AUTHOR: ptolo TITLE: Partida BASENAME: partida DATE: Tue, 28 Jul 2009 22:33:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOTAS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Há que dizê-lo, à terceira é de vez. O meu blogue encontra a sua terceira morada ali, e por lá ficará pelo tempo que conseguir. Agradeço a todos os amigos, galegos ou não, pela visita, mas é hora de partir. Abraço sentido a todos

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 28/12, 05h30, Casa (Póvoa) BASENAME: 28-12-05h30-casa-povoa DATE: Tue, 28 Jul 2009 11:23:14 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

O inter rail foi aquela explosão de novidade. Acabei por cair numa rotina, que consistia apenas em não estar em casa quando o sol brilhava lá fora. Acabava por nunca brilhar muito, o tempo de Outono não era permissivo para esses delírios estivais. Mas era de dia que podia ver tudo, tirar fotos, fazer compras, ver museus. Mesmo em Amsterdam, apesar de ter dormido imenso e ter perdido grande parte do ritmo normal, continuei a passar os dias fora, a explorar. Sempre, sem parar, com ou sem a bicicleta. Talvez por isso tenha desenvolvido tanto os músculos das pernas, talvez mais do que em qualquer outra altura. Via museus, caminhei, andei de bicicleta. Três exercícios diferentes, mas por isso essenciais ao desenvolvimento dos músculos.

Foi estranho ter pegado na minha bicla quando voltei. Não por ela ter desenvolvido um furo no pneu pouco depois de chegar, mas porque agora parece-me pequena. A minha bicla em Amsterdam seria a bicla normal para um holandês. Ou seja, para estar parado, tinha de estar em bicos de pé, e isto com o selim em baixo. A minha bicla holandesa em Portugal, também com o selim em baixo, é bem mais pequena e manejável. Mas tem o pneu furado. Andei uma semana em Amsterdam com uma bicicleta com os pneus em baixo e uma correia barulhenta, mas chegou até para ir a Den Haag.

Estou podre de sono. Estive a rever o Before Sunrise e Sunset, tinha-me retornado imensas vezes a ideia durante o inter rail. São ambos geniais, principalmente o segundo. Eu faria um filme assim, definitivamente.

Uma prima da minha mãe morreu, mãe de um dos meus maiores amigos. Ontem tinha estado na festa de anos da minha mãe, adoentada e inchada, mas nada que não parecesse rapidamente curável. Hoje, entre as 8 e as 10 da manhã, morreu, na cama, sem que ninguém notasse. Só me faz pensar, como qualquer outro pensa, que a vida é curtíssima e altamente imprevisível. Não dá para darmos nada por certo. Agora, sim, se está a flutuar à nossa frente. Mas o que dizer do amanhã? O que nos reserva?

------>falar com o Nuno Daniel
->Quintas
->painéis solares (Quintas + CIM)
->isolamento (Castelo Melhor)



FIM



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 24/12, 18h15, Intercidades (para o Porto) BASENAME: 24-12-18h15-intercidades-para-o-porto DATE: Tue, 28 Jul 2009 11:20:14 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Quando lhe mando sms sinto algo duma ânsia que já não experimentava há algum tempo. Praí desde a adolescência. Quero agradar-lhe, mas tenho medo de escrever. Estou sempre a pensar no que devo ou não dizer, e sai tudo mal. Talvez também ande com falta de inspiração ? tudo é possível. Cheguei já à conclusão que para escrever, não basta não trabalhar. Não se pode fazer muito mais que ler e escrever. Nesta viagem apenas escrevi o diário, e qualquer ideia que poderia ter de escrever ficção nunca se concretizaria. Não há espaço na mente (pelo menos na minha!) para muito mais.



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 24/12, 17h, Intercidades (para o Porto) BASENAME: 24-12-17h-intercidades-para-o-porto DATE: Thu, 23 Jul 2009 11:06:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Afinal os meus temores relativamente à German Wings eram infundados. Mostrei o BI, mostrei o código no telemóvel, e deram-me o bilhete. O voo foi normal.

Na revista da German Wings falava dos actos de beneficência que faziam ? no ano passado deram boleia a bombeiros alemães para ajudarem nos fogos em Portugal. Precisamos bem da beneficência deles!

Como já estava à espera, tive de pagar pelo comboio. No Alfa seguinte só havia primeira classe (37?), por isso preferi esperar mais uma hora para pagar 15? (com desconto cartão jovem) no Intercidades.

Assim tive tempo para uma sopinha no Vasco da Gama. E uma Super Bock. Que saudades!

PVz->Porto->Coimbra->Donostia->Irun->Dax->Bordeaux->Carcassonne->Nîmes->Lyon->Eveux->Genève->Manheim->Wien->Bratislava->Wien->Linz->Salzburg->München->Stuttgart->Köln->Amsterdam->Den Haag->Amsterdam->Köln->Lx->Porto->PVz





IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 24/12, 13h15, Lisboa BASENAME: 24-12-13h15-lisboa DATE: Thu, 23 Jul 2009 10:44:44 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Super Bock XL? Cada vez gosto mais de Portugal.



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 24/12, 12h30, German Wings (para Lisboa) BASENAME: 24-12-12h30-german-wings-para-lisboa DATE: Thu, 23 Jul 2009 10:43:47 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Amsterdam->2h30->Köln->2h->Lx->2h30->Porto

Quando ouvi portugueses a falar não senti aquela desconfortável nostalgia a invadir-me. Afinal de contas, eles eram lisboetas. Era apenas mais uma língua estrangeira, como tantas outras.



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 24/12, 11h15, German Wings (para Lisboa) BASENAME: 24-12-11h15-german-wings-para-lisboa DATE: Thu, 23 Jul 2009 10:30:29 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Não estou nas nuvens, agora. Estou sobre elas. Correu tudo bem até agora. Se não pagar pelo Alfa até ao Porto, será a cereja sobre o bolo-rei. O mais provável é ter de pagar. Mas ainda tenho a fezada que me dêem 50% de desconto.

Mais sobre Amsterdam. Vi polícias de carro, de barco, de vespa, de bicla e a pé. Aliás, fui mandado parar por duas vezes por polícias a pé. Estava a usar a bicla em zonas pedonais, e se fosse holandês estava a inchar valente. Conselho para os holandeses: falem em inglês com a polícia, e assim evitam a multa.

Os eléctricos (Amsterdam tem uma rede incrível de eléctricos, cobre sem problemas o facto de não terem uma rede de metro decente). Engraçado é o pica residente. Não se pode entrar em todas as portas, apenas uma, e aí está um senhor numa cabine a carimbar e a verificar bilhetes. Pode ter mais gastos em relação a mão-de-obra, mas é óptimo para os turistas. Basta entrar e comprar o bilhete.

Não dá para ver a Europa cá de cima, só nuvens. Nuvens europeias.








IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 22/7/09 BASENAME: title-180 DATE: Wed, 22 Jul 2009 22:45:47 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: TRÁS-OS-MONTES TAGS: ----- BODY:

*

Linha do Corgo reabre no final de 2010

A linha ferroviária do Corgo, entre Vila Real e a Régua, vai reabrir à circulação até ao final de 2010. Até lá vai ser totalmente remodelada. A empreitada representa um investimento de 23,4 milhões de euros.

(...)

No claustros do Governo Civil, Ana Paula Vitorino presidiu à cerimónia de consignação da primeira fase das obras. Prevê o levantamento da via e reperfilamento da plataforma da linha do Corgo, ao longo de 26 quilómetros, vai custar 4,4 milhões de euros e tem de estar concluída no prazo de 135 dias. O cronómetro começou ontem a contar. A seguir haverá mais duas fases para a colocação dos novos carris e travessas. Também serão beneficiados os sistemas de drenagem, as plataformas, as estações e apeadeiros.

(...)

Os prazos e intervenção previstos para a linha do Corgo são os mesmos definidos para os 12 quilómetros da linha do Tâmega, entre Livração e Amarante. Neste caso, a empreita vai custar 13,3 milhões de euros.

Nas visitas de ontem a Amarante e Vila Real, a Ana Paula Vitorino anunciou que o concurso público para a electrificação da linha do Douro entre Caíde (Lousada) e Marco de Canaveses deverá ser lançado até ao final do próximo mês. O investimento deverá rondar 50 milhões de euros. O próximo passo é concluir o projecto de electrificação da linha do Douro entre Marco de Canaveses e Peso da Régua.

Ana Paula Vitorino revelou também que está em vias de assinar um protocolo com a Refer, CP, Estrutura de Missão do Douro, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte e com alguns promotores privados, com vista ao estabelecimento de uma parceria para reabilitar 28 quilómetros desactivados na Linha do Douro, entre Pocinho e Barca de Alva.



No JN (e o mesmo no Público). Mantenho, a linha do Corgo une Vila Real à Régua, no papel e na realidade. Ninguém, neste momento, escolhe o comboio para ir de Vila Real ao Porto.

Na Linha do Douro já não acontece o mesmo. Apesar de para montante do Marco não existirem aglomerados populacionais relevantes, os comboios são utilizados pelas populações. Apenas por duas razões: não há alternativas rodoviárias, e os comboios são diretos e confortáveis.

E bom, finalmente a eletrificação, para já até ao Marco, depois até à Régua. Ainda nada sobre a duplicação até ao Marco, mas não há de faltar muito. Com a linha duplicada até ao Marco e eletrificada até à Régua, não há razão para os Intercidades não voltarem.


* O Estado francês, o maior genocida linguístico do século 20 europeu, continua a fazer das suas:

Assembleia da Córsega chumba a oficialidade da língua corsa

A moção apresentada por Córsega Nação Independente perdeu, com 28 votos na contra e 19 a favor


O francês continuará a ser a única língua oficial na ilha da Córsega, após a decisão de ontem em que a câmara legislativa votou maioritariamente na contra -28 contra 19, num total de 51 deputados-, da moção que tinha apresentado Corsega Nação Independente (CNI, Corsica Nazione Indipendente) segundo explica Rádio Alta Frequenza.

A língua própria da ilha mediterrânea terá, por enquanto, só um pequeno reconhecimento legal, o mesmo que o Estado francês dá a todas as línguas menorizadas. Os deputados justificaram o voto na contra dizendo que «faz falta não queimar etapas, e começar por uma aprendizagem real do corso».

Madeleine Mozziconacci, do partido Córsega na República, argumentou -na contra da oficialidade- que «o número de falantes não aumenta, o bilingüismo na escola primária não é uma realidade e 12% dos escolares têm um ensino bilingüe"».

Por sua vez, o conselheiro executivo da União por um Movimento Popular (UMP), Antoine Giorgi, assegurou que a moção votada «corria o risco de ser interpretada como uma oposição à língua francesa e de constituir um factor de diferenciação» entre corsófonos e não corsófonos, segundo se pode ler no lugar de Unità Naziunale.

Calcula-se que nos dias de hoje entre 125.000 e 170.000 pessoas falam a língua corsa.



No PGL.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 23/12, 18h30, ICE (para Köln) BASENAME: 23-12-18h30-ice-para-koeln DATE: Wed, 22 Jul 2009 22:39:49 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Hoje provei o (famoso) arenque (haring) holandês. Já tinha lido no Rough Guide da Mareka que este peixe era uma obsessão nacional, e que o comiam de imensas formas diferentes. Como o nosso bacalhau. Numa pequena banca numa praça em obras vendiam-no a 2?80. Acabei por comê-lo a 2?25, com cebola e pickles. Como se fossem sardinhas em conserva, ela pegou em duas pastas e cortou-as aos pedaços. É uma delícia, compreendo perfeitamente a obsessão dos holandeses, mas deixou-me com azia para a tarde toda. Só curei essa azia quando comprei, no Albert Hejn, uma embalagem de profiteroles. Agora estou cheiíssimo, já não devo comer mais hoje.

Tenho medo que corra tudo mal. Que não arranje quarto, que perca o avião por algum erro na minha reserva.

Já tenho o quarto certo. Menos mal.

Um pouco sobre Amsterdam. Ao contrário das outras cidades da viagem, não vi igrejas. De todas em que tentei entrar, apenas três eram visitáveis. Também não serão as mais atractivas para o visitante. Não sendo góticas, não me interessam muito. Impressionante é ver que as próprias igrejas (as isoladas) sofrem do vírus das densidade que assola Amsterdam, e têm acoplados pequenos edifícios. Nas primeiras que vi pensei que estas casinhas fossem apenas de apoio à igreja, como casas paroquiais ou a casa do padre. Longe disso. Têm todo o tipo de lojinhas e restaurantes, como em qualquer outro edifício. Fiquei até surpreendido quando vi que a igreja no Red Light (penso que era a Oude Kerk) não tinha montras com meninas.

A senhora ao meu lado (do tipo alemã irritada) levanta o sobrolho quando alguém come. Aconteceu quando comi, e quando o gajo ao meu lado comeu. E olha ostensivamente, apesar de ser fumadora. Há gente para tudo.







IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 23/12, 18h15, ICE (para Köln) BASENAME: 23-12-18h15-ice-para-koeln DATE: Wed, 22 Jul 2009 15:23:09 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Aparece anunciado nos ecrãs ?We should like to take leave of our guests in Arnhem?, e a seguir nas outras línguas. O que quererá dizer isto?



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 22/12, 20h15, De Schouw (Amsterdam) BASENAME: 22-12-20h15-de-schouw-amsterdam DATE: Wed, 22 Jul 2009 15:21:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

O Nando (El Nando), como ele tinha previsto, atrasou-se no escritório. É o último dia dele lá antes do Natal, e é certo que lhe pediram para deixar coisas acabadas.

Só havia uma chave para casa, e combinámos antes das sete. Ele estaria em casa. Cheguei às 18h30, dei-lhe toques e fiquei à porta, mas nada. Depois enviou-me uma mensagem, dizendo que ia demorar.

Descobri um tasco (De Schouw), no bairro, e mandei-lhe uma mensagem a dizer onde estava. Calhou de ser noite salsa. Pude pedir as coisas em castelhano, o dono deve ser latino-americano. Tasse bem.

Já ando há algum tempo para escrever a grande humilhação que sofri. A maior desta viagem, na minha insana busca do mar, encontrei um Albert Hejn, algo como o Dia daqui. Só comprei um sabonete e queijo às fatias. E uma velhota, saída sei lá de que covil de beatas gozonas, riu-se de mim desde que me pus na bicha para pagar até que saí. Maldita! Eu faço compras planeadas, não compro a desbarato.

(autocolante)



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 22/12, 12h00, Sinagoga Portuguesa (Amsterdam) BASENAME: 22-12-12h00-sinagoga-portuguesa-amsterda DATE: Wed, 22 Jul 2009 15:20:39 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Num vídeo referem uma tal de Rachel Tirado. O meu pai é de Martim Tirado. Eu sabia! Há judeu na família.



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Na polis, grosso modo BASENAME: na-polis-grosso-modo DATE: Tue, 21 Jul 2009 14:40:46 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: OCORRÊNCIAS TAGS: ----- BODY:

Passei os olhos pelas wikis sobre democracia e não encontrei o que me interessava. Queria uma definição da ?salvaguarda da diferença? na sociedade, mas a minha paciência não chegou para tanto. Isto porque defendo uma sociedade em que a diferença seja protegida (o que é ligeiramente diferente da ideia de alguns conservadores que acham que esta sociedade estimula grupos com comportamentos ?divergentes?, como homossexuais ou artistas). A partir do momento que assumimos que diferentes somos todos, e ?normal? é apenas a parte dos nossos comportamentos mais partilhada por todos, percebe-se que a sociedade que salvaguarda a diferença protege-nos afinal a todos.

Tanta introdução para tão pequena estória. Descia eu a Sacra Família pelo habitual sentido proibido quando um mui respeitável condutor acelerou à vista de uma família que atravessava a rua. Visão não de todo invulgar, concordo. São as ruas de Portugal. A família correu e tudo acabou em bem. Ao ver-me a mim, amedrontadamente encostado aos carros à minha esquerda, com as mãos emocionalmente aferradas ao volante da Gazelle e a revolta à solta, decidiu tentar mais uma ?simulação de atropelamento?, método tão usual em prisões geridas por estado-unidenses. É certo que não me atropelou (simulou corretamente o atropelamento), mas manteve-me indignado por largas semanas.

Já te disse que andar de bicicleta é perigoso, repetiu o meu previdente pai. Sei bem que é perigoso. Afinal, respirar é perigoso. Se não o fizermos com método e afinco, morremos. E a frase do meu pai, apesar de recorrente, sobreviveu. Ora, vivemos (sobrevivemos) numa sociedade movida a automóvel, qual gasóleo não combustível. As alternativas praticáveis (pé, bicicleta, transporte público) medram à sombra do carro, até que algum dia possam assumir-se como maioritárias e hegemónicas, como nunca deveriam ter deixado de ser. Os problemas que estes modos de mobilidade enfrentam são os usuais: passeios estreitos para os peões (não é que concorde com a ideia de ?passeio?, mas não é para já essa crónica), falta de lugar na via pública para a bicicleta, falta de investimento e de planeamento estratégico nos transportes públicos. Estes são, grosso modo, os obstáculos que cada um destes meios de locomoção tem de enfrentar. É claro que a loucura não tem lugar neste inventário.

Especificamente na ciclo-mobilidade, há uma vintena de fatores que desmobilizam qualquer utilizador de bicicletas a fazê-lo no dia-a-dia, como a pavimentação não adequada, falta de preparação dos condutores de automóveis, falta de adequação do desenho urbano às bicicletas, etc. A loucura dos condutores, não.

Isto é como dizer que não se pode praticar natação porque o nosso treinador pode querer afogar-nos intencionalmente. As ruas são nossas, são a nossa polis. Tomemo-las.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 31 BASENAME: titulo-do-ano-31 DATE: Sun, 19 Jul 2009 22:23:20 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Bebé em ourivesaria assaltada com tiros

No JN.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 17/7/09 BASENAME: atualizacoes-26 DATE: Fri, 17 Jul 2009 22:55:30 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TRÁS-OS-MONTES CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME TAGS: ----- BODY:

* Relatório Final da 'Petição pela Linha do Tua Viva'

Via linhadotua.net


* Tua não, mas Tâmega e Corgo parece que sim:

Primeiras obras de reabilitação das linhas do Corgo e do Tâmega prestes a arrancar

A secretária de Estado dos Transportes preside terça-feira, em Vila Real, à cerimónia de consignação da obra de requalificação da linha ferroviária do Corgo, que representa um investimento de 23,5 milhões de euros. A Linha do Corgo, que liga os concelhos de Vila Real, Santa Marta de Penaguião e Peso da Régua, foi fechada em Março por razões de segurança.

Ana Paula Vitorino regressa a Vila Real na terça-feira para a consignação da empreitada, podendo as obras iniciar-se de imediato com vista à reabertura da via em Setembro de 2010. O calendário estabelecido entre os autarcas dos três concelhos e a secretária de Estado, no dia 30 de Março no Governo Civil de Vila Real, definia que seriam efectuados estudos preliminares em Junho nos 26 quilómetros de ferrovia e que a empreitada das obras começaria em Julho.

Também na terça-feira, mas em Amarante, a titular da pasta dos Transportes participa na consignação, por parte da Refer, da primeira empreitada de requalificação da Linha do Tâmega, num valor de 2,47 milhões de euros. No total, a Refer vai investir 14 milhões para conseguir reabrir, com as todas as garantias de segurança, esta linha entre Livração e Amarante, o que se prevê que aconteça em 2011.

As linhas do Corgo e do Tâmega foram encerradas em Março pela Refer, por falta de segurança para a circulação.



No Público.


* Convenceram as populações que era através de estradas que se atingia o desenvolvimento. Daqui a quinze anos, quando tudo estiver na mesma, gostava de saber qual a invenção seguinte. A 'solução única', neste momento, é furar a Serra da Estrela:

52 milhões para entrar na serra
Variante de Tábua e troço do IC 6 em Setembro

O ministro das Obras Públicas, Mário Lino, visitou ontem, quarta-feira, as obras de construção da variante de Tábua e do IC-6, tendo considerado os dois trabalhos como uma forma de "atrair investimento, diminuir a sinistralidade e combater a crise".

(...)



No JN.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 16/7/09 BASENAME: atualizacoes-25 DATE: Thu, 16 Jul 2009 23:07:41 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: GALIZA CATEGORY: ENTRE-DOURO-E-MINHO TAGS: ----- BODY:

* Só para provar que a Assembleia Metropolitana serve para alguma coisa:

(...)

Assim, a Assembleia Metropolitana do Porto, reunida em 10 de Julho de 2009,
considera prioritária a ligação ferroviária Porto-Vigo em Velocidade Elevada, e
reclama do governo e das competentes entidades públicas:
-a construção duma linha nova,
-em bitola europeia (1.435 mm),
-e com uma estação ferroviária no Aeroporto de Pedras Rubras

(...)

Via Baixa do Porto. Objetivo, necessário e sem nenhum erro. Notável.


* O Governo vai aprovar um decreto-lei para que os professores de Atividades Extra-Curriculares sejam contratados sem recurso a recibos-verdes. Parte das Câmaras oferecia já contrato aos professores das AECs, e sem decreto-lei do Governo. O que teria sentido era que a Direção Geral do Trabalho investigasse todas as Câmaras que, durante todo este período, furaram a lei contratando profissionais para uma atividade que nunca foi de recibos-verdes.

Ministério promete resolver situação de professores de actividades de enriquecimento curricular

(...)

O Governo vai aprovar, esta quinta-feira em Conselho de Ministros, o decreto-lei que resolve a situação dos 15 mil professores das actividades de enriquecimento curricular.

O contrato destes técnicos era muito precário, como reconhece o Ministério da Educação, porque os professores eram contratados pelas autarquias em regime de recibos verdes.

Mas, a partir de agora, avançou à TSF o secretário de Estado, Valter Lemos, serão criadas as condições necessárias e legais para que as autarquias celebrem contratos de trabalho com estes docentes.

(...)

O dirigente da Federação Nacional de Professores (Fenprof), Mário Nogueira, comentou esta posição do Governo, afirmando que o Ministério apenas está a fazer cumprir a lei.

«O Governo vir dizer que vai repôr o que está na lei, quer dizer que se assim não for teríamos um Governo fora da lei. Em primeiro lugar, a existência de um contrato para esta situação é obrigatório, portanto, o Governo não via impôr nada que seja novo», declarou.

(...)



Na TSF.


* O TAF relata o nascimento da Rede Norte:

(...)

Foi neste espírito de aproveitar a riqueza dispersa pela sociedade civil que nasceu recentemente a Rede Norte: uma plataforma destinada a agregar competências complementares da Associação de Cidadãos do Porto, da Associação Comboios XXI (de Braga), da Campo Aberto (dedicada ao ambiente e ordenamento do território), e de mais organizações que a estas se queiram reunir. Junta-se assim massa crítica para gerar propostas concretas baseadas em estudos sólidos, que serão oferecidas ao poder político para implantação. Em termos simples: é "preparar a papinha" para quem tem o poder executivo.

(...)





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 30 BASENAME: titulo-do-ano-30 DATE: Mon, 06 Jul 2009 13:37:46 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Rato que chumba Norte viabiliza Sul



No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 5/7/09 BASENAME: title-172 DATE: Sun, 05 Jul 2009 23:48:24 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: CENTRALISMO CATEGORY: MULHERES CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA TAGS: ----- BODY:

* No Plano Estratégico de Transportes (PET) do Ministério das Obras Públicas encontra-se isto:

(...)

Concluir e executar o Plano Director da Rede Ferroviária Nacional, articulando as soluções de alta velocidade nas deslocações internacionais e no eixo Lisboa-Porto-Vigo com a concretização de um plano para a rede convencional, reforçando a interoperabilidade segundo padrões europeus, com destaque para a migração de bitola, eliminando os estrangulamentos

(...)

Assegurar no planeamento da Rede Ferroviária de Alta Velocidade do território continental, a articulação com o reforço e modernização das linhas e serviços do caminho de ferro convencional e com o restante transporte público e, quando se trate de estações localizadas fora dos perímetros urbanos, a ligação à rede rodoviária fundamental (IP e IC)

(...)



Via Transportes em Revista.

Gosto. Fala de um 'Plano Director da Rede Ferroviária Nacional', de que nunca ouvi falar mas que me agrada muito. E para além de deixar no ar a promessa da 'migração de bitola', não considera o eixo Lisboa-Porto-Vigo como um eixo internacional. Assim sim.

Fala também de 'reforço e modernização das linhas e serviços do caminho de ferro convencional'. Não imagino o que isto quererá dizer.


* António Alves e a AV para Madrid, na Baixa do Porto:

Piruetas

Henrique Raposo, cronista do Expresso, no passado dia 20 de Junho escrevia no seu blogue um texto apologista da ligação TGV Lisboa-Madrid e apelidava de ?grã-finismo tonto? a ligação Lisboa-Porto. O homem ia mais longe (efeitos com certeza da velocidade estonteante deste tipo de comboios) e falava até de um TGV Lisboa-Lyon. Do seu texto transcrevo as seguintes frases que me parecem resumir o pensamento do citado sobre o assunto.

?Parece-me evidente que Portugal precisa de uma Ligação de TGV à Europa. Lisboa - Madrid é precisa. Já me parece novoriquismo a ligação Lisboa-Porto.?

?Mas a questão continua a ser a mesma: temos dinheiro para o fazer nos próximos anos? A dívida externa passou de 14% do PIB, em 1999, para 100%, em 2008. Saber esperar é uma virtude. E saber as prioridades também. Lisboa/Madrid é necessário. Lisboa/Porto é grã-finismo tonto.?

Numa breve troca de emails fiz-lhe ver que, além do facto dos TGV?s serem competitivos apenas para distâncias de 500 a 700 km e tempos de viagem até 3 horas ? Lisboa-Lyon é lirismo -, o traçado proposto era uma aberração que deixava mais de metade de Portugal de fora, pois ninguém de Braga ou do Porto estaria disposto a descer de comboio 350 km para sul, 200 para leste atravessando o Alentejo e, depois, mais 400 km para nordeste em direcção a Madrid. Isto é, uns absurdos 400 km suplementares quando afinal Madrid se situa à latitude de Coimbra (dado desconhecido lá para o sul) e a escassos 500 km desta região que vai do Minho até Coimbra. Provei-lhe também que os próprios estudos da Rave provavam que o corredor Grande Porto e Norte Litoral ? Madrid teria mesmo maior procura que o corredor Lisboa - Évora - Badajoz - Madrid tanto em passageiros como em mercadorias. Mais importante ainda: informei-o que o corredor Lisboa-Porto seria mesmo o único que poderia gerar tráfego suficiente para se auto sustentar. A isto respondeu-me que defendia o TGV Lisboa-Madrid não por causa de quem ?vai daqui para lá, mas quem vem de lá para cá?. A isto questionei-o se ?quem vem de lá para cá? seria suficiente para pagar tal quimera. Até hoje não obtive resposta.

(...)




* Uma mulher: Anna Paquin







tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 2/7/09 BASENAME: atualizacoes-24 DATE: Thu, 02 Jul 2009 23:22:06 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ÁUDIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: URBANISMO DE PONTA CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA CATEGORY: VÍCIO AUTOMÓVEL TAGS: ----- BODY:

* É sempre um prazer ouvir Álvaro Domingues, homem literato, que fala com propriedade. Quando fala sobre o Porto e o Norte, então, é um prazer superior.


* Não é título do ano mas anda lá perto:

Santana quer novo túnel em Lisboa e pede ?ajuda? a Deus para a vitória



No Público.

E vou mesmo votar em branco nas legislativas - Santana vai concorrer coligado com o MPT.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Mega-regiões BASENAME: mega-regioes DATE: Thu, 02 Jul 2009 12:03:10 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: CENTRALISMO TAGS: ----- BODY:

É o que dá adiar textos e projetos ? passado tempo suficiente, e se a ideia é boa, aparece sempre alguém a fazê-lo por nós. A minha sorte, neste caso, foi ter sido Rui Tavares a voltar ao tema.



É de mega-regiões que falo, conceito criado por Richard Florida. Através duma curiosa relação entre a intensidade luminosa com o PIB (LRP), Florida reconheceu as quarenta regiões mais importantes do Mundo. Não será a análise mais científica, mas é a que tem os resultados mais convincentes. Sem fronteiras, sem regiões tradicionais, e sem a obsessão com as grandes cidades, mas analisando a pura realidade.

Sem grande surpresa, as regiões têm razões de ser históricas e linguísticas. O Império Austro-Húngaro subsiste nas mega-regiões de Praga (Boémia) e Viena-Budapeste. A quarta maior mega-região do Mundo e a maior da Europa, a de Amsterdão-Bruxelas-Antuérpia, é a mancha dos falantes do neerlandês, englobando também o Ruhrgebiet alemão. O catalão/occitano/provençal, como nota bem Rui Tavares, mantém-se no eixo Barcelona/Lyon.

E o galego-português, bem evidente à esquerda, constitui a 33ª mega-região. Esta mega-região tem como nome ?Lisboa?, que obviamente não é o centro, mas antes Entre-Douro-e-Minho. Esta é a zona mais populosa, mais geradora de exportações, com a maior Universidade. É que apesar de a ?mega-região de Lisboa? ser a 33ª no LRP, é a 31ª em termos populacionais e a 28ª em relação à concentração de cientistas, apesar do 36º lugar no que toca a patentes e inovação.

Por isso temos de reivindicar a nossa centralidade. Lisboa, está visto, é centro de nada.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 1/7/09 BASENAME: atualizacoes-23 DATE: Wed, 01 Jul 2009 22:33:53 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: FERROVIÁRIO TAGS: ----- BODY:

* Se Espanha fosse dividida em pequenos países, e acaso os novos países, outrora regiões periféricas, adotassem normas linguísticas muito rígidas, era um pouco isto que aconteceria:

Controversial amendment of Slovak language law passed

On Tuesday, 30 June, the Slovak Parliament passed the amendment of the Slovak Language Law. The new version will enter in force in September 2009. Members from the Party of the Hungarian Coalition expressed their conviction that the new law will hinder the enforcement of the linguistic rights of national minorities.

The original version of the law, passed in 1995 for the protection of the Slovak language ordered the exclusive use of the Slovak language in official and public communication. Several amendments have taken place since then.

Provisions concerning sanctioning were eliminated from the law in 1999. The current amendment brings these articles back by imposing fines. All physical persons, legal entities and organisations will be obliged to use the Slovak language in all forms of non-private communication. The non-observance of the law implies a sanction which may vary between 100 and 5,000 Euros.

Both oral and written communication must use Slovak. A version in a second language, which is word by word identical to the Slovak, may follow, but, if printed, only with smaller characters.

Culture Minister Marek Maďarič, who submitted the bill, denied that the amendment was aimed against the Hungarian minority. He said the law would not affect the use of minority languages. In the parliamentary debates, members from the Party of the Hungarian Coalition expressed their conviction that the new law will hinder the enforcement of the linguistic rights of national minorities. Party President Pál Csáky stressed that such a law did not exist even in the era of the Austro-Hungarian Monarchy. "This law would not have allowed Albert Einstein to become a professor at any Slovak university. As we know, Einstein was lecturing in German at the American universities because his English was not good enough?, he said.

It is interesting to note that those using the Czech language will not be sanctioned. Czech is an exception because it fulfils the requirement of basic understanding. Some other exceptions include for example, the communication between medical staff and their patients in health care or the possibility of regional broadcasting in a minority language. A new division will be set up in the Ministry of Culture to control the law's enforcement.

136 MPs of the 150-member Slovak Parliament were present at the voting and 79 of them supported the amendment. The law also caused tensions in the relationship between Bratislava and Budapest. On Monday, the Speaker of Hungarian Parliament, Katalin Szili, sent a letter to her Slovak colleague asking for the postponement of the final voting ? but in vain.

Articles in the Hungarian press and in the Hungarian-language press of Slovakia have stressed today that the law contributes to a climate of growing uncertainty and fear among minorities in Slovakia. (Eurolang 2009)



No Eurolang.

Agora imaginem como se sentem galegos, catalães, bascos, asturianos, etc. Um pouco como os falantes do húngaro na Eslováquia e outros países vizinhos - sem direitos linguísticos.


* Afinal Coruche não vai ter comboios diretos para Lisboa. Seja porque a linha está 'sobrecarregada', seja porque a CP está dividida em unidades de negócios separados, a conclusão é só uma: as boas ideias nunca passam porque são 'muito complicadas'.

Reactivação dos comboios de passageiros para Coruche obriga a transbordos no Setil

Congestionamento da Linha do Norte não permite ligações directas entre Coruche e Lisboa. Havia uma alternativa, mas não foi estudada pela CP

Os comboios de passageiros vão regressar à velha estação de Coruche, que fica a dois quilómetros da vila, mas os seus habitantes não terão ligações directas a Lisboa porque a Refer e a CP não conseguem meter mais comboios na linha do Norte devido ao seu congestionamento na zona suburbana da capital.

A solução encontrada passa pela existência de um vaivém entre Coruche e Setil que dará, nesta estação, ligação ao serviço da CP Regional para Lisboa. Desta forma os passageiros vindos de Coruche, Marinhais e Muge passarão a ter serviços diários para o Setil, onde apanharão os regionais de Tomar e do Entroncamento com destino a Oriente e Santa Apolónia.

Esta não era a pretensão do presidente da Câmara de Coruche, Dionísio Mendes (PS), que há anos defende a circulação de comboios directos entre o seu concelho e Lisboa, estando, em conjunto com os seus colegas de Salvaterra e Cartaxo, disponível para assinar um protocolo com a CP em que as autarquias comparticipam nos custos de exploração do serviço.

Trata-se de uma experiência inédita em Portugal, em que as autarquias assumem participar nos prejuízos da CP, em troca de um benefício para a comunidade que é o aumento da mobilidade. Mas neste caso a experiência pode não se revelar um sucesso por o transbordo no Setil vir a ter um efeito dissuasor na procura.

A impossibilidade de realizar serviços directos para Lisboa evidencia mais uma vez a necessidade de modernização da Linha do Norte, cujas obras foram mandadas travar por este Governo, tendo em conta que o TGV iria ligar Lisboa ao Porto.

O troço Lisboa-Azambuja é um dos mais congestionados da Linha do Norte porque, além dos suburbanos, também aí circulam os comboios de longo curso, regionais e de mercadorias. "Meter ali os comboios de Coruche para Lisboa iria mexer com os outros horários e a linha não tem capacidade para mais, sob pena de afectar toda a circulação e provocar atrasos", disse ao PÚBLICO uma fonte da CP.

Na semana passada a Câmara de Coruche anunciou que até 15 de Setembro iria ser reactivada a circulação de comboios para Lisboa com 10 circulações diárias. Segundo o jornal Mirante (na sua edição online de 23/6/09), o tempo de viagem será de 75 minutos e o preço do bilhete entre Coruche e Lisboa de 2,70 euros, sendo o passe mensal de 119 euros.

A circulação de comboios de passageiros entre Setil e Vendas Novas (70 km) foi interrompida em 2005 devido à fraca procura, tendo a CP substituído a automotora dos anos quarenta que aí tinha por um serviço rodoviário. Como habitualmente, os autocarros acabaram por desaparecer algum tempo depois.

Graças à pressão dos municípios, a empresa volta agora a pôr os comboios nos carris, mas só do Setil a Coruche, numa extensão de 35 km. Na impossibilidade de fazer directos para Lisboa, bastaria realizá-los de Coruche à Azambuja, onde os passageiros poderiam prosseguir viagem para a capital, dispondo de maior oferta. Essa situação, porém, não foi contemplada pela CP, que continua dividida em unidades de negócios estanques: Azambuja é "território" da CP Lisboa e Coruche da CP Regional.

Ligação a Lisboa através da Azambuja facilitaria a vida aos utentes, com mais comboios, mas a CP não a teve em conta



No Público.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- COMMENT: AUTHOR: docas [Visitante] DATE: Tue, 28 Jul 2009 15:44:58 +0000 URL:

os autocarros que subtituem o comboio coruche / setil em 2005 continua a existir entre coruche / reguengo de manhã e a tarde

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 30/6/09 BASENAME: title-170 DATE: Tue, 30 Jun 2009 23:02:08 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: PORTUGAL ESPERTO CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* Texto meu no PGL.


* A obra avança - Ana Paula Vitorino é, para já, mulher de palavra:

Linha de Leixões ? Reactivação do Serviço de Passageiros
Consignada empreitada de construção das infra-estruturas da 1ª fase


No âmbito do protocolo celebrado em 22 de Maio de 2009, entre a REFER, o Município de Matosinhos e a CP Comboios de Portugal, foram ontem consignados os trabalhos da empreitada de construção das infra-estruturas da 1ª fase de reactivação do serviço comercial de passageiros na Linha de Leixões, entre as estações de Ermesinde e Leça do Balio, numa extensão de 10,6 km, servindo as estações intermédias de S. Gemil e S. Mamede de Infesta.

Adjudicados à empresa Maranhão ? Sociedade de Construções, Lda, por 476.445,00 euros e um prazo de execução de 60 dias de calendário, os trabalhos compreendem a realização das seguintes intervenções principais:

? Alteamento das plataformas existentes nas estações de S. Mamede de Infesta e Leça do Balio;
? Construção de uma nova plataforma na estação de S. Gemil;
? Colocação de abrigos e iluminação nas plataformas de S. Gemil, S. Mamede de Infesta e Leça do Balio.

(...)



Na REFER.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 21/12, 21h45, Casa del Nando (Amsterdam) BASENAME: 21-12-21h45-casa-del-nando-amsterdam DATE: Tue, 30 Jun 2009 22:33:06 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Dou comigo a passar várias vezes no Red Light. Para um homem como eu, com 25 anos e tão pouca vida sexual, é natural ter esta ânsia de sexo. mas ver estas mulheres, algumas extensamente siliconizadas e, assim, tão apelativas, um homem hesita. Não acredito na prostituição, mas sinto o apelo. Não faz sentido. Sou um paradoxo.

Ela está sempre na minha mente, ou na parte de trás da mente, no subconsciente talvez. Sem qualquer pudor imagino-a como o centro do meu futuro. Como sistema de alarme pessoal, tento não pensar no futuro quando penso numa mulher. Tento pensar no meu presente. Mas com ela não. Imagino-a presente sempre no meu futuro. És tão perfeita, tão sem defeitos. Sinto muita coisa por ti, mas sinto muita força. Tu, tão hesitante e tão sem coragem, és a minha força. A nossa descontextualização e falta de querer, juntas, vão tornar-nos confiantes, no futuro.
Hoje falei muito bem com ela ? rimo-nos, partilhámos projectos futuros, amámo-nos, gosto de pensar. Tenho gostado de outras, tenho estado constantemente obcecado por outras. É verdade. Não sei se sou honesto dizendo que contigo é diferente. Mas sinto-o. És a minha dependência.





IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 19/12, 17h45, Quim (para Amsterdam) BASENAME: 19-12-17h45-quim-para-amsterdam DATE: Tue, 30 Jun 2009 22:20:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Fico supreendido sempre que oiço um holandês falar neerlandês. Como falam tão bem inglês, imagino que falam inglês uns com os outros.

SCHEEPVAART HUIS ?> na rua da estação central (PR. HANDRIKADE / OOSTERDOKSKADE)
SPARNDAMMERPLATSOEN -> (ZANSTRAAT / OOSTZANSTRAAT)

mapa

BRUG 410 (NOORDER AMSTELKANAAL / OLYMPIA PLEIN)

mapa

S.H. -> SARPHATISTRAAT)

mapa

IJBURG
YPENBURG? Entre Den Haag, Delft e Rotterdam

IJ-PLEIN -> OMA
BORNEO -> LLOYD HOTEL
-> PAVILLJOEN LLOYDPLEIN (JULIETTE HANDELSKADE)
-> HOOP, LIEFOE EN FORTUIN (RUDY UYTENHAAK)



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 29/6/09 BASENAME: title-169 DATE: Mon, 29 Jun 2009 22:46:05 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA TAGS: ----- BODY:

* Não é que goste do Bloque, mas alguma coisa tem de ser feita:

O BNG denunciará perante a Unesco a vulneraçom dos direitos humanos e linguísticos do povo galego

O Grupo Parlamentar do BNG apresentará informes e denúncias também ao Conselho da Europa

O deputado nacionalista Bieito Lobeira comunicou à imprensa que o BNG denunciará perante a XXXV Conferência Geral da Unesco, que terá lugar no mês de Outubro, a vulneraçom da Declaraçom Universal dos Direitos Humanos assim como dos direitos lingüísticos dos galegos.

O deputado afirma que o Executivo de Núñez Feijóo dá ao idioma próprio da Galiza o trato legal de um dialecto. Perante este "atentado gravíssimo", Lobeira mostrou-se crítico com o actual governo e as medidas tomadas por este, como a realizaçom do inquérito sobre o uso do idioma na educaçom, a reforma das provas de acesso à funçom pública, a supressom das galescolas ou a eliminaçom de programas culturais da grelha da CRTVG.

Do mesmo jeito, a deputada Carmen Adán, que acompanhou a Lobeira nas declaraçons ante a imprensa, referiu que as medidas tomadas contra o galego na educaçom agem com umha cortina de fumaça para ocultar a supressom do programa gratuito de livros de texto.

Crise interna no PP pola língua da Galiza

Segundo informam vários meios, um sector do PP teria manifestado o seu desacordo com a gradual prostraçom do PPdeG cara às teses dos colectivos galegófobos, estratégia lingüística que afundiu o PP na Catalunha ou no País Basco. Ademais, acham que derrogar o actual texto irá contra o Plano de Normalizaçom Linguística, aprovado unanimemente no Parlamento na era de Manuel Fraga.

Ligado com o anterior, BNG e PSOE manifestárom que a derrogaçom do actual Decreto do galego no ensino e a sua substituiçom por um novo texto nom se realizará com consenso, e anunciárom que se o PP perder a maioria nas vindouras eleiçons, por sua vez derrogarám o decreto popular.



No PGL.


* Outra boa ideia:

O Fiscal Superior da Galiza apela ao principio jurídico de discriminaçom positiva

Insta a Junta a pôr em andamento medidas legais que situem o galego em igualdade com o castelhano

O Fiscal Superior da Galiza, Carlos Varela, apelou ao principio jurídico da discriminaçom positiva, que favorece a língua em inferioridade de condiçons, para que o a co-oficialidade lingüística seja real e efectiva.

Carlos Varela assegura que se nom se acata esta medida, o princípio de igualdade estabelecido pola Constituiçom espanhola nom será cumprido. Por esta razom, Varela exige ao Governo galego que adopte acçons «correctoras» para o galego nom ficar em inferioridade de condiçons.

(...)



Também no PGL.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 19/12, 17h15, Quim (para Amsterdam) BASENAME: 19-12-17h15-quim-para-amsterdam DATE: Mon, 29 Jun 2009 22:32:26 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Acho que a mija na praia (a favor do vento, obviamente) foi um dos momentos altos da viagem.



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 19/12, 16h45, Quim (para Amsterdam) BASENAME: 19-12-16h45-quim-para-amsterdam DATE: Mon, 29 Jun 2009 22:16:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Na minha segunda incursão à praia, antes de começar a chover, encontrei, nas dunas, póneis. Praí 15 póneis e umas vacas pretas. Um deles aproximou-se de mim, mas não me deixou fazer-lhe festas.

O dia de hoje fez-me lembrar a Póvoa. Bicicletas e mar. Já não via o Atlântico desde Donostia.







IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 19/12, 13h30, Paragem (Den Haag) BASENAME: 19-12-13h30-paragem-den-haag DATE: Mon, 29 Jun 2009 21:57:51 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: BICICLETAS TAGS: ----- BODY:

Decidi esperar que a chuva passe numa paragem de autocarros. Andei no início da manhã a tentar chegar ao mar, e o resto da manhã a tentar descobrir o Hoek van Holland. Não sei o que é, não sei onde é, mas tenho a ligeira sensação que será interessante. Como não consegui descobrir, vou tentar ir ao centro de Den Haag, já que ainda não saí dos subúrbios. Ainda há luz.







IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 19/12, 9h45, Quim (para Den Haag) BASENAME: 19-12-9h45-quim-para-den-hague DATE: Mon, 29 Jun 2009 21:45:18 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Andar de bicla. Ah, que saudades tinha! Já estou habituado, em Portugal, a algum stress a andar de bicla. Principalmente por se andar no meio dos carros. Aqui é outro stress. Não conheço a terra, não adivinho à primeira como funcionam os cruzamentos, há que cruzar os carris do eléctrico, and so on. As ruas estão escorregadias, e a bicla é muito alta para mim. Mas estou feliz da vida.



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 19/12, 9h30, Quim (para Den Haag) BASENAME: 19-12-16h45-quim-para-den-hague DATE: Mon, 29 Jun 2009 21:34:29 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Afinal vou para Den Haag. Como é a 7 quilómetros de Delft, vou visitá-la primeiro. Trouxe a bicla d?El Nando no comboio.

A pega extensível da mala (daquelas com rodinhas) do senhor ao meu lado encaixou na perfeição no meu joelho. Nem me mexi, apenas sorri.

Quando cheguei a Amsterdam, El Nando não estava à minha espera no cais. Aparentemente não existe um ecrã a anunciar as chegadas, apenas as partidas, e de qualquer maneira não poderia entrar no cais, tinha de ter bilhete.

Depois de nos cumprimentarmos (de uma maneira muito fria, muito nórdica), seguimos para casa dele para pousar a minha mala, e logo a seguir para uma festa de espanhóis. Lá conheci a Jena, que falava inglês como se tivesse nascido lá, nos Estados Unidos. Tinha umas mamas inacreditáveis. Cheias e rijas. Perguntou-me sobre o Bloco de Esquerda, pois estudava política. E que boa era.



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 26/6/09 BASENAME: atualizacoes-22 DATE: Fri, 26 Jun 2009 23:33:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE TAGS: ----- BODY:

* Linha estreita? Bah. E eu que pensava que era uma obra a sério. Sem via larga não há ligações diretas entre Amarante / Vila Real e o Porto, e não existe qualquer garantia de retorno do investimento. E se as linhas são muito inclinadas para a via larga, é refazê-las. O serviço que existia apenas dificilmente se poderia classificar de ferroviário, e o que propõe não é muito diferente:

Corgo e Tâmega só voltam a ter comboios nas linhas em 2011

Travessas monobloco, bibloco ou de madeira? Onde comprá-las? A que preço? Que prazos de entrega? Eis algumas perguntas a que a Refer ainda não sabe responder, mas que são decisivas para calendarizar o projecto de modernização das linhas do Tâmega e do Corgo, encerradas abruptamente em Março passado por razões de segurança.

O que a Refer garante é que a obra é mesmo para avançar e que um despacho conjunto dos ministérios das Obras Públicas e das Finanças já deu autorização para o investimento de 36,9 milhões de euros necessários para pôr as linhas como novas.

De resto, há já um discreto e inovador trabalho que está a ser realizado no terreno e que consiste na colocação de balizas ao longo da linha para serem lidas por uma estação topográfica sobre rodas que vai circular pela via-férrea e ler esses pontos por forma a traçar com grande precisão a sua quota. Isto vai permitir optimizar o traçado da linha e saber exactamente onde colocar as novas travessas e carris. Tudo sem recorrLer a papéis nem cartas topográficas, como antes se fazia, mas sim a um moderno software que está pela primeira vez a ser utilizado em linhas férreas portuguesas.

A parte tecnologicamente avançada deste projecto morre aqui, por enquanto. Segue-se a parte menos agradável, que é arrancar toda a superestrutura de via - carris, travessas e balastro -, ficando a nu um estradão pelas encostas do Corgo e do Tâmega, que será alvo de um aprofundamento de 30 centímetros, leito onde assentará a futura linha.

O problema é que esta "chaga" na paisagem corre o risco de se eternizar, pois a Refer está com dificuldades no aprovisionamento das travessas de via estreita para dar seguimento à obra. Carlos Clemente, responsável pelo projecto, admite a existência deste hiato entre a remoção do material e a colocação do novo, mas garante que não há motivos para as populações locais recearem pela vinda da "nova" linha. O projecto está dividido em quatro fases: levantamento geotécnico (em execução), levantamento da via e reperfilamento da plataforma, compra de material de via e assentamento desses materiais. O próximo passo será a vinda de maquinaria para remover tudo, operação que deverá acontecer entre Julho e o fim deste ano.

O tempo para conceber os moldes e iniciar uma linha de fabrico de travessas é moroso, pelo que só em 2010 se poderão ver operários no Corgo e no Tâmega a colocar carris. Antes de 2011, diz Clemente, dificilmente as duas obras serão inauguradas.

Dificuldades na compra de travessas e carril para via estreita ditam arrastamento do projecto de modernização.



No Público.


* Uma linha recentemente fechada que volta a funcionar (metade dela, pelo menos):

A partir de Setembro

Coruche vai ter ligação ferroviária a Lisboa

As localidades do Cartaxo, Coruche e Salvaterra de Magos vão ter ligação ferroviária a Lisboa com a reactivação do trajecto entre Coruche e a capital, a partir de Setembro. De acordo com um comunicado da Câmara Municipal do Cartaxo, a introdução deste serviço foi acordado na sequência de uma reunião entre a Secretaria de Estado dos Transportes, Refer, CP e as autarquias do Cartaxo, Coruche e Salvaterra de Magos. A ligação vai ser efectuada nos dias úteis, sendo assegurada por cinco comboios regionais nas horas de ponta (manhã, almoço e fim de tarde), entre Coruche e Santa Apolónia (Lisboa) com paragem em Marinhais, Seitil e outras estações principais. A viagem entre Seitil e Santa Apolónia terá uma duração de 46 minutos e evita aos passageiros do Cartaxo terem de se deslocar à Azambuja, que fica a 14 quilómetros. Para valorizar o acesso à estação do Setil, a Câmara Municipal do Cartaxo vai avançar já no mês de Agosto, com a beneficiação da estrada que liga a cidade do Cartaxo ao Setil ? principal nó de ligação ferroviário da Linha do Norte. A intervenção nesta via estruturante vai ultrapassar os 900 mil euros. O município vai igualmente criar mais espaço e melhores condições de estacionamento junto à estação, para que quem usufrua do comboio possa deixar o seu veículo em segurança, assim como alargar o percurso do TUC ? Transporte Urbano do Cartaxo, até ao Setil.



Na Transportes em Revista.



(grande)



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 18/12, 16h45, Casa del Nando (Amsterdam) BASENAME: 18-12-16h45-casa-del-nando-amsterdam DATE: Fri, 26 Jun 2009 22:44:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Estou na cozinha da Casa del Nando, em Amsterdam. Ainda não fiz nada desde que cá cheguei. Saí nas duas noites que passaram, e hoje fui passear, durante a tarde. Teria ido de bicicleta, mas não deu. O Nando emprestou-me a dele, mas primeiro deu-me a chave errada, e depois deu-me a chave certa mas não consegui abrir o aloquete. Nem eu nem uns gajos que iam a passar, que me ajudaram. Acabei por ir a pé. Tinha acordado às 11h30, mas só comecei o passeio às 2. Não lembra a ninguém.

Acabei por passar o dia a ver montras (também no Red Light), a espreitar para dentro das casas, essas coisas.
Pagava-se 7?5 para entrar na casa da Anne Frank, e não consegui entrar em duas das três igrejas que tentei visitar. Amanhã vou a Delft.







IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 24/6/09 BASENAME: atualizacoes-21 DATE: Wed, 24 Jun 2009 23:55:24 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: PÓVOA-VILA CATEGORY: GRANDE PORTO CATEGORY: MOBILIDADE CATEGORY: ESPAÑA ESTRAÑA TAGS: ----- BODY:

* Entrevista a Joan Solá:

¿Entonces la única solución es tener un Estado propio?

Yo no digo eso. Digo que la única manera de salvar la lengua es tener una concepción política de este país no subordinada. ¿Cómo debe ser? El ideal evidentemente es la independencia, pero podría haber una fórmula intermedia tan digna como esa. Como pasa en Suiza, Canadá o Bélgica por ejemplo , que son países donde la situación lingüística no está tan podrida como aquí.



No Público.es, via PGL.


* É na sexta que começam a fazer tudo direito?

Ana Paula Vitorino avança

Autoridades dos Transportes iniciam trabalhos esta semana

A secretária de Estado dos Transportes avançou que o Conselho Geral da Autoridade Metropolitana dos Transportes (AMT) de Lisboa irá reunir pela primeira vez amanhã. Na ordem de trabalhos estão dois assuntos: eleger os representantes para o Conselho Executivo e eleger o presidente do Conselho Geral. A mesma ordem de trabalhos marcará a primeira reunião da AMT do Porto, a realizar na sexta-feira.
Ana Paula Vitorino confirmou ainda à Transportes em Revista os nomes escolhidos para as presidências. Tal como a Transportes em Revista anunciou, Carlos Correia foi o escolhido para a AMT de Lisboa, enquanto Isabel Oneto (na foto) deverá encabeçar a autoridade do Porto.



Na Transporte em Revista.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 29 BASENAME: titulo-do-ano-29 DATE: Sun, 21 Jun 2009 21:08:48 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Se um concelho é saudável, inventam logo que

Hospital de Valongo só atrai 30% da população



No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 20/6/09 BASENAME: atualizacoes-20 DATE: Sat, 20 Jun 2009 16:10:11 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: METRO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

* O corte de via deve estar para breve, por isso

No ramal da Lousã

Metro do Mondego prepara transporte alternativo

Com o início da primeira empreitada marcado para meados de Agosto e devido ao inevitável encerramento do ramal ferroviário da Lousã, o Metro do Mondego anunciou que já deu início aos trabalhos de planeamento de serviços de transporte alternativos e que já entregou as propostas às três Câmaras Municipais envolvidas: Coimbra, Lousã e Miranda do Corvo.

(...)



No Transportes em Revista.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 19/6/09 BASENAME: title-167 DATE: Sat, 20 Jun 2009 00:14:57 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GRANDE PORTO CATEGORY: URBANISMO DE PONTA CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA CATEGORY: METRO CATEGORY: BRAGA - VALE DO AVE TAGS: ----- BODY:

* Mais sobre a 'Linha de São Mamede' (Matosinhos - São João). Não é que me desagrade o traçado. O que estranho é que não haja qualquer coordenação com o projeto da CP, que também calcorreará aqueles terrenos.

Metro vai partir da praia e chega em túnel ao S. João

Linha por S. Mamede criará mais nove estações no concelho

A terceira linha do metro de Matosinhos, que passará por S. Mamede de Infesta, parte da praia à superfície e chega enterrada ao Hospital de S. João (Porto). A ligação aproveita o corredor da Linha Azul e cria mais nove estações no concelho.

O metro atracará, pela primeira vez, na frente de mar com uma estação na Avenida da República, a poucos passos da praia de Matosinhos. Essa mudança obriga a deslocar a estátua de Passos Manuel e mexe com o trajecto das restantes ligações ao município. O término da actual Linha Azul e da futura ligação a S. Mamede de Infesta e ao Hospital de S. João no Porto passará a ser na praia de Matosinhos. A plataforma do Senhor de Matosinhos será o término da linha do Campo Alegre.

Essa alteração visa anular a curva existente na Linha Azul no cruzamento da Brito Capelo com a Avenida da República. A Câmara matosinhense reivindica o enterramento do metro no troço pedonal daquela rua, antes do cruzamento com a avenida. Daí rumaria a S. Bento (Porto). Essa solução, defendida pelo presidente Guilherme Pinto, evitaria constrangimentos no trânsito de viaturas e no acesso a garagens e a estabelecimentos comerciais, provocados pela circulação das composições à superfície em Brito Capelo: "Não há razão para que este constrangimento urbanístico não seja abordado de outra forma", entende o autarca. A hipótese está a ser estudada pela Metro.

Quem vier do Senhor de Matosinhos e tiver a Senhora da Hora ou a Trindade por destino, terá de fazer um transbordo no troço pedonal da Rua de Brito Capelo. Essa mudança só ocorrerá após a entrada em operação da linha Ocidental entre Porto e Matosinhos, prevista para 2014. Só dois anos mais tarde, as composições da terceira linha entre os dois concelhos começarão a circular.

Além da nova estação na praia de Matosinhos, o traçado contempla a reformulação da plataforma da Fonte de Cuco e a execução de mais sete estações. O novo troço tem seis quilómetros e metade é à superfície. "Esta linha é decisiva, pois permitirá que milhares de utentes que hoje vão ao centro do Porto passem a seguir, directamente, para o Hospital de S. João e para o pólo universitário. Serve não só os matosinhenses, mas também pessoas da Maia, da Póvoa, de Vila do Conde e da Trofa", sublinha Guilherme Pinto.

O autarca não tem dúvidas de que a nova ligação se justifica, até porque servirá zonas densamente povoadas do concelho. As composições enterrarão na Avenida de Xanana Gusmão (embora a estação na avenida ainda seja à superfície) e voltam a ver a luz do dia junto ao ISCAP - Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto, onde será edificado um parque de estacionamento. Enterra de novo em direcção ao Hospital de S. João.

Assim, contam-se quatro estações subterrâneas: uma na Rua de Elaine Sanceau, à porta da igreja de Padrão da Légua; a da Pedra Verde, na Rua de 5 de Outubro próximo do cruzamento com a Avenida do Conde; a de S. Mamede de Infesta, que fica por baixo da igreja de S. Mamede (a área envolvente ao templo será recuperada); a do Hospital de S. João. Esta plataforma será rasgada na fronteira de Matosinhos com o Porto, em frente à unidade hospitalar.

Já a estação de Fonte do Cuco, sofrerá uma intervenção de vulto. A plataforma - que serve as linhas Vermelha, Verde e Violeta - será deslocada. Ficará por baixo de um viaduto a construir paralela à travessia rodoviária existente na Avenida de Vasco da Gama (conhecido por viaduto do Londres). A estação ficará no novo viaduto, com um elevador de acesso à Avenida Fabril do Norte.



No JN.



(grande)


* Em Braga, continua a promiscuidade extrema entre obra pública e ciclos eleitorais:

Túnel da avenida abre com candidatura de Mesquita



No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 17/6/09 BASENAME: atualizacoes-19 DATE: Wed, 17 Jun 2009 22:45:23 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: GRANDE PORTO CATEGORY: ESPAÑA ESTRAÑA TAGS: ----- BODY:

* Não acompanhei o debate no Parlamento (a ligação vídeo que tuítei foi tomada pelo Constâncio e o BPN), mas isto aconteceu:

Adjudicação só será formalizada após as eleições

Depois de um colóquio que decorreu na Assembleia da República dedicado ao projecto do alta velocidade, o ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações revelou que a assinatura do contrato de adjudicação do primeiro troço do alta velocidade, entre o Poceirão e Caia, ficará para depois das eleições, só devendo ser assinado no final do ano. As bases da concessão terão ainda de der promulgadas pelo Presidente da República e só depois o consórcio vencedor poderá avançar com os estudos técnicos e posterior início da construção. Em declarações ao Diário Económico, Mário Lino afirmou ?não crer que o veto vá acontecer?, uma vez que ?a alta velocidade é para o Governo uma prioridade política com calendários bem definidos e que têm vindo a ser cumpridos?. A actual conjectura económica também parece não ser impedimento para o seguimento do projecto. Segundo o ministro, ?Não está previsto gastar dinheiro em 2009 com a alta velocidade. Só a partir do final de 2010 [quando arrancar a obra] é que o Governo entra com dinheiro e a maior parte será em 2011 e 2012, na fase da construção?.
Segundo o Diário Económico, Manuela Ferreira Leite afirmou que se ganhar as eleições ?a primeira coisa a fazer é adiar? o projecto do alta velocidade, para em seguida ?fazer uma análise muito profunda dos encargos que isso tem no futuro?.



Na Transportes em Revista. Nunca pensei desejar tanto a vitória da Ferreira Leite. Com o dinheiro que se planeia gastar na Alta Velocidade, ganhávamos uma ótima rede convencional e ainda se melhoravam as ligações internacionais, que também mobilizam fundos europeus.


* O Metro do Porto chegou, como já disse, ao google transit. O que descobri ontem foi que o google transit também funciona em telemóvel. Seja, em qualquer situação um telemóvel com internet pode dizer-nos qual o(s) próximo(s) metro(s) entre as estações que quisermos, o preço, etc. Esqueçam os horários em papel. Depois do Itinerarium, eis a evolução gráfica. Algum dia será mundial e completa.



(grande)


* Um esboço do que poderia ser a nossa rede ferroviária (abraço, Rui):


(grande)


* Nacionalismo linguístico espanhol (via Made in Galiza)





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Fri, 26 Jun 2009 20:34:02 +0000 URL:

Nada me diz isso. Mas ao menos não se gastavam 40 ziliões de euros a ligar Lx a Madrid para depois ninguém utilizar aquilo

----- COMMENT: AUTHOR: André Costa [Visitante] DATE: Thu, 18 Jun 2009 10:06:48 +0000 URL:

Quem te diz que a vitória da Ferreira Leite implicaria esses investimentos na rede convencional? Com um tipo de discurso anti-investimento público, tenho as minhas dúvidas…

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 16/12, 21h15, ICE (para Amsterdam) BASENAME: 16-12-21h15-ice-para-amsterdam DATE: Tue, 16 Jun 2009 22:10:12 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Já topei uma coisa nos holandeses ? conseguem ser mais loiros que os alemães. Não o digo em média, mas vêm-se aqui pessoas muito, mas mesmo muito loiras.



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 16/12, 20h15, ICE (para Amsterdam) BASENAME: 16-12-20h15-ice-para-amsterdam DATE: Tue, 16 Jun 2009 22:08:38 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Há um bocado, quando estava desoladamente sentado no chão, dei-lhe um toque. Ela respondeu pouco tempo depois. Fiquei, para não variar, repleto de alegria. Ela já não respondia aos meus toques há algum tempo.

preparar passagem de ano com Mari e Mika e Texas e Maf
comprar MD na Póvoa
ver preços de televisões



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 16/12, 19h15, ICE (para Amsterdam) BASENAME: 16-12-19h15-ice-para-amsterdam DATE: Tue, 16 Jun 2009 22:07:04 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: FERROVIÁRIO TAGS: ----- BODY:

55 minutos de atraso. Pobre Nando!

Os alemães têm este sistema porreiríssimo para os comboios grandes, que é explicar em que parte do cais vai parar a carruagem certa. Os cais estão divididos em letras (A, B, C?), e torna tudo bem mais fácil. Só digo isto porque nesta viagem tenho lugar marcado. Viva!

Começo a notar um tipo holandês. Ainda não sei bem caracterizá-lo, mas é um tipo bem específico.

A fazer em Portugal:

ir ter com ela
ir ao dentista
ir ao oftalmologista
falar com a Marta e mostrar-lhe o denCidade
formatar o disco
regularizar a situação na Segurança Social
fazer pdf dos trabalhos deste ano
comprar bateria para télélé



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 15/6/09 BASENAME: title-166 DATE: Mon, 15 Jun 2009 23:18:50 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: GALIZA CATEGORY: AMIGOS CATEGORY: METRO CATEGORY: ESPAÑA ESTRAÑA CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA TAGS: ----- BODY:

* O Metro do Porto seguiu a minha sugestão e já está no google transit. A busca parece ainda limitada ao Metro, sem CP, STCP nem privados.


* A Assembleia da República discutiu hoje a Rede de Alta Velocidade. Pelo que vi à hora do almoço, não se juntaram apenas para falar da nova ponte sobre o Tejo ou do Madrid-Lx, graças a Deus.


* O Público noticia obras na Linha de Cascais. Não informam, no entanto, sobre travessas polivalentes, mudança da tensão elétrica ou a ligação, em Alcântara, à Linha de Cintura. Leio na REFER que

Os investimentos previstos incluem, essencialmente, a modernização da sinalização, a eliminação de todas as passagens de nível ainda existentes, a modernização da super-estrutura de via, a adequação da tensão eléctrica (tornando-a igual à da restante rede) e a requalificação de estações e apeadeiros.




* O Valentim, já presidente da AGAL, é entrevistado no galizalivre e escreve no Novas. Gosto muito dele.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- COMMENT: AUTHOR: sa [Visitante] DATE: Tue, 16 Jun 2009 19:01:45 +0000 URL:

oh! é claro que já conheço este blog!
tu

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 16/12, 18h30, ICE (para Amsterdam) BASENAME: 16-12-18h30-ice-para-amsterdam DATE: Sun, 14 Jun 2009 22:07:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

O meu comboio para Amsterdam está atrasado trinta minutos (30 min später). O que não é assim tão mau, porque assim o Nando é que vai esperar por mim e não o contrário.

Estão umas holandesas a falar ao meu lado. Começam as escarradelas e a língua enrolada.





IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 16/12, 17h45, ICE (para Amsterdam) BASENAME: 16-12-17h45-ice-para-amsterdam DATE: Sun, 14 Jun 2009 22:05:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: EU TAGS: ----- BODY:

Tive sorte mas também alguma astúcia. Como não tinha lugar marcado, vim sentado no chão até Frankfurt. Logo que todos saíram, sentei-me num lugar que não tinha marcação. Ao meu lado tinha acabado de sentar-se um gajo num lugar com marcação, que intui ter sido feita por ele. Pouco depois chegou a senhora que tinha feito a marcação, e pediu-lhe para sair. Ele também não tinha, como eu, marcação, e fez a burrice de sentar num lugar reservado. A estupidez dele foi a minha sorte.





IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 28 BASENAME: titulo-do-ano-28 DATE: Sat, 13 Jun 2009 10:28:07 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Temem que a elevação traga parquímetros



No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 12/6/09 BASENAME: atualizacoes-18 DATE: Fri, 12 Jun 2009 22:46:52 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: ESPAÑA ESTRAÑA TAGS: ----- BODY:

* Isto seria, no Estado espanhol, no mínimo, difícil:

Oportunidades em mirandês

Dois candidatos ao programa Novas Oportunidades, de S. Pedro da Silva, em Miranda do Douro, obtiveram, ontem, o certificado de equivalência ao 9º ano de escolaridade, com a particularidade de serem os primeiros a desenvolver todo o processo em mirandês. Albertina de São Pedro, 62 anos, e Luís Silva, de 40, apresentaram o projecto final perante o júri de certificação do processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC) do Centro Novas Oportunidades do Instituto Jean Piaget de Macedo de Cavaleiros.

O percurso começou há um ano, por vontade dos formandos em fazer do mirandês uma língua capaz de entrar num projecto de vida desta dimensão, por se tratar, nos dois casos, de uma forma de comprovar competências adquiridas ao longo da vida. "Eu só avançava com o processo se fosse em mirandês. Desde pequena que falo mirandês e entro em agonia quando vejo as pessoas a colocá-lo de lado. Por mim, sempre que posso, falo com amigos e familiares em mirandês, é a minha língua materna", assegura Albertina.

Os candidatos levaram os portefólios, elaborados ao longo do processo, com as suas histórias de vida, em sessões igualmente faladas em mirandês, apenas com um pequeno texto intrudotório em português.

Segundo Alfredo Cameirão, orientador de curso, o processo também constituiu um desafio para o Instituto Piaget e para a Agencia Nacional para a Qualificação. " Não podemos colocar de lado este projecto, já que abre uma nova possibilidade para a língua mirandesa", observa Alfredo Cameirão.



No JN.


* Ótima jogada de marketing:

José Luís Fontela queixa-se de perseguição

Presidente da Comissão Galega do Acordo Ortográfico pede asilo a Portugal

O presidente da Comissão Galega do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, José Luís Fontela, disse hoje à agência Lusa que pediu asilo político ao Governo português, como primeiro passo para pedir nacionalidade portuguesa.

?Quero liberdade. Pedi asilo político para que não me tirem direitos, liberdades e garantias?, disse José Luís Fontela, advogado, poeta e escritor, acusando os serviços de informação espanhóis de ?controle de correspondência? e ?sequestro de livros?.

Fontela, natural da Galiza, referiu que vive em Portugal ?desde 1992?, primeiro em Viana do Castelo, depois em Valença, onde ainda tem residência oficial, e agora em Braga, onde quer continuar a viver.

O pedido de asilo político, enviado por carta ao Conselho de Ministros, é o ?primeiro passo? para pedir a nacionalidade portuguesa, mas José Luís Fontela aceita outro estatuto. ?Se me derem estatuto de apátrida, fico contentíssimo?, salientou.

O advogado e poeta afirmou que desde os nove anos que lhe chamam ?separatista?, por ser republicano, tal como o seu pai, e defender o Português como língua oficial e nacional da Galiza. ?Defendemos a língua portuguesa como língua oficial da Galiza. É uma linha cultural. Aqui não há nada de político?, frisou, afirmando-se ?republicano, federalista, democrata e socialista?.

José Luís Fontela referiu que enviou da Galiza vários livros de poemas, de linguística, de pintura e de escultura para pessoas de outros países, como a Alemanha e o Brasil, mas não chegaram ao destino. A seguir, fez o mesmo a partir de Portugal, e os livros chegaram, pelo que concluiu que os serviços de informação espanhóis, que apelidou de ?polícia política monárquica?, estão a fazer ?controles de correspondência? e a ?sequestrar cartas e livros?.

Fontela disse ainda que anexou ao pedido enviado ao Governo português uma carta dirigida ao ministro do Interior de Espanha em que denuncia os alegados sequestros de correspondência



No Público.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 16/12, 16h, ICE (para Amsterdam) BASENAME: 16-12-16h-ice-para-amsterdam DATE: Wed, 10 Jun 2009 22:24:25 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Mesmo, mas mesmo no fim da exposição, quando já estava a pensar no caminho para a Bahnhof (e no comboio para Frankfurt), apareceu a salvação para a minha viagem ? internet rápida e barata! Fui à página da German Wings e descobri um voo Bonn-Lisboa, na véspera de Natal, a 200 euros. Ainda pensei durante uma boa meia-hora. De um lado tinha uma viagem acabada no dia 22, e mais 40 horas de comboio até Portugal. Do outro lado tinha a viagem esticada até dia 24 (a data em que contava voltar), uma viagem rápida até Portugal, mas com o acréscimo de 200 euros. Ou seja, 40 contos vs. 40 horas.

Apesar de me estar a custar a passar a viagem (muito por causa da solidão), decidi esticá-la. E, entretanto, vendo a necessidade de voltar a estes lados (para apanhar o avião em Bonn), decidi ir directamente para Amsterdam. A linearidade da viagem não é importante. Saí agora de Stuttgart para chegar antes das 21h a Amsterdam. Se fosse a Frankfurt, que é bem mais perto, iria directo para a Pousada e já não sairia de lá hoje. E vou apanhar o Nando (o meu amigo em Amsterdam) no início do fim-de-semana. Com tempo para estar comigo, espero.

Quando estava no museu, comecei a falar com a namorada do meu irmão, pensando que estava a falar com ela. Felizmente ainda não tinha escrito nada de comprometedor até que ela escreveu ?Olha, de certeza que estás a falar com a pessoa certa?? E estava eu a escrever sobre um passeio à beira-mar, a morrinha a molhar-nos, gelados. Quando me declarei a ela (obviamente por escrito, no messenger), ela também ia perguntando, aqui e ali, ?de certeza que estás a falar com a pessoa certa??, e eu ia dizendo que sim, que sim?

Ok, estamos a chegar a sei lá onde. Talvez dê para me sentar numa cadeira.



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 9/6/09 BASENAME: atualizacoes-17 DATE: Tue, 09 Jun 2009 22:14:24 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: CENTRALISMO CATEGORY: GRANDE PORTO CATEGORY: ESPAÑA ESTRAÑA TAGS: ----- BODY:

* Continua a ofensiva monolingue na Estado espanhol, ou de como se usa a 'democracia' e o 'direito de escolha' para se proceder à substituição linguística. Se no tempo do Franco e em todos os séculos anteriores essa substituição era feita à força, agora utilizam-se tribunais e eleições:

Éuscaro perde a condição de língua veicular no ensino do País Basco

O Tribunal Superior de Justiça do País Basco suspendeu cautelarmente os decretos que faziam da língua basca a principal língua de comunicação no ensino primário e no bacharelato

Nationalia.cat - Começa o retrocesso da língua basca em Araba, Biscaia e Guipúscoa. O Tribunal Superior de Justiça do País Basco (STJPV) suspendeu cautelarmente dois decretos aprovados pelo Governo anterior que garantiam ao éuscaro a condição de língua veicular no ensino primário e no bacharelato.

Mal que foram apresentados esses decretos, uma associação de pais e mães chamada Plataforma por la Libertad de Elección Lingüística, recorreu nos tribunais ao considerar que era suprimido o direito de escolher a língua castelhana.

O tribunal aceitou os recursos a trâmite, e por isso procedeu de imediato a suspender os decretos de maneira cautelar. Segundo informa o diariovasco.com, o novo lehendakari socialista, Patxi López, já disse durante a sua sessão de investidura que se comprometia a derrogar "imediatamente" os artigos dos decretos que estabelecem o éuscaro como língua veicular. Segundo o diário, os decretos puderam ser suspensos sem mais dificuldades porque "a Administração não se opõe".

Ante esta notícia, a organização interessada mostrou-se satisfeita e desafiante: "os centros de ensino não se poderão amparar na existência de uns decretos para fazer mudanças nos modelos de ensino de duvidosa legalidade", segundo publica El Correo. Segundo este mesmo meio, a secção do Partido Popular no País Basco não demorou em se felicitar por uma decisão que, dizem, "confirma a ilegalidade das políticas de imposição do éuscaro desenvolvidas pelo anterior departamento da educação".



No PGL.


* Já há um projeto concluído - até podem achá-lo feio, mas pelo menos aproveitavam o levantamento:

Direcção Regional de Cultura está a concluir recolha de informação para a recuperação do Mercado do Bolhão



No Público.


* Em Lx, há quem ainda tenha a cabeça enfiada no cu:

José Manuel Costa lembra que em 1980, ano de abertura da sala de cinema na Rua de Barata Salgueiro, a Cinemateca Portuguesa era "o único sítio onde se podia ver a história do cinema, e esse foi o contexto que determinou toda a doutrina de fundo".



No Público.


* Mais sobre o PDM de Espinho. Talvez não tenha sido boa ideia fazer um Plano destes 'sem a presença de um arquitecto', mas a ideia de aumentar 'significativamente a possibilidade de se construir em zonas rurais' é claramente uma ideia errada. Em Gaia e agora em Espinho (as situações que tenho acompanhado) persistem nesta ideia bizarra - mais do que consolidar o núcleo urbano, a ideia é de avançar para o campo. Se na Holanda pensassem assim já não havia Groene Hart para ninguém.

E não podem argumentar que há vários núcleos urbanos, porque a responsabilidade é sempre de quem planeou no passado e de quem planeia agora para o futuro. Se houvesse autoridades metropolitanas / regionais de planeamento urbanístico, podia-se aliviar as Câmaras deste fardo que, obviamente, as ultrapassa.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 15/12, 21h, Pousada (Stuttgart) BASENAME: 15-12-21h-pousada-stuttgart DATE: Tue, 09 Jun 2009 22:01:40 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Ontem cheguei às 6 a Stuttgart. Tenho feito isso sempre que posso, chegar à cidade de noite. Não que me agrade ? é até desconfortável procurar a pousada à noite. Mas como os dias são cada vez mais curtos, assim chego e vou logo para o meu quarto. E pouco depois vou dormir.

Quando cheguei ainda estava um pouco atordoado com a mulher do comboio. Poucas vezes vi tamanha beleza. Ela afinal ligou-me e muito, eu é que sofro de idiotice aguda, e nunca dou o passo em frente. Quando estávamos de pé, à espera que o comboio parasse, os nossos olhares cruzaram-se várias vezes.

Ontem mandei-lhe uma mensagem, à minha portuguesinha de rabo na boca. Uma mensagem a pedir uma resposta, se nos podíamos encontrar quando eu voltasse. Como ela ainda não respondeu, e por causa da mulher do comboio, passei parte da manhã atordoado. Pois, agora me lembro que não teve nada a ver com a aparição no comboio. Vamos recapitular.

O grupo que se formou ontem no quarto era digno de filme de comédia. Eu, o portuguesito a precisar de vitaminas. O Ramesh, um indiano ainda mais mirrado que eu. O Bernardo, brasileiro de meia-idade filho de alemães. E o Thilo, alemão de Berlin à volta dos 35. Não consegui ver bem o Thilo ontem, saiu pouco depois de eu entrar. Estive até bastante tarde na conversa com os outros dois. O Bernardo era jornalista free-lancer e ainda não tinha encontrado a mulher da vida dele, por isso era solteiro. O Ramesh era casado com uma italiana há uns meses (provavelmente quando ela engravidou). O filho nasce em Fevereiro. O Thilo não parecia comprometido, mas falou-me durante a manhã d?hoje duma namorada que teve durante três meses em Madrid.

O brasileiro à procura da mulher da vida dele, o indiano com a mulher à espera dele em Itália, as férias enamoradas do alemão em Espanha. Tudo isto combinado com ela não responder à minha mensagem, deu-me uma manhã bem deprimida.

Acabei por dar umas boas gargalhadas na Staatsgalerie, ao ver um filme (pela segunda vez) duma sequência de actos encadeados (pneu acciona archote, que queima corda, que deixa cair bola). Está tudo muito bem coreografado, é mesmo muito divertido. Soltei também uns sorrisos ao ver algumas pinturas idiotas. Adorei a estátua da senhora da limpeza, parecia-me mesmo real. Tirei uma foto a um quadro do Paul Klee para ela.

Passei parte da manhã com o Thilo. Ele queria mostrar-me um palácio nas redondezas. Depois andámos pela cidade. Tomámos café e despedimo-nos. A seguir fui visitar o Weißenhofsiedlung. Adorei as casinhas em banda do Oud (o homem é um senhor) e um pintor deixou-me entrar na casa dupla do Corbu. Acabei expulso, mas valeu a pena, o interior é fantástico. Nesta viagem solitária, dou comigo muitas vezes a falar sozinho. Às vezes trauteio uma música (passei parte do tempo no museu a cantar Da Weasel), tenho conversas imaginárias e, depois de estar algum tempo com alguém a falar inglês (como hoje com o Thilo), dou por mim a pensar em inglês. Hoje devo ter passado o dia todo a pensar em inglês.

Hoje, pela primeira vez, viajei sem bilhete, ao voltar do Siedlung. E fui comer à Mensa (cantina) da Faculdade de Belas-Artes. Sou mesmo hooligan.








IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 7/6/09 BASENAME: atualizacoes-6-6-09 DATE: Sun, 07 Jun 2009 22:02:51 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GRANDE PORTO CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: PORTUGAL ESPERTO TAGS: ----- BODY:

*

Isabel Oneto e Carlos Correia nas Autoridades de Transportes

Após anos de espera, as Áreas Metropolitanas do Porto e de Lisboa vão ter autoridade para coordenar os transportes

Ao fim de quatro anos e dois meses, Isabel Oneto abandona as funções de governadora civil do Porto para assumir o cargo de presidente da Autoridade Metropolitana de Transportes (AMT) do Porto, entidade que vai coordenar o sistema de transportes a nível supramunicipal. Para a AMT de Lisboa, o PÚBLICO apurou que foi convidado o engenheiro Carlos Correia, actual número dois no Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres.
Uma das primeiras tarefas desta nova entidade é elaborar um inquérito à mobilidade e conceber o Plano de Deslocações Urbanas e do Programa Operacional de Transportes, cabendo a este último a regulamentar todos os aspectos necessários à operação do transporte de passageiros, desde os itinerários, horários e tarifários, até aos interfaces e estacionamento de âmbito metropolitana.

(...)



No Público. Já só falta o Governo perceber que Portugal não é só Lisboa e Porto para a lógica de transportes do país andar para a frente. Era bom que a AMT tivesse já o seu dedo na reabertura da Linha de Leixões, projeto isolado da CP e da REFER sem qualquer possibilidade de sucesso no curto prazo.


* Soa bem (mas cheira mal):

Medidas até 2016

Governo lança programa para reduzir lixo urbano

Fraldas reutilizáveis, menos jornais gratuitos, facturas electrónicas, e água da torneira em vez de garrafa estão entre as medidas de um plano apresentado hoje pelo Ministério do Ambiente para reduzir a quantidade de lixo produzida no país. A acção mais eficaz, porém, é fazer compostagem dos resíduos orgânicos em casa.

É a terceira tentativa oficial de se controlar a produção de lixo. O primeiro Plano Estratégico para os Resíduos Sólidos Urbanos (PERSU I) não atingiu a sua meta de redução. E o PERSU II (2007-2016) começou mal: em 2007 também falhou a alvo.

O agora divulgado Programa Nacional de Prevenção de Resíduos Urbanos promete reduzir, através de um conjunto de medidas, a recolha de lixo entre 50 e 100 quilos por pessoa, por ano. Cada português deita fora 470 quilos de lixo por ano.

A compostagem é a medida com maior efeito. Numa habitação portuguesa, cerca de um terço do lixo é composto por resíduos orgânicos ? como cascas de frutas ou restos de comida. Com a compostagem em casa, nas escolas e em zonas rurais, pode-se reduzir o lixo orgânico em cerca de 17 por cento.

As fraldas descartáveis podem ser evitadas em 20 por cento, segundo o plano. Mas o peso absoluto desta redução, no cômputo geral, é mais reduzido.

No cenário mais optimista, a produção total de lixo poderia ser reduzida em 17 por cento até 2016. Um cenário menos optimista ? mas mais adaptado à realidade portuguesa, segundo o plano ? coloca a redução em 10 por cento. Se nada for feito, estima-se que a quantidade de lixo crescerá quatro por cento.

O programa hoje apresentado não traz detalhes sobre como será posto em prática, que tipo de infra-estruturas serão necessárias, nem onde se irá buscar dinheiro ou incentivos para a sua implementação.



No Público.


* A CP, animal bizarro, dá sempre quatro passos atrás antes de dar meio passo em frente:

Transportadora nacional não tem vendas de viagens internacionais pela Net, mas diz que é prioridade

Renfe tem bilhetes a metade do preço da CP para a mesma viagem entre Lisboa e Madrid

Imagine que quer ir a Madrid no Talgo Lusitânia Hotel dentro de um mês. Vai ao site da CP e vê que um compartimento single em classe preferente (com cama, casa de banho e duche privativo) custa 151,60 euros. Por esse preço, talvez opte pelo avião, que tem preços em conta, mas em jeito de curiosidade decide espreitar o site da Renfe (operadora ferroviária espanhola).

Aí descobre com grande surpresa que pode comprar logo por via electrónica (coisa que o site da CP não permite) um bilhete para a mesma viagem por apenas 60,20 euros, ou seja, menos de metade do preço.

Esta tarifa não admite alterações de datas, mas há outra a 90 euros, que também pode ser comprada na Internet e que permite trocas e reembolsos.

Será isto o mercado a funcionar? Concorrência pura entre a CP e a Renfe?

Não. O Lusitânia Comboio Hotel é um produto explorado em conjunto pela CP e pela Renfe "numa repartição de 50 por cento, quer em custos, quer em receitas, existindo regularmente reuniões entre as duas companhias para aferição de políticas comerciais e acertos de gestão", explicou ao PÚBLICO fonte oficial da transportadora portuguesa. Ou seja, CP e Renfe são sócias neste comboio.

A mesma fonte diz ainda que "os valores em vigor no site da Renfe estão em linha com uma política de yield management [flexibilidade comercial de descontos] que está a ser aplicada e apenas disponível nas vendas efectuadas pela Internet". Ora como a CP não tem venda on-line no serviço internacional, não pode prestar aos seus clientes os mesmos descontos que a sua sócia Renfe.

A impossibilidade de vender bilhetes pela Internet aplica-se também ao comboio Sud Expresso, que liga diariamente Lisboa à fronteira francesa de Hendaya, dando ligação ao TGV para Paris. Em toda a Europa a maioria dos sites das empresas ferroviárias funcionam em rede e é fácil comprar bilhetes para os comboios internacionais.

Mas quem quiser ir, por exemplo, para Salamanca, San Sebastian, Bordéus, ou Paris, nem sequer consegue saber no site e no call center da CP das disponibilidades de reserva. E menos ainda adquirir o bilhete, coisa que também não é possível fazer de forma imediata numa agência de viagens. Para tal, só mesmo em algumas das estações principais da CP.

No ano passado, Nuno Moreira, administrador da empresa, garantia ao PÚBLICO (3/3/2008) que ainda nesse ano a CP iria aderir à rede Hermes (uma gigantesca base de dados europeia com horários de comboios e tarifas), mas entretanto nada mudou.

Dificuldades técnicas por parte da Fujitsu-Sadamel, fornecedor da CP que também está a equipar as estações de Sintra e de Cascais com equipamento automático, estarão na origem desta incapacidade.

No entanto, a mesma fonte oficial diz que a disponibilização de uma aplicação informática para o serviço internacional, quer na rede de bilheteiras da CP, quer no seu site, "continua a ser um dos aspectos prioritários para a nossa rede de vendas".

Houve um tempo em que, mesmo nas mais recônditas estações da CP, o funcionário, à luz do candeeiro a petróleo, passava bilhetes de qualquer origem para qualquer destino, calculando à mão o número de quilómetros da viagem, os transbordos e a categoria dos comboios para chegar ao tarifário certo.

Hoje, apesar dos modernos sistemas informáticos substituírem o papel químico, não é possível em Cascais comprar um bilhete para o Porto. E no Rossio não se pode comprar um bilhete para Torres Vedras. E em Braga é preciso ir a duas bilheteiras que estão lado a lado para se comprar uma viagem para Santarém.

Os exemplos são inúmeros e devem-se à opção, durante o consulado de Crisóstomo Teixeira à frente dos destinos da CP, em partir a empresas em unidades de negócio que deveriam ficar "a um passo da escritura" na expectativa de uma futura privatização. Deste modo, criaram-se várias mini-CP que passaram a actuar de costas voltadas sem ter em conta as vantagens do funcionamento em rede do sistema ferroviário.

O actual presidente, Cardoso dos Reis (na foto), reconhece que foi um erro e quer fazer o caminho inverso, regressando às "bilheteiras universais". Mas este tem-se revelado difícil, quer pelas incompatibilidades técnicas do sistema anterior que foi longe de mais, quer pela fraca prioridade dada à nova estratégia.



No Público.


* É por isto que esta gentinha há de morrer ignorante. Está bem que também vão ensinar português aos galegos, mas ensinar espanhol aos flavienses? Há de ser o dispêndio de dinheiros públicos mais parvo dos últimos anos em Trás-os-Montes:

"Posta transmontana é um troço de terneira"

Profissionais de restauração e hotelaria de Chaves receberam aulas de espanhol, no âmbito da eurocidade Chaves/Verín. O objectivo foi aumentar o vocabulário para melhor comunicar com os clientes do lado de lá.

(...)



No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 15/12, 11h30, U-Bahn (Stuttgart) BASENAME: 15-12-11h30-u-bahn-stuttgart DATE: Sun, 07 Jun 2009 21:44:51 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Acho que estou a perder alguma sanidade. Agora, conhecer alguém que me fale de mulheres, de relações, de sexo, deixa-me afectado. Estou exangue, não aguento mais emoções.



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 14/12, 17h30, IC (para Stuttgart) BASENAME: 14-12-17h30-ic-para-stuttgart DATE: Sun, 07 Jun 2009 21:31:35 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Raramente vi um perfil tão elegante: a cara idílica, o peito cheio e flutuante, a cintura inexistente. E anda sobre as nuvens, ela. Mas não me fitou, nem por um segundo.



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Por Sugestão de várias Famílias 10 / Título do Ano 27 BASENAME: titulo-do-ano-27 DATE: Fri, 05 Jun 2009 23:19:42 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: FOTOS TAGS: ----- BODY:



No JN. Sugestão da Alice.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 4/6/09 BASENAME: atualizacoes-16 DATE: Thu, 04 Jun 2009 23:05:22 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: PORTUGAL ESPERTO CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* Os habitantes da Gronelândia (grunhos?) querem é estar sozinhos. A diferença entre eles e galegos, bascos, catalães, bretões, norte-irlandeses, etc. é que moram num país que se aproxima muito de uma democracia, e não as nossas democracias a fingir do centro-sul da Europa.

Esquerda pró-independência venceu eleições na Gronelândia
Partido Inuit Ataqatigiit põe fim a 30 anos de governo social-democrata

O partido de esquerda Inuit Ataqatigiit (Comunidade do Povo) venceu as eleições parlamentares na Gronelândia, pondo fim à governação de 30 anos dos social-democratas do Suimut no território autonómo da Dinamarca.

Com os votos das eleições de terça-feira praticamente todos contados, o pró-independentista IA tinha 43,7 por cento contra apenas 26,5 do Suimut, igualmente favorável à independência, segundo dados divulgados pela edição ?on-line? do ?The Copenhagen Post?.

O Inui Ataqatigiit vai governar a Gronelândia com o estatuto de autonomia alargada aprovado no ano passado por 75,5 por cento dos votos expressos e que entra em vigor no próximo dia 21.

As eleições foram convocadas pelo primeiro-ministro cessante, Hans Enoksen, que considerou ?apropriado? antecipar a escolha em seis meses para ouvir a população sobre a escolha da equipa que vai gerir a ?nova época?. A intenção dos principais partidos é preparar a última etapa antes da independência, que pretendem ver concretizada em 2021 - quando passam 300 anos sobre o início da colonização dinamarquesa.

O novo estatuto de autonomia confere aos habitantes da Gronelândia o direito à autodeterminação, o reconhecimento enquanto povo e dá-lhes o direito a controlar os seus próprios recursos minerais ? petróleo, gás, diamantes, urânio, zinco e chumbo. A Dinamarca mantém as competências em matéria de Defesa e Negócios Estrangeiros.



No Público.


* Grande confusão em Espinho:

30 arquitectos contra novo Plano Director

(...)

Numa iniciativa que se diz ser inédita em Portugal, 30 arquitectos de Espinho juntaram-se num movimento de contestação contra o novo PDM que até meados deste mês se manterá em discussão pública. O grupo de arquitectos, que diz nunca ter sido tido nem achado nos dez anos que demorou a revisão do documento estratégico, diz temer que a aprovação do Plano tal como está leve a que o concelho se transforme num deserto de gente e de investimentos. O futuro de Espinho, acreditam, passará por se transformar num dormitório da Área Metropolitana do Porto.

Num documento já entregue à Câmara, os arquitectos fazem notar que, se o novo PDM passar, verificar-se-á uma redução de 68% da capacidade de construção e de alojamento no concelho, o que levará, obrigatoriamente, a um decréscimo populacional.

É que, segundo explicaram ao JN, além da altura dos prédios não poder ultrapassar os três pisos, fora dos centros das cinco freguesias do concelho, não será, por exemplo, possível construir num lote de 1000 metros quadrados, só o podendo fazer em terrenos muito maiores e consequentemente com custos muito mais elevados.

Os entraves à construção, dizem, serão tantos que os jovens espinhenses não terão outra hipótese se não a de fugir para os concelhos limítrofes, já que o custo das habitações será cada vez mais elevado.

Uma situação que levará a que o concelho venha a ser habitado apenas por elites, isto porque "quem nasceu, cresceu e viveu cá, não tem capacidade económica para comprar habitação em Espinho". Mais: a situação levará mesmo, acrescentam, à proliferação das construções clandestinas, um mal que grassa no concelho.

Os arquitectos pedem, assim, a suspensão imediata do Plano, até porque consideram que o mês dado para a discussão pública é escasso, isto para que seja possível analisá-lo convenientemente.

(...)



No JN.
Aprecio a fineza do paradoxo: Espinho vai transformar-se "num deserto de gente e de investimentos", ou seja, um "dormitório da Área Metropolitana do Porto". Deserto=dormitório. Claro como água.

Outra conclusão notável: como a capacidade de construção futura vai ser menor que a atual, a população vai diminuir. Espinho vai continuar a ter capacidade construtiva; como essa capacidade vai ser reduzida, construir-se-ão menos edifícios do que os que se constroem neste momento. Mas o número de edifícios continuará a aumentar. Até aí, ok, normal. Mas o que leva estes arquitetos a crer que, por isso, a população irá diminuir? Ignoro.

O que move estes arquitetos é um equívoco recorrente: o de que desenvolvimento é crescimento. Em termos urbanísticos, locais, no que toca ao desenvolvimento, o mais importante é o reforço da qualidade de vida. Nas administrações autárquicas, por outro lado, desenvolvimento implica crescimento físico. Aumento de casas, ruas, rotundas, centros comerciais, pessoas. O objetivo primordial do autarca não é aumentar - é melhorar. A Câmara de Espinho, pelo pouco que li, merece os meus parabéns.

(e, nesta notícia, é ocultada qualquer ideia de 'renovação urbana' - como se só contassem as casas novas)


* Estação no São João está bem, mas a linha é de comboio, gente, não de metro:

Exigidas mais estações para a linha de Leixões
Câmara defende construção de apeadeiro nas Arroteias, criando ligação com linha Amarela do metro

A Câmara da Maia exige a construção de mais duas estações na linha ferroviária de Leixões, que voltará a ter passageiros a partir de Setembro. Uma das plataformas (Arroteias) serviria de ligação com a estação de metro do Hospital de S. João.

(...)



No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 2/6/09 BASENAME: atualizacoes-15 DATE: Wed, 03 Jun 2009 07:25:12 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME CATEGORY: CARTAZ CATEGORY: URBANISMO DE PONTA CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* O que eu acho em relação ao PDM de Gaia é. É. Sei lá. Não sei o que achar de tanta trapalhada junta:

Novo PDM aprovado com atraso de cinco anos
PS e CDU dizem que o plano discrimina o interior do concelho epermite mais construção no litoral

O novo Plano Director Municipal de Gaia não resolverá as assimetrias do concelho. É, pelo menos, a convicção do PS e da CDU, certos de que o documento discrimina o interior e permite mais construção no litoral e no centro urbano.

Esta é uma das principais críticas da Oposição ao plano, aprovado ontem de manhã pelo Executivo com a abstenção dos socialistas e o voto contra da CDU. O presidente Luís Filipe Menezes reconheceu esse pecado, mas considera que o Plano Director Municipal (PDM) é "bom" e "pragmático", procurando adaptar-se à realidade de desenvolvimento do concelho. O socialista Barbosa Ribeiro até dá nota positiva ao capítulo da mobilidade e nem está preocupado com o facto de 70% do solo de Gaia ser urbanizável. Lamenta é que a maioria dos terrenos que compõem os 30% não urbanizáveis fique nas freguesias do interior do concelho.

"É muito restritivo em relação à construção no interior do concelho, agravando a sua desertificação, mas, em contrapartida, apresenta-se muito permissivo no núcleo urbano e na frente de mar", indicou o autarca, enunciando que grande parte das 922 participações, feitas na discussão pública do PDM, veio de freguesias do interior Nascente e Sul.

Também o vereador da CDU João Tiago Silva condena esse "crescimento dual" e vai mais longe, considerando que o PDM "não serve o Município". Luís Filipe Menezes explicou que o aumento do solo urbano no interior foi travado por "organismos tutelares". Entenderam não ser necessário aumentar a área urbana quando a capacidade actual não foi esgotada.

"Fez-se um enorme esforço e deu-se um grande salto no interior. 35% do investimento público em Gaia foi concentrado em seis freguesias onde só vive 12% da população", destacou. A dificuldade em desafectar áreas de reserva ecológica e agrícola no interior do concelho para afectá-las a solo urbano foi confirmada pelo director municipal do Urbanismo, Mota e Silva, lembrando, ainda, os obstáculos burocráticos. O PDM beneficiou de um conjunto de planos de urbanização e de pormenor em elaboração que tinha esbarrado na "teia burocrática da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte. Chegámos a ter 23 planos à espera de parecer. Decidimos abandonar esse trabalho e integrá-los no PDM", acrescentou Mota e Silva.

A burocracia serve, também, de justificação para o atraso na revisão do plano que, segundo a Oposição, deveria estar pronto há cinco anos. A CDU assinala que, apesar da demora, o PSD/PP "impediu a participação de outras forças partidárias" na elaboração do documento e critica que a falta de empenhamento na resolução do problema das habitações clandestinas na serra do Pilar.

Luís Filipe Menezes devolveu a crítica à CDU. "A escarpa da serra do Pilar, a jusante da ponte do Infante, é reserva ecológica nacional pura e dura. Para alterá-la, é preciso mudar as directivas comunitárias. Mas a CDU acha que, para ganhar uns votitos, vale tudo", acusou. O autarca destacou, porém, que o actual PDM permitirá a legalização da maioria dos núcleos de construção clandestina existentes no Município.



No JN. E votam os eleitores nestas pessoas, e estas pessoas acham que sabem o que estão a fazer. Deus, como estão errados.


* Prémio Pessoa para Arménio Vieira. Cabe-me dizer, parabéns, caro autor desconhecido.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 1/6/09 BASENAME: atualizacoes-14 DATE: Tue, 02 Jun 2009 00:18:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: URBANISMO DE PONTA CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME CATEGORY: MULHERES CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA TAGS: ----- BODY:

* Um hino ao Planeamento Urbano Português (em maiúsculas, pois é nome de bicho raro):

Cidade Nova fantasma

Urbanizações construídas na década de 80 escondem centenas de lojas devolutas

O cenário passa despercebido a quem atravessa a vila de Valença. No interior dos grandes prédios da Cidade Nova há centenas de lojas devolutas, por estrear, degradadas, com vidros e chão partidos, "pixadas" e até incendiadas.

São edifícios que, na década de 80, nasceram a um ritmo alucinante no encalço do "el dorado" que a vocação comercial demonstrada por aquela vila de fronteira prometia. "Valença teve um crescimento desmesurado e um pouco anárquico. Pensou-se que a vila, pela apetência comercial que tem, tudo albergaria, no entanto, o crescimento tem de ser harmonioso, progressivo, por áreas geográficas?Tudo seria muito bonito se, de cada vez que colocasse-mos em plena utilização um centro comercial, avançassemos para outro, mas o problema foi que num curto espaço de tempo cresceram dez centros comerciais e nenhum deles ficou em plena utilização", comentou Joaquim Covas, vereador na Câmara de Valença e presidente da União Empresarial do Vale do Minho (UEVM), justificando: "Na década de 80 tudo se construía, tudo se vendia".

(...)



No JN.


* Parece quase uma notícia inventada por mim. Depois de passar alguns meses denuciando a falta de planeamento estratégico da CP, que prefere flutuar ao sabor das manias e desmandos do Governo, eis que a realidade vem dar-me razão. Juro que preferia que não fosse o caso, que na realidade a CP fosse uma empresa a sério e que eu não passasse de uma pessoa alheada da realidade e com princípios de esquizofrenia. Mas afinal não:

CP condenada a pagar 20 mil ? a 'emprateleirado'

Assédio moral foi provado no caso de um técnico que passou nove anos sem ter o que fazer

(...)

Em 1992, era Chefe do Serviço de Estudos Estratégicos da CP. Até então, diz o tribunal, era reconhecido como um "técnico de altíssima craveira intelectual", mas isso não impediu a CP de o manter "apenas nominalmente" ao serviço, já que, a partir daí, não "recebeu qualquer ordem, instrução, orientação ou directiva. Por isso, viveu num "estado permanente de desgosto, ansiedade, frustração e revolta".



No JN. Sugestão do Nuno.


* Sempre à frente, esses espanhóis:

Ferrovias: Espanha vai acabar com "bitola ibérica"

O Ministério do Fomento, em Espanha, encomendou um estudo para acabar com quase 12 mil quilómetros de via férrea com especificação da designada "bitola ibérica", também utilizada em Portugal.

Segundo o jornal El Economista, o estudo (incluído no Plan Español de Infraestructuras y Transporte) deverá estar pronto até final do ano. A alteração da infra-estrutura deverá representar investimentos estimados num mínimo de 5 000 milhões de euros.

A ideia do governo do país vizinho visa acabar de vez com o uso da bitola ibérica (distância entre carris), que actualmente mede 1 668 milímetros, subsituindo-a pela europeia (1 435 mm), de modo a homologar a rede ferroviária pela bitola internacional.

A alteração perspectivada não afectará os 1 563 quilómetros rede de alta velocidade, já construída pela bitola internacional.



No Díário Digital, via Vítor Silva.


* A minha Lista de Prémios, Concursos e Bolsas Literários já tem as ligações a funcionar (basta carregar em cada título). Nuno, obrigadinho pelo jeito.


* Mais um camarada a juntar-se ao pleito:

(...)

Francisco José Viegas, nosso cronista de segunda a sexta-feira na secção de Cultura & Espectáculos, inaugura na sua intervenção de amanhã a nova grafia conforme ao Acordo Ortográfico.

(...)



No CM, via blogtailors.


* Opção B! Opção B! Opção B!

(sugestão da M)


* Uma mulher: Catarina Wallenstein





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Guarda-redes vs Goleiro: uma eterna disputa BASENAME: guarda-redes-vs-goleiro-uma-eterna-dispu DATE: Sun, 31 May 2009 21:04:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOVAS DA GALIZA CATEGORY: LÍNGUA TAGS: ----- BODY:

Se podemos afirmar que a cultura de um povo ou de uma comunidade se baseia na aceitação da sua especificidade, é também defensável que tanto a génese quanto a sobrevivência dessa cultura dependem do seu grau de xenofobia. Na palestra de aceitação do Booker de 1994, James Kelman reagia assim às críticas dirigidas ao seu livro (How late it was, how late): ?Uma linha fina pode existir entre elitismo e racismo. Quando o tema é linguagem e cultura, a distinção pode simplesmente deixar de existir.? (trad. do autor) Sendo Kelman escocês e tendo transposto para o referido livro essa especificidade, afrontou a ira dos críticos londrinos com um ataque direto ao que realmente os unia contra o livro: não a sua qualidade, mas a sua especificidade. Não uma especificidade que os londrinos reconhecessem como sua, mas uma especificidade escocesa, estrangeira, estranha ao padrão de Londres.

Como este existem recorrentes exemplos da nossa incapacidade em assumir e aceitar a diferença, ou de como a nossa conceção do 'normal' está solidamente assente sobre preconceitos: nos atentados às Torres Gémeas e consequente 'Guerra ao Terror', toda a pista que levasse a fundamentalistas islâmicos era bem-vinda ? árabes ou crentes do islão em geral eram inevitavelmente considerados culpados; na criminalidade ? se envolve minorias étnicas (ciganos), comunidade emigrante (africanos, europeus de leste), então já é notícia, e nós regozijámos com a clareza do axioma; no futebol ? qualquer vitória sobre a Inglaterra tem duplo prazer.

Todos estes exemplos, aparentemente avulsos, explicam os nossos preconceitos: preconceito de superioridade em relação a árabes e africanos, e de inferioridade em relação a britânicos. Podemos até acharmo-nos fora deste circo dos preconceitos, mas basta apenas que a realidade nos troque as voltas para percebermos todos os preconceitos que subsistem dentro de nós.

As discordâncias em relação ao Acordo Ortográfico em Portugal têm normalmente duas razões: a técnica, muito rara, e a motivada pela ignorância. É uma ideia assente que o AO não é mais que uma concessão ao Brasil, uma prenda política do Governo Português ao seu congénere brasileiro. Quando explico a estas pessoas a história verdadeira do AO, da sua assinatura em 1990, dos anteriores acordos da língua, da discordância entre normas que agora será sanada, etc., a grande maioria das pessoas reconsidera. Alguns tornam-se mesmo adeptos do AO.

Ainda assim, subsistem portugueses que não percebem que este é apenas um acordo gráfico: nem a fonia nem a cultura serão afetadas. De qualquer maneira, as telenovelas e a música brasileiras já há muitas décadas influenciaram o português de Portugal. A influência, boa ou má, já existe. O mal (ou o bem) já está feito. O que subjaz desta contestação, da recusa desta novidade, não é o AO em si, que pouco ou nada lhes interessa: é a negação de uma grafia ?abrasileirada?. É um preconceito português em relação aos brasileiros, à sua cultura, à sua maneira de ser. É o ex-colonizador a tentar reforçar a sua soberania, já há muito desaparecida.



publicado no Novas da Galiza de Maio

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 30/5/09 BASENAME: atualizacoes-13 DATE: Fri, 29 May 2009 22:43:29 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GALIZA CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: AMIGOS CATEGORY: ENTRE-DOURO-E-MINHO TAGS: ----- BODY:

* O Valentim, camarada cá da malta, vai ser o novo presidente da AGAL. Parabéns, amigo. Coragem para o futuro.


* Melgaço e Monção já dispõe de (razoáveis) ligações ferroviárias a Vigo e Ourense: basta-lhes cruzar o rio Minho e, em Arbo ou Salvaterra, apanhar um comboio galego. Uma maneira simples de otimizar as ligações ferroviárias nesta zona era promover comboios diretos entre Ourense e o Porto. Assim, aos habitantes de Melgaço e Monção bastava-lhes cruzar uma ponte para terem uma ligação direta ao Porto. Esta seria a verdadeira 'Linha do Minho'.



(grande)



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 28/5/09 BASENAME: title-160 DATE: Thu, 28 May 2009 23:23:27 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: NORTE CATEGORY: GRANDE PORTO CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA TAGS: ----- BODY:

* O que nos tentam vender em Portugal como PIN, ou como projeto gerador de empregos ou de desenvolvimento (como desculpa para atropelos ambientais ou urbanísticos) é tratado na Suécia da seguinte maneira:

(...)

Hans Wradhe termina uma descrição das intermináveis exigências ambientais que precedem cada novo investimento na Suécia. Um dos nove jornalista europeus presentes naquela pequena sala do enorme edifício da Agência para a Protecção do Ambiente (APA), em Estocolmo, tem uma dúvida: um projecto que não cumpra todos os requisitos pode ser autorizado, com o pretexto de um, digamos, potencial interesse público? O conselheiro sénior da APA não entende e pede para o jornalista se explicar melhor. Nova tentativa: nunca são abertas excepções com a justificação dos postos de trabalho e da riqueza que determinado projecto gera? O especialista faz uma pausa para mastigar bem a pergunta, que, nota-se, lhe soa ligeiramente ridícula. «Claro que não!».

(...)

Na Visão.



* Henrique Oliveira Sá fala sobre a ferrovia (artigo muito extenso e completo). Alguns excertos:

(...)

Se tivermos acesso ao Portal deste ministério, poderemos ler: ?A linha de AV entre Lisboa e Madrid tem como tempo de percurso objectivo as 2h 45 m para a ligação directa de passageiros entre as duas capitais, cumprindo-se a ligação entre Évora e Lisboa em 30 m e os 167 km do troço Poceirão-Caia em menos de 29 m.?.

Uma simples regra de três simples leva-nos à conclusão que a velocidade média comercial entre Poceirão e Caia será de 345,5 km/h. E, sendo assim, batemos largamente todos os recordes mundiais de velocidade numa linha de exploração comercial. Incrível.

(...)

Portugal, com cerca de 92.000 km de superfície dispõe, actualmente, 30,6 km de linhas de cf. por 1.000 km2 de superfície; com a agravante dos seus traçados, muito antigos, não corresponderem em muitos casos às necessidades reais.

A Bélgica e a Holanda, por exemplo, com áreas muito inferiores, apresentam-se com 113,8 e 67,5 km de linhas por 1.000 km2, a Áustria com 74.9 e a Dinamarca com 47,5.

(...)




* Regionalização, cada vez mais premente:

(...)

Foram precisos dois anos para a Administração Central autorizar a linha da STCP entre Vila d'Este (Gaia) e Boavista (Porto). Finalmente, o aval chegou. Na mega-urbanização, 17 mil pessoas, sente-se a falta de transportes.

(...)



No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 25/5/09 BASENAME: atualizacoes-12 DATE: Tue, 26 May 2009 00:08:25 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: PORTUGAL ESPERTO TAGS: ----- BODY:

* A Linha do Vouga, agora a sul:

Câmara de Aveiro adia metro e aposta na requalificação da Linha do Vale do Vouga

O projecto do metro ligeiro de superfície de Aveiro não tem sustentabilidade para avançar num futuro próximo. A aposta imediata deverá passar antes pela requalificação do troço Aveiro-Águeda da Linha do Vale do Vouga, criando um sistema de comboios frequentes que consiga atrair mais utentes. Essa mesma conclusão é sustentada num estudo de viabilidade realizado pelo gabinete de mobilidade da Câmara Municipal de Aveiro, apresentado na semana passada.

Segundo explicou Arminda Soares, autora do estudo e coordenadora daquele gabinete autárquico, importará seguir os passos já dados pela câmara de São João da Madeira, com vista a "tornar a linha mais moderna e as passagens de nível mais seguras, num trabalho conjunto entre as câmaras, a Refer e CP". Só mais tarde, "daqui a 10 anos, pode vir repensar-se o modelo e avançar para um prolongamento em metro de superfície", acrescentou Arminda Soares.

A ideia de base do estudo realizado pela Câmara de Aveiro acaba por ir ao encontro do desafio deixado pela Refer no fórum que pretendeu debater o futuro da Linha do Vale do Vouga, e que decorreu na semana passada em Aveiro. Ainda antes de ser conhecido o estudo da câmara, Ana Seabra, da Refer, deixava o desafio para que fossem conjugados esforços para a requalificação daquele troço da linha que tem uma extensão de cerca de 96 quilómetros.

No ano passado, viajaram nesta linha quase 680 mil pessoas, contra 560 mil em 2006. No ramal que liga Aveiro a Águeda, um percurso com cerca de 20 quilómetros, o movimento registado no ano passado rondou os 377 mil utentes.



No JN.


* O meu diagrama da Rede Ferroviária Nacional está mais perfeitinho.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 24/5/09 BASENAME: title-159 DATE: Sun, 24 May 2009 23:29:32 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NOTAS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: TERRA CATEGORY: PORTUGAL ESPERTO CATEGORY: MULHERES CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* Mais sobre a Linha de Leixões:

Linha volta a ter passageiros em Setembro

A Linha de Leixões voltará a ter passageiros em Setembro, estimando-se que venha a servir 2,9 milhões de pessoas por ano. Para já, os comboios ligarão Leça do Balio a Ermesinde em 16 minutos. Só em 2010 chegará a Leixões.

A via - que hoje é utilizada apenas para o transporte de mercadorias (12 comboios por dia) após a suspensão do serviço de passageiros há muitos anos - cruza quatro concelhos: Matosinhos, Maia, Valongo e Porto. A operação com passageiros será retomada dentro de quatro meses, chegando a três dos quatro municípios, embora a secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, tenha manifestado, ontem, a vontade de ver as composições chegarem, no futuro, a Campanhã.

Numa primeira fase e antes do arranque do ano lectivo, a governante quer os comboios a circularem na Linha de Leixões, com paragens em Ermesinde (Valongo), S. Gemil (Maia), S. Mamede de Infesta e Leça do Balio (Matosinhos). As composições dos serviços urbanos farão a ligação, mas o preço ainda não está definido.

O administrador da CP, Ricardo Bexiga, pretende integrar a linha no Andante. As expectativas são elevadas. A CP investiu 6,8 milhões de euros em material circulante e em equipamentos e espera gastar 340 mil euros por ano com pessoal. A empresa crê que cobrirá o investimento em três anos. Também a Refer vai intervir nas quatro estações, requalificando as plataformas e construindo abrigos para os passageiros. Os trabalhos, já adjudicados, começarão dentro em breve.

O serviço comercial ao longo dos 10,6 quilómetros será assegurado por 55 composições por dia e por sentido de segunda a sexta. Os passageiros contarão com um comboio de 30 em 30 minutos à hora de ponta e com um comboio por hora e por sentido nos restantes períodos. Aos fins-de-semana e feriados, terão disponíveis 35 comboios diários, o que corresponde a um comboio por hora e por sentido. O transporte é feito através de uma via única.

No dia em que foram celebrados os protocolos entre a CP, a Refer e a Câmara de Matosinhos para retomar o serviço de passageiros e entre a CP, a Refer e a APDL para a cedência de terrenos do Porto de Leixões, o presidente da Autarquia matosinhense, Guilherme Pinto, manifestou a convicção de que será possível estender a operação a Leixões dentro de um ano. Antes disso, será construída uma nova estação.

O estudo preliminar aponta para um investimento de 10 milhões de euros nos terrenos do antigo parque de espera do Porto de Leixões, na Avenida do Engenheiro Duarte Pacheco. O futuro edifício terá uma ligação aérea à estação do metro no Senhor de Matosinhos, um interface para táxis e operadores de transporte público rodoviário e um parque de estacionamento. O complexo ferroviário do Porto de Leixões sofrerá alterações com a obra, que permite ampliar o terminal de contentores. A viagem entre Ermesinde e Leixões será de 30 minutos.

A Refer admite estudar a possibilidade de estender o serviço a outras paragens (recorde-se que a Linha de Leixões possui outras estações que não serão servidas), de acordo com a procura e as necessidades da população.

(...)



No JN. É óbvio que a empreitada tinha de ser dividida em duas. O troço a reabrir em Setembro não tem cruzamento com linhas do metro e é o que tem mais potencial de clientes. No outro troço, entre Leça do Balio e Leixões, é necessário coser a Linha de Leixões com as Linhas da Trofa, da Póvoa e de Matosinho (do Metro), construindo estações novas, o que demora mais tempo.

A ligação a Campanhã, através de Contumil, é essencial. E, no futuro, ligações a Braga, Guimarães e Marco, diretas a partir de Leixões. E para sul, também. Não se pode parar. Nunca.

E fazer a ligação da Linha Amarela à Linha de Leixões, não? Merda, são 300 metros.



(grande)


* Não o rapador de tachos, mas o antigo ditador - Salazar "sobrevive" na toponímia nacional em 20 localidades portuguesas. E é bom saber que

Em Atalaia, a 20 quilómetros a noroeste da capital de distrito, a rua Oliveira Salazar entronca com a Capitão Salgueiro Maia, o comandante da coluna militar que ocupou o Terreiro do Paço e levou à rendição de Marcelo Caetano no quartel do Carmo.



* Putas. Ganhámos a Palma de Ouro.




* A minha Lista de Prémios, Concursos e Bolsas Literários está ainda mais atual.


* Uma mulher: Carice van Houten




tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 26 BASENAME: titulo-do-ano-26 DATE: Sun, 24 May 2009 20:42:49 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Carro cai de uma altura de 300 metros


e

Aaeronave despenha-se na Madeira: dois feridos



Na Madeira, no mesmo dia. JN e JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 22/5/09 BASENAME: title-156 DATE: Fri, 22 May 2009 23:12:30 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: TERRA CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

*

Acordo Ortográfico: Professores exigem formação prévia

Novo código entra em vigor nas escolas já no próximo ano lectivo. Professores pedem formação "atempada" e "rigorosa".



No JPN, via blogtailors.


* O TAF estreia-se a escrever no JN. Saudações cordiais para o amigo cronista, portanto. Duas notas. Não é Porto +Gaia +Matosinhos, mas sim Porto +Gaia +Matosinhos +Maia +Valongo +Gondomar. Mais de um milhão de habitantes. Se é para fazer a reforma, que se faça pelo todo e não uma meia-reforma, entregando-se a gestão das áreas mais periféricas aos concelhos que não integrarem esta massa urbana. E 'Um dos graves problemas com que se depara o país é a reduzida dimensão das autarquias', assim como autarquias grandes demais, como Gaia. Equilíbrio é o que se pede. Isso e a criação da definição 'concelho metropolitano'.


* Talvez seja mesmo desta - um serviço fraquinho, imagino, mas é melhor começar por algum lado:

Linha de Leixões

Novo serviço ferroviário de passageiros a partir de Setembro

Foram assinados no dia 22 de Maio dois protocolos que permitirão a criação de um Novo Serviço Ferroviário de Passageiros na Linha de Leixões. Os protocolos, homologados pela Secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, envolveram a CP, a REFER, a APDL e a Câmara Municipal de Matosinhos.

(...)

Numa 1.ª Fase, já a partir de Setembro próximo, o serviço irá realizar-se na ligação Ermesinde ? Leça do Balio, com paragem nas estações intermédias de São Gemil e de São Mamede de Infesta, prolongando-se numa 2.ª Fase até Leixões.

Na 1.ª Fase, o serviço será garantido com um comboio de meia em meia hora, nos dias úteis e nas horas de ponta, sendo de um comboio por hora nos restantes períodos de segunda a sexta-feira. Na estação de Ermesinde haverá ligações com as Linhas de Braga, Douro e Guimarães, e ao Porto - Campanhã, sendo oferecido um serviço urbano de 5 em 5 minutos.

Tendo em vista a adaptação da Linha (que actualmente serve apenas comboios de mercadorias para o porto de Leixões) à circulação de comboios de passageiros, a REFER vai proceder à realização de diversas obras de requalificação, nomeadamente, nas infra-estruturas de apoio aos passageiros nas estações de São Gemil, São Mamede de Infesta e Leça do Balio, na construção da nova Estação Intermodal de Leixões, na infra-estrutura ferroviária e na electrificação da ponta final da linha até à nova estação.



Na página da REFER.



(grande)



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 20/5/09 BASENAME: title-155 DATE: Wed, 20 May 2009 22:47:06 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: TERRA CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* O estudo prévio da quadruplicação do troço Contumil-Ermesinde está em consulta pública:

Ampliar Linha do Minho obriga a demolir 14 casas

A ampliação de duas para quatro vias da Linha do Minho entre as estações de Contumil (Porto) e Ermesinde (Valongo) condena à demolição 14 habitações e algumas oficinas e armazéns. A maioria das casas fica em Rio Tinto.

A intervenção da Refer, que decorrerá ao longo de seis quilómetros, ocupa logradouros de casas e áreas verdes públicas e contempla a supressão de todas as passagens de nível, substituídas por ligações pedonais e rodoviárias por cima ou por baixo da linha férrea. A obra contribuirá para a melhoria da segurança no eixo Contumil-Ermesinde, onde se sucedem os acidentes mortais com transeuntes e passageiros quando tentam cruzar a via. Pondo fim aos atravessamentos, os seis quilómetros da Linha do Minho (nos concelhos do Porto, Gondomar e Valongo) serão vedados.

(...)

No momento em que a capacidade do troço está praticamente esgotada, a construção de mais duas vias resolverá o "estrangulamento de exploração das linhas do Douro e do Minho", beneficiando, em particular, as ligações a Braga e a Guimarães. No estudo prévio, refere-se que, numa segunda-feira normal, passam 110 composições naqueles seis quilómetros, sendo 98 de passageiros (a maioria (75) é de serviços urbano e suburbano) e 12 de mercadorias. A ampliação manterá a linha férrea à superfície, apesar dos pedidos de enterramento na zona de Rio Tinto. A análise comparativa das duas soluções data de 2007, tendo-se concluído que a manutenção da via à superfície é "globalmente mais vantajosa".

(...)



No JN. Esta é uma obra crucial para a redução dos tempos de viagem atuais entre Guimarães/Braga/Marco e o Porto, assim como para a futura ligação em Velocidade Elevada entre o Porto e a raia galega. As novas linhas a introduzir, imagino, terão não só travessas polivalentes como também já três carris, de modo a assegurar bitola ibérica e europeia.



(grande)


* A minha Lista de Prémios, Concursos e Bolsas Literários foi parar ao blogtailors.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 14/12, 16h30, IC (para Stuttgart) BASENAME: 14-12-16h30-ic-para-stuttgart DATE: Wed, 20 May 2009 22:46:51 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: EU CATEGORY: MULHERES TAGS: ----- BODY:

Há mulheres aqui com formas tão generosas que dá vontade de perguntar, ?isso é tudo teu ou é emprestado??. Como aquela gótica que já olhou várias vezes para trás. Está a ler Flaubert, aquele autor que, toda a gente sabe, só se lê para ter estilo.

Devia era procurar mulher por aqui, e não em Portugal, onde elas são ?pequeninas como as sardinhas?. Aqui os meus desejos de monumentalidade seriam totalmente realizados. Oh well, tenho uma sardinha querida à minha espera em Portugal. Assim espero eu.

E continua a olhar para trás, através do seu cabelo longo e negro.

Passei o dia a passear por München. Visitei, um pouco apressado, o Deutsche Museum (acho que apenas o fiz por a senhora da recepção ser portuguesa), um amontoado de coisas que não me interessavam. Acabei por descobrir lá no meio um moliceiro, com as suas cómicas tiras na proa e na popa. Antes do quim ainda consegui descobrir a exposição de fotografia de Thomas Hoepcker. Adorei-a, do princípio ao fim. Também lá descobri fotos portuguesas, de Trás-os-Montes. A cena do casamento podia ser perfeitamente a do casamento dos meus avós, apesar de ser muitos anos depois.

Estou farto de acumular planos para quando chegar a Portugal. São sempre os mesmos desejos: trabalhar ainda mais, ter mais tempo livre, mas não me vejo a escrever muito nos próximos tempos. Se perder o emprego actual, sim. Aí paro para escrever.







IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atuzalizações 19/5/09 BASENAME: title-154 DATE: Tue, 19 May 2009 23:21:01 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PEDONAL CATEGORY: TERRA CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: VÍCIO AUTOMÓVEL TAGS: ----- BODY:

* Lista nacional de não recepção de comunicações publicitárias

Via @anarresti


* Fico sempre em choque quando leio notícias destas:

Família atropelada no passeio

(...)

Moradora na freguesia, a família de José Silva já passou centenas de vezes pela Rua de Padre Joaquim das Neves sem que nada sucedesse. Ontem, José caminhava no passeio ao lado de Rute Borges, de 49 anos, e do enteado Ricardo Viegas, de 11 anos, e, subitamente, foram colhidos por um automóvel que descia a artéria. Os pormenores do despiste não estão totalmente esclarecidos. Sabe-se apenas que o condutor de 20 anos (que sofreu uma fractura no ombro) perdeu o controlo do Opel Astra, após uma colisão com outra viatura. Terá guinado para a direita, atropelou a família, rodopiou e foi embater de traseira num muro de pedras que ruiu.

(...)



No JN.


* Certamente que quando a A25 cruzou um braço da Ria ninguém resmungou desta maneira. Uma auto-estrada sobre aterro a cruzar um braço da Ria é porque tem de ser - uma ligação ferroviária em via única assente sobre pilares, encostada à auto-estrada, é criminoso:

Ferrovia criticada por mudar paisagem da ria

Arquitectos e autarca lamentam impacto visual da linha para o porto

Ninguém põe em causa a importância da ferrovia para o porto de Aveiro, mas é difícil encontrar quem não critique a localização do viaduto, que muda a paisagem da ria. O principal acesso à região (A25) perdeu beleza.

O impacto visual da ligação ferroviária ao porto de Aveiro, na zona das salinas, é positivo ou negativo? E cria mais uma barreira entre a cidade de Aveiro e a água, depois de o programa Polis ter criado a possibilidade de desenvolver uma zona de lazer junto à ria?

"É o que é", diz o arquitecto aveirense Pompílio Souto a propósito da via que deve estar concluída no final deste ano. "É uma obra competitiva para Aveiro e para o ambiente e qualidade de vida das pessoas, já que retira camiões da estrada e possibilita o estabelecimento de relações mais fortes com a Europa", acrescenta. Pompílio Souto considera, no entanto, que há aspectos negativos. "Cria uma outra vista que não está ponderada", explica.

Muito mais crítico é João Barbosa, autarca da Vera-Cruz, a freguesia de Aveiro que mais próxima fica da ferrovia. "É o muro da vergonha! Tira a vista a uma das imagens mais belas do concelho", afirma Barbosa. Acrescenta que o comboio "poderia ser aproveitado para fins turísticos, mas nós, Junta, não fomos ouvidos neste processo", lamenta.

Alberto Souto, ex-presidente da Câmara de Aveiro, que defendeu outras soluções para o traçado da ferrovia - primeiro entre as quatro faixas da auto-estrada e depois no traçado actual só que à quota da A25 - gostaria, também, que a linha férrea "fosse aproveitada como metro de superfície para ligar Aveiro às praias de Ílhavo". "Colocaria a via ao serviço da população", considera Souto.

Paulo Domingos, da Quercus, diz que a obra "não tem um grave impacto visual". "Se não tivesse a auto-estrada (A25), penso que teria", frisou. "A A25 tem um impacto maior do que o caminho-de-ferro", defende o ambientalista.

O administrador do Porto de Aveiro, José Luís Cacho, defende o projecto que considera vital para o desenvolvimento do porto, que vai ficar ligado à Linha do Norte. "Qualquer obra tem sempre impacto, mas esta enquadra-se no contexto. É uma ligeira e esbelta peça em betão que permite continuar a ver a paisagem", defende.

Para Vieira de Melo, presidente da delegação de Aveiro da Ordem dos Arquitectos, o impacto "é negativo". "Estragou a melhor singularidade da paisagem", considera Melo, para quem a entrada na cidade "fica destruída pelo viaduto". "Para quem viaja de carro mas também para os peões que andam no parque Polis", frisou.

Melo defende que a obra "deveria ter sido feita de outra forma" e considera imperioso "minimizar o que ali está", mas admite que "não será fácil 'dar a volta' àquilo". "É uma estrutura pesada que se sobrepõe ao plano de água, limita o contacto com as salinas, tornando-se numa barreira. Esperamos, ao menos, que não haja catenárias", concluiu.

José Carlos Mota, planeador, considera que a ferrovia tem um impacto negativo na paisagem e defende que agora é fundamental lançar a discussão sobre a forma como se deve minimizar o que está feito. "Mas não vai ser fácil atendendo à envergadura da obra", avisa.

Maria José Curado, professora do curso de Arquitectura Paisagista, da Faculdade de Ciências do Porto, residente em Aveiro, lamenta que a linha férrea tenha "mudado o carácter da paisagem". "Ao passarmos ali sentimos menos a ria, há cada vez mais barreiras entre a cidade e a ria. Já não é só a auto-estrada, é também a ferrovia e em alguns troços a estrada secundária que acompanha a A25. Há um divórcio entre as diversas vias", considera a paisagista.



No JN.



(grande)


* Mais uma atualização na minha Lista de Prémios, Concursos e Bolsas Literários.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 18/5/09 BASENAME: title-153 DATE: Mon, 18 May 2009 23:45:43 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GRANDE PORTO CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: METRO CATEGORY: VÍCIO AUTOMÓVEL TAGS: ----- BODY:

* Perdoem-me a visão preconceituosa da coisa, mas não consigo vê-la de outra maneira - betinhos da Foz até aturam o metro, mas longe da vista:

(...)

Os representantes da Câmara do Porto e da Metro na comissão de acompanhamento chegaram a um consenso, depois das críticas do Município e das juntas da Foz, de Nevogilde e de Lordelo do Ouro ao traçado à superfície entre a Boavista e as Condominhas. Agora, as composições seguirão enterradas à saída do Parque da Cidade e passam em túnel pela futura Via Nun'Álvares, pela Praça do Império e pela Rua de Diogo Botelho. Nesse troço, só vêem a luz do dia no Fluvial. A ribeira da Granja obriga a uma solução à superfície menos complexa e onerosa, que será estudada pela arquitecta Marisa Lavrador. A projectista do Parque da Pasteleira é chamada, pois o metro ocupará a bordadura daquele espaço.

(...)



No JN.

Os representantes da Comissão de Acompanhamento querem fazer-nos crer que esta é uma boa solução. A solução é partir esta solução em partes e provar-lhes o erro:

-O metro do Porto é tendencialmente de superfície: apenas nos troços mais complicados (como centros históricos) este é subterrâneo. Não é assim por mania, mas por questões de segurança urbana, custos monetários, acessibilidade, etc. Até agora, o único obstáculo que o metro não foi capaz de vencer à superfície foi o centro histórico do Porto, por razões óbvias. No resto, foi à superfície que se resolveram os problemas. E, até agora, com sucesso. Isto significa que à superfície, salvo raras exceções, o metro encaixa sempre.

-Tanto em Gaia como em Matosinhos existe muito trânsito automóvel. Argumentar que o metro não pode circular em certas zonas pela possível conflituosidade com os automóveis também já se provou errado - uma avenida com desenho cuidado permite uma saudável convivência entre os dois meios de transporte. E se funciona em Gaia, com o seu trânsito intenso, não funcionará ainda melhor na zona ocidental do Porto? Convém não esquecer que o metro existe para contrariar o paradigma automóvel, não para o favorecer.

-Um Parque Urbano é um espaço onde se tenta, por um instante que seja, esquecer a ditadura urbana. Nunca um Parque Urbano é desligado da cidade, mas não pode também ser constantemente assediado por edifícios, pontes e vias rápidas. O Parque da Cidade já tem um viaduto preparado para o Metro, que se tornou inviável pela pressão automóvel - porque haveria de sofrer o Parque a agressão de ser cruzado por uma linha de metro?

E os parques são de todos os habitantes. Se bem que os habitantes mais abastados da zona da Foz têm pequenos parques da cidade em cada um dos seus quintais, as pessoas mais carenciadas não o têm, e muitas migram semanalmente ao Parque da Cidade em busca do que não possuem no seu apartamento em Gondomar ou num qualquer bairro social.

Assim, e seguindo a minha visão preconceituosa da coisa, a única interpretação que consigo dar ao que leio não é mais que isto: os riquinhos da Foz, que não sobrevivem sem o seu carro, não querem ter o metro a chateá-los no seu bairro. Já que não precisam dos Parques Urbanos (têm-nos nos seus logradouros), preferem que o Estado pague o enterramento das linhas e que essas linhas rasguem o espaço verde dos outros, ao invés de largarem os seus carrinhos e adotarem modos de vida mais saudáveis. Senhores riquinhos, pensem duas vezes. Isso não se faz.


* Petição Em Defesa da Reserva Agricola Nacional

Via @alicebernardo



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- COMMENT: AUTHOR: Air Classic BW [Visitante] DATE: Sun, 01 Mar 2015 11:31:45 +0000 URL: http://www.topot.fr/

you can get huge info about these waders in the subsequent section. In addition, GPRS and EDGE are there for searching net. In addition, diamond watch, often consider time to check out the list. Most ladies’s vogue lines contain their personal add-ons such as handbags, not the skeepskin materials. and sustain by means of any journey. Nike TN cheap sports|managing shoes, Timberland and The 45 King. The boots can offer great sneakers temperature management, most resilient materials you can probabl

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações Adoentadas 16/5/09 BASENAME: title-152 DATE: Sat, 16 May 2009 22:31:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

* Para que ninguém diga que este não é um blogue político, aqui vos deixo com Barack Hussein Obama, um homem com piada que merece ser mais conhecido:



Via Arrastão.


* Aparecer no Spider-man tem as suas vantagens: Phaidon reúne em livro os últimos dez anos da obra de Álvaro Siza. Se, por exemplo, o livro do Tony Carreira aparecer esquecido numa secretária do próximo The Evil Dead, aposto que vai parar a Hollywood. Próximo super-herói romântico?


