basto.
Terra de grandes barrigas / Onde ha tanta gente garda
Ás sopas chamam açorda / E à açorda chamam-lhe migas;
Ás razões chamam cantigas / Milhaduras são gorjetas
Maleitas dizem maletas / Em vez de encostas, chapadas
Em vez de açoites, nalgadas / E as bolotas são boletas
.
Terra mole é atasquero / Ir embora é abalar
Deitar fora é aventar / Fita de coiro é apero;
Vaso com planta é cravero / Carpinteiro é abegão
E a choupana é cabanão / E às hortas chamam hortejos
Os cestos são cabanejos / E ao trigo chama-se pão!
.
No resto de Portugal / Ninguém diz palavras tais
As terras baixas são vales / Monte de feno é frascal;
Vestir bem, parece mal / Á aveia chamam cevada
Ao bofetão, orelhada / Alcofa grande é gorpelha
Égua lazã é vermelha / Poldra ?Isabel? é melada
.
Quando um tipo está doente / Logo dizem que está morto
E a todo o vau chamam porto / Chamam gajo a toda a gente;
Vestir safões é corrente / Por acaso é por atrego
As saco chamam talego / E até nas classes mais ricas
Ser janota é ser maricas / Ser beirão é ser galego
.
Os porcos medem-se às varas / E o peixe vende-se aos quilos
E a gente pasma de ouvi-los / Usar maneiras tão raras;
Chamam relvas às cearas / Ás vezes, não sei porquê
E tratam por vomecê / Pessoas a quem venero
Não quero, diz-se nã quero / Eu não sei? diz-se *ê nã sê*. Transcrito por: J.F.C (José Fernandes e Castro)

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Raridades amalianas BASENAME: raridades-amalianas DATE: Thu, 05 Jul 2012 10:26:46 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Segundo os autores destas iutubidades, vamos ouvir gravações "raras" de Amália:

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fado em italiano BASENAME: fado-em-italiano DATE: Sat, 16 Jun 2012 16:05:02 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Eugenio Finardi: "Fado lisboeta" (2001)

Eugenio Finardi: "Cinque pietre" (2001)

Eugenio Finardi: "Le ragazze di Terceira" (2001)

http://www.eugeniofinardi.it/fado/disco.html

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Maria Ana Bobone: "Que Deus me perdoe" (2012) BASENAME: maria-ana-bobone-que-deus-me-perdoe-2012 DATE: Thu, 14 Jun 2012 07:32:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

FADO & PIANO:

QUE DEUS NOS PERDOE A TODOS!
http://www.mariaanabobone.com/

Bem pensado
Todos temos nosso fado
E quem nasce malfadado,
Melhor fado não terá!
Fado é sorte
E do berço até a morte,
Ninguém foge, por mais forte
Ao destino que Deus dá!

No meu fado amargurado
A sina minha
Bem clara se revelou
Pois cantando
Seja quem for adivinha
Na minha voz soluçando
Que eu finjo ser quem não sou!

Bom seria poder-se um dia
Trocar o fado
Por outro fado qualquer
Mas a gente
Já traz o fado marcado
E nenhum mais inclemente
Do que este de ser mulher!

Letra: Frederico Freitas. Música: Silva Tavares. Intérpretes: Amália Rodrigues, Joana Amendoeira, Maria Ana Bobone, etc.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Também há fado na Galiza e na Estremadura espanhola BASENAME: tambem-ha-fado-na-galiza DATE: Sat, 19 May 2012 18:18:38 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Clave de Fado, Tcharo, Rosario Solano...

----- COMMENT: AUTHOR: Rosario Solano [Visitante] DATE: Sun, 08 Jul 2012 19:47:56 +0000 URL: http://www.myspace.com/rosariosolano

Muchas gracias por el post. Me ha encantado.

Un fuerte abrazo fadista.
Rosario Solano.

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Sun, 08 Jul 2012 08:16:34 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Vaya, me he liado y no sé cómo.

Gracias por la rectificación.

Vuelva a escribir cuando quiera.

Saludos desde Cataluña.

----- COMMENT: AUTHOR: Fernando [Visitante] DATE: Sat, 07 Jul 2012 18:27:51 +0000 URL:

Mi amiga Rosario Solano es extremeña residente en Sevilla pero me parece estupendo que aparezca en este post(Y supongo que a ella tambíen).

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: 25 de abril: Amália também cantou "Grândola" (1974-2012) BASENAME: 25-de-abril-amalia-tambem-cantou-grandola-1974-2012 DATE: Thu, 19 Apr 2012 17:47:05 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Amália, apesar do que muitos pensavam, também cantou "Grândola":

http://5dias.net/2011/04/22/sons-de-abril-amalia-grandola/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Frutuoso França: "Dia de Páscoa" BASENAME: frutuoso-franca-dia-de-pascoa DATE: Sun, 08 Apr 2012 11:32:41 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

FELIZ PÁSCOA!

http://www.portaldofado.net/component/option,com_alphacontent/section,10/cat,75/task,view/id,1490/Itemid,327/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Helena Santos (fadista esquecida): "Avante, camarada!" BASENAME: helena-santos-fadista-esquecida-avante-camarada DATE: Mon, 19 Mar 2012 16:36:31 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Houve fadistas (muitos esquecidos, como já vimos) que cantaram o 25 de Abril:

Mais da "miúda de Odivelas":

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Espanha conhece o fado de Carminho (RNE) BASENAME: espanha-conhece-o-fado-de-carminho-rne DATE: Mon, 12 Mar 2012 11:37:02 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Carminho falou e cantou hoje na Radio Nacional de España:


http://www.rtve.es/alacarta/audios/en-dias-como-hoy/dias-como-hoy---carminho-acustico/1346743/

E às 17 horas:

http://encuentrosdigitales.rtve.es/2012/carminho.html

Ouçam a Rádio Carminho:
http://cotonete.clix.pt/listen/silver/relacionados/?template_path=/listen/relacionados/&version=7&related_artist_radio_id=16059

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Luísa Sobral canta um fado verdadeiramente novo: "Sr. Vinho" BASENAME: luisa-sobral-canta-um-fado-novo-de-verdade-novo-nao-falso-o-sr-vinho DATE: Wed, 07 Mar 2012 10:24:16 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Se ainda não conhecem, não percam:

LUÍSA SOBRAL: "Xico"
Lembrem que diz "De Espanha nem bom vento..." Mas isso não é verdade!

http://www.lavanguardia.com/musica/20120314/54267583424/luisa-sobral-voz-revelacion-portugal.html
Mais: http://www.luisasobral.com/_home.html

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Farinha canta o 25 de Abril ("Batalha das flores" e "Com dois dedos em V") BASENAME: fernando-farinha-canta-ao-25-de-abril-batalha-das-flores DATE: Sat, 25 Feb 2012 14:12:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://maschamba.weblog.com.pt/25abril_2%5B1%5D.jpg/25abril_2%5B1%5D.jpg

http://www.youtube.com/watch?v=8VpOMLyjgfg&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=wvfVToikhJY&feature=related

COM DOIS DEDOS EM VÊ

Letra: Fernando Farinha.
Música popular.
Canta: Fernando Farinha.

Acabou a ditadura,
Exterminou-se a bicharada.
Portugal, que estava podre,
É hoje um país sadio
E de cara bem lavada. (bis)

Traz um cravo na lapela;
No coração amizade.
Nos olhos uma esperança
E na boca a fervilhar
Mil vivas à liberdade. (bis)

Escancararam-se as prisões,
Bons irmãos delas saíram.
Irmãos fortes, corajosos,
Que as selváticas torturas
Do fascismo resistiram. (bis)

Do exílio regressaram
O Soares e o Cunhal,
Dois dos muitos portugueses
Que em sofrimento nos deram
Este novo Portugal

Com orgulho choraremos
O Delgado e o Galvão
E essa Catarina Eufémia,
Heroína padroeira
Da nossa Revolução.

Saudemos, ó nobre gente,
Gente simples, gente sã
Que matou o Portugal de ontem
Pra nos dar a f?licidade
De um Portugal de amanhã.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Farinha canta "Camarada Catarina" BASENAME: farinha-canta-camarada-catarina DATE: Fri, 24 Feb 2012 17:59:35 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Nestes tempos difíceis para as pessoas, temos que lutar e também devemos cantar:

http://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=IcHlxi5BoSk

http://www.pcp.pt/actpol/temas/pcp/catarina/index.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Catarina_Euf%C3%A9mia

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fernando Farinha canta António Aleixo (fado de luta) BASENAME: fernando-farinha-canta-antonio-aleixo-fado-de-luta DATE: Fri, 24 Feb 2012 17:52:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://www.youtube.com/watch?v=RosGVw_DF1o&feature=related

http://www.vidaslusofonas.pt/aaleixo.htm

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Frutuoso França canta "Elogio rural" (fado camponês) BASENAME: frutuoso-franca-canta-elogio-rural-fado-campones DATE: Wed, 22 Feb 2012 09:20:10 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Vamos ouvir um fado camponês, cantado por um fadista esquecido: FRUTUOSO FRANÇA!

Alguém conhece letras e interpretações de fados operários, camponeses, etc.?

Venham então fados sociais! Obrigado.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Novo disco de Carminho: "Alma" (2012) BASENAME: novo-disco-de-carminho-alma-2012 DATE: Sun, 12 Feb 2012 10:31:31 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


PARABÉNS!
A lista musical de Carminho na TSF:


http://www.tsf.pt/Programas/programa.aspx?content_id=918071&audio_id=2138695

http://www.carminho.net/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Yoko Kanno canta em casas de fado BASENAME: yoko-kanno-canta-em-casas-de-fado DATE: Thu, 26 Jan 2012 16:35:02 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Amor de fel. Voz: Yoko Kanno.

Vídeos:
http://www.google.pt/search?q=%22Yoko+Kanno%22+fado&hl=pt-PT&source=lnms&ei=-X8hT4boE8ScOuW41KgI&sa=X&oi=mode_link&ct=mode&cd=1&ved=0CC4Q_AUoAA&biw=1366&bih=641#pq=yoko+fado&hl=pt-PT&ds=yt&cp=10&gs_id=46&xhr=t&q=Yoko+Kanno+fado&pf=p&sclient=psy-ab&tbm=vid&source=hp&pbx=1&oq=Yoko+kanno+fado&aq=f&aqi=&aql=&gs_sm=&gs_upl=&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_cp.,cf.osb&fp=239a7ddd41e48743&biw=1366&bih=641

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Cao Bei: chinesa que canta fados... e não só BASENAME: cao-bei-chinesa-que-canta-fados-e-nao-so DATE: Wed, 11 Jan 2012 09:40:13 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Lágrima

Maria Madalena

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: O fado no gramofone (Fernando Farinha e outros) BASENAME: o-fado-no-gramofone-fernando-farinha-e-outros DATE: Tue, 10 Jan 2012 18:34:27 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://www.youtube.com/user/eradogramophone

Mais Farinha:

"A grande verdade" (fado Mouraria, letra de Fernando Farinha)

"Evocação" (fado corrido, letra de Fernando Farinha)

Muito novo comecei
a cantar por todo o lado.
Bem cedo me acostumei
a saber o que é o fado.

Fadistas que deram brado
tive o prazer de escutar,
a sério, não a brincar,
como fazem os de agora.

E, sem querer, bendigo a hora
em que aprendi a cantar.

Proença, Maria Emília,
José Tovar, Vianinha,
Filipe Pinto e a Ercília
que no fado foi rainha.

Marceneiro alfacinha,
mais vibrante e fadistão,
o Calisto Refilão,
Campos, Varela, Porfírio,
nomes que foram delírio
dentro da nossa canção.

Armandinho virtuoso
da guitarra portuguesa;
Lucília, Berta Cardoso,
estrelas de enorme grandeza.

Hermínia foi com certeza
a mais castiça e bairrista.
Amália foi a estilista
que ao mundo o fado levou
e a letras de oiro marcou
uma geração fadista.

Porque ficou para além,
só me resta por herança
esta saudosa lembrança
desses tempos que eu vivi
e dos fadistas que ouvi
nos meus tempos de criança.

Mais:
http://defado.blogspot.com/2009/09/evocacao.html
http://demandadodragao.blogspot.com/2007/10/fado-elogio-do-fado-o-fado-uma-das.html

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Cuca Roseta e o fado menor BASENAME: cuca-roseta-e-o-fado-menor DATE: Thu, 05 Jan 2012 10:25:37 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=2221724

Cuca Roseta

Amália Rodrigues

Ana Moura

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: FELIZ NATAL BASENAME: feliz-natal DATE: Wed, 21 Dec 2011 11:06:12 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:
----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Sodade: Cesária Évora morre BASENAME: sodade-cesaria-evora-morre DATE: Sun, 18 Dec 2011 09:04:49 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Cesária Évora: Mariza afirma que cantora era grata aos franceses pelo reconhecimento

Publicado ontem às 21:45

A fadista Mariza, amiga de Cesária Évora, disse à Lusa que a cantora cabo-verdiana «tinha alguma mágoa e tristeza por os portugueses não a terem reconhecido e uma paixão enorme e gratidão para com os franceses que a reconheceram».

Mariza diz que Cesária Évora tinha alguma mágoa e tristeza por os portugueses não a terem reconhecido e uma paixão enorme e gratidão para com os franceses que a reconheceram

Mariza partilhou várias vezes o palco com Cesária Évora, nomeadamente «certa vez em Lisboa, por ocasião de uma cimeira Europa-África, em que Cise [termo pelo qual os amigos tratavam a intérprete cabo-verdiana] fez questão de falar apenas em crioulo».

«Em palco éramos duas amigas que cantavam juntas e que se admiravam», disse Mariza.

Referindo-se a Cesária, Mariza afirmou que «era uma pessoa que quando gostava era de forma incondicional e não era uma pessoa de fazer de conta, o que era, era, assim como se não gostava não gostava e pronto».

A intérprete de «Ó gente da minha terra» recordou que «certa vez em Itália, o agente dela foi deselegante com ela, e a Cise não voltou a falar com ele».

Cesária Évora «sempre que viaja até Lisboa, ia ver os velhos amigos que tinha na rua do poço dos negros, a quem dava dinheiro, porque eles a tinham ajudado quando ela precisou e nunca esqueceu», revelou Mariza.

A fadista disse que a Cesária Évora teve «uma carreira brutal, e foi das poucas artistas de expressão portuguesa que conquistou um Grammy, a par dos brasileiros».

«Cabo Verde está de luto pesado, Cesária levava Cabo Verde a todo o mundo de uma forma muito genuína, muito verdadeira. Era incrível a forma como se apresentava em palco, despojada de tudo», disse.

Artigo Parcial

Relacionados

Funeral de Cesária Évora marcado para terça-feira à tarde
Publicado ontem às 20:20

Passos diz que Portugal também chora a morte de uma cantora «excecional»
Publicado ontem às 19:58

Cavaco lamenta perda de «símbolo eloquente da música e da alma» de Cabo Verde
Publicado ontem às 18:30

Cesária Évora: Ministro cabo-verdiano diz que morreu «um pedaço» do país
Publicado ontem às 17:36

Cesária foi «mulher muito sofrida e mal compreendida», lembra Vitorino
Publicado ontem às 16:04

Morreu cantora Cesária Évora
Publicado ontem às 13:55

http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=2192637&page=-1

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Celeste Rodrigues (fadista quase esquecida) BASENAME: celeste-rodrigues-fadista-quase-esquecida DATE: Mon, 05 Dec 2011 15:47:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Quase esquecida, Celeste Rodrigues (1923), irmã de Amália, ainda canta em Lisboa... e em percursos pelo mundo fora!

"Grande entrevista" (RTP), 4.XII.2011:

http://programas.rtp.pt/programas-rtp/index.php?p_id=28063&e_id=7&c_id=6&dif=tv

http://www.celesterodrigues.pt/

Mais vídeos:
http://www.youtube.com/watch?v=hv8WC0n0G54&feature=list_related&playnext=1&list=AVGxdCwVVULXeWhFwQ4V4VWElXLgRCwVVM

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: O fado é património de todos: vamos ouvir Carminho! BASENAME: o-fado-e-patrimonio-de-todos-vamos-ouvir-carminho DATE: Fri, 02 Dec 2011 19:38:38 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Por exemplo, Carminho:

Outro vídeo do mesmo fado:

Quatro vídeos:
http://www.youtube.com/watch?v=fltO5VpuYeM&feature=list_related&playnext=1&list=AVTGnpyrBl25x_IMtICqQHkLUlyJLE2ksU


http://wa2.www.unesco.org/culture/ich/img/photo/thumb/05074-BIG.jpg

Mais:
http://www.google.pt/#q=Carminho&hl=pt-PT&prmd=imvnsl&source=lnms&tbm=vid&ei=IijZTpb3HYXJsgasnqGBDA&sa=X&oi=mode_link&ct=mode&cd=4&ved=0CB0Q_AUoAw&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_cp.,cf.osb&fp=44cf77415cd28c8a&biw=1366&bih=641

----- COMMENT: AUTHOR: h.gremmer [Visitante] DATE: Thu, 14 Nov 2013 20:40:28 +0000 URL:

muito gosto!!!!lembrances vivas dos anos 72/78 ouvir o fado no bairro alto e alfama.muito obrigado!!!

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fado, património imaterial da humanidade da Unesco (27.XI.2011) BASENAME: fado-patrimonio-imaterial-da-humanidade-da-unesco-27-xi-2011 DATE: Sun, 27 Nov 2011 15:20:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://aeiou.expresso.pt/fado-e-patrimonio-imaterial-da-humanidade-video=f690692

Celeste Rodrigues: "O fado não tem cor política, é o suspiro de um povo".

http://www.publico.es/culturas/409261/el-fado-no-tiene-color-politico-es-el-suspiro-de-un-pueblo

Visão espanhola: http://www.publico.es/culturas/409259/la-revancha-del-fado

----- COMMENT: AUTHOR: abilio jose caetano [Visitante] DATE: Fri, 02 Dec 2011 02:03:35 +0000 URL:

Fatastico. Parabens a Portugal e ao CPLP

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: O fado na escola? BASENAME: o-fado-na-escola DATE: Mon, 21 Nov 2011 16:12:16 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Boa ideia!


http://4.bp.blogspot.com/-esz4tUvV3gI/Tqw9_4aY9rI/AAAAAAAAA_I/JcZ-5oI5HFk/s320/FADO+-+Patrim%25C3%25B3nio+da+Humanidade.jpg

Fadista Mariza sugere ensino do Fado na escola
Por Agência Lusa, publicado em 21 Nov 2011 - 10:15 | Actualizado há 4 horas 57 minutos

A fadista Mariza afirmou que, se a UNESCO confirmar o Fado como Património Imaterial da Humanidade, será um fator de orgulho para os portugueses e sugeriu que o género musical seja lecionado nas escolas.

http://i.ionline.pt/boa-vida/fadista-mariza-sugere-ensino-fado-na-escola

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fados em Barcelona? No restaurante Lisboa! BASENAME: fados-em-barcelona-no-restaurante-lisboa DATE: Sat, 12 Nov 2011 18:13:24 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Finalmente! Um restaurante português em Barcelona! É o restaurante Lisboa, onde podemos comer, claro, mas também ouvir música portuguesa. Por exemplo, os fados cantados por Fernanda Moreira.

----- COMMENT: AUTHOR: jaume [Visitante] DATE: Sat, 12 Nov 2011 19:24:36 +0000 URL: http://defado.blogspot.com

Cá uma pequena amostra do fado que estamos a viver estes dias em Barcelona.
Saudações fadistas.
jaume

http://youtu.be/hEWlbRB_u5o

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Sílvia Perez Cruz canta "Lágrima" BASENAME: silvia-perez-cruz-canta-lagrima DATE: Sat, 29 Oct 2011 13:57:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

A grande Sílvia Pérez Cruz canta "Lágrima":


http://www.myspace.com/silviaperez

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Rádio Portal do Fado (nova) BASENAME: radio-portal-do-fado-nova DATE: Thu, 13 Oct 2011 07:52:39 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

O Portal do Fado criou mais uma rádio dedicada ao fado lisboeta (encontra-se no topo da página www.portaldofado.net):
e também aqui:

http://cotonete.clix.pt/listen/silver/?template_path=/listen/&version=7&radio_id=236571&cotoneteownerid=NVAL114375
Parabéns!

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: O fado brilhou no Coliseu (3ª grande gala da Rádio Sim), 8.X.2011 BASENAME: o-fado-brilhou-no-coliseu-3o-grande-gala-da-radio-sim-8-x-2011 DATE: Tue, 11 Oct 2011 17:24:51 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

A Rádio Sim informa-nos:

11 Outubro 2011

O Fado brilhou no Coliseu na 3ª Grande Gala Rádio Sim


FOTOS https://rcpt.yousendit.com/1251861373/b1e3dff010f7ac1c6f89a2fef4482190

Este Sábado, dia 8 de Outubro, o Fado brilhou no palco do Coliseu dos Recreios, em Lisboa.

A 3ª Grande Gala da Rádio Sim voltou a ter casa cheia. Depois de esgotar sucessivamente o Teatro Tivoli, conseguiu levar o Coliseu ao rubro, numa noite de Fado como há muito não se ouvia. Mais de 2.500 pessoas aplaudiram de pé o Fado, candidato a Património da Humanidade.

Esta foi uma homenagem ao Fado, às várias gerações de músicos e intérpretes, a poucos dias de se conhecer a decisão da UNESCO de classificar o Fado como Património Cultural Imaterial da Humanidade.

A 1ª parte abriu com José Luís Nobre Costa e Pedro Castro, na guitarra portuguesa, Jaime Santos, na viola de fado e Joel Pina, na viola baixo.

João Braga, deu as boas vindas ao público com "É tão bom cantar o fado", seguiu-se José da Câmara, com "Canto o Fado" e Maria da Nazaré, com Rosa Caída. António Pinto Basto, cantou "O fado é?" e Margarida Bessa com a sua "Rosa Enjeitada".

O grande senhor do fado, Vicente da Câmara, encantou o público com "O Rio que nos viu nascer", e a jovem Joana Amendoeira trouxe o Fado nos sentidos. O tema d??A Saudade? foi interpretado por Hélder Moutinho. Ada de Castro e Maria Amélia Proença fecharam a primeira parte da Grande Gala com "Sou latina" e "Não chames pela Saudade".

A 2ª Parte, teve início já com uma plateia completamente rendida à expressão máxima da música portuguesa, com Celeste Rodrigues e o fado ?Primavera?. Quando o "Cavalo Russo" de Nuno da Câmara Pereira entrou em palco, a plateia cantou em coro com o fadista.

