Categoria: HISTÓRIA

O Primeiro de Maio em Ordes em 1934

11-02-2011

ORDES-
O primeiro de maio -
Por iniciativa de um grupo de jovens simpatizantes dos partidos galeguista e socialista, apoiado polas socieades agrárias, celebrou-se em Ordes a festividade do Primeior de maio, pese às dificuldades opostas. A propaganda nom se efectuou por denegar-se a permissom correspondente. Tampouco pudo celebrar-se o mitim público. Limitou-se à celebraçom de festas de carácter popular e umha palestra que sobre o significado da data deu o ex deputado constituinte senhor Soares Picalho.

Raza Celta. Órgano del Comité Autonomista Gallego de Montevideo, Ano I, nº 4. Montevideu, 15 de junho de 1934, pág. 12.

Assim descreviam no Raza Galega o 1º de Maio celebrado em Ordes em 1934, seguramente um dos primeiros celebrados na vila e também um dos últimos. Destacam as travas colocadas na sua celebraçom, pois como se costuma dizer, a II República só chegou a Ordes com a Frente Popular. O governo de António Concheiro de republicano só tinha o nome, e os boicotes a actos deste tipo fôrom umha constante no seu governo municipal.

O orador neste Primeiro de Maio, Ramom Soares Picalho, agrarista, foi um dos militantes mais escorados à esquerda do Partido Galeguista. Formado no ambiente de esquerdas de Buenos Aires, preso político na Argentina, fundador do Partido Comunista do mesmo país, homossexual, etc., será umha das personagens mais interessantes do nacionalismo galego de pré-guerra. Sempre tivo especial relaçom com a nossa comarca, como explicaremos em próximas entradas do blogue.

Escrito às 16:43:22 nas castegorias: MEMÓRIA, HISTÓRIA
por foucelhas Email , 234 palavras, 8411 visualizaçons   Português (GZ)   Chuza!
Este Sábado, curso da Escola Popular Galega

01-12-2010

Neste sábado, dia 4 de dezembro, a Escola Popular Galega em colaboraçom com Foucelhas realizará em Ordes -na Casa da Cultura- o seu segundo curso sobre história da Galiza, sob o título "Três achegas à história da Galiza", com as seguintes ponências:

11h30. "Da Gallaecia romana ao Reino Suevo". Por Duarte Abade, especialista em História Medieval.

13h00. Descanso para o jantar (rogamos que quem queira vir avise para fazer umha estimaçom)

16h00. "Marxismo e libertaçom nacional desde a década de 60". Júlio Teixeiro, Grupo de Estudos Mádia Leva.

18h00. "O fracasso dumha direita galeguista. O caso Franqueira". Tiago Peres, especialista em História Contemporánea.

Aguardamos-vos!

Escrito às 12:54:32 nas castegorias: ACTIVIDADES, HISTÓRIA
por foucelhas Email , 102 palavras, 315 visualizaçons   Português (GZ)   Chuza!
Documentos para investigar a história de Ordes na Hemeroteca Virtual de Betanços

11-05-2010

Graças à Hemeroteca Virtual de Betanços (http://hemeroteca.betanzos.net/) temos disponíveis para o estudo dous números da revista "PATRIA: Órgano de la Unión Patriótica de los Partidos de Corcubión, Ordenes y Betanzos", do 16 de Junho de 1925 (http://hemeroteca.betanzos.net/Patria/Patria%201925%2006%2016.pdf) e 1 de Julho do mesmo ano (http://hemeroteca.betanzos.net/Patria/Patria%201925%2007%2001.pdf). Nela pode-se encontrar valiosa informaçom sobre mitins e movimentos da direita espanhola na nossa comarca. A "Unión Patriótica" (referindo-se a Espanha, claro, nom à Galiza) foi um partido político espanhol criado polo ditador Miguel Primo de Rivera. Mais adiante daremos conta aqui da informaçom que contém

Leia mais »

Escrito às 11:30:08 nas castegorias: MEMÓRIA, Documentos, HISTÓRIA
por foucelhas Email , 125 palavras, 969 visualizaçons   Português (GZ)   Chuza!
29 de Novembro de 1931: mitim em Ordes da CNT

11-05-2010

Continuamos recolhendo a memória do anarquismo na comarca. Agora, no livro "A cultura en Culleredo na Segunda República", de Carlos Pereira (que podes descarregar aqui: http://www.cntgaliza.org/files/Ateneo_Rutis.pdf), conseguimos a referência dum mitim do Sindicato de Peons da CNT da Corunha celebrado em Ordes no 29 de Novembro de 1931:

Leia mais »

Escrito às 02:06:20 nas castegorias: Documentos, HISTÓRIA
por foucelhas Email , 252 palavras, 265 visualizaçons   Português (GZ)   Chuza!
Uma olhada da Torre de Morgade: irmandinhos, guerrilheiros e grevistas

17-03-2010

C. C. V. / Se sairmos da Corunha cara ao sul, a primeira zona alta é o Mesão do Bento, onde se encontram os concelhos de Carral, Avegondo, Messia, Ordes e Cerzeda. Perto, ainda na paróquia de Ardemil, está Morgade. A povoação é antiga, pois a atual aldeia nasce à beira do castro da Torre de Morgade, denominado assim por acolher uma fortaleza medieval, propriedade dos Altamira. Construída no século XIV, quando Lopo Peres de Moscoso consegue licença do Arcebispo de Compostela, será derribada em finais do século XV pola Revolução Irmandinha, que também acaba com o vizinho castelo de Messia.

Leia mais »

Escrito às 10:38:07 nas castegorias: HISTÓRIA
por foucelhas Email , 922 palavras, 452 visualizaçons   Português (GZ)   Chuza!

1 2 >>

    Setembro 2014
    Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
     << <   > >>
    1 2 3 4 5 6 7
    8 9 10 11 12 13 14
    15 16 17 18 19 20 21
    22 23 24 25 26 27 28
    29 30          
    A Associaçom Cultural Foucelhas pretender coordenar a constituiçom de um centro social para a comarca de Ordes, que sirva de "base de operaçons" para todo tipo de actividades de defesa do nosso. Organiza-se de forma assembleária e está aberta a todo o mundo. Podes contactar através do correio foucelhas.ordes@gmail.com

    Busca

open source blog tool