* No Estado espanhol continua a trapalhada. Em Madrid inventaram que o galego não era português, e que o valenciano não era catalão. Esquizofrenias deste calibre só podiam dar nisto:

PP do País Valenciano obriga ao Europarlamento a fazer duas versões televisivas do anúncio eleitoral em catalão

"O sobrecusto por ter que fazer 'também' o anúncio na variante valenciana tem sido de 6.000 euros"

PGL - O Parlamento Europeu teve que fazer duas versões em língua catalã do seu anúncio institucional com motivo das próximas eleições européias de 7 de junho. O motivo: a ameaça da Generalitat valenciana de não emitir o anúncio por Canal 9 se era "igual" que o que se tinha que emitir por Tv3.

Finalmente a Eurocámara acedeu a fazer duas versões do mesmo anúncio televisivo, um feito na variante central do catalão, e o outro na variante valenciana. Ora bem, o texto não tem variado nem uma vírgula, só muda o ator/atriz que protagoniza cada um dos spots, que lêem o texto cada qual em sua variante.

(...)



No PGL.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 14/5/09 BASENAME: atualizacoes-11 DATE: Thu, 14 May 2009 23:16:35 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PORTUGAL ESPERTO CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: BICICLETAS CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: TRÁS-OS-MONTES TAGS: ----- BODY:

* É óbvio que eu, tendo tido umas cadeiritas de engenharia, não me arrogo a assinar projetos de especialidades. Muitos engenheiros e engenheiros técnicos, no entanto, achavam-se capazes de assinar projetos de arquitetura. Portugal passou 35 anos com o seu desenvolvimento urbanístico regulado por uma das leis mais incivilizadas da Europa. Daqui a 5 anos, seremos um país um pouco mais normal:

Só os arquitectos passam a poder assinar projectos

Uma longa luta, de mais de 35 anos, dos arquitectos portugueses chegou ontem ao fim: o decreto 73-73, que permite o exercício da arquitectura a profissionais sem a qualificação necessária para isso, vai ser revogado. A proposta de lei 116/10 foi aprovada na comissão parlamentar de Obras Públicas e será votada amanhã pela Assembleia da República.

?É um momento muito importante na vida dos arquitectos. É um novo ciclo que se abre?, diz João Rodeia, presidente da Ordem dos Arquitectos, declarando-se ?muito satisfeito? com o desfecho do processo e, sobretudo, com o facto de a nova lei ter resultado de um acordo ?inédito e histórico? com a Ordem dos Engenheiros.

Até aqui, a lei portuguesa permitia que projectos de arquitectura fossem assinados por pessoas sem formação específica na área ? nomeadamente engenheiros. A nova lei ?consagra a arquitectura para os arquitectos?. E vai mais além do que a revogação do 73-73, decreto maldito no mundo da arquitectura. Reconhece, por exemplo, o trabalho dos arquitectos nas áreas de urbanismo, fiscalização de obra e direcção de obra.

Vai haver ainda um período de transição de cinco anos, mas depois disso, explica Gonçalo Menéres Pimentel, assessor jurídico da Ordem, ?qualquer obra, da ponte ao quiosque, tem que ter um projecto de arquitectura necessariamente subscrito por arquitectos?. As únicas excepções são a renovação de interiores em edifícios não classificados e obras ?de escassa relevância urbanística?.

Cada obra deve também ter um projecto de engenharia. A fiscalização pode ser feita quer por engenheiros, quer por arquitectos, dependendo da ?natureza predominante da obra?. ?O que se consagrou ? sublinha Menéres Pimentel ? é que a actividade de projecto é multidisciplinar?.



No Público.


*

Câmaras de Vagos e Aveiro trocam carros por bicicletas
Funcionários utilizam velocípedes sem motor nas deslocações profissionais, agilizando alguns serviços

Funcionários da Câmara de Vagos pediram ao presidente da Autarquia bicicletas para percorrer distância entre a Câmara e outros serviços públicos no centro da vila. Veículo rápido, económico, fácil de estacionar e não polui.

Se um dia reconhecer um fiscal da Autarquia, um técnico do sector de património, urbanismo ou qualquer outro funcionário da Câmara Municipal de Vagos (CMV) a andar de bicicleta, em pleno centro da vila de vaguense, em horário laboral, não se admire. É o mais recente veículo adquirido pela Autarquia, para facilitar a mobilidade dos funcionários.

(...)



No JN.


* Foi o que me pareceu perceber, mas eles confirmam - a Declaração de Impacto Ambiental da Barragem de Foz Tua não obriga a EDP a fazer uma nova linha ferroviária. Primeiro diz que sim, mas depois indica que a EDP deverá realizar um 'análise da viabilidade de construção de um novo troço de linha férrea'. Já que a Linha do Tua será inapelavelvemente submersa em parte da sua extensão, uma nova linha terá de ser feita nesse troço, mas a Declaração apenas manda a EDP fazer um estudo. E se o estudo concluir que a nova linha é muito cara (o mais provável), como ficámos? Com estudo e sem linha?

Mais no linhadotua.net.


* E ainda há quem diga que os políticos portugueses são maus - se querem reacionários, conservadores sem vergonha e fascistas, vejam os nossos vizinhos:

Mayor Oreja se enorgullece de que su bisabuelo prohibiese hablar el euskera en su casa

"Mi bisabuelo se esforzó para que sus hijos no se encerrasen en el granero. Prohibió que hablaran el vasco en casa, para que aprendieran bien el español". El guipuzcoano Jaime Mayor Oreja, que encabeza la lista del Partido Popular a las elecciones europeas del próximo junio, se enorgullece de esta historia familiar suya. La ha narrado esta mañana en Barcelona para justificar su oposición al modelo de inmersión lingüística en las escuelas catalanas, que consagra la lengua propia de Cataluña como la vehicular en los colegios.

(...)



No El País, via garabulho.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 25 BASENAME: titulo-do-ano-25 DATE: Thu, 14 May 2009 11:17:35 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Metro até Santo Ovídio encravado no Governo



No JN.

Encravado aonde? No cu? No sovaco?



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 13/5/09 BASENAME: atualizacoes-10 DATE: Wed, 13 May 2009 22:56:39 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: TRÁS-OS-MONTES TAGS: ----- BODY:

* Mais sobre a Declaração de Impacto Ambiental da Barragem de Foz Tua, no Público e no JN.


* Um dos escritores da minha afeição, Mário de Carvalho, acaba de ganhar o Prémio Literário de consagração Vergílio Ferreira. O que muito me apraz.

(através dos Blogtailors).



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 12/5/09 BASENAME: atualizacoes-9 DATE: Tue, 12 May 2009 22:43:37 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: CENTRALISMO CATEGORY: MULHERES CATEGORY: GRANDE PORTO CATEGORY: TRÁS-OS-MONTES TAGS: ----- BODY:

*

O Ministério do Ambiente emitiu hoje uma Declaração de Impacto Ambiental "favorável condicionada" à construção da barragem de Foz Tua, impondo o estudo de uma linha ferroviária alternativa à actual que será parcialmente inundada.

A Declaração de Impacto Ambiental (DIA) emitida segunda-feira, e que a Lusa teve hoje acesso, impõe a cota mínima de 170 metros e obriga a que seja assegurado uma alternativa à linha do Tua, incluindo a análise da construção de um novo troço ferrroviário.

Na Lusa, via linhadotua.net.


*

CP vai lançar maior concurso de sempre para comprar 102 comboios

A CP vai comprar 102 comboios novos que poderão custar mais de 500 milhões de euros, num investimento que é o maior de sempre da empresa na compra de material circulante.



No Público. Dos 102 novos comboios anunciados, 49 são elétricos, dos quais 8 irão para os suburbanos do Porto.


* Uma mulher: Eva Green





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 11/5/09 BASENAME: title-149 DATE: Tue, 12 May 2009 00:01:18 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: CENTRALISMO CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: CARTAZ CATEGORY: GALIZA CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: REGIONALIZAÇÃO CATEGORY: NORTE CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA TAGS: ----- BODY:

* Finalmente o bom senso:

Empresa de energia apadrinhada por Sócrates e Pinho perde certificação

A empresa Energie, da Póvoa de Varzim, perdeu a certificação de produtora de equipamentos solares térmicos, apurou o PÚBLICO. O laboratório alemão que tinha certificado os seus produtos retirou-lhe essa classificação, no final da semana passada.



No Público.


* José Sócrates:

Há uma questão que está a preocupar muita gente no Porto e no Norte: o que vai acontecer ao aeroporto? Ficará na dependência nacional, na ANA, ou terá autonomia administrativa?

É preciso para o país que haja uma gestão conjunta das diferentes infra-estruturas aeroportuárias, sobre isso não tenho a mínima dúvida e remeto todos aqueles que têm opinião diversa para um estudo feito pela ANA que é muito explícito relativamente a esse ponto.



No JN, via ACdP.


Há três premissas básicas, que convém nunca esquecer:

-o potencial de passageiros do aeroporto Sá Carneiro é infinitamente superior ao de qualquer aeroporto construído à volta de Lisboa;

-os aeroportos não 'têm' de ser geridos em rede - a gestão em rede tem de ser feito pelas transportadoras aéreas;

-só um país muito pequeno (como o Luxemburgo) pode pensar na ideia de aeroporto nacional.

Assim sendo, o que se percebe de todas estas movimentações políticas é de que o Governo acha que a ANA só conseguirá uma privatização favorável se esta incluir todos os aeroportos que gere neste momento. E que o aeroporto de Alcochete só fará sentido, na sua megalomania descabida, se tiver os aeroportos de Faro e do Porto abaixo de si na hierarquia, a alimentá-lo. Remeter o jornalista para um 'estudo feito pela ANA' é como remeter o jornalista para a 'opinião da ANA'. E o interesse da ANA é óbvio.


* Há quem ache que só podem existir ciclovias se se mantiverem os privilégios dos automóveis. Eu, obviamente, penso o exato contrário - as ruas já estão entregues aos carros, porquê insistir nisso?

Ciclovia em Alvalade abre acesa polémica

O presidente da Junta de Freguesia de Alvalade, em Lisboa, considera o projecto "uma aberração". O vereador Sá Fernandes diz que o caso ainda está a ser estudado. E os utilizadores de bicicletas criticam a Junta.

Em causa está um troço de uma pista ciclável projectada para atravessar a Rua de Entrecampos e a Avenida Frei Miguel Contreiras. Esta ciclovia faz parte do plano da Câmara Municipal de Lisboa para uma rede de pistas cicláveis que deverá atingir os 25 quilómetros de extensão até ao final do ano.

Armando Dias Estácio, presidente da Junta de Freguesia de Alvalade, emitiu um comunicado e um abaixo-assinado num tom bastante crítico contra o projecto. Sucintamente, a Junta de Alvalade considera "um absurdo" a construção de uma pista ciclável na Rua de Entrecampos. A diminuição de estacionamento automóvel é o argumento apresentado.



No JN.


*


Dia 17 de Maio em Compostela:

Por todo isto este 17 de maio queremos fazer saber que:

1. É umha falácia que exista umha imposiçom do galego. A imposiçom do castelhano nom tem discussom desde o momento em que é a única língua que todos os cidadãos e cidadãs do estado espanhol têm a obriga de conhecer segundo a constituiçom espanhola.

2. Reclamamos, para enfrentar esta situaçom, a aboliçom do sistema legal que subordina o galego ao castelhano, a aboliçom do supremacismo castelhano que procura a limpeza do galego e exigimos a implementaçom de autênticas políticas de normalizaçom lingüística ao serviço da nossa sociedade.

3. Consideramos hipócrita a negaçom do conflito lingüístico existente na sociedade galega, causado por umha legislaçom de inspiraçom perversa, que condiciona e impede o desenvolvimento de umha verdadeira normalizaçom lingüística. Exigimos, aliás, que instituições teoricamente concebidas para o estudo e potenciamento da língua (RAG e ILG) se pronunciem sobre tal conflito, saindo de um silêncio que colabora na subordinaçom do galego e na manutençom do supremacismo castelhano.

4. Afirmamos que a normalizaçom lingüística é um direito colectivo inalienável, constituindo a necessária coesom social de cada povo em torno à língua própria. O monolingüismo social é o complemento natural ao polilingüismo individual e à diversidade lingüística crescente das sociedades actuais. Negamos a reduçom do galego a um fenómeno meramente individual pois, como qualquer língua viva, é umha realidade social cujo sentido e utilidade reside no seu uso na Galiza como língua comum a todos e todas e para o relacionamento internacional.

5. Toda a instituiçom social, como os meios de comunicaçom, ensino, administraçom e quaisquer serviços públicos, deve contribuir, portanto, à eliminaçom dos preconceitos e discriminações contra a nossa identidade lingüística e cultural e promover a normalizaçom lingüística. Denunciamos especialmente a pretensom de continuar discriminando o galego no ensino infantil e pré-escolar, encorajando o auto-ódio e a galegofobia.

6. Consideramos que, frente ao recrudescimento do discurso refractário ao galego na vida pública, a política lingüística nos últimos quatro anos se tem caracterizado polo continuísmo com a era fraguista. E que com a chegada do novo governo à Junta da Galiza se aproximam tempos de retrocesso e de concessom aos sectores mais espanholistas.

7. A nossa aposta é reintegracionista, pois consideramos que o único futuro do galego passa por integrar-se no mundo da Lusofonia que permitirá a sua sobrevivência, ajudará ao seu prestígio e, sobretudo, fará com que os utentes tenham um universo de possibilidades de relações humanas, comerciais e culturais ao seu dispor.

8. Fazemos parte do movimento social de base que trabalha diariamente ao longo de muitos anos para a dignificaçom da língua e da cultura galegas e que nom somos um movimento que fique à espera de que governos ou instituições venham a lançar leis que salvem ou embarguem o futuro da língua.

9. O sistema cultural galego, com todos os seus produtos, é um sistema cultural dependente do sistema cultural espanhol e tem como conseqüência que todos os produtos que chegam a nós tenham que ter passado anteriormente um filtro. A nossa cultura nunca conseguirá falar em pé de igualdade com culturas doutros lugares estando baixo este jugo, pois nom poderá ter presença própria, senom através da espanhola.

10. Denunciamos a discriminaçom e silenciamento da tradiçom cultural galeguista do reintegracionismo, e reclamamos o justo reconhecimento social de umha das principais figuras culturais do século xx galego, cujo legado continua vivo: Ricardo Carvalho Calero, para quem reclamamos o Dia das Letras no ano 2010, ano em que se cumprem 100 anos do seu nascimento e 20 anos do seu finamento.





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 9/5/09 BASENAME: title-148 DATE: Sat, 09 May 2009 18:17:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: METRO CATEGORY: PEDONAL CATEGORY: BRAGA - VALE DO AVE TAGS: ----- BODY:

* Resumo das intervenções dos deputados, respondendo à petição "Braga-Porto: 40 minutos (em atualização)

Nesta sessão falou-se também na possibilidade de fazer chegar os suburbanos a Barcelos. Dentro duma lógica de rentabilização / otimização da rede existente, não me parece mal. Como estratégia de futuro, é totalmente ao lado. Como diz Pedro Morgado,

Se olharmos para os dados do último recenseamento, verificamos que os movimentos pendulares entre Braga e Barcelos (4.908/dia) ou entre Braga e Guimarães (4.288/dia) superam em larga escala os movimentos pendulares entre o Porto e qualquer uma das três cidades (Braga 2.856/dia; Guimarães 1.752/dia; Barcelos 1.615/dia). Posto isto, é verdadeiramente incompreensível que a ligação ferroviária entre Braga e Guimarães continue por se concretizar e, ainda mais, que não exista uma ligação directa entre Braga e Barcelos. Saliente-se que esta última seria facilmente praticável em menos de 20 minutos, caso existisse a concordância de Nine.

Através de uma linha nova ou com uma concordância em Nine, deveriam existir já comboios diretos entre Barcelos e Braga, e daqui para Guimarães (este através de uma linha nova). A pressão sobre o Governo tem de ser constante - não se pode estar eternamente à espera de um governo regional que resolva o assunto. Esse governo regional ainda tem de ser referendado, e mesmo que passe a votação demoraria ainda muitos anos a decidir o que quer que fosse. É a visão do Governo sobre o Norte que tem de mudar, mas também a visão do Governo sobre a ferrovia em geral.


* Uma aplicação que calcula as distâncias temporais para quem anda de metro e a pé em NY (via Erica Alba):



* A minha primeira tentativa no mundo dos vídeos musicais.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Mon, 11 May 2009 23:42:35 +0000 URL:

obrigado pela visita. abraço

----- COMMENT: AUTHOR: Miguel [Visitante] DATE: Mon, 11 May 2009 22:32:20 +0000 URL: http://argivaionline.blogspot.com/

Gostei do sitio. Verifico que temos alguns temas em comum.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 5/5/09 BASENAME: atualizacoes-8 DATE: Tue, 05 May 2009 23:09:34 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: MULHERES CATEGORY: BRAGA - VALE DO AVE TAGS: ----- BODY:

*

Utentes da Linha de Guimarães são poucos, mas cada vez mais

Menos de dois milhões de pessoas utilizam anualmente a ligação, mas esta é uma das linhas responsáveis pelo crescimento dos urbanos da CP

(...)

A Linha de Guimarães, que a 14 de Abril comemorou 125 anos, reabriu em 2004, depois de ter beneficiado de obras de electrificação e reconversão do traçado para via larga - mas não dupla. Antes da intervenção, que custou mais de 100 milhões de euros, circulavam mensalmente cerca de 30 mil passageiros naquela ligação. Hoje o número de utilizadores mais do que quintuplicou.

(...)

No entanto, o investigador reconhece que seria expectável que o eixo vimaranense valesse mais do que 10 por cento do tráfego dos urbanos do Porto. Manuel Tão admite que Guimarães tenha "uma capacidade de geração de tráfego inferior" à das outras cidades. Mas não tem dúvidas de qual é o principal problema da ligação: "Há algumas reservas perante o serviço relativamente à cadência e velocidade, que ficam aquém do que seria desejável."

Os problemas estruturais da linha decorrem da sua reconversão. Originalmente, a ligação entre Lousado e Guimarães fazia-se por via métrica e, apesar da mudança de bitola, mantiveram-se as curvas e as limitações de velocidade ditadas pelo traçado original. O excesso de curvas impediu, por exemplo, a introdução do serviço Alfa Pendular. As composições chegaram a fazer testes na linha, mas o serviço mostrou ser inviável face às condições do traçado.

Estas limitações tornam o tempo de viagem bastante longo, cerca de uma hora e quinze minutos. A CP diz que é "o tempo de trajecto possível de acordo com as capacidades da infra-estrutura", adiantando que é objectivo da empresa "reduzi-lo, a partir do momento em que estejam reunidas as condições necessárias".

Mas isso só acontecerá em 2013 depois de resolvido o constrangimento na Trofa - com a abertura da variante ferroviária no próximo ano - e estiver concluída a quadruplicação de vias no atravessamento de Ermesinde.

No Público.

Em jeito de resposta a pessoas arrogantemente ignorantes, como Maria João Avillez, que há pouco tempo criticava o investimento nas linhas de via estreita do Douro por terem, neste momento, pouca utilização. Vamos lá: na Linha de Guimarães, em 33 qms, gastaram-se 100 milhões de euros, o que dá 3 milhões de euros por quilómetro. Através deste investimento, a utilização da linha quintuplicou. Nas Linhas do Douro referidas, o investimento será de 1 milhão de euros por qm. Se o número de passageiros também quintuplicar, os números passarão para 750 passageiros por dia na Linha do Tâmega e 250 por dia na Linha do Corgo. Isto, claro, se a modernização for bem feita, e numa previsão terrivelmente pessimista. É claro, senhora Maria João Avillez, que os números serão infinitamente superiores a isto. O número de passageiros irá ser multiplicado por dez ou por vinte. No mínimo.

Especialista defende prolongamento até Braga

Manuel Tão afirma que só assim a Linha de Guimarães será eficiente

Para Manuel Tão, a Linha de Guimarães só será eficiente quando for prolongada até Braga. O investigador não tem dúvidas de que a melhor solução para a rede ferroviária a norte do Porto era ligar estas duas "pontas soltas" do Minho. "Pela realidade da região, seria um investimento essencial", reitera. Manuel Tão antecipa que essa ligação "teria um tráfego próprio, até por causa da Universidade do Minho, que tem um pólo em cada cidade", mas seria capaz de gerar um tráfego suplementar associado à alta velocidade. "Braga terá uma estação de alta velocidade e faz todo o sentido que as linhas convencionais distribuam esses fluxos", sustenta o investigador.

A ligação entre Braga e Guimarães está a ser tida em conta na revisão dos PDM dos dois concelhos. Mas ainda não há um projecto em concreto. Manuel Tão entende que a concretização da linha depende mais "de uma questão política do que de disponibilidade de fundos". O preço unitários por quilómetro de ferrovia é semelhante ao da construção de uma auto-estrada, com a vantagem de que o caminho-de-ferro consome menos um terço de terreno. Em 2003, o Estado investiu 75 milhões de euros nos 17 quilómetros da A11 que ligam as duas cidades. Tão acredita que com a mesma verba era possível ligar as duas principais cidades do Minho por comboio.

Os constrangimentos da Linha de Guimarães preocupam a câmara local. Numa reunião recente, o vereador do PSD Rui Victor Costa pediu ao executivo para estudar formas de melhorar o serviço urbano, exigindo a introdução de ligações rápidas e a articulação com os horários dos serviços de longo curso Porto-Lisboa. A proposta foi apoiada pela vereadora da CDU. A maioria PS anunciou que vai pedir à CP os números de utilização da linha, para avançar com uma proposta.

Também no Público.


* Esta seria a pinta da rede ferroviária britânica se as ideias de Richard Beeching tivessem avançado, nos anos 1960. Muitas linhas acabaram por fechar nas décadas seguintes, num total de 6.500 quilómetros. A ideia subjacente ao plano era a redução do número de linhas e estações, numa tentativa de poupança nos gastos com a rede. Este projeto coincidiu com um enorme crescimento da rede rodoviária do país, o que fez o Governo Britânico rever as suas prioridades. A asneira é um conceito universal, é o que eu digo sempre.


* Uma mulher: Shara Worden




tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 24 BASENAME: titulo-do-ano-24 DATE: Tue, 05 May 2009 14:03:23 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Michelle sobrevive ao qualifying, Nalbandian morre de calor

No Público.

Fui investigar. Nalbandian não morreu de calor, e o jornalista do Público não foi despedido.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Tue, 12 May 2009 10:42:13 +0000 URL:

Isso que disseste depende sempre da arte do jornalista. na minha aceção, colocar ‘morte’ num título quando ninguém morreu não é mais que sensacionalismo. ou seja, mau jornalismo.

----- COMMENT: AUTHOR: Andreia [Visitante] DATE: Tue, 12 May 2009 07:15:19 +0000 URL:

Se o título não prima pela elegância, não é de todo grave que o jornalista tenha usado a expressão “morre de calor". Ninguém fica a pensar que o senhor morreu realmente de calor. Sendo um texto sobre ténis, a tendência é ‘colorir’ (no futebol, sim, a tendência raia o histerismo) o quadro. Dar vida a um texto jornalístico não significa que ele deixa de ser factual, nem é proibido por nenhum código deontológico ou livro de estilo, goste-se ou não do estilo com que o jornalista o faz.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 1/5/09 BASENAME: title-146 DATE: Fri, 01 May 2009 22:35:10 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: METRO CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: TRÁS-OS-MONTES TAGS: ----- BODY:

* Este texto elenca todas as razões para não se construir a barragem do Tua. Alguém me consegue mostrar uma razão válida para a construir?

No linhadotua.net.


*

Proposta do Governo para reduzir multas ambientais classificada como "uma vergonha"

O Governo quer reduzir as multas ambientais, para proteger pessoas singulares e pequenas e médias empresas. As primeiras reacções são de total surpresa, com a medida, anunciada hoje, a ser classificada como ?uma vergonha?, ?um passo atrás? ou ?um mau sinal?.

(...)

No Público.


* Em Coimbra, mais um passo na direção do metro:

(...)

A construção do segundo troço do Sistema de Mobilidade do Mondego, que contempla a instalação de um metropolitano de superfície no Ramal da Lousã, foi posta a concurso.

Os trabalhos, da responsabilidade da Refer, custam 43 milhões de euros.

A sociedade Metro Mondego revelou anteontem à noite, em comunicado, que o concurso público lançado pelo Governo abrange a empreitada de construção do troço ferroviário entre Alto de São João (Coimbra) e Miranda do Corvo, numa extensão de 14,28 quilómetros.

(...)



No JN.

Curiosamente, em lado nenhum aparece a referência à duplicação da via. Vai continuar em via única?


* Em Almada, expande-se a rede:

Falta de utentes não trava expansão

(...)

Faz hoje dois anos que o Metro Sul do Tejo (MST) começou a circular nos concelhos de Almada e Seixal.

Ainda sem os 85 mil passageiros diários planeados, é já certo o seu prolongamento ao Fogueteiro e ao Barreiro

(...)

No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Sun, 03 May 2009 10:59:49 +0000 URL:

Já agora, a reacção da Quercus á estapafurdia campanha da EDP:

http://www.quercus.pt/scid/webquercus/defaultArticleViewOne.asp?categoryID=567&articleID=2805

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 13/12, 19h45, Restaurante (München) BASENAME: 13-12-19h45-restaurante-muenchen DATE: Fri, 01 May 2009 22:33:28 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Foi bom sair do museu, há pouquinho, e ver tudo coberto de neve. Foi durante o tempo que estive lá dentro, a ver Rembrandt e afins. Claro que há o deslumbramento da neve e o meu medo de cair. Combinado, dá um deslumbramento amedrontado.

Comi uma Ofrenfrscher Schweinebraten, mais uma variação do que comi em Wien. Só que lá era? Schnitzel. Carne de porco às fatias em molho espesso. O de Wien era bem melhor, mas também custou o dobro.

Ainda não sei como voltar a Portugal. Reservei hoje a ligação Bruxelles-Paris. Que não me serve de nada se não conseguir lugar no Sud-Express. A segunda hipótese é a Ryan Air em Frankfurt, mas não sei se ainda arranjo bilhetes.
Foi estranho hoje na Pinakothek der Moderne. Já sabia que estava quase na hora de fechar, e veio um dos seguranças falar comigo em alemão: ?I have to go?? ?You are like everybody else, so yes.? Estranho. Mas talvez volte lá amanhã, basta mostrar o pin que me deram.

Ia um homem estranho à minha frente no U-Bahn. Apesar do aspecto e cheiro asquerosos (e unhas enormes), olhava para todos os cantos do casaco (também sujíssimo) à procura de partes sujas ou zonas de (?).
Comer gelado estando a nevar lá fora não deixa de ser irónico.

A noite passada foi horrível. Um dos que estava a conversar, gordíssimo, foi jantar quando me fui deitar. Sentou-se numa mesa ao fundo do quarto a comer coisas que tinha trazido, enquanto ouvia música na rádio. Adormeci sem grandes problemas. Durante a noite alguém se foi deitar na cama ao meu lado. Pelo respirar notava-se que era alguém grande. De vez em quando começava a ressonar, que era uma alternância entre um ronquinho e um som parecido com mastigar maltesers. Também eu soltei vários roncos, mas de lamento. Não consegui dormir. Um quarto tão grande e tinha de se deitar a meu lado?!

E lá chegaram as 5h30, hora fatídica em que o outro gordo se lembrou de se levantar. Devia trabalhar nas obras, pois eu tinha visto as suas luvas a secar. Enquanto não se levantava, ligou outra vez o rádio. Não aguentei muito: levantei-me. ?Could you please turn off the radio?? ?Uh?? ?Turn off the radio!? O estúpido apenas baixou o som.

Mal desci fiz queixa dele na recepção. Espero que já não esteja lá, nem o gordo dos maltesers.





IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 13/12, 11h, U6 (München) BASENAME: 13-12-11h-u6-muenchen DATE: Fri, 01 May 2009 22:03:41 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Fui visitar o parque olímpico. Estive para cair por várias vezes, por causa do gelo no chão.

Vai sair agora uma mulher tão boa que até dói. Olhou para trás para me ver outra vez e tudo. As alemãs são boas, altas, mas muito, muito bonitas. E elegantes.

Também há mulheres grandes. Gigantes, até. Ontem sentou-se uma à minha frente que até passará despercebida. Mas em Portugal nem nas portas passava.





IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 30/4/09 BASENAME: atualizacoes-7 DATE: Fri, 01 May 2009 02:10:28 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: PROJETOS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* É verdade que a densidade populacional do Reino Unido é duas vezes maior que a de Portugal, mas nada justifica tamanha discrepância:

(clicar para aumentar)
(foi a partir de uma imagem semelhante à da direita que fiz a imagem da esquerda; a escala é a mesma)


* Expliquem-me qual o sentido disto. Seria razoável que uma freguesia do concelho do Porto quisesse ser 'cidade'? Então porque haveria uma freguesia de Matosinhos querer ser cidade?

PCP, PSD e PS querem que Senhora da Hora seja cidade

Comunistas apresentaram projecto-lei, socialistas e sociais-democratas também

No Público.


* Ainda não recuperei inteiramente do pasmo da descoberta. Na Póvoa, para quem não conhece, existia uma frondosa avenida chamada Mouzinho de Albuquerque, castigada pelo progresso com o corte das árvores e com o decréscimo de qualidade urbanística. Perdeu as árvores e o passeio central mas ganhou passeios laterais amplos. Perdeu em afetividade mas ganhou em usabilidade. Os passeios laterais são contínuos, apenas com interrupções na estrada nacional e nos extremos da avenida. Estando nós em Portugal, isso levanta um problema cuja solução ainda não deslindei - tirando acesso a garagens, todo o sítio por onde passa um carro é via de circulação, e ainda ninguém me provou o contrário.



As fotos foram tiradas no cruzamento entre uma rua secundária e a avenida. Este não é um sinal como aqueles belgas, que significa que os automóveis têm de circular a velocidade de passo (- 10 qm/h), dando prioridade aos peões. Não é simplesmente porque tal ideia não existe no código da estrada português. Assim sendo, o que significa o sinal?



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- COMMENT: AUTHOR: Tárique [Visitante] DATE: Tue, 05 May 2009 16:22:19 +0000 URL: http://nadirdostempos.blogspot.com

Mas também acho que a única em que se justifica a alta velocidade é a ligação a Madrid. Porto-Braga-Galiza, assim como Lagos-Sevilha têm que ser ligados com frequência, não necessariamente com velocidade.

----- COMMENT: AUTHOR: Tárique [Visitante] DATE: Tue, 05 May 2009 16:20:50 +0000 URL: http://nadirdostempos.blogspot.com

Concordando com o teu T, acho que também tem que haver boas ligações Porto-Vigo e linha do Algarve-Andaluzia.

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Mon, 04 May 2009 16:43:49 +0000 URL:

Aí é que discordamos. Como podes ver, a ligação em AV entre Lx e Madrid passa por cidades pequenas / médias (Évora) do lado português e médias do lado espanhol. E o tráfego entre Lx e Madrid é reduzido. Defendo apenas uma ligação, pelo Norte, o T deitado, entre Aveiro e Salamanca (http://agal-gz.org/blogues/index.php/gomes/2008/12/30/title-48). Isto serviria como ligação de todo o país à Europa e de Lisboa a Madrid. Construir duas ligações não tem sentido.

----- COMMENT: AUTHOR: Tárique [Visitante] DATE: Mon, 04 May 2009 16:02:21 +0000 URL: http://nadirdostempos.blogspot.com

http://www.iiasa.ac.at/Research/ERD/DB/data/maps/pop/3d_1_L.jpg

Estive aqui a dar uma espreitadela e em termos de densidades o caso mais grave é não haver ligação ferroviária decente entre a galiza e o norte de portugal (e também um comboio rápido Lisboa-Madrid, claro)

----- COMMENT: AUTHOR: Tárique [Visitante] DATE: Mon, 04 May 2009 15:58:25 +0000 URL: http://nadirdostempos.blogspot.com

Vou do meu lado também ver se consigo fazer algo tão graficamente impressionante como o que nos motra. Cumprimentos

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Mon, 04 May 2009 14:38:56 +0000 URL:

A densidade populacional de Portugal é de 115 pessoas por quilómetro quadrado. A da Bélgica é de 341, a da Holanda é de 400, a da Áustria de 97 e a da Suécia é de 20 pessoas por metro quadrado. Tirando a Áustria, nenhuma das densidades populacionais referidas é remotamente semelhante à de Portugal. Mas vou ver o que posso fazer. Um abraço

----- COMMENT: AUTHOR: Tárique [Visitante] DATE: Mon, 04 May 2009 11:13:56 +0000 URL: http://nadirdostempos.blogspot.com

Excelente trabalho. Seria possível fazer o mesmo com outros países com densidades mais próximas de Portugal? Gostaria de ver da Suécia, Holanda, Bélgica, Áustria.

E será possível fazer também esse trabalho com autoestradas?

Obrigado:

Tárique

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 29/4/09 BASENAME: atualizacoes-6 DATE: Thu, 30 Apr 2009 00:20:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: URBANISMO DE PONTA CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME CATEGORY: ENTRE-DOURO-E-MINHO TAGS: ----- BODY:

*

De fato, este meu ato refere-se à não aceitação deste pato com vista a assassinar a Língua Portuguesa. Por isso ... por não aceitar este pato ... também não vou aceitar ir a esse almoço para comer um arroz de pato ...
A esta ora está úmido lá fora ... por isso, de fato lá terei de vestir um fato ... (sic)

Continua a desinformação. 'Pacto' não muda, 'húmido', 'hora' e 'facto' idem. A única palavra que irá mudar é 'acto', que passa a 'ato'. Quem escreve estas barbaridades? Servirão para enganar quem, as velhinhas das aldeias?


*

Bloco de Esquerda quer mais-valias urbanísticas a reverter para o Estado como forma de evitar corrupção

O BE vai apresentar, ainda nesta sessão legislativa, um projecto de lei em que propõe que as mais-valias urbanísticas decorrentes de um acto administrativo passem a reverter a 100 por cento para o Estado. Os bloquistas defendem que assim se evitaria a especulação imobiliária. Esta é uma de quatro propostas de combate à corrupção apresentadas ontem no encerramento das jornadas parlamentares, que decorreram em Braga.
"Grande parte da corrupção em Portugal nasce da especulação imobiliária", considera Francisco Louçã. "Há terrenos que aquando da classificação como terreno rural valiam dez, mas quando passaram a ser urbanizáveis, passaram a valer um milhão", ilustra o dirigente. A proposta do BE propõe fazer reverter essa diferença de valorização para a posse pública, sem prejuízo para os proprietários do valor do terreno anterior à alteração.

(...)

No Público.


*

Cidadãos saem em defesa do solo agrícola do país

Portugal já não é rico em solos férteis, mas uma recente legislação veio retirar a garantia de que os que existem serão preservados. É esta a principal crítica ? e preocupação ? de um grupo de cidadãos que pôs a circular na Net uma petição em defesa da Reserva Agrícola Nacional (RAN).

No final do mês passado, foram aprovadas alterações ao regime da RAN que, segundo os subscritores, não melhoraram a lei anterior, antes a alteraram por completo. Por isso, apelam a que os deputados da Assembleia da República introduzam alterações que permitam que os solos sejam salvaguardados para a produção de alimentos.

A petição foi posta a circular na segunda-feira em www.peticao.com.pt/reserva-agricola-nacional e já conta com cerca de 450 assinaturas, entre as quais a do arquitecto Gonçalo Ribeiro Telles, um dos ideólogos das reservas agrícolas e ecológicas nacionais.

Também no Público.


*

Comboios frequentes cruzam São João da Madeira em 2011

A reconversão em estação do apeadeiro de Arrifana, em Santa Maria da Feira, a construção de uma nova estação em Orreiro e de dois apeadeiros junto ao Museu da Chapelaria e na zona de Fundo de Vila, em São João da Madeira, são as obras previstas para que o município são-joanense tenha comboios frequentes, a circular de 20 em 20 minutos, a partir de 2011. A aquisição de três composições para o reforço das circulações diárias na Linha do Vouga em cinco paragens, do limite norte ao extremo sul de São João da Madeira, também faz parte dos planos. O concurso público para a elaboração do estudo prévio do projecto de execução desse sistema de comboios frequentes no troço entre Arrifana e Orreiro foi publicado no Diário da República na última segunda-feira. O valor base do concurso é de 330 mil euros e o prazo de execução de 150 dias.

A abertura do concurso surge em sequência da assinatura de um protocolo oficializado a 23 de Novembro de 2008, dia em que se comemorou o centenário da entrada em funcionamento da Linha do Vale do Vouga, entre a Rede Ferroviária Nacional (Refer), CP - Caminhos-de-ferro Portugueses, e as câmaras de São João da Madeira, Santa Maria da Feira e Oliveira de Azeméis. A instalação do sistema de comboios frequentes, que atravessará o município, representa um investimento total de 9,4 milhões de euros. Uma quantia que será suportada por fundos comunitários e pelos orçamentos da Refer, CP e Câmara de São João da Madeira.

"Este poderá vir a ser um primeiro passo para uma futura ligação da nossa ferrovia à rede do Metro do Porto", admitia Castro Almeida, presidente da autarquia são-joanense, antes da assinatura do protocolo. A Refer assume a elaboração dos projectos de intervenção na ferrovia respeitantes à requalificação do troço e a Câmara de São João da Madeira fica responsável pelos projectos de integração funcional.

Idem, no Público.

É triste ver as Câmaras a obrigadas a resolver problemas que competem à Administração Central. A Linha do Vouga, no seu percurso na Região Norte, atravessa quatro concelhos (Espinho, Santa Maria da Feira, São João da Madeira e Oliveira de Azeméis) que concregam mais de 250.000 almas. A via está degradada, tem curvas e passagens de nível (muitas sem guarda) a mais e uma velocidade comercial muito baixa. Acresce o facto de ainda não ter tido direito à passagem da bitola métrica para a ibérica, o que a torna uma linha de brinquedo, sem ligações à rede. E como as obras em Espinho não comtemplaram esta via, a nova estação subterrânea encontra-se a 500 metros da estação Espinho-Vouga.

O metro parece-me ideia despropositada. Uma linha de suburbanos a fazer ligação à Linha do Norte em Espinho, e a substituição da superestrutura / eletrificação / migração para a bitola ibérica com travessas polivalentes / correção de traçado / eliminação das passagens de nível, isso sim já me parecia indicado.




tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 28/4/09 BASENAME: title-144 DATE: Tue, 28 Apr 2009 22:36:14 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PORTUGAL ESPERTO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

* Sintra junta-se ao grupo:

Touradas proibidas por regulamento municipal

Os espectáculos tauromáquicos e os circos com animais passaram a ser proibidos no concelho de Sintra que, com esta decisão, se junta a outros três concelhos que, nas últimas semanas, aprovaram medidas limitadoras idênticas.

(...)

Ouvido pelo JN, Paulo Pessoa de Carvalho, empresário tauromáquico, criticou, o que apelida de, "questões claramente políticas". "Não me parece que a população veja como prioritárias estas decisões à porta das eleições", disse. "Esquecem-se que este sector é importante para economia. Chocou-me muito mais Viana do Castelo ou Braga, onde recentemente me rejeitaram um espectáculo. Agora, Sintra, espanta-me, sem dúvida", reconheceu.

No JN.

Acho que a associação pró-tortura de coelhos de Alcabideche vai gostar de ouvir o apoio deste senhor. É que a tortura de coelhos é uma tradição milenar que faz parte da cultura dos Alcabidechences e um pilar económico do concelho, e a ANIMAL quer acabar com ela. Gente sem cultura, esses da ANIMAL. É apenas porque nunca viram um coelho a ser bem torturado que são contra as touradas.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 27/4/09 BASENAME: title-143 DATE: Mon, 27 Apr 2009 23:37:31 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOTAS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

* Nova atualização na minha Lista de Concursos, Prémios e Bolsas Literários.


* Entrevista a Lobo Antunes na New Yorker. Via LER.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 23 BASENAME: titulo-do-ano-23 DATE: Mon, 27 Apr 2009 09:41:19 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Sino toca tão alto que até viola a lei

No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 26/4/09 BASENAME: atualizacoes-5 DATE: Sun, 26 Apr 2009 22:17:21 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: BICICLETAS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: ENTRE-DOURO-E-MINHO TAGS: ----- BODY:

* Algarve - obsessão por rotundas, carinho por bicicletas:

EN125 sem anúncios e com 71 rotundas

A EN125 terá 71 novas rotundas, uma ciclovia em toda a sua extensão e não terá publicidade quando terminarem, em 2012, todas as obras previstas. O contrato de concessão, que é assinado hoje, em Faro, com a presença do primeiro-ministro, prevê a requalificação da estrada de 157,5 quilómetros, a construção de 30 quilómetros e a exploração de mais 86 quilómetros de outras vias.

(...)

No Correio da Manhã.


* Há uma escola que já segue o Acordo Ortográfico, se bem que ainda parcialmente:

Regras por mudar nas escolas

Os alunos do externato Papião, em São Pedro do Estoril, acham mais fácil escrever com as regras do Acordo Ortográfico do que com as actuais. Quem o garante é Isabel Nunes, directora do estabelecimento de ensino, o primeiro do País a adoptar as novas regras. "Os alunos já estão bem adaptados e acham que é mais fácil", contou ao CM.

(...)

O acordo não está contudo a ser adoptado de forma integral. 'Tivemos dúvidas na aplicação das novas regras de acentuação e dos hífens, por isso decidimos apenas aplicar a regra da eliminação das consoantes ?c? e ?p? quando não se pronunciam', afirma a responsável, defendendo a necessidade de serem promovidas 'acções de formação de professores que esclareçam as dúvidas'.

(...)

O ministro da Cultura, Pinto Ribeiro, afirmou que o Acordo deve entrar em vigor já a 5 de Maio. Mas o Ministério da Educação já disse que não se aplicará nas escolas no próximo ano lectivo. As associações de pais criticam as divergências.

(...)

No Correio da Manhã, através dos Blogtailors.


* Gente que se vem pelo cu, de excitação pura, ao torturar touros e outros animais domésticos como garnizés e ervilhas-de-cheiro, manifesta-se:

"Façam referendo que a cidade aprova touradas"



No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 23/4/09 BASENAME: title-142 DATE: Fri, 24 Apr 2009 00:39:27 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA CATEGORY: ENTRE-DOURO-E-MINHO CATEGORY: METRO TAGS: ----- BODY:

* Os Verdes descobriram a pólvora:

O partido Ecologista «Os Verdes» (PEV) denunciou, esta quarta-feira, a existência de um documento, com quase três anos, que alegadamente obriga a EDP a construir uma alternativa ferroviária à linha do Tua, caso seja construída a barragem de Foz Tua, diz a Lusa.(...)

«Observando-se este cenário (de submersão da linha do Tua) recai na responsabilidade do promotor desta obra o desvio da linha de caminho-de-ferro para outro espaço de canal ferroviário albergando todos os custos daí inerentes», continuou, lendo o parecer da REFER.

(...)




* A minha próxima tentativa de provar que o mundo não é redondo, que a CP é uma merda e que eu sou uma pessoa muito estúpida:




tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 22/4/09 BASENAME: title-139 DATE: Thu, 23 Apr 2009 01:46:14 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME CATEGORY: NOTAS TAGS: ----- BODY:

* Republico a minha já afamada lista de Concursos, Prémios e Bolsas Literários. Em pdf. Continua desatualizada mas mantém-se pertinente.


* Sempre que as notícias versam as ideias urbanísticas de Luís Filipe Menezes, repito o chavão: uma no cravo, outra na ferradura.

Câmara quer vivendas na Quinta de Marques Gomes

O projecto da urbanização para a Quinta de Marques Gomes está a ser repensado. A Câmara de Gaia prefere a construção de vivendas nas zonas não florestais e garante que os novos proprietários manifestaram abertura à proposta.

"Queremos desenvolvimento equilibrado. A nossa acção já foi no sentido dos actuais proprietários aceitarem este princípio: não permitir construção em altura, mas apenas a construção de vivendas espalhadas por zonas não florestadas. Há disponibilidade da parte dos empreendedores para pensarem numa solução deste tipo", concretizou o presidente da Câmara gaiense. Luís Filipe Menezes sublinhou que, em contrapartida, o Município poderá recuperar as matas com a plantação de espécies autóctones.

No JN.

Plantação de espécies autóctones? Sei lá, naquela. Desenvolvimento equilibrado, com casinhas espalhadas em vez de prédios em altura? Génio urbanístico. Homem de certezas, este Luís Filipe.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- COMMENT: AUTHOR: artkiller [Visitante] DATE: Fri, 24 Apr 2009 12:03:18 +0000 URL:

muito bem muito bem
a lista de concursos
um verdadeiro filantropo
deixar comentário aqui é uma seca
não podes simplificar?

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 22 BASENAME: titulo-do-ano-22 DATE: Wed, 22 Apr 2009 16:05:53 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Ratos-cegos estão a dizimar soutos e pomares

Prejuízos incalculáveis e plantações de árvores dizimadas. É este o cenário no Planalto Mirandês e Parque Natural do Douro Internacional. Uma praga de ratos está a matar milhares de sobreiros, carvalhos e cerejeiras.

souto

substantivo masculino

1. plantação de castanheiros; castanhal

No JN.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 21 BASENAME: titulo-do-ano-21 DATE: Wed, 22 Apr 2009 15:49:49 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Lota de Peniche vai vender peixe online

No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 19/4/09 BASENAME: title-138 DATE: Sun, 19 Apr 2009 23:12:32 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GRANDE PORTO CATEGORY: PROJETOS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: TERRA CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: URBANISMO DE PONTA CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME TAGS: ----- BODY:

* Ermesinde tem mais de metade dos habitantes do concelho. A sede deste concelho é, estranhamente, em Valongo. A sede de concelho quis, nos últimos anos, justificar a condição de sede aumentando injustificadamente a sua área urbana, como que tentando equilibrar artificialmente o jogo de forças. Uma das áreas de expansão foi do lado norte da A4, que quando foi construída passava ao lado do principal núcleo urbano e agora foi envolvida pelo referido núcleo. Tão injustificada e megalómana é esta expansão que foi construída uma biblioteca a norte da A4 sem que existisse mais construção para aqueles lados. Conta a lenda que tiveram de inventar uma carreira de autocarros só para essa biblioteca. Agora isto:

Câmara unida contra alargamento da A4

A Câmara de Valongo está unida contra a proposta da Brisa de alargamento da A4, no troço entre Ermesinde e Campo. Além de ter "um impacto urbanístico inaceitável", a obra obrigará a demolir construções.

A Câmara de Valongo quer que a Brisa pague a sua incúria urbanística. Só pode ser piada.



*

este blog apoia o May Day Porto 2009


*
(clicar para ver em grande)

Uma primeira imagem da minha investigação, feita sobre imagens e informação disponíveis na rede. Como já referi antes, quando comecei a fazer estes diagramas acabara de encerrar a Linha do Tua; entretanto foram encerradas as Linhas do Tâmega e do Corgo, o Ramal da Figueira da Foz e a ligação entre Covilhã e a Guarda. Excetuando a Linha do Tua, ainda com destino incerto, todas as outras foram encerradas para modernização, bem-vinda aliás. Espera-se que volte a continuidade na Linha da Beira Baixa (e não o que existia antes do fecho, tendo os passageiros vindos de Castelo Branco de trocar de comboio na Covilhã para seguir para a Guarda), e que pela primeira vez possam existir comboios diretos entre Vila Real e o Porto e entre Amarante e o Porto, substituindo a bitola métrica pela bitola ibérica (com travessas polivalentes).

Criei este diagrama para mostrar as incongruências / deficiências da rede. Principalmente a falta de continuidade entre certas ligações. Nas linhas de via estreita (Vouga, Tua, Tâmega e Corgo) a impossibilidade era técnica; no resto das linhas, era apenas por preguiça mental da CP. Ou pura incompetência. Existem, no entanto, distorções: apenas está representada continuidade nos troços Valença-Galiza, Guarda-Vilar Formoso-Espanha e Abrantes-Marvão-Espanha pela existência de um comboio internacional por dia (Porto-Vigo, Sud-Expresso e Lusitânia Comboio Hotel) em cada um destes troços. Ignorando estes, a continuidade é inexistente.


tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 16/4/09 BASENAME: atualizacoes-4 DATE: Thu, 16 Apr 2009 23:28:06 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: PROJETOS CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: GRANDE PORTO CATEGORY: METRO TAGS: ----- BODY:

* Portugal adia entrada em vigor do Acordo Ortográfico:

A implementação do Acordo Ortográfico em Portugal e Cabo Verde, inicialmente indicada para 05 de Maio, foi adiada para o segundo semestre deste ano, garantiu hoje à Agência Lusa o ministro da Cultura cabo-verdiano.




* Ai. A Metro insiste em construir a linha entre o São João e a Senhora da Hora, vulgo Linha de São Mamede de Infesta:

Como estão os processos das outras linhas da segunda fase?

A segunda fase tem 45 quilómetros e, em 43 quilómetros, tem sido tudo completamente pacífico. O diálogo entre as autarquias e a Metro do Porto tem decorrido da melhor maneira, tanto nas duas linhas principais, a de Gaia e a de S. Mamede de Infesta, como na ligação entre Campanhã e Gondomar. Tem havido reuniões regulares e não há polémica.

Tudo isto depois de se ter repetido inúmeras vezes a redundância de se construir uma linha de metro sobre o traçado de uma linha de caminho-de-ferro (em vias de reabrir).


* Sobram-me meses de expetativa.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 20 BASENAME: titulo-do-ano-20 DATE: Thu, 16 Apr 2009 18:51:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Custas de 500 milhões para famílias das vítimas

Familiares das vítimas da tragédia de Entre-os-Rios vão pedir a intervenção do presidente da República e do Governo para serem libertados do pagamento de meio milhão de euros de custas no processo-crime relativo à queda da ponte.

No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: C'RCULOS BASENAME: c-rculos-1 DATE: Tue, 14 Apr 2009 18:28:11 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PROJETOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Por lapso, imprimi duas cópias a mais do meu livro, que está já pronto a enviar para o Prémio Agustina Bessa-Luís. Algum candidato a ficar com uma cópia? Tenho também a versão pdf, para os mais atrasados / mais ecológicos de vós. Alguém?



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- COMMENT: AUTHOR: Maria Antónia [Visitante] DATE: Sun, 19 Apr 2009 23:19:58 +0000 URL:

eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeu!

----- COMMENT: AUTHOR: maria [Visitante] DATE: Wed, 15 Apr 2009 11:37:27 +0000 URL:

eu. eu. eu.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 13/4/09 BASENAME: title-136 DATE: Mon, 13 Apr 2009 23:24:45 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: PORTUGAL ESPERTO CATEGORY: ENTRE-DOURO-E-MINHO CATEGORY: GRANDE PORTO CATEGORY: METRO TAGS: ----- BODY:

* A ideia é velha, já se provou a sua exequibilidade, e já por várias vezes se anunciou a reabertura. Mas, enfim, mais uma vez aí está:

Linha de Leixões para passageiros deverá abrir antes das eleições legislativas

Não apresento pormenores porque estes não existem - fala-se apenas de 'dois comboios suburbanos em cada sentido nas horas de ponta e um durante o resto do dia', o que faz lembrar a anterior promessa de reabertura, em 2006, em que também rareavam pormenores. É de esperar que isto signifique, num futuro próximo, uma rentabilização séria da linha - com inserção de comboios regionais a partir de Matosinhos e uma clara ligação com a rede de metro, com tão bem enfatiza António Alves.




tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 12/4/09 BASENAME: title-135 DATE: Sun, 12 Apr 2009 22:52:24 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME TAGS: ----- BODY:

* Horários da CP obrigam a transbordos que saem caros:

(...)

Viajar de Mangualde para Pombal no Intercidades custa 9,50 euros, mas se o passageiro optar por um horário em que apanha um Regional até Coimbra e depois um Intercidades vindo do Porto, então já paga 16,10 euros. Ou seja: demorou mais uma hora de viagem, fez um transbordo e viajou parte do percurso em comboio de categoria inferior. Mas pagou quase o dobro.

(...)



* A defesa do vale do Coronado faz-se caminhando (sugestão do Nuno):

Quatro associações, APVC - Associação para a Protecção do Vale do Coronado (Vila do Coronado), Gaia (Porto), Quercus (Porto) e Campo Aberto (Porto) agruparam-se numa Aliança Salvar o Vale do Coronado e convidam todos os cidadãos e todas as associações, em especial as da região do Grande Porto, do Norte e do Noroeste, a aderir a essa Aliança.

A primeira acção desta Aliança é um percurso pedestre, a realizar em 18 de Abril, de solidariedade com a APVC e de protesto contra o projecto de betonização e destruição do Vale. A inscrição neste percurso é gratuita mas obrigatória, já que, havendo um número máximo de participantes, a ordem de chegada das inscrições pode ser decisiva.





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 10/4/09 BASENAME: title-134 DATE: Fri, 10 Apr 2009 22:41:03 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* A todas as pessoas que quase me insultaram por eu dizer que a Linha do Campo Alegre era maioritariamente à superfície, bom, aceito pedidos de desculpas.


*

Retail Park em discussão pública até dia 8 de Maio

(...)

O estudo de impacto ambiental do empreendimento, que será construído em frente à estalagem da Via Norte, está em discussão pública até ao dia 8 do próximo mês. O documento não aponta impactos negativos significativos ao projecto. "O empreendimento reúne condições favoráveis para que se possa concretizar, revelando-se de grande relevância a sua execução", diz o relatório, elaborado pela Ecomind - Consultadoria Ambiental.

(...)

Conforme tinha noticiado o JN, a construção do Retail Park (iniciativa da Pedrasim - Empreendimentos Imobiliários que representa um investimento de 40 milhões de euros), obriga a desafectar uma parcela de 13200 m2 da Reserva Ecológica Nacional (REN). O terreno é necessário para a construção de parte dos acessos ao centro comercial. Prevê-se a criação de um acesso à EN13 através de uma rotunda desnivelada, de uma entrada directa para o Retail Park a partir da Via Norte, para quem circula no sentido Norte/Sul, e de um acesso do empreendimento para a Via Norte, no mesmo sentido, depois do posto de abastecimento.

"O impacte gerado é negativo e pouco significativo, dada a reduzida dimensão das áreas afectadas e o facto da restante área REN ser destinada a espaços verdes", minimiza o estudo ambiental.

Adoro a inocência do jornalista: apesar de se desafetar REN, esta desafetação é 'necessária'. Não se coloca a questão de ser ou não 'necessário' desafetar a REN - assume-se que sim. Isto não é jornalismo - é transcricionismo.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- COMMENT: AUTHOR: vítor sá @ BIFE RadioShow / APVC [Visitante] DATE: Sun, 12 Apr 2009 17:34:18 +0000 URL: http://www.myspace.com/biferadioshow

e viva o Portugal Português, século XXI, (cauda da) União Europa!!!
entretanto, pertinho da trapalhada nas EN13-14, anuncia-se outra jogada mui “jeitosa": a implantação da Plataforma Logística Maia-Trofa em 160 hectares de RAN do Vale do Coronado!
enfim…

ah!, dia 18 de abril, eco-evento no Vale do Coronado.
+info__http://valedocoronado.blogspot.com

continuação de boas blogadelas!
fique bem!
;)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 19 BASENAME: titulo-do-ano-19 DATE: Fri, 10 Apr 2009 14:16:29 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Metro meteu menos água em 2008

No JN.


O título é tenebroso na sua incompetência. O metro meteu, de facto, água em 2008. Com as chuvas intensas do fim do outono, houve estações que inundaram. A notícia, no entanto, é sobre poupanças no sistema de regas. Com jornalistas destes não vamos lá.


tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 18 BASENAME: titulo-do-ano-18 DATE: Fri, 10 Apr 2009 14:01:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Um Piolho centenário a transbordar de gente

Por momentos julguei ler 'Gente centenária a transbordar de piolhos'. Mas não. No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 7/4/09 BASENAME: title-133 DATE: Tue, 07 Apr 2009 23:23:18 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: FOTOS CATEGORY: TERRA CATEGORY: NORTE TAGS: ----- BODY:

* É mesmo verdade: a Régua tem uma ponte de caminho-de-ferro sobre o Douro, sem nunca ter tido linhas para sul: construiram-na para uma ligação a Lamego que ficou para as calendas. Está na hora, digo eu, de reativar a ligação Chaves/Régua, e de a prolongar a Viseu. E já. E daí até à Linha da Beira Alta é um tirito.

(investigo pela rede e fico sem perceber nada. a ponte da esquerda era ferroviária? se sim, chegou a ter ligação a algum lado? que alguém me ajude)

Ah. Achei:

A primeira a pisar o Douro é a metálica e foi projectada para receber a linha férrea entre a Régua e Lamego, que aliás nunca chegou a funcionar. Assegurou a ligação entre as duas margens desde 1872 durante 77 anos de trabalho pesado. Bem merecida a reforma.





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 6/4/09 BASENAME: atualizacoes-3 DATE: Mon, 06 Apr 2009 23:44:31 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GRANDE PORTO CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: METRO TAGS: ----- BODY:

* Lino Cabral, Contas à moda do metro do Porto

Uma contribuição para a análise custo-benefício entre a linha da Boavista e o Campo Alegre

custo da obra - Boavista: 90, Campo Alegre: 300
tempo de execução - Boavista: RÁPIDA, Campo Alegre: LONGA
técnica - Boavista: SIMPLES, Campo Alegre: COMPLEXA
volume de transporte - Boavista: X, Campo Alegre: X
tempo de percurso - Boavista: Y, Campo Alegre: >Y
preço final do bilhete (utente) - Boavista: Z, Campo Alegre: Zx4

OBS.:

- A linha da Boavista SÓ é compatível com uma redução drástica da utilização egoísta do automóvel. Nem que para o efeito se crie uma espécie de ASAE...

- A linha do Campo Alegre SÓ é possível enterrada. Cara, eterna, dramática...

- Há 14 anos a linha da Boavista era a espinha do projecto. Depois passou a alternativa, agora foi para o caixote do lixo. Isto é a desordem mental.

Lino Cabral é uma pessoa esclarecida. Haverá um dia em que o Grande Porto terá uma rede de metro a sério. Nesse futuro (espero) não muito longínquo irão coexistir a Linha da Boavista e a Linha do Campo Alegre, com talvez uma terceira linha norte/sul a cruzar ambas. Até lá, deve-se construir primeiro a linha mais fácil e barata, já que está provado que o número de utentes prováveis é semelhante. Convém não esquecer que ambos os projetos (o do metro e o do governo), preveem uma segunda linha para Gaia, passando no pólo universitário, o tal 'gerador de tráfego' que os defensores da Linha do Campo Alegre tanto utilizam como justificação. O que quer dizer que, com a Linha da Boavista ou com a do Campo Alegre, o pólo universitário será sempre servido por metro.


* Novo boletim da ComboiosXXI.


* Uma mulher: Tanaka Hitomi




tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 17 BASENAME: titulo-do-ano-17 DATE: Sun, 05 Apr 2009 08:55:36 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

'Heli' corrido a caçadeira ao tirar água de uma lagoa

Dono nega e diz que o filho apenas usou um pau para avisar que havia pessoas

No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 3/4/09 BASENAME: title-132 DATE: Fri, 03 Apr 2009 16:17:14 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: CENTRALISMO CATEGORY: PORTUGAL ESPERTO TAGS: ----- BODY:

* Prédios que falam (sugestão da Maria):

A situação actual

Em maior parte dos prédios nas cidades as pessoas não se conhecem, têm medo de perder a sua privacidade e de invadir a privacidade dos outros. Isto leva a que as pessoas não tenham relações humanas com quem vive mais próximo de si.

Se não fizermos nada, os prédios nas cidades vão continuar a ser locais cinzentos.

O nosso projecto quer ajudar a prevenir este futuro provável.

O nosso desafio

Queremos ter, pelo menos, 100 prédios a participar neste projecto.

O que vamos fazer?
Durante os 4 dias anteriores ao Dia Europeu dos Vizinhos (26 de Maio), o líder de cada prédio irá lançar desafios, um por dia, a todos os habitantes do prédio que se inscreveram para participar.

O que precisamos?

* Estamos à procura de líderes que queiram transformar o seu prédio.
* Estamos à procura de ideias para os desafios a colocar aos vizinhos
* Estamos à procura de energia para fazer deste projecto um sucesso

Estamos à procura de transformar a vida nas cidades




* Primeiro de Abril (como diz o MC)? Senão é de primeiro de Abril tem de ser, pelo menos, piada:

Ferrovia deverá ser o elemento estruturante do sistema de transportes

Intervenção do Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações na sessão de abertura do 9..º Congresso Nacional do Transporte Ferroviário, sob o tema «A integração e a competitividade dos sistemas de transportes da Península Ibérica», em Lisboa

Ao pormenorizar, consegue apenas falar de Lisboa e da Linha Lisboa - Madrid. Nada da entrada no Porto pelo sul, da nova estação de Braga, da possibilidade de uma estação em Ponte de Lima, da ligação ao Sá Carneiro. Também, era o congresso da ADFER (Associação Portuguesa para o Desenvolvimento do Transporte Ferroviário), que de 'Portuguesa' tem muito pouco - veja-se a lista de sessões promovidas, já referidas por Daniel Rodrigues:

Travessia Algés - Trafaria
A crise financeira e as grandes obras públicas
O futuro do Porto de Lisboa e as Travessias do Tejo
O mega TrolleyBus
A nova estação central de Lisboa
Sistemas de Comunicação, Controlo e Informação em Projectos Ferroviários
A travessia do Estuário do Tejo
Transporte Colectivo de Passageiros na Área Metropolitana de Lisboa




* Mais um apontamento sobre o lento e metódico desmantelar do sistema ferroviário português:

Carta Aberta ao Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações


Incompetência, Negligência ou Má-fé


Exmo. Sr. Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações
Exma. Sra. Secretária de Estado dos Transportes


A calamitosa política de transporte seguida para as Vias Estreitas (VE) do Douro nas últimas três décadas atingiu o ponto de ruptura. A falácia do prejuízo nestas vias-férreas, mesmo tratando-se de um serviço público a manter para bem da solidariedade e coesão social, e malgrado a forma danosa como têm sido administradas, esquece convenientemente os desastres financeiros da Carris e dos Metros do Porto e de Lisboa, averbando respectivamente prejuízos crescentes na ordem dos 18, 150 e 160 milhões de euros, suportados por todos os portugueses, do Litoral ao Interior e Ilhas.

(...)




* O pipi era dela:

O que era um segredo agora é uma surpresa. Durante anos perguntou-se quem seria o autor de O meu pipi, o blogue anónimo (e depois livro) que fazia humor com palavrões, obscenidades e ordinarices. Durante anos atiraram-se nomes para cima da mesa: Miguel Esteves Cardoso, Rui Zink, José Vilhena, Ricardo Araújo Pereira, alguém das Produções Fictícias. Afinal, nenhum deles. Afinal, nem sequer de um homem se tratava. Apesar de passar metade do tempo em considerações sobre o pénis baptizado de Zé Tolas, O Meu Pipi foi escrito por uma mulher: Sofia Saraiva, 32 anos, profissional de publicidade.

(...)





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 1/4/09 BASENAME: title-131 DATE: Thu, 02 Apr 2009 09:33:31 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: URBANISMO DE PONTA CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA CATEGORY: MULHERES TAGS: ----- BODY:

* Dois textos importantíssimos (o primeiro é um desenvolvimento do segundo) para perceber melhor a desadequação das leis portuguesa de planeamento a um desenvolvimente urbano sustentável e justo. Urbanismo e corrupção: as mais-valias e o desenvolvimento urbano:

(...)
Mais tarde a França mudou de política com a adopção de políticas liberais caracterizadas pela desregulamentação e pelo abandono das políticas intervencionistas de produção fundiária. No entanto o objectivo continuava a ser o mesmo: criar condições para reforçar a disponibilização dos solos necessários para a construção das habitações. A ideia forte era a de que numa situação de procura constante o aumento da oferta faria baixar os preços. Este conjunto de políticas no caso francês prolongou-se com alguns matizes até ao início do ano de 1986, que corresponde ao momento que diversos autores identificam com o início do crescimento da bolha imobiliária em França. O aparecimento da bolha do imobiliário, com os preços a duplicarem em poucos anos e com o incumprimento das famílias a disparar, foi a prova cabal de que as políticas liberalizantes adoptadas se tinham revelado equívocas e contraproducentes. Os defensores do postulado «desregulamentação ? aumento da oferta ? baixa do preço» foram confrontados com o facto, não previsto, de que a oferta real de solos não aumentou, pelo que o efeito benéfico sobre o preço não se verificou, antes pelo contrário. Faltou-lhes distinguir entre oferta potencial e oferta real.

Entre os países que optaram por reter as mais-valias e que mantêm a fidelidade a esse modelo salienta-se a Holanda, que procede à municipalização total da produção do solo urbano, e a Suécia, que socializa as mais-valias através da declaração da utilidade pública do solo. No caso holandês a municipalização traduz-se na possibilidade de o município poder expropriar todo o solo necessário ao desenvolvimento urbano após a aprovação de um plano urbanístico, sendo o valor pago a título de indemnização o valor do uso existente. A Holanda é consensualmente reconhecido como o único país em que o valor de mercado dos terrenos rústicos não contém qualquer parcela especulativa, mesmo se localizados junto ao perímetro urbano de uma cidade.

(...)