A noite continuou com Maria Armanda e ?Os loucos?, e "Fama de Alfama(Bairro Afamado) interpretado magistralmente por Ricardo Ribeiro. Depois Maria da Fé interpretou "Divino Fado" e Camané cantou "Súplica".

A noite aproximava-se do fim e Ana Sofia Varela cantou o fado "Com que voz..." e passou o testemunho desta maratona a Rodrigo que terminou a noite com "É tão bom ser pequenino".

Para Dina Isabel, cumpriu-se a promessa "Este foi um espetáculo de arrepiar. De certeza que há muito não se vivia uma noite assim, numa sala de espetáculos em Lisboa. Esta noite vai ficar na história da Rádio Sim e na memória dos locutores e ouvintes! A seguir vem o mais difícil: Conseguir fazer igual ou melhor no próximo ano".

O público presente veio dos quatro cantos do país para provar que o fado pode ter nascido nos bairros típicos da capital, mas é de todos os portugueses. Segundo dados do estudo Netscope, a Gala da Rádio SIM fez duplicar o número de visitas e quase triplicar o número de "pageviews" ao seu "site" durante a transmissão em direto do evento.

A Rádio Sim promete continuar a dar voz ao fado!
----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Terceira grande gala Rádio Sim (8.X.2011) BASENAME: terceira-grande-gala-radio-sim-8-x-2011 DATE: Wed, 28 Sep 2011 17:22:44 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

A Rádio Sim manda-nos (publicamos com ortografia nova):


Impossível, por enquanto, colocar aqui as imagens enviadas. Desculpas.

27 setembro 2011

3ª Grande Gala Rádio Sim

8 outubro 2011 - 21h00 - Coliseu dos Recreios


No ano da candidatura do Fado a Património Cultural e Imaterial da Humanidade, a Rádio Sim quer homenagear na sua 3ª Grande Gala fadistas e instrumentistas de diversas gerações e sensibilidades, que dedicam a sua vida a promover um símbolo chave da nossa identidade.

Dina Isabel, Ramos Pinheiro, Miguel Honrado e Sara Pereira

A Rádio SIM apresentou ontem, no Museu do Fado, a sua 3ª Grande Gala, que se realiza no próximo dia 8 de outubro às 21h00, no Coliseu dos Recreios.

Aquela que será certamente a Grande Gala de Fado do ano vai reunir numa mesma noite e no mesmo palco nomes tão importantes como:

Ada de Castro / Ana Sofia Varela / António Pinto Basto

Camané / Celeste Rodrigues / Fábia Rebordão / Hélder Moutinho

Joana Amendoeira / João Braga / Jorge Fernando / José da Câmara

Maria Amélia Proença / Maria Armanda / Maria da Fé / Maria da Nazaré

Margarida Bessa / Nuno da Câmara Pereira / Ricardo Ribeiro

Rodrigo / Vicente da Câmara

Os fadistas serão acompanhados por José Luís Nobre Costa, Pedro Castro, Jaime Santos e Joel Pina. A apresentação do espetáculo estará a cargo dos animadores da Rádio SIM.

Depois de ter esgotado durante dois anos consecutivos o Teatro Tivoli, a Rádio SIM elegeu o Coliseu dos Recreios de Lisboa para acolher o espetáculo que assinala o seu aniversário e simultaneamente celebra a música portuguesa. Em apenas um mês, os bilhetes praticamente esgotaram, anunciou ontem Dina Isabel.

Na apresentação da Gala, a diretora da Rádio Sim, Dina Isabel, explicou a ligação da rádio ao fado: ?Este ano, mais do que nunca, o fado era incontornável. Se nos anos anteriores o fado teve sempre uma presença marcante nas Galas da Rádio Sim, não fazia sentido que, em ano de candidatura a património da UNESCO, não fosse o protagonista. Convidámos fadistas e instrumentistas de diversas gerações e sensibilidades para que esta fosse uma homenagem em grande. A juntar a isto tivemos o envolvimento da Comissão da Candidatura, da Câmara de Lisboa e do Museu do Fado, parceiros fundamentais. Estamos muito orgulhosos do leque de artistas que vão fazer desta noite, uma noite memorável. Vai ser de arrepiar!?.

José Luís Ramos Pinheiro (Administrador do Grupo r/com) destacou ?a revitalização do Fado. Enquanto expressão mais pura da alma portuguesa o Fado passa de geração em geração e os artistas deste cartaz demonstram bem esta perspectiva intergeracional?.

Miguel Honrado, Presidente do Conselho de Administração da EGEAC saudou a iniciativa da Rádio Sim, num ano em que a CML elegeu a candidatura do Fado a Património da Humanidade como umas das grandes prioridades da política cultural da cidade?.

Sara Pereira (Diretora do Museu do Fado e Membro da Candidatura do Fado a Património Cultural Imaterial da Humanidade) elogiou o programa da Gala da Rádio Sim, e afirmou ?é com muito gosto que estamos associados a este evento?.

A apresentação da 3ª Grande Gala da Rádio Sim contou ainda com a presença de alguns dos Fadistas que irão atuar no dia 8 de Outubro, no Coliseu dos Recreios: Rodrigo, Maria Armanda, António Pinto Basto, (Foto em anexo), Ada de Castro, entre outros.

Mais:

http://radiosim.sapo.pt/destaques_detail.aspx?did=5486

Oiça em direto na Rádio Sim, dia 8 de Outubro, a partir das 21h00!

E acompanhe no Facebook.

O Coliseu dos Recreios vai estar cheio para aplaudir de pé o Fado!

No ano da Candidatura do Fado a Património Cultural e Imaterial da Humanidade a Rádio Sim presta homenagem às diversas gerações de fadistas.

Há mais de duas semanas que esgotaram os bilhetes para a 3ª Gala da Rádio Sim.
Dia 8 de Outubro, 20 grandes nomes do Fado vão subir ao palco do Coliseu para cantar temas inesquecíveis.

Uma noite durante a qual se vai cantar a história do fado, nas vozes de:

Celeste Rodrigues
Nuno da Câmara Pereira
Maria Armanda
Vicente da Câmara
Ada de Castro
António Pinto Basto
Hélder Moutinho

----- COMMENT: AUTHOR: manuelaferreira [Visitante] DATE: Tue, 20 Mar 2012 15:29:33 +0000 URL:

Gosto muito da radio Sim tenho sempre os radios cá em casa e até no parque de campismo,ligados na radio Sim,agora estou a ouvir os discos pedidos,e durante a noite tambem está ligado o rádio da mesa de cabeceira,voces são espetaculares,continuem assim que são muito bons e muito simpaticos.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Tsuquida Hideco (fadista japonesa) BASENAME: tsuquida-hideco-fadista-japonesa DATE: Sat, 24 Sep 2011 08:41:23 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Também há fadistas na Ásia, no Japão:

http://www.fado.jp/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fadista esquecido (Carlos Zel) e a internete BASENAME: fadista-esquecido-carlos-zel-e-a-internete DATE: Sat, 17 Sep 2011 11:20:10 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Carlos Zel, fadista esquecido, canta o fado da internete:

Fado da Internet
Letra e música: Daniel Gouveia

O Fado p'ra ser castiço não é, por isso, antiquado.
Deve, até, ser "p'ra frentex" e assim é que se trata hoje o fado.
Graças ao computador, p´ra se compor com grande afã,
digita-se um teclado e o resultado vê-se no ecrã.

Pode-se falar de tascas, rameiras rascas, vida indecente,
mas não se vai à taberna e quem alterna é a corrente.
Pode o faia ser gingão, falar calão, andar à crava,
pode a fadista usar xaile, mas é num "faile" que isto se grava.

Para que a gralha se evite, faz-se um "dilite" e, a seguir,
se a memória já não vive, faz-se "ritrive" no mesmo "dir".
"Enter" que estás a agradar, convém salvar, se a coisa int'ressa.
Mal a letra se define, com "printescrine" sai logo impressa.

Com o título ninguém teime: faz-se "rineime", nem se discute.
E, se a CPU pendura, tudo tem cura, basta um "rebute".
Guitarras virtualizadas, vozes filtradas por fios elétricos,
o Fado ativa circuitos e os seus intuitos são cibernéticos.

Já não se escreve em toalha a boa malha que vem à mente.
Esse bom tempo findou-se, agora é "uíndous" o ambiente.
O fado é feito com "bits", em "microchips", mora em "disquete",
mas não deixa de ser fado. Está paginado na "Internete".

Outro fado sobre a internete:

----- COMMENT: AUTHOR: Antonio Valente Reis [Visitante] DATE: Mon, 26 Aug 2013 01:26:21 +0000 URL:

Só mesmo um Grande Senhor do Fado, Daniel Gouveia, conseguiu por os Internautas a divulgarem o Fado da…e na Internet.Grato.

----- COMMENT: AUTHOR: Francis [Visitante] DATE: Wed, 31 Jul 2013 12:08:16 +0000 URL:

De nada, amigo.
Eu sou desses velhos tempos e tenho ate uma ou duas historias engraqcadas para contar que involve o Carlos (antes de ele ser conhecido) mas nao interessa. O Carlos era muito bom rapaz, muito justo e honesto. Eu dava-me mais com o irmao dele, conhecido na Parede como “o Frazão". Fez-me impressao quando soube da morte do Carlos Zel. Ele sempre me pareceu ser uma pessoa saudavel. O Carlos morreu com que, sabe ?
Muito bom ‘website’ sobre o Carlos Zel

----- COMMENT: AUTHOR: Francis [Visitante] DATE: Wed, 31 Jul 2013 08:28:43 +0000 URL:

Eu sou tambem da Parede como o Carlos Zel. Eu era amigo do irmao do Carlos. Lembro-me de ver o Carlos na Parede todos os dias. Ainda me lembro do pai dele ate onde eles viviam nessa altura, nao muito longe da estacao de comboios, tudo muito antes do Carlos de ser conhecido. A primeira e unca vez que vi o Carlos actuar foino antigo cinema da Parede, no verao de 1968.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Outra "Carta a Lisboa" (Carminho) BASENAME: outra-carta-a-lisboa-carminho DATE: Tue, 06 Sep 2011 17:35:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Fado alexandrino do Rocha (Diogo Clemente & Ricardo Rocha)

Tal qual o velho Tejo e as águas p'ra depois,
Aqui me tens na espera de quem partiu de mim.
Em ti Lisboa eu vejo as horas de nós dois
E sei não ser quem era num tempo antes do fim.

Como eu, barcos parados cansados deste mar,
Ocultam liberdades na frágil luz das velas
Que às mãos doutros recados que o vento quis roubar
Perderam-se as saudades, fecharam-se as janelas.

Assim vivo comigo num rio de mim p'ra mim.
Maiores os dias de hoje são menos que outros dias
Talvez por ser abrigo dalguém que antes do fim
Me chega e que me foge deixando as mãos vazias.

E há tanto por dizer nas linhas desta dor
Que a voz do que magoa confunde-me o desejo
Aqui espero por ter o rio do meu amor
Correndo em ti Lisboa tal qual o velho Tejo.
----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Carminho: entrevistas e documentos vários BASENAME: carminho-entrevistas-e-documentos-varios DATE: Sat, 03 Sep 2011 14:55:32 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:
----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Alguns fadistas e lugares (II) BASENAME: alguns-fadistas-e-lugares-ii DATE: Fri, 02 Sep 2011 15:27:02 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Primeira parte: http://agal-gz.org/blogues/index.php/fado/2005/06/29/alguns_fadistas_e_lugares

JOANA AMENDOEIRA (Santarém 30/9/1982)
Joana Amendoeira
Uma das minhas preferidas.
Prémio Revelação 2004 da Casa da Imprensa
.

http://www.joanaamendoeira.pt/
Para ouvir: http://www.joanaamendoeira.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=71&Itemid=115
Ouvir e ver:
http://hmmusica.com/ecards/joanaamendoeiraec.html
Ouvir mais:
http://profile.myspace.com/index.cfm?fuseaction=user.viewprofile&friendid=129766431
Blogue de Joana Amendoeira: http://joanaamendoeira.blogspot.com/
Outro:
http://profile.myspace.com/index.cfm?fuseaction=user.viewprofile&friendid=129766431&MyToken=34bc6179-bf7e-4345-a7cf-7a53a03edaba
Rádio Joana Amendoeira: http://cotonete.clix.pt/listen/silver/relacionados/?template_path=/listen/relacionados/&version=7&related_artist_radio_id=1274
Clube de fãs: http://clubefasjoanaamendoeira.ismywebsite.com/
Fãs:
http://www.hi5.com/friend/group/2495621--Grupo+de+f%C3%83%C6%92%C3%82%C2%A3s+da+Joana+Amendoe--front-html

JOANA COTA (Monsanto [Alcanena] 8/11/1989)

http://alcanena-online.blogspot.com.es/2009/03/joana-cota-vence-eliminatoria-de-fado.html

JOANA RECHARTE (Madeira)

http://www.youtube.com/user/Recharte
http://www.myspace.com/joanarecharte

JOÃO BRAGA

JOÃO BRASA ou JOÃO BRAZA


Clip de João Brasa Vem Daí, Anda Comigo

http://www.deezer.com/en/music/joao-brasa/fado-que-sonhei-139785#music/joao-brasa

JOÃO CHORA (Chamusca)
João Chora
http://www.joaochora.com/
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1279

JOÃO FERREIRA ROSA
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1283

JOÃO FICALHO (Borba 6/3/1951)

JOÃO PEDRO
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1288

JOÃO VILLARET
João Villaret
http://www.cynergi.net/cv/mndn/homenag.htm

JORGE FERNANDO (Lisboa 8/3/1957)
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1345

JOSÉ CID ["a mãe do rock português"] (Chamusca 4/2/1942)

http://www.josecid.com/

JOSÉ DA CÂMARA (23/5/1967)
José da Câmara
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1357

JOSÉ GONÇALEZ
Zé Gonçalez

Blog: http://josegoncalez.blogs.sapo.pt/
Para ouvir:
http://www.deezer.com/fr/jose-goncalez.html
http://www.radiodespertar.net/

JOSÉ LAMEIRAS (Alijó)
José Lameiras

Blogue: http://joselameiras.blogs.sapo.pt/
http://joselameiras.planetaclix.pt/
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=12272
http://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Lameiras

JOSÉ MANUEL BARRETO
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1363

JOSÉ NUNES (Porto 1916, Lisboa 1979)
José Nunes com Amália
http://www1.uni-hamburg.de/clpic/tematicos/musica/aci/nunes_jose.html

JOSÉ PRACANA (Ponta Delgada 18/3/1946)

http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt/126844.html

JUAN SANTAMARÍA (Ayamonte [Espanha])

http://www.juansantamaria.eu/PORTUGUES/DISCOGRAFIA/Juan%20Ramon%20Jimenez%20en%20Fado.html
http://www.attambur.com/Noticias/20042t/juandesantamaria.htm

JÚLIA FLORISTA (m. 1925)
http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt/tag/a+j%C3%BAlia+florista

JÚLIA MENDES

http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt/
http://fadocravo.blogspot.com/2007_03_01_archive.html

JÚLIO PERES
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1388

JÚLIO SILVA
Júlio Silva
http://www.portaldofado.com.br/perfil.htm

JÚLIO VIEITAS
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1389

KÁTIA GUERREIRO (África do Sul 1976)
Kátia Guerreiro
[youtube]z1WYNx6nwW0[/youtube]
[youtube]Ppmz88RbyWc[/youtube]
Médica que canta o fado. "Tradicionalista".
Considerada já "a herdeira de Amália"!
http://katiaguerreiro.blogs.sapo.pt/

LENITA GENTIL

http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1502

LEOPOLDINA DA GUIA
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1510

LIANA (Coimbra)
Liana
[youtube]wqygjGAFaUo[/youtube]
[youtube]Z3b3ZDDJ2qk[/youtube]
http://www.lianapt.com/
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1519

LILIANA SILVA
[youtube]RJ0HKEdpN70[/youtube]

LINA MARIA ALVES
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1525

LUCÍLIA DO CARMO (Portalegre 1920, Lisboa 1999)

http://www.youtube.com/watch?v=MGW92e3FE9k&feature=artist&playnext=1&list=AVGxdCwVVULXeGbdrWhDHwiA19TmCptLdi
http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt/43146.html

LÚCIO BAMOND
http://luciobamond.tripod.com/fado/

LUÍSA ROCHA

http://pt.wikipedia.org/wiki/Luisa_Rocha

LUÍSA VILAS BOAS (Barcelos 8/7/1980)

http://luisavilasboasfadista.blogspot.com/
http://www.myspace.com/luisavilasboasfado

LULA PENA (Lisboa)
http://attambur.com/Noticias/20012t/phados_de_lula_pena.htm [phados]

MADALENA IGLESIAS (Lisboa 24/10/1939)

[youtube]KVZLpX36NGw[/youtube]
http://pt.wikipedia.org/wiki/Madalena_Iglesias
http://www.macua.org/biografias/madalenaiglesias.html
http://cotonete.clix.pt/artistas/biografia.aspx?id=1613

MAFALDA ARNAUTH (Lisboa 4/10/1974)
Mafalda Arnauth
[youtube]waENbnU_LeU[/youtube]
Fadista "sanguínea".
Blog de Mafalda Arnauth: http://www.fadiario.blogspot.com/
Para ouvir fado Arnauth: http://www.mafaldarnauth.com/index_pt.html
http://www.arlindo-correia.com/080801.html (Mafalda Arnauth e outros)

MAGDI RÚZSA (Sérvia)

MANUEL CARDOSO DE MENEZES
http://worldmusic.nationalgeographic.com/worldmusic/view/page.basic/album/content.album/fados_and_fadistas_35484

MANUEL DE ALMEIDA (1922, 1995)
Manuel de Almeida
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1634

MANUEL MIRANDA (França)

MANUELA CAVACO (Montijo [Portugal])
Manuela Cavaco
"Tradicional".
http://www.manuelacavaco.tk/
http://abrali.com/manuelacavaco/
http://www.portuguesetimes.com/Ed_1753/Artes/br01.htm
http://attambur.com/Arquivo/Curtas/arquivo_curtas_Janeiro_2005.htm

MANUELA ROQUE (Montijo [Espanha])
http://www.manuelaroque.com/
http://www.redextremadura.com/noticias/noticia.asp?pkid=70723
Uma fadista da Estremadura espanhola.

MARCELA ORTIZ AZNAR (México)

http://www.myspace.com/poeticasaudadefadobelem
http://www.geocities.com/maoraz2001/psfb.html

MARGARIDA BESSA (Alentejo)
Margarida Bessa

http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=11174
http://www.mp3.com/artist/margarida-bessa/summary/

MARGARIDA GUERREIRO (Montemor-o-Novo)
Margarida Guerreiro

http://www.margaridaguerreiro.org/
http://palcoprincipal.clix.pt/margarida_guerreiro/blog
http://pt.wikipedia.org/wiki/Margarida_Guerreiro
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=9394

MARIA ALBERTINA (Lisboa 1912)
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1656

MARIA AMÉLIA PROENÇA
http://www.ocarina-music.pt/Artistas/Fado/MariaAmelia.htm

MARIA ANA BOBONE (Porto 1974)
Maria Ana Bobone

http://www.mariaanabobone.com/
Rádio Maria Ana Bobone: http://cotonete.clix.pt/listen/silver/relacionados/?template_path=/listen/relacionados/&version=7&related_artist_radio_id=1660
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1660
http://www.arlindo-correia.com/100905.html
http://attambur.com/Noticias/20061t/mariaanabobone_nomedemar.htm
http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=188202&idselect=185&idCanal=185&p=94
http://macua.blogs.com/o_fado_e_portugal/2006/02/cheguei_ao_fado.html
http://discodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=6&id_news=17483

MARIA ARMANDA (1942)
Maria Armanda
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1661
Rádio Maria Armanda:
http://cotonete.clix.pt/listen/silver/relacionados/?template_path=/listen/relacionados/&version=7&related_artist_radio_id=1661

MARÍA BERASARTE (País Basco, Espanha)
Fado em espanhol.


http://www.myspace.com/mariaberasarte
http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx?contentid=8807ADF9-D68D-4D24-8B70-01331F4B451B&channelid=00000185-0000-0000-0000-000000000185
http://www.elmundo.es/elmundo/2009/06/11/cultura/1244744475.html

MARIA DA FÉ
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1669

MARIA DA NAZARÉ
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1670

MARIA DO ESPÍRITO SANTO
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1678

MARIA FERNANDES
http://www.mariafernandes.nl/

MARIA JOÃO QUADROS
Maria João Quadros
http://www.zonamusica.pt/pages/ZM00104.htm
http://cancoesdotiago.blogspot.com/2005/07/fado-mudo.html

MARIA JOSÉ DA GUIA (Angola 16/10/1929, Lisboa 1992)

http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt/82351.html
http://fadocravo.blogspot.com.es/2009/01/maria-jos-da-guia-no-me-venhas-ver-ao.html
http://www.memoriascomvida.org/index.php?option=com_content&task=view&id=117&Itemid=88888908

MARIA MENDES (Unhais da Serra)

http://www.artistaspt.com/?artista=25

MARIA PEREIRA
Maria Pereira
http://www.oreil.net/fado.htm (fado Pechincha)
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1692

MARIA TERESA DE NORONHA (Lisboa 7/11/1918, Sintra 4/7/1993)
Maria Teresa de Noronha
http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=6852
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1693

MARIA VALEJO
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1694

MARIANA POPOVA (Bulgária 6/6/1978)
http://bg.wikipedia.org/wiki/%D0%9C%D0%B0%D1%80%D0%B8%D0%B0%D0%BD%D0%B0_%D0%9F%D0%BE%D0%BF%D0%BE%D0%B2%D0%B0

MARIANA SILVA

MARISA PINTO

MARITINA (Alentejo)
Maritina
http://www.maritina.com/

MARIZA (Moçambique 16/12/1973)
Cantadeira de fados.
"Melhor artista europeia de 2003 de World Music".
Mariza

http://www.mariza.com/
http://www.myspace.com/fadomariza
Para ouvir:
http://www.agal-gz.org/modules/My_eGallery/gallery/Som/Musica/Mariza_Transpare.mp3
http://www.agal-gz.org/modules/My_eGallery/gallery/Som/Musica/10_Mariza_-_Fad.mp3
Mariza na TSF à conversa com Carlos Vaz Marques em 2003:
http://www.tsf.pt/audio/2003/04/noticias/29/PT1.asx
http://www.tsf.pt/audio/2003/04/noticias/29/PT2.asx
http://www.tsf.pt/audio/2003/04/noticias/29/PT3.asx
Na Wikipédia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Mariza

MARLENE (Alentejo)

MARLINE COSTA
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1718

MARLY GONÇALVES (Santos, Brasil)
[youtube]1YgQ03hPR2k[/youtube]
http://marlygoncalves.blogspot.com/

MARTA RAMALHO (Riachos 1979 ou 1980)
http://fadosecompanhia.blogspot.com/

MAX (Madeira 1918, 29/3/1980)
[youtube]zwHsv_AsSqg[/youtube]
Max
http://www.instituto-camoes.pt/cvc/disco/136/disco136.html

MERCÊS DA CUNHA REGO
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1770

MIGUEL CAPUCHO
Miguel Capucho
http://www.miguelcapucho.com/index2.html
http://www.casadelinhares.com/pt/Fado/Miguel.htm
http://fado.com/index.php?lang=pt

MIGUEL SANCHES
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1794

MILENE CANDEIAS (29/6/1985)

http://pt.wikipedia.org/wiki/Milene_Candeias

MÍSIA (Porto 1955)
Mísia
http://www.pt.misia-online.com/
http://www.lyrics.misia-online.com/

MÓNICA TRIGA (1968)
http://www.monicatriga.nl/Taalkeuzemenu.html

MONIZ TRINDADE
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1836

NATALINO DUARTE (Lisboa 1935, 2003)
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1882

NÉVOA (Catalunha, Espanha)
Névoa
A Núria Piferrer é uma fadista catalã!
[youtube]hQ8p2WzbsLw[/youtube]
http://www.nevoa.com/
Blogue: http://www.lanevoaijo.blogspot.com
No youtube (a falar e a cantar):
http://es.youtube.com/watch?v=hQ8p2WzbsLw
http://www.tradicionarius.com/concerts/maig/nevoa.htm
http://www.sanostra.es/recweb/publ001.nsf/0/F6389259C85F86DAC1256FF8003A75FC?OpenDocument&lang=02

NUNO DA CÂMARA PEREIRA (Lisboa 19/6/1951)
Nuno da Câmara Pereira
http://web.tiscali.it/nunodacamarapereira/
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1931
Um monárquico na Assembleia da República:
http://www.parlamento.pt/DeputadoGP/Paginas/Biografia.aspx?ID=2160

NUNO DE AGUIAR
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1932

ONDINA SANTOS (Santa Comba Dão 1978)
Ondina Santos
http://www.fcastelo.net/galeria/album04/DSC_0920

PATRÍCIA DUARTE

PATRÍCIA LEAL (Évora)

http://www.home.versatel.nl/nullnull/novosfadistas.html

PAULA TEIXEIRA

http://paulateixeira.armazemdossites.com/
http://www.youtube.com/user/Paulateixeirafado

PAULO BRAGANÇA

http://pt.wikipedia.org/wiki/Paulo_Bragan%C3%A7a
http://www.myspace.com/paulobraganca
http://ckuik.com/Paulo_Bragan%C3%A7a

PAULO DE CARVALHO
[youtube]RDRM2dJQDws[/youtube]
Paulo de Carvalho
http://www.paulodecarvalho.com/
Sem ser fadista estricto, é o autor de Lisboa, menina e moça e de Cores de fado.