Sem a segmentação do mercado de solos e sem o controlo das mais-valias pela Administração não há forma de impedir a pressão urbana sobre os terrenos rústicos e mesmo sobre os solos integrantes das zonas de parques e reservas. Se existissem dúvidas sobre esta matéria aí está a nossa realidade a dissipá-las. A construção fora dos perímetros urbanos não pode ser uma prerrogativa do uso urbano. Só os que vivem da agricultura e da floresta devem poder construir as suas habitações fora dos perímetros urbanos. O uso urbano deve ser confinado aos perímetros urbanos e aí o Sistema de Planeamento deve garantir uma resposta qualificada para todas as necessidades e não apenas para as de maior poder aquisitivo. A protecção dos usos agrícolas e florestais da pressão urbana é uma condição sine qua non para garantir um adequado ordenamento do território.

Em Portugal, esta questão é completamente omissa no sistema de planeamento urbanístico. A nossa singularidade é feita destas omissões e traduz-se na adopção de um modelo perequativo em que se assume que as mais-valias são integralmente apropriadas pelos particulares e se opta por tributar as mais-valias urbanísticas em sede de IRC (imposto sobre o rendimento das pessoas colectivas) e de IRS (imposto sobre o rendimento das pessoas singulares), associando-as a ganhos de capital. Estamos perante uma confusão entre lucros de uma actividade normal de promoção imobiliária e ganhos resultantes exclusivamente de decisões da Administração, a qual é reveladora de que, por via dos Planos Municipais de Ordenamento do Território e de declarações de interesse público, a Administração Pública gera mais-valias simples que o mercado reconhece, mas permite que sejam os privados a capturá-las na sua totalidade, revelando-se incapaz de as recuperar em favor da comunidade.

(...)

É no contexto da actuação dos agentes permissivos das mudanças de uso que são compreensíveis dois tipos de actuação diferentes mas, afinal, complementares:

1) Em primeiro lugar, a actuação dos autarcas abrangidos pelos chamados «investimentos estruturantes». Tomam a peito a sua função de agentes permissivos e clamam alto e bom som que o desenvolvimento, seja lá isso o que for, pode estar em causa se os processos não avançarem.

(...)

Este comportamento dos autarcas verifica-se apesar de o processo de urbanização ser claramente deficitário, sobretudo se pensarmos a médio e a longo prazo. Isto significa que estes processos de urbanização, tal como são geridos em Portugal, são em grande parte financiado com os impostos de todos os contribuintes. Contudo, o processo de urbanização permite, pontualmente, um conjunto de receitas que funcionam muitas vezes como balões de oxigénio para as debilitadas tesourarias municipais. Refiro-me sobretudo ao momento do pagamento das Taxas Municipais de Urbanização que, em função da dimensão das urbanizações, podem corresponder a receitas com indiscutível peso face às restantes receitas correntes mas que, face à captura pelos privados das mais-valias simples são uma pequeníssima parte dos valores em jogo. Claro que, face aos pesados encargos que a urbanização acarreta a longo prazo para os municípios, ela se transforma num ónus para as gerações futuras e para todos os cidadãos.

2) Em segundo lugar, a actuação dos ministérios, em particular do Ambiente e da Economia, que emitem declarações de interesse público para determinado tipo de operações, permitindo a ultrapassagem das regras do urbanismo.

(...)



e Mais-valias: quem as gera e quem as captura? Agentes e comportamentos, ambos de José Carlos Guinote:

(...)

Para se perceber os valores que estão em jogo nesta questão das mais-valias simples associadas às mudanças de uso do solo rústico para urbano refira-se um pequeno exemplo. Uma propriedade rústica com 500 hectares pode ser adquirida em Portugal por um valor da ordem dos 7,5 milhões de euros. Caso seja autorizada a mudança de uso, bastará a urbanização ? é disso que se trata na generalidade dos casos ? de dois por cento da sua área, com um índice de construção de 0,5 para que sejam autorizados 50.000 metros quadrados de área de construção. Esta autorização corresponde, por exemplo, á possibilidade de construção de 140 moradias com 500 metros quadrados de área por lote e com 357 m2 de área de construção máxima permitida. Numa situação como esta o proprietário pode transmitir imediatamente a propriedade ? sem realizar qualquer obra ? apenas em consequência dos direitos de construção concedidos pela administração, por um valor de 21 milhões de euros (admitindo um valor de venda de 150.000 ? por lote, um valor baixo para as condições actuais do Mercado sobretudo para lotes com as características referidas e em localizações próximas do litoral). Estamos perante uma mais valia de 13,5 milhões de euros resultado apenas de uma decisão da Administração e capturadas, na sua totalidade, pelos particulares. Claro que se a área a urbanizar fosse de 10% da propriedade existente ? um valor muitas vezes ultrapassado - as mais valias subiriam para valores da ordem dos 97,5 milhões de euros. Nalguns casos no Litoral Alentejano a área urbanizada ocupa cerca de 20% da propriedade rústica. É o caso do empreendimento da Herdade do Pinheirinho, no concelho de Grândola, com uma área total de 800 hectares e com a área urbanizada a ascender aos 150 hectares.

(...)




* Linha do Tâmega:

Perante os populares que acorreram à Câmara Municipal para a ouvir pessoalmente, Ana Paula Vitorino anunciou 14, 2 milhões de euros para recuperar o troço da linha do Tâmega de 12 quilómetros que foi encerrado no dia 25 de Março devido à falta de condições de segurança. As obras de beneficiação da via entre a estação de Livração (linha do Douro) e Amarante implicam que esteja encerrada durante dois anos.

(JN)

"Temos que pôr uma linha capaz, segura e que quando reabrir deve ser uma linha com melhor serviço e melhor coordenação com os comboios que vão para o Porto e ainda com comboios mais confortáveis", assegurou Ana Paula Vitorino.

(Público)

linha do Corgo:

A Linha Ferroviária do Corgo deverá reabrir em Setembro de 2010, após obras de beneficiação de 27,3 milhões de euros, anunciou hoje a secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, em Vila Real.

(...)

A REFER irá investir nesta linha cerca de 27,3 milhões de euros, sendo que 26,9 dizem respeito à substituição integral dos materiais da super-estrutura de via como carris, travessas, balastro, fixações, e em intervenções de nível geotécnico como vertentes, muros, taludes e drenagens.

Cerca de 420 mil euros serão investidos na supressão e reclassificação de seis passagens de nível.

(...)

(SIC)


linha do Douro:

Ana Paula Vitorino (...) referindo ainda que será aberto, dentro de 15 dias, um concurso público para a electrificação da linha do Douro entre Caíde e Marco de Canaveses.

(JN)


e linha do Tua:

(...)

Em relação à linha do Tua, Ana Paula Vitorino reafirmou que aguarda a decisão sobre a construção de uma barragem junto à foz do rio Tua. Mas se esta não avançar, a via poderá vir a ser sujeita a uma intervenção semelhante às linhas do Corgo e Tâmega. "Nunca serão questões orçamentais a pôr em causa investimentos necessários para a sua segurança", frisou a secretária de Estado.

(JN)


* Uma mulher: Ana Malhoa




tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 31/3/09 BASENAME: title-130 DATE: Tue, 31 Mar 2009 23:08:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA CATEGORY: FOTOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: PORTUGAL ESPERTO CATEGORY: MULHERES CATEGORY: ENTRE-DOURO-E-MINHO TAGS: ----- BODY:

* Ponte de Lima tem, aparentemente, uma pessoa razoável a presidi-la:

(...)

Observando que "qualquer dos traçados que vier a ser escolhido trará consigo consequências negativas", Campelo mostra-se esperançado na melhoria do projecto definitivo, assim como na superação dos aspectos negativos pelos positivos. A saber: "o aumento da competitividade territorial, através da criação de possível ponto de embarque de pessoas e mercadorias, assim como a redução dos níveis de poluição, pela opção por um meio de transporte mais saudável". Quanto ao primeiro ponto, o autarca limiano assinalou que em equação pela RAVE está a utilização da futura via também por comboios que não de alta velocidade, composições que poderão vir a ter uma paragem no concelho limiano.

Tem todo o sentido - já que o troço Porto-Vigo não será em Alta Velocidade e a linha é mista, poderão haver serviços semelhantes ao InterCidades atual a fazer paragens em Famalicão, Braga, Ponte de Lima e Valença / Tui. Se não for este o caso, uma paragem em Valença num comboio rápido entre Braga e Vigo é uma ideia estúpida.

No JN.


* O crime compensa:

Domingos Névoa, administrador da Bragaparques, condenado por tentar corromper o vereador Sá Fernandes, foi nomeado presidente da empresa intermunicipal ?Braval?. A Braval é a empresa de tratamento de resíduos sólidos do Baixo Cávado, que engloba os municípios de Braga, Póvoa de Lanhoso, Amares, Vila Verde, Terras do Bouro e Vieira do Minho.




* Google é reintegracionista:

(...)

Mas Google, aplicando o sentido comum, para conseguir um tradutor automático entre o galego e inglês, francês, alemão, etc, que fijo? Apanhar corpus de português, converter no que puido a ortografia internacional a ortografia espanhola (galego) e construir automaticamente um tradutor estatístico de galego a outras línguas. Google demonstra que galego e português são variantes da mesma língua e marca qual a sorte e a estratégia que tem de ser para a língua. E se não acreditam nisto ponham a traduzir a palavra "galego" em http://translate.google.com/?hl=pt-BR de galego a inglês, e vejam para Google o que é o galego: portuguese.




* Uma mulher: Lisa Hannigan





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 16 BASENAME: titulo-do-ano-16 DATE: Tue, 31 Mar 2009 17:51:37 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Problema de audição quase causava um funeral

No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 30/3/09 BASENAME: atualizacoes-2 DATE: Tue, 31 Mar 2009 00:59:50 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: REGIONALIZAÇÃO CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: NORTE CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* As minhas fontes falharam: afinal fecharam a linha do Corgo e a do Tâmega, ambas por razões de segurança, e Ana Paula Vitorino anunciou que as linhas serão modernizadas, gastando-se 1 milhão de euros por quilómetro, o que me parece simpático.

Dizem por aí que a reconversão da Linha do Tâmega incluirá a passagem de via estreita a via larga, passando assim a fazer parte da rede de suburbanos do Porto, com comboios diretos. Consequentemente, passará muito facilmente das 150 pessoas por dia para largos milhares. Claro que certas pessoas de Lisboa não entendem isto. Não sei quem é Maria João Avillez, mas detesto-a. Pessoazinha ignorantezeca, irra.


* Afonso Miguel, de quem me habituei a discordar, faz o resumo da desativação de linhas de caminho-de-ferro nos últimos 30 anos.


*

Inovação «made in» Bragança: Finalmente um partido político defende a Regionalização por Fusão de Autarquias

No Norteamos, via TAF.


* É óbvio que, perguntando a pessoas sem formação na matéria, elas dirão que preferem o metro subterrâneo no seu bairro. O Metro do Porto é um metro de superfície, gente. Acordem.


*

Aplicação das novas regras deverá começar na documentação oficial do Estado
Acordo Ortográfico poderá ser implementado em Portugal e Cabo Verde a 5 de Maio

No Blogtailors.


* O meu apelo (sem desespero, espero).



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 15 BASENAME: titulo-do-ano-15 DATE: Mon, 30 Mar 2009 16:44:55 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Câmara disposta a dar ou emprestar viaduto

No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 24/3/09 BASENAME: title-126 DATE: Tue, 24 Mar 2009 23:26:24 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TERRA CATEGORY: FOTOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA CATEGORY: PORTUGAL ESPERTO CATEGORY: PÓVOA-VILA CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

*

Movimento cívico defende região autónoma

O Movimento Alternativo do Nordeste (MAN) promete defender "com unhas e dentes" a criação da Região de Trás-os-Montes e Alto Douro com autonomia igual à da Região Autónoma da Madeira e até defende a criação de uma zona franca na Região.

Este é um movimento completo - para além de pugnar por questões regionais, não deixa de se relacionar com as grandes questões nacionais (senão mesmo da humanidade):

Outra das causas que este movimento abraçou foi a da taxa dos contadores da água. O MAN organizou uma petição, com 1190 assinaturas, que já enviou ao Provedor de Justiça, onde denuncia que a taxa de disponibilidade de caudal cobrada aos munícipes é "uma forma camuflada de cobrança ilegal com o recurso à esperteza saloia para obter receitas ilícitas, pela utilização dos contadores da água", refere a petição que está em fase de análise pelo Provedor.




*

Um homem que circulava esta quart-afeira de manhã numa bicicleta, na Estrada Nacional 378, na Venda Nova, concelho de Sesimbra, teve morte imediata após ter sido atropelado por um automóvel e ter caído em plena via.

Não queria soar a maluquinho das bicicletas, mas um agente da autoridade não pode expressar a sua opinião sobre os casos em mão. É a lei.

Filipe, de cerca de 60 anos, terá tentado desviar-se dos buracos existentes na berma da estrada e acabou por se desequilibrar e cair. O veículo que seguia na sua traseira, no sentido Sesimbra/Fogueteiro, não conseguiu travar e atropelou-o.

Segundo as autoridades policiais, esta é a explicação mais plausível para o acidente. "A pessoa iria a circular na via e ao desviar-se de uns buracos, desequilibrou-se e caiu na estrada. A viatura que seguia atrás não teve tempo de reacção", adiantou, ao JN, fonte da GNR, que identificou a condutora do automóvel, prosseguindo agora as investigações para que o caso transite para tribunal.

Se assim dita a lei, porquê isto? É assim que se fazem inquéritos em Portugal? Pergunta-se à pessoa que sobreviveu a um acidente a sua versão do que aconteceu e fecha-se o inquérito? Ou apenas se decreta, a priori, a culpabilidade do ciclista (ou a natural previsibilidade do acidente)?


* A Associação Galega da Língua Portuguesa chegou ao Mário Soares - será que ele reparou?




* Eis uma ótima notícia: em Lisboa, Metro cresce mais dois quilómetros em Agosto. A Linha Vermelha, que acabava na Alameda (Linha Verde), vai continuar até São Sebastião (Linha Azul), passando pelo Saldanha (Linha Amarela). Digam o que disserem, a rede lisboeta é fraquinha. Tem poucas interligações entre as várias linhas e deixa uma parte importante do território por cobrir. É bom ver que andam a corrigir isso.




* Em Ponte de Lima discute-se a chegada da Velocidade Elevada - terão direito a estação? Era bem.


* Sugestão do Nuno:

Especialistas de energia denunciam "embuste" na visita de Sócrates e Pinho à Energie

A visita de José Sócrates e de Manuel Pinho às instalações da Energie para assinalar a segunda fase de expansão da fábrica que produz o que designa por "painéis solares termodinâmicos" está a desencadear uma série de protestos por parte dos principais responsáveis pela investigação e indústria solar no país.

"É uma empresa que assenta a sua propaganda num embuste", denuncia Eduardo Oliveira Fernandes, ex-secretário de Estado da Energia e académico que desenhou a política energética do actual Governo, no que é acompanhado por Nuno Ribeiro da Silva, presidente da Endesa Portugal e presidente da Sociedade Portuguesa de Energia Solar (SPES), e por Manuel Collares Pereira, considerado um dos principais especialistas em energia solar no país, ex-investigador do INETI e responsável pela empresa fabricante de painéis solares térmicos Ao Sol. Os três especialistas clamam que o produto da Energie, fabricado na Póvoa de Varzim, é "publicidade enganosa" - mostram tratar-se de uma bomba de calor accionada a electricidade com apoio secundário em energia solar e não de um painel solar térmico - e atribuem o incentivo político do primeiro-ministro e do ministro da Economia, com a visita efectuada, a uma possível ausência de apoio técnico adequado pelos respectivos gabinetes.




* Os tram-train avançam em Coimbra (via Transportes em Revista):

Sistema de Mobilidade do Mondego

Foi hoje enviado para publicação no Diário da República e no Jornal Oficial da União Europeia o anúncio do concurso público relativo à Empreitada de Reabilitação das Infra-estruturas do Troço Miranda do Corvo/Serpins, do Ramal da Lousã, primeira empreitada da 1.ª Fase do Sistema de Mobilidade do Mondego (SMM).




* Em Matosinhos, continua a limpeza da costa:

Forçados a demolir habitações onde vivem há décadas




* Comboios: Governo encerra Linha do Corgo por razões de segurança (sugestão do Nuno)


* O melhor programa de sempre versando Prevenção Rodoviária:



A mensagem é de que, se virem o Toy, não entrem no carro com ele ou, então, fujam da frente.


* Hoje, quarta-feira, 25 de Março de 2009, exploro as debilidades do sistema ferroviário português (acompanhar minuto a minuto):




tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 14 BASENAME: titulo-do-ano-14 DATE: Tue, 24 Mar 2009 15:15:55 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Defeito nos testículos pode tirar título a cavalo

No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 21/3/09 BASENAME: title-125 DATE: Sun, 22 Mar 2009 00:23:40 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: MÁ IMPRENSA CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

* Parece-me natural que o Público trabalhe com jornais espanhóis, partilhando notícias quando se trata de assuntos ibéricos. Por vezes compreendo a necessidade de utilizarem os grandes diários de Madrid como fonte para certas notícias da atualidade espanhola; já não percebo quando se cita o El País para notícias internacionais que nada têm a ver com o Estado espanhol.

Agora isto. Bem, leiam:

No programa de Jay Leno, o presidente norte-americano falou também de temas sérios, como a situação económica dos EUA e o escândalo dos prémios na seguradora AIG, mas alternou-os com as primeiras impressões sobre o avião presidencial Air Force One: "Pessoalmente, acho que é guay (hispânico para cool)", atirou.

(negrito meu)

Não basta terem usado uma notícia em castelhano como base para algo acontecido nos EUA. Fizeram mais - não conseguiram perceber que, para além de ser invulgar em Barack Obama a utilização de calão 'hispânico', ele de facto não disse que o avião era 'guay' mas sim que era 'cool'; a tradução de 'guay' (palavra castelhana) para português não é 'cool' (palavra inglesa) mas sim 'fixe' (palavra portuguesa); não tenho a certeza que na América Latina se utilize a palavra 'guay', usada amiúde no Estado espanhol; e o 'hispânico' não é uma língua mas sim o 'castelhano' (ou 'espanhol').

Sei bem que a secção Pessoas do Público não será exatamente de jornalismo, mas este não é um caso de mau jornalismo, mas antes de atraso mental. Entristece-me um jornal assim.


*

O secretário de política linguística da Generalitat da Catalunha, Bernat Joan, explicou o caso da oficialidade do ocitano que, apesar de ser uma língua falada só ao norte do Principado catalám, é oficial em todo o território.

E porque não a oficialidade em todo o território do Estado espanhol das línguas co-oficiais, juntando-lhe o asturiano, o aragonês e ocitano?





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 20/3/09 BASENAME: title-124 DATE: Sat, 21 Mar 2009 06:49:32 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PORTUGAL ESPERTO CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: AMIGOS CATEGORY: FERROVIÁRIO TAGS: ----- BODY:

* Ainda não sei se acredito (pode ser brincadeira):


Passagem de solo rural a urbano passa a ser excepcional

A reclassificação do solo rural como solo urbano passa a apenas ser admitida ?a título excepcional?, com o objectivo de combater a actual prática de aumento indiscriminado dos perímetros urbanos, acordo com um decreto regulamentar aprovado hoje em Conselho de Ministros. Pretende-se também incentivar a reabilitação dos centros das cidades.

No mesmo documento, estipula-se a ?reclassificação do solo urbano como solo rural? quando os municípios não procederem à programação das áreas não urbanizadas integradas no perímetro urbano e também quando o tiverem feito mas não o concretizem no prazo previsto.

?Estamos a limitar a expansão urbana?, com ?orientações claras nesse sentido?, disse ao PÚBLICO o secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades, João Ferrão. O Governo pretende também ?evitar que a expansão urbana se faça à custa quer de solo agrícola quer de solo de valor ambiental, tendo em conta não as necessidades de desenvolvimento urbano mas as expectativas de valorização? dos solos, acrescentou.

O Decreto Regulamentar ?fixa os critérios uniformes de classificação e reclassificação do solo, de definição de utilização dominante, bem como das categorias relativas ao solo rural e urbano, aplicáveis a todo o território nacional?, lê-se no comunicado do Conselho de Ministros de hoje. O Governo diz que entende a classificação dos solos como uma ?opção de planeamento territorial determinativa do destino básico dos terrenos?, ?assente na diferenciação entre as classes de solo rural e de solo urbano?.

Fazer cidade de forma mais planeada

João Ferrão, geógrafo e investigador do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa antes de ir para o Governo, especificou também os objectivos das novas regras para a reclassificação de solo urbano como rural. Quer-se ?evitar bolsas de solos expectantes? e, ao mesmo tempo, ?estimular a execução programada das opções de planeamento municipal?.

Por outro lado, há ainda o objectivo de ?melhorar a relação entre a programação das infra-estruturas e a programação do uso do solo?. Isto porque ?muitas vezes altera-se primeiro o uso do solo e fazem-se depois as infra-estruturas?, outras vezes é ao contrário, explica ainda. ?Isto leva a que a expansão [urbana] seja frequentemente, não o resultado de opções municipais?, mas sim das dinâmicas exclusivas do mercado.

Por outro lado, o secretário de Estado realçou ?a forma como as áreas rurais são tratadas? nesta legislação. ?Não são uma espécie de áreas residuais?. Áreas rurais e urbanas passam a ser tratadas ?ambas com a mesma dignidade?.

(...)



Sugestão do Nuno.


* MFJEP - Movimento a Favor do Jornalismo Escrito Pago:

O jornalismo, como o tivemos, não durará. Existe uma certa demissão na transferência para o virtual. O cidadão informado - que, acima de tudo, se quer, a ele próprio, informado ? reduz-se, em grande medida, à fragmentação; ao pluralismo em linha. Encontra-se, parcialmente, desligado. Este modelo, como complemento de uma tentativa de agarrar o actual, embora menos reflectido, é já necessidade. Longe de substituir o conhecimento integrado que o artigo de opinião, a reportagem densa e a investigação demorada conferem.

(...)

Texto de Afonso Pimenta.


* Em Fafe, espertos, pedem o comboio de volta.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 19/3/09 BASENAME: title-123 DATE: Fri, 20 Mar 2009 00:15:35 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: REGIONALIZAÇÃO CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* O Rui Tavares ilustrou em crónica do Público o que publicou no blogue ontem, e teve o condão de, falando da desigualdade, abarcar temas como a regionalização, o Norte e a situação no Estado Espanhol. Cada vez mais, Rui Tavares é o meu herói pessoal.

O erro está em pensar que igualdade é homogeneidade, quando são coisas muito diferentes. Não por acaso, a obsessão com a homogeneidade é de direita (se pensarmos bem, é herdeira da obsessão religiosa com a pureza) e a obsessão com a igualdade é de esquerda. A direita preocupa-se menos com a desigualdade desde que o país seja homogéneo. O conservadorismo nacional é anti-regionalização, anti-imigração e anti-direitos dos gays (bom dia, Dra. Manuela Ferreira Leite) mas não perde o sono com a desigualdade. O projecto oposto não tem problemas em viver num país heterogéneo; o que nos interessa é dar a mesma dignidade a cada uma das partes que o constituem.

Em suma, eu diria que foi o quando a Espanha viu que é um país plural que começou a tornar-se um país mais igual. Mas que sei eu? Perguntem a Felipe González. O que ele respondeu numa entrevista recente foi que o segredo do crescimento da Espanha está em assumir a sua pluralidade interna: ?Se há trinta anos atrás me dissessem que a Galiza viria a ser uma economia dinâmica na globalização, eu daria uma gargalhada?. Com o nosso desigual Norte a cair no atraso, é uma gargalhada amarga para nós.




*

Aos 30 anos, o "Correio da Manhã" começa nos próximos dias a adaptação do jornal ao novo Acordo Ortográfico, anunciou o director do título, Octávio Ribeiro, na edição de hoje.

Parece óbvia ainda a ignorância em relação ao Acordo:

"A nova ortografia só se estenderá a todos os textos do jornal, respectiva primeira página e manchete, "caro Leitor", quando já ninguém estranhar a palavra 'facto' escrita sem cê", refere Octávio Ribeiro.

Segundo o AO, 'fa(c)to' é uma palavra de dupla grafia, o que significa que se grafa como se quiser. E se na fonia preponderante em Portugal se lê o 'c', se bem que subtilmente, deve grafar-se 'facto', como eu faço há já algum tempo. O que é um facto.

No Público, via Blogtailors.


* 32 mil euros por bilhetes de La Féria:

A Câmara do Porto adquiriu bilhetes no valor de 32,5 mil euros para o musical "Alice no País das Maravilhas" de La Féria. O montante foi deduzido nos 5% da receita de bilheteira que a Autarquia tem direito. O PS critica discriminação.

No passado, a aquisição de ingressos nos espectáculos de companhias teatrais da cidade era uma forma da Autarquia apoiar esse trabalho. "A compra de bilhetes era uma maneira da Câmara do Porto ajudar as companhias no momento de concretização dos espectáculos. E distribuía esses bilhetes pelas escolas. Com Rui Rio, deixou de fazê-lo", especifica Carla Miranda, convencida de que o problema fundamental não reside nessa aquisição, mas na inexistência de critérios na gestão do Pelouro da Cultura.

"Rui Rio disse que as companhias eram subsídiodependentes", quando a única ajuda municipal era a compra de ingressos, argumenta: "Esses termos não servem para o senhor La Féria. Não é igual para todos. O facto de não existirem regras conduz a estes actos discricionários".



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 18/3/09 BASENAME: title-122 DATE: Wed, 18 Mar 2009 23:47:40 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: NORTE CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* Vítor Silva entrevista António Alves. O norte, a ferrovia e a bitola europeia. Não concordo com tudo o que disse, mas é bom ouvir alguém esclarecido a falar sobre estes temas.


* Obras na Linha do Minho:

Consignação da empreitada de reabilitação da superstrutura de via entre Carvalha e Valença e alteamento da gare das estações de Caminha e S. Pedro da Torre

Esta obra de reduzida dimensão esconde um pequeno segredo: "Substituição de travessas de madeira existentes por travessas de betão bi-bloco". O que significa que, mesmo para obras mais pequenas, a CP já substitui as travessas por travessas bi-bloco. O que significa que, mesmo em obras pequenas, começa a entrar em Portugal a bitola europeia. Ótimas notícias, portanto.


* O metro avança na direção de Gondomar - primeiros desvios de trânsito:

A nova Linha de Gondomar está já em fase de construção, no terreno. Depois de instalados os estaleiros de obra e devidamente garantidas todas as condições de segurança no trabalho, arrancam agora as primeiras frentes de obra em Rio Tinto.




* Gosto muito da Espanha porque, enfim, é um país muito bonito e que protege a diversidade cultural - a diversidade cultural castelhana, isto é:

«Os novos dados do Mapa Sociolinguístico da Galiza (MSG) confirmam que o galego está numa situaçom de emergência», assim de contundente foi o presidente da MNL quando ontem deu a conhecer os dados do estudo de 2004 elaborados pola RAG e só agora divulgados.

Conforme esses dados, o número de pessoas entre 15 e 54 anos que nunca falam em galego passou, entre 1992 (ano do anterior MSG) e 2004 (novo MSG), de 13 para 25% e mesmo até 10,7% das crianças reconhecem que nom receberam nem uma única aula em galego, embora que a opçom «só em castelhano» nem apareçesse contemplada no decreto de 1995.

Por outro lado, as pessoas que dizem falar habitualmente galego passaram de 30,5 para 16%; em total as que dizem falar «só galego» e «mais galego» apenas atingem 38,9%, ou seja, até 22,1 pontos menos do que em 1994 quando a percentagem atingia 61%.

A primeira recolha de dados do MSG foi realizada em 1992, e a segunda há cinco anos, em 2004, embora só seja agora em 2009 que é publicada pola RAG. O MSG é editado em três volumes: Lingua inicial e competencia lingüística (editados os dados de 1992 como 2004), Usos lingüísticos (apresentados só agora com os dados de 2004) e Actitudes lingüísticas (só dados de 1992).

Conforme apontou Carlos Callón, o MSG também reflecte uma queda 40 pontos nos dados da língua inicial, pois o galego passou de nesse âmbito de 60,3 para 20,6% em doze anos.

Ainda, o rural continua a ser o espaço com maior uso do galego, embora uma queda de quase 15 pontos (de 55,3 para 40,5%), face ao mundo urbano, onde o domínio do castelhano («só e mais») é já esmagador nalguns casos: Ferrol (85%), Vigo e Corunha (81,9%), Ponte Vedra 75,9%, Ourense 67,8%, Lugo 59% e Santiago 57,4%.

(negrito meu)


* O Rui Tavares fala da desigualdade social como coisa má, e escuda-se em gráficos e outras intrujices. Lá porque Portugal fica mal em todos os gráficos (tirando o gráfico em que não aparece), não significa que a teoria esteja correta. Apenas significa que somos um país tremendamente desigual em termos sociais e por isso temos défices de desenvolvimento. Ah? Será que isto é mesmo verdade?



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 16/3/09 BASENAME: atualizacoes-14-3-09 DATE: Mon, 16 Mar 2009 00:47:25 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* Sérgio Caetano, na Baixa do Porto:

Três activistas do MUT - Movimento de Transportes da Área Metropolitana do Porto, foram condenados no Tribunal do Bolhão (Porto) pelo simples facto de não terem avisado atempadamente as autoridades para a realização de uma marcha dos Aliados ao Governo Civil em 2007. A marcha decorreu pacificamente pelo passeio, sem incidentes, e sem "perturbação da ordem pública" mas no final 3 pessoas foram identificadas pela polícia para mais tarde serem acusadas de desobediência...

Perante uma sala cheia de cidadãos solidários com os três arguidos, o Juiz não teve qualquer contemplação e condenou os arguidos ao pagamento de quantias entre os 540 e os 450 euros pelo crime de desobediência qualificada, por não terem cumprido todas as formalidades associadas à promoção de uma manifestação. O próprio Ministério Público tinha pedido, nas suas alegações finais, a substituição da pena de multa por uma simples admoestação!

O Juiz fez ainda questão de refutar qualquer comparação com as manifestações de adeptos de futebol na Baixa do Porto, por considerar que esse tipo de manifestações são espontâneas e impossíveis de prever. Mesmo sendo por vezes bem violentas. 3 cidadãos que "cometeram o crime" de lutar pela melhoria da qualidade de vida da sua cidade, foram condenados pelo simples facto de terem entregue fora do prazo a informação da realização da acção no Governo Civil!

Na mesma cidade onde, por exemplo, grupos de estudantes universitários organizam durante vários meses concentrações em espaços públicos e marchas ruidosas pelas ruas (a qualquer hora do dia e da noite sem qualquer comunicação ao Governo Civil), onde humilham à vista de todos outros estudantes (caloiros), vandalizam o espaço público e deixam atrás de si um rasto de lixo, perante a cumplicidade das autoridades...




* Caralho na rádio - Governo Sombra é lei.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: título do ano 13 BASENAME: titulo-do-ano-13 DATE: Mon, 16 Mar 2009 00:41:29 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Homem morto pelo pinheiro que cortava

Foi "abatido" pelo pinheiro que abatia. Paz à sua alma. No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 13/12, 10h45, U3 (München) BASENAME: 13-12-10h45-u3-muenchen DATE: Sat, 14 Mar 2009 20:50:43 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

No outro dia, no metro, em Wien, um gajo começou a tocar no canto da boca, enquanto olhava para mim. Que raio de pervertido, pensei. E com a namorada ao lado! Ela há coisas!... Logo a seguir lembrei-me que tinha acabado de comer uma sandes. Ah, o pão no canto da boca. Obrigado, amigo pervertido!



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 12/12, 19h45, pousada (München) BASENAME: 12-12-19h45-pousada-muenchen DATE: Sat, 14 Mar 2009 20:49:37 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

A comida, para não variar, não prestava. Mas havia salada à discrição, devia ter-me concentrado mais nisso. Comi dois gelados de sobremesa, eles não estavam a olhar.

Cheguei muito cedo, hoje. Não dá para estar sempre a ler e a escrever, logo vem o sono. Não tenho com quem conversar, estão apenas dois aqui no quarto, e falam em alemão.

Está bastante frio aqui no quarto. E eu estou bem perto do aquecedor. Agora masturbo-me todos os dias, no chuveiro. Detesto quando as coisas boas se tornam hábitos.

Na última noite em Wien um casalinho dormiu no meu quarto. Foi a primeira vez nesta viagem que fiquei em dormitórios mistos.



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: BASENAME: title-117 DATE: Thu, 12 Mar 2009 15:52:20 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOTAS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Foda-se. Acabei.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 12/12, 18h15, pousada (München) BASENAME: 12-12-18h15-pousada-muenchen DATE: Wed, 11 Mar 2009 23:59:26 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Cheguei há pouco à pousada. É, como em Wien, uma Jugendgästehaus (casa de hóspede / hospedaria para jovens), mas caríssima. 19?5, sem internet e sem cozinha. Já devia saber, mas acabei por vir aqui parar aqui por acidente, pois estava a ler no guia informações duma pousada e a olhar para o mapa de outra pousada. Mas está-se bem. Se a pousada de Bratislava era a com mais estilo, esta é a com mais arquitectura. Um pouco como se o Scharoun fizesse pousadas. Corredores angulosos, espaços amplos a distribuir as escadas, o tecto inclinado. E, apesar de estar bem perto do centro por metro, a zona é calminha e de pequena escala.

Li num guia que esta é a terceira cidade em dimensão, a segunda em termos económicos e a primeira em tecnologia. A rede de metro é de capital europeia, e apesar de uma viagem custar 2?2 e as carruagens pararem de quando em vez, parece funcionar.

Estou a ficar com fome. O jantar é às 18h30.

Depois da França a viagem começou a tornar-se mais difícil. A bebedeira não ajudou, claro; mas são tantos dias acumulados que começa a ser saturante. Mas sempre é melhor que ficar em casa. Ou que um pontapé no cu.

Só para acabar a saga Bratislava / Wien. Em Bratislava, como em qualquer outra pousada, não me deixaram ficar a dormir de manhã. A empregada foi lá duas vezes, e o gajo da recepção uma. Só quando o Giovanni foi tomar banho é que me levantei. Demorei talvez três vezes mais tempo a chegar à estação do que no dia anterior. Entre no primeiro quim que dizia Wien, e entre Bratislava e Wien terei ido umas dez vezes à casa de banho. Bebi imensa água (não-potável) e comi duas tangerinas, que acabaram no lavatório. Em Wien comprei uma garrafa de água, que acabou no chão da estação. Algures noutra ligação (talvez no metro) vomitei, mas desta mais controlado, entre duas carruagens. Ainda era cedo quando cheguei à pousada. Fui logo dormir.

Ontem cheguei duas pessoas em Salzburg. A?o Whu, chinês que orientei para a pousada, e um irlandês. Não cheguei a saber o nome dele. É bem capaz de mo ter dito, mas falava tão rápido (inglês e espanhol) que não percebi muito do que me disse. Entendi que tinha passado cinco anos na Andaluzia, e como há Irish Pubs por todo o lado, ele andava de um lado para o outro. Já estava há três semanas em Salzburg, e já tinha comido uma gaja ali naquela cama, com um japonês no beliche de cima. ?You only live once, right??

Tenho uma ferida nojenta entre o lábio e o queixo. Um pouco como pão de rato.

Basta. Vou comer.





IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 12/12, 14h15, IC (para München) BASENAME: 12-12-14h15-ic-para-muenchen DATE: Wed, 11 Mar 2009 23:17:06 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Entrei na Alemanha e nem reparei. Vou tentar escrever-lhe.

Hoje consegui finalmente comer uma boa sandes. Comprei uma baguete e juntei-lhe um queijo com furinhos que tinha comprado em Wien. Nunca tinha feito uma sandes dentro de uma igreja.

Ela respondeu ao meu toque. Já não acontecia há alguns dias. Estou plenamente contente. Feliz por ela existir, e por gostar dela. Gostava de escrever ?feliz pelo nosso amor?, mas ainda é cedo.





IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 10/3/09 BASENAME: atualizacoes-10-3-09 DATE: Wed, 11 Mar 2009 00:06:23 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: PORTURARIDADE TAGS: ----- BODY:

* Acho que já tinha falado disto por aqui, mas insisto. Gerir uma câmara não significa construir, hospedar uma Capital Europeia da Cultura não quer dizer obras públicas. Em Guimarães:

Câmara desiste de subterrâneo no Toural


* Outra boa notícia. Obras no caminho-de-ferro entre a Guarda e a Covilhã. Nas minhas inefáveis buscas pela página da CP, tentava perceber que tipo de ligações existiam entre a Covilhã, a Guarda e o resto (Vilar Formoso, Celorico da Beira, etc.). O que o motor de busca da CP me mostrava eram comboios com percursos de pelos menos 6h30 ligando a Covilhã ao Entroncamento a Coimbra e posteriormente à Guarda. Quando não bloqueava. Para realizar um percurso de 50/70 km, a CP propunha percorrer meio Portugal.

Para que percebam: apoio qualquer investimento de qualidade na ferrovia em Portugal. Seja no norte, entre a Guarda e a Covilhã ou no Alentejo. O que gostaria mais de ver era um investimento maciço na ferrovia convencional a nível nacional. É verdade que já houve esse grande investimento no norte: apenas não percebo porque agora se investe apenas a sul. É óbvio que o investimento com maior retorno é o feito nas zonas mais populosas. Será que os senhores da CP (que, obviamente, têm pouco dinheiro para gerir) acham que o investimento no norte está feito? A acompanhar.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 9/3/09 BASENAME: title-116 DATE: Tue, 10 Mar 2009 01:14:27 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: URBANISMO DE PONTA CATEGORY: PORTUGAL ESPERTO TAGS: ----- BODY:

* Manuel Jorge Marmelo:

Pouco católico

Uma menina brasileira de nove anos (exacto:nove anos) deu entrada num hospital com dores de barriga. Ao examiná-la, os médicos descobriram que estava grávida por ter sido violada pelo padrasto e que corria risco de vida. Interromperam a gravidez com o consentimento da mãe - motivos não faltavam, mas bastaria ter invocado o mais elementar bom senso. O arcebispo de Olinda e Recife, José Cardoso Sobrinho, resolveu, porém, excomungar toda a equipa médica que participou na intervenção e a mãe da criança. O violador, porém, ficará impune (aos olhos do tal deus, pelo menos). Talvez o senhor arcebispo ainda lhe possa garantir um lugarzinho no céu.


* Belisquem-me para ver se eu acredito. Em Portugal, uma câmara não quer uma estrada para proteger uma futura ecopista? A notícia deve estar mal:

O presidente da Câmara de Santa Comba Dão, João Lourenço, ameaça avançar com uma providência cautelar em tribunal, para impedir que a empresa Estradas de Portugal avance com o traçado do futuro Itinerário Complementar 12 numa zona onde a autarquia tem projectada a construção de uma ecopista.





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: título do ano 12 BASENAME: titulo-do-ano-12 DATE: Sun, 08 Mar 2009 20:35:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Simulacro de acidente com balanço positivo



Pela primeira vez em Portugal, um simulacro sem mortes ou feridos a lamentar. No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 7/3/09 BASENAME: title-113 DATE: Sun, 08 Mar 2009 00:57:32 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA CATEGORY: PÓVOA-VILA CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* Página incrível, criada por um português que mora em Londres que vale a pena seguir: Visual Complexity.

Prometo ver todos os 658 projetos. Incluindo esta apetitosa categoria, redes de transportes. Iami.


* O metro pára mais (e demora o mesmo):

As estações de Portas Fronhas, da Varziela e de Mindelo passam a receber veículos «Expresso»

Entra em vigor no dia 16 de Março (segunda-feira) o novo serviço da Linha Vermelha do Metro do Porto, que liga a Póvoa de Varzim ao Porto.

Até chegar o tram-train, um serviço diferente. Nas estações expresso passa a haver metro de 15 em 15 minutos, nas outras de 30 em 30. É ver se funciona. Os expressos deixam de continuar para o Dragão, fazendo término na Trindade, o que é claramente um passo atrás. É ver. É preciso ver.


* Finalmente, o Marco volta ao caminho certo:
(no Arrastão)



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Sun, 08 Mar 2009 13:44:26 +0000 URL:

Que giiros, os Avelinitos!

São coleccionáveis?

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 5/3/09 BASENAME: title-112 DATE: Thu, 05 Mar 2009 23:33:47 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GRANDE PORTO CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA TAGS: ----- BODY:

* Política em direto - o Bloco permite sugestões ao seu programa eleitoral.

(sugestão do Nuno)


* Ainda bem que o Rui Rio mudou a gestão do Rivoli, senão demoraríamos mais a perceber a grandiosidade do seu génio:

Mas mais fantástico é sabermos que os 3 milhões de euros dos dois fins-de-semana gastos com carros são superiores ao que a CMP gastava para que o Rivoli funcionasse todo o ano, apresentando mais de 300 espectáculos por ano (nos quais se incluíam os tais de 30 espectadores e, também, o Fantasporto, a Maria João Pires, Sérgio Godinho, etc, etc, que, obviamente, tinham casas lotadas).





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 4/3/09 BASENAME: atualizacoes-4-3-09 DATE: Wed, 04 Mar 2009 23:37:43 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE TAGS: ----- BODY:

* Foram consignadas obras na linha do Douro, entre o Marco e a Régua. Coisa pequena, 4,5 milhões de euros. Substituição de travessas de madeira, algumas reparações no balastro e nos carris, alteamento de plataformas em duas estações.

O que concluir desta obra? Sei lá. Por exemplo, que esta é uma obra de manutenção, louvável, num troço que não terá grandes alterações nos próximos anos. E visto que a obra não inclui o troço Caíde-Marco da mesma linha, será presumível que este troço terá finalmente a duplicação / eletrificação / modernização prometida? É esperar para ver. Eu espero aqui, sentado.

Enquanto que no Marco se gastam menos de 5 milhões de euros, em Évora gastam-se 50 milhões.


* E, bom, mais umas considerações avulsas. Neste caso, a Alta Velocidade e cidades servidas. Na minha monomania recente centrada nos caminhos-de-ferro, produzi um diagrama da rede portuguesa (a publicar proximamente) que, partindo de um diagrama semelhante da ferrovia na Grã-Bretanha, retrata a triste condição dos caminhos-de-ferro em Portugal. Um eixo apenas (Lisboa-Braga), ainda com deficiências, e uma série de ramais que fazem tudo menos constituir uma rede. Um conjunto enorme de linhas de via estreita (todas no norte), que duplicam a condição infeliz dos ramais, eliminando a continuidade das ligações.

O que mais me chocou foi concluir que a rede existente não está otimizada. Se se conclui que houve melhorias significativas nos últimos anos - os tempos dos alfas/intercidades entre Lisboa e Braga, a chegada do intercidades a Évora - há situações em que a situação piorou. E muito.

Deixou de existir intercidades entre a Régua e Lisboa, e entre (imagino) Leiria e Lisboa. Aliás, entre Leiria e Lisboa é necessário apanhar dois comboios. A linha do Tua fechou por várias vezes já e a perspetiva futura é negra - com ou sem barragem. O ramal da Figueira fechou para obras, bem-vindas. É ver o que acontece lá.

O Governo propalou que até estar a funcionar a rede de Alta Velocidade / Velocidade Elevada, não haveria investimentos na rede convencional. Ora, sabendo que em qualquer sítio do mundo a rede de AV se alimenta principalmente da rede convencional, e a nossa rede convencional é pouco mais que paupérrima, depreende-se que o interesse do Governo em fazer funcionar o futuro investimento é muito reduzido. Ou então é apenas incompetente a gerir a coisa.

Investimentos como a ligação entre Guimarães e a (nova?) estação de Braga devia ser considerada tão essencial como a própria linha nova. Ou de ligar desde já Viseu à rede convencional. É que se Viseu é a maior cidade da Europa sem caminho-de-ferro, qual o sentido de lhe dar (seja lá quando for - 2030?) a Alta Velocidade sem a cidade ter ligação à rede? E, já que este é um projeto para as calendas, pelo menos assim os viseenses teriam comboio antes de 2030.

E apesar de eu criticar a ligação Lisboa-Madrid pelo Alentejo (seria muito mais lógica apenas uma ligação à Meseta, Aveiro-Salamanca, o tal T deitado), consigo perceber uma ligação em Alta-Velocidade entre Lisboa e o Porto. E compreendo a estação em Leiria. O que não compreendo é como uma cidade como Leiria, que teve nos últimos anos tamanho desinvestimento na ferrovia vá ter AV sem ter sequer ligação à linha do norte, sendo ainda necessário apanhar 3 comboios para ir até Lisboa. E Évora? Sem desmerecer a cidade, a única ligação ferroviária de que Évora dispunha até há poucos anos (3? 4?) era uma automotora que a ligava a Casa Branca a 30 km/h. Neste momento tem ligação a Lisboa com intercidades, mas quase não tem regionais. E também vai ter AV. O concelho de Évora tem 55.000 habitantes e vai ter AV. E mais não digo. Até a Póvoa tem mais população que Évora.


* Wikimapa, para estas e outras loucuras vossas.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- COMMENT: AUTHOR: vitorsilva [Visitante] DATE: Fri, 06 Mar 2009 09:26:53 +0000 URL: http://blog.osmeusapontamentos.com

viva,

a propósito deste tema do transporte ferroviário queria aproveitar para publicitar
o meu podcast “O Porto em Conversa” que nesta terceira emissão que vai ser gravada no próximo domingo (8-março) irá abordar precisamente o tema da ferrovia mais especificamente no norte de portugal.

os temas a abordar estão em http://oportoemconversa.wordpress.com/2009/03/03/conversa-com-antonio-alves-guiao/ e quem quiser contribuir para este debate só precisa de me enviar quais as questões que gostariam de ver abordadas.

vitorsilva
http://blog.osmeusapontamentos.com/

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 3/3/09 BASENAME: title-111 DATE: Tue, 03 Mar 2009 23:59:38 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOTAS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

* Português mais empregado que o galego ILG-RAG nas teses de doutoramento da USC:



* Muito curioso: na obscura categoria que escolhi para o coisas, 'generalista', sou o 19º blogue mais lido Portugal. Claro que, no cômputo geral, sou apenas 385º.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 12/12, 13h30, bahnhof (Salzburg) BASENAME: 12-12-13h30-bahnhof-salzburg DATE: Tue, 03 Mar 2009 23:48:37 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Numa manhã despachei Salzburg, e só cheguei agora ao comboio porque me lembrei de subir uma montanha. Pensava que ia morrer lá. Comecei a subida no centro da cidade, sabendo de antemão que ia andar muitos quilómetros. A subida foi bem, entre árvores altas e alguma neve. No topo havia um convento (imagino que franciscano, pois era o monte dos franciscanos), e depois era sempre a descer. E que descida! Mas depois de mudar a maneira como olhava para a neve, acabei por me divertir. Quando reparei que, com pés e mãos no chão, o perigo acabava e começava a diversão. É estranhamente divertido passar da vertigem passar da vertigem do deslizamento montanha abaixo à vontade à vontade do deslizar controlado. Adorei.

Tive também a solene oportunidade de, pela primeira vez, mijar para a neve. ?Don?t eat the yellow snow?, dizia o Frank Zappa.

Antes de entrar no comboio, comprei uma cerveja, a Stiegl, de Salzburg. É muito boa. Em Bratislava tinha comprado 2 cervejas Corgon, de meio litro. Só quando bebi a segunda é que reparei que tinha 10% de álcool. A Stiegl (que imagino ser ?????) é bem mais normal.

IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 2/3/09 BASENAME: title-108 DATE: Tue, 03 Mar 2009 00:42:19 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: AMIGOS CATEGORY: CARTAZ TAGS: ----- BODY:

* Força aí, valter:

o correio da manhã comemora os seus 30 anos nomeando algumas pessoas das mais variadas áreas da cultura, política e sociedade para um galardão de prestígio.
tenho a privilégio de estar nomeado na área da literatura.
na ligação acima econtram informação sobre o assunto e, fazendo registo no site (grátis), podem também votar nas vossas escolhas.
o prazo para participar acaba no dia 7 de março



* Força aí, Gonçalo:

Gonçalo M. Tavares nos 10 finalistas do ?Prix Cévennes Du Roman Européen 2009? ? Prémio para o melhor romance do ano publicado em França





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: título do ano 11 BASENAME: titulo-do-ano-11 DATE: Mon, 02 Mar 2009 15:08:11 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Antiga mineira chega aos 91 só a comer peixe

No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 1/3/09 BASENAME: title-107 DATE: Mon, 02 Mar 2009 10:53:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE TAGS: ----- BODY:

* No rio Douro existe apenas uma ponte (São João) a fazer a ligação ferroviária entre o norte e o resto do país. Com a Alta Velocidade a situação mantém-se, já que a ponte utilizada é a mesma. Ninguém percebe o errado de tudo isto.

E entre Lisboa e o Porto existe em quase toda a sua extensão duas linhas paralelas de caminho-de-ferro. Agora será construída uma terceira linha, sem que a linha contínua existente (linha do norte) tenha sido otimizada e sem que a(s) outra(s) linha(s) (linha do oeste + ramal da Figueira da Foz + linha do vouga) tenham ganho continuidade e uso real. Fico sempre com a ideia que dava para fazer muito mais trabalhando com o que já existe gastando muito menos dinheiro. O que se vê é o infeliz contrário.


* Medo.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 28/2/09 BASENAME: title-104 DATE: Sun, 01 Mar 2009 05:09:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: PÓVOA-VILA CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* Falavam no Público sobre Projecto "Casa no Gerês" distinguido nos EUA e em Israel e a M, matreira como sempre, logo percebeu que o interesse não residia na notícia em si mas na caixa de comentários. Ora vejamos:

Comentário 27.02.2009 - 18h46 - Anónimo, arquitecto desempregado
O projecto é sem dúvida excepcional... Só falta referir que foi feito á base de trabalho não remuneado ( ou melhor 200 euros por mês.. que somente servem para pagar alimentação nos dias de hoje). É assim.. a arquitectura portuguesa actualmente é feita á base da completa exploração dos jovens arquitectos que têm que aceitar qualquer condição de trabalho, quer a nível de renumeração quer a nível de horas de produção, para não estarem no desemprego. Mas que condição é esta?? De país de 3º mundo em que os que têm algum trabalho limitam-se a explorar aqueles que agora começam a sua carreira profissional

27.02.2009 - 20h01 - Anónimo, Lisboa
De facto, é como o meu colega (de profissão e de desemprego) diz. Mas a exploração atinge os jovens e os ditos mais experientes. Hoje em dia os anos de experiência não contam. Contam sim as propostas de trabalho por 7 dias da semana, com horários entre as 9.30/10/11 e as "até conseguir acabar o trabalho", com pagamentos de 600 euros mensais ou menos e sempre com aquela grande instituição - presente em todos os ateliers de arquitectura portugueses - que é o recibo verde. É como se todos já estivessem formatados para o mesmo: "Sabe como é, a crise está por todo o lado, nunca sabemos como é o dia de amanhã, no fundo todos estamos nesta situação. Até os sócios recebem a recibo verde, veja lá!!!!" O curioso deste "modelo" é que ele existe desde que me conheço como arquitecto já vai para 9 anos. E a crise de que se fala agora é um bocadinho mais recente...

27.02.2009 - 20h13 - Anónimo, (outro) arquitecto desempregado, Lisboa
Tanto que se fala na precariedade no trabalho e no combate aos recibos verdes... Apresento uma proposta ao Público: vão de atelier de arquitectura em atelier de arquitectura. Investiguem as condições de trabalho que têm. Vejam há quantos anos alguns trabalham a recibo verde e quanto ganham. Há uns anos veio a público uma notícia que falava num salário médio mensal de 2000 euros para arquitectos... Confirmem-no. Vão verificá-lo ao local devido. Porque isto dos prémios é muito bonito, mas se existe exploração por trás, já não tem tanta piada assim. Até porque, na maioria dos casos, são um ou dois arquitectos a ganhar o prémio e duas mãos cheias de explorados a fazer o trabalho a sério...

28.02.2009 - 09h18 - Arquitecto , no Estrangeiro
Com 26 escolas de arquitectura algum resultado tem de dar. Um deles e a emigracao de arquitectos porque e verdade nao ha trabalho para todos. Os estagios em Portugal sao pateticos: ou nao sao pagos ou sao simbolicamente pagos 100 euros/mes. Vamos ultrapassar qualquer pais europeu em numero de arquitectos por 1000 habitantes inevitavelmente e so resta uma solucao para isto: fechar cursos de arquitectura ou entao aceitar que se faz um curso de arquitectura para nao ter trabalho nessa area. A respeito do recibo verde - o qual e norma em muitos gabinetes de arquitectura - era bom que o Sr. Presidente da Republica desfizesse a asneira que criou quando foi primeiro ministro. A precariedade faz-se, e ele e o responsavel por esta.

Pelo meio, houve tempo para o habitual idiota de serviço:

27.02.2009 - 21h46 - Luis, Almada
Desculpem lá mas só se deixa explorar quem quer. Andar 7 anos a tirar um Curso, fazer um Estagio para ser Arquitecto e depois aceitar um salario baixo só faz sentido para 'artistas' e só lhe veste a pele quem quer

Quando o que se fala são as práticas laborais vigentes em todo o país na área da arquitetura, é óbvio que não é um caso de 'só se deixa explorar quem quer'. O caso é mais de 'se queres trabalhar em arquitetura em Portugal queres ser explorado'. O que este comentário revela é a coisa mais óbvia, que ninguém combate: os jovens arquitetos não são explorados por outra classe profissional má, sem escrúpulos. São, a maior parte das vezes, explorados por colegas de profissão.

Enquanto os arquitetos não olharem para este problema de modo a resolvê-lo e insistam em tentar resolver apenas os problemas pontuais do escritório não vamos lá. É a classe que tem de resolver isto - os arquitetozinhos e os outros.


* Em Viana, Câmara proíbe touradas no município. Óbvio que isto não significa nada num concelho onde, imagino, não há tradição de touradas e a praça de touros da cidade está para ser convertida noutra coisa qualquer. Mas começando por algum lado, iniciativas destas têm de partir dos sítios menos touradescos, e nunca seria uma vila ribatejana a começar movimento semelhante. Acho que a Póvoa de Varzim deveria ser a próxima. Fechada a praça de Viana, a Póvoa terá uma das praças de touros mais a norte. É ir por aí abaixo, proibindo a ignomínia. Defensor Moura,

Segundo disse, o Município segue, assim, o exemplo de 52 cidades e vilas do país vizinho e de outras três localidades francesas "que proibiram, também, a realização de touradas".

Mais interessante seria a ideia do "Concelho livre de eucaliptos". Obviamente que um movimento destes nunca começaria no Minho. Como sabem, o Minho é aquela região escondida atrás dos eucaliptos.


* Desde que alguém no Público inventou que as anteriores viagens do comboio demoravam 52 minutos entre a Póvoa e a Trindade, que os jornalistas deste jornal se lembraram de referir a baixa velocidade sempre que falam do metro. Como se tivessem esquecido o pormenor. O que raramente referem é que este era um projeto pensado para os tram-train, que só agora vão chegar. E que, quando eu era novo, a viagem entre a Póvoa e a Trindade demorava 55-56 minutos, que é o mesmo que demora agora, apesar de parar em muitas mais estações. Tirando o pormenor do ar condicionado, a ligação melhorou porque pára em mais estações e demora o mesmo e os veículos são mais modernos e seguros e etc. Existem ainda problemas com os expressos, que serão melhorados nos próximos tempos, e com a lotação nas horas de ponta, mas não há dúvida que o serviço melhorou. Só não vê quem tem má vontade.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: escrito à pressa BASENAME: escrito-a-pressa DATE: Fri, 27 Feb 2009 17:56:21 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

A ?pressa? parece-me um conceito que existe apenas na cabeça dos portugueses, mas destituído de relação com a realidade. O português conduz invariavelmente rápido porque tem sempre ?pressa? em chegar a algum lado, como se o chegar atrasado fosse coisa a evitar a todo o custo. Mas quando vemos que isto não é uma condição mas um estado, percebemos que quem se diz com ?pressa? já esteve com ?pressa? muitas vezes antes, e em todas essas vezes terá deixado pessoas à sua espera. Claro que também podemos argumentar que, se há tantos portugueses com ?pressa? que consequentemente chegam atrasados a encontros marcados, tanto quem marca como quem comparece chega atrasado com frequência. No entanto, o português que tem ?pressa?, tem já enraizada a ideia de chegar atrasado, e por isso pouco lhe importa se deixa ou não gente à sua espera. Se não fosse o caso, tomaria previdências para deixar de ser uma pessoa com ?pressa?, como sair antecipadamente, planear melhor o dia. Quem tem ?pressa? não é alguém que tem ?pressa? para não deixar alguém pendurado, mas pessoa que faz do deixar os outros pendurados um hábito. E um prazer, talvez.

E há muita pouca gente que tem ?pressa? real. Muito pouca gente acelera na autoestrada porque a mulher está grávida ou tem bilhetes para o teatro (depois da hora ninguém entra). Eu sei isto porque, como toda a gente sabe, os teatros andam vazios e a taxa de natalidade muito baixa.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 26/2/09 BASENAME: title-103 DATE: Thu, 26 Feb 2009 20:04:41 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PÓVOA-VILA CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA TAGS: ----- BODY:

* Póvoa de Varzim sem lei:

O presidente da Junta de Freguesia de Argivai, Póvoa de Varzim, terá ameaçado com "três tiros" os deputados da União Eleitoral de Argivai, na última Assembleia de Freguesia. O incidente podia ter terminado pior, não fosse o público presente ter conseguido segurar o autarca Adolfo Ribeiro.

Em resposta, explicou, ao JN, Domingos Silva, "o presidente da Junta disse, aos gritos: "Vocês são uns calhaus com dois olhos. Se tivesse aqui a 'p?.' dava-vos três tiros a todos".

Isto de chamarem 'autarca' ao homem é abuso.


* No ciberdúvidas, perguntas e mais perguntas e respostas sobre o galego.


* Na Galiza, e tudo no domínio do presunto (presumível, isto é), um rapaz, Jácobo Pinheiro, matou um casal homossexual por temer ser violado. Um dos homossexuais teria aproximado-se de Jácobo, nu, Jácobo não foi na cantiga, e o homossexual terá ido buscar uma faca. Jacobo tirou-lhe a faca e matou-o com 35 facadas. De seguida Jácobo terá matado o companheiro do referido homossexual, que fugira, com outras 22 facadas. No total, 57 facadas. Passadas algumas horas, depois do banho, Jácobo ateou fogo ao apartamento. Sentença judicial, através de um júri popular? Própria defesa.

Em Lazkao, Euskal Herria, um jovem, depois de uma bomba da ETA ter danificado o seu apartamento, desceu à mais próxima Herriko Taberna (bar ou centro social onde costumam reunir-se os simpatizantes da esquerda abertzale vasca) e atacou-a. Como agora ele encontra problemas em continuar a viver na referida terra, poderá ter de mudar de sítio ou necessitar de proteção policial. Alguns políticos do PP compreendem que o jovem, traumatizado, tenha vandalizado um lugar que não tinha nada a ver com o ocorrido.

A mensagem que perpassa tudo isto é clara: em Espanha, o discurso conservador e espanholista (muito presente nos meios de comunicação) defende que se matem homossexuais e se ataquem lugares com tendências não-espanholistas. A acompanhar.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 25/2/09 BASENAME: title-101 DATE: Wed, 25 Feb 2009 23:19:21 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

*

(obrigado ao Nuno e à Alice pelo apoio logístico)


* Corrupçãozinha:

?Não cometi erro nenhum, por isso hei-de continuar a fazer o que fiz até hoje?, assegurou um Domingos Névoa lesto a perceber o sinal da ?Justiça? portuguesa, depois do tribunal o ter condenado a pagar 5 mil euros de multa por ter dado como provado o crime de corrupção activa para acto lícito.



* A Decathlon tem bons preços mas, carambas, são sobreiros, senhor:

Projecto da Decathlon obriga a abate de uma centena de sobreiros

O que as Câmaras não compreendem é que, se forem mais exigentes para com os privados, eles reformulam os projetos e fazem melhor. E se acharem que a Câmara de Setúbal é exigente de mais, a Decathlon constrói num concelho vizinho e dá emprego lá. Somos todos portugueses, não? Algum dia há de acabar esta política das capelinhas.


* Paris, regionalização, reorganização e transportes.


*Merda. Estou no twitter.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 11/12, 19h45, pousada (Salzburg) BASENAME: 11-12-19h45-pousada-salzburg DATE: Wed, 25 Feb 2009 23:15:14 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Cheguei a Salzburg com uma vontade terrível de ir à casa de banho, e como cheguei tarde, vinha já decidido a ficar na pousada mais próxima da estação. É bem capaz de ser a pousada mais oportunista da pousada ? 16? sem pequeno-almoço. Aliás, tudo parece pago por aqui ? até no chuveiro hesitei. Mas uma coisa é boa ? a recepcionista. Muito boa. Parece saída das Marés Vivas, mas da versão de Inverno. Deus, como eu deliro com um bom par de mamas. Devo estar naqueles 95% da população que delira com mamas.

Já estou farto disto. Eu não vim para o IR para ter sexo, apesar das camisas na mochila. Apesar dos instintos estarem activos, só penso em ti. Aliás, já percebi o que tu queres que eu faça. Queres que te seduza, que te namore, que te vá buscar a casa e te leve de braço dado. Que te diga as coisas bonitas que mereces ouvir. Eu faço isso, claro. Não queres brusquidões, insensatez. Que as coisas levem o seu tempo.

Ou então percebi tudo mal, e apenas respondes às minhas mensagens por piedade ou comiseração.



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 11/12, 16h15, quim (para Salzburg) BASENAME: 11-12-16h15-quim-para-salzburg DATE: Wed, 25 Feb 2009 23:12:36 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Havia dois quins para Salzburg, um às 15h10 e outro às 15h33. O das 15h10 atrasou 20 minutos, e acabaram por chegar os dois ao mesmo tempo.





IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: TÍTULO DO ANO 10 BASENAME: titulo-do-ano-10 DATE: Mon, 23 Feb 2009 10:50:11 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Morreu atropelado em parque de hipermercado


No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: atualizações 22/2/09 BASENAME: title-100 DATE: Mon, 23 Feb 2009 00:33:27 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: GALIZA CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME TAGS: ----- BODY:

*



Segundo a unesco, o galego já não é uma língua ameaçada porque, como eles consideram o galego e o português a mesma coisa, a proximidade salva-os da extinção. Uma coisa bem vista (a de dizerem que a língua é a mesma) e outra claramente fantasista (a de nós os salvarmos do que quer que seja).

Curioso é também verificar que não consideram o mirandês uma língua mas um dialeto do asturo-leonês. Apesar da diferença de critérios em relação ao relatório anterior, é bom ver que na unesco há filólogos profissionais que dizem sem hesitações: nem o galego nem o mirandês são línguas - são dialetos - e é bom perceber essa objetividade.


* A Galiza é já uma região portuguesa - é ver o que vão fazer no Bolhão:

Em torno do mercado de frescos, surgirão as tasquinhas com pratos típicos de todo o país e da Galiza e lojas ligadas à venda de produtos tradicionais.

(negrito meu)


* É claro que pôr carros na nova ponte sobre Tejo é uma ideia aberrante. Via Menos1Carro.


* Ecovia ligará Caminha a Esposende em 2013:

Municípios de Caminha, Viana do Castelo e Esposende querem criar, ao abrigo do Polis do Litoral Norte, uma ecovia junto ao mar até 2013. Responsáveis aludem à proposta como "elemento de ligação" de todo o programa





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 19/2/09 BASENAME: title-99 DATE: Thu, 19 Feb 2009 23:51:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: AMIGOS CATEGORY: NORTE CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

*

Nova linha no Tua pode custar tanto como a barragem

Uma nova variante ferroviária pode orçar entre 30 e 300 milhões de euros, segundo vários especialistas

Um estimou em 90 milhões de euros a construção de uma via estreita de 31 quilómetros com travessas de betão e carril de 54 quilos por metro, com sinalização electrónica, contenções geotécnicas, muros de suporte e edifícios para passageiros. Metade desse valor, porém, seria gasto para vencer um desnível de 200 metros entre a estação do Tua e a cota da barragem, o que poderia implicar um sinuoso traçado de oito quilómetros.

Outro falou em 40 milhões de euros, tendo em conta que uma via estreita se adapta bem ao terreno e que a própria EDP terá de fazer vários caminhos de acesso à barragem durante as obras, alguns dos quais poderão ser aproveitados para neles se instalar os carris.

Um terceiro quadro da Refer referiu ao PÚBLICO que uma solução técnica possível para os primeiros quilómetros da variante seria um caminho-de-ferro de cremalheira, no qual os comboios têm uma roda dentada que "agarra" um trilho situado no meio dos carris. Linhas como estas existem há quase 200 anos nos Alpes funcionando sem problemas.
275 a 300 milhões

Um valor bem mais elevado - entre 275 e 300 milhões de euros - é apresentado por Manuel Tão, investigador em Economia de Transportes. Mas neste caso a proposta é mais ousada, pois este especialista sugere uma linha de via larga com parâmetros de velocidade entre os 100 e 120 km/hora que fariam diminuir o tempo de viagem entre Mirandela e o Tua de uma hora e meia para 30 ou 40 minutos. A solução técnica: um túnel helicoidal entre a estação do Tua e a zona planáltica, a partir da qual a linha seguiria até ao Abreiro retomando o traçado actual.