PAULO FILIPE (Canadá)
[youtube]Ti0C3YcrVw4[/youtube]
http://profile.myspace.com/index.cfm?fuseaction=user.viewprofile&friendID=39506366

PEDRO LISBOA
http://attambur.com/Arquivo/Agenda/agenda_novembro_2000.htm

PEDRO MOUTINHO (Oeiras 11/11/1976)
Pedro Moutinho
http://www.pedromoutinho.com/

PEDRO VILAR
Pedro Vilar
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=2026
http://www.fadistas.com/pedrovilar/index.html
Para ouvir: http://www.fadistas.com/pedrovilar/musica.html

PIEDADE FERNANDES

http://www.myspace.com/piedadefernandes

QUATRO CANTOS
António Pinto Basto, Maria Armanda, Teresa Tapadas e José da Câmara

http://www.c2e.pt/quatro_cantos.html

QUINTETO AMÁLIA
http://attambur.com/Noticias/20024t/quinteto_amalia.htm
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=7988

RAQUEL PETERS (Albufeira 1984)
Raquel Peters
Vencedora da Grande Noite do Fado 2005
[youtube]lBRjxTKPukg[/youtube]
http://www.myspace.com/raquelpeters
http://pt.wikipedia.org/wiki/Raquel_Peters
http://fadosaosul.com/content/view/7/4/
Entrevista:
http://media.sbs.com.au/audio/portuguese_2006-09-22_f61425693.mp3

RAQUEL TAVARES (Lisboa 11/1/1985)
Raquel Tavares

[youtube]bb1oTyYhzLQ[/youtube]
Vencedora da Grande Noite de Fado 1997
http://profile.myspace.com/index.cfm?fuseaction=user.viewprofile&friendID=131553478
http://www.attambur.com/Noticias/20062t/raquelTavares.htm
http://www.casadelinhares.com/pt/Fado/RaquelTavares.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Raquel_Tavares
http://videos.sapo.pt/movieplay/playview/4

RAUL PEREIRA
[youtube]reCobwNI24M[/youtube]

RICARDO RIBEIRO
http://www.agenciareuniao.pt/artistas.php?artistaID=45

RICARDO MESQUITA
(Miragaia-Porto 22/2/1982)
http://ricardomesquitafado.com.sapo.pt/

ROBERTA MIRANDA (João Pessoa [Paraíba] 28/9/1956)

http://www.robertamiranda.com.br/

RODRIGO (Lisboa 1941)
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=2215

RODRIGO COSTA FÉLIX (Lisboa 20/2/1972)
http://webserver.cm-lisboa.pt/servicos/camlatina/natascha_rosemberg_e_rodrigo_felix.htm

ROSA NEGRA
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=13668
http://www.espantaespiritos.com/site/detalhe_artista.aspx?id=45&lang=PT

ROUXINOL FADUNCHO

http://www.rouxinolfaduncho.com/
http://www.myspace.com/rouxinolfaduncho

RUTE SOARES (Lisboa 15/1/1981)

http://www.myspace.com/rutesoaresfado

SANDRA CORREIA


http://www.myspace.com/sandracorreia

SARA
Sara
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=2276

SARA CONDINHO (Alcanena, 11/1/1988)

Vídeos: http://www.fadotv.com/portal/pt/videos/viewcategory/1/fados.html?start=315
http://ctsp.wordpress.com/2011/04/18/noite-de-fados-com-sara-condinho/

SÉRGIO MARQUES (Porto 28/7/1949)

Fado operário
http://www.youtube.com/user/sergiomarquessantos
https://www.facebook.com/sergiomarquesfado

SÍLVIA FILIPE (Montpellier, França)

http://animesp.com.sapo.pt/silvia_filipe.htm
http://www.ocarina-music.pt/PT/ArtistasPThtm/Silvia.htm
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=12740
http://webserver.cm-lisboa.pt/fonoteca/cgi-bin/pesquisa.pl?cp1=AUT&trm1=Sílvia+Filipe&tipo=*&cp2=TIT&trm2=&bd=CDBIB&area=all&lg=1

SONS DO TEJO
[Cristiana Pereira, Milene Candeias e Rute Soares]

SUSANA LOPES (França)

http://susana-lopes-fado.blogspot.com/
http://www.myspace.com/susanalopes

SUZANA
Suzana
http://www.suzana-fado.com/
http://www.setevidas.com/suzana.htm
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=12273

TERESA SALGUEIRO (Lisboa 8/1/1969)

https://www.facebook.com/pages/Teresa-Salgueiro/223506324361259

TERESA SILVA CARVALHO
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=2493

TERESA SIQUEIRA

http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=2494
Rádio: http://cotonete.clix.pt/listen/silver/relacionados/?template_path=/listen/relacionados/&version=7&related_artist_radio_id=2494

TERESA TAPADAS (Ricachos 10/5/1977)
Teresa Tapadas

http://teresatapadas.net/
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=2495

TERESA TAROUCA (Lisboa 1947)

Rádio Teresa Tarouca:
http://cotonete.clix.pt/listen/silver/relacionados/?template_path=/listen/relacionados/&version=7&related_artist_radio_id=2496
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=2496
Clube de Fãs: http://clubefansteresatarouca.blogspot.com/

TONY DE MATOS
http://vaskyssimo.imeem.com/music/QrlLghco/tony_de_matos_o_fado_mora_em_lisboa/

TRINADUS
http://www.biscoitofino.com.br/bf/art_cada.php?id=109
http://diariodigital.sapo.pt/disco_digital/news_history.asp?section_id=5&id_news=821
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=5106

TRISTÃO DA SILVA

http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=2609

VALÉRIA MENDEZ
http://fadista-valeria-mendez.weblog.com.pt/

VANESSA ALVES (1985)
Vanessa Alves

http://www.festadoavante.pcp.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=30&Itemid=29
http://www.nowtorrents.com/torrents/vanessa-alves-fado.html

VÂNIA DUARTE (Benavente 13/10/1984)

http://www.myspace.com/vaniaduartefado

VASCO RAFAEL

VASCO SANTANA

VICENTE DA CÂMARA (Lisboa 1928)
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=2656

VITORINO

http://www.pflores.com/vitorino/

YOLANDA SOARES
http://www.yolandasoares.com/
[youtube]ENnI_LaZC3w[/youtube]

FADISTAS E OUTROS, TAMBÉM AQUI:
http://arlindo-correia.com/indice1.html

ÚLTIMA EDIÇÃO: 27 de abril de 2015.
Mariza mais uma vez

Obrigado,
Angelina Pinto,
Augusto Graça,
Catarina Rocha,
Elisabete Veiga,
Enfado,
Filipa Maltieiro (Rodrigues),
Helena Sarmento,
Jenyfer Rainho,
Joana Amendoeira,
Joana Cota,
José Gonçalez,
José Lameiras,
Júlio Silva,
Kátia Guerreiro,
Manuela Cavaco,
Marcela Ortiz Aznar,
Névoa,
Odete Fernandes,
Raquel Peters,
Ricardo Duarte de Oliveira,
Ricardo Mesquita,
Susana Lopes,
Teresa Salgueiro
e leitores participantes
por colaborar com este blogue!

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fadistas novos (ou novos fadistas) vistos do Brasil BASENAME: fadistas-novos-ou-novos-fadistas-vistos-do-brasil DATE: Thu, 25 Aug 2011 06:12:19 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Canto de fadas

Uma nova geração de fadistas renova o gênero português imortalizado pela diva Amália Rodrigues


Plantão | Publicada em 22/08/2011 às 08h32m
Luiz Felipe Reis (luiz.reis@oglobo.com.br)


A cantora Joana Amendoeira

RIO - A brisa que sopra do Tejo não é a única fonte de ar fresco a invadir as sinuosas ruelas do centro histórico de Lisboa. Nos arredores de Alfama, Madragoa, Chiado e Bairro Alto, entre o subir e o descer das ladeiras, no abrir e fechar das portas de clubes e casas noturnas, as arredondadas melodias do fado vêm circulando com outros contornos. Desafiando a crise econômica que acinzenta o ânimo do país, paira na capital e em outros cantos da terrinha uma aura de renovação e criatividade, sobretudo artística, através de uma nova geração de cantoras de fado.

Assim como no Brasil, em que vozes femininas surgem aos borbotões, são elas que dominam os lançamentos do gênero em Portugal, renovando uma cena alimentada também por vozes masculinas de destaque, como as de António Zambujo e Camané. Nomes como Ana Moura, Mafalda Arnauth, Joana Amendoeira, Katia Guerreiro, Cuca Roseta, Raquel Tavares e Ana Marta têm moldado suas carreiras por um olhar que moderniza o mais tradicional gênero musical português, sem deixar de lado sua essência. Elas rompem fronteiras pela experimentação lírica dos poemas musicados, pela escolha da instrumentação que colore os arranjos e pelo modo sutilmente menos dramático como interpretam o que chamam de "verdade da alma".

Sem negar a influência do ícone maior da música lusitana, Amália Rodrigues (1920-1999), e aproveitando o caminho aberto pelo sucesso de cantoras como Mariza e Mísia, as novas fadistas trazem assinatura própria, oferecem outras bossas ao gênero e vêm atingido novos públicos.

- Essa procura de sintonia com uma audiência mais diversificada ocorre depois da morte de Amália Rodrigues. É como se a sua morte tivesse aberto portas a toda uma geração que sentia o peso da sua sombra imponente - diz o crítico de música Vitor Benlaciano, do jornal "Público".

O jornalista enxerga pontos de contato entre essas vozes atuais do fado:

- A maioria aposta numa linguagem de continuidade clássica. Porém, mesmo uma música que parece fechada em si pode ter outros desenvolvimentos.

Mas como renovar um gênero que resguarda a tradição como seu maior trunfo?

- Essa é uma das grandes dúvidas e das mais problemáticas questões do fado. Algo que separa os puristas, que apenas valorizam e reconhecem os tradicionais, dos apoiadores da evolução e da modernidade - diz a cantora Joana Amendoeira, de 28 anos. - Mas a essência nunca morre, porque é adaptável ao tempo. Penso que existe um equilíbrio possível entre passado, presente e futuro. A prova está na história do fado.

A cantora lembra os sucessivos ataques que Amália Rodrigues sofreu quando passou a interpretar canções de Alain Oulman, que veio a se tornar um de seus mais importantes parceiros.

- Ele criou inúmeros fados que à época chamavam de óperas, e hoje são considerados grandes clássicos - explica Joana. - Ao longo dos últimos 150 anos, o gênero evoluiu em todos os níveis, no modo de tocar e cantar, nos temas.

Num gênero em que experiências do passado são ingredientes essenciais para se atingir a "verdade das emoções e sentimentos", mulheres na casa dos 20 e 30 anos teriam vivência suficiente para garantir integridade ao fado?

- É necessário maturidade para sentir a poesia e a intensidade do fado. Foi só a partir da adolescência que fui interiorizando cada ensinamento - conta Joana. - Antes, me apaixonava por melodias e certas letras descritivas, não compreendia outros tipos de poemas, para expressá-los com a verdade da alma tão necessária para que aconteça o fado. Um fadista canta sua vivência, e aos 40 anos com certeza terei muito mais para enriquecer meu canto, como tenho agora aos 28 em relação aos meus 18.

Alçada a aposta após ter sido descoberta pelo compositor argentino Gustavo Santaolalla ("Diários de motocicleta" e "O segredo de Brokeback Mountain"), que acabou produzindo seu disco de estreia, "Cuca Roseta" (2011), a lisboeta Isabel "Cuca" Roseta, de 29 anos, concorda, mas aponta outros caminhos:

- Habituamo-nos desde pequenos a ver o fado cantado por pessoas mais adultas - diz. - Ele canta uma verdade emocional, um peso, uma experiência de vida. Descreve os sentimentos de um povo e traz uma cadência melancólica, notas em tom menor que carregam a cultura de um país junto ao mar, saudosista, fatalista. Mas, se o fado conta só as histórias da experiência, esse não é o fado que faz com que um jovem se identifique. Com o surgir de fadistas mais novos, surgem repertórios frescos, que atingem os jovens.

E o que fazer para seduzir novos ouvintes?

- Pensei em cantar uma Lisboa colorida de marchas, manjericos, amor e saudade - diz Cuca.

Navegando entre o fado clássico e peças recentes, buriladas por gente como o produtor e compositor Jorge Fernando, um dos mais requisitados do novo fado português, a cantora Ana Moura, que se apresenta no Rio na próxima sexta-feira, no festival Back2Black, acredita que a renovação em sua música vem dos arranjos tecidos pelos instrumentistas e dos versos de poetas e letristas sintonizados com o cotidiano.

- No último disco, resgatei a sonoridade das duas guitarras portuguesas em diálogo - diz a cantora, de 31 anos, tida como a mais importante fadista da atualidade. - Mas hoje os músicos têm uma abordagem diferente em relação ao instrumento, e é isso que torna a sonoridade contemporânea.

Ana Moura não enxerga uma pretensão consciente de atualizar o gênero. Nem entre as cantoras nem entre os poetas e letristas do novo fado.

- Essa aura moderna surge de letras que carregam naturalmente uma linguagem mais atual - explica. - Nós temos o fado como um modo de expressão da alma, então trazemos inconscientemente essa modernidade. Se os sentimentos não mudam ao longo dos tempos, a forma como lidamos com eles é diferente de geração para geração.

HomemLegal 22/08/2011 - 12h 39m

Amo o fado. O fado é alma de todos os Lusófonos (Brasileiros e Portugueses). Não é só a alma de Portugal, mas, também do Brasil (vide a música de raiz do Brasil - caipira). Viva o fado e sua beleza. O fado nunca morrerá!

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? Denuncie aqui

guifred - e-mail22/08/2011 - 10h 49m

Assisti a um show de Ana Moura em Lisboa. Quando ela canta fado, é impressionante. Tem uma força e uma emoção muito intensas. O problema é quando esbarra no repretório á la Ana Carolina. Aí fica puxado!!

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? Denuncie aqui

Cezar Augusto Miranda Guedes22/08/2011 - 10h 45m

O fado tem a ver com uma lógica que nos ultrapassa. Por isso não precisa de luzes e efeitos especiais. Uma mulher, dois ou três músicos e só. A partir disso, as amarras se soltam. Benvinda Joana!

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? Denuncie aqui

nordestina 22/08/2011 - 10h 13m

Amo o fado, em todas as suas versões.

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? Denuncie aqui

Luiz Felipe dos Santos22/08/2011 - 09h 50m

Muito boa a abordagem sobre esse tipo de canção, que é carregada de sentimentos em sua letras. Sou fã do "fado novo "nas vozes dessas interpretes citadas.Porem foram omitidos os nomes das duas principais interpretes desse novo fado...A CRISTINA BRANCO,o fado em alto nivel , em que no seu dvd interpreta Amalia, gravado ao vivo na Holanda, com otimos musicos e a guitarra de Jose Manoel Neto. E a maior revelação atual do fado que chama´-se CARMINHO, e quem a ouve credencia como a melhor

Este comentário é ofensivo ou inapropriado? Denuncie aqui

Todos os comentários (5)

Fonte:
http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2011/08/21/uma-nova-geracao-de-fadistas-renova-genero-portugues-imortalizado-pela-diva-amalia-rodrigues-925173181.asp

----- COMMENT: AUTHOR: duarte de almeida [Visitante] DATE: Wed, 14 Dec 2011 22:55:50 +0000 URL:

De entre as novas vozes capazes de abrir novos caminhos, sugiro que ouçam HELENA SARMENTO no seu primeiro trabalho, FADO AZUL. Alguns dos temas estão disponíveis em
http://www.myspace.com/ahelenasarmento
http://pt-br.facebook.com/helenasarmento

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fado(s) em Olivença (21.VII.2011) BASENAME: fado-s-em-olivenca-21-vii-2011 DATE: Wed, 20 Jul 2011 08:20:48 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://alemguadiana.blogs.sapo.pt/128724.html

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Nasce a Antena 1 Fado (10.VI.2011) BASENAME: nasce-a-antena-1-fado-10-vi-2011 DATE: Thu, 09 Jun 2011 09:56:04 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

http://www.rtp.pt/wportal/popups/player_dalet.php?canal=antena1fado

----- COMMENT: AUTHOR: River [Visitante] DATE: Mon, 03 Sep 2012 20:31:52 +0000 URL:

ANTENA 1 FADO ? PORTUGAL

http://tv1.rtp.pt/wportal/popups/swf/radiov2.swf?file=antena1fado80a&streamer=rtmp://h2j2.rtp.pt/liveradio&radioname=R%C3%A1dio%20Antena%201%20Fado

----- COMMENT: AUTHOR: mario castro [Visitante] DATE: Wed, 07 Dec 2011 07:50:23 +0000 URL:

Ola
tenho radio internet e gostava de houvir esta radio com minha familia sem que esteija no pc, queria que me manda-se por favor url/stream desta radio
com os meus melhores comprimentos
Mario Castro

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Sun, 19 Jun 2011 16:13:19 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Atenção! Isto é um blogue particular e nada tem a ver com nenhuma rádio. Obrigado.

----- COMMENT: AUTHOR: duarte de almeida [Visitante] DATE: Sun, 19 Jun 2011 14:08:08 +0000 URL:

tenho apreciado o lugar dado aos novos discos e aos novos fadistas. é o caso de HELENA SARMENTO. tem passado o “fado 23 de agosto” e “o novo dado da sina". seria possível incluírem na vossa selecção também o “fado dos meus pssos” (fado menor) e, em especial, o “respiração", que contém palavras extraordinárias, muito bem ditas, na melodia do “fado vitória"?
obrigado.
duarte de almeida

----- COMMENT: AUTHOR: vitor santos [Visitante] DATE: Wed, 15 Jun 2011 16:48:03 +0000 URL:

viva há que premover e dar o fado há juventude e lançalos para o feturo e nao fazer o que esta a fazer atualmente o canal 1 que é ainda um canal pubilico,que esta a dar mais valor aus muitos e mais belhos que ja tem pouco a dar au feturo e os que tem no mino 16 anos a rtp nao os esta a volerizar e eles juventude fica tristes da rtp valorizar os mais velhos que estao com u pe na cova se sao esses o feturo ai ja entao ja nao sei o que e o feturo, e ha que acabar com as comadres e os compadres e viva as novas jeraçoes esses sim serao o nosso feturo o feturo nao é e nao sera os ditos terçeira idade na rtp 1 so se ve a ir as finais e a cantar mal e a fetura jeraçao sao mandados para tras e a rtp esta a fazer isso eu propio mae sinto triste do que tenho visto e de terem votantes que nada perçeve de fado

----- COMMENT: AUTHOR: Júlio Soares [Visitante] DATE: Wed, 15 Jun 2011 12:52:45 +0000 URL:

muito obrigado pelo magnifico programa que esta vossa e nossa rádio nos dá,que é o fado,adoro o fado sou fadista amador e por isso espero aprender muitas coisas sobre o fado, um abraço e muita saúde para todos desse e nosso bonito programa que é o fado. JS

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Mas como é que nasceu o fado? BASENAME: mas-como-e-que-nasceu-o-fado DATE: Sun, 20 Mar 2011 09:35:50 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Canta: Mariana Silva

Canta: Fábia Rebordão

Canta: Carlos Ramos

http://www.google.pt/search?source=ig&hl=pt-PT&rlz=&=&q=%22como+%C3%A9+que%22&btnG=Pesquisa+do+Google#sclient=psy&hl=pt-PT&cr=countryPT&tbs=ctr:countryPT&q=nasceu+fado&aq=f&aqi=&aql=&oq=&pbx=1&fp=97886a4241905390

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Lisboas no fado BASENAME: lisboas-no-fado DATE: Tue, 08 Feb 2011 11:23:40 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

RAQUEL TAVARES:

SANDRA CORREIA:

LINA MARIA ALVES:

KÁTIA GUERREIRO:

FERNANDO FARINHA:

BEATRIZ DA CONCEIÇÃO:

HERMÍNIA SILVA:

AMÁLIA RODRIGUES (versão própria):

TRISTÃO DA SILVA:

MARIANA SILVA:

Última edição: 20 de março de 2011.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fados bairristas BASENAME: fados-bairristas DATE: Tue, 01 Feb 2011 12:33:37 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

MOURARIA:

Letra: http://letras.terra.com.br/carminho/1500596/

Marcha da Mouraria de 1935, por Beatriz Costa:

MADRAGOA:

ALFAMA:

BAIRRO ALTO:

CAMPO GRANDE:

Última edição: 14 de outubro de 2013.

----- COMMENT: AUTHOR: Fernando [Visitante] DATE: Wed, 02 Feb 2011 18:14:38 +0000 URL: http://www.fonito.blogspot.com

A mi me parece una estupenda cantadeira, un poco heterodoxa, pero estupenda y asi lo he dicho en mi blog más de una vez.
Las criticas negativas las he oido en Lisboa, en conversación con gente de la calle. He oido reproches a su actuación en el músical “Amália” y al disco “Liana.pt".
En algun blog fadista he leido criticas a sus “experimentos” pero no puedo recordar en cual.
Saudaçoes fadistas.
Fernando.

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Wed, 02 Feb 2011 09:57:27 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

No tengo noticia. ¿Puede dar detalles? Gracias.

----- COMMENT: AUTHOR: Fernando [Visitante] DATE: Wed, 02 Feb 2011 08:36:51 +0000 URL: http://www.fonito.blogspot.com

¿Que pecado ha cometido Liana? He detectado una cierta animadversion hacia su persona y su obra en Portugal.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fado nos 25 anos da Rádio Voz de Alenquer BASENAME: fado-nos-25-anos-da-radio-voz-de-alenquer DATE: Tue, 04 Jan 2011 21:25:42 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

A Rádio Voz de Alenquer celebra os 25 anos com:

http://www.radioalenquer.com/
Parabéns!

Para ouvir:


http://www.radio.com.pt/portalradio/Sintonizador/?radio_id=135&scope=0

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: O fado na Radio Nacional de España (Radio 5) BASENAME: o-fado-na-radio-nacional-de-espana-radio-6 DATE: Sat, 01 Jan 2011 17:35:27 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Já era altura!
Mas já existe!
Um programa de fado numa rádio nacional espanhola!

http://www.rtve.es/podcast/radio-5/el-fado/
http://www.rtve.es/radio/radio5/
Parabéns!

http://www.rtve.es/podcast/radio-5/el-fado/
El Fado
Radio 5
Presentado por Miguel Ángel Fernández y Ángel García Prieto

El Fado en Radio 5 va a tratar de dar a conocer el Fado en la audiencia española, que cada día es más receptiva, a juzgar por el éxito que cosechan los músicos portugueses en cuantos conciertos dan en nuestro país, atendiendo tanto a su historia como a su actual proyección internacional. La literatura y la poesía en el fado. Sus intérpretes y su magia. Las novedades discográficas y el recuerdo, para un espacio que acerca un poco más a dos países que aún tienen que recorrer esa pequeña distancia para conocerse y amarse.

Emisión: Sábado y Domingo 14.55 y 22.25

----- COMMENT: AUTHOR: valdir leite de lima [Visitante] DATE: Sat, 24 Dec 2011 13:04:19 +0000 URL:

buenos dias me gusta ouvir la radio nacional de spanha juo ai vivido em barcelona en 2006a 2007

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Morreu Alcindo de Carvalho BASENAME: morreu-alcindo-de-carvalho-1 DATE: Tue, 07 Dec 2010 15:08:03 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Fadista iniciou carreira aos 15 anos
Morreu o fadista Alcindo de Carvalho

O fadista Alcindo de Carvalho, de 78 anos, faleceu na madrugada de segunda-feira em Lisboa. O funeral realiza-se esta terça-feira no Cemitério de Benfica às 15h30. Alcindo sofria de Alzheimer.


O corpo está a ser velado na Igreja de S. Tomás de Aquino, no bairro das Laranjeiras. O funeral está marcado para as 15h30, após a missa de corpo presente.

Alcindo foi descoberto aos 15 anos pelo guitarrista Francisco Carvalhinho, que o apresentou à fadista Márcia Condessa. Esta contratou-o de imediato para a sua casa de fados na Praça da Alegria.

Nascido na Rua da Rosa, no Bairro Alto, o fadista actuou regularmente em 'O Faia', de Lucília do Carmo, durante 16 anos.

O Clube de Fado, na Sé, foi a última casa de fados onde actuou, tendo ali permanecido 12 anos.

"Era um mestre, e uma das referências do fado, um conhecedor profundo e um verdadeiro fadista", disse Mário Pacheco.

Alcindo de Carvalho trabalhou em várias outras casas de fados, como a 'Adega Mesquita', 'Pico do Areeiro', 'Café Luso', 'Taverna d'El Rei', 'Embuçado' e 'Parreirinha de Alfama', de Argentina Santos, onde actuou durante 21 anos.

O fadista participou em diversos espetáculos, nomeadamente 'Cabaret', de Filipe La Féria; 'Fados', de Ricardo Pais e 'Cabelo Branco é Saudade', também de Ricardo Pais.

Alcindo de Carvalho pisou também vários palcos internacionais com 'Cabelo Branco é Saudade', tendo-se também apresentado a solo em Londres e num festival de músicas do mundo em Marselha (França).

Fez ainda uma carreira discográfica com LP homónimo, de 1969, que teve edição ibérica, e o álbum 'O Fado de ser Fadista', editado em 2004. 'Saudades Não as Quero' e 'Braços Erguidos' foram outros dos seus êxitos.

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/morreu-o-fadista-alcindo-de-carvalho

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: "O fado de cada um" (Amália, Bobone, etc.). BASENAME: o-fado-de-cada-um-amalia-bobone-etc-1 DATE: Sun, 05 Dec 2010 09:01:06 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Amália Rodrigues (em "Fado, história de uma cantadeira")

Maria Ana Bobone

Ana Valadas

Ala dos Namorados & Rão Kyao

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Deolinda: fado novo (este é) BASENAME: deolinda-fado-novo-este-e DATE: Thu, 25 Nov 2010 09:19:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:
----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Carlos do Carmo: "fado novo"? BASENAME: carlos-do-carmo-fado-novo-1 DATE: Fri, 15 Oct 2010 21:13:21 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Gostava de saber porque é que Carlos do Carmo canta tantas canções "afadistadas" (com viola e guitarra) e tão poucos fados. E não me digam isso de que é "fado novo" e que os outros são "fado antigo". O "fado novo", se existir, é fado ao fim e ao cabo. Alguma opinião?

Entretanto, vamos ouvir um FADO cantado por ele e pela mãe:

Lucília do Carmo e Carlos do Carmo

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Mafalda Arnauth apresenta disco novo BASENAME: mafalda-arnauth-apresenta-disco-novo DATE: Sat, 25 Sep 2010 06:57:47 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

MAFALDA ARNAUTH

?Fadas? é o nome do meu novo disco.



Escolhi cantar algumas das vozes que foram cruciais no meu crescimento e evolução enquanto fadista.

Amália Rodrigues, Hermínia Silva, Fernanda Baptista, Celeste Rodrigues e Beatriz da Conceição são apenas algumas dessas referências que consegui trazer a este registo. E com elas trago também alguns dos primeiros temas que cantei: ?Saudades da Júlia Mendes?, ?Tendinha?, ?Madragoa?, ?Hortelã Mourisca?, ?Antigamente?, sem saber exactamente ?o que é que me levou a quem?: se os Fados carregados de História, Memórias e Saudade às vozes, se as vozes carregadas de Alma, Vida e Coração aos fados.

Deixo-vos aqui um dos vídeos que gravei para fazer parte do DVD que acompanha a edição especial do disco, a qual estará disponível apenas nas lojas Fnac. Fiquem atentos que até dia 11 de Outubro, o dia em que o disco chega às lojas, serão colocados online mais vídeos deste DVD! Espero que gostem.

VÍDEO
http://www.universalmusic.pt/player.php?id=63bf2e15-67ff-43d8-8f2f-67f8afcb4248

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Joana Amendoeira no seu melhor BASENAME: joana-amendoeira-no-seu-melhor DATE: Mon, 20 Sep 2010 14:01:12 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:
----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Página de vídeos de fados e fadistas BASENAME: pagina-de-videos-de-fados-e-fadistas DATE: Thu, 24 Jun 2010 16:36:43 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Heis uma página onde podemos ver e ouvir muitíssimos fados e fadistas:

http://damaantiga.blogspot.com/search/label/Fado
Por exemplo:

Parabéns!

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Sun, 02 Oct 2011 08:57:46 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Muito obrigado.
Volte sempre.
Saludos desde España.
“Todos temos nosso fado".

----- COMMENT: AUTHOR: Carlos Roberto Auza de Bairos Moura [Visitante] DATE: Sun, 02 Oct 2011 03:06:49 +0000 URL:

Lindo sitio Web.Saludos desde Argentina de un descendiente de lusitanos.-

Carlos Auza de Bairos Moura

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Névoa apresenta cd+dvd em Barcelona BASENAME: nevoa-apresenta-cd-dvd-em-barcelona DATE: Sun, 23 May 2010 07:30:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Névoa apresenta "Entre les pedres i els peixos", devedê gravado em Macau (China), e "Estranya forma de vida",cedê, na "Luz de Gas" (Barcelona, Espanha), no dia 30 de maio de 2010.

Página: http://www.nevoa.com/
Blogue: http://lanevoaijo.blogspot.com/
Para ouvir: http://www.myspace.com/nevoafado

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Disco conjunto de José Gonçalez e António Pinto Basto BASENAME: disco-conjunto-de-jose-goncalez-e-antonio-pinto-basto DATE: Thu, 13 May 2010 12:47:53 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Foi apresentado um novo disco conjunto de José Gonçalez e António Pinto Basto.

Ver notícia: http://www.radiocampanario.com/noticias%202/noticia541.html
Galeria da Rádio Campanário - Voz de Vila Viçosa: http://www.radiocampanario.com/noticias%202/Estremoz%20Fado_1/index.html
Parabéns!

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Kátia Guerreiro e António Zambujo na RTP (entrevistas) BASENAME: katia-guerreiro-e-antonio-zambujo-na-rtp-entrevistas DATE: Sun, 11 Apr 2010 07:06:53 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Kátia Guerreiro:

http://www.rtp.pt/multimedia/index.php?tvprog=24878&idpod=36618&formato=wmv&pag=recentes&escolha

António Zambujo:

http://ww1.rtp.pt/multimedia/index.php?tvprog=24878&formato=flv

Mais:
Programa "Bairro Alto":
http://tv1.rtp.pt/programas-rtp/index.php?p_id=26062&e_id=&c_id=1&dif=tv

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: "Bairro", de Raquel Tavares BASENAME: bairro-de-raquel-tavares DATE: Mon, 01 Mar 2010 11:38:22 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


http://www.videos.iol.pt/consola.php?projecto=368&mul_id=10388110&tipo_conteudo=1&tipo=2&referer=1

http://www.musica.iol.pt/multimedia/oratvi/multimedia/imagem/id/10420962/400

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Dulce Pontes (fado, jazz e mais) em Gerunda BASENAME: dulce-pontes-fado-jazz-e-mais-em-gerunda-1 DATE: Sun, 28 Feb 2010 06:42:04 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

DULCE PONTES CANTANT
«Amália em veia més a prop del jazz»


Dulce Pontes, en una imatge recent. Foto: OSCAR MARTÍNEZ.

La cantant portuguesa Dulce Pontes torna dimecres vinent a l'Auditori de Girona (21 h; entre 25 i 35 euros), on va actuar per última vegada el mes d'octubre del 2006. En aquesta gira, presenta un doble CD recopilatori de disset gravacions realitzades majoritàriament en directe, titulat Momentos, en què repassa i celebra els seus 20 anys de carrera com una de les veus més internacionals de la música portuguesa. Als seus 40 anys, Dulce Pontes (Montijo, 8 d'abril del 1969) mostra una esplèndida maduresa i una vitalitat a prova de bomba.

?Al seu web es pot llegir: 20 anys passen tan de pressa...
?«És cert. Realment sembla que 20 anys no siguin res, però, al mateix temps, han passat moltes coses i he experimentat moltes emocions i moments d'aprenentatge: totes aquestes vivències i detalls que fan que la vida valgui la pena.»
?Recorda el seu debut absolut?
?«Sí, va ser el 28 de novembre del 1988 en una comèdia musical, al Teatre Maria Matos de Lisboa. Jo feia de Ventafocs.»
?Llavors ja tenia clar que arribaria fins aquí?
?«No, però des de petita sempre vaig tenir una gran necessitat de comunicar. Jo era la típica noia dotada per a la música i vaig aconseguir una oportunitat a través d'un anunci en un diari. Sempre he pensat que la vida artística és molt difícil, però al mateix temps és molt bella, tot un privilegi.»
?Creu que el seu destí estava escrit?
?«Sí, crec totalment en el destí, tot i que abans no hi creia gens. Finalment he arribat a la conclusió que hi ha moltes coses en la meva vida artística i personal que estaven escrites. Sé que hi ha una direcció en tot el que faig, però no ho tinc tot programat, perquè llavors m'avorriria molt. Necessito tenir sorpreses, bones o dolentes.»
?En aquest disc hi ha diversos «moments» gravats en directe a Barcelona, Atenes, Madrid, Londres i altres ciutats, però no es diu en quin moment. Per què?
?«Perquè jo tampoc no ho sabia [riu]. Jo volia que en aquest disc hi estiguessin representades totes les formacions musicals que m'han acompanyat al llarg dels anys. Curiosament, en el grup que m'acompanya actualment hi ha músics de totes les meves èpoques. Són vuit músics, més els tècnics. Formem una gran comitiva! [riu].»
?I al capdavant de tot, la seva veu prodigiosa i inclassificable.
?«Tinc una veu multitímbrica que no sempre s'entén fora del món de la música clàssica. Sempre he intentat desenvolupar la meva veu conjuntament amb la interpretació, que per a mi és l'epicentre de la música. Per això, moltes vegades dic un poema abans de cantar-lo. Sempre intento buscar en el meu repertori el casament ideal entre música i lletra, per intentar exterioritzar uns determinats sentiments i transmetre'ls al públic.»
?Aprofita internet per tenir un contacte directe amb els oients?
?«Rebo molts correus electrònics i els llegeixo tots, però no tinc temps per contestar-los. I, de vegades, em fan comentaris molt savis. Recentment, un seguidor em va escriure que O primeiro canto (1999) va ser el primer disc en què es va definir més la meva personalitat musical i n'estic completament d'acord. Crec que alguns musicòlegs no ho haurien expressat millor.»
?Tot i que s'ha anat allunyant de l'ortodòxia del fado, molts la consideren encara la successora d'Amália Rodrigues (1920-1999).
?«Però la mateixa Amália em va dir que em veia més a prop del jazz que no pas del fado, i jo estic perfectament d'acord amb ella.»
?Quins projectes té en perspectiva?
?«Per a aquest any, he previst fer un disc de tangos, amb Tango Cuatro, i per a l'any vinent m'han proposat un projecte de música del segle XVIII.»
?Li agraden les aventures, veritat?
?«Molt! [riu]. També vaig estar a punt de fer un concert amb Montserrat Caballé. Al final no va poder ser, però almenys això em va donar la gran oportunitat de conèixer-la. És una dona increïble. Vaig cantar davant d'ella, intentant mostrar la meva millor tècnica. Però després ella em va dir: ja sé que ets capaç de fer-ho, ara vull escoltar-te a tu. Llavors em va posar la mà en el diafragma i em donava impulsos per ensenyar-me com posar la veu de soprano naturalment.»
?El concert que oferirà dimecres a Girona estarà basat en el repertori de Momentos?
?«En part, en aquests moments, però també en altres temes del meu repertori, alguns presentats amb nous arranjaments.»
?Té dos nens petits, José i Maria ?«la llum de la meva vida», diu en el llibret del disc?. Com ho fa per conciliar la feina i la família?
?«És molt complicat! [riu]. Per això, ara no vull estar molt de temps seguit fora de casa. Realment és difícil aconseguir-ho, però estic comprovant que és possible fer-ho. Aviat faré 41 anys i vull disfrutar de la vida que m'ofereix la música, però també dels meus fills.»
Darrera actualització ( Diumenge, 28 de febrer del 2010 02:00 )
Publicat a

* El Punt Comarques Gironines 28-02-2010 Pàgina 50

Fonte: http://www.elpunt.cat/noticia/article/5-cultura/19-cultura/141774-lamalia-em-veia-mes-a-prop-del-jazzr.html?piwik_campaign=rss&piwik_kwd=mes&utm_source=rss&utm_medium=mes&utm_campaign=rss

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fados lisboetas em espanhol: María Berasarte BASENAME: fados-lisboetas-em-espanhol-maria-berasarte DATE: Fri, 04 Dec 2009 12:26:54 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Já vimos fados em catalão, húngaro... E havia tempo que ninguém cantava fado lisboeta em espanhol. Temos agora a María Berasarte, basca com origens galegas. Viva a Ibéria!

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno Miranda [Visitante] DATE: Sat, 27 Aug 2011 08:05:53 +0000 URL:

Nada como a opinião de um fadista: “Estamos perante um fado cantado das entranhas mas sem a pretensão de imitar quem quer que seja e com momentos musicais de rara beleza. Heresia dirão alguns. Difíceis de classificar dirão outros. Novo e muito Belo digo eu.? ? Carlos do Carmo no texto de apresentação do disco de Maria Berasarte

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Mon, 19 Apr 2010 07:31:40 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Eu não concordo com estas opiniões fanáticas (puristas) do fado, mas enfim… Aceito-as.

----- COMMENT: AUTHOR: Joao Tenreiro [Visitante] DATE: Sun, 18 Apr 2010 22:26:51 +0000 URL:

Ofado quando nao cantado em portugues deixa de ser fado.Esta cantora canta na verdade, mas a unica espanhola que canta bem o fado e ate se podera chamar de fadista chama-se Manuela Roque, com provas dadas.Oicam o C.D. intitulado “Mujeres” em que a cantora homenageia Amalia e Chavela Vargas e depois digam de sua justica. Joao Tenreiro (fadista)

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Mafalda Arnauth em Espanha BASENAME: mafalda-arnauth-em-espanha DATE: Tue, 27 Oct 2009 19:48:54 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


ENTREVISTA: MAFALDA ARNAUTH Fadista
"Cantar fado me ha servido para reconocerme frágil"
FERNANDO NEIRA - Madrid - 27/10/2009


De Mafalda Arnauth se ha dicho que es hermoso todo, hasta su nombre. Puede que al autor de esta aparente hipérbole no le faltara razón. Talentosa, guapa, resuelta, hipersensible y poseedora de la voz más arrebatadora entre las fadistas de la nueva generación, esta lisboeta de 35 años se ha propuesto demostrar que la poesía cantada constituye el mejor bálsamo para afrontar lo agridulce de la existencia.

"Concibo el canto como una forma de transmitir cosas buenas"

"Agradezco la terapia de los conciertos que hacen llorar"

Responde, rauda y lúcida, con un castellano impecable de tenue acento porteño; no le importa admitir que vive demasiado deprisa y añora, nada más tomar tierra en Madrid, el aroma del océano infinito y la cálida compañía de sus tres gatitas. Esta noche anticipa en la sala Galileo las esencias de su quinto y más ecléctico álbum, Flor de fado, que Resistencia publicará en breve. Pero que los amantes de la ortodoxia no se alteren: Mafalda se considera "fadista-cantautora", pero anda ya preparando un disco con sus lecturas de los mayores clásicos.

Pregunta. Amália Rodrigues invirtió media vida en buscar una definición para el fado. ¿Usted ya ha encontrado la suya?

Respuesta. Sí, y es muy cotidiana. La existencia misma es puro fado. El fado huye de lo demasiado intelectual, está muy apegado a la realidad.

P. No debutó hasta los 24 años. ¿Tardó en encontrar su vocación?

R. Tardé en comprender cuál era mi camino. Concibo el canto como una forma de transmitir cosas buenas. La voz es el vehículo del corazón. Y cantar fado me ha servido para reconocerme frágil y pequeña. El fado nos enseña que nada es seguro.

P. ¿Se puede ser fadista y llevar una existencia feliz?

R. Sin duda. Mi fado pretende ser reflejo de quienes se sobreponen a las dificultades. La vida insiste en ponernos a prueba y la felicidad es siempre una opción. Yo he elegido ser feliz, no abatirme ante los contratiempos. De los momentos complicados también surgen amigos impresionantes y destellos de inspiración.

P. ¿Su fado puede servirnos, entonces, de medicina?

R. El fado es muy buen fármaco. Agradezco la terapia de esos conciertos de fado que hacen llorar hasta a las piedras del camino. Yo casi no tengo tiempo para llorar y lo lamento de veras, porque el llanto lava y recompone. Pero siento que muchos oyentes lloran un poquito por mí...

P. ¿Siente que está viviendo demasiado deprisa?

R. A veces sí, y quizás la velocidad me impida disfrutar de algunas cosas, pero éste es el momento de llevar una vida intensa. En esencia me descubro igual a aquella cantante primeriza de hace 10 años; la pasión por vivir permanece intacta, igual que el amor y el cariño como valores máximos. Soy menos ingenua e irresponsable, pero nada más.

P. Es de las pocas fadistas que compone su repertorio. ¿Sintió al principio que estaba profanando alguna norma sacrosanta?

R. Yo escribía para mí y no pensaba que la gente tuviera ninguna necesidad de conocer mis fados, pero mi productor acabó persuadiéndome para que los cantara. Me alegro de ello, en última instancia porque debemos esforzarnos por ser originales. En un momento en que todo el mundo cantaba las piezas de Amália, yo opté por grabar las mías propias.

P.

Flor de fado es su disco menos académico, en términos de pureza fadista. ¿Hasta dónde le puede llevar su curiosidad?

R. Muevo las fronteras del fado por instinto, pero no es necesario alejarse demasiado del territorio original. Siempre seré portuguesa con alma de fadista, así que no piensen que terminaré dedicándome al pop o el canto lírico. El fado me ha acompañado hasta cuando grabé colaboraciones con Milladoiro o Kepa Junkera.