Manuel Tão, que fez os cálculos com base em projectos ferroviários dos Alpes suíços, diz que, mercê do túnel, os primeiros dez quilómetros custariam 200 milhões de euros, seguindo-se mais 15 quilómetros por um custo de 75 milhões.
Esta proposta não é inocente, admite, pois tem implícita a reconversão do resto da Linha do Tua de via estreita para via larga e o consequente prolongamento de Mirandela até Bragança e daí a Puebla de Sanabria, onde está prevista uma estação do TGV que ligará a Galiza a França, Madrid e Barcelona.
"Como obra pública a realizar numa zona de Objectivo I, seria elegível para financiamento comunitário a fundo perdido em mais de 70 por cento", diz, acrescentando que "pela primeira vez o interior de Trás-os-Montes seria inserido no sistema logístico nacional".

No Público.

Pelo menos um destes especialista é esclarecido. Não se vai (re)construir uma linha num terreno tão difícil apenas por causa da paisagem. Quem sequer considera a hipótese é, por assim dizer, estúpido (ou trabalha na refer). O que impede que a linha atual tenha sucesso?

Primeiro, liga o nada ao muito pouco. Liga o Tua a Mirandela, o que, juntos, dá bastante pouco. Se, por exemplo, ligasse o Porto a Mirandela, já faria mais sentido, o que ainda não é possível por a linha do Douro e a linha do Tua terem bitolas diferentes. A EDP terá de escolher - ou constrói a barragem e uma ligação em ferrovia nova ("o concessionário obriga-se a repor todas as vias de comunicação com as mesmas funcionalidades", diz o caderno de encargos), ou não constrói a barragem e fica tudo como está. Já no Douro aconteceu o mesmo, com a barragem da Valeira. A EDP construiu uma variante (incluindo uma ponte nova). Isto há 30 anos.

Continuando, a linha ganharia toda a validade se fosse reativada a ligação a Bragança. Porto-Bragança em ligação direta. Um sonho? Como exemplifica Manuel Tão, o prolongamento até Puebla de Sanabria tornaria o projeto candidato a fundos europeus até 70% a fundo perdido. Passa-se da solução tarefeira dos "especialistas" da refer para uma ligação que quase se autosustenta e teria todo o sentido.

Ao admitir a possibilidade de construir uma estrada em substituição da via férrea do Tua, a EDP faz uma leitura muito ampla do caderno de encargos quando este diz que "o concessionário obriga-se a repor todas as vias de comunicação com as mesmas funcionalidades".

De resto, foi isso que a empresa fez há 30 anos quando construiu não muito longe do Tua a barragem da Valeira. Nessa altura, a EDP pagou uma variante à Linha do Douro e uma nova ponte na Ferradosa para que o comboio pudesse continuar até ao Pocinho e Barca d'Alva.
Se os critérios de hoje fossem aplicados à época, a Linha do Douro teria ficado submersa pela barragem pouco depois do Pinhão, que seria agora a estação términus.

Até há pouco tempo a posição oficial da Refer sobre a barragem do Tua era a de que não tinha sido informada pela tutela de que parte da linha seria submergida, pelo que prosseguiria com o seu plano de investimentos. Respondendo recentemente ao PÚBLICO, a empresa recuou e limitou-se a dizer que não era oportuno falar sobre este assunto nesta altura. Gilda Sousa, da EDP, admitiu que terá havido contactos "informais" entre aquela empresa e a EDP que contribuíram para que se chegasse ao valor de 150 milhões de custo para a construção da variante.

Mas o PÚBLICO apurou que chegou a haver, a pedido da EDP, uma reunião com a Refer para que esta autorizasse a realização de prospecções geotécnicas na margem esquerda do Tua, que incluem rebentamentos e construção de galerias na zona da via férrea. Contudo, tal não foi ainda efectuado.


Também no Público.

Outra das razões que levou ao afastamento das populações (e dos turistas) desta linha foi a ideia de insegurança, garantida pela incúria da refer ao longo dos últimos anos na manutenção da linha. Espera-se que a morte não morra solteira neste caso.


* Se morasse no Porto, poderia cumprir um sonho antigo - não votar em Rui Rio:

Elisa Ferreira apresenta candidatura ao Porto


* Ando a ponderar com relativa seriedade deixar de ser amigo do Vasco - aparece numa revista (ou livro) por semana. Se deixar de ser amigo dele, deixo de sentir a obrigação de o noticiar. Já agora, parabéns e saudades muitas.


* Os precários do norte têm agora uma página só para eles. Infelizmente.


* Quem disse que Torres Vedras é uma terra atrasada? Até já lá têm censura:

Ministério Público proíbe sátira ao Magalhães no Carnaval de Torres Vedras

O presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Miguel, foi surpreendido ao início da tarde com um fax do Ministério Público no qual era dado um prazo à autarquia para retirar o conteúdo sobre o computador Magalhães, que fazia parte do ?Monumento?, onde apareciam mulheres nuas. ?Achamos que pela primeira vez após o 25 de Abril temos um acto de censura aos conteúdos do Carnaval de Torres?, lamentou o responsável, em declarações à Antena 1.

Via Luís Silva.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 18/2/09 BASENAME: title-97 DATE: Wed, 18 Feb 2009 23:11:44 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

* José Saraiva Martins, cardeal (ainda não percebi se é uma ave ou um alto dignatário da igreja católica) :

A homossexualidade não é normal, temos que dizê-lo (...) Não é normal no sentido de que a Bíblia diz que quando Deus criou o ser humano, criou o homem e a mulher. É o texto literal da Bíblia, portanto esse é o princípio sempre professado pela igreja.



Aqui, em vídeo.


* É para já:

O ministro da Cultura, José António Pinto Ribeiro, revelou ontem que o novo Acordo Ortográfico deverá entrar em vigor no primeiro semestre de 2009.

Estamos em conversações com os outros países da CPLP para ver se encontramos uma data para o adaptar nos documentos oficiais, nas imprensas nacionais e que os diários oficiais [no caso português o Diário da República] dos vários países passem a adoptar a ortografia do novo Acordo Ortográfico.




* Obama chu-chu (sugestão do Nuno):





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações (a mais) 17/2/09 BASENAME: title-96 DATE: Wed, 18 Feb 2009 00:17:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: NORTE CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: URBANISMO DE PONTA CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* No Seixal, aquicultura:

O projecto de piscicultura autorizado em 2006 para 17,3 hectares do Sapal de Corroios já está a avançar no terreno. O Grupo Flamingo, defensor do ambiente, avisa que será destruído o principal ecossistema do concelho do Seixal.

"Enquanto temos pisciculturas no Sado a serem vendidas e a falir, não se percebe porque se destrói esta zona sensível", adverte o ambientalista Paulo Gomes, frisando que o despacho do secretário de Estado do Ambiente, datado de 2003, que exigia a reposição do sapal no seu estado natural, nunca foi cumprido.

"É talvez das únicas áreas do concelho a preservar. Estamos a falar de 1% do concelho. É um ecossistema importante", enaltece Paulo Gomes, lembrando que a associação está apenas contra a localização do projecto - que chegou a ser embargado em 2001 - e não contra a piscicultura.

Os ambientalistas acusam ainda a empresa Viveilis - Viveiros de Peixe, Lda., a quem foi cedida uma licença de exploração por dez anos, de ter construído uma barragem que irá secar e destruir o coberto vegetal, um facto que é desmentido pela empresa.

"O viveiro estava arrombado e nós tivemos de o fechar, porque de outra forma não funciona. Agora estamos a recuperar os muros para poder trabalhar. Não estamos a destruir o coberto vegetal e não vamos fazer mais construções", assegurou, ao JN, Francisco Pinto, da Viveilis, que prevê arrancar com a produção em Abril.

Com o intuito de desenvolver um habitat natural, a empresa apresentou recentemente um novo projecto, que inclui a criação de dois charcos para patos, um tanque de pousio e um observatório de aves para a população. "Metade do tanque, por exemplo, vai ser vedado para o caso de as aves querem nidificar e o resto fica para pousarem", descreve Francisco Pinto.



* Como os condutores de automóvel se adoram (mas não suportam estar parados no trânsito lado a lado), alguns já andam de metro e de autocarro:

Fuga ao trânsito na Baixa encheu metropolitano

O corte de trânsito no Terreiro do Paço e na Avenida Ribeira das Naus, em Lisboa, não mergulhou a cidade no caos, como esperavam os pessimistas. O trânsito fluiu, mas também houve mais pessoas a recorrer ao metro.

A fuga ao primeiro dia das alterações no trânsito traduziu-se num aumento de utilizadores do metro. Só as estações de Sete Rios e da Praça de Espanha tiveram mais 10% de passageiros. Quanto à Carris - que prometeu um balanço para amanhã - verificou um aumento de velocidade nos corredores BUS. "É fundamental manter a mesma atitude de procurar caminhos alternativos e usar os transportes públicos. Não pensem que afinal dá para passar", alertou António Costa.



* O metro avança para sul:

Metro chega a Vila d'Este em túnel

Ligação com 3,8 quilómetros entre Santo Ovídio e aurbanização concluída em 2013. Interface fica no hospital

O metro chegará a Vila d'Este em túnel dentro de quatro anos. O prolongamento da linha Amarela em Gaia entre a rotunda de Santo Ovídio e aquela urbanização terá 3,82 quilómetros, mas só um terço do traçado será enterrado.



* Em Mirandela decide-se (se o comboio, se a barragem):

A maioria dos deputados municipais de Mirandela (57) votou, esta segunda-feira, favoravelmente a realização de um referendo local sobre a manutenção da linha ferroviária do Tua, ratificando a decisão do executivo da autarquia, há um mês.



* Bom Jesus, Penha e Santa Luzia - favelas dos ricos:

Favela dos ricos vai tornar-se "repulsiva"

Estudo da Universidade do Minho sobre Bom Jesus é demolidor

O crescente "enfavelamento" das urbanizações de luxo na Encosta do Bom Jesus pode tornar o local "repulsivo" e até "conflituoso". Este é o alerta preliminar de um estudo desenvolvido na Universidade do Minho.

A investigação, que junta o geógrafo urbano Miguel Bandeira, o sociólogo Carlos Veiga e a arquitecta Patrícia Veiga, vai estender-se também à Encosta da Penha, em Guimarães, e ao Monte de Santa Luzia, em Viana do Castelo, naquele que pretende ser um contributo para o ordenamento do território, a partir doNoroeste.

Numa primeira fase, foi estudado o fenómeno de Braga naquela que ficou conhecida como a "favela dos ricos", devido à predominância de moradores. As conclusões preliminares são demolidoras.

"Ao aumentar o enfavelamento, começam já a surgir litígios entre os vizinhos. Mais construção significa mais caos e, ao tapar as vistas ou invadir o território do outro, a mais-valia que levou à escolha daquela área desqualifica as expectativas dos primeiros locatários", explica o geógrafo urbano, que acusa ainda a proliferação de vivendas de segunda linha, em banda, que surgem de uma cada vez mais elevada densidade de construção.

"Onde cabe, constrói-se. Tudo isto vai gerar níveis de conflitualidade, tornando-se até repulsivo para os que lá moram", prevê, relembrando que o projecto científico, desenvolvido a partir de 50 inquéritos não tem um objectivo "moralizador", mas pretende ser um alerta académico para os decisores no que toca à deterioração previsível da qualidade de vida na colina, já por si acusada de ter arrasado um dos poucos pulmões da cidade.

A "favela dos ricos", caracterizada pela construção assente em antigas quintas, cujo cadastro de caminhos rurais foi mantido, mostra já os seus efeitos negativos, com a confusão na gestão do tráfego. "Já não circulam por aqui tractores, o desenho das ruas devia ter sido pensado", diz. Há também riscos inerentes a ter em conta, nomeadamente a pavimentação de uma linha de água, que poderá ser "terrível", no caso de um desastre natural.

Os autores referem que a construção naquela área teve custos sociais, para fazer chegar ali acima o saneamento, a luz, o que por si só justificaria um planeamento cuidado. Equação que devia estender-se às preocupações ambientais. Os moradores, maioritariamente na casa dos 50 anos, filhos de uma geração de operários, têm "bons salários", e conseguiram a ascenção social à custa de uma carreira. Conceberam eles próprios as casas (com áreas superiores a 350 m2), "subjugados à imagem e não à eficiência". "Os arquitectos apenas cumpriram o que foi idealizado. Não houve sensibilidade ambiental na concepção. Por exemplo, os jardins de tipo canteiro não compensam a perda da vegetação exuberante da Serra de Espinho", continua.

Para Carlos Veiga, o fenómeno de migração para as colinas, e consequente abandono do centro urbano, promove uma certa "cultura de isolamento". "Não há relações de vizinhança, nem sentido de comunidade. Devido ao capital escolar dos moradores, 80% dos quais são licenciados, podia haver um certo rendimento para a freguesia, mas não se verifica", esclarece.



* Em Matosinhos, novos índices de construção para zonas onde não é suposto construir-se:

Quando for aprovada, a redução do índice de construção de 1 para 0,7 será válida no território urbanizável fora dos planos de Urbanização e de Pormenor ou de zonas ditas "consolidadas" (significa que, onde já existem prédios altos, vão continuar a surgir construções da mesma altura, uma vez que - alegam os serviços camarários -, um imóvel mais pequeno prejudicaria a harmonia dessa zona).

Guilherme Pinto quer redução de 30 por cento, para 0,7, do índice de construção em áreas sem direitos adquiridos

(negrito meu)



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 16/2/09 BASENAME: title-95 DATE: Mon, 16 Feb 2009 23:43:57 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

* A autoestrada é a principal causa de morte de caminho-de-ferro no país:

25% more motorways and 4% fewer railway lines in the EU

Motorway density 6 times higher in the EU than in the CEC countries

The length of the motorway network in the EU grew by more than 25% between 1990 and 1999 to total nearly 50 000 km in 1999. As for the length of the rail network, it contracted by 4% in the 1990s and by 1999 was just under 154 000 km.

Motorway density1 in the EU in 1999 was six times higher than the average observed in the Central European candidate countries (CEC)2. On the other hand, the density of the rail network was a quarter less. This information comes from a report3 on the development of transport infrastructure in Europe published today by Eurostat, the Statistical Office of the European Communities in Luxembourg.


É como repara (e bem) o MC. Entre 1990 e 1999, fomos o país da UE27 (mais Suíça e Noruega) com maior crescimento de auto-estradas (cresceu 4 vezes) e maior decréscimo de ferrovia (menos 22 por cento).

Não sei se estes números descreverão de forma fidedigna a redução do caminho-de-ferro em Portugal, visto o encerramento de ferrovia ter ocorrido principalmente nos anos 80 , mas não deixa de ser preocupante. Há que também entender que éramos dos países com menos autoestradas em 1990. O que não desculpa a tendência, positiva e negativa.


* Alguma coisa boa há de ter o excesso de poluição:

Lisboa e Porto vão ter faixas especiais para carros com mais de um ocupante





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 13/2/09 BASENAME: title-94 DATE: Sat, 14 Feb 2009 06:31:26 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

* A Velocidade Elevada começa na Trofa:

Governo quer inaugurar variante da Trofa em 2010

Trata-se da construção de 3,5 quilómetros de ferrovia, num prazo previsto de 15 meses, com um troço em viaduto e outro em túnel, que encurta em 500 metros o traçado. Uma empreitada no valor de 24,5 milhões de euros, incluindo a construção da nova estação da Trofa que, para além de uma área comercial, terá também estacionamento para 170 veículos e interface para metro, autocarro e táxis.

A primeira fase da intervenção passa pela construção de um túnel de 800 metros, iniciada em Janeiro de 2008. Segundo Ana Paula Vitorino, nesta altura faltam ainda 200 metros de túnel e o mesmo deverá completar-se "em Janeiro de 2010". No total, e conforme os números avançados pela governante, as primeira e segunda fases vão custar cerca de 65,7 milhões de euros.

Ana Paula Vitorino salientou os benefícios que esta obra trará às linhas do Minho e de Guimarães e ao ramal de Braga. "Melhora a regularidade e os horários, reduz os tempos de percurso e aumenta a oferta de comboios", sintetizou. Também os trofenses vão sentir melhorias, segundo a secretária de Estado: "Permite a requalificação urbana e reforça drasticamente a intermodalidade e a qualidade da mobilidade urbana."

Já no plano nacional e internacional, esta obra terá um papel decisivo na concretização do projecto de alta velocidade que o país quer colocar nos carris em 2013. "A melhoria das condições operacionais da Linha do Minho, viabilizadas pela variante da Trofa, são também imprescindíveis para assegurar a concretização da primeira fase da ligação de alta velocidade Porto-Vigo", explicou Ana Paula Vitorino. A governante lembrou que a ligação entre estas duas cidades do Noroeste peninsular passará a demorar uma hora, em vez das actuais três horas e meia.

(negrito meu)

É bom ver que a nova estação da Trofa será intermodal com o metro, que chegará nos próximos anos. De lembrar que a ferrovia a implantar será eletrificada e terá travessas polivalentes, o que significa que suporta os comboios atuais (bitola ibérica) e os comboios futuros (bitola europeia). A Linha do Minho entre o Porto e Nine e a ligação desta a Braga serão reaproveitadas (através da substituição das travessas e de obras pontuais) para a nova ligação ferroviária Lisboa-Corunha. É o único troço desta ligação que irá utilizar linhas existentes.

Noticiado no Público. O mesmo, no JN.





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 12/2/09 BASENAME: title-93 DATE: Fri, 13 Feb 2009 03:28:28 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

O concurso para a empreitada da extensão da linha do metro do Porto até à Trofa será lançado "durante o mês de Março", anunciou a secretária de estado dos Transportes.

A extensão da linha de metro do Porto até à Trofa será feita em via dupla, custará 140 milhões de euros, terá onze quilómetros de extensão e oito novas estações.

No JN.




tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 11/2/09 BASENAME: title-91 DATE: Thu, 12 Feb 2009 00:51:29 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA TAGS: ----- BODY:

* Afinal eu tinha razão.


*

Se não houvesse AO nós corríamos o seríssimo risco, não só da pulverização da língua portuguesa, como de aqui a trinta ou quarenta anos sermos, com todo o respeito, os galegos da língua portuguesa.


José Mário Costa, falando sobre o Acordo Ortográfico. Os galegos, já se sabe, ainda são os galegos da língua portuguesa.



* Em Setúbal, o corte de sobreiros tem utilidade pública:

A Associação Nacional de Conservação da Natureza (Quercus) não conseguiu evitar o abate de mais de 1300 sobreiros, que foi autorizado pelo Governo para a construção de uma urbanização em Setúbal. A Quercus avançou com uma providência cautelar, mas as arvóres já tinham sido abatidas.




tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: TÍTULO DO ANO 9 BASENAME: titulo-do-ano-9 DATE: Wed, 11 Feb 2009 16:00:54 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Vírus da bofetada atinge alunos



Mais um, que tem piada exatamente por ser fidedigno. No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Damorcracia BASENAME: title-90 DATE: Wed, 11 Feb 2009 15:38:18 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOVAS DA GALIZA CATEGORY: LÍNGUA TAGS: ----- BODY:

Frente à questão ?qual a maior demonstração de amor??, a cada um surgirão respostas específicas. O amor não descreve nada de concreto, mas antes uma ideia. Como carece de definição exata, tem em cada cabeça materialização própria. Se uns dirão que mostrar amor é apoiar a pessoa amada na doença, seja, é uma definição. Outros poderão dizer que o amor é arriscar a própria vida por essa pessoa especial. Ambos estão corretos, semelhantes no seu altruísmo. E se eu por norma considero o amor como sentimento egoísta, hoje vejo-o como coisa útil, desinteressada. Se me perguntarem qual o amor que mais invejo, eu respondo: é o seguir em frente. Não pura e simplesmente o esquecer, mas antes o respeitoso acatar da democracia. A aceitação da livre-escolha.

Com imagens, talvez. Imagine-se um casal intensamente apaixonado, que se separa por decisão da mulher. O homem, despeitado, continua insistindo por meses, mesmo percebendo que pouco ou nada resta do que os uniu ? apenas o seu ?amor? por ela. Quando ela vai viver com outra pessoa o homem pára e percebe que tudo acabou. Mas o que fazer com o ?amor? que ainda pulsa dentro de si? É então que entende que o amor é ter, mas é também prescindir de. E não há maneira mais bela de demonstrar o amor que o ?deixar seguir?.

Como nas relações, também os países deviam unir-se e separar-se por amor. Se a democracia não é amor, então é ódio e engano. A Alemanha voltou a ser uma. A Checoslováquia separou-se e o amor ficou. Na Iugoslávia o oposto. Não se separando por amor, a morte e a destruição tomaram-lhe a vez. Na Coreia, a separação pode tornar-se efetiva ? e aí não haverá amor que os salve.
E por todo o mundo surgem laivos de esperança. Possibilidades de substituição da tecnocracia pelo amor. Na Dinamarca e no Canadá o divórcio (independência de regiões) é permitido, e os votos começam a falar por si. Talvez algum dia o Quebeque e a Gronelândia sejam países independentes. Diferentes línguas, culturas ou etnicidades poderão dar belos casamentos, mas também podem ser a causa de genocídios sem nome.

E isto tudo por causa do Estado espanhol e da (imbecil) proibição do referendo autonomista basco. O Governo de Madrid considera-o inconstitucional e, consequentemente, proibido. O que têm de perceber é muito simples: quando acaba o amor, o ódio pode muito bem surgir em seu lugar. E permanecer.


publicado no Novas da Galiza de Janeiro

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 10/2/09 BASENAME: title-87 DATE: Wed, 11 Feb 2009 00:05:05 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME CATEGORY: FOTOS CATEGORY: TERRA CATEGORY: IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

Guilherme Pinto garante que futuro retail na Via Norte não vai dificultar o trânsito

Empreendimento terá uma área bruta locável de 40 mil metros quadrados. Vai acolher
16 lojas, divididas por dois pisos, e um parque de estacionamento para 2000 viaturas

O presidente da Câmara de Matosinhos, Guilherme Pinto, garante que o futuro Matosinhos Retail Park, que deverá nascer junto à Via Norte, próximo da confluência entre as estradas nacionais 13 e 14 (em frente à Estalagem Via Norte), não vai colocar dificuldades ao intenso tráfego rodoviário. "Tenho a certeza absoluta de que não afectará o trânsito na Via Norte", afirmou ontem Guilherme Pinto, no final da reunião privada do executivo da Câmara de Matosinhos.
A convicção de Guilherme Pinto baseia-se no facto de estar prevista a construção de mais uma faixa de rodagem na EN13, que passa assim de três para quatro. Além disso, o actual tramo de inversão de marcha será substituído e incorporado numa rotunda desnivelada sob a futura plataforma da EN13.

Na reunião de ontem foi aprovada a "desafectação" de 13.247,80 metros quadrados de terrenos integrados na Rede Ecológica Nacional (REN), que servirão para construir os acessos ao retail. A votação mereceu votos favoráveis da maioria PS e do CDS, que esteve representado por Filipe Melo e não por Paulo Coutinho, como é habitual. PSD e PCP votaram contra.

Um dos argumentos que mais seduzem Guilherme Pinto é a previsão de o futuro espaço comercial vir a criar 2300 postos de trabalho, dos quais 1800 directos e 500 indirectos. Este investimento de 40 milhões de euros terá uma área bruta locável próxima de 40.000 metros quadrados, prevendo-se a construção de 16 lojas em dois pisos e um estacionamento com 2000 lugares.
Nesta altura, está a ser elaborada a declaração de impacte ambiental do projecto. Falta ainda que a "desafectação" da parcela integrada na REN seja aprovada pela Assembleia Municipal de Matosinhos para que, depois, o processo siga para a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, que dará um parecer vinculativo.

Para Guilherme Pinto, "estas grandes superfícies têm muito pouco impacto a nível do comércio local". O autarca recordou ainda que, em 1998/99, foi aprovado para aquele mesmo local um projecto de loteamento que previa a construção de um hipermercado Feira Nova e de um edifício para escritórios. O projecto ter-se-á então gorado por os promotores não aceitarem construir as infra-estruturas de acesso.

Em declarações ao PÚBLICO, Nelson Cardoso explicou por que é que os vereadores do PSD votaram contra a "desafectação". "A câmara vai sempre a reboque dos promotores e nunca é ela a definir o plano económico para o concelho", aponta. Por outro lado, o social-democrata não percebe a razão de instalar a futura superfície comercial naquele espaço, quando há áreas em Matosinhos mais vocacionadas para esse fim. "É incrível que seja necessário fazer o retail num terreno em que um terço do total está em REN, quando há terrenos em Matosinhos destinados à actividade industrial e já resta muito pouco de área ecológica".

"Relevante interesse privado"

Também o vereador do PCP, Honório Novo, considerou, em comunicado, que o futuro retail é "um empreendimento privado que nada acrescenta de novo e que poderá ter mais impactos negativos no tecido económico e social". O vereador recorda que o projecto "pretende utilizar 40.000 metros quadrados de nova área comercial, dos quais mais de 25 por cento, isto é, mais de 10.000 metros quadrados, estão situados em REN, bem ao lado do Rio Leça".

Ao contrário dos serviços da autarquia, que consideram o Matosinhos Retail Park um projecto de "relevante interesse municipal", Honório Novo atribui outro tipo de interesse à natureza do empreendimento: "Um relevante interesse privado, mas este é um interesse que não se pode sobrepor ao interesse colectivo dos cidadãos de Matosinhos."


(negrito meu)



Noticiado no Público. Como dá para perceber facilmente, no terreno referido existiam já construções. O que a Câmara de Matosinhos quer permitir é que o empreendimento se faça sem quaisquer condicionantes, de modo a não deixar o investimento escapar. Quem constrói dois pisos pode perfeitamente construir 3, e assim não destruir área de REN. É olhar para a imagem de cima - já não sobra muita floresta na zona.

O nosso território está a saque desta maneira, que qualquer empresário pode chegar e tomar? É mesmo esta paisagem que pretendemos oferecer aos nossos filhos?






tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: título do ano 8 BASENAME: titulo-do-ano-8 DATE: Tue, 10 Feb 2009 01:25:24 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Sexo na cadeia entre mulher e homicida de marido leva guardas a tribunal



O mais engraçado é que é mesmo verdade. No JN.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 9/2/09 BASENAME: title-85 DATE: Tue, 10 Feb 2009 01:20:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: TERRA CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: URBANISMO DE PONTA CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA TAGS: ----- BODY:

* Na Galiza, o direito de manifestação está dependente da língua falada. Não, não uso de frases feitas ou panfletárias, mas da estrita verdade. Se os polícias reparassem que alguém falava galego, não lhes davam acesso à praça da Quintana, onde se realizava a manifestação da Galicia Bilingüe. Ou então, apenas lhes davam porrada, como se distribuíssem prendas. Vídeos aqui, aqui, aqui e pela rede.


* A verdade é que ia apenas publicar parte da notícia, mas não consigo excluir o que quer que seja de tamanha burrada. O urbanismo em Portugal não é apenas uma atividade estritamente arbitrária - é também uma atividade humorística:

Viaduto novo vai abaixo
Ponte sem saída demolida após oito anos de obras

Com oito anos de construção e dois milhões de euros depois, a Câmara de Vila Franca de Xira vai demolir o viaduto do Forte, uma ponte cuja altura foi mal calculada, não tendo saída de um dos lados por embater numa serra.

A operação irá custar aos cofres do município cerca de 100 mil euros, mas colocará um ponto final numa construção que da polémica nunca conseguiu escapar, desde que começou a ser edificada em 2001. Fonte do município adiantou, ao JN, que "não está ainda definida uma data para o demolição do viaduto, entre o Forte da Casa e a Póvoa de Santa Iria". A Câmara pretende recuperar aquele montante com os licenciamentos urbanísticos que vierem a ser realizados numa das freguesias.

Além de desembocar num morro de terra, onde moram milhares de pessoas, o viaduto entre aquelas freguesias foi embargado pelo então Instituto de Estradas de Portugal, alvo de relatórios do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), surgiu em áreas de redes agrícola e ecológica, merecendo uma providência cautelar por tal e - já em desespero de causa - de forma a solucionar a ausência de uma saída, obrigou à desmatação da encosta da serra, de forma a que fosse criada uma estrada que conduzisse ao cimo da serra.

Obra teve sempre apoio técnico

A construção consistiu na contrapartida de um promotor imobiliário, José Maria Duarte Júnior. Em troca o município licenciava as futuras edificações que surgissem na terceira e quarta fases do Forte da Casa [a Norte da freguesia].

Apesar de fiscalizada pela empresa de segurança Geotest, rapidamente se percebeu que não teria qualquer saída, colocando-se a hipótese de abrir uma túnel na colina. O que tornaria instáveis as urbanizações ali localizadas.

Meses depois, as graves falhas técnicas levaram a obra a ser embargada pelo Instituto de Estradas de Portugal (IEP). Construtor e Câmara optaram por rodear o morro, abatendo árvores centenárias inseridas numa área de Reserva Ecológica Nacional (REN).

A decisão criou uma estrada com mais de 15 graus de inclinação [acima do permitido pela legislação] e uma curva acentuada, chocando numa área de servidão do aeroporto de Lisboa.

Ao JN, em 2006, Ramiro Matos, o vereador do Urbanismo garantiu que a colocação de um pavimento anti-derrapante e barreiras sonoras, acompanhadas de mais terraplanagens, resolveria parte dos obstáculos criados. Com uma altura de 50 metros, o viaduto viria ainda a causar uma grave inundação numa habitação existente perto da ribeira que corre por debaixo da infra-estrutura.

O cenário acabou por levar a uma auditoria do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) - da qual não se conhecem as conclusões - e a queixas do movimento de cidadãos de Vila Franca de Xira, o Xiradania, ao Ministério Público, ao Ministério do Ambiente e à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional , devido à falta de pareceres [ver ao lado declarações do jurista Fernando Neves de Carvalho, rosto do movimento]. Paralelamente, a Câmara declarava o viaduto de Interesse Público Municipal, de forma a desanexar os terrenos de REN.

Segundo a presidente Maria da Luz Rosinha após a demolição "será encontrada outra solução de acesso no âmbito do alvará de urbanização", já previsto pelo Plano Director Municipal. O viaduto que se segue poderá ficar perto do actual mas, desta vez, mais alto.


Aqui uma foto da referida obra. Em baixo, um googlearth da coisa:




* A machadada final na credibilidade linguística do Público: na capa do P2, falavam de um país chamado Portugual.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 8/2/09 BASENAME: title-84 DATE: Sun, 08 Feb 2009 23:54:07 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

* A novela continua:

EDP aceita fazer linha férrea alternativa à do Tua mas só se o Governo a pagar


No Público.

Isto de Ana Paula Vitorino a dizer durante tanto tempo que a ligação nova seria feita porque estava no caderno de encargos e afinal esta ligação não faz parte do referido caderno, isso é que não. Obviamente que nunca leu o caderno de encargos.


* Escrevo aqui muita merda sobre o Acordo Ortográfico. Claro que, depois deste vídeo, não interessa falar mais.

Encontrado nos blogtailors.



* Futura Paisagem Protegida do Litoral de Vila do Conde:

Regulamento Paisagem Protegida em discussão
Diário Digital, 4 de Fevereiro de 2009

A proposta de regulamento da Paisagem Protegida do Litoral de Vila do Conde, que integra a Reserva Ornitológica do Mindelo, será submetida a discussão pública a partir da próxima semana, revelou hoje a Junta Metropolitana do Porto (JMP).

«A discussão pública da proposta de regulamento deve ter início durante a próxima semana, prolongando-se pelo período de um mês», salientou Emídio Gomes, responsável por este processo na JMP, em declarações à Lusa.

A proposta de regulamento, aprovada na última reunião da Junta Metropolitana do Porto, vem concretizar um desejo antigo dos ambientalistas, no sentido de proteger a área da Reserva Ornitológica do Mindelo, que foi a primeira do género a ser criada na Europa.

Para assegurar que o regulamento da Paisagem Protegida do Litoral de Vila do Conde obtenha «o máximo consenso possível», Emídio Gomes revelou estar a estudar a possibilidade de convocar um «grande debate público» com os autores das principais propostas que vierem a ser apresentadas durante o período de discussão pública.

Depois desta fase, a versão final da proposta será remetida para a Assembleia Metropolitana do Porto, para aprovação.

A Paisagem Protegida do Litoral de Vila do Conde abrangerá uma área com cerca de 380 hectares, entre a foz do Rio Ave e a foz do rio Onda, no limite com o município de Matosinhos, estendendo-se para o interior quase até à linha do Metro do Porto.

A maior parte da área da nova zona classificada, cerca de 70 por cento, corresponde à actual Reserva Ornitológica do Mindelo, criada em 1957.

Esta foi a primeira área protegida instituída em Portugal, além de ter sido também a primeira reserva ornitológica da Europa, abrangendo inicialmente uma área de 411 hectares, posteriormente alargada para 594 hectares.

A área da reserva, atravessada por duas ribeiras, inclui dunas, zonas húmidas, manchas florestais e campos agrícolas, numa diversidade de habitats que permite albergar um grande conjunto de espécies animais, constituindo um refúgio essencial para aves migratórias.

Esta zona, onde já foram observadas 153 espécies de aves, é também um importante refúgio para os anfíbios, sendo possível ali encontrar 14 das 17 espécies nacionais de anfíbios, entre as quais o tristão palmado, que é o anfíbio mais raro em Portugal.

A proposta de regulamento que vai entrar em discussão pública determina que a nova paisagem protegida será gerida pela Câmara de Vila do Conde, «que afectará meios humanos e materiais e efectuará os investimentos necessários» aos objectivos da área protegida.

Os órgãos da paisagem protegida são o Conselho Directivo e o Conselho Consultivo.

O Conselho Directivo, cujo presidente é indicado pela JMP por proposta da Câmara de Vila do Conde, incluirá representantes da Área Metropolitana do Porto, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, Instituto de Conservação da Natureza, Região Hidrográfica do Norte e Universidade do Porto, além de «um cidadão de reconhecido mérito designado pela Câmara de Vila do Conde».

Quanto ao Conselho Consultivo, a sua composição inclui representantes da Assembleia Metropolitana do Porto, Assembleia Municipal de Vila do Conde e juntas de freguesia de Azurara, Árvore, Mindelo, Vila Chã e Labruge.

Integram ainda este órgão, representantes da Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, de instituições representativas dos interesses sócio-económicos e de organizações não governamentais de ambiente com intervenção na área da paisagem protegida.

A proposta de regulamento define ainda como actividades interditas na zona protegida, entre outras, o lançamento de águas residuais sem tratamento, extracção de areias, prática de campismo e caravanismo, caça e colheita, captura, abate ou detenção de exemplares de espécies vegetais ou animais sujeitas a protecção.





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 11/12, 15h, Banhof (Linz) BASENAME: 11-12-15h-banhof-linz DATE: Sun, 08 Feb 2009 22:59:14 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Acabei agora de visitar a cidade. Há pouco, na montra dum fotógrafo, vi as fotos duma mulher entre os 30 e os 45. Seios cheios, atitude provocante. Depois daquela montra todas as mulheres me parecem apetecíveis. Por falar em tesão, durante a exposição no Kunstmuseum tive de me chegar às paredes por várias vezes. É que não estou habituado a usar boxers, e às vezes torna-se desconfortável.

Bratislava outra vez. O jogo tinha acabado, assim como a carreira europeia do Porto. Mesmo assim, virei-me para o lado e perguntei à pessoa mais próxima de mim ?Então acabou? O Porto já não joga mais este ano?? Só então vi que estava a falar com um mulato com um ar todo fodido, ligeiramente a rir-se. ?João?? ?Eh eh eh.? ?Foda-se, como é que me encontraste? Não me digas que não me tinhas visto?? Foi mesmo coincidência. Ele e dois amigos eslovacos tinham decidido ir ver a segunda parte ao estádio. Apanharam um táxi e conseguiram bilhetes a 5 euros. Um dos amigos do João bem que usava um cachecol do Porto (ele era fã do Inter Bratislava), mas não deu em nada. Eu tinha combinado com o João ir para os copos depois do jogo, mas já tinha desistido da ideia, estava encharcado e só queria cama. mas eles estavam ali, e acabamos num pub perto do estádio. Já imaginava que os eslovacos bebiam valente (em que mais se iam entreter?), mas nada assim. Ao todo terei bebido quatro shots e dois copos altos de vinho quente, para além das duas budweisers do jantar. Eu aguentei bem (a única asneirada da noite foi ter deixado o chusso no pub), mas o João bebeu um bocadinho de mais. Caiu, fez cair cadeiras, vomitou dentro do pub. A noite acabou num táxi para a pousada.

O dia seguinte foi o pior da viagem até agora. Se dias de chuva (ou neve) nos fazem pensar ?que raio estou eu a fazer aqui? Olha inter rail no Inverno! Devia era regressar. É isso!?, um dia de ressaca é ainda pior. Nada corre bem, e nem conseguimos pensar em voltar. Não conseguimos pensar em nada, porque pensar dói. E como tudo nos custa!




IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 6/2/09 BASENAME: title-83 DATE: Sat, 07 Feb 2009 12:18:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: URBANISMO DE PONTA CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA TAGS: ----- BODY:

* Primeiro dizia que a ligação ferroviária estava prevista no caderno de encargos da EDP. Alguém foi ver e afinal a ligação ferroviária não está prevista no caderno de encargos da EDP. Quando percebeu que falara sem saber,

Secretária de Estado dos Transportes exige da EDP alternativa ferroviária para a Linha do Tua


Seja como for, independentemente do processo, o importante é manter a ligação em ferrovia.


* Gaia é obra:

O Plano Director Municipal de Gaia, que deveria ficar pronto em Maio, corre o risco de ser adiado por mais dois meses. Há alterações, por exemplo, nas áreas de reserva nacional, que poderão obrigar a nova discussão pública.

Durante a sessão, os técnicos da Autarquia revelaram que "perto de 70% das participações de sugestão" para a proposta foram no sentido de existir edificado em área Reserva Ecológica Nacional (REN) e Reserva Agrícola Nacional (RAN). Neste último caso, revelou a equipa ao JN, "foram satisfeitas total ou parcialmente cerca de 50%". No caso da REN, a percentagem ronda os "56%".

Outro destaque da sessão foi a aposta na construção de moradias em Gaia. Neste PDM, "é mais clara essa tendência, sobretudo nas zonas da orla, fora da plataforma cidade", disse, a propósito, Mota e Silva, ao JN. Isto no que toca a moradias unifamiliares. "Este PDM é mais flexível" e, "num momento de crise instituída, acolhemos todos os empreendimentos que tenham qualidade, dentro de algumas limitações que o plano impõe", declarou, antes, respondendo a dúvidas do público.





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Sat, 07 Feb 2009 12:56:38 +0000 URL:

Ligação ferroviária? Para quê?

Eles oferecem um museu!

É o Museu da Presença Humana no Interior de Portugal, acessível apenas de parapente!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Guardian pughhh BASENAME: guardian-pughhh DATE: Fri, 06 Feb 2009 23:21:03 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS TAGS: ----- BODY:

Sendo pública a minha apetência por listas (sim, Alice, eu sei), resolvi deitar uma vista de olhos na lista do Guardian dos 1000 romances a ler antes de morrer. À primeira vista percebe-se a incompetência de quem fez a lista - os nomes e os títulos das obras estão mal transcritos, todos os títulos estão em inglês excetuando alguns (!) em francês. Parece coisa trapalhona, pouco típica de tão renomado jornal inglês.

O erro mais óbvio é a clara anglofilia da lista. Óbvia até para o leitor mais distraído. Mas para um leitor maluquinho como eu, havia necessidade de certeza matemática. E então contei. E, estando seguro que errei em alguns deles, contei 832 livros de autores anglófonos. Em mil, dá 83,2%. Mesmo não conhecendo os autores todos, pelo menos 80% dos livros foram escritos em inglês.

Li há algum tempo uma antologia de poetas lusófonos com escritos relacionados com jazz. O autor, consciente das suas deficiências, avisou que, sendo português, tinha menos contacto com a poesia brasileira, e por isso os brasileiros estavam muito menos representados.

Vejamos. Fosse esta uma lista com apenas autores anglófonos e nem haveria lugar para discussão. Ou havendo da parte do Guardian a indicação de "como todos os nossos críticos literários são anglófonos, é natural que a nossa lista seja distorcida". Mas não existe qualquer indicação semelhante. Nada.

Das duas uma. Ou é gente muito estúpida, ou assumem que o resto do mundo é estúpido. Uma lista dos 1000 romances alguma vez escritos, em que 83% deles são em inglês e 0,5% são em português? É muito mau para ser verdade. Lá se foi a credibilidade do Guardian.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 5/2/09 BASENAME: atualizacoes-5-2-09 DATE: Fri, 06 Feb 2009 00:27:54 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: BICICLETAS CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: MÁ IMPRENSA CATEGORY: TRÁS-OS-MONTES TAGS: ----- BODY:

*Sugestões da M:

Alterações do Código da Estrada para o aumento da segurança no uso da bicicleta (texto riquíssimo de conteúdo e competência - aconselho a todos a leitura);

Petição ao Presidente da República - O direito dos ciclistas em Portugal e a necessidade de revisão do Código da Estrada


* Linha do Tua:

Estudo ambiental da barragem do Tua prevê alternativa rodoviária e contradiz Governo

A secretária de Estado garantiu que o comboio não acabaria no vale do Tua. Não é isso que a EDP propõe:a linha será submersa. Em troca haverá um museu

A Horas após o último acidente na Linha do Tua, no passado dia 22 de Agosto, a secretária de Estado dos Transportes e Mobilidade, Ana Paula Vitorino, garantiu que aquele troço ferroviário iria continuar, mal fossem repostas as condições de segurança. Nem mesmo a construção da futura barragem do Tua acabaria com o comboio naquele vale, pois o promotor da obra, a EDP, "teria que encontrar uma alternativa ferroviária", assegurou a governante.

Mas o Estudo de Impacte Ambiental (EIA) do futuro Empreendimento Hidroeléctrico de Foz-Tua (EHFT), actualmente em fase de consulta pública, apenas prevê uma alternativa rodoviária à submersão da linha ferroviária actual. Para compensar o fim do comboio, a EDP propõe a construção de um pequeno museu (ver caixa).

Qualquer uma das três cotas da barragem que estão em estudo leva ao fim do traçado actual da Linha do Tua. Com o nível de armazenamento pleno (NPA) de 195 metros, o mais alto e também o mais rentável para a EDP, a linha será submersa em 31 quilómetros, com as águas a alagarem nove apeadeiros. Para um NPA de 180 metros, desaparecem 23 quilómetros de linha e sete apeadeiros. A cota mais baixa, 170 metros, inundará 16 quilómetros de linha e quatro apeadeiros. Como alternativa para o fim da linha, a EDP propõe um serviço rodoviário baseado em autocarros e em viaturas de pequena dimensão para as localidades mais isoladas a funcionar entre a estação do Tua e a última estação ferroviária não submersa - à cota máxima, será a do Cachão, a 13 quilómetros de Mirandela.

Mesmo antes de a albufeira começar a encher, a linha terá que ser cortada entre a estação do Tua, onde entronca na Linha do Douro, e o apeadeiro de Tralhariz, para a realização dos estudos e trabalhos geológicos e geotécnicos necessários à elaboração do projecto.

Neste cenário, e como a linha se encontra encerrada até que sejam realizados todos os estudos e trabalhos de reparação da actual plataforma, cujas más condições contribuíram para o último descarrilamento, não é de excluir que as ligações ferroviárias entre o Douro e o vale do Tua não voltem a ser retomadas.

A construção de uma nova via ferroviária teria um custo incomportável e apenas a autarquia de Mirandela está verdadeiramente empenhada na manutenção da linha. Além de que a elevação da cota da linha inviabilizaria qualquer ligação com a Linha do Douro. Resumindo: o comboio só deverá continuará a apitar no vale do Tua se a barragem não avançar.

Os argumentos a favor da construção do EHFT enquadram-se na estratégia energética do Governo.

Como é sublinhado no EIA, a barragem "contribui, de forma directa, para a produção de energia limpa através de um recurso renovável e, de forma indirecta, (...) para a utilização da potência eólica instalada, ao mesmo tempo que presta um importante serviço para aumentar a segurança de abastecimento energético e para reduzir a emissão de gases". Para a EDP, é uma barragem fundamental, porque pode tirar partido da cascata de barragens que possui a jusante e rentabilizar ainda mais os parques eólicos que possui no Marão.

O custo principal é a destruição de uma das mais belas linhas ferroviárias nacionais, que, pela beleza do percurso e pelo gigantismo técnico da sua construção, teria sido possível candidatar, em devido tempo, a património mundial. Outros impactes negativos, caso prevaleça a cota máxima, serão, por exemplo, a submersão de perto de 100 hectares de vinha, que incluem a Quinta da Brunheda e a Quinta da Azenha das Três Rodas, a perda das captações de água de Sobreira e Barcel e a destruição das Caldas de Carlão e respectivos anexos, de dois edifícios em São Lourenço, um em Barcel e mais 56 edifícios. Será também submersa a ponte da Ribeira de Milhais e cortadas algumas ligações rodoviárias entre as estradas municipais. No EIA, é reconhecido que ocorrerão "impactes muitos negativos ao nível da agricultura e agro-indústria, com repercussões também muito negativas ao nível do emprego e dos movimentos e estrutura da população". "Isto porque", pode ler-se, "serão alagadas áreas onde a actividade vitivinícola é responsável pela presença de uma comunidade jovem, por exemplo nas freguesias de Candedo, Pinhal do Norte e Pereiros".

A opção pela cota mais baixa permitirá salvar a Quinta da Brunheda e também as Caldas de Carlão, no concelho de Alijó. Já as Termas de São Lourenço não serão afectadas, podendo mesmo beneficiar da barragem.



* Sobre aulas de karaté para idosos, o jornalista da RTP refere que, "numa altura como esta", é coisa que dá jeito.

O que quer dizer ele com isto? Existe uma vaga de crime violento? Portugal é um país violento?

Nem uma coisa nem outra. Nem Portugal é um país inseguro nem se tornou mais inseguro nos últimos tempos. É com este tipo de mau jornalismo que as mães não deixam os putos brincar na rua, que os velhotes não saem de casa à noite, que põe todagente a achar que, na realidade, Portugal é mesmo um país violento.

Não sei em que estado dos EUA (Califórnia?), mas num determinado período de tempo o crime reduziu-se 20%, mas a exposição mediática do crime aumentou 200%. Consequência: enquanto o crime diminuia, as pessoas ganhavam medo.


* O patrocínio que ainda não tenho (mas mataria para garantir):





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 4/2/09 BASENAME: title-82 DATE: Wed, 04 Feb 2009 23:12:18 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

* Menos1Carro:

Há uns tempos dei-me ao trabalho de mostrar que, descontando a Bélgica, todos os países da Europa tinham cidades sem auto-estrada maiores que Beja ou Bragança. Ou seja, Portugal é um caso patológico ao estar alcatifado com auto-estradas.

Fazer o mesmo para o comboio dava muito trabalho, mas rapidamente se pode verificar quais as cidades dessa lista que têm comboio. Infelizmente, o resultado não me surpreendeu. Descontando duas (Stadskanaal e Ioannina) todas têm ferrovia. Mais uma vez, Portugal é um caso patológico: ao contrário da Europa é frequente as cidades terem auto-estrada mas não terem linha férrea.



* Margarida Rebelo Pinto, entrevistada por Carlos Vaz Marques:

Qual é o problema das pessoas se repetirem nos seus livros? Se todos se repetem porque é que só dizem que sou eu que me repito? Porque é que está a insistir tanto nessa tecla? Já lhe disse: quais são os escritores que não se repetem? Olhe o Murakami, em que os livros são todos tão parecidos. Aí está um grande exemplo.


Afinal, qual é o probrema?


* Eixo Atlântico:

"O Eixo Atlântico foi pioneiro na introdução do ensino do português na Galiza e do galego no Norte de Portugal, como disciplina extracurricular, opcional, no primeiro ciclo do ensino básico", recordou Menezes.

Para o presidente do Eixo Atlântico, "é com medidas destas que se pode colocar de pé este caminho que pretendemos percorrer".

Menezes disse depois aos jornalistas que "não é prudente, nem possível" tentar implementar esta iniciativa a nível nacional, mas pediu apoio para os municípios do Eixo Atlântico que a estão a adoptar nas suas escolas.

"Introduzir o espanhol como segunda língua opcional no primeiro ciclo das escolas portuguesas parece-me uma medida importantíssima para concretizar a lógica de cooperação efectiva", afirmou, acrescentando que o mesmo se passa com o português nas escolas galegas.


(negrito meu)

De início fiquei assustado, a seguir percebi que foi gralha do Menezes ou do jornalista.

De que nos serviria aprender 'galego'? Para podermos escrever cartas à Xunta?



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 11/12, 9h, IC (para Linz) BASENAME: 11-12-9h-ic-para-linz DATE: Wed, 04 Feb 2009 22:47:27 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Vi agora no guia da viagem que a ligação entre Salzburg e München demora hora e meia. É logo ali!

Voltando a Bratislava. O restaurante que nos indicaram era certamente o que estava à espera. Acolhedor, típico, e cheio de eslovacos. Cheio de mais, infelizmente, pois não havia mesa para nós. Já estávamos à porta, a calçar as luvas e a prepararmo-nos para o frio, quando um mulato, muito feio e estranho, me disse: ?Olha lá, tu não és português?? E sentámo-nos a comer com ele. Chamava-se João, era ?amigado? com uma eslovaca de quem tinha uma filha. Como ele bebi Budweiser e comi borsch, uma herança dos tempos soviéticos. É apenas sopa. O João já estava borracho quando nos conhecemos, mas a beber como ele bebia, não tardaria a ficar bem pior. Pelo que percebi da conversa dele, era originário da Boavista, e tinha passado sete anos em Inglaterra, onde tinha conhecido a companheira. Estava todo equipado para ir ver o jogo, mas não parava de lamentar que o seu amigo, que tinha vindo directamente do emprego, não tinha a roupa apropriada para tais condições climatéricas. Assim, foi-me levar à estação do eléctrico, depois de nos despedirmos do Giovanni.

E ver o jogo foi horrível. Como cheguei depois do início, já não havia capa de plástico para mim. Ainda passei a primeira parte de pé em cima das cadeiras como os idiotas dos portugueses, agarrado ao meu guarda-chuva. Fiquei totalmente encharcado do pescoço para baixo, enregelado, pois não parava de chover e nevar. Na segunda parte alguma da minha racionalidade veio ao de cima e sentei-me num sítio com uma parede por trás, e consegui evitar molhar-me ainda mais.




IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 3/2/09 BASENAME: title-81 DATE: Wed, 04 Feb 2009 00:22:31 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: URBANISMO DE PONTA TAGS: ----- BODY:

* Público:

A Secção Regional do Norte da Ordem dos Arquitectos, presidida pela arquitecta Teresa Novais, considerou "inaceitável" o concurso para a concepção do projecto do Parque de Ciência e Tecnologia de Vila Real, que prevê a construção de um loteamento com três edifícios, e avisou que ia sancionar disciplinarmente os profissionais que nele apresentem propostas. Em causa estão os prazos definidos para a entrega de propostas - e que é de apenas nove dias - bem como o facto de o júri que as vai avaliar não incluir nenhum arquitecto - há uma arquitecta, mas é apenas suplente.



* Almada Pedonal:

Almada tem finalmente uma zona pedonal, num plano de mobilidade associado ao novo Metro Sul do Tejo que foi jubilado e ganhou prémios. Nós, os moradores do centro de Almada, estamos também muito felizes sobre as mudanças em frente da nossa porta. Depois de algum tempo de inconvenientes durante as obras, a vida agora é totalmente diferente com a criação desta zona pedonal. As compras no comércio local são mais agradáveis, o metro é um transporte rápido, limpo e muito eficiente. Contudo, alguns meses após a inauguração desta zona ainda há coisas que precisam de ser mudadas.

Pessoas que querem andar na zona pedonal, no meio da antiga rua, correm um grande risco de ser atropeladas. Diariamente, circulam pela zona pedonal 4 carreiras de autocarros, táxis, centenas das veículos com autorização especial e cargas e descargas. Estacionam em todo lado, em frente das montras, no passeio. Isto acontece mesmo com a fiscalização da polícia nos dois acessos rodoviários à zona pedonal. Trata-se, provavelmente, da zona pedonal com mais carros no mundo, tolerados pelas autoridades.



* Blogtailors:

Um escritor australiano, detido desde 31 de Agosto em Banguecoque, foi condenado hoje a três anos de prisão por ter insultado a família real tailandesa numa obra publicada em 2005.



* Há que adorar este homem: Jonathan Nossiter, no pessoal e transmissível. Já percebia porquê a mulher boazona - agora percebo um pouco melhor.


* Só queria dizer isto - a Rose magoa-me.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 2/2/09 BASENAME: title-80 DATE: Tue, 03 Feb 2009 01:02:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: POLÍTICA À PORTUGUESA TAGS: ----- BODY:

* Menezes foi à missa anunciar obras:

Ainda a missa não tinha acabado no mosteiro de Pedroso, em Gaia, e já o presidente da Câmara, Luís Filipe Menezes, se apoderava no púlpito prometendo obras no templo, assim como noutras freguesias. E os fiéis aplaudiram, entusiasmados.



* Pedro Sena-Lino:

Ainda temos escrita criativa como cátedra ou como mero curso de 'vamos partilhar coisas lindas'. Deveríamos criar uma escola própria, que resolvesse alguns dos problemas frequentes da nossa literatura, que são a falta de enredo ou o excesso de uma construção frásica com uma herança barroca reumática



* Esther Mucznik (um nome difícil) consegue, num texto sobre isenção, informação fidedigna, imparcialidade e credibilidade nos meios de comunicação social (relativamente ao conflito em Gaza) não falar dos mil e duzentos mortos, dos quais seiscentos e tal civis confirmados. É a "especialista em Médio Oriente" menos isenta, imparcial e credível que conheço.

O que se passou em Gaza não é muito diferente disto: mataste a minha cunhada? Então vou a tua casa e mato a tua mulher, as tuas filhas, as amigas delas, o gato, os vizinhos que te conhecem e os que não te conhecem e as mães e os pais dos vizinhos e etc e no fim da matança percebo que nem sequer estavas em casa. Qualquer coisa assim.



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Wed, 04 Feb 2009 22:25:07 +0000 URL:

Nem os terroristas do Hamas nem os terroristas do Governo de Israel me suscitam qualquer empatia.

Esta pertence a vítimas de rockets e misseís e aos jovens israelitas que recusam servir no exército e aos jovens palestinianos que sonham em ser algo mais do que mártires.

Esther Mucznik sonha com violência justificada…

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Tue, 03 Feb 2009 14:14:58 +0000 URL:

já há gente do hamas a defender não a aceitação de israel mas dois estados, um judaico e outro muçulmano, lado a lado. sem reconhecimento mas sem ataques. e há mesmo gente do hamas a defender o mesmo que eu - ume estado único, laico. que é o que faz mais sentido. já que os judeus lá estão, é dar solução à coisa.

----- COMMENT: AUTHOR: n u n o [Visitante] DATE: Tue, 03 Feb 2009 12:06:52 +0000 URL: http://troblogdita.blogspot.com/

eu até gosto da Esther Mucznik, mas ela sofre da cegueira típica de quem está entricheirado - o que é lamentável numa pessoa tão inteligente e interessante. e mais assombroso ainda é como as outras pessoas (que não têm nenhuma ligação visível a Israel ou à Palestina) também escolhem, nomeando rapidamente, os bons e os maus. é inadmíssivel que se perdoem o “excesso de zelo” das tropas israelitas, como se os civis palestinianos merecessem morrer e ser humilhados, como terroristas inveterados e incorrigíveis que são, todos. e é inadmissível tentar colar ao Hamas o rótulo de heróis da liberdade, guerrilheiros que combatem o bom combate contra o monstro opressor. nem a democracia israelita é inocente (tem as mãos manchadas de sangue) nem o Hamas é um simples e cândido movimento de libertação (é um grupo que promove o terror e que não se mostra disposto a uma solução de paz e convivência, defendendo a extinção de Israel).


----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 1/2/09 BASENAME: atualizacoes-1-2-09 DATE: Mon, 02 Feb 2009 09:21:20 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA TAGS: ----- BODY:

* Não perguntem a Recep Tayyip Erdoğan pelos direitos dos curdos, mas gostei de o ver falar dos crimes contra os palestinos:

* Ângelo Pineda Marinho, Ideologias e língua (I)

La primera ele, en la que todos piensan seguramente, es la toponímica, La Coruña y A Coruña, y que no es una ele cualquiera, porque más allá de su lectura en el marco de un debate localista esconde algunos de los principios o convicciones que sustentan el pensamiento de este singular alcalde coruñés y que son esenciales a todo el pensamiento socialdemócrata de la corriente histórica europea: el internacionalismo, el cosmopolitismo urbano y la tolerancia cultural.

Andrés Precedo Ledo. Las eles de Paco. 16 de fevereiro de 2006

O "L" que marca a espanholidade do topônimo simboliza aqui valores e princípios que o senhor Precedo atribui a Paco Vázquez, através da defesa que este fez do castelhano. Se o espanhol expressa o "internacionalismo", o "cosmopolitismo urbano" e a "tolerância cultural"; por uma oposição lógica, ao galego corresponde o nacionalismo, a cerração rural e a intolerância cultural. Este caso é um bom exemplo de como dizer as coisas sem dizê-las.


Pineda Marinho discorre sobre as "quatro ideologias principais nas colunas de opinião do jornal La Voz de Galicia" sobre "discurso público, representações sociais e conflicto lingüístico". Está muito bem o texto, apesar de me chocar que ainda exista gente como esta a escrever nos jornais galegos:

¡Y es que ya está bien! ¡Fuera caretas!: nadie prohíbe a los profesores de la Universidad de Santiago dar sus clases en gallego, pero el 80% las dan en castellano; nadie prohíbe a los columnistas de prensa escribir en gallego, pero la inmensa mayoría lo hacen en castellano; nadie impone a los políticos hablar en castellano, como lo hacen en privado la mayoría de los no nacionalistas; nada impide a los empresarios montar un diario en gallego, pero ninguno ha querido jugarse en ello su dinero; nada impide a los jóvenes hablar en gallego, pero el 56% de los que tienen entre 16 y 25 años lo hace habitualmente en castellano; ni nadie impide a los comerciantes rotular en gallego, pero lo hacen en castellano casi todos.

¿Por qué? Pues porque quieren. Porque en uso de su libertad así lo han decidido.

Roberto Blanco Valdés. Lenguas: bien, hablemos de libertad y de imposición. 18 de maio de 2008



*

MAYDAY 2009 ? O LUGAR ONDE NOS ENCONTRAMOS

De há uns anos a esta parte, diversos países têm vindo a assinalar o dia 1 de Maio, Dia do Trabalhador/a, alertando especificamente para a situação dos/as trabalhadores/as precários/as. Esta iniciativa é conhecida como MayDay* e decorreu pela primeira vez em Portugal, em Lisboa, em 2007.

A expressão do descontentamento do precariado faz-se na rua, com uma parada que agrega trabalhadores/as sujeitos/as às actuais expressões da desregulação laboral: falsos recibos verdes, contratos a prazo, intermitência no espectáculo, desemprego, desemprecariedade, trabalho temporário ou estágios sem remuneração.

Após duas edições bem sucedidas em Lisboa, gostaríamos de dar amplitude a este descontentamento no Porto, unindo vontades e vozes múltiplas. A iniciativa parte do FERVE, mas dirige-se a todos: associações, sindicatos, companhias, colectivos, movimentos e pessoas interessadas em promover a mudança.

Por isso, convidamos-te a participar na primeira Assembleia Pública de discussão desta iniciativa, a decorrer no dia 10 de Fevereiro, às 21h30, no MAUS HÁBITOS (Rua Passos Manuel, 178, 4º andar - Porto).

Pelo FERVE;

Cristina Andrade.




tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 30/1/09 BASENAME: title-79 DATE: Fri, 30 Jan 2009 19:09:22 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE TAGS: ----- BODY:

* Acordo Ortográfico em Portugal:

O ministro da Cultura, quer que o Acordo Ortográfico, "o mais tardar em 1 de Janeiro de 2010", seja aplicado "a nível oficial e em todos os meios de comunicação social".


* Lista dos participantes no Correntes d'Escritas


* O traçado do troço Braga-Valença da linha de Alta Velocidade / Velocidade Elevada Lisboa-Corunha (em Diário da República) (via norteamos)



tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 29/1/09 BASENAME: atualizacoes-29-1-09 DATE: Thu, 29 Jan 2009 23:28:58 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: NOTAS CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME TAGS: ----- BODY:

* Há... mas são verdes! (petição):

Como sabem desde sempre que trabalho a recibos verdes. Não existe trabalhador mais desprotegido que o trabalhador dito independente" a recibos verdes.

Não temos direito a férias, a estar doentes, licenças maternidade/paternidade, etc... não recebemos subsídios de qualquer ordem (baixa, desemprego, maternidade, etc.), não temos uma inspecção geral do trabalho que nos informe ou apoie (é só para os trabalhadores dependentes), recebemos ordens de todos e temos horários para cumprir como todos.

Somos obrigados a pagar todos os meses a segurança social, mesmo que fiquemos 5 meses sem receber um tostão. Somos obrigados, no final da prestação do serviço, a entregar o recibo verde em como recebemos (segundo a lei) mesmo que não tenhamos recebido - o único elemento de prova que temos em nosso poder que nos serve de garantia de recebimento ou não - irónico não é?! Se as empresas não nos quiserem pagar (e existem muitas assim) para as finanças, quem está em falta
somos nós, os trabalhadores independentes que prestaram o serviço, não receberam mas também não prestaram contas desse serviço (quer tenham ou não recebido).

Por tudo isto, peço-vos, minhas amigas e meus amigos, familiares, a recibos verdes ou não, assinem esta petição por todos nós e, quer resulte ou não, pelo menos tentamos.

Muito obrigada e beijinhos para todos




* Novas secções! Dentro do porturaridade, poderão encontrar centralismo, urbanismo de ponta e planeamento macadame. Horas e horas de diversão garantidas!


* Coimbra:

O Tribunal Administrativo de Coimbra concluiu esta quarta-feira que o lote 1 da urbanização Jardins do Mondego, de sete andares, foi construído sobre zona verde. A situação em que também está o lote 18, de estacionamento.

Saem derrotados a Câmara, a empresa Promovest e o arquitecto Gonçalo Byrne (autor do projecto de loteamento), que defenderam a tese contrária.





tudo isto e muito mais em coisar.tumblr.com

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 28/1/09 BASENAME: title-77 DATE: Thu, 29 Jan 2009 00:56:31 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: CARTAZ CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* FERVE:

Juventude precária na rua?
da revolta grega à realidade portuguesa


quinta-feira :: 29 Janeiro 2009 :: Café Aviz :: filme e debate
(Rua de Aviz, no centro do Porto)

21h :: Filme
"Revolta na Grécia", de Tiago Afonso

22h :: conversa com
José Soeiro (sociólogo)
Cristina Andrade (co-fundadora do FERVE - Fartos d'Estes Recibos Verdes)



* Valongo:

A CCDRN manifestou-se contra a criação de uma zona industrial em Alfena. Um parecer que a Câmara diz não ser vinculativo, embora a Oposição afirme ser o fim do projecto, que iria ocupar 50 hectares de solo rural.



A CCDRN sublinha, no parecer, que existem no concelho "duas zonas industriais muito pouco ocupadas". A Comissão defendeu que, caso a Autarquia justifique a alteração ao PDM, "deverá incluir a reclassificação em solo rural das áreas industriais desocupadas ou, eventualmente, serem reduzidas ao mínimo indispensável".

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Thu, 29 Jan 2009 14:50:18 +0000 URL:

olhe abraços para o amigo e saúdinha!

----- COMMENT: AUTHOR: n u n o [Visitante] DATE: Thu, 29 Jan 2009 12:41:45 +0000 URL: http://troblogdita.blogspot.com/

sabes, gosto mesmo muito das tuas actualizações. tens olho para o que importa, e eu gosto muito de seguir as recomendações e notas das pessoas que gosto.

abraço.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 27/1/09 BASENAME: title-74 DATE: Tue, 27 Jan 2009 23:10:46 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: PORTUGAL MELHOR CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME TAGS: ----- BODY:

* Projetos PIN e Áreas Protegidas:




* Na letratura: :

Sem mais tardança

Espero que não andem distraídos a ponto de não terem visto que o desportivo Record adoptou as regras (todas?) do Acordo Ortográfico de 1990. Fica uma amostra: a capa revela que já não temos selecção, mas seleção. É caso para dizer que vai correr menos tinta a propósito do futebol. E mais: «Em direto na Sport TV.» E ainda: o leitor ganha um cupão para um «filme de ação».




* Duas das razões que me levam a ler pela primeira vez algum autor são o nobel e a morte. Quando morrem, ou quando ganham o nobel. O que é, segundo os entendidos, e em termos literários apenas, coisa muito semelhante. Nunca li o Updike. Terá chegado a hora?

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Wed, 28 Jan 2009 22:29:35 +0000 URL:

Começa pelos contos, é onde ele está melhor.

----- COMMENT: AUTHOR: Galeguzo [Visitante] DATE: Wed, 28 Jan 2009 18:58:02 +0000 URL: http://madeiradeuz.org

Agora a “seleção” já não será mais só a brasileira :D

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 26/1/09 BASENAME: title-73 DATE: Tue, 27 Jan 2009 00:54:07 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

* Conselho da Europa recomenda aprendizagem do português em Olivença:

O último relatório do comité de peritos do Conselho da Europa, que faz um balanço crítico da aplicação da Carta Europeia das Línguas Minoritárias ou Regionais, aprovada em 1992, recomendou no final de 2008 que os naturais de Olivença devem ter acesso à aprendizagem da língua lusa. O documento defende "a protecção e promoção do português oliventino".
Para evitar que a ligação ao dialecto luso não se perca, o Conselho da Europa propõe o desenvolvimento de um modelo de aprendizagem do dialecto português. No entanto, e pese embora as melhorias verificadas no domínio da aprendizagem, constrangimentos de natureza social e cultural, sobretudo a pressão exercida pelo castelhano, impedem a fluência do idioma no território que os espanhóis ocupam desde 1801, conforme tem sido denunciado por vários investigadores portugueses.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 25/1/09 BASENAME: title-72 DATE: Mon, 26 Jan 2009 01:20:43 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: BICICLETAS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: NORTE CATEGORY: URBANISMO DE PONTA TAGS: ----- BODY:

* No Nós por cá falam dos não-incentivos fiscais às bicicletas. Um tema bonito que merecia ser referido mais vezes.


* Bragança aprova primeiro plano de urbanização:

O PU esteve em discussão pública entre Setembro e Outubro, e foi alvo "de muita participação" por parte da população, garantiu Caseiro. Foram feitas 30 propostas de alteração, a maioria delas relacionadas com as plantas de zonamento. Metade foi aceite. O documento permite o alargamento do perímetro urbano de 968 para 1526 hectares, e um aumento de cerca de 300% da área afecta à Estrutura Ecológica Urbana. O potencial de construção futura é de sete mil fogos, mais 46% do que os 15.073 que existem actualmente. Ao todo a área urbana total é de 15,3 Km2, o equivalente a 1,3% da área do município que tem 1173,63 km2. O PU prevê ainda a integração da freguesia de Samil no perímetro urbano da cidade. Este é o primeiro PU da cidade e só foi conseguido 60 anos depois da primeira tentativa de o elaborar.


Nada de novo: duplicação da área urbana e mais 7.000 novos fogos. Quando é que a construção pára? E para quê tanta construção nova numa zona com queda populacional?


* Esta gente pega nos bichos, esteriliza-os e lança-os de novo na rua - não é sadismo, é mesmo civismo.

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Wed, 28 Jan 2009 22:32:30 +0000 URL:

Já dizia o outro: “when in doubt, build”

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 23/1/09 BASENAME: title-71 DATE: Fri, 23 Jan 2009 23:42:21 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: BICICLETAS CATEGORY: GAMANÇOS TAGS: ----- BODY:

* Extensão aos velocípedes dos benefícios fiscais à aquisição de veículos não poluentes (petição)


* Detesto o Maradona mas, enfim, puta de citação:

pessoas de má índole vieram aqui desmentir-me, utilizando para tal, à falta de melhor, argumentos


Via A Origem das Espécies.


* Mais porrada?

Uma nova celebração da zona pedonal de Almada está marcada para esta tarde, uma semana depois de a Polícia ter sido acusada de agredir transeuntes. Desta vez, as pessoas são convidadas a levar protecções.

Eu pedi e eles não me avisaram. Se houve porrada outra vez e eu não estava lá fico chateado.


* Uma mulher: Bai Ling

(sugestão do Marmelo)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 22/1/09 BASENAME: title-70 DATE: Fri, 23 Jan 2009 00:02:19 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: FOTOS CATEGORY: CENTRALISMO TAGS: ----- BODY:

* JN:

O Governo autorizou a emissão de um empréstimo obrigacionista de 400 milhões de euros ao Metropolitano de Lisboa para financiar a expansão da rede. O JN apurou que a ligação Alameda-S. Sebastião está pronta em Julho.

Pode ler-se no despacho do Governo que os investimentos de expansão e modernização da rede "revestem-se de manifesto interesse para a economia nacional" e que a empresa - que explora quatro linhas, num total de cinco dezenas de estações - tem feito um "intenso esforço" nesta área.

(negrito meu)




* Gente gira é outra coisa. Sugestão do Nuno O.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Top cai cai 2008 BASENAME: top-cai-cai-08 DATE: Thu, 22 Jan 2009 23:17:23 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Consultei a página errada e o Entre les murs ficou fora da lista. Assim, o Darjeeling sai fora e entra o Cantet.


La Graine et le Mulet (O Segredo de um Cuscuz), todagente sabe que o cuscus de peixe da Souad é o melhor porque é feito com amor;


Gomorra, eu se falasse napolitano era traficante;

Persepolis (Persépolis), eu se falasse farsi usava turbante;


Entre les murs (A Turma), circo de feras;


No Country for Old Men (Este País não é para Velhos), nem para caçadores, traficantes de droga ou mulheres de caçadores - para espanhóis com penteados manhosos já está bem;

There Will Be Blood (Haverá Sangue), e vómitos e outras maleitas;

WALL.E, todagente sabe que o amor entre robôs é uma coisa muito bonita;

We Own the Night (Nós Controlamos a Noite), eu controlo as internets;

Before the Devil Knows You're Dead (Antes que o Diabo Saiba que Morreste), e antes que o teu marido apareça;

Se, jie (Sedução, Conspiração), o que vale é que o sexo é em chinês senão censuravam tudo;

The Dark Knight (O Cavaleiro das Trevas), chegou a hora de mais um óscar póstumo;

Aquele Querido Mês de Agosto, e aquele querido Marante;



The Darjeeling Limited (Darjeeling Limited), o Wes Anderson desinspirado vale por muitos inspirados.

E é isso. Se 2009 for igual a 2008, quer dizer que o ano não mudou.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 21/1/09 BASENAME: title-68 DATE: Wed, 21 Jan 2009 11:21:50 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

* JN:

Os tram-train vão começar a circular em Setembro próximo. As novas composições do metro do Porto vão obrigar a Transdev, operadora do sistema, a reformular o serviço, designadamente na linha da Póvoa de Varzim.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: PVz '08 BASENAME: title-67 DATE: Tue, 20 Jan 2009 23:17:58 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: PÓVOA-VILA TAGS: ----- BODY:

Enquanto que no resto do mundo neva, aqui graniza. Para vosso espanto (e suprema inveja).

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: BASENAME: title-65 DATE: Tue, 20 Jan 2009 16:57:20 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: CARTAZ TAGS: ----- BODY:

Obama

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 18/1/09 BASENAME: title-62 DATE: Sun, 18 Jan 2009 22:04:03 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: AMIGOS CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

* A Alice tem agora um tumblr. Em inglês, é claro.


* Façam do Bush gato-sapato (aproveitem, o home tá aqui tá a ir-se embora). Ou da Hillary nua. Sugestão da M. Ou da Palin. Ou do McCain. É interminável.

O meu favorito é este. Experimentem atirar o Obama pela tela. Não parece o super-homem?


* Estes dinamarqueses são esdruxulamente bons. A acompanhar.


* O senhor Esgar encheu a sua página de desenhos novos e bons. Em inglês, é claro.




* Daniel Oliveira:

Já passaram mais de 24 horas e ainda ninguém disse que os funcionários da ONU eram militantes do Hamas disfarçados.



* Dica do Texas:

Manifestação contra circulação automóvel resulta em três feridos e duas detenções

Há de ser das notícias mais surreais que tenho ouvido. A polícia correu à bastonada peões por estarem indevidamente numa área pedonal. Aqui o vídeo, lá para os 2:15 minutos.

De acordo com o comissário Silva, da PSP de Almada, um grupo de cerca «de 200 pessoas» juntou-se a um grupo que estava na praça a manifestar-se contra a circulação automóvel naquela zona e «começaram a perturbar o trânsito».

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Mon, 19 Jan 2009 00:25:16 +0000 URL:

eiii o Texas bateu-me ao link da manifestação de kick boxing de peões da PSP…

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: RAP, Circunspecção de mau gosto BASENAME: rap-circunspeccao-de-mau-gosto DATE: Fri, 16 Jan 2009 20:17:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

Julgo que a opinião da directora da DREN, Margarida Moreira, segundo a qual a ameaça a uma professora com uma arma de plástico foi uma brincadeira de mau gosto, é uma brincadeira de mau gosto. Mais uma vez se prova que a crítica de cinema é extremamente subjectiva. Eu também vi o filme no YouTube e não dei pela brincadeira de mau gosto. Vi dois ou três encapuzados rodearem uma professora e, enquanto um ergue os punhos e saltita junto dela, imitando um pugilista em combate, outro aponta-lhe uma arma e pergunta: «E agora, vai dar-me positiva ou não?» Na qualidade de apreciador de brincadeiras de mau gosto, fiquei bastante desapontado por não ter detectado esta antes da ajuda de Margarida Moreira.

Vejo-me então forçado a dizer, em defesa das brincadeiras de mau gosto, que, no meu entendimento, as brincadeiras de mau gosto têm duas características encantadoras: primeiro, são brincadeiras; segundo, são de mau gosto. Brincar é saudável, e o mau gosto tem sido muito subvalorizado. No entanto, aquilo que o filme captado na escola do Cerco mostra aproxima-se mais do crime do que da brincadeira. E os crimes, pensava eu, não são de bom-gosto nem de mau gosto. Para mim, estavam um pouco para além disso ? o que é, aliás, uma das características encantadoras dos crimes. Se, como diz Margarida Moreira, o que se vê no vídeo se enquadra no âmbito da brincadeira de mau gosto, creio que acaba de se abrir todo um novo domínio de actividade para milhares de brincalhões que, até hoje, estavam convencidos, tal como eu, que o resultado de uma brincadeira é ligeiramente diferente do efeito que puxar de uma arma, mesmo falsa, no Bairro do Cerco, produz.

O mais interessante é que Margarida Moreira, a mesma que agora vê uma brincadeira de mau gosto no que mais parece ser um delito, é a mesma que viu um delito no que mais parecia ser uma brincadeira de mau gosto. Trata-se da mesma directora que suspendeu o professor Fernando Charrua por, numa conversa privada, ele ter feito um comentário desagradável, ou até insultuoso, sobre o primeiro-ministro. Ora, eu não me dou com ninguém que tenha apontado uma arma de plástico a um professor, mas quase toda a gente que conheço já fez comentários desagradáveis, ou até insultuosos, sobre o primeiro-ministro. Se os primeiros são os brincalhões e os segundos os delinquentes, está claro que preciso de arranjar urgentemente novos amigos.


No início até parecia fraquinho, mas acabou em beleza. Original daqui.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 15/1/09 BASENAME: title-60 DATE: Fri, 16 Jan 2009 00:33:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

* Ramal da Figueira da Foz:

Ainda assim, a empresa que gere a Rede Ferroviária Nacional assegurou que "é objectivo que o Ramal da Figueira da Foz venha a constituir um elo importante nas cadeias logísticas que apoiam o desenvolvimento do Porto da Figueira da Foz". Por outro lado, é intenção da empresa que o ramal "garanta ligações ferroviárias eficazes no contexto nacional e ibérico", lê-se no comunicado da Refer, que reitera as promessas feitas, em 2008, pela secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino.

Segundo a Refer, as obras no Ramal, que liga a Figueira da Foz à Pamilhosa do Botão, no concelho da Mealhada, "contemplam a substituição integral dos materiais da superestrutura da via, a execução de drenagem em betão e o reperfilamento de taludes". As obras incluem também um novo balastro e prevêem "pequenas rectificações do traçado em planta e perfil".


Falta apenas a eletrificação para ser uma obra que sim senhor e tal. É esperar para ver se surge.


* Falaram de mim no Governo Sombra - obviamente, acabaram os temas de conversa. Eis como um amigo descobriu a tramóia:

vi o twitter do nuno markl, que linkava qq coisa do carlos váz marques. nesse twitter do cvm falava do blog do governo sombra. fui ao blog. lembrei-me q nunca o tinha visto. e ao abri-lo vejo o nome do teu blog!

----- COMMENT: AUTHOR: alice [Visitante] DATE: Fri, 16 Jan 2009 12:18:23 +0000 URL: http://www.noussnouss.com

Olha outro a ficar famoso.
Estou tramada…

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 14/1/09 BASENAME: title-59 DATE: Wed, 14 Jan 2009 23:36:01 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: URBANISMO DE PONTA TAGS: ----- BODY:

* Aconteceu de novo: Pedro Mexia, no Governo Sombra, diz que 'Israel é um país democrático constituído de acordo com as Nações Unidas em 1948'. Como se pode chamar de democrático a um país que não reconhece a validade das Nações Unidas, passando por cima das resoluções contra si? E que tem um aliado que faz questão de vetar todas as resoluções contra si? Israel não é um país democrático. Não há democracia com exclusão de partidos árabes, com descriminação entre judeus e não judeus. A democracia é laica - Israel não o é. Também não são democráticos os países à volta de Israel. Mesmo o Líbano me inspira dúvidas. Mas não é por isso que Israel passa a ser uma democracia.


* Luciano Guerra, Reitor do Santuário de Fátima:

Na sua opinião, uma mulher que é agredida pelo marido deve manter o casamento ou divorciar-se?
Depende do grau da agressão.

O que é isso do grau da agressão?
Há o indivíduo que bate na mulher todas as semanas e há o indivíduo que dá um soco na mulher de três em três anos.

Então reformulo a questão: agressões pontuais justificam um divórcio?
Eu, pelo menos, se estivesse na parte da mulher que tivesse um marido que a amava verdadeiramente no resto do tempo, achava que não.



*Ser peão em Lisboa 1, Ser peão em Lisboa 2, Ser peão em Lisboa 3. Através do m1c.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 13/1/09 BASENAME: atualizacoes-1 DATE: Tue, 13 Jan 2009 23:35:38 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: CARTAZ CATEGORY: GALIZA CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

* No PGL:

O presidente da Junta, Emilio Pérez Touriño, reuniu-se hoje com José Sócrates, chefe do Executivo português, umha juntança na qual anunciou que a CRTVG reforçará a sua presença informativa em Portugal para que os cidadãos e cidadãs da Galiza podam ter informações de além Minho com maior freqüência.



* O FERVE reúne-se:

Na próxima quinta-feira, dia 15 de Janeiro, às 21h45, decorre uma reunião do FERVE - Fartos/as d'Estes Recibos Verdes, que terá lugar no café/livraria Gato Vadio, situado na Rua do Rosário, número 281, no Porto (Rua paralela à Rua de Cedofeita).

Todos/as quantos/as queiram podem comparecer, trazendo ideias, contributos e um amigo/a também!

Pelo FERVE;

Cristina Andrade



*Acordo Ortográfico em Lisboa:

Jornal desportivo Record já aplica novo acordo ortográfico


* No Arrastão:

Olmert, que se afastou do cargo de primeiro-ministro por suspeitas de corrupção, explica como ordenou aos Estados Unidos que não votassem a favor da resolução que eles próprios formularam. A arrogância explica porque pode Israel fazer tudo o que lhe dá na gana e nem se importa de envergonhar com a sua basófia o seu principal aliado:

Olmert disse que exigiu falar com Bush apenas dez minutos antes da votação no Conselho de Segurança da resolução à qual Israel se opôs. ?Quando vimos que a secretária de Estado, por razões que não percebemos, queria votar a favor da resolução? Procurei entrar em contacto com o Presidente Bush e eles disseram-me que ele estava em Filadélfia a fazer um discurso?, disse Olmert. ?Disse-lhes: ?não me interessa. Tenho de falar com ele agora?.?

O primeiro-ministro israelita caracterizou Bush como um ?amigo sem paralelo? de Israel. ?Eles tiraram-no do palco, levaram-no para outra sala e eu falei com ele. Disse-lhe: ?não pode votar a favor desta resolução?. E ele respondeu-me: ?Escute, eu não sei nada sobre isso, não o vi, não estou familiarizado com a forma como está formulado?.? Olmert contou que disse então a Bush: ??Eu estou familiarizado com ele. Não pode votar a favor?. ?Ele deu a ordem à secretária de Estado e ela não votou a favor ? a resolução que ela própria concebeu, formulou, organizou e manobrou para ser aprovada. Ela ficou bastante envergonhada e absteve-se na resolução que ela própria criou.?



* Galiza em Coimbra:

Coimbra Inovação Parque (iParque) e Parque Tecnológico da Galiza são, agora, aliados com os olhos postos na internacionalização. A rede de parques de ciência e tecnologia torna o eixo Centro de Portugal/Galiza promissor.

* Vem aí comboio novo:

O concurso público internacional para a construção do troço da rede ferroviária de alta velocidade entre Porto e Vigo será lançado este Verão, garantiu, ontem, o ministro das Obras Públicas, Mário Lino, após uma reunião com o presidente da Junta da Galiza.


(nota: até Valença, o que está previsto do lado português é Velocidade Elevada - até 250 qm/h - e não Alta Velocidade - até 350 qm/h)

E mais:

Com a entrega do respectivo processo na Agência Portuguesa do Ambiente, no dia 7 de Janeiro, teve início a avaliação de impacte ambiental da quadruplicação do troço Contumil-Ermesinde, da Linha do Minho.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 11/12, 07h45, IC (para Linz) BASENAME: 11-12-07h45-ic-para-linz DATE: Tue, 13 Jan 2009 23:19:06 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Era o que já estava à espera. Tanta coisa, ontem, para reservar o bilhete, ?Do you want me to speak English??, já imaginava que isto ia vazio, ?Well, I don?t speak German, and I don?t expect you to speak Portuguese, so, yeah, English.? A culpa era minha, estava nervoso. Tinha saído a correr do metro porque tinha falhado uma estação, e deixei o gorro na carruagem. E era o meu gorro favorito! Tudo bem, meia hora depois já tinha um gorro novo, comprado a 7,5 euros, e possivelmente ainda mais fixe que o anterior. Assim vale a pena perder gorros.

Que luxo de comboio! Bancos a imitar couro, mesinhas, almofadinha, tomadas de electricidade.

Ai que medo! Só se vê neve lá fora. Ai, agora ficou tudo escuro! Ah, um túnel.

Anteontem também tivemos uma cromice perante nós. Durante a exposição do Goya chatearam o Aco duas vezes para ele pôr a mochila à frente, pois havia pouco espaço e muita gente. Tudo bem. Agora à entrada da exposição de arte antiga, quando já não estávamos com paciência para ver muito mais, veio um segurança dizer ao Aco que não podia levar a mochila, tinha de a deixar no cabide. ?Is this exhibition any different from the others? Cause in the others there was no problem with the backpack.? ?This is my job and you have to do it!? ?What? The ladies were just telling me to put the backpack in the front and it was ok.? ?No, this is my job and? Ah, ok, you can use it like that.? Cromo.

CIM ? A electricidade para os móveis deve vir do tecto, através de uma entrada para cada móvel ? de preferência junto à parede ou ao pilar

TEXTO FOTOS DIÁRIO


MAPA








IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Belém de Andrade, Solução para a problemática ambiental BASENAME: solucao-a-problematica-ambiental DATE: Tue, 13 Jan 2009 19:00:42 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: POESIA TAGS: ----- BODY:

Depois de muito regar e regar
cheguei a uma importante e vital conclusão.
As plantas, os vegetais, os verdes!
estão e esgotar as reservas de agua do planeta.
Sim,
centos de seres inanimados
que não fazem outra coisa do que beber e beber,
e não só bebem,
ardem!
que para o caso do consumo de água por ser animado ou inanimado é o mesmo.

Agora
que me venham a mim com isso da
"DEFESA DO AMAZONAS"
é o maior consumidor de O2!!!
Quando eu não tenho água na bilha
onde está?
no Amazonas,
se não chove cá
onde chove?
no Amazonas,
aonde vão todos os rios?
ao Amazonas,
bom, o certo e que vão ao mar
mas
o mar aonde vai?
ao Amazonas.

Desde um ponto de vista prático
o único e melhor amigo do homem não é o cão
(isso é uma lenda urbana)
o único e melhor amigo do homem é
o eucalipto.

Tenho razões que confirmam esta teoria.
1. Onde está o eucalipto cheira bem
razão importante para deixá-los estar.
2. Onde está não medra monte baixo
tão mão para a propagação do lume.
3. Quando penso que seria de nós
sem a pasta de papel,
o "visvaporus",
os caramelos de eucalipto
todo o mundo come caramelos de eucalipto!!

Mesmo podendo parecer cruel
a natureza da trabalho!!
Proteger!
limpar!
regar!
neste ponto a que saber as prioridades,
bebem eles?
ou bebo eu?,
certo é que um homem precisa de 2 litros de água por dia
uma árvore! quanto bebe uma árvore?
a óstia!!
Homem 1 árvore 0
segundo as leis do futebol perde a árvore.

Fica assim bem demonstrada
a soberania do homem sobre a natureza.
Palavra de DEUS.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 12/1/09 BASENAME: title-57 DATE: Tue, 13 Jan 2009 00:31:18 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: CARTAZ CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: GALIZA CATEGORY: HUMOR CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: AMIGOS CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: PÓVOA-VILA TAGS: ----- BODY:

* O Vasquinho agora julga-se estrela de cinema e aparece em 32 revistas por mês:




* Pim Pam Pum, de Andoni de Carlos Yarza e Asier Urbieta. Via Igor.


* O Acordo Ortográfico e Vasco Graça Moura:

Acordo vai agravar a crise de 2009



* O Acordo Ortográfico em Coimbra:

Jornal ?O Despertar? começa a aplicar acordo ortográfico



* Manuel Jorge Marmelo e Carlos Quiroga na TVG


* Paulo Moura:

O silêncio dos contentores

Enquanto o país discute se se deve ou não construir o novo terminal em Alcântara, fomos espreitar o que se passa por trás da barreira dos contentores. Uma semana no porto de Lisboa.



(negrito meu)

Aos poucos vai-se percebendo que não é só implicância minha: em Lisboa, há mesmo quem ache que Portugal é uma cidade.


* Para que ninguém se esqueça mesmo, Janeiro no Octopus:




* O mundo com os nomes certos (em inglês).

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno-Que-Não-É-Gomes [Visitante] DATE: Tue, 13 Jan 2009 22:36:36 +0000 URL:

Parabéns Vasco!
Grande mês no Octopus…

----- COMMENT: AUTHOR: vasco [Visitante] DATE: Tue, 13 Jan 2009 18:02:33 +0000 URL: http://www.vascomourao-shop.blogspot.com

..ei estrela nada!! sao apenas noticias. abraço

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 10/1/09 BASENAME: title-55 DATE: Fri, 09 Jan 2009 23:52:10 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: PÓVOA-VILA CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* Neva no Porto,

Pera lá. E na Póvoa? Na Póvoa, não neva?

Maia,

O repórter TSF Nuno Miguel Martins está na auto-estrada Porto-Vila do Conde. Nuno, estás a ouvir-me? Parece que não.

Famalicão,

Já temos o contacto com o nosso repórter. Como está a estrada?

Guimarães,

A neve era só na Maia. Aqui a estrada está molhada mas sem neve.

Barcelos,

Existem no entanto freguesias de Vila do Conde mais longe do mar onde houve registos de neve.

Braga,

Na Póvoa, bolha. A neve passou-nos ao lado.


* Viana do Castelo:

Acessos ao porto de mar de Viana do Castelo serão lançados este ano. Estudos da ligação ferroviária concluídos até Junho. Garantias deixadas na cidade por governante, que presidiu à tomada de posse da administração do porto vianense.

(negrito meu)


* Segue o massacre em Gaza:

At least 30 people were killed in the Zeitoun district of Gaza after Israeli troops repeatedly shelled a house to which more than 100 Palestinians had been evacuated by the Israeli military, the UN said today.

No Guardian, através do Luís.

Voltando ao mapa (eu gosto muito de mapas), há quem defenda Israel e as suas ações (normalmente quando não estão a matar palestinos) porque 'Israel nasceu de acordo com as Nações Unidas'. Ora, nem isto é exatamente verdade nem o mapa proposto pela ONU foi o adotado. O mapa adotado era logo à partida desfavorável aos árabes, por reduzir as suas áreas e eliminar os pontos de contacto. E o que existe hoje em dia tem tudo menos a ver com o mapa adotado.

E o argumento das Nações Unidas é dos piores. Nunca qualquer resolução contra Israel passou na ONU. Os americanos vetam sempre. Assim, para que serve a ONU? Talvez esse seja um dos maiores desafios da nossa geração - reformular a instituição.

E, lamento, tenho muita pena pelas pessoas que estão a morrer em Gaza mas não compreendo a onda de contestação internacional. Acho bem que exista, mas o seu sentido é vago. Quando Israel retirar, a seu tempo, o statu quo mantém-se. Israel erguido, de chibata na mão, e o árabe no chão, prostrado. E é esse paradigma que tem de mudar.


* a primeira ideia é estúpida
a segunda é má
a terceira é assim assim
e a quarta

mas quem é que falou em quarta?


* Em relação à foto da campanha ateísta, o que têm de facto os crentes para nos assustar? Se não fizermos o que Deus manda, ele irá castigar-nos. Como? Fazendo-nos morrer mais cedo? Não, freiras tão santas que até dói morrem aos trinta por uma infeção no tornozelo. Não, Deus poderá matar-nos de morte natural aos noventa e dois, depois de uma vida dedicada à pornografia homossexual e milhares de amantes. O castigo: a eternidade no inferno. E será isso mesmo verdade? Não há relatos do inferno. Então ameaçar-nos com uma coisa que poderá acontecer mas que nunca ninguém comprovou é que leva tanta gente à missa? Não posso crer.


* Merda. Se me falam outra vez de neve eu juro que expludo. Como uma bola de neve.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Por sugestão de várias famílias 9 BASENAME: por-sugestao-de-varias-familias-9 DATE: Fri, 09 Jan 2009 16:58:19 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY: ----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Nome do Ano 1 BASENAME: nome-do-ano-1 DATE: Fri, 09 Jan 2009 01:45:19 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Paz de La Huerta

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 8/1/09 BASENAME: title-54 DATE: Fri, 09 Jan 2009 01:42:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: FILMES CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: MÁ IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

*




* Estou contente por ver que o Manuel Jorge Marmelo não largou a blogosfera. Eu é que andei distraído.


* Sugestão de M:

Joe the Plumber é agora repórter de guerra em Israel



Entretanto, o Público não aprende. Na mesma notícia, isto:

Claro que depois da aclamação vem sempre o declínio, e Joe acabou descredibilizado. Descobriu-se, entre outras coisas, que não era bem canalizador, que não se chamava bem Joe e que fugia aos impostos.

Ainda não perceberam que Joe é um diminutivo. De tanto repetirem, o povo começa a acreditar.


* Uma mulher: Hafsia Herzi

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 6/1/09 BASENAME: title-52 DATE: Tue, 06 Jan 2009 23:31:07 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: FOTOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: AMIGOS CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: CENTRALISMO CATEGORY: MULHERES TAGS: ----- BODY:

*

O Filipe e a Sofia vão construir em Luanda. É bom que não se vejam os musseques da vossa torre!, meninos.


* Daniel Oliveira no Expresso:

Na realidade, Israel quer o mesmo que Ahmadinejad e o Hamas: riscar o vizinho do mapa. Apenas uma diferença: o seu propósito está cada vez mais próximo.



*



Através do valter, descubro que o Luís Luís, estimado camarada, escreveu o texto introdutório do Cabeça de Ferro, da Imprensa Canalha. É bom saber que manténs a veia. Tenho de ler isso.


*




* Chris Roper:

Dakar death rally

Imagine the following news report:

"London - Five people have died during this year's Wimbledon Championships. Two ballboys were crushed beneath a Coke vending machine on Monday, and number 10 seed Wayne Ferreira died last Sunday of complications caused by choking on court. The latest death is a five-year-old girl who was struck by a ball accidentally smashed into her face by Tim Henman.

"Organisers said that the deaths were unfortunate. During the last 20 years, there have been more than 30 deaths at Wimbledon, but there are no plans to cancel the prestigious event.

"Carlos Moya said that there was no thought in his mind of not taking part. 'It's sad to hear that a competitor has died, but that's the nature of this tournament. It pits man against the tennis ball, and it's this unpredictability that makes it the exciting game that it is. It's something that man has always done - pit himself against the unknown. It's what makes us human.'"

Ridiculous, isn't it? But it's the sort of drivel one has to read daily about the Barcelona-Dakar Rally, formerly known as the Paris-Dakar. This year, the Dakar has claimed five lives. Two drivers, named as Fabrizio Meoni and José Manuel Perez, and three civilians, who nobody has bothered naming. One of them was a five-year-old girl, crushed under a lorry.


Since the rally was first held in 1979, more than 40 people (some reports put the figure at 30) have died, including the race's organiser, Thierry Sabine. In 1996 a three-year-old girl was killed by motorcyclist Marcel Pilet in Guinea, as he roared over a sand dune. Again, history records her killer's name, but not hers.


(negrito meu)

Quando o Dakar passava em Portugal, o limite das viaturas nas localidades eram os óbvios 50 hm/h permitidos por lei. No resto do percurso, em África, eram os óbvios 'o que o carro der'. Os direitos humanos têm óbvias delimitações territoriais.

E quando vi as equipas técnicas do Dakar do ano passado a chorar ao saberem do cancelamento da prova, pensei: chorariam por quem?


* Lipor:

A Lipor tem, actualmente, em mãos alguns projectos como " um centro de triagem automatizado que não requer tanta intervenção humana para que possa absorver maior quantidade de material". Além desse trabalho, a empresa "vai construir um novo centro de triagem para o ecoponto amarelo, uma vez que tem existido um aumento no que toca ao plástico".


(negrito meu)


* José Silva:

Mesmo sabendo que é no Norte que a Superbock tem mais clientes, Pires de Lima decidiu «drenar», deslocalizar a direcção de Marketing da Unicer para Lisboa.


* Área Metropolitana:

A Autoridade Metropolitana de Transportes do Porto será criada até ao final de Fevereiro. O regime jurídico do futuro organismo foi publicado ontem e cabe, agora, ao Governo e à Junta Metropolitana nomearem os gestores.



* PMS:

Quando o Governo argumenta com os fundos europeus como uma vantagem da construção do TGV e do Novo Aeroporto de Lisboa, não consigo deixar de pensar no Paradoxo de Leontief:

Leontief demonstrou que pode acontecer por vezes que um País que receba uma transferência de outro, se a aplicar mal, acabe por ficar mais pobre em vez de mais rico, como aconteceu connosco e com os espanhóis com o ouro das Américas ou, em tempos mais modernos, com a "dutch desease" nos anos 60.


O mesmo se aplica ao plano anti-crise. Os Governos gastarão mais dinheiro e nós ficaremos todos mais pobres.



* Sugestão de fim de noite: coisar, um tumblr genial de um tal de Nuno Gomes Lopes. A acompanhar atentamente.


* Querem aprender a falar galego? Passem alguns anos no Estado Espanhol (em sítio onde apenas se fale castelhano) e depois tentem falar português. Não convencidos? Um exemplo.

Um amigo meu, que ilustra o exemplo que acima referi. Alguns anos em Barcelona. Resultado? O piso térreo de um edifício é agora a 'planta baixa'.

E, ainda hoje na TVGaliza, uma mulher falava de não sei o quê que lhe aconteceu na 'planta baixa' do prédio.


* Não, este blogue não está chegado à esquerda. No meu ecrã, sim, mas no da Alice está no centro e por isso está bem.


* Pedro Mexia, rebuscado na sua adulação de Cláudia Vieira:

De todas as alocuções de fim de ano (presidente, primeiro-ministro, cardeal-patriarca) aquela de que gostei mais foi a de Cláudia Vieira, difundida à cidade e ao mundo via Diário de Notícias.



* Possidónio Cachapa, anunciando o seu 'Curso de Escrita Reconstrutiva (escrita criativa)':

É cada vez maior o número de pessoas que escreve e publica. Entre esses, há alguns que possuem uma voz mas que insistem em escrever o que lhes parece certo, vendável ou que pode agradar à família próxima. Historicamente está provado que este tipo de escritores nunca vencerá a morte e que provavelmente os seus livros serão vendidos a peso muito antes dela.
Este curso, limitado nas inscrições, está destinado aos que gostariam de encontrar os tomates que o seu conformismo ou as confortáveis rotinas insistem em esconder.



* Acordo Ortográfico:

Os especialistas ainda esgrimem argumentos a favor e contra as novas regras, mas o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa já começou a entrar nos hábitos dos brasileiros. Segundo um inquérito online lançado pelo jornal diário "A Folha de S. Paulo", no qual as normas entraram em vigor no dia 1 de Janeiro, vinte e sete por cento dos que responderam à pergunta feita no site já começaram a escrever segundo as regras do ainda polémico acordo, enquanto trinta e quatro afirmam que vão esperar por 2013 para fazê-lo, uma vez que, a partir daí, a nova ortografia será a única considerada correcta

No Público, via Blogtailors.


* Uma mulher: Halle Berry

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 10/12, 21h30, pousada (Wien) BASENAME: 10-12-21h30-pousada-wien DATE: Sun, 04 Jan 2009 23:02:57 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

Estou no quarto, hesitante entre ir dormir, escrever-lhe um postal ou ler mais um pouco. Talvez escreva um pouco aqui. Talvez não lhe escreva, e espere até que me venha algo.
Hoje despedi-me do Aco, de manhã, na Karlplatz. De início não tive a melhor impressão dele, apenas pelo facto de não ter visto tanta arquitectura quanto queria enquanto estava com ele. Entretanto comecei a gostar exponencialmente mais dele, até nos termos tornado parceiros. A vida dele não é fácil, e nota-se que, para ser maestro, ou se quer mesmo, ou é impossível. Estudar, tocar, praticar, segundo ele, das 7 da manhã às 11 da noite. Dificilmente se namora assim, ou se faz qualquer outra coisa. Gostei muito de andar com ele. Talvez ainda o veja hoje, depois de ele vir do concerto.

Hoje o dia foi ?produtivo?. Vi arquitectura moderna até à exaustão. De manhã fui ver a Hundertwasserhaus, que é a desilusão total. Turistas e turistas, e eu a pensar o que estava a fazer ali. Depois fui ver Donau City (imagino que a ?Cidade do Danúbio?), a zona nova, concentrada à volta do edifício das Nações Unidas. Mais uma enorme desilusão. Mas lá no meio, perdida entre viadutos e túneis e cinemas vazios, encontrei uma pequena pérola. Mais parecia uma caixa de jóias, perfurada para se ver o interior. Era uma igreja, linda por fora e por dentro. Foi o suficiente para não dar a manhã por perdida.







IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 10/12, 15h30, U6 (Wien) BASENAME: 10-12-15h30-u6-wien DATE: Sun, 04 Jan 2009 22:44:01 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Acabei de vir da casa Moller, do Loos. O polícia à porta não me deixou tirar fotos. Pior, pediu o meu BI e pôs-se a tirar dados. Pior ainda, a foto que estava a tirar quando ele me chateou não chegou a sair. A casa era bem bonita, deve morar lá algum ministro.

BRUXELAS HENDAYE COIMBRA
09h10 17h12 08h33
09h40 17h42
12h40 21h12
22h(IRUN)(HE) 08h33(HP)



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 4/1/09 BASENAME: title-51 DATE: Sun, 04 Jan 2009 22:00:40 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: GALIZA CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

* Más notícias:

Comboios: circulação no Ramal da Figueira da Foz suspensa




* Esta é a distribuição mundial de sunitas e xiitas:



É também bom saber que existe o lado bom do islão: de um lado os xiitas, do outro o Sunni Islam.


* Um cartaz correto, sem conotações políticas ou outras trapalhadas:




* Uma mulher: Jennifer Charles:

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 9/12, 23h, pousada (Wien) BASENAME: 9-12-23h-pousada DATE: Sun, 04 Jan 2009 21:25:55 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Conheci uma conhecida do Aco, a Maiku. Pianista, lindíssima, os pais são do Japão mas moram em Wien. Não sei o que têm as japonesas, mas dão cabo de mim.

Voltando ao português que conheci em Bratislava e que tinha comido uma israelita. Andando com os hooligans e depois com o outro grupo de portugueses, dei comigo muitas vezes a questionar-me, como fazia tantas vezes na adolescência e no início da idade adulta. A pensar ?porque não sou eu como eles??, ?porque não faço o que eles fazem??, etc. (talvez me tivesse questionado desta maneira com o segundo grupo, e não com os hooligans, mas seguindo em frente) Talvez por serem grupos grandes e eu estar lá sozinho, talvez por serem também portugueses. O meu companheiro de guarda-chuva, com a facilidade com que aparentava arranjar sexo, ou os piropos com que todos eles galanteavam as raparigas, pôs-me, de início, a pensar em mudar de perspectiva em relação a este IR. Talvez o sexo fosse fácil, afinal. Mas estes talvezes, quando pensei um pouco, não me diziam nada. Já encontrei alguém, já fui tocado por esse alguém, e penso já a ter tocado também. Não busco mais ninguém nesta vida, a minha estação terminal é ela.

Comecei a voltar a mim no intervalo do jogo. Reencontrei o companheiro de guarda-chuva quando todos os portistas se refugiaram na casa de banho, fugindo da chuva e da neve. Aparentemente ele nem me reconheceu. Disse-lhe que tinha conhecido um português que morava em Bratislava, ao que ele respondeu ?Ah, eu estudo em Praga?. Claro que eu sabia isso, tinha estado parte da tarde com ele! Foi aí que percebi o que ele era e eu não. Ele era obviamente uma pessoa que vivia para o momento, capaz de entrar noutra personagem e ir para a cama com uma mulher acabada de conhecer, mas que ele provavelmente nem reconheceria no dia seguinte. Ora, nada mais diferente de mim.
Depois de ter estado algum tempo com os tugas no MacDonald?s (mas, atenção, apenas bebi uma cerveja), fui até ao supermercado comprar comida para a Áustria e acabei no hostel. Ainda era cedo, mas o tempo na rua estava impossível. No hostel conheci o Giovannia, um sardo. Era uma pessoa acessível com um riso fácil e um pouco afeminado, que parecia o menino da mamã. Falava bem inglês e tinha assunto, por isso falámos durante bastante tempo. Perto das 7, convenci-o a vir jantar comigo a um restaurante que me tinham recomendado na recepção.





IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do ano 7 BASENAME: titulo-do-ano-6 DATE: Sat, 03 Jan 2009 16:26:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Morreu intoxicado por fogareiro a jogar Playstation


No JN.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 31/12/08 BASENAME: title-50 DATE: Wed, 31 Dec 2008 19:33:17 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: NOTAS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: MULHERES TAGS: ----- BODY:

* Sugestão do Nuno: Movimento Cívico Não Apaguem a Memória! Porque o que não falta em Portugal não é mais democracia, mas mais democracia participativa. Mais movimentos cívicos, por exemplo.


* Eu escrevi 'Pedro Mexia deve ser fumador' e posteriormente corrigi para 'Pedro Mexia é fumador'. Afinal não é. As minhas humildes desculpas. E agora é que não percebo mesmo o que ele escreve.


* Ao fim de 19 anos como Presidente da Câmara de Viseu, deu o passo natural:

Fernando Ruas anuncia recandidatura à Câmara


E se julgavam que 19 anos é muito tempo para o quer que seja, aí está Fernando Ruas a provar-nos que 19 anos não é mais do que um mandato um pouco mais comprido.


* Behance Network: uma plataforma para portefólios únicos. A visitar e a revisitar sempre.


* Uma mulher: Scarlett Johansson

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 30/12/08 BASENAME: title-49 DATE: Wed, 31 Dec 2008 00:27:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

* É como eu dizia: para o Arrastão, qualquer blogue não sediado em Lisboa só pode ser considerado melhor blogue regional. Como o Avenida Central, ótimo blogue sediado em Braga que trata temas internacionais assim como locais. É triste, isto.


* Luís da Silva:

Apercebemo-nos de que as coisas estão a correr realmente mal quando se torna totalmente irreprimível a vontade de falar, de falar alto, de dizer BASTA !





* Sobre a lei do tabaco, escreve Pedro Mexia:

O Governo quis alertar para os perigos do tabaco e zelar pela saúde pública, mas contribuiu para o puritanismo da saúde que se sucede civilizacionalmente ao puritanismo sexual, e que herda daquele o carácter intolerante e persecutório.

Como é que pessoas tão inteligentes conseguem escrever coisas tão estúpidas? A lei do tabaco protege-me a mim, não fumador, de quem quer fumar à minha beira em locais públicos e fechados. O que até agora era paranóia dos não-fumadores passou, com a lei do tabaco, a paranóia dos fumadores. Eu não me peido em público. Não pego numa máquina de fumo e vou usá-la nas fuças dos outros. Porque deverei fumar junto dos outros, se isso incomoda?

Ah. Bom. Já percebi. Pedro mexia é fumador.


* Uma mulher: Thora Birch

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Fri, 02 Jan 2009 14:29:28 +0000 URL:

o que me parece é que o Pedro Mexia falou das intenções do governo quando na realidade estava a falar da interpretação que ele faz das intenções do governo. eu não acredito nem no governo nem no Pedro Mexia (nem em Deus, já agora). por exemplo, quando o governo diz que constrói auto-estradas para reduzir a sinistralidade rodoviária. é como andar a matar linces para que eles não façam concorrência às raposas (isto se ainda houvesse linces para matar.) (houvesse ou houvessem? enfim, uma questão sobre a qual me debruçarei em tempos próximos)

----- COMMENT: AUTHOR: Karin [Visitante] DATE: Fri, 02 Jan 2009 12:42:29 +0000 URL:

Proteger do fumo quem não quer fumar está muito bem. Mas não creio que seja isso que é posto em causa pelo Mexia. Para o que ele alerta é para uma espécie de condenação geral a que de repente (ou não tão de repente) os fumadores (pessoas desprezíveis que não querem ser saudáveis) são votados, com todos os perigos e exageros que podem advir desse tipo de hostilidade.

----- COMMENT: AUTHOR: Pedro Mexia [Visitante] DATE: Wed, 31 Dec 2008 13:14:39 +0000 URL: http://www.estadocivil.blogspot.com

Não sou nem nunca fui fumador.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 29/12/08 BASENAME: title-48 DATE: Mon, 29 Dec 2008 23:52:03 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: MULHERES TAGS: ----- BODY:

* Daniel Oliveira:

Morreram ontem 282 pessoas no Médio Oriente. Não, não se assustem os analistas, não se indignem os comentadores, não se comovam os jornalistas. São apenas palestinianos. Israel prepara uma ofensiva terrestre na Faixa de Gaza. Trata-se, como sabemos, de um direito adquirido. Só quando são os outros é que chamamos de terrorismo.



* António Lobo Antunes:

Os portugueses vivem tão mal e os livros são tão indecentemente caros!



* Uma proposta de ligações ferroviárias em Alta Velocidade entre Porto, Lisboa e Madrid utilizando o problema de Steiner:




* Apesar do nome manhoso e dos textos fraquinhos, aqui está o blogue da associação dos utentes de comboios de portugal.


* O terrorismo chegou à Burela:




* A malta entende-se e junta-se e isso é bom de ver. Mr. Esgar juntou-se ao valter na casadeosso.




* Uma mulher: Selma Hayek

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 9/12, 19h30, Renweg 8 BASENAME: 9-12-19h30-renweg-8 DATE: Mon, 29 Dec 2008 23:51:37 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Afinal percebi tudo mal. A velha é mãe da pianista.

Estão a tocar Mozart. Começa com TRIO FUR KLAVIER, VIOLINE UND VIOLONCELLO IN E-DUR KV 542. A seguir vem SONATE FUR KLAVIER UND VIOLINE IN E-MOLL, KV 304. Depois da pausa vem 1 QUARTET FUR KLAVIER, VIOLINE, VIOLA UND VIOLONCELLO IN G-MOLL, KV 478.





IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 9/12, 19H, Renweg 8 (Wien) BASENAME: 9-12-19h-renweg-8-wien DATE: Mon, 29 Dec 2008 23:48:32 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

Estou à porta das sala de espectáculos. Dificilmente daríamos por ela, se não estivéssemos à procura. O Aco está à conversa com umas velhinhas eslovenas. Aparentemente uma delas é casada com um dos melhores pianistas do mundo. A senhora que nos recebeu, amiga do Aco, é violoncelista, e deve actuar hoje. Ah, vamos ouvir Mozart.

Hoje comprei mais um guia de arquitectura de Wien, desta feita mais antiga. Parece-me que ainda vou ficar mais uns tempos por cá.

Estão a falar de mim por ali.







IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 9/12, 11h30, KuntHistorichMuseum (Wien) BASENAME: 9-12-11h30-kunthistorichmuseum-wien DATE: Mon, 29 Dec 2008 23:38:48 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

Acabei agora de ver a exposição de Goya. Acabei por não ver alguns dos meus quadros preferidos, que não estavam na exposição. Ainda assim a obra de Goya é assombrosa, e como ele viveu até aos 80 anos, teve tempo para pintar, experimentar, errar. Tudo. Bem ao contrário de Schiele. Vi ontem a exposição dele. Se não é o meu pintor preferido, está no top 3. E morreu aos vinte e oito, coitado, de gripe espanhola, três dias depois da mulher, e no dia do fim da guerra. E o que ele não fez em doze anos, desde os dezasseis até à sua morte! Morte, arbitrária sina!...

Tenho andado com um esloveno, o Aco (Atso). É maestro (conductor), e tem apenas vinte e um anos. Anda-se bem com ele, apesar de ontem não ter visto quase nada. Depois do Goya vou ver arquitectura ao meu ritmo. Se ele quiser vir que venha.

Wien é uma cidade que impõe respeito. É enorme em dimensão, mas o centro tem um jogo de escalas que nunca vi. A zona da catedral tem ruas ?estreitas? e prédios altos, enquanto que chegando à zona dos museus e dos palácios a escala explode e deixamos de saber qual o nosso tamanho. Os Vienenses, apesar de simpáticos e acessíveis, parecem noutra dimensão. Já não há latinos por aqui.

WINARSKY-HOF (WIEN 20, STROMSTRASSE 34-38) BEHRENS, HOFFMANN
CASA SCHEV (WIEN 13, LAROCHEGASSE 3) LOOS
CASA MULLER (WIEN 18, STARKFRIEDGASSE 19)
WERKBUND SIEDLUNG (INDIVIDUELLES WOHNEN (WIEN 13, VEWTINGERGASSE 71-117) JOSEF FRANK
TABAKFABRIK (UNTERE DONAULANDE 74, LINZ) BEHRENS
TERRASSEN HAUSSIEDLUNG (ST. PETER-HAUSTRASSE, GRAZ) WERKGRUPPE GRAZ
WONHAUS ANLAGE AM SCHOPFWERK (WIEN12, AMSCHOPFWERK
STANDTHALLE (WIEN 15, VOGELWEIDPLATZ 214) RAINER
MUSEU PAVILHÃO (WIEN 3, SCHWEIZERGARTEN) KARL SCHMANZER
WOTRUBA ? KIRCHE (WIEN 23, RYSERGASSE 2)
ZENTRAL SPARKASSE (WIEN 20, FAVORITENSTRASSE 118) DOMENIG
WHONHAUSANLAGE
WHONEN MIT KINDERN (WIEN 21, JENEWEINGASSE 32) UHL
WOHNHAUSANLANGE (WIEN 15, WEIGLASSE 10-12) HOLZBAUER
WOHNSIEDLUNG (WIEN 22, PILOTENGASSE) KRICHANITZ, H&M, STEIDLE
NACHAUSBAU (WIEN 1, FALKESTRASSE 6) C. HIMMELBLAU
MEHRZ WECKHALLE (GEOGISTRASSE 84, GRAZ) DOMENIG
WOHNLAGE (MITTERWEG 157-159, INNSBRUCK) BAUMSCHLAGER & EBERLE

JEROEN DE RIJKE / WILLEM DE ROOIJ







IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 27/12/08 BASENAME: title-47 DATE: Sat, 27 Dec 2008 23:50:50 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: HUMOR CATEGORY: CENTRALISMO TAGS: ----- BODY:

* Quando um blogue ou um programa de televisão ou de rádio sediado em Lisboa refere temas locais, nunca deixa de ter caráter nacional por o fazer. Quando qualquer outro blogue ou o que for não sediado em Lx fala de temas locais, este é regional até ao osso. Porque é que a marginal ribeirinha de Lx há de ser tema de programa de televisão? É um tema nacional? Á, pois. A RTP é em Lx. Por momentos, esqueci-me.


* Eu sabia! Eu sabia! Frase do ano de 2008, segundo o Arrastão:

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 8/12, 20h15, Pousada (Wien) BASENAME: 8-12-20h15-pousada-wien DATE: Sat, 27 Dec 2008 23:48:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

Voltando à chegada a Bratislava. Cheguei facilmente ao hostel. Não sendo barato nem caro ? 15 euros ? tinha uma coisa que nenhum antes tinha tido ? estilo. Sofás no ?lounge?, cozinha com balcão de madeira, paredes pintadas com cores vivas nos quartos. Quando cheguei, perto das 11h, estava uma senhora a aspirar o quarto. Saí logo que pude, ainda tinha que arranjar bilhetes para o jogo. Logo na primeira praça topei um grupo de cinco que me pareceram ?normais?. Ok, são portugueses. Eram mesmo. Cinco estudantes de marketing em Praha, quatro do Porto. E, sorte a minha, tinham um bilhete extra para mim. Custava 15 euros, mas eu apenas tinha comigo 50 euros e eles não tinham troco. ?Ok, vais ali ao câmbio e pedes para trocar euros por euros.? Parecia um esquema capaz de funcionar. Mas só quando mostrei a nota à rapariga do câmbio é que me apercebi que a nota de 50 euros estava rasgada. Poucas vezes me tinham vindo parar às mãos notas de 50 euros, e tinha de vir rasgada? Shit! Ela obviamente que recusou a nota. Quem não recusaria? Dá mesmo a ideia de ser uma nota roubada! No banco o resultado foi o mesmo. ?No good.? Tive de sacar chlóques (a moeda local) do multibanco e trocá-los por euros. Mas fiquei com o bilhete. Continuava a chover, com o vento a obrigar a chuva a danças?/acrobacias? delirantes. Fui com eles até ao castelo, um dos poucos sítios que ainda não conhecia em Bratislava.

Eu era o único com guarda-chuva, e um deles não tinha capucho, por isso andou sempre comigo. Acho que se chamava João. Acabámos por adoptar alguns comportamentos íntimos, decorrentes do acto de partilhar um guarda-chuva. ?Deixa que eu levo o guarda-chuva, já deves estar cansado.? ?Queres tirar a foto agora?? Esse tipo de coisas. Achei piada ao facto de ele, tão inusitadamente, se ter tornado tão próximo de mim. Pela conversa dos outros, percebi que tinham ido para os copos no dia anterior, e tinham saído do hostel porque já não podiam estar lá mais tempo a dormir. O meu companheiro de chusso, esse, tinha comido uma israelita. Tinha ido para casa dela, com o pai dela lá também, e tinham tido sexo.








IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 7/12, 21h30, Pousada (Wien) BASENAME: 7-12-21h30-pousada-wien DATE: Sat, 27 Dec 2008 23:40:22 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Hoje comi na pousada. O jantar, de 4?6, consistia numa piza, sopa e sobremesa. Antes de começar a comer a piza deu um gole de água fria, que me deixou a garganta activa. Acabei por desistir de comer a piza, pois a garganta doía-me imenso, e comi duas sopas para compensar. Há um bocado acabei de comer a piza, e já não me doeu a garganta. Espero não ficar doente.



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 25/12/08 BASENAME: title-46 DATE: Fri, 26 Dec 2008 00:07:09 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: PÓVOA-VILA CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* Eis uma bela metáfora do galego:

No passado dia 20 de Dezembro de 2008 a Bolívia tornou-se, depois de Cuba (1961) e Venezuela (2005), no terceiro país livre de analfabetismo na América Latina. Mais de oitocentas mil pessoas fôrom alfabetizadas em espanhol, quechua ou aimará.

O método audiovisual «Yo si puedo» foi ministrado em espanhol, mas também em quechua e aimará, na tentativa de os falantes dessas línguas terem as mesmas oportunidades. Finalmente fôrom alfabetizadas 24 mil pessoas em quechua e trinta mil em aimará, um número aquém do esperado, pois a maioria escolheu o espanhol (previam-se duzentas mil e trescentas mil, respectivamente).

«Falar aimará e quechua era muito difícil, porque até para os jovens era umha vergonha falarem na sua própria língua;


Através do PGL.


* Admito que me dá um especial prazer as notícias de países nórdicos (Islândia) a quererem aderir à UE e ao euro ou, já estando na UE, apenas ao euro (Suécia, Dinamarca). Aparentemente, as economias europeias fora do euro estão mais expostas à crise. Aparentemente, digo eu, porque em questões económicas posso apenas especular (e quase nunca afirmar). Países como Portugal ou Espanha juntaram-se à UE por serem, na Europa Ocidental, dos mais pobrezinhos. Mas houve sempre países que não o fizeram por serem ricos e não quererem perder regalias da riqueza, como por exemplo o dinheiro (Noruega, Suíça), ou juntaram-se apenas parcialmente (Reino Unido, Suécia) de modo a colherem apenas o que lhe interessasse da União. Houve até uma região a separar-se da União de modo a não ter sobre si o peso das leis pesqueiras comunitárias, entre outras. Foi o caso da Gronelândia. Enfim. Dão-me para rir estas coisas.


* Em qualquer jornaleco ou revista improvisada surge sempre o inevitável 'mais e menos', seja do dia ou da semana. Ora na nossa incrivelmente rica e diversificada comunicação social, é regra. Por uma lógica que me ultrapassou, Nicole Kidman apareceu certeira em todas elas, e em todas na zona 'negativa'. Isto porque Nicole (não te importas que te trate por Nicole, pois não, Nicky? Na boa), num programa televisivo australiano, soprou num tubo de maneira de modo a produzir sons. Tocou, por assim dizer, num didjeridu. Os aborígenes, rezam as crónicas, ficaram piursos, e logo eles que nunca viram um urso. Toda a gente sabe que o didjeridu é exclusivo dos homens, para além de provocar infertilidade nas mulheres.

Erro fatal de Nicky, numa altura em que quer ter tantos filhos? Não, erro fatal dos 'jornalistas' portugueses. Agora que cada vez mais se esbatem fronteiras entre géneros e se diminuem o número de empregos exclusivos de um ou outro género, qual o sentido de glorificar essa prática aborígene restrita a apenas um dos sexos? Pouco ou nenhum.

Mas não. Má Nicole Kidman. Má.


* Sempre achei que os bileiros eram porquitos. Agora surge a confirmação:

Não é por estar mais suja, mas porque gasta pouco em limpeza e os munícipes pagam pouco pelo serviço que Vila do Conde não ganhou o título da cidade mais limpa, galardão que perdeu para a vizinha Póvoa de Varzim.

No JN.


* Não consigo pensar na Casa da Música sem arriscar um sorriso de satisfação. Não vou falar da obra nem do processo da sua construção - talvez um dia destes - mas sobre a sua função. E essa é a evangelização do pobo em relação a todas as músicas. E admito que, do que depreendo do que vou vendo, tem cumprido a sua função. Os espetáculos estão cheios e o pobo sai satisfeito. O clubbing junta a malta, careiro, mas vai tudo lá parar. Tem serviço educativo, cria softwares musicais e vai adaptando a programação à cidade. Tudo rola sobre carris.

O que me traz aqui tem a ver com uma ideia. Mais uma vez, são os meus preconceitos a funcionar. Mas sigam o meu raciocínio. Nesta abrangente classe média, há ditames a cumprir. Um desses ditames, parece-me, é o gostar de música. A Casa da Música, imagino, tem a mesma função da música clássica para quem não gosta nem tem qualquer interesse na música. É que a música clássica é muito dada a ser ouvida. Grande parte das peças clássicas têm esse condão, e parece-me que não será apenas um portal iniciático para quem não tem cultura musical, mas antes uma máscara para quem não liga a música. Assim, ir à Casa da Música funcionará também como um advento social. De integração, talvez.


* Um arquivo incrível: Europa Film Treasures. Através do ípsilon.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Bombeiro denuncia sexo no quartel BASENAME: bombeiro-denuncia-sexo-no-quartel DATE: Thu, 25 Dec 2008 16:10:28 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR CATEGORY: IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

E há queixas graves que Berardo Polónio põe a nu.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 23/12/08 BASENAME: title-45 DATE: Tue, 23 Dec 2008 23:39:48 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NORTE CATEGORY: FOTOS CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: MULHERES CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* Porquê um podcast sobre o Porto cidade / região? E porque não?


* Petição Por Uma Gestão Autónoma do Aeroporto Do Porto


* Para que ninguém se esqueça das vidas de postal.


* Descubro agora que o Governo Sombra tem um blogue.


* Um pixel por Moçambique


* Uma mulher: Samantha Morton

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 7/12, 20h, Pousada (Wien) BASENAME: 7-12-20h-pousada-wien DATE: Tue, 23 Dec 2008 23:21:01 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

(mostrar denCidade à Marta)

Tenho tanta coisa por escrever que nem sei por onde começar. Talvez por onde parei, a ordem cronológica da coisa.

O tuga que me tinha mandado a boca no vagão-restaurante era um dos super-dragões. De início fingi não ser português. Imaginei que eles fossem emigrantes, e não tinha grande vontade de falar com eles. Só quando os vi todos juntos, preparados para sair, é que percebi que estavam ali para ver o Porto a jogar. Tinham viajado com a Ryanair até Frankfurt, mas acabaram expulsos do avião, e tiveram de fazer a ligação a Bratislava de comboio.

Quando os conheci ainda não sabiam como voltar. Na Ryanair já não podiam mais. Eram os autênticos hooligans, todos com cadastro e muitos com julgamentos pendentes. Um deles, que estava sempre a ouvir tecno nas alturas, falou um pouco mais comigo. Como tinha um julgamento pendente, não podia ausentar-se de Portugal por mais de 5 dias. ?É mais drogas, sabes como é.? Devia ser tráfico, imagino eu. Falou-me da filha e da falta de dinheiro. ?Ehpá, eu faço o que quero, percebes? Se quero fazer merda, faço merda.?

Eu, nestes dias na Europa Central, tenho sido um pouco mais civilizado. Cumprimento as pessoas nas lojas, tento ser simpático. Como em Portugal, não deito lixo para o chão nem estrago coisas. O meu comportamento está a ser um pouco mais como eu gostaria que fosse sempre em Portugal, mas nem sempre dá. Ora o meu amigo dragão era um pouco o oposto de mim, em termos sociais. Aliás, nenhum deles era um exemplo. Um deles, um dos mais velhos e mais respeitados, tentava dormir. Outro ia tocando-lhe na cara com a mão, a partir do corredor. Depois pôs a pila de fora e encostou-a ao vidro, junto à cara dele. Nem sabia onde me havia de meter. Outro mais novo, com uma cara furada de quem teve problemas com acne, e com pinta de culturista, perguntou-me se eu conhecia o Break, sendo eu da Póvoa. O Break era o dono dum ginásio. Era um culturista enorme, que já tinha sido campeão nacional. Tinha saído há pouco tempo da prisão, e o meu pai foi o responsável do processo. Ainda há pouco o meu pai me tinha contado pormenores do processo. Deu-me vontade de responder ao hooligan ?sei quem é o Break, foi o meu pai que o pôs na prisão?, mas acabei por dizer que o conhecia, pois tinha andado no ginásio dele (o meu interlocutor era o que antes tinha falado da puta). Algum tempo depois começaram todos a falar de putas. Aparentemente já sabiam quanto custava uma puta em Bratislava. ?Acho que custa 1500 ? 9 euros. Era bom se um gajo as levasse para o hotel.? Pelo que percebi, não tinham hotel marcado, iam tentar dormir no Ibis em quartos onde já estavam amigos. Também não tinham bilhetes para o jogo, mas disseram-me que, se continuasse com eles, estava bem.

Para ser sincero, não me sentia totalmente desconfortável com eles. Obviamente que o comportamento anti-social deles me deixava perplexo, mas eles eram do Porto, carago. Com eles podia falar à vontade, praguejar e tudo. Aliás, parece-me que, se não praguejasse, eles não me entenderiam.

Decidi andar mais um pouco com eles. Foi também a sorte deles, pois tinham dificuldade em entender os horários para chegar a Bratislava, e eu ia ajudando-os. No comboio que apanhámos para dar a volta a Wien, uma loira de meia-idade levantou-se, irritada, para resmungar com um deles. Ele disse que se tinha descalçado e ela não tinha gostado. Até acredito que tivesse acontecido, mas não teria sido apenas isso. Quando chegámos a Bratislava eu saí disparado, como faço sempre, e não os vi mais.





IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 22/12/08 BASENAME: atualizacoes-22-12-08 DATE: Tue, 23 Dec 2008 02:30:55 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: MULHERES TAGS: ----- BODY:

* Uma mulher: Norah Jones

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 21/12/08 BASENAME: title-43 DATE: Sun, 21 Dec 2008 23:53:19 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: LÍNGUA TAGS: ----- BODY:

* Outro interruptor profissional: Pedro Mexia. Não sei se o terá aprendido na Católica, mas aquele tique de começar a gaguejar ("a minha ideia, não, a minha ideia, a minha ideia") quando sente que alguém o poderá interromper é ridículo. Mas conheço muita gente assim. E quando percebe que ninguém mais tem paciência para o interromper, alonga as frases e reforça a sua modorra habitual. No entanto, para além de ter acabado de subscrever o blogue dele, costumo ouvir o Governo Sombra. Não por ele, obviamente, mas, enfim, ele também participa.


* Sabem o que é engraçado? O gajo do CSi a cantar em eusquéra.


* Qual a melhor maneira de perceber que um partido não é um clube de futebol? É ler o que Pacheco Pereira pretende fazer para não votar em Santana Lopes:

Na próxima semana já não serei eleitor em Lisboa, para poder votar no PSD




* Uma mulher: Maria Rita

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: O Português sem o Castelhano 2 BASENAME: o-portugues-sem-o-castelhano-2 DATE: Sun, 21 Dec 2008 11:12:37 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: LÍNGUA TAGS: ----- BODY:

Mais uma intrusão do espanhol, esta um pouco mais difícil de extrair. Em bom português dizemos o sangue, enquanto que por lá se diz la sangre. Assim, quando algo corre (ligeiramente) mal, ficamos ensanguentados. Normal, não? Então porque é que dizemos sangrento, se a palavra da qual deriva é sangue? A verdade é que sangrento é um castelhanismo, que substituiu nas falas populares o portuguesíssimo sanguento.

O mesmo acontece com sangria e sangrar, mas nenhuma destas tem uma alternativa mais portuguesa.

Curioso. No google, se fizerem a busca por sanguento ele sugere-vos sangrento.

----- COMMENT: AUTHOR: Yuji [Visitante] DATE: Mon, 22 Dec 2008 16:26:36 +0000 URL: http://yuji.ws/

Aqui no Brasil a forma mais comum é “sangrento", ainda que lembro-me ter escoitado tamém a forma “sangüento". Agora nom me ocorrem outras, pero hai moitas outras “contradiccións", ao menos no nosso português…

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 20/12/08 BASENAME: title-42 DATE: Sun, 21 Dec 2008 00:09:46 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOVIDADES CATEGORY: FOTOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: MULHERES TAGS: ----- BODY:

*

É possível umha quarta assembleia autónoma no Reino Unido, que se venha a somar às da Escócia, Gales e Irlanda do Norte? Na Cornualha, umha das naçons sem Estado mais pequenas da Europa (3.563 quilómetros quadrados e 526.000 habitantes), pensam que sim.



* Esqueçam Acordos Ortográficos e demais discussões. Se o Córnico, língua celta falada na Cornualha até ao século XVIII e com apenas 300 falantes atuais, ainda não conseguiu transformar as suas 4 (!) normas numa norma unificada, mais ninguém consegue unificar o que quer que seja.


* Uma mulher: Alexandra Maria Lara

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Aprendendo o Alemão 1 BASENAME: aprendendo-o-alemao-1 DATE: Sat, 20 Dec 2008 22:19:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Backpfeifengesicht

a cara que devia ser esbofeteada

__

(através do Siege)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 19/12/08 BASENAME: title-40 DATE: Sat, 20 Dec 2008 05:25:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: NORTE CATEGORY: MULHERES CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

*

O largo do Toural, no centro de Guimarães, já não vai ter um parque de estacionamento subterrâneo. O projecto da Câmara Municipal, que abrange, também, a Rua de Santo António e a Alameda, não mereceu a aprovação do Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico.

Mas as reservas do IGESPAR não se ficam por aqui. O projecto no antigo mercado (com um parque subterrâneo) também merece reservas por causa da proximidade da igreja de S. Domingos, monumento nacional, e das árvores.

Estes são dois dos cinco grandes projectos apresentados pela Câmara, no contexto da Capital Europeia da Cultura em 2012.


Dois projetos já foram à vida, já só faltam três. No JN.


* Programação de Janeiro do Octopus.


*

A Paisagem Protegida do Litoral de Vila do Conde (PPLVC) deverá ser uma realidade «já no início de 2009» e terá âmbito regional, disse esta quarta-feira o vereador do Ambiente da autarquia local, depois de ter reunido com o secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa.



* Luís Filipe Menezes, sobre a revisão do PDM de Gaia, afirmou que considerava criminoso que se não haja ligação entre os PDM dos concelhos vizinhos. E afirmou muito bem. Outra senhora que falou disse que em Gaia começam a formar-se zonas residenciais à americana, bem desenhadas e com bons acessos. Em Gaia, pelos vistos, o urbanismo estado-unidense é referência.


* Bem que me parecia: entre muitas outras coisas, os brasileiros não sabem o que é a Galiza.