P. Escuchando O mar fala de ti, el tema que anticipa ese álbum, da la impresión de que no podría vivir sin la línea de playa vislumbrándose desde su ventana.

R. Es cierto. El mar supone una fuente de inspiración constante: la sensación de inmensidad y miedo, todo el misterio que anida en sus olas, ese horizonte indescriptible. Creo que la ausencia de mar sería la principal dificultad que encontraría para fijar mi residencia en Madrid.

P. Cristina Branco, Ana Sofía Varela, Katia Guerreiro, Mariza... ¿Se considera integrante de una nueva generación?

R. Esa generación existe, aunque difieran los mensajes. Dentro de 20 años recordaremos esta época y nos asombrará que confluyera tanta riqueza de voces.


Mafalda Arnauth. Hoy en Galileo Galilei (calle Galileo, 100; metro Islas Filipinas). 20 euros. www.ticktackticket.es

http://www-org.elpais.com/articulo/madrid/Cantar/fado/ha/servido/reconocerme/fragil/elpepucul/20091027elpmad_11/Tes

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Finalmente é a "Rádio Amália" BASENAME: finalmente-e-a-radio-amalia DATE: Tue, 06 Oct 2009 17:05:31 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Finalmente, a RNA de Odivelas (antes de Loures) é a Rádio Amália. Terá fado em direto!

Podem ler:
http://tv1.rtp.pt/noticias/?headline=20&visual=9&tm=4&t=Radio-Amalia-comeca-a-emitir-a-partir-de-Lisboa.rtp&article=284697
Para todo o mundo:
http://www.radios.pt/portalradio/Sintonizador/?radio_id=136&scope=0
Parabéns!

----- COMMENT: AUTHOR: clarice amaral [Visitante] DATE: Mon, 09 May 2011 21:55:09 +0000 URL:

OUÇO TODOS OS DIAS A RADIO AMALIA, POIS SOU FÁ E GOSTO MUITO DE FADOS,PRINCIPALMENTE OS FADOS CANTADOS POR AMALIA.SOU BRASILEIRA MORO EM FLORIANÓPOLIS- SANTA CATARINA-CONHECI PORTUGAL E FIQUEI MAIS APAIXONADA AINDA POR ESTE PAÍS. AMALIA SÓ SAÚDADES

----- COMMENT: AUTHOR: rui silva [Visitante] DATE: Mon, 24 Jan 2011 02:21:37 +0000 URL:

Sr.Miguel Batista. O sr.conheceu a RNA antes de ser rádio Amália? aí sim passava-se fado,porque passavam todas as pessoas que fazem com que o fado continue vivo, no seu estado puro como ele deveria ser.Como rádio Amália foi completamente engolida pelos lobys. O sr. ouve mais alguém(excluindo a rubrica senhor fado onde passam os discos pedidos) além dos que fazem parte dos lobys? Misias,anas mouras, aldinas,carlos do carmo, camané e familia,mariza e claro Amalia. O sr. já visitou os sitios que restam desta Lisboa onde ainda se faz o fado no seu estado puro?então visite e já agora dê uma vista de olhos pela história do fado e talvez fique a saber que afinal não foi só a Amália que foi fadista, foi sim a mais popularizada,mas temos gente sua contemporanea, algumas ainda vivas,felizmente, como o caso da GRANDE Fernanda Maria ou até se Celeste Rodrigues. Por acaso a Rádio Amália passa Fernanda Maria? ou Fernando Mauricio?ou Francisco Martinho?ou Carlos Ramos?Ou Maria da Nazaré?ou Maria Armanda?ou Ana Marina? uma fadista que gravou um dos melhores cds de poemas inéditos em musica de fado tradicional, mas que não fazendo parte dos lobys não tem direito a ser divulgada. Concordo com a sua opinião sobre Amália, Mas sr. Miguel….nem só Amália é fadista

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Tue, 08 Jun 2010 07:22:53 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Senhora Cardoso, saiba que este blogue nada tem a ver com a Rádio Amália. Obrigado.

----- COMMENT: AUTHOR: Susete Cardoso [Visitante] DATE: Tue, 01 Jun 2010 05:42:35 +0000 URL:

Parabens pela grande rádio. Estive em Portugal em Fevereiro, Março e Abril. Tenho que confessar que durante esses três meses não consegui ouvir outra rádio, tanto no carro como em casa. Parabens mais uma vez e obrigada.

----- COMMENT: AUTHOR: Elísio Panão [Visitante] DATE: Thu, 31 Dec 2009 01:34:38 +0000 URL:

Franqueza de um motard

Que Deus me dê inspiração?
para a minha obra continuar? 15/08/09
neste mundo em degradação?
faço tudo para não desmoralizar.

É bom viver sem dor!…
há que tentar acabar com todo o sofrimento!
ás coisas boas devemos dar valor?
a vida é uma passagem pelo tempo.

Não pares de lutar pelos objectivos?
nunca baixes os teus braços.
Os humanos são intempestivos?
por isso está-se a perder!… os princípios e os laços.

Apesar de haver gente?
com maldade no coração!
um dia tudo vai ser diferente?
mas as motas foram e são a minha paixão.

Quero ver a minha obra realizada!
será benéfico para todos nós.
Nesta sociedade desacreditada?
temos de medir os contras e os prós.

Disponho dos meus dons para conseguir!
com a ajuda de Deus chego lá?
faço grande sacrifício para conseguir dormir?
ninguém sabe o que é estar? do lado de cá.

Temos de ser fortes e não desfalecer?
não podemos nos deixar ir a baixo.
As tristezas são para esquecer!…
Mas por vezes, neste mundo não me encaixo!

Pimenta no nariz do vizinho?
não me faz espirrar a mim?
tenho conhecido muito mauzinho?
mas peço!?para que ele nunca fique assim.

Ajuda-me sff e faz um donativo no nº NIB: 001000003287414000166. BPI

Nota: vê a história no Google: elisiopanao
Elísio Panão


----- COMMENT: AUTHOR: Miguel Baptista [Visitante] DATE: Mon, 07 Dec 2009 15:23:18 +0000 URL:

Nao estou de acordo com a opinião de um ouvinte que diz que esta rádio só passa AMALIA. Antes pelo contrário, passa pouca AMALIA. Chega a substituir na rubrica “senhor fado” AMALIA por outros fadistas, o que é incompreensível para uma rádio que adoptou o nome da genial fadista. De facto, a divulgação da discografia de AMALIA resume-se a “meia dúzia de músicas” das centenas que ela gravou. E quanto a lobys, se o povo português que quer ouvir o único género de musica urbano verdadeiramente português contitui um loby, então que continue a ser e com força.

----- COMMENT: AUTHOR: Miguel Baptista [Visitante] DATE: Thu, 03 Dec 2009 14:13:06 +0000 URL:

Na verdade é bom haver rádio AMALIA e era suposto que esta rádio tendo o nome desta genial fadista passasse a sua grande discografia. Mas não, serve-se de uma dúzia de temas e repete-os ad infinitum. É pena que de tanto fado e outros músicas em tantas línguas que AMALIA cantou, a rádio AMALIA divulgue apenas uma infima parte e teime e repeti-la.
Espero que reveja esta pratica e dê voz àquela que cantou para todo o Mundo mas que só se ouve em Portugal “meia dúzia de temas”

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Wed, 18 Nov 2009 09:57:17 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Senhor Caeiro,
Agradeço, mas este blogue nada tem a ver com nenhuma rádio.
Obrigado. Volte sempre.

----- COMMENT: AUTHOR: SAUL CAEIRO [Visitante] DATE: Tue, 17 Nov 2009 08:58:15 +0000 URL:

BOM DIA O MEU NOME É SAUL CAEIRO E TENHO UM FILHO QUE CANTA FADO E É FÃ DE AMALIA JA VENCEU ALGUNS CONCURSOS COMO A GRANDE NOITE DO FADO DE 2007 EM JUVENIS OS NOVOS TALENTOS DA TVI EM 2007 FOI FINALISTA NO PROGRAMA CANÇAO PARA TI NA TVI TAMBEM ONDE CANTOU O FADO NEM AS PAREDES CONFESSO NO CAMPO PEQUENO ONDE FOI ESSA FINALISSIMA LANÇOU RECENTEMENTE UM CD QUE SE INTITULA “ALMA ALENTEJANA” O NOME DO MEU FILHO É LUIS CAEIRO E VENHO AQUI PEDIR SE FOSSE POSSIVEL A VOSSA MORADA PARA QUE EU PUDESSE ENVIAR UM CD DELE.
MUITO OBRIGADO

SAUL CAEIRO

----- COMMENT: AUTHOR: carla fonseca [Visitante] DATE: Thu, 12 Nov 2009 13:15:52 +0000 URL:

eu gosto muito de ouvir a vosso radio e os fodos k metem a tocar ainda e melhor e pena quando a gente liga nao atenderem os telefonemas das pessoas k ligam para ai um grande beijo para voces

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Thu, 22 Oct 2009 14:12:43 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Ex.ma Senhora Ventura,

É muito interessante isso que diz. Gostava de uma ampliação dos comentários sobre os lóbis do fado e das rádios.

Obrigado.

----- COMMENT: AUTHOR: cremilde.ventura [Visitante] DATE: Thu, 22 Oct 2009 13:19:00 +0000 URL:

gosto muito da Amália e gostava muito de ouvir a RNA de Odivelas, porque essa passava todos os fadistas (melhores ou piores) mas tinham lá lugar e foram eles que elevaram a RNA até onde ela chegou em tão pouco tempo, passando palavra que existia uma rádio que divulgava o fado e dava oportunidade a todos. Agora, como rádio Amalia, só dá voz aos LOBYS e esqueceram aqueles que os divulgaram. Fiquei farta das Mouras, Aldinas, marizas,familia Moutinho e variantes.
é uma pena…. Há gente a cantar muito bem e que não tem agentes nem faz parte dos LOBYS. Saudações fadistas

----- COMMENT: AUTHOR: oquemevierarealgana [Visitante] DATE: Sun, 11 Oct 2009 23:13:45 +0000 URL: http://www.oquemevierarealgana.blogspot.com

Já não era sem tempo! Vivam!

----- COMMENT: AUTHOR: Marlise [Visitante] DATE: Sat, 10 Oct 2009 13:35:19 +0000 URL:

Boa Tarde a todos! Ja tive o privilégio de opuvir esta maravilhoa radio on line, e parabilizo o autor. No entanto, não consigo aceder-lhe via rádio. Será que me podiam ajudar sff?
cumprimentos

----- COMMENT: AUTHOR: Ana Martins [Visitante] DATE: Thu, 08 Oct 2009 22:51:19 +0000 URL:

Obrigada Sra.D.AMALIA pela riqueza de recordaçoes que nos deixou.
Parabens á Radio Amalia e um mt obrigada pela qualidade que nos da tanto na musica como no profissionalismo e simpatia dos seus colaboradores

----- COMMENT: AUTHOR: carlos sousa [Visitante] DATE: Thu, 08 Oct 2009 07:56:54 +0000 URL:

já erea sem tempo poder ouvir musica portuguesa de qualidade.

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Wed, 07 Oct 2009 08:16:05 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Sempre aparece como de Loures na internet. Obrigado.

----- COMMENT: AUTHOR: Lufino [Visitante] DATE: Tue, 06 Oct 2009 22:30:58 +0000 URL:

Só uma pequena correcção, a RNA de Odivelas. Loures é o concelho ao lado.

----- COMMENT: AUTHOR: Hilário António R. Silva [Visitante] DATE: Tue, 06 Oct 2009 21:24:28 +0000 URL:

Sempre gostei de fado mas da nossa querida Amália numca me poderei esquecer para mim viverá para sempre no meu coração.A ultima vez que vi Amália estava ela na varanda da sua casa a ver passar a grande manifestação na qual eu própio tambem lá vinha no dia que Vizela passou a concelho e também a cidade.Vi Amália atirando Beijos aos Vizelenses no dia da sua vitória tenho saudades muitas saudades da nossa querida Amália.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Rádio temática do fado lisboeta BASENAME: radio-tematica-do-fado-lisboeta DATE: Mon, 05 Oct 2009 17:12:05 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Na FM de Lisboa e esperamos que também na internet:

http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/535838


Lisboa vai ter rádio de fado

A rádio é apresentada como a justa homenagem a Amália
Cristina Fernandes/Lusa

A inauguração está marcada para 6 de Outubro, o dia em que se assinalam 10 anos sobre a morte de Amália Rodrigues. A nova rádio dedicada ao fado é um projecto de Luís Montez.
Alexandre Costa (www.expresso.pt)
16:53 Terça-feira, 15 de Set de 2009

É uma rádio temática dedicada ao fado que emitirá na zona da grande Lisboa em 92.0, a antiga frequência da RNA (Rádio Nova Antena). O início das emissões está marcado para as 12h00 de 6 de Outubro, a data em que se assinalam os dez anos sobre o desaparecimento de Amália Rodrigues .

Luís Montez, proprietário de rádios como a Radar e Oxigénio e da promotora de espectáculos Música no Coração, é um dos administradores deste novo projecto, que conta com Augusto Madaleno como director de programas.

"A nova rádio tem raça. É lisboeta, boémia, bairrista, atrevida e namoradeira, faz do fado a sua alma", anuncia o texto de apresentação, que refere que a rádio surgirá como "a justa homenagem" a Amália. De onde não será de estranhar que a denominação da nova estação radiofónica tenha por base o nome da grande voz do fado.

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Mon, 05 Dec 2011 15:40:08 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Sr. Carvalho,

Escreveu para um blogue dedicado ao fado e aos fadistas.
Mas nada tem a ver com nenhuma rádio, embora goste de publicar ligações e comentários sobre elas.

Escreva se faz favor à Rádio Amália:
Morada: Rua Viriato, nº 25. 3º Esquerdo
1050-234 Lisboa
Tel.: +351 21 010 57 40
Fax: +351 21 315 57 69
geral@amalia.fm

Departamento Comercial: comercial@amalia.fm

E obrigado por escrever no meu blogue. Volte sempre.

Manuel Sánchez (Todos temos nosso fado)

----- COMMENT: AUTHOR: Carmindo Carvalho [Visitante] DATE: Sun, 04 Dec 2011 21:33:45 +0000 URL:

Ola. Sou Carmindo Carvalho.Moro na Suíça .Hoje ouvi aqui a referência a esta rádio.
Tenho os fados que seguem em baixo,em disco de grafonola. Devem de ter uns 60 anos . Nunca ouvi em lado nenhum. Será que são raros ? Será que um dia que eu aí vá , e possa ir aí levar, estão interessados em os passar? Digam-me algo
Os meus cordiais cumprimentos.
Vivas ao Fado!
—————–

Amalia Rodrigues
Leré Leré Le Espanhol
————————
Mi Sardinita
————————
Arr. M. Lopez Quiroga
Guitarra Raul Nery
Viola Santos Moreira
Columbia
————————-
Novo Fado da Severa
F.de Freitas _ dr. J. Dantas
Raul Nery
Santos Moreira

----- COMMENT: AUTHOR: Orlando Garces [Visitante] DATE: Sat, 25 Dec 2010 19:01:22 +0000 URL:

adoro fado

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Muitas horas de fado na RNA BASENAME: muitas-horas-de-fado-na-rna-l-1 DATE: Mon, 24 Aug 2009 16:12:11 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

A Rádio Nova Antena de Loures (92.0 e http://www.radios.pt/portalradio/Sintonizador/?radio_id=136&scope=0 ) e a Rádio Nova Antena de Montemor-o-Novo (101.3 e http://www.rnamontemor.net/live/live.php ) são talvez as emissoras portuguesas com mais horas de fado por dia. Parabéns!


Pena que desaparecesse a página web da RNA de Loures.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Mais Aldina Duarte: Princesa prometida BASENAME: mais-aldina-duarte-princesa-prometida-1 DATE: Mon, 04 May 2009 11:10:37 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Vejam e oiçam:

http://www.youtube.com/watch?v=t4Py-25k4RI&eurl

http://aeiou.expresso.pt/cinema-fados--fragmentos--=f511545

----- COMMENT: AUTHOR: J.Carmo Moura [Visitante] DATE: Sat, 20 Jun 2009 21:55:20 +0000 URL: http://terrasdocarmo.blogspot.com

Simplesmente adorei!!!
Parabéns que o “Todos temos o nosso fado” cada vez está melhor.
Abraço!!!

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Aldina Duarte na TSF (entrevista) BASENAME: aldina-duarte-na-tsf-entrevista DATE: Tue, 28 Apr 2009 16:54:43 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Aldina Duarte fala na TSF:


Não percam:

http://tsf.sapo.pt/Programas/programa.aspx?content_id=917512&audio_id=951367

http://tsf.sapo.pt/paginainicial/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Novo disco de Kátia Guerreiro BASENAME: novo-disco-de-katia-guerreiro DATE: Thu, 11 Dec 2008 09:00:04 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

A grande fadista tem um novo álbum na rua:
Tenho estado ausente. O novo disco foi o grande motivo para isto. Foram meses de preparação e concentração naquela que é a minha nova criação.

http://katiaguerreiro.blogs.sapo.pt/

----- COMMENT: AUTHOR: Cidália Antunes [Visitante] DATE: Wed, 26 Jan 2011 21:19:03 +0000 URL:

Ouvir este fado e Katia Guerreiro adorei..gostaria de receber,mais fado dela e saber mais sobre ela..
obrigada

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Joana Amendoeira: disco novo BASENAME: joana-amendoeira-disco-novo-1 DATE: Wed, 26 Nov 2008 09:47:42 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Novo disco de Joana Amendoeira apareceu:

Joana Amendoeira & Mar Ensemble
Pormenores:

http://ww1.rtp.pt/antena1/index.php?article=578&visual=1 (com conversa gravada)

----- COMMENT: AUTHOR: filipe sousa [Visitante] DATE: Thu, 15 Jul 2010 11:39:00 +0000 URL:

A Joana Amendoeira é o fado em todo o seu explendor.Com “Joana Amendoeira & Mar Ensemble” assistiran-se a momentos memoráveis no Castelo de São Jorge,agora com o disco “SÉTIMO FADO",na sua apresentação no CCB,fiquei deslumbrado, com a sua interpretação e com os belos poemas dos nossos poetas.
Maravilhosa Joana,muitos parabens.

----- COMMENT: AUTHOR: J.Carmo Moura [Visitante] DATE: Fri, 05 Dec 2008 23:55:56 +0000 URL:

Atenção:
Saiu um novo CD de Kátia Guerreiro.
Lindíssimo!
Um abraço aos meus “ermões".

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Carlos do Carmo: 45 anos de fado BASENAME: carlos-do-carmo-45-anos-de-fado DATE: Mon, 17 Nov 2008 10:40:06 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Carlos do Carmo completa 45 anos de carreira.

No Diário de Notícias publica-se uma entrevista:

http://dn.sapo.pt/2008/11/17/artes/gostava_fazer_disco_fado_jocoso.html

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Sónia Shirsat: fadista indiana BASENAME: sonia-shirsat-fadista-indiana DATE: Sat, 15 Nov 2008 06:23:36 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


18.10.08

Fados vindos de Goa

LUÍS FILIPE RODRIGUES
Sónia Shirsat é uma fadista indiana que actuou em Lisboa há cerca de uma semana. Apesar de admirar algumas vozes da nova geração, tem em Amália uma das suas principais influências

Há cerca de uma semana, uma jovem fadista chamada Sónia actuou pela primeira vez no Museu do Oriente. Algo perfeitamente normal, não fosse o facto de o seu apelido ser Shirsat, um nome pouco habitual por estes lados, mas relativamente banal na região de Goa, na Índia, onde nasceu. O facto de uma jovem indiana vir a Lisboa cantar o fado pode causar algum espanto, e terá certamente ajudado a esgotar o anfiteatro colado ao Tejo, mas a canção de Lisboa tem uma vasta tradição na antiga capital da antiga Índia portuguesa.

"Em Goa há muita gente que canta o fado, principalmente na geração da minha mãe", explica, em inglês. "Não o fazem profissionalmente, é mais em casa ou em pequenas festas. Deve ser por isso que comecei a gostar, mas só o comecei a cantar há cinco anos."

Apesar de perceber aquilo que canta, Sónia Shirsat ainda não se sente à vontade para falar em português. Quando começou a cantar, por outro lado, não percebia sequer o idioma. "O primeiro fado que cantei foi Triste Sina, da Amália. Na altura não sabia uma única palavra em português". Foi a mãe que teve de traduzir a canção para inglês, para ela compreender aquilo que estava a cantar. "Tive a sorte de a minha mãe ser professora de Português", admite.

O tema de Amália não foi, porém, a primeira experiência portuguesa da fadista. "Foi O Pastor, dos Madredeus", revela. "Ajudou-me a ganhar uma competição de música portuguesa, em Goa. Foi aí que perceberam que cantava em português e me obrigaram a aprender o fado", brinca. E, não obstante dever muito ao projecto de Pedro Ayres de Magalhães, admite que "nunca os tinha ouvido antes de preencher o formulário de inscrição".

Apesar de ter chegado ao fado quase por acidente, hoje Sónia toca "pelo menos uma vez por mês" no seu país natal. As referências são as mais óbvias, indo desde Amália até à nova geração de Mariza ou Ana Moura. De momento, porém, a sua grande paixão é Raquel Tavares, que "adora". Ao nível dos principais fadistas portugueses, Sónia revela ainda um certo desconhecimento. "Não ouvi quase nada de Carlos do Carmo, nem sequer de [Alfredo] Marceneiro".

"Em Goa, 99% dos fados que chegam continuam a ser da Amália. Só agora é que começamos a ouvir os novos fadistas, e mesmo alguns mais antigos", revela. Este não é o único sinal de uma possível mudança. "O António Chainho fez um workshop na Índia e alguns músicos aprenderam a tocar guitarra portuguesa. Já há três pessoas no país que dominam o instrumento. Duas delas estão em Goa e uma toca no meu grupo."

Refere-se aos Fado Goa, a banda que ocasionalmente a acompanha ao vivo. Sónia também empresta a voz a outro projecto, os Status 4. "Cantamos muitos temas ingleses, como The Carpenters e outros grupos rock, também alguma Céline Dion e Shania Twain, por exemplo. E, claro, temas de Bollywood. Isso não pode mesmo faltar."