* Uma mulher: Mathangi Maya Arulpragasam

(M.I.A.)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 18/12/08 BASENAME: atualizacoes DATE: Fri, 19 Dec 2008 00:21:10 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: AMIGOS TAGS: ----- BODY:

* nelson d'aires:

fui convidado para fotografar Lisboa durante 24 horas seguidas enquanto ao mesmo tempo todas as outras capitais europeias estão também a ser fotografadas por um fotógrafo/a. infelizmente não tive e não terei tempo para preparação. não faz mal, terá que ser feito engenho a partir do pouco que se tem. é aqui que vocês ou os vossos amigos e conhecidos podem participar... procuro sugestões e pessoas que vivam ou trabalhem em Lisboa e que gostassem de ser fotografadas por mim nesse dia! preciso de fotografar cada uma das 24 horas e por isso não tenham vergonha e peço descaradamente ajuda na vossa participação. pode ser fotografar o INEM durante a madrugada, como pode ser a fornalha de um padeiro. o quarto de um estudante ou a varanda de um escritor. a vassoura de quem limpa a madrugada ou o crepúsculo de quem não tem casa. o vermelhar de um nascimento ou uma visita às flores de uma lápide. não há muito tempo e resta-me a esperança de alguém ler, distribuir estas palavras rápidas e esperar que alguém me escreva ou me telefone com vontade em participar.

obrigado.



*

A Associação Nacional dos Municípios quer a adopção de medidas de ajuda a famílias atingidas pela crise por parte dos concelhos. Fernando Ruas defende mesmo que estas medidas são mais importantes do que fazer ruas ou fazer alguns investimentos.


Assim, propõe-se a redução da construção de rotundas em 15% e da renovação de coretos em 20%.


* Mil e sessenta e oito novas espécies descobertas no rio Mekong - incluindo a maior aranha do mundo e uma víbora origami:



Aqui cenas.


* Portugal está disponível para receber prisioneiros de Guantánamo. Excelente manobra de relações públicas: uma semana depois, Portugal passou a ser popular entre detidos de Guantánamo.

Como tiro seguinte, proponho que Luís Amado anuncie que Portugal decidiu tornar a banana o fruto nacional, para que na semana seguinte possamos ter nas notícias que a Madeira decidiu revogar deriva e considera-se agora 'mais portuguesa que a pêra rocha'.


* A Alice na Livingetc.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 17/12/08 BASENAME: atualizacoes-17-12-08 DATE: Thu, 18 Dec 2008 00:20:36 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* O metro avança para Gondomar. Aqui o futuro mapa da rede. Começa a compor-se, a coisa.

* Acertem no Bush, vá lá. Imaginem que é o Alberto João, se vos faz sentir melhor.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: O Português sem o Castelhano 1 BASENAME: a-nossa-lingua-sem-o-castelhano-1 DATE: Wed, 17 Dec 2008 16:02:55 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: RECORRÊNCIAS TAGS: ----- BODY:

Quando se quiserem referir a uma elevação de terreno, rocha ou fraga, podem utilizar a portuguesíssima pena. A palavra de uso mais comum, penha, é um castelhanismo que de facto não fazia cá falta. Em Guimarães o monte chama-se da Penha, mas em Sintra o Palácio manteve-se da Pena.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 16/12/08 BASENAME: title-38 DATE: Wed, 17 Dec 2008 00:33:26 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: AMIGOS TAGS: ----- BODY:

* O Vasquinho, mais uma vez com a mania que é gente, surgiu publicado numa revista que opera algures entre a Biscaia e a a Cornualha. Já chega, méne, de nos envergonhares a todos diariamente. Que tal uma publicação mais vulgarzinha, sei lá, a TVGuia? Vá lá, por nós?


* O meu novo herói: Muntadar al-Zaidi. Até uma televisão libanesa o quer.


* O anúncio da polca da vodafone é o melhor do ano. Alguém tem ligação?

----- COMMENT: AUTHOR: Vodafone [Visitante] DATE: Fri, 19 Dec 2008 14:29:51 +0000 URL:

http://aquelamusicanuncio.blogspot.com/2008/12/msica-do-anncio-vodafone-natal-2008.html

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Le Clézio, A Febre (Um dia de velhice), pp.213 BASENAME: le-clezio-a-febre-um-dia-de-velhice-pp-213 DATE: Mon, 15 Dec 2008 11:48:38 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GALIZA CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

Triunfo da dor. Traição dos olhos, dos ouvidos, da pele. É preciso caminhar, toda a vida, no meio deste deserto. Ver, ouvir. Ouvir, ver. Comer. Rir. Falar, fumar, beber. Cheirar. Procriar. Escrever. Respirar. Ter dores. Sangrar, tremer. Encolerizar-se. Sofrer. Gritar, dormir, esperar. O cansaço está em todo o lado. Não há meio, não, não há meio de lhe escapar. É preciso sofrer, ter calor, ter frio. Acariciar. Gozar. Compreender, compreender sem parar. Todos os dias. Assim, todos os dias, sem excepção. Urinar. Saborear. Deixar-se levar pelas palavras inúteis, adoptar os ritmos, os hábitos. Procurar as frases, estender os ouvidos e os olhos, estender a pele. Fingir amar, amar, talvez.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 15/12/08 BASENAME: title-37 DATE: Mon, 15 Dec 2008 00:33:32 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: MULHERES TAGS: ----- BODY:

* Com esta ferramenta que desconhecia nascem estes incríveis gráficos interativos:

este mostra o peso demográfico do norte, comparando com o resto do país (também compara densidades populacionais - a Amadora é um sítio muito apertado) (dados de 2001);

este compara o PIB das regiões consoante o período temporal (1995-2007);

este tem três variáveis - população, rendimento e crescimento num gráfico com bolinhas.

Através do Norteamos.


* Na passagem do centenário de Manoel de Oliveira, presto homenagem não aos filmes mas ao homem, que prezo muito. Os filmes, bem, é como diz o João Pereira Coutinho.


* Uma mulher: Lila Downs

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 14/12/08 BASENAME: title-35 DATE: Sun, 14 Dec 2008 23:40:12 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

* Seguindo o conselho do Nuno fui a esta página de uma coisa chamada MEP, associação de vibrações positivas e esperança e muitas outras palavras radiantes de bondade. E de vazio. Mais uma vez, Laurinda Alves. Movimento Espaço por Preencher, deve ser isso.


* João Fazenda foi considerado uma people who deserve a bigger stage pela MONOCLE. Aproveito para partilhar com os meninos e meninas que me lêem a belíssima contracapa que fez para @ Deolinda.



Por favor percam tempo na página do homem. É de facto muito boa.


* Esqueci de avisar mas a Edna Parker morreu. Morreu, iupi!!! O recorde é nosso. Olé, olé olé olé, o recorde, é nossoooooo. Maria de Jesus, a nossa menina, é agora a mulher mais velha do mundo. Cristiano Ronaldo e Maria de Jesus. Que dupla!

Entretanto, conselhos para te tornares também tu uma Maria de Jesus:

1 trabalhar ao ar livre
2 andar muito a pé
3 nunca beber álcool
4 nunca fumar
5 preferir carne ao peixe
6 chegar ao 115 anos

(adaptado da Visão)


* Na Madeira, não há coragem sequer para fazer isto:




* Michael Phelps diz que treinou todos os dias durante 5 anos. O que raio é que isso quer dizer???

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 13/12/08 BASENAME: title-34 DATE: Sun, 14 Dec 2008 00:04:28 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: BICICLETAS CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: URBANISMO DE PONTA CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME CATEGORY: MULHERES TAGS: ----- BODY:

* Na adolescência, Avelino Ferreira Torres corria os cem metros em 6.4 segundos.


* Uma no cravo, outra na ferradura: VL8 terá ciclovia e rotundas em vez de semáforos.


* O Bolhão tem um projeto feito há anos que cheguem: o de Joaquim Massena, pago com dinheiros públicos. Uma boa notícia: a reabilitação do Bolhão não prevê parque de estacionamento.


*

Quercus e Geota deram parecer desfavorável ao estudo de impacte ambiental da Terceira Travessia do Tejo (TTT), cujo processo de consulta pública terminou esta terça-feira. A componente rodoviária motivou o chumbo.


Mais aqui.


*

Algarve: pinhal já está a ser abatido para construir duas mil camas junto à praia Verde

Na ecosfera.


* Um pouco de humor para animar este outono friorento: Auto-estrada 4 é resposta à crise económica e social. Depois de vinte e tal anos a construir auto-estradas, faltam apenas mais alguns milhares de quilómetros para atingir o desenvolvimento.


* Apesar dos erros constantes, apesar do lisboacentrismo, apesar do hype, apressadamente imediatista, apesar do plágio não declarado: finalmente, o ípsilon está online.


* Uma mulher: Rose McGowan

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Prémios Precariedade BASENAME: premios-precariedade DATE: Sat, 13 Dec 2008 18:56:25 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: CARTAZ CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

Mais aqui. Através do Arrastão.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do ano 6 BASENAME: titulo-do-ano-5 DATE: Sat, 13 Dec 2008 17:13:13 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Pastor atacado por um javali hospitalizado

No JN.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 7-12/12/08 BASENAME: atualizacoes-7-12-12-08 DATE: Sat, 13 Dec 2008 00:40:26 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: GALIZA TAGS: ----- BODY:

* A mata que se vê ao longo da estrada não anima. Os eucaliptos dominam, e nos espaços sobrantes acácias e pinheiros entopem a vista de sombra. Daqui, da janela da cozinha, descubro uma segunda leva de árvores, mais densa e idosa, perenemente guardando o Vouga que se adivinha mais abaixo. Alguns carvalhos e outras árvores igualmente dignas mas ainda por identificar. Espero que os companheiros de viagem acordem e as chamas fazem-me esquecer as dores e os pés da caminhada de ontem. Olho lá para fora e volto a querer caminhar. A dor atrai mais dor.

Eles descem, um por um. Ela fala que a mata é bonita mas que só os eucaliptos restarão - uma barragem a jusante, impositiva, inundará todos esses carvalhos e afins. Como se a barragem decidisse por si qual as árvores a manter. Como se, enquanto dormíssemos, a ordem natural fosse continuamente redesenhada. Acordamos e já não sabemos bem o que existia. O dinheiro substitui a natureza. Os dólares são verdes o ano inteiro.


* Depois do choque de saber que o português da Galiza (com o belo reintegrado do Quiroga) necessitava de adaptação para ser publicado em Portugal, percebi com horror que mesmo os livros brasileiros são adaptados. Lembro-me que o Jorge Amado usava tremas e, era logicamente, não adaptado (na edição do Público, pelo menos). Sei que o Paulo Coelho é adaptado porque, no outro dia, numa farmácia (ou numa bomba de gasolina, ou numa estação dos correios, já nem sei), alcei o braço e vi. O Chico e o Ubaldo, admito, já não me lembro. O Veríssimo leio-o em circunstâncias especiais, no Expresso, e sei que também é adaptado. Nos livros já não me lembro. O que queria dizer era que lembrava-me das tremas do Jorge Amado e a minha memória achava, esquecidamente, que o brasileiro era também português para os editores portugueses. E como o Paulo Coelho usa letras para construir palavras sem fazer o que quer que seja com isso, a grafia interessa pouco ou nada.

Até ver isto. Cíntia Moscovich, A Arquitetura do Arco-íris. Em Portugal publicaram o livro como A Arquitectura do Arco-íris. Já agora ?aportuguesavam? também a autora, e passaria a Jacinta Moscovita. Não?


* Ah! Todos querem ser arquitetos mas ninguém quer ser empregada de limpeza. Seja, eu quero desenhar a casa, mas limpá-la, nem por isso.

Uh! Ninguém se atreve a substituir-se ao cirurgião. Não não, cirurgia é coisa séria, eles tiraram cursos e eu não posso ver sangue. Dar aulas? Ai, eu? É deixá-los estar, eu de aulas sei pouco, é deixá-los aturar os miúdos. Desenhar a minha casa? Mas isso sou eu que faço, sou eu, pois. Eu dou os meus deseinhos ao gaijo (deseinhos, bem, um deseinho. Se não um deseinho, uma descrição), ele vai para casa passar aquilo ao contador, ele volta na semana seguinte, eu aprovo, chama-se os homes para avançar com a obra e quando responderem da Câmara, com jeito, já?tá a obra feita. E quando estiverem os tetos estucados chama-se o desenhador cá a casa e paga-se o serviço com um borrego assado e duas garrafas de Monte Velho, a ver se ele se queixa.

Ih! Arquiteto. Arquiteto fazem tudo igual, é bota caixote e bai?buscar. Há o Cinza Vieira, e vão todos atrás. Mas deixem o senhor proprietário desenhar a sua casinha e o que sai é um pouco isto, mais vigota menos vigota: um cubo branco (casa) com fenestrações retangulares (janelas) e um chapéu triangular encarnado (telhado). Sem saber para onde é o norte ou qual a inclinação do terreno (qual terreno!?!?). As paredes têm a espessura do tijolo que se arranjar e passados vinte anos a casa já é velha e, por isso, naturalmente fria.


* Aparentemente sou a única pessoa no mundo civilizado que nunca escutou a seguinte palavra: gambiarra. Para quem não sabe, uma gambiarra é uma espécie de. Não. Não, esqueçam. Eu não sei e todos mais sabem-no. E, se não sabem, uma solução simples. Uma ponte alta ou um frasco de comprimidos avulsos. É fácil. Esqueçam a vergonha de admitir tal coisa em público.


* N tenho ideia!o q achas q é?
N faco ideia. Q é feito d ti?
Arrisco festa c gambas
é uma coisa improvisada. mas nao, n sabia

É um convite para um jantar com um amigo!!!Pode ser no sabado??? A proposito essa coisa é uma lanterna; ).
É uma especie de candeeiro que tem um gancho numa ponta e q pode pendurar-se no tecto.É muito usado nas oficinas de mecanica.Prende-se no capot e alumia o motor.So vi o sms agora.Espero ter ido a tempo e ter sido util.*
É qd se usa 1 técnica alternativa p solucionar 1 problema.é um improviso
É uma lanterna
É uma espécie de lanterna portatil à moda antiga. acho.pk?
Lanterna daquelas de pendurar? Acho eu!
tem que ver com novos processos e improvisaçao.
E uma extensao de fio eléctrico. Pode ter lampada na extremidade.
Ora bem, uma gambiarra é uma lâmpada com um fio/extensão (ou vice-versa), para alumiar. na minha terra é isso. porque perguntas?
Para mim é um daqueles cabos eléctrico com uma lampada dentro de uma estrutura de ferro tipo lanterna. mas acho q verdadeira e tecnicamente é uma fiada de luzinhas, tipo as vulg luzes do pinheirinho
Luzes de teatro, um feixe de luz. É?
É tipo uma lanterna mas c lampada das grands d casa. Dp tem protecao de arame a toda a volta.
Sei.. Tu não?
Uma luz transportavel normalmente protegida por uma gaiola, muito usada pelos mecanicos?
É uma lampada ligada a uma extensao?
Uma lanterna. Estä na minha recolha d celorices.
Sim, uma especie de lanterna. Ta tudo?
Sei. e uma lampada

----- COMMENT: AUTHOR: alice [Visitante] DATE: Sat, 13 Dec 2008 10:29:52 +0000 URL:

Para mim, quem constrói uma casa sem projecto nem nada, como der jeito e a improvisar conforme vai, está precisamente a fazer uma gambiarra. E não precisa de usar lanternas, mas também pode.

Mas como és o especialista, podias ilustrar-nos :)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 04/12/08 BASENAME: title-33 DATE: Thu, 04 Dec 2008 23:52:14 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: FOTOS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: AMIGOS CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME CATEGORY: CENTRALISMO CATEGORY: MULHERES TAGS: ----- BODY:

* O valter escreve agora no pnetliteratura. Pelo que dá a entender, falará de livros que leu. Está muito bem.


* Esqueci-me de referir que acompanho o blogue de José Saramago. Com nível, sim senhor. Haviam de lhe dar um nobel.


* Apesar de por vezes eu achar o contrário, os arquitetos não são magos nem têm a cura para todas as doenças. Tirando o Siza. Mas os arquitetos, não sendo magos, têm razão no diagnóstico da crise urbana portuguesa. Vou dar dois exemplos, a ver se chego lá. Quando um arquiteto (merda, estou farto desta palavra). Quando um ventríloquo (arquiteto) propõe a redução dos carros na cidade ou a paragem das expansões urbanas dos concelhos limítrofes das grandes cidades, não é por mania. Reduzir o número de carros, e com isso desimpedir passeios e desanuviar o tráfego, traz os peões de novo à rua, e todos os outros peões (de bicicleta e de motoreta e de triciclo e de monociclo) saem também. Parar a expansão urbana, ou rurbana (ou banana com kiwi como se chama na terra do meu pai às coisas que não se percebe bem), não significa tirar as pessoas que moram em Valongo e pô-las a morar mais perto do centro do Porto. Não implica obrigar ninguém a fazer nada. Mas implica criar condições para que os filhos e os netos dessas pessoas não sejam obrigadas morar em terra assim esquecida como Valongo ou ainda mais longe. São ideias pelo bem comum.

Nós somos amigos. Nós estamos cá para ajudar. Quando vir um ventríloquo (arquiteto) pela rua, não hesite!, pague-lhe um doce e leve-o o a passear.


* Pergunta número um: porque é que se vai construir uma linha de Alta Velocidade ferroviária no Alentejo? Olhem bem para o mapa. Bem mesmo. Como se fosse uma mulher bonita e vocês a quisessem reduzir a caramelo. Ou um gajo bom e. Bem. Olhem.


Atentem na linha Aveiro - Salamanca. E reparem nessa bela linha alentejana. Para quem quer ir de Lisboa a Madrid, será que a diferença é assim tão grande? Não, não é. Então porque se vai construir a linha alentejana, passando pela zona menos densa do país? Porque o dinheiro de Bruxelas passa por Lisboa antes de chegar ao resto do país. E, como um bebé tamanho gigante, eles acham que uma linha pelo Alentejo é uma coisa gira.


* Segunda pergunta: porque se vai construir uma nova ponte? Ou então: porque é que a ponte Vasco da Gama foi construída sem considerar a Alta Velocidade? Se até a ponte 25 de Abril deixou aberto um espaço para a ferrovia. Não é que os assuntos de Lisboa me atraiam especialmente, mas quando se trata de um assunto a custar mil milhões de euros, que por acaso é de todos nós, assim, parabéns, conseguiram a minha atenção.

E mais uma coisinha. Na minha última visita-relâmpago por lá, perdi-me exatamente pelos lados onde irá desembocar a futura ponte. Chelas e tal. Sabem o que vi por lá? CARROS. A sério. Carros e carros. Acho que passei mais tempo andando sobre a rua que sobre o passeio, tantos os carros. E sabem o que vai ter a nova ponte, para além de comboios? CARROS. Mesmo.


* Uma mulher: Ana Bacalhau

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Sat, 06 Dec 2008 13:01:22 +0000 URL:

Ambas as linhas parecem essenciais mas não sei se ambas serão dignas de TGV.

----- COMMENT: AUTHOR: Maria [Visitante] DATE: Fri, 05 Dec 2008 20:26:40 +0000 URL:

Gomes, quanto à linha do Alentejo depois explico-te mas quase que pode ser mais importante que a outra…E atenção que não te podes cingir apenas ao mapa de Portugal…
Bjs
Maria

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: eu imPORTO-me BASENAME: eu-importo-me DATE: Thu, 04 Dec 2008 16:27:24 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: CARTAZ CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: NORTE CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:
----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 3/12/08 BASENAME: title-32 DATE: Thu, 04 Dec 2008 12:17:09 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: NORTE CATEGORY: MULHERES TAGS: ----- BODY:

*

Assembleia da Madeira retarda emissões em directo na internet para poder cortar "cenas desprestigiantes"

Continua a democracia de serviços mínimos na Madeira. Vale tudo:

Para captarem imagens das sessões, as câmaras da RTP-Madeira e de outras televisões têm espaço obrigatório junto à bancada de imprensa, atrás das bancadas dos partidos da oposição, onde antes ficavam os deputados da maioria. Contrariando a tradição parlamentar que distribui os partidos consoante o seu posicionamento ideológico, o PSD decidiu, em anterior legislatura, passar da direita para a esquerda do hemiciclo para que os seus deputados sejam filmados de frente e os da oposição de costas.

No Público.


* Quadrilátero do Minho.


* Guimarães 2012 e Maribor 2012. Alguma semelhança?

Por sugestão do Nuno.


* Uma mulher: Lenora Claire



Adoro as mamas da Lenora.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 5 BASENAME: titulo-do-ano-4 DATE: Wed, 03 Dec 2008 14:55:38 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Gestão do Amadora-Sintra dá a poupar milhões ao Estado

A escolha de palavras é magistral - 'dar' e 'poupar' não confundem nem nada.

No Público.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Por sugestão de várias famílias 8 BASENAME: por-sugestao-de-varias-familias-8 DATE: Wed, 03 Dec 2008 14:46:18 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY: ----- COMMENT: AUTHOR: [m.m. botelho] [Visitante] DATE: Thu, 04 Dec 2008 13:38:51 +0000 URL: http://viagensinterditas.blogspot.com

Ahahahahah! Já tinha ouvido isto num programa do Markl na Antena 3, mas nunca tinha visto o vídeo.

Que dizer? Brutal! Da música ao guarda-roupa, passando pela coreografia e pela letra.

A Lili Caneças não diria melhor: «poesia é viver, viver é poesia».

Obrigada por partilhares estas coisas com os teus leitores! :)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Por sugestão de várias famílias 7 BASENAME: por-sugestao-de-varias-familias-7 DATE: Wed, 03 Dec 2008 14:45:01 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY: ----- COMMENT: AUTHOR: [m.m. botelho] [Visitante] DATE: Thu, 04 Dec 2008 13:41:55 +0000 URL: http://viagensinterditas.blogspot.com

Mas onde é que tu vais desencantar estas pérolas made in Portugal?!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Actualizações 2/12/08 BASENAME: actualizacoes-2-12-08 DATE: Tue, 02 Dec 2008 23:11:55 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: BICICLETAS CATEGORY: MULHERES TAGS: ----- BODY:

* Abba, Dancing Queen




Chicoteiem-me, ridicularizem-me, etc. Os primeiros vinte segundos são écstasi.


* Proto-Abba?

Via Constant Siege.


* Assinem aqui esta petição, um pouco provocatória mas totalmente justificável, para equiparar as bicicletas aos carros elétricos como veículos não poluentes e, assim, beneficiar "de uma dedução à colecta no IRS de 30% dos custos de aquisição".

Via Menos Um Carro.


* Sessão Inaugural da Academia Galega da Língua Portuguesa


* É pena o castrapo, mas é a terra da pergunta total.




* É mesmo verdade. Olivença é portuguesa.


* Uma mulher: Nurgül Yesilçay

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações 1/11/08 BASENAME: atualizacoes-1-11-08 DATE: Mon, 01 Dec 2008 23:39:14 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME TAGS: ----- BODY:

* Já pouco me lembrava mas ainda não tinha mostrado por aqui este episódio de desinformação do Cuidado com a língua, programita habitualmente anódino mas de confiança. É tática antiga: quando acreditas verdadeiramente em alguma coisa procuras realçar as diferenças e de alguma maneira esquecer as semelhanças. Sei-o bem, porque é também tática normal para mim. Se mais alguém achar o programa desinformativo, não hesitem, escrevam: cuidadocomalingua@ateaofimdomundo.com.



* Digo e reafirmo: quando Os Verdes se desassociarem do PCP, eu talvez considere o voto neles. Na CDU, lamento, não voto.

O Partido Ecologista Os Verdes, apesar de realizar uma acção ecologista cada vez mais activa, a sua contribuição no plano político e institucional, que se alarga muito para além da CDU, capaz de atrair e envolver sectores progressistas e democráticos da sociedade é sistematicamente silenciado nos meios de comunicação social.

Jerónimo de Sousa, via Arrastão.


*

Via Arrastão.


*

Somos campeões mundiais em extensão e crescimento da rede de auto-estradas desde 1990. Mesmo sem as novas concessões, Portugal já está entre os países que mais investiram e que têm maior número de km por habitante e área. Mas os dados da União Europeia e OCDE mostram que se investe pouco em manutenção

Do DN, através do Menos Um Carro.

----- COMMENT: AUTHOR: Eduardo Gonçalves [Visitante] DATE: Mon, 28 Jun 2010 17:30:06 +0000 URL: http://sipo1936fisga@hotmail.com

Gostei muito de estar nesta página, por cerca de 2 horas. Bem empregado o tempo. Que belo tipo gramatical, tão bom, para emparelhar com a nossa própria gramática, em género de prontuário gramatical. É a minha opinião. Não é certamente a de muitos entendidos em português, disciplina a que eu chumbei, quem sabe, por falta deste mini prontuário, Ou de um prof que o ministrasse mesmo que sucinto. Obrigado pelo presente.

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Mon, 05 Apr 2010 23:24:22 +0000 URL:

O Pinto da Costa terá dito, uma vez, ‘penso eu de que’. A razão pela qual ele não disse ‘acho eu de que’ continua a intrigar-me.

----- COMMENT: AUTHOR: Lilia Correia [Visitante] DATE: Thu, 01 Apr 2010 23:52:36 +0000 URL:

Bom dia

Gosto muito do cuidado com a lingua e estando hà muitos anos fora de POrtugal venho fazer a seguinte pergunta : porque é que todos os portugueses “acham” e ninguém “pensa"?; Lembro-me que quando dos meus estudos diziamos “eu acho que", os professores replicavam “o que foi que a menina achou?”
No entanto devo dizer que em francês se ouve frequentemente dizer “je trouve que” equivalente ao nosso “eu acho que", mas algumas vezez ouve-se também o outro caso, enquanto que, em Portugal, nao existe mais ninguém “que pense que". Com tanta gente a “achar” ja alguém tera encontrado? :-)
Obrigada por a vossa ajuda.
Cumprimentos
Lilia

PS. peço desculpa mas o meu teclado nao tem certos acentos

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Wed, 24 Mar 2010 22:17:23 +0000 URL:

Escreve-se ‘precariedade’ e diz-se como sua excelência entender.

----- COMMENT: AUTHOR: Virgílio de Jesus Miranda Carvalho [Visitante] DATE: Wed, 24 Mar 2010 20:13:52 +0000 URL: http://virgiliomirandacarvalho@gmail.com

Diz-se precariedade, ou precaridade ?

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Wed, 10 Mar 2010 18:11:07 +0000 URL:

Caro Virgílio:

Existe ‘antálgico’ (http://www.infopedia.pt/pesquisa-global/ant%C3%A1lgico) e ‘antiálgico’ (http://www.infopedia.pt/diciope.jsp?Entrada=an%E1lgico&dicio=0&op=DefExpoente), cada qual com o seu significado. Quanto ao resto, o ciberdúvidas já explorou a questão.

E só respondi agora por que só agora vi a questão. No Cuidado com a Língua, por outro lado, são profissionais remunerados. O que não é o meu caso.

**

----- COMMENT: AUTHOR: Virgílio de Jesus Miranda Carvalho [Visitante] DATE: Wed, 10 Mar 2010 18:06:51 +0000 URL: http://virgiliomirandacarvalho@gmail.com

Porque é que não me dão resposta às minhas perguntas, quer aqui, quer no programa da TV ?

----- COMMENT: AUTHOR: Virgílio de Jesus Miranda Carvalho [Visitante] DATE: Wed, 10 Mar 2010 17:41:53 +0000 URL: http://virgiliomirandacarvalho@gmail.com

Deve dizer-se: «Isto fez com que aquilo acontecesse…», ou «Isto fez que aquilo acontecesse» ?

----- COMMENT: AUTHOR: Virgílio de Jesus Miranda Carvalho [Visitante] DATE: Thu, 11 Jun 2009 11:53:27 +0000 URL: http://virgiliomirandacarvalho@gmail.com

Por favor, desfaçam-me a seguinte dúvida: diz-se «antálgica», ou anti-álgica» ? E deve dizer-se «faz com que», ou «faz que» ?

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Tue, 09 Jun 2009 20:34:20 +0000 URL:

Este ‘cuidado com a língua’ é desinformativo porque tenta fazer crer que o galego e o português são línguas diferentes. Ora isto pode ser verdade em termos políticos, mas não em termos filológicos.

Abraço

----- COMMENT: AUTHOR: Hugo Reis [Visitante] DATE: Fri, 05 Jun 2009 09:20:19 +0000 URL: http://hugo-reis.blogspot.com

Pode por favor concretizar em que medida é que o programa “Cuidado com a língua” é “desinformativo"(palavra que julgo não existir)?

A mim, que sou leigo em linguística, mas que faço um uso constante e profissional da escrita, parece-me um bom programa.

Melhores cumprimentos,
Hugo Reis

----- COMMENT: AUTHOR: EVELYN [Visitante] DATE: Sun, 10 May 2009 11:50:56 +0000 URL:

Eu gostei muito do programa, não o perco por nada desse mundo

----- COMMENT: AUTHOR: mafalda [Visitante] DATE: Tue, 24 Feb 2009 08:39:19 +0000 URL:

ola continuem assim
para saber-mos falar
porque lemos pior do que escreve-mos

----- COMMENT: AUTHOR: admir sardinha [Visitante] DATE: Sat, 24 Jan 2009 19:52:19 +0000 URL:

gostei muito do programa e espero aprender muito sobre a lingua portuguesa.ate mais

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações Irritadas 30/11/08 BASENAME: atualizacoes-irritadas-30-11-08 DATE: Sun, 30 Nov 2008 17:12:26 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: PORTURARIDADE TAGS: ----- BODY:

* Primeira irritação: Miguel Sousa Tavares. Claro que alguém de quem se diz ter feito carreira sendo ?politicamente incorreto? (e disso se orgulha), é tudo menos isso. A partir de certa altura, o ?politicamente incorreto? deixa de ser desalinhado (se é que alguma vez o foi, no caso de MST) e passa a ser reacionário. E chato. Imagino muitos dos leitores a reverem-se naquela ideia do rapaz que luta contra um poder eternamente maior do que ele e com armas consideravelmente menores, mas com uma considerável bravura. O ato em si é sempre por todos louvado, mas nunca ninguém espera que David vença o gigante.

MST, que nunca prima pela coerência (mas antes por um refinado contrário, uma espécie de incoerência militante e muito, muito arrogante), passeia-se pelos nossos jornais com colunas de página inteira e erros que, no seu caso, duram anos. Para MST as gravuras do Vale do Côa nunca foram paleolíticas, e não interessa o que dizem os especialistas (à semelhança do Stephen Colbert, que dizia, sobre Bush, 'eu sei que me vão dizer que é mentira. que viram em livros. não me interessa o que dizem os livros.'), MST estará sempre na mó de cima. Ninguém detém tamanho protagonismo para o contradizer, e ninguém escreve livros e articula em vários jornais e ainda vai à televisão.

Quanto às leis (caducas, irreais), eles chama-as quando vê o litoral alentejano, e chora as suas lágrimas muito particulares por verificar a impunidade de quem lá constrói, ou de quem é corrupto e enriquece com isso. Quando essas leis são violadas, MST acha mal. Como todas as leis, essas também zelam pelo interesse de todos nós. Assim como leis rodoviárias ou de saúde pública. Mas, no caso dessas, existe primeiro o 'interesse MST' e só depois o interesse comum. MST fica escandalizado quando vê esses injustiçados condutores que são multados por apenas estacionarem o carro sobre o passeio, ou que são multados apenas por conduzirem em excesso de velocidade. E, ele próprio, fica chateadinho (íssimo) por não poder fumar onde quer.

Um de cada vez, então. Não se pode estacionar sobre os passeios porque os passeios são para os peões. Foram criados para isso. Não se pode andar mais rápido que o permitido por questões de segurança rodoviária, ruído e poluição. E não se pode fumar em recintos fechados para proteger a saúde de quem não fuma. Claro que qualquer uma destas leis idiotas não serve a MST, e por isso ele contesta-as vivamente. Mas se a lei que lhe garante uma vista incólume em Vila Nova de Milfontes é desrespeitada, MST é o primeiro a inchar o peito e a vociferar que 'está mal'. Eu sei o que 'está mal'. É Miguel Sousa Tavares.


* Segunda irritação: Laurinda Alves. Não posso discorrer no que me irrita nela porque, sinceramente, gasto pouco ou nenhum do meu escasso tempo a ler o que escreve. Mas sei das suas colunas no Público e da sua responsabilidade em coisas como a X. E basta-me. Sempre me pareceu daquelas entusiastas das 'ideias positivas', que mistura na mesma crónica a mão de uma velhinha que ela segurou enquanto ela lhe contava da pensão que não chegava, e no parágrafo seguinte espanta-nos com o espanto que sentiu com a cena final do último filme do Bertolluci. Tinha razões seguras para não gostar dela.

No fim de semana passado fui a Lisboa para uma conferência de V. S. Naipaul (continuo sem perceber como se pronuncia). Lá, na Gulbenkian, juntaram-se muitas das caras conhecidas da movida lisboeta. António Barreto e a sua Filomena, Marçal Grilo e mesmo Eduardo Lourenço (na cidade por uma conferência sobre Pessoa). E Laurinda Alves. Confesso que a mulher, e isto mesmo que não a conhecesse, me irritou logo. Insistia em furar a fila dos autógrafos para as fotos mais constrangedoras do escritor (que, dentro da sua timidez estudada, mostrava já alguma irritação com a fotógrafa amadora com a câmara perigosamente perto do seu nariz). Quase chegando a minha vez, Laurinda, a graciosa, furou definitivamente a fila para, com a câmara em cima de Naipaul lhe fazer uma muito simpática e inesperada entrevista. Naipaul, que se poupa ao normal comedimento dos famosos portugueses, respondeu rapidamente a uma das perguntas e despachou-a com um expedito 'that's enough for you'.


* Terceira e última irritação: Luís Pedro Nunes, diretor do Inimigo Público. No às vezes porreiro Eixo do Mal, LPN afirmava que ele, inefável defensor da correção, era uma pessoa irrepreensivelmente pontual. Irrepreeensivelmente. E continuava dizendo que achava uma tremenda falta de respeito quem desrespeitava assim uma tão básica regra de comportamento social. Concordo. O muito português 'chego às oito' é sempre, e isso é óbvio, pela hora dos Açores. Mas outra das regras que prezo é a de deixar falar quem fala e falar na nossa vez. Interromper ou tentar falar ao mesmo tempo é incrivelmente rude. Mas LPN, e também Clara Ferreira Alves, permitem-se discordar. Falando sobre nós.

----- COMMENT: AUTHOR: joao [Visitante] DATE: Mon, 28 Sep 2009 23:34:08 +0000 URL: http://cinemadejunkie.blogspot.com/

boa, conseguiste juntar no mesmo texto (acutilante) três dos maiores idiotas que poluem a nossa imprensa

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno, o III [Visitante] DATE: Tue, 02 Dec 2008 19:40:31 +0000 URL:

Liga de Cromos Extraordinários!

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Tue, 02 Dec 2008 17:32:34 +0000 URL:

num sejas tolo

----- COMMENT: AUTHOR: nuno [Visitante] DATE: Tue, 02 Dec 2008 16:18:44 +0000 URL: http://troblogdita.blogspot.com

muito bom. tens de escrever crónicas. melhor que as da laurinda alves e que o mst, muito melhor. a sério, vê se arranjas uma coluna num jornal.

abraço.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Afinal o primeiro milho é mesmo para os pardais - as Câmaras já utilizam milho contracetivo BASENAME: afinal-o-primeiro-milho-e-mesmo-para-os- DATE: Sat, 29 Nov 2008 16:01:45 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR CATEGORY: IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

O mesmo não acontece com o controlo dos pombos. Falando claramente de uma "praga", Rui Rio diz que, neste caso, "não é preciso protocolo" mas apenas que cada município distribua o "milho próprio" que existe "para não se reproduzirem".

JN.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: A Junta Metropolitana considera a hipótese da subvenção de pombos, sob a forma de cheques-milho BASENAME: a-junta-metropolitana-considera-a-subven DATE: Sat, 29 Nov 2008 11:26:38 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR CATEGORY: IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

Praga de gaivotas começa a ameaçar as cidades


No JN.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: E a rotunda desceu dos céus e, na graça da sua magnificiência, trouxe aos habitantes de Jovim a glória eterna e catorze virgens BASENAME: e-a-rotunda-desceu-dos-ceus-e-na-graca-d DATE: Sat, 29 Nov 2008 11:23:47 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: HUMOR CATEGORY: IMPRENSA CATEGORY: URBANISMO DE PONTA TAGS: ----- BODY:

Moradores junto à Estrada D. Miguel, no Alto da Touta, em Jovim, Gondomar, pedem uma rotunda que trave "o excesso de velocidade dos automobilistas" e a sequência de acidentes. Já entregaram um abaixo-assinado à Câmara.


No JN.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do Ano 4 BASENAME: titulo-do-ano-3 DATE: Sat, 29 Nov 2008 11:20:22 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Madalena queixa-sede maus cheiros


No JN.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Fátima Lopes, Virgílio Castelo, Júlio Magalhães BASENAME: fatima-lopes-virgilio-castelo-julio-maga DATE: Fri, 28 Nov 2008 17:43:34 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: PORTURARIDADE TAGS: ----- BODY:

Sugestões para o próximo escritor-revelação?

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: primeiro esboço BASENAME: primeiro-esboco DATE: Thu, 27 Nov 2008 15:53:43 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: PROJETOS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:
----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Actualizações 27/11/08 BASENAME: actualizacoes-27-11-08 DATE: Thu, 27 Nov 2008 14:45:29 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: GALIZA TAGS: ----- BODY:

* Numa notícia do Público de hoje referiam-se a Gordon Brown como o 'primeiro-ministro inglês', assim como já antes falaram do 'parlamento inglês'. Para começar, Gordon Brown é o primeiro-ministro do Reino Unido. E nem sequer é inglês. É escocês, portanto o erro também não viria daí. Existem parlamentos na Escócia e no País de Gales, mas não em Inglaterra nem na Irlanda do Norte.

Extrapolando um pouco a questão, é já natural para o ouvido português ouvir falar de 'escoceses' ou 'irlandeses', mas menos de 'galeses'. Existe, por regra, a tendência para confundir o Reino Unido com a Inglaterra, e os seus habitantes com os ingleses. Apesar de tudo, entre eles é claro: eu sou inglês, tu escocês, ele galês, mas somos todos britânicos. Em Espanha criou-se, propositadamente, um equívoco que mesmo em Portugal há resistência em reconhecer. O Estado chama-se Espanha, e devido ao sistema de poder que vigora lá desde os Reis Católicos, instalou-se a confusão entre 'nação' e 'estado'. Um galego até pode ser 'galego' mas ao fim do dia é sempre 'espanhol'. Um habitante de Madrid é 'espanhol' quando acorda e quando vai dormir. E é esse equívoco, orquestrado desde há séculos, que vai apagando os nacionalismos.

* Ao menos na Gronelândia parece haver mais democracia.

* O Público já desmentiu que os quiosques dos Aliados tivessem a mão de Siza. Há donos de quiosques a serem operados às hérnias (por terem de se agachar ao entrar neles, porque a porta é muito baixa) e havia já quem atirasse a culpa aos eternos culpados dos males do país, os arquitetos. Quem faz este tipo de acusações, ao contrário dos jornalistas do Público, nunca volta atrás.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: paredes BASENAME: paredes DATE: Thu, 27 Nov 2008 11:48:48 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Não acredito que alguém queira, verdadeiramente, como destino ideal, passar a vida em casa a escrever livros. Mas, se me fosse dado a escolher, este seria um destino belo.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: A nossa cidade BASENAME: a-nossa-cidade DATE: Wed, 26 Nov 2008 12:06:07 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: CENTRALISMO TAGS: ----- BODY:

Quando o Presidente da Ordem dos Arquitetos fala do urbanismo em Portugal sem sair do concelho de Lisboa, percebemos que algo está muito, muito mal neste país.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: António Alves, Publicidade da TAP BASENAME: antonio-alves-publicidade-da-tap DATE: Tue, 25 Nov 2008 22:56:26 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

Um dos problemas operacionais que se colocam à promoção da cidade do Porto no exterior é o facto desta urbe ter duas marcas: Porto e Oporto. Com esta dupla denominação reconhece-se que é difícil levar a efeito uma política de branding da cidade coerente e eficaz. Julgo também saber que as principais entidades envolvidas na promoção turística da cidade e região estão empenhadas em alterar esta situação e apostar tudo na marca ?Porto?. Ora assim sendo convém que façam pressão sobre empresas como a TAP que continua a utilizar nos seus sites internacionais o nome Oporto em vez de Porto. Como, por exemplo, no site TAP para a Itália. A TAP é uma empresa com responsabilidades sociais evidentes e deve ser sensibilizada para esta questão, por quem de direito, e desse modo contribuir para o desenvolvimento regional desta parte do território. Aliás, compreende-se pouco que a TAP insista em usar a marca Oporto quando os seus principais concorrentes, aqueles que esta campanha especificamente pretende combater ? Iberia, Ryanair e Volareweb -, usam explicitamente a marca Porto.


(negrito meu)

Via A Baixa do Porto.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Aníbal Cavaco Silva BASENAME: anibal-cavaco-silva DATE: Tue, 25 Nov 2008 15:19:41 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

Fiquei surpreendidíssimo por ver como as vacas avançavam, uma atrás das outras, se encostavam ao robô e se sentiam deliciadas enquanto ele, durante seis ou sete minutos, realizava a ordenha

Via Arrastão.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Atualizações ferroviárias 25/11/08 BASENAME: atualizacoes-ferroviarias-25-11-08 DATE: Tue, 25 Nov 2008 15:01:16 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* Indo aqui têm acesso a um estudo comparativo dos estudos de expansão do Metro do Porto (o proposto pela Metro e o da Junta) (procurem a ligação na infografia)

* Mandaram-me esta ligação com fotos das obras do ramal ferroviário do Porto de Aveiro e uma notícia sobre a obra. A ligação é feita em viaduto sobre a ria, o que é difícil de evitar, mas há quem discorde do traçado.

* Nestes dias fala-se também de investimentos na Linha do Vouga, nomeadamente em segurança. Um investimento com alguma consequência seria a de substituirem os carris introduzindo travessas polivalentes, de maneira a que a curto prazo pudessem haver ligações diretas para o Porto (neste momento há transbordo em Espinho, pois a Linha do Vouga é de via estreita). Ou, então, e caso se verifique que o modelo do tram-train para a Póvoa é válido, então porque não estender o metro até Santa Maria da Feira, já que as distâncias são semelhantes? O Presidente da Câmara já fala disso. Ou, então, uma linha suburbana clássica, através do interior do concelho de Gaia.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: actualizações ferroviárias 24/11/08 BASENAME: title-30 DATE: Mon, 24 Nov 2008 21:39:22 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

* António Pérez Babo dizia há alguns dias, na reunião da Ordem dos Engenheiros, que achava que ainda não havia um ?estrangulamento? no eixo Senhora da Hora ? Trindade. Lembre-se que é pelo suposto ?estrangulamento? desse eixo, onde convergem quatro linhas (Trofa, Póvoa, Aeroporto e Matosinhos) que agora se discutem alternativas. Uma das alternativas, aparentemente consensual, ligará a Senhora da Hora ao Hospital de São João, passando por São Mamede de Infesta. A outra alternativa ligará Matosinhos à Boavista, desenhando um arco a sudoeste. A proposta da Junta Metropolitana, através do estudo de Paulo Pinho, coloca-a na Avenida da Boavista. Ou seja, partilha a linha existente entre o Senhor de Matosinhos e Matosinhos Sul, e daí segue sobre o Parque da Cidade até à Avenida da Boavista, subindo até à Rotunda para depois (segundo o novo projecto) engatar na Linha Circular Subterrânea (pelo menos) até São Bento. A proposta da Metro do Porto, delineada por Álvaro Costa, propõe o mesmo percurso em Matosinhos mas, chegando à Avenida, a linha cruza-a continuando pela futura Via de Nun?Álvares, cruzando a Praça do Império e seguindo pela Rua de Diogo Botelho. Quando esta Rua encontra a do Campo Alegre, em frente ao Hotel Ipanema, mergulha no subsolo e, seguindo (imagino) o eixo da Rua do Campo Alegre servirá a zona das Faculdades e da Cordoaria, acabando, também, em São Bento. Em ambas as propostas existe também uma (ou duas) ligações a Gondomar e a nova ligação a Gaia, assim como o prolongamento da Linha Amarela para Sul, até Vila d?Este. Uma diferença crucial está na proposta da Junta, que propõe uma linha circular entre o Pólo Universitário / Rotunda da Boavista / São Bento / Campanhã, e das quais a linha da Boavista, a nova linha para Gaia e a linha de Gondomar seriam ramais, ou braços.

A primeira falácia, e como referia Pérez Babo, é a do ?estrangulamento? do eixo Senhora da Hora ? Trindade que necessita de ?urgente solucionamento?. Não sei se, de facto, esse eixo estará neste momento ?estrangulado?, e se será assim tão urgente o seu solucionamento. Passo a explicar. O que se conseguirá com as futuras linhas Matosinhos Sul / Boavista / São Bento e Senhora da Hora ? São João, sejam quais forem os seus percursos, não será nunca o ?aliviar? do referido eixo. Estas linhas percorrerão zonas em que o metro ainda não passa e o mais provável é provocarem um aumento do número de utilizadores do metro. Isto acontecerá, obviamente, nas linhas referidas e nas outras. É o 'efeito de rede'.

Voltando atrás, não consigo perceber bem a ideia do ?medo? a esse pretenso ?estrangulamento?. O que se quer é ter mais e mais pessoas a utilizarem o metro. E, por mais que possa existir este 'estrangulamento', não é nada que a introdução de mais carruagens não possa resolver nos próximos tempos. É fácil perceber que nas horas de ponta sobram canais horários para mais ligações, e as novas carruagens para as linhas da Trofa e da Póvoa, mais rápidas e com mais capacidade, ajudarão a resolver por agora o pretenso ?problema?.

O desenvolvimento do sistema, neste momento, não deve passar pela criação de novas linhas radiais, mas pela extensão das atuais linhas para zonas onde o metro teima em não chegar. A extensão da Linha Amarela mais para sul e para norte, a extensão de uma das linhas (por exemplo, a Azul) para Rio Tinto e outra (pode ser a Vermelha) para Gondomar, por Valbom. Sem inventar muito, otimizar o sistema existente. A única linha nova que defendo de raiz, e que serve também para otimizar o sistema existente, é a linha circular.


* Sobre a nova polémica de São Bento, de quererem transformar a estação num centro comercial, Teófilo M. diz que ?Quanto à estação em si, temo que, com a abertura da linha do Metro para a Trofa, a quantidade de passageiros decrescerá?. Este é um tipo de raciocínio que, apesar de bastante recorrente, carece de lógica. Como já referi atrás, existe uma coisa chamada ?efeito de rede?. Quando os pontos se ligam, no mínimo, triangularmente, começam a sentir-se outros resultados. Deixa de existir uma linha para começar a funcionar uma rede. Aquela ideia de apanhar o metro aqui para trocar ali para chegar a algum sítio. Isso beneficia todos os pontos da rede, mesmo os mais esquecidos. Assim será quando o metro chegar à Trofa: ninguém da Trofa, Famalicão, Guimarães, Santo Tirso, Barcelos ou Braga que já utilize o comboio para se deslocar para o Porto passará a utilizar o metro. Só pessoas que vivam na área da estação da Trofa e que por alguma razão prefiram o percurso para o Porto através da Maia a utilizarão, ou então pessoas das outras cidades pela mesma razão ou para se deslocarem expressamente à Maia. Não que esteja a criticar o prolongamento da Linha até à Trofa, pelo contrário, parece-me bastante lógica, mas é óbvio que quem usa a Linha do Minho até São Bento continuará a fazê-lo.

Isto porque me parece crucial a existência de ?Estações Centrais? (como as Hauptbanhoff alemãs) que sirvam o centro das cidades de ligações ferroviárias de médio e longo curso. Em Lisboa aconteceu o insólito ? o metro chegou finalmente a Santa Apolónia, algo de extremamente importante para a manutenção desta Hauptbanhoff no centro, e pouco tempo depois o Presidente da Câmara, António Costa, propôs a sua transformação em outra coisa qualquer do que uma estação de comboios. Um terminal de cruzeiros ou outra idiotice semelhante. Espero que Manuel Salgado evite tal marotice. A Estação do Oriente parece-me demasiadamente desviada do centro para ser a única alternativa, e as Estações do Cais do Sodré, do Rossio e da Via de Cintura são estações com ligações suburbanas.


* As minhas inquirições junto da REFER deram finalmente resultado. Informam-me eles que a Variante da Trofa terá linha dupla, eletrificada e com travessas polivalentes, assim como a ligação ao Porto de Aveiro, mas neste caso em via simples. Coloquei-lhes estas questões por certos equívocos veiculados pelos mídia e por falta de informação na página. A ligação ao Porto de Aveiro é bastante importante pois garante a ligação de mais um porto português à rede ferroviária. A Variante da Trofa também, pois liberta o centro da cidade do espartilho da atual linha e moderniza-a. É de relembrar que o projeto low-cost de ligação ferroviária à Galiza preconiza a adaptação da atual linha existente entre o Porto e Braga para a Velocidade Elevada. E tirando algumas obras necessárias em Contumil, o troço da Trofa é o único com via simples, sem ter ainda sofrido a modernização.

E aí reside o busílis das minhas perguntas à REFER. De modo a transformar a linha do Minho em linha de Velocidade Elevada, todos os carris e travessas existentes terão de ser substituídos, pois as futuras carruagens utilizarão a bitola (distância entre carris) europeia, mas continuarão a circular comboios com a bitola ibérica (suburbanos e regionais), sendo necessário carris triplos. Assim, é crucial que a Variante da Trofa utilize travessas polivalentes, assim como a ligação ao Porto de Aveiro. O que parece ser o caso. É razão para nos congratularmos por, pelo menos desta vez, a REFER estar a antecipar as necessidade futuras sabiamente.

Agora resta saber onde será a futura Estação da Trofa, e como será a ligação ao metro. Esta estação servirá os tais suburbanos e regionais, e não a Velocidade Elevada.

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Tue, 25 Nov 2008 20:08:46 +0000 URL:

Não sabia da notícia de S.Bento.

Fico contente por haver mais actividade nesta estação que me parece que tem vindo a aumentar- o que se confirma com este anúncio de investimento.

É bom haver mais actividade comercial uma vez que esta porta da cidade é um sítio onde existe muita prostituição masculina e sem-abrigos (é um dos pontos de encontro de oferta de sopa).

Qualquer portuense sabe que esta estação, quando construída, rasgou á faca toda a cidade e substituiu o Convento do mesmo nome mas mesmo assim faz indiscutivelmente parte do espólio do Marques da Silva e da história da cidade.
Como no Bolhão, vale a pena estar optimista mas atento ás propostas que se fazem.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do ano 3 BASENAME: titulo-do-ano-2 DATE: Sun, 23 Nov 2008 23:01:28 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Francos deixa deter bairro e ganha urbanização


No JN.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: CLube Literário do Porto, 19/11/08 BASENAME: clube-literario-do-porto-19-11-08 DATE: Fri, 21 Nov 2008 15:44:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

-Tem cerveja?
-Sim.
-Super Bock?
-Sim.
-É isso.
-Fresca?

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Bem, todos os dias me perguntam porque não trabalho como arquiteto BASENAME: bem-todos-os-dias-me-perguntam-porque-na DATE: Thu, 20 Nov 2008 14:39:25 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE TAGS: ----- BODY:

Arquitecta há mais de dez anos (a recibos verdes claro) num atelier internacionalmente reconhecido, deparo-me agora com uma situação que nunca passei atravessar: um cancro de mama.

Sempre descontei para a segurança social (do meu bolso claro) e esta oferece-me agora uma "baixa" ridícula: posso ficar em casa até 12 meses, sem pagar a prestação à Segurança Social e sem direito a qualquer tipo de remuneração.

Deve-se ter em conta que um tratamento oncológico deste tipo demora cerca de um ano e meio... e a pseudo-baixa é de um ano!

No entanto, se trabalhasse por conta de outrem a mesma baixa poderia alongar-se até três anos. Deduzo então que o Estado parte do princípio que os profissionais liberais (forçados ou não) têm mais saúde e podem alegremente trabalhar entre quimioterapias e nos pós-operatórios.

Vivo neste momento da caridade. Da família e da entidade patronal, apesar das suas ameaças de despedimento. Para que não seja despedida tenho ido trabalhar quando na verdade só me apetece ficar em casa a descansar e a enjoar...

Para além do processo de cura ser doloroso, passo os dias a pensar que não escolhi ter um cancro mas alguém escolheu não me fazer a m**da de um contrato de trabalho e, mais uma vez, não posso contar com o Estado.

Acrescento ainda que tenho um bebé.

Vou iniciar uma acção jurídica contra a "entidade patronal" pois acredito que todo o dinheiro que me devem será o meu meio de subsistência nos próximos tempos.

No FERVE.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: coisar BASENAME: coisar DATE: Mon, 17 Nov 2008 21:06:26 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOTAS CATEGORY: LIGAÇÕES TAGS: ----- BODY:

A partir de agora todas as sugestões passam para o meu Stumblr, coisar. Que ninguém se aflija! - tem rss.

Aqui, só produção própria a partir de agora.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: True Lies BASENAME: true-lies DATE: Mon, 17 Nov 2008 19:47:35 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

-What?s the problem?
-Battery, Aziz!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Actualizações 17/11/08 BASENAME: hope-is-emo-episodio-1 DATE: Mon, 17 Nov 2008 11:24:29 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

* Hope is Emo, episódio 1


Tou viciado, méne.

Para quem se quer viciar também, episódio 2, episódio 3, episódio 4, episódio 5, episódio 6, episódio 7, episódio 8, episódio 9.

Através do Rogério.


* É mesmo isto. A união faz a força. Outra vez o Rogério.


* Criggo (ou na versão portuguesa, Vendo a minha mãe)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: José Silvano propõe estratégia de desenvolvimento para o Tua BASENAME: title-26 DATE: Sun, 16 Nov 2008 23:30:01 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: IMPRENSA TAGS: ----- BODY:

O presidente da Câmara de Mirandela, José Silvano, anunciou hoje que vai propor ao Governo a criação de um fundo de 50 milhões de euros para uma estratégia de desenvolvimento a partir da linha do Tua capaz de fazer "cair" a barragem que ameaça a via férrea.

O autarca acredita que a manutenção do vale do Tua, principal atractivo turístico das viagens de comboio, e a reactivação da linha até Bragança, com ligação a Espanha, "será uma mais valia muito maior para o desenvolvimento da região do que a barragem" projectada para a foz do Tua.
Silvano diz que estão já em curso estudos que demonstrarão esta teoria e quer que o Governo crie um fundo de 50 milhões de euros para permitir aos agentes locais privados e públicos avançarem com os primeiros projectos e acções necessárias.

O resto no Norteamos.

----- COMMENT: AUTHOR: OL [Visitante] DATE: Mon, 17 Nov 2008 22:56:18 +0000 URL:

DR. Jose Silvano tem noção do que são 50 milhoes de euros para gastar numa linha ferrea, para levar ao seu destino meia duzia de gatos pingados, que se pensarmos um pouco hoje em dia ja existem tantos meios de transporte alternativos.
SR. DR. Jose Silvano, eu tenho menos 15 anos do que o Sr. e andei dois anos a percorrer a linha do Tua, quando andava na tropa e os meus pais naquele tempo tinham de ir ao Tua buscar-me para não passar frio e fome durante a noite porque não havia ligação e tinha-mos de esperar até de manhã portanto só lhe peço muma coisa, como eu sou mais MIRANDELENSE do que o SR. acabe com esta palhaçada, porque eu nasci em Mirandela e se calhar serei aqui sepultado. SÓ sendo que os seus interesses e os dos que o rodeiam sejam estes $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ para um bom entendedor meia palavra basta.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Um Mundo Catita BASENAME: um-mundo-catita DATE: Sun, 16 Nov 2008 22:55:41 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: CARTAZ CATEGORY: FOTOS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

Estreia dia 23 na RTP2. A página aqui.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Das coisas que não percebo 1 BASENAME: das-coisas-que-nao-percebo-1 DATE: Sun, 16 Nov 2008 19:43:05 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: PORTURARIDADE TAGS: ----- BODY:
----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Na Dinamarca, como aqui BASENAME: o-cu-dinamarqu DATE: Fri, 14 Nov 2008 15:10:57 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Através do Bruno.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Por sugestão de várias famílias 6 BASENAME: por-sugestao-de-varias-familias-6 DATE: Fri, 14 Nov 2008 14:52:07 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: VÍDEOS TAGS: ----- BODY: ----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Timothy Petterson, How Readable Are The Hospital Information Leaflets Available To Elderly Patients? (Age and Ageing) BASENAME: timothy-petterson-how-readable-are-the-h DATE: Fri, 14 Nov 2008 11:43:57 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Use type size legible to those with poor visual acuity.
Avoid overuse of bold or italic type.
Use short words and short sentences.
Use illustrations which put across a specific message.
Avoid unnecessary words.
Be personal and avoid common use of the passive.
Use concepts and phrases that all readers will understand.
Avoid unnecessary capitals.
Follow rules of grammar and syntax.

Um ótimo guia para a escrita. Do Guardian.

----- COMMENT: AUTHOR: jan [Visitante] DATE: Mon, 10 Oct 2011 14:56:56 +0000 URL:

Tenha 514 canais em sua casa www.tvhd.com.br

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Manuela Ferreira Leite BASENAME: manuela-ferreira-leite DATE: Thu, 13 Nov 2008 17:26:11 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Não pode ser a comunicação social a selecionar aquilo que transmite

Mais das declarações no Público.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Troço entre Pocinho e Barca dAlva - Revitalização da linha do Douro hoje em debate BASENAME: troco-entre-pocinho-e-barca-dalva-revita DATE: Thu, 13 Nov 2008 11:36:10 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: CARTAZ CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE TAGS: ----- BODY:

O chefe de Estrutura de Missão do Douro vai apresentar um estudo sobre o troço entre Pocinho e Barca d Alva, em Figueira de Castelo Rodrigo.
A Comissão de Revitalização da Linha do Douro reúne-se hoje para debater e discutir um projecto para a recuperação do troço entre Pocinho e Barca dAlva.

Será apresentado um trabalho da autoria do chefe de Estrutura de Missão do Douro, Ricardo Magalhães, em que realça os «valores concretos e necessários para revitalizar e manter o troço», sendo ainda referido o modelo de negócio para a sua gestão futura, refere a Câmara de Figueira de Castelo Rodrigo, vila que acolhe a reunião às 11 horas.

O relatório surge onze meses depois da Convenção de Barca dAlva, quando três dezenas de entidades da região do Douro uniram esforços para reactivarem daquele troço ferroviário.

Uma decisão justificada «por se tratar de um investimento âncora para o desenvolvimento de todo o vale do Douro» refere a nota. O troço tem 28 quilómetros e está desactivado há mais de duas décadas.

A Comissão de Revitalização da Linha do Douro é composta pelos presidentes de câmara de Figueira de Castelo Rodrigo, Torre de Moncorvo, Vila Nova de Foz Côa, Peso da Régua, Marco de Canaveses, Freixo de Espada-à-Cinta, o chefe de Estrutura de Missão do Douro, o director do Museu do Douro e a presidente da Diputación de Salamanca.


Do Diário de Trás-os-Montes, através do Regiões.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Os belgas não são neerlandeses (ainda) 1 BASENAME: os-belgas-nao-sao-neerlandeses-ainda-1 DATE: Thu, 13 Nov 2008 11:32:35 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOTAS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Raisparta a wikipedia. Parece que o Stanis Michiels é belga. Mas, elás!, trabalha também em Amsterdam.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Stani Michiels BASENAME: stani-michiels DATE: Thu, 13 Nov 2008 11:26:08 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: LIGAÇÕES TAGS: ----- BODY:





Há que adorar os holandeses. Vejam este, por exemplo. Design riquíssimo, moderno, claro, e, pensavam vocês, caríssimo? (sim, sim, o riquíssimo foi para confundir) Nada disso. O autor usou apenas programas (python , etc.) e sistemas operativos (como o ubuntu) grátis. Seja, ganhou o prémio sem dar dinheiro ao Bill Gates e nem aos primos dele.

Através do Arrastão. Mais info aqui.

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Thu, 13 Nov 2008 14:47:08 +0000 URL:

e achas normal os monopólios de empresas como a microsoft? se calhar até achas.

----- COMMENT: AUTHOR: Texas [Visitante] DATE: Thu, 13 Nov 2008 14:07:55 +0000 URL:

Pois sim, já que há pessoas a trabalhar de graça para nós é de louvar quem as explora.
Já agora, espero que a reprodução da obra também seja gratuita e sem restrições.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: John Lennon BASENAME: john-lennon DATE: Wed, 12 Nov 2008 22:23:43 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: ADÁGIOS TAGS: ----- BODY:

Life is what happens to you while you're busy making other plans


Daqui. Merda. Acabei de descobrir o Stumble Upon.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Robertson Davies BASENAME: robertson-davies DATE: Wed, 12 Nov 2008 22:00:53 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: ADÁGIOS TAGS: ----- BODY:

Authors like cats because they are such quiet, loveable, wise creatures, and cats like authors for the same reasons

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Por sugestão de várias famílias 5 BASENAME: a-ministra-e-a-manif DATE: Wed, 12 Nov 2008 20:33:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:


(publico este vídeo sem querer expressar uma opinião política, mas apenas porque tem piadinha)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Precári@s Inflexíveis, Prémios Precariedade 2008 BASENAME: precari-s-inflexiveis-premios-precarieda-2008 DATE: Wed, 12 Nov 2008 19:02:18 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: PORTURARIDADE TAGS: ----- BODY:


Votos aqui. Através do Arrastão.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Ricardo Carvalho Calero BASENAME: ricardo-carvalho-calero DATE: Wed, 12 Nov 2008 18:42:40 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA TAGS: ----- BODY:

O galego ou é galego-português ou é galego-espanhol

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Melbourne, Austrália BASENAME: melbourne-australia DATE: Wed, 12 Nov 2008 11:25:21 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

Também no Flickr.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Antes da ASAE BASENAME: antes-da-asae DATE: Wed, 12 Nov 2008 11:19:38 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: EU CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

Também no Flickr.

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Wed, 12 Nov 2008 21:55:53 +0000 URL:

Pimptastic!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Onde estão os lança-rockets, os obuses??? Uma espingarda de tranquilizantes? Ok, pode ser. E a perda de vidas humanas? BASENAME: onde-estao-os-lanca-rockets-os-obuses-um DATE: Tue, 11 Nov 2008 15:29:48 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:


Através do Warren Ellis.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Sem comentários 1 BASENAME: sem-comentarios-1 DATE: Mon, 10 Nov 2008 18:30:13 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY: ----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Cormac McCarthy, No Country for Old Men, pp. 27 BASENAME: cormac-mccarthy-no-country-for-old-men-p-27 DATE: Mon, 10 Nov 2008 14:49:42 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

He walked out slowly to where the other bodies lay. The shotgun was gone. The moon was already a quarter ways up. All but day bright. He felt like something in a jar.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Luís Fernando Veríssimo, Calçõezinhos BASENAME: calcoezinhos-luis-fernando-verissimo DATE: Mon, 10 Nov 2008 14:43:58 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

Felizmente, a tendência para encompridar, do futebol e do basquete, não chegou a outros desportos. Como o ténis feminino, onde acontece, abençoadamente, o contrário. Foi a eliminação dos saiões, substituídos pelas sainhas, que tornou possível o aparecimento das tenistas russas.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: brasileiro-português 3 BASENAME: brasileiro-portugues-l DATE: Fri, 07 Nov 2008 16:29:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Continuando a lista:

gerenciar-gerir
gerenciamento-gestão

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Por sugestão de várias famílias 4 / Título do Ano 2 BASENAME: por-sugestao-de-varias-familias-4 DATE: Fri, 07 Nov 2008 12:05:46 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: FOTOS CATEGORY: LÍNGUA TAGS: ----- BODY:


Os 'siúme' faz o ruido da 'chiedeira dum carro podre'.

----- COMMENT: AUTHOR: Tiago (aquele do post do acordo ortográfico em grafia do séc. XIX) [Visitante] DATE: Sun, 09 Nov 2008 00:49:14 +0000 URL: http://umcid.blogspot.com

Ó amigo Gomes, diga-me lá onde sacou este delicioso recorte, que a coisa pode dar um livro.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Obrigado, arquitetos lindos! BASENAME: obrigado-arquitetos-lindos DATE: Thu, 06 Nov 2008 19:39:25 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME TAGS: ----- BODY:




O presidente da Associação dos Amigos de Mindelo para a Defesa do Ambiente (AAMDA), Pedro Macedo, vai pedir ao tribunal que obrigue a Câmara de Vila do Conde e a Comissão de Coordenação de Desenvolvimento da Região Norte (CCDR-N) a prestarem esclarecimentos sobre a construção de um empreendimento de luxo, junto à praia de Azurara, "numa zona do leito de cheias da ribeira da Varziela e do rio Ave, em plena faixa de erosão costeira e próxima de um sapal aí existente". "Com os documentos na mão, não ficaremos por aqui e tentaremos travar um atentado ambiental", ameaçou.

Pedro Macedo salienta que a área em causa já esteve inserida na Reserva Ecológica Nacional e foi considerada pela Universidade do Porto, num Estudo recente a propósito da classificação da Reserva Ornitológica de Mindelo (REN), como um espaço com "prioridade máxima de conservação". Apesar da sua sensibilidade geográfica, naquela zona está a surgir um condomínio fechado que, segundo o promotor, será "um dos mais luxuosos da sua área".