Fonte: http://dn.sapo.pt/2008/10/18/dngente/fados_vindos_goa.html

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Prémios para Ana Moura BASENAME: premios-para-ana-moura DATE: Wed, 22 Oct 2008 15:19:35 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


ANA MOURA

Recebe Prémio Internacional da Portuguese American Leadership Council Association

Confirma-se: Ana Moura está a ter um ano de Ouro. Depois da atribuição do Prémio Amália para Melhor Intérprete, da nomeação para um Globo de Ouro na mesma categoria, dos inesquecíveis concertos no Coliseu do Porto e Lisboa, da atribuição do galardão de Dupla Platina, e do lançamento do seu primeiro DVD previsto para Novembro, a fadista é agora honrada com o Prémio Internacional da maior associação portuguesa nos Estados Unidos: Portuguese American Leadership Council Association (PALCUS).

Assim, no próximo dia 1 de Novembro Ana Moura irá a San José, Califórnia, receber o prémio na Gala Anual da organização que terá lugar no New City Hall, um dos edifícios mais emblemáticos daquela cidade. Este prémio visa reconhecer individualidades portuguesas que se destacaram nos Estados Unidos através da divulgação da cultura portuguesa.

Entretanto, Ana Moura irá participar no lançamento oficial do disco ?Stones World: Rolling Stones World Music Project?, projecto feito pela iniciativa de Tim Ries, saxofonista dos Rolling Stones, e onde a cantora de ?Os Búzios? contribuiu em ?Brown Sugar? e ?No Expectations?. Aliás, tema este já conhecido do público português, que em Junho do ano passado teve a oportunidade de ouvir no concerto dos Rolling Stones, quando Mick Jagger convidou Ana Moura a partilhar o palco perante uma plateia de 30 mil pessoas.

Estas apresentações irão decorrer no famoso The Jazz Standard em Nova Iorque (28, 29 e 30 de Outubro) e no Yoshi?s de São Francisco no dia 2 de Novembro. Em palco estarão para além de Ana Moura, Bernard Fowler (voz), Michael Davis (trombone), Adam Rogers (guitarra), Darryl Jones (baixo), Jeff ?Tain? Watts (bateria) e claro, Tim Ries (saxofone), que marcou presença no concerto de apresentação de ?Para Além da Saudade? no Centro Cultural de Belém no final do ano passado.

Texto:
http://www.universalmusic.pt/press_new/479_anamoura/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: A música é o nosso fado BASENAME: a-musica-e-o-nosso-fado DATE: Wed, 15 Oct 2008 15:31:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

A Rádio Nova Antena tem um blogue dedicado ao fado:
http://www.radionovaantena.blogspot.com/

http://www.rna.pt/
http://www.rnamontemor.net/

Programa "Casa de fados" todos os dias das 8 às 9 da manhã!

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Tue, 16 Aug 2011 07:48:14 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Esta página é um blogue pessoal. Nada tem a ver com nenhuma rádio. Obrigado.

----- COMMENT: AUTHOR: Gilberto Ferraz [Visitante] DATE: Tue, 15 Sep 2009 20:42:19 +0000 URL:

Gilberto Ferraz
159 Cheviot Gardens,
London NW2 1PY
. e-mail: gilfer@talktalk.net

Londres, 17 de Setembro de 2009

Caros amigos da Nova Antena 9.2,

Desligado das longas e prementes funções de professional da informação, felizmente que me dou agora ao luxo de desfrutar por mais tempo a minha já há muito residência em Portugal (na cada vez mais bela vila de Cascais, de onde acabo de regressar).
Quando tentava sintonizar a TSF, emissora de que fui correspondente em Londres durante 10 anos, FELIZMENTE deparei com a v/ rádio, emissora que nunca deixou de me acompanhar especialmente durante as refeições ao longo dos quase três meses em que aí estive.
Descoberta fascinante, particular e exclusivamente dedicada ao FADO, essa canção que tão bem define o verdadeiro sentimento do nosso Povo ? a Alma de Portugal. Por isso, venho felicitar-vos pelo vosso óptimo trabalho, que pela sua invulgar programação e comunicabilidade se excela, nomeadamente o belamente conduzido ?O Senhor Fado? pelo senhor Joaquim Maralhas, que aproveito para congratular.
A todos que trabalham nessa casa, bem como à sua dedicada audiência, da que agora muito me orgulho de pertencer (aqui beneficiando da Internet), os meus cumprimentos, agradecimentos e votos das maiores felicidades tanto profissionais como pessoais,
Gilberto Ferraz

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Mon, 27 Jul 2009 14:24:55 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Olhe, que mandou o pedido para um blogue, e não para uma rádio. Atenção!

----- COMMENT: AUTHOR: Teresa Santana [Visitante] DATE: Mon, 27 Jul 2009 11:48:40 +0000 URL:

Isto é uma homenagem a minha mae querida. Gostaria de dedicar uma musica da Herminia Silva. Eu sei que ela ia adorar. Ate comprou um radio pequeno para ouvir em todo lado e a toda a hora o vosso programa. Ela nao sabe que eu estou a mandar este mail mas sei que vai ficar toda contente. Um beijinho aos Senhores que da horas de prazer na vossa radio.

----- COMMENT: AUTHOR: dilinhalopes [Visitante] DATE: Mon, 13 Apr 2009 12:57:04 +0000 URL:

gostava de falar com o menino Joaquim mas não consigo beijos para todos

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: A guitarra portuguesa e o fado na RDPi BASENAME: a-guitarra-portuguesa-e-o-fado-na-rdpi DATE: Sun, 12 Oct 2008 17:51:25 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Na RDPi podemos ouvir o programa A guitarra portuguesa e o fado:

Aos domingos, das 19:12 às 18:12.
http://ww1.rtp.pt/multimedia/?prog=1277

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Noite de fados em Ventosa (Cadaval) BASENAME: noite-de-fados-em-ventosa-cadaval DATE: Thu, 09 Oct 2008 18:17:08 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Noite de Fados no Ventosa Atlético Clube (Cadaval).

Jantares a partir das 19h45 e fados a partir das 21:30, com Francisco Sobral, Filipa Cardoso, Pedro Moutinho (irmão de Camané), Luisa Rocha e Diamantina.

Guitarra: José Luís N. Costa

Viola: João Chora

Viola Baixo: D. Segismundo de Bragança

Apresentação: Graça Silva

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Um vídeo d'"O miúdo da Bica" BASENAME: um-video-do-miudo-da-bica DATE: Wed, 24 Sep 2008 15:59:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

SIDÓNIO GONÇALVES GARCIA a cantar Miúda da minha rua. no filme "O miúdo da Bica", a interpretar Fernando Farinha em criança.

Mais:

http://es.youtube.com/results?search_query=Fernando+Farinha&search_type=&aq=f

Belos tempos
Fernando Farinha / Júlio de Sousa (Fado Loucura)

Belos tempos, que eu vivi
Com oito anos de idade
Quando no fado apar'ci
Ambição, sonho q'rido
Em que eu fiz desta canção
O meu brinquedo pref'rido
De muito novo
Assentei praça no fado
E com as praças antigas
Aprendi a ser soldado
Passei-a pronto
Fiz do fado a minha luta
E agora tenho saudade
De quando era recruta

Belos tempos, quem me dera
Voltar à velha unidade
Do retiro da Severa
Ter ainda, o carinho
Desse grande comandante
Que se chamava Armandinho
Ver novamente, cantadores e cantadeiras
Naquele grupo valente
Que deu brado nas fileiras
E ouvir também
Alguém chamar na parada
Pelo "miúdo da bica"
E eu responder à chamada

----- COMMENT: AUTHOR: Rodolfo Figueiredo [Visitante] DATE: Thu, 27 Nov 2008 00:26:19 +0000 URL:

ola, boa noite
será possivel “oferecer-me” a letra do fado O miudo da bica de Fernando Farinha. Obrigado

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Rádios onde ouvir o fado BASENAME: radios_onde_ouvir_o_fado DATE: Fri, 15 Aug 2008 11:55:36 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Em Portugal há rádios convencionais que emitem fados com frequência:

Silêncio, que se vai cantar o fado!

Uma delas é a Rádio Despertar - Voz de Estremoz, que tem programas diários de José Gonçalez, fadista e grande conhecedor do género ( http://www.radiodespertar.net/index.php?option=com_content&task=view&id=5&Itemid=7 ).

Outra, também alentejana, é a Rádio Campanário - Voz de Vila Viçosa ( http://radiocampanario.com.sapo.pt/ ), com o programa "Fado vadio" (aos sábados das 17.30 às 19 horas).

Já nacionais, a RDP - Antena 1 ( http://tv1.rtp.pt/wportal/popups/player.php?canal=1 ) e a Rádio Sim ( http://www.radiosim.pt/ ).

----- COMMENT: AUTHOR: jose do patrocinio/brasil [Visitante] DATE: Fri, 20 Apr 2012 01:14:01 +0000 URL:

sou brasileiro!porem gosto muito das musicas portuguesa,principalmente o FADO!.UM ABRAÇO EM TODOS IRMÃOS PORTUGUESES.

----- COMMENT: AUTHOR: jose adao ferreira paes [Visitante] DATE: Thu, 08 Sep 2011 18:50:03 +0000 URL:

sou brasileiro mais gosto muito de fados de vossa terra. para min amalia rodrigues, e hoje “ana moura” esta cantora e por demais uma presença viva do do fado..adelia pedrosa, dulce pontes.ana sofia varela,cristina nobrega,tereza lopes varela e tantas outras…muito obrigado

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fadinhos BASENAME: fadinhos DATE: Thu, 17 Jan 2008 20:10:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Há um blogue dedicado em exclusivo às letras:

http://fadinhos.blogspot.com/ "Fadinhos"

Parabéns!

----- COMMENT: AUTHOR: Vitor Duarte Marceneiro [Visitante] DATE: Tue, 22 Jan 2008 12:33:39 +0000 URL: http://http:\\isboanoguiness.blogs.sapo.pt

Em vez de clonarem visitem.
http:\\lisboaguiness.blogs.sapo.pt

----- COMMENT: AUTHOR: Vitor Duarte Marceneiro [Visitante] DATE: Tue, 22 Jan 2008 12:30:53 +0000 URL: http://http:\\lisboanoguiness.blogs.sapo.pt

Bom Trabalho.
Acho é estranho (modéstia à parte) apareçam aqui publicações, que foram clonadas do meu Blog, e o mesmo nunca aqui apareça mencionado.
A página oficial de Alfredo Marceneiro é da autoria de Susana Duarte (bisneta) com base no livro biográfico Recordar Alfredo Marceneiro da autoria de seu neto (eu)
Falar de Hermínia Silva, sim óptimo, mas desconhecer a sua biografia oficial e única “Recordar Hermínia Silva# cujo autor é Vítor Duarte Marceneiro (eu).
Desculpe esta mensagem, mas investigar, recolher dados d´s muito trabalho, ao menos identifiquem as fontes.
Bem o que importa é que se fale de Fado.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Vamos ouvir fados e bater o papo BASENAME: vamos_ouvir_fados_e_bater_o_papo DATE: Sun, 30 Dec 2007 21:56:35 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Criei isto:
http://www.lastfm.com.br/group/Fado+lisboeta
Para podermos ouvir fados e falar sobre esta música nossa. Venham cá.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Outra rádio com fado BASENAME: outra_radio_com_fado DATE: Fri, 28 Dec 2007 16:10:31 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Nesta rádio:
http://www.lastfm.com.br/listen/globaltags/fado

podemos ouvir fado... mas também outras músicas.

Acontece que somos os ouvintes que temos que fazer a rádio aos poucos. Tentem.

----- COMMENT: AUTHOR: francisco edgar [Visitante] DATE: Fri, 28 Dec 2007 18:40:42 +0000 URL: http://islandia

eu sou portuges gosto muito de ouvir fado

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Não esqueçamos os grandes fadistas! BASENAME: nao_esquecamos_os_grandes_fadistas DATE: Wed, 19 Dec 2007 15:01:01 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Fernando Farinha foi um dos grandes do fado lisboeta.

Cabe não esquecer essas pessoas que fazem vibrar a fadistagem!

http://es.youtube.com/watch?v=14V4bX-LLbw
http://covilha.blogspot.com/2007/11/injustamente-esquecido.html

Canção de Lisboa

Quando o fado era cantado
pelas tabernas de Alfama
ninguém diria que o fado
viesse a ter boa fama.
Era a canção
da bebedeira e do calão,
da rufiagem, capelão
e dos fadistas de samarra
e mal diria
a Madragoa e a Mouraria
quem em Lisboa inda hav'ria
assim tal gosto p'la guitarra.

Adeus tardes de toiradas
com guitarras e cantigas
adeus noites bem passadas
com bom vinho e raparigas.

Hoje os fadistas
são tratados por artistas
e aclamados nas revistas
com ovações delirantes.
Vestem do bom
e por ser chique e ser do tom
já vão à tarde ao Odeon
se as matinés são elegantes.

Hoje o fado já não tem
a rufiagem por tema.
Poliu-se, já é alguém
e até já vai ao cinema.

O fado agora
é pedido a toda a hora
e ouvido p'lo mundo fora
com alegria e agrado
e há-de chegar (2x)
a Hollywood e ter lugar,
pois não se ilude quem pensar
que há-de ser grande o nosso fado.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fadista! BASENAME: fadista DATE: Sun, 16 Dec 2007 18:53:47 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Atenção a esta jovem fadista:

http://es.youtube.com/watch?v=jJtqaOj4SuI

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Rádio Mestres do Fado BASENAME: radio_mestres_do_fado DATE: Wed, 15 Aug 2007 15:38:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Fados de sempre na Rádio Mestres do Fado:

http://cotonete.clix.pt/listen/player.asp?template_path=/listen/&version=7&audio_sub_type_id=622

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Portal do Fado (não percam) BASENAME: portal_do_fado_nao_percam DATE: Tue, 24 Jul 2007 07:00:20 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Não percam:

PORTAL DO FADO http://www.portaldofado.net/

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Filme de Carlos Saura sobre o fado BASENAME: filme_de_carlos_saura_sobre_o_fado DATE: Sun, 11 Mar 2007 11:32:08 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

O próximo filme de Carlos Saura será "Fados":

http://www.blogdecine.com/2006/12/24-carlos-saura-centrara-su-proxima-pelicula-en-el-fado

----- COMMENT: AUTHOR: meraio [Membro] DATE: Fri, 23 Mar 2007 03:49:38 +0000 URL:

Um blogue dedicado ao fado no PGL!?
Já sou fã nº 1!

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fado Madragoa BASENAME: fado_madragoa DATE: Thu, 08 Mar 2007 17:28:05 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Fado Madragoa. Intérprete: Amália e outros.

Uma saudade do mar
Tem seu monumento em Lisboa
Velho bairro popular
Sombrio e vulgar que é a Madragoa

E reza a História que foi lá
Numa noite de Natal
Que veio a luz o primeiro
Herói marinheiro
Que honrou Portugal

Ó velha Madragoa
Tens a esperença e nada mais
E há tanta coisa boa
Noutros bairros teus rivais
Não tens ó Madragoa
Ao menos um painel, um arco ou um brasão
Só tens ó Madragoa
Nos lábios doce mel
No peito o coração

A noite cai e o luar vem
Dar-lhe cor de opala
E as estrelhas a brilhar
Parecem baixar
Do céu pra beijá-la
E a Madragoa a dormir tem
Como prémio teu labor
Lindos sonhos de princesa
Da eterna beleza
Dos sonhos de amor.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Bem pensado, todos temos nosso fado BASENAME: bem_pensado_todos_temos_nosso_fado DATE: Sat, 23 Dec 2006 05:23:12 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Letra: Silva Tavares.
Música: Frederico de Freitas.

Intérprete: por exemplo, Maria Ana Bobone (em 2001).

Bem pensado
Todos temos nosso fado
E quem nasce mal fadado
Melhor fado não terá

Fado é sorte
E do berço até à morte
Ninguém foge por mais forte
Ao destino que Deus dá

Meu fado amargurado
A sina minha bem clara se revelou,
Pois cantando seja quem for adivinha
Na minha voz soluçando que eu finjo ser quem não sou

Bem pensado
Todos temos nosso fado
E quem nasce mal fadado
Melhor fado não terá

Fado é sorte
E do berço até à morte
Ninguém foge por mais forte
Ao destino que Deus dá

Tal seria poder um dia trocar-se o fado por outro fado qualquer
Mas a gente já tem o fado marcado
E nenhum mais inclemente
Do que este de ser mulher / esse de ser's mulher

Bem pensado
Todos temos nosso fado
E quem nasce mal fadado
Melhor fado não terá

Fado é sorte
E do berço até á morte
Ninguém foge por mais forte
Ao destino que Deus dá

----- COMMENT: AUTHOR: Thiago [Visitante] DATE: Sun, 05 Dec 2010 03:32:50 +0000 URL: http://www.expressao-da-alma.blogspot.com

Olá!

Belissima canção! Descobri-a a pouco no blog “Filhos de um Deus menor” e encantei-me. “Bem pensado, todos temos nosso fado". Obrigado por postares a letra!

Abraços,

Thiago

----- COMMENT: AUTHOR: juliano [Visitante] DATE: Mon, 09 Aug 2010 05:44:51 +0000 URL: http://www.facebook.com/profile.php?id=100000367015361

Maravilhoso!

----- COMMENT: AUTHOR: claudia [Visitante] DATE: Tue, 19 Aug 2008 10:44:58 +0000 URL:

Desde miuda que gosto desta musica que ouvi pela primeira vez no filme “historia de uma cantadeira” jà procurei mas nao encontro. As minhas buscas nao deram resultado sobretudo que resido na suiça o qie dificulta mais. Serà possivel me ajudar? Agradeço esta musica é muito importante poara mim nao sei por qué mas é!

Obrigado

Claudia

----- COMMENT: AUTHOR: Elisabete Veiga [Visitante] DATE: Tue, 08 May 2007 07:50:25 +0000 URL:

palavras para quê!.. O Fado é cmo as Ninfas do Tejo: “musa inspiradora"!!

----- COMMENT: AUTHOR: antonio gámiz [Visitante] DATE: Thu, 15 Feb 2007 00:31:26 +0000 URL: http://lifeshardthenyoudie.blogspot.com/

Bello fado.
Bella refleión sobre el destino.
Bravo.

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Mísia en català! BASENAME: misia_en_catala DATE: Mon, 11 Sep 2006 11:09:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Mísia ha cantat en català al parc de la Ciutadella de Barcelona!

Ha cantat "La gavina", cançó que havia gravat el 1993.

Visca Mísia!

http://www.pt.misia-online.com/
http://www.lyrics.misia-online.com/

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Tue, 24 Jul 2007 18:57:30 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Senhor Simón,

Mísia cantou em catalão, mas não era um fado.

Obrigado.

----- COMMENT: AUTHOR: Pablo Simón [Visitante] DATE: Tue, 24 Jul 2007 18:39:46 +0000 URL:

O fado em portugués!

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Recado a Lisboa! BASENAME: recado_a_lisboa DATE: Fri, 07 Apr 2006 16:27:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

RECADO A LISBOA

Lisboa, querida mãezinha
Com o teu xaile traçado
Recebe esta carta minha
Que te leva o meu recado

Elétrico!

Que Deus te ajude Lisboa
A cumprir esta mensagem
De um português que está longe
E que anda sempre em viagem

Vai dizer adeus à Graça
Que é tão bela, que é tão boa
Vai por mim beijar a Estrela
E abraçar a Madragoa

E mesmo que esteja frio
E os barcos fiquem no rio
Parados sem navegar
Passa por mim no Rossio
E leva-lhe o meu olhar

É difícil dar com estes versos na rede! E desconheço o autor. Podem ajudar? Obrigado! Recomendo ouvir este fado... cantado por Filipe Duarte ou... sei lá!

[video:youtube:Ev3gwr9WnAw]
JOÃO VILLARET

[video:youtube:eATdQxOxZD4]
ANABELA

Encontrado em 2016:
[video:youtube:HqieVnYH9a4]
BEATRIZ DA CONCEIÇÃO

[video:youtube:qverRfiFq-s&index=8&list=RDbNzdimFt0j8]
FRANCISCO JOSÉ

Fontes:
http://fotociclista.blogspot.com/2005/12/minha-lisboa-querida.html#links

http://arre-burro.weblog.com.pt/arquivo/213525.html

----- COMMENT: AUTHOR: Angel Campos [Visitante] DATE: Fri, 08 Sep 2006 23:15:50 +0000 URL:

SR IBERICO NO CD “THE BEST OF FADO UM TESOURO PORTUGUES VOL2″ HA O FADO “RECADO A LISBOA” CANTADO PELA SRA BEATRIZ DA CONSEICAO. CREIO QUE A MELHOR INTERPRETACAO DE ESTA FADISTA.

OBRIGADO

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Mon, 04 Sep 2006 11:32:02 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Sr. Campos,
Conhece a versão de Beatriz da Conceição?
Obrigado.

----- COMMENT: AUTHOR: Angel Campos [Visitante] DATE: Mon, 04 Sep 2006 11:18:26 +0000 URL:

RECADO A LISBOA , O MELHOR FADO DE BEATRIZ DA CONSEICAO, UMA GRAN FADISTA

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Sat, 13 May 2006 09:37:09 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Senhor Rebelo,
Obrigado por participar no blogue e por dar essa informação, que para mim não era assim tão fácil de obter. Se não é fado, também muitos fados não o são.
Volte sempre.
Ibérico. “Um bolíndri na tarrafa".

----- COMMENT: AUTHOR: Lemos Rebelo [Visitante] DATE: Sat, 13 May 2006 07:49:06 +0000 URL:

Os versos são de João Villaret e a musica de A. Rodrigues, é uma informação que não ofereçe dificuldade nenhuma em ser obtida.O “Recado a Lisboa",segundo o próprio Villaret, não é fado nenhum.

----- COMMENT: AUTHOR: Fraili Carmona Valviensi [Visitante] DATE: Fri, 05 May 2006 19:09:39 +0000 URL:

Pos nu sabu de quien sedrán, peru seya cual seya el sú autol fruhia Lisboa bien drentul miahón

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Fado anarquista ou anarco-sindicalista BASENAME: fado_anarco_sindicalista DATE: Mon, 20 Feb 2006 16:12:54 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Sabia de fadistas republicanos, monárquicos, comunistas, salazaristas, conservadores... mas não sabia que havia (houve) fados e fadistas anarquistas ou anarco-sindicalistas.

Fado anarquista

João Black (1872-1955)

O mundo há-de assistir
Aos pobres livres dos lobos
Espezinharem o verdugo
Da burguesia a surgir.

E depois quando existir,
O ideal que vem dar
Esplendor e bem-estar
Incitar o patriotismo
A miséria, o anarquismo
Tem por base condenar.

Mas o povo sossegado
Esfacela-se sob a tortura
Quando o seu mal tinha cura
O ideal desejado.

Segundo o amigo Aníbal Duran Costa, que escreve no fórum "Praça do Fado" http://www.fado.biz/, havia (houve).

E escreve uns versos:

Não entres na igreja, cavador,
é falsa a religião dessa canalha,
os santos de pau não têm valor,
e o valor só se dá a quem trabalha.

Imagem:
http://digitarq.dgarq.gov.pt/Controls/vaultimage/?id=7CB41FD2601D16D758E2C3D337103CF5&r=0&ww=1000&wh=600

Alguém de vocês conhece mais letras, fados, fadistas... anarquistas ou anarco-sindicalistas?

Um de 2012 (Rafael Castro):

Fado anarquista

Mudo de versos ao fado
Sem mudar o fado meu
Sou anarquista, sou ateu
Quero este mundo mudado

Dos governos da cegueira
Posso jurar que estou farto
Da pompa, do aparato
E de tanta roubalheira

Eu no meio de quem trabalha
Quero a paz e a união
Quero justiça, quero o pão
E na prisão a canalha

Rafael Castro (2012)

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Wed, 22 Feb 2012 09:04:19 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Encontrei isto:

Um fado anarquista de Ronaldo Azenha
Não entres mais no banco, cidadão!
Já fede o rating vil desta carcaça
e teus fundos sob’ranos pelo chão
são só lixo pró gozo desta praça.

E às mulheres perdidas que aí vão
deixar-nos em pecado e agonia,
diz-lhes que já só nas Ilhas Caimão
se encontra o preço certo da orgia.

O anarquismo, escola da verdade,
deu ao meu fado esta irreverência
que me faz desprezar qualquer saudade
pra vir clamar ao Povo consciência.

(descoberto recentemente por aplicados historiadores do fado em Pont de Sèvres, numa mercearia portuguesa)

(a música é certamente a do “Fado do Cavador"; o poema foi assinado por Ronaldo Azenha, mas está datado dos anos 30, o que coloca algumas dificuldades cronológicas, face à biografia conhecida deste Autor contemporâneo : seria o Pai? Um primo mais velho, irredutível anarquista? Mistério…)

http://timtimnotibet.blogspot.com/2011/03/um-fado-anarquista-de-ronaldo-azenha.html

Lembrem:
RONALDO AZENHA!

----- COMMENT: AUTHOR: João D'Almeida [Visitante] DATE: Fri, 24 Dec 2010 15:34:39 +0000 URL:

Sou um amante do fado,há vários anos…
Gostaria de ter a letra do Fado do Cavador,cantado por Frutuoso França.
Alguém me pode dizer,onde encontrá-la?!
Obrigado… Bem hajam !

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Thu, 25 Mar 2010 05:44:09 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Com tempo vou querer ver se existem estas letras completas por aí (rede, livros…), e também alguma gravação, autores, intérpretes… Se vocês sabem, digam, se faz favor. Obrigado!

----- COMMENT: AUTHOR: o castiço [Visitante] DATE: Wed, 24 Mar 2010 23:33:21 +0000 URL: http://www.fado.biz/

se eu fosse carpinteiro
casava-me com uma ceifeira
juntava a foice ao martelo
fazia a nossa bandeira

----- COMMENT: AUTHOR: Talina [Visitante] DATE: Thu, 14 Jun 2007 19:35:58 +0000 URL:

Fato de ganga e boné
Há quem lhe chame canalha
São dois artigos de fé
da multidão que trabalha…

Abraços Talina

----- -------- AUTHOR: Ibérico TITLE: Alguns fadistas e lugares BASENAME: alguns_fadistas_e_lugares DATE: Wed, 29 Jun 2005 08:05:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: Fadistas CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Eis alguns fadistas (ligações). Fadista Para os amigos do fado.

Bandeirinha portuguesa

Amália

Para quem não puder ir a Lisboa, a uma casa de fado, pode ouvir a

RÁDIO FADO
http://cotonete.clix.pt/listen/player.asp?template_path=/listen/&version=7&channel_id=6

Também a
RÁDIO NOVAS DIVAS DO FADO http://cotonete.clix.pt/listen/player.asp?template_path=/listen/&version=7&audio_sub_type_id=240

Ou a
RÁDIO FADO DE PORTUGAL http://www.live365.com/stations/caboverde

EL FADO XCÊNTRICO
http://elfado.x-centrico.com/

OUTRAS DIVAS DO FADO:
Mariza em 2005 Joana Amendoeira Maria Ana Bobone
http://bolindri.alloforum.com/sujet-13418-0-143-0-0-1-4531-1.html

SENHORAS DO FADO (1925-1945):
http://worldmusic.nationalgeographic.com/worldmusic/view/page.basic/album/content.album/as_senhoras_do_fado__1925_-_1945__35255

ALGUNS FADISTAS: http://www.fadistas.com/

JOGO SOBRE O FADO E OS FADISTAS:
http://www.agal-gz.org/planeta/front/index.php?step=5&quiz=quiz&univers=3&quiz_id=181

INSTRUMENTOS MUSICAIS POPULARES PORTUGUESES
http://www.jose-lucio.com

O FADO http://www.jose-lucio.com/Pagina2/Folha2.htm

DOIS PORTAIS DO FADO
http://www.portaldofado.com.br/
http://www.portaldofado.net/index.php?option=com_frontpage&Itemid=1

A HISTÓRIA DO FADO
http://www.jose-lucio.com/Pagina2Fado/Pagina2Fado.htm

A não perder: CASA DE FADOS http://www.copotinto.blogger.com.br/

FORUM DE IBERIQUE (FADO) E CHAT: http://bolindri.alloforum.com/

FÓRUM “AMIGOS DO FADO”:
http://www.agal-gz.org/modules.php?name=Forums&file=viewtopic&t=857&postdays=0&postorder=asc&start=0&sid=f88d4217c089b9e8f1d82160f65aaa09

CLÃ FADO: http://es.facebox.com/clan/Fado

O FADO E PORTUGAL: http://macua.blogs.com/o_fado_e_portugal/

FADO, A ALMA DE UM POVO:
http://paginas.fe.up.pt/~fado/por/index-port.html

FADOS E GUITARRADAS AO SUL:
http://www.fadosaosul.com/

BIOGRAFIAS MUSICAIS PORTUGUESAS E GLOSSÁRIO FADISTA:
http://www.macua.org/biografias/

BIOGRAFIAS DE FADISTAS E NÃO SÓ:
http://www.cantodaterra.net/ct/site/biografias/biografias-lista.asp?fpage=0&page=1

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE AMIGOS DO FADO:
http://pwp.netcabo.pt/apaf/

TERTÚLIA DO FADO E… DAS INQUIETAÇÕES
http://www.tertuliadofado.com/

ACADEMIA DA GUITARRA PORTUGUESA E DO FADO [purista]:
http://www.guitarra-portuguesa.com/

MUSEU DO FADO: http://www.egeac.pt/casadofado/

CASA MUSEU AMÁLIA RODRIGUES:
http://amalia.no.sapo.pt/casa%20museu.htm
http://www.instituto-camoes.pt/bases/amalia/casaamalia.htm [ligação quebrada]

LUGARES:
Parreirinha de Alfama ou Parreirinha da Alfama (e outros):
A Parreirinha da Alfama
http://www.7colinas.com/Links.htm
Clube de Fado: http://www.clube-de-fado.com/
Taverna do Embuçado: http://www.tavernadoembucado.com/
Casa de Linhares: http://www.casadelinhares.com/pt/intro_pt.htm
E os seus fadistas: http://www.casadelinhares.com/pt/fado.htm
Mais: http://www.pai.pt/search/casas_de_fado_em_Lisboa.html

Lisboa

ALGUNS FADISTAS E OUTROS:

SE NÃO HÁ FOTOS DOS FADISTAS É POR NÃO EXISTIREM NA INTERNET OU POR PROBLEMAS TÉCNICOS QUE NUNCA ENTENDEREI.

A NAIFA
http://www.anaifa.com/
Fado electrónico.

ABEL DIAS FERREIRA
http://beldias.objectis.net/

ADA DE CASTRO

ADÉLIA PEDROSA (Praia de Pedrógão)
http://adeliapedrosa.blogspot.com/
http://br.youtube.com/user/clautulimoschi
Disco de 2008: http://adeliapedrosanatal2008.blogspot.com/

ADELINA FERNANDES (Lisboa 1896)
http://www.macua.org/biografias/adelinafernandes.html

AETHER (Anabela e Carlos Maria Trindade)
http://www.uniaolisboa.pt/
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=10160
http://www.uniaolisboa.pt/inicio/noticias.asp?id=1537

ALCINDO DE CARVALHO (Lisboa 9/1/1932, 6/12/2010)

http://www.amazon.fr/exec/obidos/ASIN/B00004T1ES/infoline09-21/171-9629863-0789822
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=74
http://jn.sapo.pt/2005/07/08/cultura/a_casa_erudita_fado.html
Um ‘crooner’ de fado, de uma tradição praticamente desaparecida.

ALDINA DUARTE (Lisboa)
Aldina Duarte

“O meu maior sonho é ser uma grande intérprete”.
http://aldinaduarte.blogspot.com/
http://www.culturgest.pt/actual/aldina_duarte.html
http://www.rodalamusic.blogspot.com/

ALEXANDRA (Castelo Branco 1950)
Alexandra
http://www.geocities.com/anamargarida2/Alexandra.html
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=82

ALFREDO MARCENEIRO (Lisboa 1891, 1982)
Alfredo Marceneiro
[youtube]kdhsSiHU6Tw[/youtube]
Página oficial, criada pela bisneta Susana Duarte:
http://www.alfredomarceneiro.com/ http://www.alfredomarceneiro.com/default.htm
Alfredo Marceneiro, glória portuguesa do fado“:
http://attambur.com/Internet/alfredo_marceneiro.htm
Biografia:
http://www.macua.org/biografias/alfredomarceneiro.html
N’"O fado do Público”:
http://www.publico.clix.pt/sites/Fado2004/004AlfredoMarceneiro.asp

ALICE COSTA FRANCO (29/2/1980)

http://www.youtube.com/user/AliceMagina

ALICE PIRES (Lisboa 1956)
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=92

AMÁLIA RODRIGUES (Lisboa 1/7/1920, 6/10/1999)
Amália Rodrigues
[youtube]v6P68KXeBy4[/youtube]

Amália revolucionária

http://www.amalia.com/
http://amalia.no.sapo.pt/
http://www.amaliarodrigues.com.br/
http://www.geocities.com/cecskater1/
http://www.vidaslusofonas.pt/amalia_rodrigues.htm
http://dossiers.publico.pt/shownews.asp?id=93126&idCanal=560
http://pt.wikipedia.org/wiki/Am%C3%A1lia_Rodrigues
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=105
Amália e o PCP:
http://www.instituto-camoes.pt/bases/amalia.htm [ligação quebrada] http://www.instituto-camoes.pt/bases/amalia/confrmajudpcp.htm [ligação quebrada] http://www.vieiros.org/publicacions/antiga.php?Ed=4&id=4160
http://qn.quotidiano.net/art/1999/10/07/242563

ANA MARGARIDA VALADAS (Almodôvar 7/2/1982)

http://alentejana-na-alemanha.blogs.sapo.pt/116131.html

ANA LAÍNS (Tomar 1979)
Ana Laíns
http://www.musicactiva.com/f1077.php

ANA MARGARIDA PINTO (Oliveira de Azeméis 9/6/1983)

http://www.myspace.com/anamargaridapinto

ANA MARINA

http://marinafadista.blogs.sapo.pt/

ANA MAURÍCIO (30/11/1970)

http://anamauricio.com/

ANA MOURA (Santarém 1979?)
Ana Moura
[youtube]Ua9G1qtQb7A[/youtube]
[youtube]pTDnBrno3dQ[/youtube]
http://www.transglobalsite.com/universal/anamoura/portugues.html
http://www.anamoura.oninet.pt/publico/default.htm (?)
http://www.myspace.com/anamourafado

ANA ROSMANINHO (Évora)

http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt/102084.html?thread=209092
Ouvir:
http://jjsilva.bloguedemusica.com/8184/Ana-Rosmaninho-Meu-Bairro-alto/

ANA SOFIA VARELA (Lisboa 1977)
Prémio Amália Rodrigues 2005
Ana Sofia Varela
Nem tradicionalista nem revolucionária, mas… “centrista"!
http://www.casademateus.com/actividades_festival_detalhe.asp?ID=6
http://attambur.com/Noticias/20024t/ana__sofia_varela.htm
http://www.syntorama.com/cas/artistas/ana_sofia_varela/

ANABELA (Almada 22/9/1976)

[youtube]eATdQxOxZD4[/youtube]
http://pt.wikipedia.org/wiki/Anabela
http://www.freewebs.com/ana-bela/
http://anabelabrazpires.blogspot.com/

ÂNGELA MARIA (Brasil)

http://letras.terra.com.br/angela-maria/

ANGELINA PINTO (11/9/1957)
Angelina Pinto
http://www.fado.biz/

ANÍBAL COSTA
http://www.fadistas.com/anibalcosta/index.html

ANITA GUERREIRO (Lisboa 13/10/1936)
http://infobatanetes.blogs.sapo.pt/arquivo/459916.html
http://www.nbp.pt/clube_actores.php?idact=217
http://www.cm-lisboa.pt/?id_item=7252&id_categoria=11

ANTÓNIO ABRANTES
http://www.euroluna.com/catalogo/detalhes_produto.php?id=181&PHPSESSID=b8823bb29e13342add4ac58bbd853c14
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=11629

ANTÓNIO CHAINHO (São Francisco da Serra 1938)
http://www.cantodaterra.net/ct/site/biografias/biografias.asp?id=14

ANTÓNIO MELLO CORRÊA
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=168

ANTÓNIO MOURÃO (Montijo 1936)

http://www.cantodaterra.net/ct/site/biografias/biografia.asp?fpage=0&page=1&id=36&l=António%20Mourão
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=169

ANTÓNIO PINTO BASTO (Évora 6/5/1952)
António Pinto Basto
http://www.antoniopintobasto.com/main/
http://www.antoniopintobasto.com/main/index.html

ANTÓNIO VARIAÇÕES (Lugar do Pilar 2/12/1944, Lisboa, 13/6/1984)

http://anos80.no.sapo.pt/antoniovariacoes.htm

ANTÓNIO ZAMBUJO (Beja 1977?)
António Zambujo
http://www.antoniozambujo.com/home.asp?zona=1&template=7&precedencia=0&idioma=1
http://www.myspace.com/antoniozambujo
http://www.ocarina-music.pt/PT/Zambujo.htm
http://attambur.com/Noticias/20042t/AntonioZambujoAoVivo.htm

ARGENTINA SANTOS
Argentina Santos
Fado tradicional, castiço e lisboeta“.
http://www.musicpictures.com/propxt/main/search_string~artid:24709::/ltext~Argentina%20SANTOS
http://www.somlivre.pt/loja/viewItem.asp?idProduct=76452
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=189
http://attambur.com/Noticias/20032t/argentina_santos.htm

ARMANDINHO (1891-1946)

http://www.cantodaterra.net/ct/site/biografias/biografia.asp?id=37

ARTUR BATALHA (Lisboa 14/4/1951)
“O príncipe do fado”
http://www.noitesperdidas.net/Fado/Artur_Batalha_files/AB.jpg

http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=11809

AUGUSTA ERMIDA
Augusta Ermida
http://www.answers.com/topic/fado-2000-album-by-augusta-ermida

AUGUSTO GRAÇA (14/8/1948)

[youtube]vI136eOnz7s[/youtube]
http://www.myspace.com/409340970
http://www.facebook.com/augustograca?ref
http://augustofado48.hi5.com/
Vídeo:
http://www.facebook.com/augustograca?ref#/video/video.php?v=1112933215797

BEATRIZ DA CONCEIÇÃO
Beatriz da Conceição
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=276

BERTA CARDOSO (Lisboa 1911, 1997)
http://www.bertacardoso.com/

BRUNO PIRES (Aljustrel 17/10)

http://brunopiresfadista.blogspot.com/
http://palcoprincipal.sapo.pt/bruno_pires

CAMANÉ (Oeiras)
Camané
Carlos Manuel Moutinho Paiva dos Santos Duarte
http://www.camane.em.pt/
http://arlindo_correia.tripod.com/060102.html

CÂNDIDA RAMOS (Porto)

CARLA PIRES
Carla Pires
http://www.ocarina-music.pt/PT/Carla_Pires.htm
http://www.myspace.com/carlapires

CARLOS CANO (Granada 1946, 2000)
[youtube]zGR0F6dYooY[/youtube]
http://www.carloscano.com/discografia/quedateconlacopla.htm
http://es.wikipedia.org/wiki/Carlos_Cano
Excepcionalmente, incluo aqui um cantor espanhol cujo fado “Maria la portuguesa” foi o único (que eu saiba) fado não português traduzido para o português e cantado depois por portugueses.

CARLOS CONDE
http://c.conde.planetaclix.pt/

CARLOS DO CARMO (Lisboa 21/12/1939)
[youtube]R9eYcVn6Hds[/youtube]
Carlos do Carmo
http://www.carlosdocarmo.com/
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=440
http://pt.wikipedia.org/wiki/Carlos_do_Carmo

CARLOS MACEDO (Vila Nova de Famalicão 9/12/1946)


http://www.carlosmacedo.net/
http://carlosmacedofado.blogspot.com/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Carlos_Macedo_%28fadista%29

CARLOS PAREDES (Coimbra 1925, Lisboa 2004)
Carlos Paredes
Biografias:
http://www.macua.org/biografias/carlosparedes.html
http://attambur.com/Noticias/20042t/carlosParedes.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Carlos_Paredes
Carlos Paredes e o PCP:
http://www.instituto-camoes.pt/bases/paredes.htm [ligação quebrada]
http://estudossobrecomunismo.weblog.com.pt/arquivo/135813.php
“Estar com Paredes”: http://www.apagina.pt/arquivo/Artigo.asp?ID=1169

CARLOS RAMOS (Alcântara 1907, Lisboa 1969)

http://fadista-carlos-ramos.blogspot.com/
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=450
Biografia:
http://www.macua.org/biografias/carlosramos.html

CARLOS ZEL (Parede 1950, Cascais 2002)
Carlos Zel

http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=455
Biografia: http://www.macua.org/biografias/carloszel.html
http://www.instituto-camoes.pt/arquivos/musica/zelmorre.htm [ligação quebrada]
http://www.sped.pt/noticias.php?cod=62&des=1

CARLOTA FORTES
http://www.carlotafortes.com/

CARMINHO

Páginas: http://www.carminho.net/ http://www.blog.carminho.net/ http://www.myspace.com/carminhofado

CARMO MONIZ PEREIRA

VÍDEO: http://vimeo.com/28122320
http://www.renovaramouraria.pt/tudo-sobre-a-final-do-concurso-ha-fado-na-mouraria/

CAROLINA TAVARES
http://www.artistdirect.com/nad/store/artist/album/0,,1044631,00.html

CATARINA ROCHA (Porto 1/12/1989)

http://rainhadofado.hi5.com
http://fadoceleste.hi5.com
http://www.youtube.com/CatarinaRocha7
http://www.fotolog.com/catarina_rocha7
http://amalia.cr.nafoto.net/

CÁTIA SOFIA (Vila Nova de Gaia 19/8/1992)

http://www.catiasofia.pt.vu/

CÁTIA SOFIA TUNA

CELESTE RODRIGUES (Lisboa 14/3/1923)

http://www.celesterodrigues.pt/

CÉLIA BARROCA
http://www.ocarina-music.pt/Artistas/Fado/CeliaBarroca.htm

CIDÁLIA MOREIRA
Cidália Moreira
http://www.cidaliamoreira.com/
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=525

CLARA
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=14391

CRISTIANA PEREIRA (7/3/1988)

[youtube]QZUjZ6iNnLo[/youtube]
http://video.acasa.ro/view_video/75945c042bfb124275a0/fado-cu-cristiana-pereira-portugal-2004.html
http://es.youtube.com/watch?v=QZUjZ6iNnLo&locale=es_ES&persist_locale=1

CRISTINA BRANCO (1972)
Cristina Branco
Cantora de fado “revolucionária”.
http://www.cristinabranco.com/
http://cristina-branco.artistes.universalmusic.fr/
http://www.pagina12web.com.ar/diario/suplementos/las12/13-685-2003-06-28.html
http://200.61.159.98/suplementos/las12/vernota.php?id_nota=685&sec=13

CRISTINA NAVARRO

http://www.myspace.com/cristina.navarro.fado
http://www.youtube.com/user/crisabelmar

CRISTINA NÓBREGA

http://profile.myspace.com/index.cfm?fuseaction=user.viewprofile&friendid=410286865

CUCA ROSETA

http://www2.fcsh.unl.pt/cadeiras/plataforma/foralinha/cyber/www/view.asp?edicao=00&artigo=888

DÉBORA RODRIGUES (Porto Santo 1982)
Débora Rodrigues

http://deborarodriguesfado.blogspot.com/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fado

DEOLINDA

http://www.deolinda.com.pt/

DEOLINDA MARIA

http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt/134462.html

DEOLINDA RODRIGUES

DIAMANTINA
Diamantina

http://profile.myspace.com/index.cfm?fuseaction=user.viewProfile&friendID=440480737
http://www.ovacao.pt/
http://www.ovacao.pt/extras/PressReleaseFadoFlordaPele.pdf

DINA DO CARMO
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=5101

DULCE GUIMARÃES
Dulce Guimarães
http://www.ripe-espectaculos.com/blog/?p=200

DULCE PONTES (Montijo 8/4/1969)
Não é fadista sensu stricto, mas…
Dulce Pontes
“uma actriz de canções”.
http://www.dulcepontes.nl
http://dulcepontes.net/site.php
http://usuarios.tiscali.es/alquimista/
http://members.tripod.com/~Beto_Brazil/vozesfemininasportuguesas/id2.html

ELISABETE VEIGA (Bragança 17/12/1982)

ENFADO (Lérida 9/2002)
Fado a la catalana

http://www.enfado.net
http://www.myspace.com/enfadonet

ENTRE VOZES (1999-2003)
Entre Vozes
Já fizeram parte das ENTRE VOZES Alexandra, Maria da Fé, Alice Pires, Lenita Gentil, Maria Armanda e Teresa Tapadas.
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=4294

ERCÍLIA COSTA (Costa da Caparica 1902, 1985)
Ercília Costa
http://www.macua.org/biografias/erciliacosta.html

EUCLIDES CAVACO
http://www.euclidescavaco.com/

FÁBIA REBORDÃO

http://www.uguru.net/pt/roster_fabiarebordao.html

FERNANDA BAPTISTA (7/5/1919, 25/7/2008)
http://www.geocities.com/maoraz2001/psfb.html
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=911
http://www.correiodamanha.pt/noticia.aspx?contentID=5DDC175A-8CB7-4DBD-B72F-C5A1AC39D76B&channelID=00000021-0000-0000-0000-000000000021
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Cultura/Interior.aspx?content_id=971482

FERNANDA MARIA
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=912

FERNANDA MOREIRA

FERNANDO FARINHA (Barreiro 20/12/1928 ou 5/5/1929, Lisboa 12/2/1988)
Fernando Farinha
O Miúdo da Bica
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=916
Canção de Lisboa:
http://vaskyssimo.imeem.com/music/YLdg6jHm/fernando_farinha_cano_de_lisboa/

Mais:
http://www.youtube.com/watch?v=T-knCmRNOZQ
http://www.youtube.com/watch?v=vwee7_qskig

FERNANDO JOÃO (Porto 1944)
http://www.fjoao.hpg.ig.com.br/

FERNANDO LAMEIRINHAS (Porto 1944)
http://www.lameirinhas.net/

FERNANDO MARTINHO
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=4413

FERNANDO MAURÍCIO (Lisboa 1933, 2003)
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=919

FILIPA CARDOSO (18/4/1979)
http://www.filipacardoso.com/
http://www.myspace.com/filipacardosofado

FILIPA MALTIEIRO [antes FILIPA RODRIGUES] (Cartaxo 5/6/1989)

http://www.filiparodrigues.eu/
http://www.myspace.com/filiparodriguesfado

FILIPA PAIS
Filipa Pais
http://www.cantodaterra.net/ct/site/letras/resultados.asp?fpage=0&page=1&find=Filipa%20Pais&findbox=57
Sem ser fadista, canta fados… muitíssimo bem!
Para ouvir uma das melhores vozes portuguesas (um bocadinho):
http://www.instituto-camoes.pt/cvc/disco/81/filipapais.html

FILIPE DUARTE
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=11807

FILIPE PINTO (Lisboa 1905, 7/2/1968)

http://www.infopedia.pt/$filipe-pinto
http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt/58421.html

FLORA PEREIRA (m. Lisboa 4/4/2008)

http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt/100646.html

FLORA SILVA
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=939

FONTES ROCHA
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=947

FRANCISCO JOSÉ (Évora 16/8/1924, ? ?/7/1988)

http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=955

FRANCISCO STOFFEL
Francisco Stoffel
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=958

FREI HERMANO DA CÂMARA
Frei Hermano da Câmara
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=987

GERMANO ROCHA
http://www.germanorocha.net

GISELA JOÃO

http://vids.myspace.com/index.cfm?fuseaction=vids.Channel&ChannelID=212675306
http://profile.myspace.com/index.cfm?fuseaction=user.viewprofile&friendid=212675306

GONÇALO DA CÂMARA PEREIRA

“Gonçalo a presidente":
http://goncaloapresidente.blogspot.com/

GONÇALO SALGUEIRO (Montemor-o-Novo 7/11)
Gonçalo Salgueiro

http://www.goncalosalgueiro.com/port/home.htm

HÉLDER MOUTINHO (Oeiras 1969)
Hélder Moutinho
http://heldermoutinho.com/
http://www.ocarina-music.pt/Artistas/Fado/Helder.htm
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1121

HELENA LEONOR

HELENA SANTOS (a miuda de Odivelas)

HELENA SARMENTO (Lamego, 23/8/1981)


http://helenasarmento-fadoazul.blogspot.com/
http://www.myspace.com/ahelenasarmento

HERMÍNIA SILVA (Lisboa 1907, 1993)
Hermínia Silva
http://www.rtp.pt/index.php?article=184020&visual=16

HUMBERTO VICENTE (Vila Franca de Xira 1951)
http://www.fado.biz/humbertovicente/

INÊS DUARTE
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=1176

IRMÃOS CARLOS E HENRIQUE LEITÃO
Irmãos Leitão
http://www.alentejodigital.pt/musicos/carlos_e_henrique1.htm

ISABEL ROSETA
http://pt.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_Braga

ISABELLA SOFIA (Cascais?)
http://mydreamsportugal.spaces.live.com/default.aspx

JENYFER RAINHO (França 1985)
Jenyfer
[youtube]AHDu9FHMYEE[/youtube]
http://www.jenyfer-online.com/
http://www.jenyfer-online.com/vp/index.htm
Ouvir: http://www.myspace.com/jenyrainho

Última edição: 1 de outubro de 2012.

Continua aqui:
http://agal-gz.org/blogues/index.php/fado/2011/09/02/alguns-fadistas-e-lugares-ii

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Mon, 01 Oct 2012 14:24:11 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Senhor Joaquim,

Agradeço sempre as críticas. Acontece que sou estrangeiro e bastante ignorante de muitas coisas do fado e dos fadistas (como dessa história que refere); e também que nem sempre a “rede” ajuda.

Desculpe lá se empurrei em vez de ajudar. Vou corrigir os erros.

Volte sempre.

Obrigado.

----- COMMENT: AUTHOR: Joaquim [Visitante] DATE: Mon, 01 Oct 2012 11:20:56 +0000 URL:

Como é possível de Artur Batalha apenas terem o nome e uma foto que nem corresponde? Sei que o homem se perdeu,mas recuperou se e nunca deixou de ter o seu valor como fadista que foi e ainda é.Neste pais é sempre assim,quando as pessoas caiem no lugar de se ajudar a levantar,empurram-se.

----- COMMENT: AUTHOR: Joaquim Fernando dos santos Braga [Visitante] DATE: Sat, 02 Jun 2012 00:39:03 +0000 URL: https://plus.google.com/b/115905141591576719393/115905141591576719393/posts://

Portugal,Fado.

Página Google+

https://plus.google.com/b/115905141591576719393/115905141591576719393/posts

----- COMMENT: AUTHOR: Fado [Visitante] DATE: Mon, 14 May 2012 21:56:59 +0000 URL: http://www.rodrigocostafelix.blogspot.pt/

I really like Rodrigo Costa Felix. check out his new single from his CD. Amazing. http://youtu.be/zZi9v7VAPf8

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Tue, 08 Mar 2011 09:42:28 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Só posso dizer “Obrigado!”

----- COMMENT: AUTHOR: Miguel Roque [Visitante] DATE: Tue, 08 Mar 2011 09:39:11 +0000 URL: http://miguelroque.com.sapo.pt/

IMPOSSIVEL não elogiar estes e outros blogues da sua autoria, parabéns amigo Manuel, Tu és a prova viva de que PORTUGUESES E ESPANHOIS PODEM SER AMIGOS. Infelizmente ainda há por aí alguns nacionalistas fanáticos de um e outro lado da fronteira.
Forte abraço, e, viva o fado.

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Sun, 24 Oct 2010 18:02:34 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Senhor Macedo,
Eu sou um ouvinte estrangeiro de fados lisboetas, bastante ignorante, mas vou aprendendo.
Se o senhor tem coisas publicadas na rede, com certeza que acrescentarei uma foto, ligações e algum vídeo.
Muito obrigado.
Volte sempre.

----- COMMENT: AUTHOR: Carlos Macedo Fadista [Visitante] DATE: Sun, 24 Oct 2010 15:19:23 +0000 URL: http://www.carlosmacedo.net/

Olá boa tarde .
Antes demais parabéns pelo seu trabalho.
Encontrei este espaço por acaso onde tem o meu nome e sendo um espaço de Fado é sempre gratificante para divulgação do nosso trabalho,mas fiz uma busca e não encontro nada meu ? .
Os melhores cumprimentos.
Carlos Macedo .

----- COMMENT: AUTHOR: orquidea [Visitante] DATE: Wed, 21 Apr 2010 18:48:47 +0000 URL: http://lilu145@hotmail.com

hola: soy española pero mi madre era portuguesa asi q necesito ayuda. Mi madre era fadista su nombre artistico era maribel. Nacio en 1935 en Lisboa y canto en locales de fado asta finales de los 60 q vino a España a darse a conocer y al final se caso aki y dejo de cantar. Mi motivo esq busco algun disco suyo ya q mientras estaba en españa robaron en su casa de Lisboa llevandoselo todo, y no tengo ninguno suyo. Me encantaria q alguien me ayudara. Gracias de antemano

----- COMMENT: AUTHOR: Fado Tv [Visitante] DATE: Tue, 09 Mar 2010 15:38:46 +0000 URL: http://www.fadotv.com

convido vos a ir visitar o nosso site
abraço

----- COMMENT: AUTHOR: RICARDO MESQUITA [Visitante] DATE: Wed, 11 Feb 2009 05:26:34 +0000 URL: http://www.ricardomesquitafado.com.sapo.pt

PARABÉNS PELA VASTO NUMERO DE FADISTAS.
AINDA BEM QUE A NOSSA CANÇÃO MAIS BELA, ESTÁ ESPALHADA PELOS 4 CANTOS DO MUNDO…
PARABENS FADO.
EIS-ME AQUI….MAIS UM FADISTA PRA JUNTAR AO CONJUNTO DOS OUTROS TANTOS..LOOOL
CUMPRIMENTOS

----- COMMENT: AUTHOR: helena [Visitante] DATE: Sun, 14 Dec 2008 03:32:36 +0000 URL: http://www.carlosmacedo.net

A VISITAR SITE .WWW.CARLOSMACEDO.NET EXCELENTE.PALAVRAS PRA QUÊ. VIVA O FADO E BEM AJA AOS FADISTAS.

----- COMMENT: AUTHOR: Vítor Tiago [Visitante] DATE: Sun, 28 Sep 2008 15:53:21 +0000 URL:

É graças a esta e outras páginas como esta que o nosso fado não pode morrer.Viva o FADO!!!

----- COMMENT: AUTHOR: Luis Carvalhas [Visitante] DATE: Sun, 01 Jun 2008 16:53:57 +0000 URL:

FADO É VIDA.
Geração para geração, enquanto vivermos o FADO existirá, e pela minha parte não vou, não quero, nem deixo afrouxar a paixão que tenho por este sentimento…
Um grande abraço e bem hajam por este magnífico trabalho.
Luis Manuel Carvalhas

----- COMMENT: AUTHOR: Miss [Visitante] DATE: Tue, 01 Apr 2008 21:14:32 +0000 URL:

FOGOH!!!

passei por aqui pq de um trabalho da escola… tanta coisa pah! excelente trabalho…

xD

continua assim… que eu na sei por onde me virar com tantos sites

xD

;D

Beijoh!!

----- COMMENT: AUTHOR: Manuela Cavaco [Visitante] DATE: Sat, 16 Feb 2008 14:27:05 +0000 URL: http://www.manuelacavaco.tk

Parabéns e obg por este belo e util trabalho.
http://www.abrali.com/manuelacavaco

----- COMMENT: AUTHOR: Manuela Cavaco [Visitante] DATE: Sat, 16 Feb 2008 14:22:21 +0000 URL: http://manuelacavaco.tk

Parabéns e obg por este belo e
util trabalho.
http://abrali.com/manuelacavaco

----- COMMENT: AUTHOR: MLeiria [Visitante] DATE: Thu, 14 Feb 2008 22:34:01 +0000 URL: http://www.fadocravo.blogspot.com

Parabéns por este trabalho de grande utilidade.
Já agora, lembro o nome de duas importantes fadistas ainda não incluídas nesta litagem:
MARIANA SILVA e FLORA PEREIRA. Encontrarão
algumas referências no blog
http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt e também no
em www.fadocravo.blogspot.com de onde poderão retirar alguma foto de que necessitem.
Bem hajam!

----- COMMENT: AUTHOR: Cláudia Tulimoschi [Visitante] DATE: Sat, 20 Oct 2007 17:39:48 +0000 URL:

Conheçam o trabalho de Adélia Pedrosa,aplaudida e premiada no Brasil inteiro como uma das mais expressivas e versáteis intérpretes da música portuguesa. Visitem o blog: http://adeliapedrosa.blogspot.com
Lá encontrarão sua história, links para músicas no You Tube, albuns de fotos, imprensa,e uma singela homenagem a seu mestre e criador artístico, o eterno Joaquim Pimentel.
Vale a pena conferir e divulgar
Vejam também artigo no Portal do Fado.
http://www.portaldofado.net/content/view/502/67/

Grata

----- COMMENT: AUTHOR: Dorenda neves [Visitante] DATE: Tue, 07 Aug 2007 23:48:12 +0000 URL:

Acredito que por lapso ou distracçao mas nao vi nada referente a um grande fadista guitarrista autor compositor e construtor da guitarra portuguesa carlos macedo que descobri, e meu deus que grande artista, e se nao estou em erro em termos de arte o mais completo e unico.
Espero que encontrem o que encontrei e como eu fiquem sem palavras!
Nas tvs e nas radios sao sempre os mesmos facam o povo ver e ouvir este Sr. Artista! bem aja e Felicidades

----- COMMENT: AUTHOR: Ricardo Neto [Visitante] DATE: Sun, 05 Aug 2007 22:52:47 +0000 URL: http://www.ricardoneto.blogspot.com

Ola este é o meu novo Site: www.ricardoneto.blogspot.com

----- COMMENT: AUTHOR: Ferdz Dasilva [Visitante] DATE: Sun, 17 Jun 2007 20:02:30 +0000 URL: http://www.acheinternational.hpg.ig.com.br

Menagement* Agenciamento* Produção*
Discigráfica* Projetos de apoio
a novos valores do fado

----- COMMENT: AUTHOR: Jenyfer [Visitante] DATE: Fri, 25 May 2007 00:09:50 +0000 URL: http://www.myspace.com/jenyrainho

Ola,

Obrigada por tao linda pagina.
Pelo menos, aqui na net, pudemos estar (quaz) todos reunidos.

Queria informar que existe um novo link, onde se pode ouvir, algums titulos, do meu proximo trabalho.

LINK: http://www.myspace.com/jenyrainho

Com todo o meu gosto, espero que gostam.
Um forte abraço de Paris e um jinho.

Jeny Rainho
www.jenyfer-online.com
www.myspace.com/jenyrainho

----- COMMENT: AUTHOR: Fernando [Visitante] DATE: Thu, 17 May 2007 16:32:58 +0000 URL:

¡Excelente!.Un fantastico lugar para los
amantes del fado(que en España somos muchos)

----- COMMENT: AUTHOR: Ricardo Neto [Visitante] DATE: Mon, 07 May 2007 18:43:11 +0000 URL: http://www.ricardoneto.com.sapo.pt

Lá diz o ditado:
” Quem canta seus males espanta “

CANTO O FADO

Há para o sofrimento
Um bom remédio afinal
É cantar e num momento
Ninguém se lembra do mal
Não custa mesmo nada
Tentem fazer como eu
Uma guitarra afinada
Um voz bem timbrada
E tudo esqueceu

refrão:
Quando a tristeza me invade
Canto o fado
Se me atormenta a saudade
Canto o fado
Haja ciúme á vontade
Canto o fado
Por uma esperança perdida
Não passe na vida
Por um mau bocado
Se acaso a sorte o esqueceu
É fazer como eu
Deixe andar cante o fado

Não é que não me interesse
Por quem a dor não resiste
Mas a gente que parece
Que gosta até de andar triste
Tem sempre um ar fatal
A que ninguém o obriga
E nesta vida afinal
Vendo bem nada vale
Mais do que uma cantiga

FADO = PORTUGAL

NÃO VAMOS DEIXAR MORRER A NOSSA MAIOR E MAIS LINDA CANÇÃO NACIONAL!!!

Felecidades a todos…

Ricardo Neto ( FADISTA )

----- COMMENT: AUTHOR: Eduardo Ramos [Visitante] DATE: Mon, 16 Apr 2007 20:30:26 +0000 URL: http://fadista-carlos-ramos.blogspot.com/

Como não existe gostaria imenso de oferecer uma fotografia de carlos ramos e outra de armandinho. digam-me como fazer para a enviar.

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Wed, 24 Jan 2007 21:00:41 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Boa tarde.

O administrador sou eu. Chamo-me Manuel Sánchez. Podem escrever-me: manuelsanchezf2005@yahoo.es ou manuelsanchezf2005@hotmail.com

Obrigado.

----- COMMENT: AUTHOR: Sónia [Visitante] DATE: Wed, 24 Jan 2007 19:25:16 +0000 URL:

Olá, boa tarde.
é possivel indicarem-me o contacto do administrador deste blog , de forma, a entrar em contacto com o mesmo?
Obrigada

----- COMMENT: AUTHOR: pedro Lourenço [Visitante] DATE: Wed, 24 Jan 2007 19:13:09 +0000 URL: http://mrscarla5@msn.com

JA OUVI O DISCO DA JOANA AMENDOIRA “Á FLOR DA PELE” E GOSTEI BASTANTE, ACHO QUE ESTÁ NO BOM CAMINHO, gostava de saber quando é que vai apresentar em lisboa.

----- COMMENT: AUTHOR: Miguel Ángel [Visitante] DATE: Thu, 04 Jan 2007 17:23:40 +0000 URL:

Hola a todos los amantes del Fado. Gracias a todos los que haceis posible esta página.
Soy un andaluz de Cádiz, España, y sí, canto Fado.
Por ahora sólo lo canto en el metro de Madris algunas tardes y en alguna fiesta privada. Algún día, quiero ir a Portugal durante un tiempo a estudiarlo. Hasta entonces, gracias.

----- COMMENT: AUTHOR: Fernando Gil [Visitante] DATE: Tue, 26 Dec 2006 19:29:16 +0000 URL: http://www.macua.org/radiofado.html

Parabéns e grato pelo link à RADIO FADO DE PORTUGAL
http://www.live365.com/stations/caboverde

Fernando Gil

----- COMMENT: AUTHOR: lucio bamond [Visitante] DATE: Sun, 26 Nov 2006 03:04:07 +0000 URL: http://luciobamond.tripod.com/fado

adorei nao conhecia…parabens bem hajam um abraço fadista.
lucio bamond

----- COMMENT: AUTHOR: José Lameiras [Visitante] DATE: Wed, 01 Nov 2006 22:46:00 +0000 URL: http://joselameiras.blogs.sapo.pt

Blog do Fadista José Lameiras

----- COMMENT: AUTHOR: julio silva [Visitante] DATE: Wed, 27 Sep 2006 14:27:04 +0000 URL: http://www.portaldofado.com.br

gostei do site bastante parabens.

----- COMMENT: AUTHOR: andrea muraglia [Visitante] DATE: Wed, 13 Sep 2006 10:12:39 +0000 URL: http://Uruguay

Me voy enamorada de Coimbra y seducida por este estilo de música tan especial……el fado . Gracias

----- COMMENT: AUTHOR: sergio arturo vazquez veles [Visitante] DATE: Mon, 11 Sep 2006 03:46:35 +0000 URL:

soy de saltillo coahuila, Mexico
El Genero “fado", es simplemente “EXTRAORDINARIO” ,a pesar de que existen multiples exponentes, todos de ellos maravillosos, mi preferida es la reina “amalia rodrigues".

Gracias por esta pagina tan completa, e increible sobre fadistas y exponentes.

atte: arturo vazquez. Fiel admirador de este maravilloso genero musical portugues.

“Buena Vida”

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Sun, 03 Sep 2006 23:15:57 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

TB,

Pensei que com essas ligações já chegava. Mas talvez tem razão.

Biografias: http://www.cantodaterra.net/ct/site/biografias/biografias-lista.asp?fpage=0&page=1

Obrigado.

----- COMMENT: AUTHOR: Visitante (TB)... [Visitante] DATE: Sun, 03 Sep 2006 23:11:53 +0000 URL:

Olá, este blog está fantástico, mas…

há vários links para o site http://cantodaterra.net, e o próprio site não merece ma referência???
Obrigado
TB

----- COMMENT: AUTHOR: Isa [Visitante] DATE: Sat, 26 Aug 2006 22:16:51 +0000 URL:

Obrigada…assim descobri a Raquel Peters, a Maritina e a Névoa. Fantástico uma catalã a cantar fado e em português.

----- COMMENT: AUTHOR: José Lameiras [Visitante] DATE: Tue, 15 Aug 2006 14:31:25 +0000 URL: http://joselameiras.planetaclix.pt

Gostei! Um excelente trabalho em prol do Fado, fazem falta blogues como este para divulgação do Fado e Fadistas.
Obrigado.

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Thu, 03 Aug 2006 20:36:59 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Hola.

Diga por favor cuál es su programa y cuál su emisora (que quizá se pueda oír por internet). Entonces pondría un enlace en el blog.

Saludos desde Cataluña.

Muchas gracias.

----- COMMENT: AUTHOR: cristobal Gran Canaria (España) [Visitante] DATE: Thu, 03 Aug 2006 19:05:58 +0000 URL:

soy Cristóbal de Gran Canaria , gracias por esa pagina , amo la musica de portugal, amo y adoro el fado, la verdad que es uno de los estilos musicales que mas me gusta, yo tengo un programa de radio y hablo tambien del fado.

saludos portugal de un rinconcito del mundo llamado Gran Canaria

cristobal

----- COMMENT: AUTHOR: jonatas [Visitante] DATE: Wed, 14 Jun 2006 19:34:14 +0000 URL:

me mande por e-mail musicas e coreografias do fado por favor.

----- COMMENT: AUTHOR: Ricardo Duarte de Oliveira [Visitante] DATE: Tue, 02 May 2006 20:05:22 +0000 URL:

Bem Haja pelo excelente trabalho de reunir grandes nomes do fado, agradeço, pelo facto de ser um grande fã do fado.

----- COMMENT: AUTHOR: Fraili Carmona Valviensi [Visitante] DATE: Wed, 08 Feb 2006 19:59:17 +0000 URL:

Nú sabia que desistián tantus fadistas, enclusu huera e Purtugal!

----- COMMENT: AUTHOR: Fátima [Visitante] DATE: Tue, 01 Nov 2005 23:17:23 +0000 URL:

Bom sitio para os fãs do fado.
Desconhecia alguns dos artistas que estão aqui.
:)

----- COMMENT: AUTHOR: Fátima [Visitante] DATE: Tue, 01 Nov 2005 23:07:08 +0000 URL:

A melhor coletânea que conheço sobre o fado!
Obrigada.

:)

----- COMMENT: AUTHOR: MLeiria [Visitante] DATE: Fri, 15 Jul 2005 21:40:26 +0000 URL: http://www.fadocravo.blogspot.com

Abriu um site em homenagem a Berta Cardoso:

www.bertacardoso.com

----- --------