As obras já estão no terreno, com uma forte componente promocional na qual é citada a arquitecta Paula Santos, autora do projecto: "A ideia é aproveitar a extraordinária mais-valia do sítio, próximo do mar e do estuário do rio Ave", diz a projectista.

Demasiado próximo, contestam os ambientalistas. A área do prédio já esteve, de facto, em zona da REN - foi entretanto desafectada - e em área de não construção no Plano Director Municipal(PDM), mas este foi suspenso para permitir a edificação.

O técnico Luís Oliveira crê que, no futuro PDM (o actual está em revisão), manter-se-ão as proibições de construções próximo daquele local, dado que o caso do empreendimento de Azurara "foi uma excepção". Sobre o facto de, como acusa a AAMDA, o condomínio fechado se situar numa zona de risco ou de erosão, o técnico municipal considerou essa potencial característica da área como "subjectiva", mas insistiu que o POOC "não a indicava como tal".

(negrito meu)

Artigo de Ângelo Teixeira Marques, no Público, através do Kafka - O Antivilacondense.

Como a Reserva Ornitológica do Mindelo (ROM) tem poucos ou nenhuns poderes, o único instrumento legal que a protege é o Plano Director Municipal (PDM) de Vila do Conde. Ora nesta situação, em que surge um projeto para uma "zona do leito de cheias da ribeira da Varziela e do rio Ave, em plena faixa de erosão costeira e próxima de um sapal aí existente", basta alterar o PDM para a licenciar. Ou seja, a ROM tem apenas o PDM para a proteger, mas quando se quiser de alguma maneira desfigurá-la, é fácil, basta pedir à Câmara que eles mudam o PDM. É o Mundo virado do avesso. As regras só valem até chegarem as 'exceções'.

Por isso, apelo a uma ida em massa à conferência de Paula Santos no DAAUM. Façam-lhe perguntas bonitas, a ver o que ela responde.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Madeira democrática BASENAME: madeira-democratica DATE: Thu, 06 Nov 2008 18:21:45 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE TAGS: ----- BODY:

O deputado do PND ao Parlamento Regional da Madeira é um populista. Tudo o que faz, desde oferecer o seu salário a uma instituição de caridade (não se esquecendo de chamar a imprensa para o efeito) até mostrar a bandeira nazi no hemiciclo para chamar fascista ao PSD, é número. Vale zero do ponto de vista político.

Mas ao ser barrada a sua entrada na Assembleia Regional, esta manhã, por seguranças privados, passámos a estar perante um dos acontecimentos mais graves nos últimos 30 anos de democracia. Exige-se a imediata intervenção do Presidente da República, como garante do regular funcionamento das instituições democráticas. Ache o que se achar da figura, foi eleito e o lugar é seu. A sua presença no Parlamento depende exclusivamente da vontade do eleitorado, não de uma parte dos eleitos. Se o Presidente não fizer nada para garantir que isto não volta a acontecer estarão em causa a democracia e as autonomias. Há um limite.

Daniel Oliveira resumiu da melhor maneira o que aconteceu. Inaceitável, é o que é.

----- COMMENT: AUTHOR: manuel [Membro] DATE: Fri, 07 Nov 2008 15:28:32 +0000 URL: https://www.facebook.com/groups/1650288525232212/?ref=ts&fref=ts

Viva o deputado do PDN na Madeira!!! Viva o 25 de Abril!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: burra mesmo BASENAME: burra-mesmo DATE: Thu, 06 Nov 2008 15:32:31 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: INSTANTÂNEOS TAGS: ----- BODY:

Estas declarações da inominável Sarah Palin (ainda não vi o filme pornô, mas quero muito) fazem-me lembrar outras situações de pessoas que nos agridem com a sua incultura, a sua estupidez, a sua iliteracia. Como se eu fosse culpado de usar a minha cabeça para pensar.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Foi disto que os americanos se safaram - estupidez em estado puro BASENAME: foi-disto-que-os-americanos-se-safaram-e DATE: Thu, 06 Nov 2008 15:20:08 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: HUMOR CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

You've heard about some of these pet projects, they really don't make a whole lot of sense and sometimes these dollars go to projects that have little or nothing to do with the public good. Things like fruit fly research in Paris, France. I kid you not.


One might have thought that Sarah Palin would take a more active interest in one aspect of scientific research. Palin's youngest son has Down's syndrome, a genetic disorder caused by the presence of an extra chromosome 21. Although a geneticist by training, I am certainly no expert on the pathogenesis of this condition, nor the significance of Drosophila research into Down's syndrome. So, I typed "drosophila trisomy 21" into PubMed, the scholarly biomedical equivalent of Google. There were 109 results, the most recent published just the day before Palin's gaffe. The concluding sentence of that study ? about the genetic cues that steer nerve fibres around during the growth of the fruit fly ? suggests that the paper will "have implications for the pathogenesis of Down's syndrome".

(negrito meu)

Artigo de Adam Rutherford, No Guardian. O resto aqui.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Por sugestão de várias famílias 3 BASENAME: por-sugestao-de-varias-familias-3 DATE: Thu, 06 Nov 2008 11:14:27 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

Merda. Não era este tipo de incentivo de que estava à espera, mas prontos. Daqui.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Por sugestão de várias famílias 2 BASENAME: por-sugestao-de-varias-familias-2 DATE: Wed, 05 Nov 2008 23:45:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

Esperem pelo refrão. A sério, esperem.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Jack White + Alicia Keys , Another way to die BASENAME: jack-white-alicia-keys-another-way-to-di DATE: Wed, 05 Nov 2008 12:10:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA CATEGORY: FILMES TAGS: ----- BODY:


Adoro o Jack White, e a Alicia Keys, prontos, não está mal. O filme deve valer a pena. O primeiro valeu.

----- COMMENT: AUTHOR: Cátia Andrade [Visitante] DATE: Thu, 27 Nov 2008 18:11:22 +0000 URL:

Alicia Keys é muito mais do que uma simples artista de R&B. Seu sucesso recente vem confirmando isso mas acredito que ela terá um futuro ainda melhor na música. Deixo aqui apenas alguns exemplos de sementes de sucesso porque Keys tem a capacidade incrível de aliar boa música com uma boa imagem:
http://cotonete.clix.pt/quiosque/artistas/videos.aspx?id=4678

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: recontagem já! BASENAME: recontagem-ja DATE: Wed, 05 Nov 2008 10:57:40 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Merda. Mesmo com o meu apelo (tardio), e apesar de a foto nem ser minha, e apesar de eu não ser vendedor de casas, e apesar de eu não ser sequer americano.

Merda. Ganhou o Obama.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Em Lisboa, já não basta usar o passeio - é preciso estar atento BASENAME: em-lisboa-ja-nao-basta-usar-o-passeio-e- DATE: Wed, 05 Nov 2008 10:47:20 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE TAGS: ----- BODY:

A "evolução" dos carros no passeio levou a que, há dias, um amigo meu tenha sido atropelado. Atropelado por uma camioneta quando estava... no passeio.
A camioneta estava estacionada no passeio (parece que era um sítio mesmo bom, à sombra e tudo), decidiu fazer uma manobra e zás, atropelou o meu amigo, que teve de receber tratamento no hospital.
Há vários pormenores picantes: um deles foi o comentário de um dos ocupantes do camião, que disse ao atropelado que a culpa tinha sido dele porque estava distraído no passeio

Excerto de texto de José Vítor Malheiros, publicado no Público, através do Menos Um Carro.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Nuno Gomes a Presidente BASENAME: nuno-gomes-a-presidente DATE: Tue, 04 Nov 2008 23:28:42 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: FÃS CATEGORY: HUMOR CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

Pronto, é tempo de abrir o jogo: Lisboa SOS tem um projecto político. Desde a primeira hora, enganando os fiéis leitores, acalentamos a esperança de tomar as rédeas do poder na capital do País. Temos um projecto e esse projecto tem um rosto. Nuno Gomes. O candidato Lisboa SOS às eleições de 2009. Melhor Vendedor Nacional de 2008. Em plena crise do imobiliário, Nuno Gomes foi capaz de ultrapassar o desânimo e a desconfiança dos compradores de casa. Muitos confiaram nele. Nós confiamos nele. Para uma Lisboa melhor, confie em Nuno Gomes. Quem é capaz de vender uma casa numa altura destas, é capaz de tudo. Com Nuno Gomes, Lisboa será melhor. O Nuno faz falta. Cidadãos Unidos por Nuno Gomes. Em breve lançaremos campanha de recolha de assinaturas. Se é um cidadão atento, esteja atento à nossa campanha. Esteja atento a Nuno Gomes. É desta que Lisboa vai mudar. Vote Nuno Gomes.



No Lisboa s.o.s.

----- COMMENT: AUTHOR: nuno [Visitante] DATE: Wed, 05 Nov 2008 10:45:52 +0000 URL: http://troblogdita.blogspot.com/

errata:

era “si noi podiemo fare, Venezia” que eu queria dizer/escrever.

----- COMMENT: AUTHOR: nuno [Visitante] DATE: Wed, 05 Nov 2008 10:44:11 +0000 URL: http://troblogdita.blogspot.com/

Nuno Gomes, iésse uí Cannes. (ou mesmo, “yes we sundance", ou “ya wie berlin” ou “si noi podiemo fare” ou “sim, cá a gente Fantasporto".

eu cá vou votar nuno gomes.
a menos que esteja a chover e haja promoções no continente, ou jogue o benfica, ou seja hora de jantar.

----- COMMENT: AUTHOR: alice [Visitante] DATE: Tue, 04 Nov 2008 23:35:37 +0000 URL: http://www.noussnouss.com

ficas melhor com barba, mas eu faço campanha por ti à mesma.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: aperfeiçoamentos BASENAME: aperfeicoamentos DATE: Tue, 04 Nov 2008 23:00:53 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GRANDE PORTO CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: FOTOS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: TERRA CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: URBANISMO DE PONTA TAGS: ----- BODY:

Em troca de correspondência com os STCP, fui cosendo a minha opinião sobre a atual rede de elétricos e (possíveis) desenvolvimentos futuros. Na primeira imagem encontra-se a rede atual: a vermelho a linha 1 (Cantareira ? Infante), a azul a linha 18 (Massarelos ? Carmo) e a amarelo a linha 22 (Carmo ? Guindais). A esquizofrenia desta rede é evidente. Se quiser fazer uma viagem mais comprida, digamos, entre a Batalha e o Castelo da Foz, teria de apanhar 3 (!) elétricos. Ou se apenas quero seguir até Massarelos, teria de conjugar 2 elétricos com frequências de meia hora.

O que sugeri à STCP, numa revolução de serviços mínimos (e que, como não contestaram, eu assumo que concordaram) era, de modo a rentabilizar a estrutura existente, e já que não existem entraves técnicos a impedi-lo, transformar as linhas 22 e 18 numa só linha, a começar nos Guindais (Batalha) e a acabar em Massarelos (marginal). Uma ideia simples, com a qual até o próprio guarda-freios concorda.

Pensando um pouco mais à frente, e sabendo que a rua de Mouzinho da Silveira ainda não foi renovada, outra pequena evolução poderia ser feita com a introdução dos carris e catenária nesta via (o que já foi falado antes), fazendo-se a ligação em São Bento à nova linha proposta.

São ideias simples e básicas. Apenas um início para a criação de uma rede de elétricos que, juntamente com os autocarros, poderiam servir como uma rede de segundo nível de transportes públicos no Grande Porto (a rede de primeiro nível será obviamente constituída pelo metro e pelos suburbanos).

Entretanto existe já uma linha que põe em prática parte do que refiro aqui, a Porto Tram City Tour, infelizmente apenas para turistas ou pessoas extremamente ricas (bilhete válido por 24 horas, mas custando 15 euros).

----- COMMENT: AUTHOR: G [Visitante] DATE: Wed, 05 Nov 2008 23:36:51 +0000 URL: http://www.agal-gz.org/blogues/index.php?blog=13

o que responderam era que a minha proposta de prolongar o elétrico da Batalha até à Foz não funcionava para eles porque assim as frequências no resto da rede perderiam. ou seja, no troço comum (Foz-Massarelos) as frequências manteriam-se de 30 em 30 minutos, o que significaria que entre Massarelos - Batalha e Massarelos - Infante apenas passariam de hora a hora. não tem lógica nenhuma, inverteram o raciocínio. para não os confundir muito, desenhei apenas a proposta de fundir as linhas 22 e 18, já que mesmo para turistas são muito curtas, não tem sentido existirem 2 linhas. a argumentação deles para existirem 2 linhas é de que as planearam curtas para venderem pendentes, e tem de ser assim. ou seja, não tem sentido nenhum.

----- COMMENT: AUTHOR: G [Visitante] DATE: Wed, 05 Nov 2008 23:31:09 +0000 URL: http://www.agal-gz.org/blogues/index.php?blog=13

estive em Melbourne durante 3 semanas e o único meio de transporte que utilizei foi o elétrico. como os elétricos estão neste momento no Porto é que servem apenas para entreter turistas e enfurecer os locais pelo desperdício de dinheiro.

----- COMMENT: AUTHOR: vitor silva [Visitante] DATE: Wed, 05 Nov 2008 22:36:33 +0000 URL: http://blog.osmeusapontamentos.com

e o que disseram dos stcp?
e já agora estaria a pensar usar os actuais eléctricos? é que eles parecem-me interessantes para passeios turísticos mas nada práticos para quem os quiser utilizar efectivamente como meio de transporte diário

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Kpg Jerudong, Brunei Darussalam BASENAME: kpg-jerudong-brunei-darussalam DATE: Tue, 04 Nov 2008 11:52:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: TERRA TAGS: ----- BODY:


Também no Flickr.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Priapismo BASENAME: priapismo DATE: Mon, 03 Nov 2008 23:55:30 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: OBSESSÕES TAGS: ----- BODY:

Considero que o priapismo é uma condição que ainda não foi devidamente escrutinada na blogosfera. Por isso, aqui fica o meu contributo.

----- COMMENT: AUTHOR: Príapo [Visitante] DATE: Tue, 19 Jan 2010 13:22:29 +0000 URL: http://www.ofilosofopriapista.blogspot.com

Assunto resolvido, meu caro. O Priapismo tem agora um blog que lhe dá o devido valor.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Carlos de Oliveira, Armadilha da EMEL BASENAME: carlos-de-oliveira-armadilha-da-emel DATE: Mon, 03 Nov 2008 23:45:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

Para quem não conhece (fica na Rua Silva Carvalho, junto ao cruzamento com a Av. D. João V nas Amoreiras) esta é uma autêntica ratoeira para a EMEL ganhar dinheiro, dia sim dia não são vários os automóveis bloqueados e multados (exclusivamente pela EMEL, a PSP não multa e não se pronuncia sobre o assunto) uma vez que a EMEL alega que este local é um simples passeio para peões, no entanto o espaço para estacionamento está lá bem marcado e não existe nenhum sinal de proibição de estacionar...




Tenho muita pena destes senhores (e senhoras) que estão a ser roubados pelos ladrões e chupistas e outras coisas más da EMEL só porque estacionaram o carro num parque de estacionamento, que por acaso é um passeio.

No cidadania lx, através do menos um carro.

----- COMMENT: AUTHOR: miguel andrade [Visitante] DATE: Fri, 25 Feb 2011 22:39:34 +0000 URL:

só lamento tamanha ignorancia destes senhores que opinam sem saber que ao tirar a carta aprenderam que passeio e para os peões e não para carros

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Graças à santinha que a Españha é uma democracia. Fosse eu españhol, carajo BASENAME: gracas-a-santinha-que-a-espanha-e-uma-de DATE: Fri, 31 Oct 2008 12:24:39 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY: ----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: correção BASENAME: correcao DATE: Thu, 30 Oct 2008 16:44:29 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOTAS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Há uns meses publiquei a ligação para uma música dos Sunny Side Down (Clarah Averbuck, Reginaldo Lincoln, Douglas Godoy). A Clarah, atentíssima, lembrou-me que a música não era uma versão da Fionna Apple mas original deles. Ficam as desculpas.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Augusto Morais, Presidente da Associação Nacional das Pequenas e Médias Empresas, sobre a notícia da subida do salário mínimo em 26 euros mensais BASENAME: augusto-morais-presidente-da-associacao- DATE: Thu, 30 Oct 2008 15:12:21 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

A Associação não se vai manifestar, mas vai determinar junto dos associados que não renovem os contratos, o que significa que o primeiro-ministro vai ter um aumento do desemprego.

O aumento do desemprego vai levar os trabalhadores a recorrerem ao fundo de desemprego, obrigando o Governo a fazer um orçamento rectificativo.


Os patrões não páram de me surpreender, no seu jogo sujo de utilizar os trabalhadores para safar más decisões. O que Augusto Morais sugere é que estrague a vida de todos os assalariados com salário mínimo, despedindo-os, como maneira de chamar a atenção do Governo. Em vez de se falar para chamar a atenção, despede-se milhares de pessoas. Como se a vida dessas pessoas não estivesse já mal o suficiente. Fico abismado com tiradas destas ou como a de Fernando Ulrich, há uns anos, não era ainda o Presidente Executivo do BPI, que se se reduzisse o salário dos trabalhadores portugueses em 10%, de maneira a melhorar a economia, torná-la mais competitiva, qualquer treta assim. Nos salários dos gestores, que são dos que ganham mais na Europa, ninguém mexe, mas para utilizar os trabalhadores nas suas brincadeiras administrativas estão sempre prontos. Há que contestar isto, sempre.

Na RTP.

----- COMMENT: AUTHOR: nuno [Visitante] DATE: Mon, 03 Nov 2008 10:23:22 +0000 URL: http://troblogdita.blogspot.com

isto tá bonito, tá.

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Fri, 31 Oct 2008 15:11:30 +0000 URL:

Acho muito bem e mais- façamos como o Estado e pomos toda a gente a recibo verde ou a estagiar. Passamos a ser um país que só precisa de importar cereais para os assalariados (ou forragem mesmo) e Bentleys para a gerência. Foi assim que o Sul dos Estados Unidos se tornou uma das regiões mais ricas do globo no século XIX.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Este é o meu Mundo BASENAME: este-e-o-meu-mundo DATE: Thu, 30 Oct 2008 12:30:43 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: TERRA TAGS: ----- BODY:


Também no Flickr.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico BASENAME: title-24 DATE: Thu, 30 Oct 2008 11:29:43 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

P n-sf3 E U M Plain Educational Block O U L T r- The Letter \"A\" M9 I c23 Wet Aluminum Capital Letter R (Washington, DC) Plain Educational Block O S Capital Letter C (New York, NY) o-026 P i Marble C (Washington, DC) O S S24 I Pewter Ransom Font L I The Letter \"C\" Dismantled Neon Letter V The letter U L The Letter \"C\" A N o35 C O Headstone Capital Letter \"N\" (Brookeville, MD) I O T32 McElman_071026_2450_I C letter o One


Em cima encontra-se a maior palavra da língua portuguesa, a mais que óbvia Pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiótico. Nesta página poderão escrever palavras da vossa eleição. Eu, como exemplo, escolhi esta:


T R2 E23 N20 G a21 1963 R

----- COMMENT: AUTHOR: nuno [Visitante] DATE: Mon, 03 Nov 2008 10:38:57 +0000 URL: http://troblogdita.blogspot.com

a wikipedia, para trivial pursuiters como eu, é viciante. no wiki que referes, está a palavra:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hipopotomonstrosesquipedaliofobia

que é… nada mais nada menos que:
“(…)uma doença psicológica que se caracteriza pelo medo irracional (ou fobia) de pronunciar-se palavras grandes ou complicadas.”

:D

----- COMMENT: AUTHOR: nuno [Visitante] DATE: Mon, 03 Nov 2008 10:25:39 +0000 URL: http://troblogdita.blogspot.com

peraí, a palavra existe mesmo… ui, que grande.

----- COMMENT: AUTHOR: nuno [Visitante] DATE: Mon, 03 Nov 2008 10:24:29 +0000 URL: http://troblogdita.blogspot.com

vou espreitar.

ah, não te conhecia este fulgurante talento para os neologismos ;D

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Ricardo Araújo Pereira, A banca nacionalizou o Governo BASENAME: ricardo-araujo-pereira-a-banca-nacionali DATE: Thu, 30 Oct 2008 10:06:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

Ou muito me engano ou o que se passa é o seguinte: os contribuintes emprestam o seu dinheiro aos bancos sem cobrar nada, e depois os bancos emprestam o mesmo dinheiro aos contribuintes, mas cobrando simpáticas taxas de juro. A troco de apenas algum dinheiro, os bancos emprestam-nos o nosso próprio dinheiro para que possamos fazer com ele o que quisermos. A nobreza desta atitude dos bancos deve ser sublinhada.


Através do Arrastão. O resto aqui.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Stephen Colbert sobre a preocupação ambiental das empresas petrolíferas BASENAME: stephen-colbert-sobre-a-preocupacao-ambi DATE: Wed, 29 Oct 2008 23:20:48 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

A lot of people talk about loving the Earth but how many of them actually penetrate it?

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Merda para o Halloween BASENAME: merda-para-o-halloween DATE: Wed, 29 Oct 2008 17:23:51 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:

O vídeo aqui.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Por sugestão de várias famílias 1 BASENAME: por-sugestao-de-varias-familias-1 DATE: Wed, 29 Oct 2008 15:13:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY: ----- COMMENT: AUTHOR: alice [Visitante] DATE: Wed, 29 Oct 2008 16:26:48 +0000 URL: http://www.noussnouss.com

ai, mas que raio de amigos é que tu tens que te recomendam estas coisas?
Balha-me deus…

*já agora, a “teeny weeny, string bikini” também é gira…

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Recount BASENAME: recount DATE: Tue, 28 Oct 2008 11:55:50 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: CARTAZ CATEGORY: NORTE CATEGORY: PÓVOA-VILA CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:


Hoje, na sede do Octopus, pelas 21h45. Entrada grátis. E como eu, não sendo grátis, sou bastante baratinho, estarei obviamente presente.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Oscar Wilde BASENAME: oscar-wilde DATE: Tue, 28 Oct 2008 09:48:04 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR CATEGORY: ADÁGIOS TAGS: ----- BODY:

The only thing to do with good advice is pass it on. It is never any use to oneself.


Daqui.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Emília Caetano, Posturas - Anedotas e gafes (na Visão) BASENAME: emilia-caetano-posturas-anedotas-e-gafes DATE: Mon, 27 Oct 2008 22:52:23 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: MÁ IMPRENSA CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Diga-se, num parêntesis, que, afinal, Joe, o canalizador, não é independente, não tem licença para exercer a profissão, deve dinheiro ao Estado e nem sequer se chama Joe. Samuel Joseph Wurzelbacher, 34 anos, é republicano e tem de pagar duas hipotecas de quase 824 euros mensais, cada uma.

(negrito meu)

Ai Deus Jesus nos salve do jornalismo português. Joe, como qualquer idiota chapado percebe, é o diminutivo de Joseph. E o pior de tudo isto é que já ouvi esta antes. Pelos vistos, as asneiradas reproduzem-se nas orelhas dos jornalistas portugueses como os piolhos nos cabelos badalhocos.

E adoro a ironia de, no meio de um artigo sobre gafes, a jornalista comete a maior das gafes - reproduzir gafes de outros.

O artigo até tinha mais gafes, mas já chega por hoje. Boa noite, mundo.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Kiiiiiii, 4 little Joeys BASENAME: kiiiiiii-4-little-joeys DATE: Mon, 27 Oct 2008 14:48:22 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:



Através do Rogério.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: ai qui 'susto BASENAME: ai-qui-susto DATE: Mon, 27 Oct 2008 14:30:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Verdade, verdadeira, é que deu para aprender umas coisas.

Através da Aaliyah.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Die Hard 2 (Franco Nero) BASENAME: franco-nero-die-hard-2 DATE: Sun, 26 Oct 2008 18:26:25 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR CATEGORY: FILMES TAGS: ----- BODY:

Hijo de puta. It's Mclane again.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: actualizações 26/10/08 BASENAME: actualizacoes-26-10-08 DATE: Sun, 26 Oct 2008 17:01:53 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: AMIGOS TAGS: ----- BODY:

* A Marta (que bloga aqui e aqui, cronica na pnetmulher e gere o pnetjuris) vai participar na 365 e na entre o vivo, o não-vivo e o morto. Um aceno de amizade e de boa sorte para ela.

* O Vasquinho abriu uma lojinha de esquina onde vende reproduções dos seus desenhos. Um passo de cada vez, muito bem.

* O inefável Nuno R lançou novo blogue, desta feita coletivo. Chama-se sexutopia e trata de sexo. E trata-se do sexo, também, seu grande maluco.

----- COMMENT: AUTHOR: n u n o [Visitante] DATE: Mon, 27 Oct 2008 16:41:36 +0000 URL: http://sex-utopia.blogspot.com

Obrigado pela referência ao sexUtopia. vou seguir as tuas outras sugestões.

abraço.

----- COMMENT: AUTHOR: vasco [Visitante] DATE: Sun, 26 Oct 2008 23:48:52 +0000 URL: http://vascomourao-shop.blogspot.com

obrigado pelo post!
abraço

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: My Brightest Diamond, Inside a Boy (A Thousand Shark's Teeth) BASENAME: my-brightest-diamond-inside-a-boy-a-thou DATE: Fri, 24 Oct 2008 10:04:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: MÚSICA CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

A música aqui.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Berryz Koubou, Jingisukan (Dschinghis Khan) BASENAME: berryz-koubou-jingisukan-dschinghis-khan DATE: Thu, 23 Oct 2008 21:46:49 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:


Para ninguém dizer que este é um blogue que evita as questões sérias (eleições americanas, casas camarárias em Lisboa), aqui fica este magnífico vídeo.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Ponte Nanpu, Changai (autor desconhecido) BASENAME: ponte-nanpu-shanghai DATE: Thu, 23 Oct 2008 21:03:05 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: FOTOS TAGS: ----- BODY:


Também no flickr.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Slogan mais anódino do ano 1 BASENAME: slogan-mais-anodino-do-ano-1 DATE: Thu, 23 Oct 2008 16:35:22 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

Bosch Car Service. É bom em tudo - até no preço

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Jonas Bendiksen, The Places We Live BASENAME: jonas-bendiksen-the-places-we-live DATE: Thu, 23 Oct 2008 15:44:13 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: FOTOS TAGS: ----- BODY:


Um portefólio impressionante do ambiente favelar das grandes metrópoles mundiais. Incrível é dizer pouco.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Andreia Faria, De haver relento BASENAME: andreia-faria-de-haver-relento DATE: Thu, 23 Oct 2008 11:14:49 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: CARTAZ CATEGORY: FOTOS CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: AMIGOS TAGS: ----- BODY:


A Andreia, minha menina querida, lança dia 1, sábado a oito, o seu primeiro livro, De haver relento, editado pela Cosmorama. É de poesia que se fala. Nas Marias.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Prémio Dardos BASENAME: premio-dardos DATE: Wed, 22 Oct 2008 23:13:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

O troblogdita deu-me isto:



Com o Prémio Dardos se reconhecem os valores que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc। que, em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, entre suas palavras. Os selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web.

Quem recebe e aceita o ?Prémio Dardos? deve seguir algumas regras:
1 - Exibir a distinta imagem; 2. - Linkar o blog pelo qual recebeu o prémio; 3. - Escolher quinze (15) outros blogs a que entregar o Prémio Dardos.


Oscar Wilde dizia que o melhor que se pode fazer com um conselho é dá-lo a outra pessoa, já que a nós não nos serve de nada. Como não sei o que fazer com este prémio, vou dá-lo a outras pessoas, que certamente terão melhor destino para ele. E a minha lista de blogues, tataratata (a ordem não é alfabética. infelizmente, o meu cérebro ainda não funciona assim):

Alexandre Soares Silva, pelo Alexandre Soares Silva (um elistista arrogante xenófobo racista que aprecio bastante)
Troblogdita, do Nunito (apenas por me ter nomeado)
Rui Tavares, escrito por alguém com o misterioso nome de Rui Tavares (que é homem de muitas luitas e que dá o corpo ao manifesto)
Arrastão, do Daniel Oliveira, Pedro Sales e Pedro Vieira (que na realidade são uma loja maçónica gay estalinista benfiquista)
Ironia do destino, de ninguém (assim não ganha direitos de autor, o moço)
noussnouss, da Alissssse (se a beleza fosse uma tarte o noussnouss era uma tarte de frutos silvestres)
casadeosso, do valter (casa de afagos e palmadas no rabo)
Os meus dois pés vesgos, da minha Maria Rodrigues (um abuso de poesia. devia ser presa só por isso)
Adiós Lounge, da Clarah Averbuck (róqueira-galinha)
Annietown, da Annie Choi (que já ganhou um Pullitzer e vários Nobel só com este blogue)
A Baixa do Porto, do Tiago Azevedo Fernandes (onde se luta de tripas na mão e com a outra a bater no peito)
Chanatas, do Jacinto Lucas Pires (heterónimo do Chalana)
Warren Ellis, por ele próprio (homem-máquina em constante publicação, da casa de banho ao pub)
Vou a tua casa, do Rogério Nuno Costa (que só gosta de não ser um ator de teatro)
Voz do deserto, pelo Tiago Guillul (que acha que os Radiohead são chatos)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Prémios Literários 22/10/08 BASENAME: premos-literarios-_-22-10-08 DATE: Wed, 22 Oct 2008 11:44:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PROJETOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Volto a publicar a minha Lista de Prémios, Concursos e Bolsas Literários em Portugal, ainda desatualizada (mas que servirá para muita gente se orientar, penso eu). Boa sorte e ótimos escritos.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Sandy Kilpatrick (e outros), This World and Body BASENAME: sandy-kilpatrick-e-outros DATE: Wed, 22 Oct 2008 01:10:50 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: MÚSICA CATEGORY: NOVIDADES TAGS: ----- BODY:


FILME 30/2008 - This World and Body from fast forward portugal on Vimeo.


Vencedor do Fast Forward 2008. Gosto muito do Sandy. Faz-me lembrar que cada sonho dura um dia inteiro.

----- COMMENT: AUTHOR: FFP [Visitante] DATE: Fri, 14 Nov 2008 18:00:53 +0000 URL: http://www.fastforwardportugal

A ficha técnica do filme está no site do Fast Forward em www.fastforwardportugal.com

----- COMMENT: AUTHOR: Metralha [Visitante] DATE: Thu, 23 Oct 2008 17:03:02 +0000 URL:

Cena daquelas mesmo á maneira, cenas, cenários, textos… gosto disto!

----- COMMENT: AUTHOR: MARIA SAMPAIO [Visitante] DATE: Thu, 23 Oct 2008 09:17:40 +0000 URL:

GOSTEI MUITO,PARABENS!!!!!!!!

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Wed, 22 Oct 2008 14:10:01 +0000 URL:

Não incluo ficha técnica nos vídeos que publico. A única pessoa que conheço das que participaram no vídeo é o Sandy, e essa é a razão principal de ter escolhido o vídeo. Não sei quem realizou o vídeo, mas quem quiser saber pode sempre procurar, vendo na net ou vendo o vídeo até ao fim.

----- COMMENT: AUTHOR: Jesper Andersen [Visitante] DATE: Wed, 22 Oct 2008 13:36:46 +0000 URL: http://www.jesperandersen.com

Ta do caralho :) todo lindo. Parabens, next stop cannes ;) bjs.

----- COMMENT: AUTHOR: Pedro Almeida [Visitante] DATE: Wed, 22 Oct 2008 13:26:32 +0000 URL:

é pena é não saberes sequer quem são os “outros".. quem realizou… escreveu… fez a musica…

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Nuno Espírito Santo, guarda-redes do FCP BASENAME: entrevista-na-tsf-a-nuno-espirito-santo- DATE: Wed, 22 Oct 2008 01:01:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

- Está visto que o Nuno não se dá com os russos...
- Mas eles são ucranianos.


Entrevistado na tsf, através do Avenida Central.

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Mon, 15 Dec 2008 16:14:24 +0000 URL:

o autor deste blogue chama-se Nuno Gomes Lopes e o Nuno Espírito Santo, guarda-redes do FCPorto, é de Guimarães.

----- COMMENT: AUTHOR: Dicas Pinto Curado dos Santos [Visitante] DATE: Mon, 15 Dec 2008 15:35:48 +0000 URL:

Olá Nino Espirito Santos, Boa tarde, eu Sou um jovem de S.Tomé e Príncipe que resido em Portugal a mais de 11 anos, teria todo prazer em te conhecer pessoalmente de modo a poder dialogar consigo um pouco, uma vez que também és natural dessa ilha maravilhoso.Fico a espera do teu contacto. O telef-964284550.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Artur Alonso Novelhe, O Orgulho de Ser Galego BASENAME: artur-alonso-novelhe-o-orgulho-de-ser-ga DATE: Tue, 21 Oct 2008 00:09:04 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA TAGS: ----- BODY:

E ainda há quem pense que ser galeguista é defender Miño contra Minho. Absurdo, mas o homem é o único animal que tropeça mil vezes na mesma pedra.


O resto no PGL.

----- COMMENT: AUTHOR: n u n o [Visitante] DATE: Tue, 21 Oct 2008 13:29:14 +0000 URL: http://troblogdita.blogspot.com/

e tropeça e tropeça e tropeça…

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: A Declaração Universal dos Direitos Humanos BASENAME: a-declaracao-universal-dos-direitos-huma DATE: Mon, 20 Oct 2008 16:43:36 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Através do Arrastão.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: candidato a candidato BASENAME: candidato-a-candidato DATE: Mon, 20 Oct 2008 15:25:48 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: HUMOR CATEGORY: NOVIDADES TAGS: ----- BODY:

Infelizmente, Pedro Santana Lopes tem um blogue.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Octopus BASENAME: octopus DATE: Mon, 20 Oct 2008 10:10:44 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: CARTAZ CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: NORTE CATEGORY: PÓVOA-VILA CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:


Aproveito para anunciar que o Octopus retoma as emissões regulares em Novembro, com tela e som renovados. Vou lá estar no dia 13 para rever La Graine et le Mulet, um dos melhores filmes dos últimos anos, e no dia 27, para ver o Surveillance. Alguém mais?

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Adoro quando falha a gravidade (autor desconhecido) BASENAME: adoro-quando-a-gravidade-falha DATE: Mon, 20 Oct 2008 09:43:09 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: LIGAÇÕES TAGS: ----- BODY:


Através do riot rite right clit clip click, o melhor álbum da net.

Também no flickr.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: New South Wales (perto de Broken Hill), Austrália BASENAME: australia-new-south-wales-perto-de-broke DATE: Fri, 17 Oct 2008 18:45:09 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: TERRA TAGS: ----- BODY:


Também no flickr.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Declaração de voto numa moção sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo do deputado da Assembleia Municipal de Odivelas, João Rego de Carvalho BASENAME: declaracao-de-voto-numa-mocao-sobre-o-ca DATE: Thu, 16 Oct 2008 20:49:04 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

Em primeiro lugar queria que as palavras que eu vou dizer ficassem registadas ipsis verbis, na minha declaração de voto, sem omitir rigorosamente nada. Não digo isto por haver uma prática de omitir aquilo que as pessoas dizem, mas porque faço questão de o dizer em relação a este assunto.

O casamento é um sacramento instituido por Deus Nosso Senhor Jesus Cristo para ser celebrado entre um homem e uma mulher. E não é as ideias esquisitas que algumas pessoas, que entendo que têm uma formação deficiente, querem fazer impor à sociedade que vai alterar esta circunstância.

Deus colocou no Paraíso um Homem e uma Mulher, não colocou dois paneleiros ou duas lésbicas.


Eu acredito que Deus colocou um burro com duas orelhas na Assembleia Municpal de Odivelas. Paneleiros e lésbicas no paraíso não, mas o burro sim.

Através do Arrastão.

----- COMMENT: AUTHOR: valentim [Visitante] DATE: Fri, 17 Oct 2008 10:32:43 +0000 URL: http://www.pglingua.org/

O que mais me choca, no entanto, é a vontade de que as suas palavras fiquem convenientemente registadas. A minha dúvida como galego é: a legislação portuguesa contempla sanções contra discursos homófobos? agradecia informação.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Mapa da FEUP BASENAME: mapa-da-feup DATE: Thu, 16 Oct 2008 17:09:54 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

E em guisa de resposta a António Alves, aqui fica o mapa proposto pela FEUP (2007). É óbvio que nesta proposta o percurso em túnel da ligação São Bento - Matosinhos Sul, para além de me parecer mais curto que a proposta pelo Campo Alegre, tem também a virtude de não servir apenas uma linha mas várias. Tem todo o sentido restringir ao minimo os troços em túnel, e quando é estritamente necessário fazê-los, ao menos que sirvam várias linhas.

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Fri, 17 Oct 2008 09:20:53 +0000 URL:

Não!, não! Por favor, o seu comentário! (agora trato tudo por você na net)

----- COMMENT: AUTHOR: Texas [Visitante] DATE: Thu, 16 Oct 2008 23:20:08 +0000 URL:

ia comentar, isto apagou-me o comentário, já não comento!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Carlos Reis BASENAME: carlos-reis DATE: Tue, 14 Oct 2008 12:02:49 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA TAGS: ----- BODY:

A respeito do acordo ortográfico, às vezes observa-se uma confusão entre ortografia e outros aspectos da língua, nomeadamente pronúncia, morfo-sintaxe e léxico. Acha que as posições contrárias a respeito do Acordo Ortográfico nascem da ignorância ou da má vontade?

Nalguns casos eu creio que nasce da ignorância e noutros casos nasce de uma má vontade criada pela ignorância. A verdade é que eu até posso compreender, de um ponto de vista emotivo, estas reações por que a ortografia é um aspecto da língua que está muito ligado ao nosso corpo. Nós escrevemos com a mão e isso cria uma espécie de ligação indireta entre a língua e o corpo; mudar a ortografia para muita gente é, um pouco, como mudar o corpo.

Se a pessoa não tiver a noção de que a ortografia tem muito de convencional e, sobretudo, se não tem perspetiva histórica do que foi a mudança da ortografia ao longo dos séculos, acho que ? e eu respeito isso, mudar a ortografia é mudar ela mesma, e de aí resulta uma tremenda confusão entre o código da escrita, que é muito convencional, e a identidade cultural, linguística etc.

E isso que para algumas pessoas é uma confusão para muitas outras é uma atitude emocional que eu posso compreender, sobretudo quando as pessoas não se lembram de que ao longo dos séculos a ortografia foi mudando e as pessoas foram ajustando o seu corpo à ortografia.

E um pouco como ? todos nós temos esta memória, há vinte anos escrevíamos em computadores grandes, com teclados grandes, há trinta anos escrevíamos com uma caneta, hoje escrevemos em computadores pequenos e o nosso corpo foi-se adaptando a isso e com a ortografia vai acontecer a mesma coisa.

Entrevistado no PGL.

----- COMMENT: AUTHOR: Karin [Visitante] DATE: Tue, 14 Oct 2008 22:23:31 +0000 URL:

Este acordo tem muito pouco de orgânico e muito mais de estratégico. Já sabemos que o futuro do português, muito provavelmente, passa pela vivência da língua num país tão extenso como o Brasil. Basta ver a presença brasileira na internet e compará-la com a portuguesa para perceber quais os motivos por trás deste acordo. E se calhar até são legítimos, mas não é por estes motivos que mudo a minha grafia.

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Tue, 14 Oct 2008 19:19:59 +0000 URL:

Concordo totalmente a língua é orgânica e evolui, os Acordos Ortográficos existem justificadamente por esse motivo.

Existem é modos de o fazer e um modo de não o fazer é confundi-lo com um esforço diplomático e não como uma expressão da especificidade e riqueza de culturas diversas.

Não é uma moeda de troca e, dada a vergonhosa história colonial recente em Portugal, este Acordo realizado desta maneira torna-se algo bizarro, e talvez até limiarmente ofensivo.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Fernando Venâncio, O Galego Pasteurizado BASENAME: fernando-venancio-o-galego-pasteurizado DATE: Mon, 13 Oct 2008 21:00:09 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA TAGS: ----- BODY:

O romance Inxalá, de Carlos Quiroga, saiu em 2006 na prestigiosa editora galega Laiovento, grafado na Norma Agal. Narra as peripécias da vida dum médico galego que tem de abandonar Portugal, onde trabalhou, e se refugia na Abissínia, onde recorda o amor, talvez para sempre perdido, duma portuguesa. O livro lê-se como um policial, como uma obra de cultura, e está magnificamente escrito. Carlos Quiroga (Periferias, O regresso a arder) é um exímio prosador.

Em 2008, a obra teve edição portuguesa, na Quid Novi, de Lisboa. Com um título mais longo, chama-se aí Inxalá. Espero por ti na Abissínia. É uma edição bonita, com uma sobrecapa primorosa.

Confesso uma intensa curiosidade, ao saber da existência dessa edição portuguesa. Que nela se mantivesse a Norma Agal parecia-me impensável. Mas, perguntava-me, que sucederia com o léxico exclusivo galego e, sobretudo, com a sintaxe em que um galego se exprime? Teriam sido, esses, conservados? Fui, pois, ver. Já o cólofon decentemente nos informa: «Revisão linguística para o português: Maria do Rosário Pedreira». Ao fim de quinze, vinte páginas, sabe-se o que essa «revisão» implica. A obra foi profundamente «revista». Digamos tudo: foi reescrita.


Nas edições portuguesas, que respeitam peculiaridades brasileiras, angolanas, timorenses, as galegas acabam implacavelmente trucidadas.


O resto aqui. Segundo Venâncio, todo o léxico e morfologia galegos foram substituídos por equivalentes portugueses, e mesmo "passagens inteiras acabam reescritas". Isto aconteceu com um livro do Carlos Quiroga, que escreve em grafia portuguesa e é professor de literatura portuguesa. Uma mensagem para Maria do Rosário Pedreira, editora da Quidnovi: eu não leio o Jorge Amado para que ele me soe português. Da mesma maneira que não leio o Quiroga para que não soe galego. Porque ele é galego e soa como tal quando escreve.

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Thu, 16 Oct 2008 19:15:30 +0000 URL:

Pelos vistos, a Maria do Rosário Pedreira não aceita nada que não seja português ‘estrito’. Não sei qual é a atitude dela quanto ao português do Brasil.

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Thu, 16 Oct 2008 18:25:30 +0000 URL:

É estranho, dados os antecedentes do autor este não aprovou a “tradução"?

Seria no mínimo estranho que não a acompanhasse, a não ser que contratualmente esta fosse uma decisão exclusiva das editoras\representantes.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Nuevo Campo Novo BASENAME: hoje-no-publico DATE: Mon, 13 Oct 2008 15:41:45 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

No Público, num artigo sobre novos estádios e renovações de estádios existentes, referem-se à obra de renovação do Camp Nou como Nuevo Camp Nou. Não é preciso ser génio da bola para perceber que Camp Nou significa Campo Novo em catalão. O Barcelona é um clube fortemente catalanista, para quem não sabe. E se procurarem na net, poderão ver referências à obra do estádio como new Camp Nou, por exemplo. O que o jornalista do Público fez foi, certamente, adaptar algum artigo sobre os estádios de um qualquer jornal espanhol, ou então não soube perceber a burrada. Se é que o estádio terá esse nome, o projeto, pelo menos, será nou Camp Nou, ou em português, novo Camp Nou.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: há a raça humana e depois há a raça cigana BASENAME: ha-a-raca-humana-e-depois-ha-a-raca-ciga DATE: Mon, 13 Oct 2008 15:35:25 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

Este ano, um dos prémios relativos aos alunos da EB 1 Fafe (Igreja Matriz) foi atribuído a Estela Monteiro, uma aluna de etnia cigana que, contrariando a tendência das crianças da sua raça, gosta de estudar e sonha tirar um curso superior.





No JN.

----- COMMENT: AUTHOR: cigana [Visitante] DATE: Fri, 13 Aug 2010 20:00:45 +0000 URL:

senhor joao seabra faço minhas as suas palavras, nós ciganos respeitamos toda a nossa famlia, amamos os nossos filhos e idosos, e esses ditos humanos, são os piores, pois matam e violam os seus filhos, e abandonam os seus idosos em lares e hospitais, ainda se axam mais que nós, coitados desses pores e desgraçados, quem lhes dera ser como nós,

----- COMMENT: AUTHOR: joão seabra [Visitante] DATE: Tue, 29 Dec 2009 12:34:57 +0000 URL:

Considerando o título devo dizer que nós ciganos somos mais humanos que vocês. pois não somos pedófilos e adora-mos os nossos filhos não cometendo de forma alguma actos de violência nem actos pedófilos sobre as nossas crianças, como vocês que se intitulam raça humana mas não são pois são autênticos predadores.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: uma vénia a quem não a merece BASENAME: uma-venia-a-quem-nao-a-merece DATE: Mon, 13 Oct 2008 00:51:03 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: PORTURARIDADE TAGS: ----- BODY:

Acho fantástico como as ideias feitas que achava mortos, enterrados, debaixo da terra, etc. continuam vivos na internet. Eu que, inocentemente, achava que este era um meio novo, percebo (dolorosamente) que ainda há quem não perceba o arcaísmo do seu pensamento. Como pessoas que ficam espantadas e indignadas por me dirigir a elas por tu em correio eletrónico. Tipo, o que estávamos a discutir até era sério, mas trataste-me por tu (você???) e a conversa fica por aqui.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: mapa comparativo BASENAME: mapa-comparativo DATE: Sat, 11 Oct 2008 02:16:28 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: NORTE CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:




Do Público.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: e, já agora BASENAME: title-16 DATE: Sat, 11 Oct 2008 02:02:04 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

Ai, a consciência dilacera-me. Vou tentar ser o mais lógico possível e evitar confusões. A ?linha do Campo Alegre? ligaria São Bento a Matosinhos Sul. Tem um custo previsto de 319 milhões de euros. Andará subterrânea entre São Bento e o Hotel Ipanema e à superfície entre este e a estação Matosinhos Sul (excepto no Parque da Cidade, onde existirá um viaduto). A ?linha da Boavista?, explicando no sentido inverso, repete o percurso de superfície entre Matosinhos Sul e em viaduto sobre o Parque da Cidade, sobe a Avenida da Boavista até à Rotunda, onde acaba. O curso estimado é de 90 milhões de euros, em parte gasto na reformulação das ruas adjacentes. Esta é a linha da Boavista de que se fala e que estava anteriormente planeada. Entretanto surgiu o estudo da FEUP que sugeria a existência de uma ?linha circular?, e carruagens vindas do Senhor de Matosinhos poderiam subir a Avenida da Boavista e continuar em túnel até São Bento e depois até Campanhã. Entretanto, esta ?linha circular? teria um ramal (a linha da Boavista seria outro) que constituiria a segunda linha para Gaia e, assim cobriria a zona do Campo Alegre e as Universidades. Depois cruzava o rio numa ponte nova, no plano original, ou sobre a ponte da Arrábida, no estudo da FEUP.

Na necessidade de fazer uma comparação direta, temos a linha São Bento - Campo Alegre - Matosinhos Sul, que custaria 319 milhões; entretanto São Bento - Boavista - Matosinhos Sul tem o custo estimado de 90 milhões de euros + o troço subterrâneo, que obviamente o iria encarecer muito mais. Ainda assim, parece-me que custaria bastante menos que 229 milhões (319 - 90 milhões).

Acho que agora esclareci (também para mim) toda e qualquer incoerência do meu texto anterior. Ufa. Já posso ir dormir.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: O FIM DOS DISTRITOS? BASENAME: o-fim-dos-distritos DATE: Fri, 10 Oct 2008 15:44:16 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: REGIONALIZAÇÃO TAGS: ----- BODY:

Aqui está um artigo muito bem escrito sobre o fim dos distritos e a nova divisão administrativa do país.

Através do Regionalização.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Jean-Marie Gustave Le Clézio BASENAME: jean-marie-gustave-le-clezio DATE: Thu, 09 Oct 2008 23:38:48 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: NOVIDADES TAGS: ----- BODY:


Ai que vergonha. Já me tinha habituado a ver ganhar o Nobel pessoas que ainda não tinha lido. Agora ganhar um Nobel um gajo DE QUEM NUNCA OUVI FALAR???

Ai, meu. Que desconsideração.

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Sun, 12 Oct 2008 21:17:45 +0000 URL:

Não estás sozinho!
Já ia dar uma olhada, agora mais desde que soube que o sujeito é um Trehugger ou etreinteur-des-arbres (?)!

----- COMMENT: AUTHOR: n u n o [Visitante] DATE: Fri, 10 Oct 2008 10:58:59 +0000 URL: http://troblogdita.blogspot.com/

eu que sou trengo e inculto, já estou habituado (às duas coisas) :P

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Paulo Pinho (sobre as propostas do Governo para o Metro do Porto) BASENAME: paulo-pinho-sobre-as-propostas-do-govern DATE: Thu, 09 Oct 2008 09:30:31 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

"Em termos globais, a procura é mais ou menos a mesma, em termos de custos é claramente mais cara e comporta uma série de soluções técnicas muito mais complexas."

No estudo comparativo, recorda-se que o plano da FEUP precisava de um investimento de 1,49 milhões de euros, enquanto o plano actual necessita de 1,7 milhões (sem contar com os custos de uma nova ponte sobre o Douro, viadutos nas linhas para Gondomar e para Laborim e os "trabalhos especiais associados à ligação pelo Campo Alegre"). Os custos de construção por quilómetro da proposta da FEUP também seriam inferiores.

(...) reiterou Paulo Pinho, que continua a preferir a linha da Boavista à ligação pelo Campo Alegre. Esta é, segundo Paulo Pinho, uma solução mais cara, mais complexa e que não tira partido das virtualidades de um metro de superfície, porque tem de ser enterrada em alguns troços.




No JN.


Um dos primeiros equívocos que percebi nesta discussão entre a linha da Boavista e a linha do Campo Alegre é a ideia de que a linha do Campo Alegre é em grande parte subterrânea, e por isso melhor. Bem, uma linha subterrânea é mais cara, mexe com o subsolo (furando na zona onde passa o metro mexe com muita coisa) e é uma linha menos acessível para todos. Ok, os veículos circulam mais rapidamente. Mas também é só isso.

Mas isso não interessa aqui. Têm vendido a linha do Campo Alegre como maioritariamente subterrânea. O que não é verdade. A linha será subterrânea apenas entre São Bento e o Ipanema. Entre o Ipanema e Matosinhos Sul ela andará à superfície (e sobre o Parque da Cidade, em viaduto).

Entretanto, a linha da Boavista, que já está parcialmente feita em 2/5 do percurso, tinha um custo previsto de 90 milhões de euros. A linha do Campo Alegre tem um custo previsto de 319 milhões de euros.

Mais uma vez, quem diz que os custos são 'parecidos' anda enganado (ou a querer enganar o pessoal). Já para não falar (mas eu falo, eu falo) do estudo (até agora, o único oficial) que dizia que os volumes de trânsito de passageiros eram equivalentes entre as duas opções, havendo até uma ligeira vantagem para a linha da Boavista, devido ao troço inicial, que atrai mais gente.

Continuo sem perceber como é que a proposta vinda de Lisboa consegue convencer mais pessoas do que a proposta da FEUP (que, se bem se lembram, é ali ao lado do São João), uma das faculdades de Engenharia mais cotadas do Mundo. Tipo, é a FEUP. Hellooooo.



e continuo sem perceber a insistência em criticar Rui Rio pelas obras na Avenida. ouvi uma vez falar de uma rua no Porto que foi furada 4 vezes no mesmo ano. água, gás, eletricidade, tvcabo. o bom planeamento consiste exatamente em evitar situações destas. o que Rui Rio fez foi antecipar a obra junto da Casa da Música e do Parque da Cidade (por motivos eleitoralistas ou não, isso não é importante). porque, acreditem ou não, a Avenida terá algum dia metro. e, assim, a obra já está feita.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Luanda (musseques) BASENAME: musseques-de-luanda DATE: Mon, 06 Oct 2008 20:43:48 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: TERRA TAGS: ----- BODY:





Também no flickr.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Victoria, Austrália BASENAME: title-14 DATE: Mon, 06 Oct 2008 19:16:29 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:





Também no Flickr.

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Sat, 28 Feb 2009 09:51:16 +0000 URL:

Basta sair um pouco das cidades. Essa eu vi na Great Ocean Road.

----- COMMENT: AUTHOR: Bell [Visitante] DATE: Sat, 28 Feb 2009 04:22:25 +0000 URL: http://ninica62.blogspot.com/

Nunca vi uma placa dessas!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Great Ocean Road, Victoria, Austrália BASENAME: great-ocean-road-victoria-australia DATE: Mon, 06 Oct 2008 19:10:16 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: MONTA TAGS: ----- BODY:




Também no flickr.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: de volta BASENAME: de-volta DATE: Mon, 06 Oct 2008 18:17:51 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PROJETOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: X-BLOGUE TAGS: ----- BODY:


Psssssst. Novas fotos no eu-blogue (e no flickr).

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: marcas portuguesas de têxtil - ou 'não percebo como ainda me irrito com isto' 2 BASENAME: marcas-portuguesas-de-textil-ou-nao-perc-2 DATE: Sun, 05 Oct 2008 22:49:55 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: PORTURARIDADE TAGS: ----- BODY:


nome do criador:

Ana Sousa


nome avulso:

Salsa


nome português corrompido:

Quebramar

Decenio


Impetus


nome italiano:

Giovanni Galli

Tiffosi



nome inglês:

Throttleman


nome raçado do francês:

Petit Patapon


nome da família (em inglês):

Sacoor Brothers


acrónimo misterioso:

Dielmar

Lanidor



acrónimo não tão misterioso:

Naturapura


nome sei lá o quê:

Onara



Nas 14 principais marcas têxteis, o país orgulha-se de ter apenas 2 nomes claramente portugueses. Assim nunca, mas mesmo nunca irá alguém associar Portugal a bons têxteis.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: DOMUS #918 BASENAME: domus-918 DATE: Fri, 03 Oct 2008 16:31:34 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: AMIGOS CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

Ah! O Vasquinho fez a capa da DOMUS. Parabéns, careca. Venham mais cinco.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Plastic Palace Alice, The Girl Who Cried Wolf BASENAME: plastic-palace-alice-the-girl-who-cried- DATE: Thu, 02 Oct 2008 21:41:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: AMIGOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:


Plastic Palace Alice, a banda do meu amigão Jeremy, lá para as bandas de Melbourne. Não é Bowie, não é Arcade Fire. É bem bom, é o que é.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Diesel's SFW XXX Party Clip BASENAME: title-11 DATE: Thu, 02 Oct 2008 14:28:44 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Diesel's SFW XXX Party Clip - Watch more free videos

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: pulseira do colbert BASENAME: pulseira-do-colbert DATE: Wed, 01 Oct 2008 22:22:30 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: RECORTA TAGS: ----- BODY:


Sou presentemente muito pobrezinho. Nunca deixo de ter presente a minha baixa condição financeira. A minha humilde conta bancária é uma presença constante. E sou uma pessoa muito prendada.

Assim, caso alguém se sinta generoso (e dinheiroso) e ache que isso poderá servir para me agradar, aqui está um artigo que me parece muito mas muito bom:


pulseira do Colbert Report. caso desejem encomendar, tenham presente que é necessário ser habitante dos Estados Unidos para o fazer. é fácil, basta pedirem a algum amigo que more lá que vos represente e faça a compra.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Carlindo Vieira, Casamento de Homossexuais?... BASENAME: carlindo-vieira-casamento-de-homossexuai DATE: Wed, 01 Oct 2008 17:35:20 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

Como que não haja problemas profundos para resolver na sociedade portuguesa, entenderamalguns jovens deputados ocupar o tempo a tratar dos problemas dos homossexuais, que querem elevar a ?união de facto? à categoria de casamento, com iguais direitos e garantias.

Eu sei que há muitos ?Cabrais? e ?Gamas? que, no século XXI, ainda sonham repetir as façanhas daqueles citados e destemidos navegadores. Mas, como não têm sequer coragem para ir de traineira às Berlengas, nem para descobrir qualquer ilha deserta, onde poderiam viver como e da maneira que quisessem, porfiam lutar, em terra firme, por uma lei de equiparação da ?união de facto? ao casamento. Ora, essa tal lei, em ordem à criação humana, de equidade nada tem.

Evidentemente, que pessoas amigas podem viver, fraternalmente, debaixo do mesmo tecto. Mas não é disso que se trata. Neste caso, trata-se de problemas de inversão da sexualidade natural.

? Uma lei tem de ter uma motivação universal, que sirva toda a nação. Assim, só porque no momento há, quotidianamente, imensos assaltos e roubos, não vamos legitimar o assalto e o furto, para que todos os portugueses possam fazer o mesmo. Da mesma forma, para atender algumas pessoas, com hábitos que ofendem a natureza e a maioria das pessoas, não vamos legislar em favor dessa equiparação, porque a maioria dos portugueses, no casamento, não só não se revê nessa situação como ainda a recrimina.

Basta conhecer bem o país em que vivemos e os sentimentos éticos e morais do nosso povo, para pôr logo de lado tão nefanda como perigosa pretensão!...

Mas, se isso não bastasse, bastaria observar a natureza que nos rodeia e notar como se cruzam os animais, para concluir que, desde que o mundo é mundo, este cruzamento sempre se fez entre sexos diferentes. E, se do reino animal passarmos para o reino vegetal, confirmaremos que para a produção do fruto, há sempre, embora de forma diversa, a intervenção dos dois sexos.

Se, ainda, verificarmos que em quaisquer destes reinos da natureza houve sempre cientistasfamosos que nunca pensaram de outra forma, chegamos à conclusão de que se trata depretensiosismo de pessoas pouco reflectidas.

Por isso, com todo o respeito pelas pessoas nascidas com esse defeito e, até, pelas que ali foram cair, não podemos concordar com a equiparação dessa união ao casamento legal. Seria até caso para exclamar a conhecida frase de um pensador: ? «Quanto mais conheço os homens, mais amo os cães».

Este problema da equiparação diz respeito a todas as pessoas. Evidentemente, que tem muito mais a ver com praticantes da doutrina católica, do que com quem a não pratica; mas, mesmo assim, há milhares e milhares de anos, que o direito civil respeita este proceder. Não vai ser agora, agindo contra a tradição verificada em todo o mundo, que os portugueses, copiando o Governo espanhol, vão fazer a descoberta do século. Este caso ultrapassa os limites
religiosos de qualquer religião e vai atingir os direitos e características naturais, que a natureza concedeu ao homem, ao animal e ao vegetal.

O mundo está muito bem feito. Respeitemos as tendências naturais das coisas e não façamos como o nosso velho pai Adão que, segundo a Bíblia, desobedeceu e estragou a ordem criada no paraíso terreal.

Por isso, dali foi expulso, para mal dele e de toda a humanidade.

Não comento para não estragar. Através do Daniel Oliveira, que leu no Avenida Central o que foi publicado no Diário do Minho.

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Thu, 02 Oct 2008 09:38:03 +0000 URL:

pois. às vezes levam a sério e é uma complicação. mas caguei. que cada um tire as suas conclusões

----- COMMENT: AUTHOR: ka [Visitante] DATE: Wed, 01 Oct 2008 22:35:17 +0000 URL:

oh gomes!!!!! comenta sim senhor!

ainda te levam a sério e a questão é séria!

homofobia pura? atraso? tacanhez? horizontes reduzidos? falta de consciência? sentimento de ameaça?

que raio….

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: e mais nada BASENAME: e-mais-nada DATE: Tue, 30 Sep 2008 13:24:23 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO TAGS: ----- BODY:


Para que não existam equívocos, eu explico. Não concordo com tudo o que diz o novo Acordo Ortográfico, mas sei isto:


Antes existiam duas normas, a portuguesa e a brasileira. Agora passa a existir uma norma apenas, mas com situações de grafia dupla - a portuguesa e a brasileira.




A quem isto faz muita confusão, lamento. Não tenho muito mais a dizer.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Afinal havia outra BASENAME: afinal-havia-outra DATE: Tue, 30 Sep 2008 11:04:42 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA CATEGORY: MEUS TAGS: ----- BODY: ----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Portugal, país de contrastes??? BASENAME: title-9 DATE: Mon, 29 Sep 2008 22:33:57 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: REGIONALIZAÇÃO TAGS: ----- BODY:

Portugal é um país com assimetrias regionais acentuadas, sendo que nas áreas mais pobres investe mais na construção de equipamentos e de infra-estruturas do que na promoção de actividades que permitam a criação de emprego. O retrato é feito pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).


Da TSF, através do Regionalização/Descentralização.

----- COMMENT: AUTHOR: Gábri [Visitante] DATE: Tue, 30 Sep 2008 05:18:23 +0000 URL: http://www.blogoteca.com/gabriandre

Ontem, um amigo canário e um brasileiro falando enquanto passávamos diante dumha favela em São Paulo

-Essa favela é imensa….

-É, este é um país de contrastes…

-Ahm… eu achava que era um país de desigualdades…

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: afinal é mesmo verdade BASENAME: afinal-e-mesmo-verdade DATE: Mon, 29 Sep 2008 17:44:18 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: LÍNGUA TAGS: ----- BODY:

retrete

nome feminino
peça de louça sanitária para dejeções; sanita; latrina; privada
(Do fr. retraite, «retirada», pelo cast. retrete, «latrina»)


Do Dicionário da Língua Portuguesa - Acordo Ortográfico.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Can, Vitamin C BASENAME: can-vitamin-c DATE: Mon, 29 Sep 2008 10:12:31 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: AMIGOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:


Do genitália apoteótica, o blogue que o Bruno acabou de criar. Mas acabado acabado mesmo de estrear. Nem uma semanita tem, o menino. Boa. Bem-vindo.

----- COMMENT: AUTHOR: bruno [Visitante] DATE: Thu, 02 Oct 2008 18:47:29 +0000 URL:

Só hoje é que vi isto. És tu o “g” dos comentários?
abraço.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Teolinda Gersão, O Caval de Sol, pp. 108-109 BASENAME: teolinda-gersao-o-caval-de-sol-pp-108-109 DATE: Sat, 27 Sep 2008 15:20:12 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

Quando atravessou a sala, ela reparou que ele trazia um sobretudo vestido e um cachecol de lã em volta do pescoço e metia no bolso uma das mãos, porque na casa nunca se usava aquecimento. A tia achava que não eram saudáveis as variações de temperatura, era a mudança do calor para o frio que constipava. Era preferível por isso aguentar sempre o frio, ficava a gente mais rija, como ela mesma, que nunca adoecera toda a vida.

----- COMMENT: AUTHOR: n u n o [Visitante] DATE: Mon, 29 Sep 2008 16:40:30 +0000 URL: http://troblogdita.blogspot.com

porturaridade: gosto!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: falar português BASENAME: falar-portugues DATE: Fri, 26 Sep 2008 21:20:40 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: PORTURARIDADE TAGS: ----- BODY:


Gostaria de pensar que não sou o único a aborrecer-me com isto, mas até agora parece-me que sim.

Vamos por partes. Tanto o Lucho como o Lisandro estão no Porto desde 2005 (esta é a quarta temporada). O Lucho é até o vice-capitão de equipa, e como o Pedro Emanuel joga pouco este ano, tem sido mesmo o capitão. Ambos jogam muito, marcam golos e por isso têm grande tempo de antena. Como não acompanho muito o futebol, não sei em que língua os jornalistas lhes fazem perguntas. Sei é que, sempre mas sempre, respondem em castelhano. E ninguém liga.

Já a história nos ensinou. Nem o Fernández nem o Camacho aprenderam a falar português, e introduzir umas palavras em português no meio de um discurso em espanhol não é falar português, mister Camacho. Se assim fosse, o Robson falava fluentemente português.

Se estes jogadores e treinadores jogassem fora da Península, bem que falavam outra coisa. Olhem o Benítez, o Torres e o Fàbregas. Podem não falar muito bem, mas sempre falam inglês. E se eles fazem o esforço para falar inglês (que para um cidadão do Estado Espanhol, acreditem, é um verdadeiro esforço), o que custa aos outros falarem português? O esforço será certamente bem menor.

pôr um espanhol a falar inglês parece truque de magia. afinal, Rafa Benítez é mesmo mágico.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: quilómetro zero BASENAME: quilomtero-zero DATE: Wed, 24 Sep 2008 21:50:03 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Acredito sinceramente que as coisas boas acabam por encontrar o seu caminho até mim. Ok, não acredito mesmo, mas às vezes acontece. Aconteceu com o quilómetro zero, que esqueci de ver porque a minha televisão não tem rtp2.

Mas, enfim! O JP percorre o país à procura de bandas novas. Os programas estão bem arrumadinhos e a apresentação é exemplar. A seguir.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Deolinda, Fado Toninho (Canção ao lado) BASENAME: deolinda-fado-toninho-cancao-ao-lado DATE: Wed, 24 Sep 2008 21:15:07 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:




Revelado pelo Nuno R.

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Fri, 03 Oct 2008 10:39:19 +0000 URL:

é uma merda quem?

----- COMMENT: AUTHOR: sarah [Visitante] DATE: Fri, 03 Oct 2008 10:20:31 +0000 URL:

ela e uma MERDA!!!!!

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Thu, 25 Sep 2008 16:41:26 +0000 URL:

grandes. não vi porque a minha mãe quis ficar em casa. ai, solidão, solidão

----- COMMENT: AUTHOR: Aninhas [Visitante] DATE: Thu, 25 Sep 2008 15:53:44 +0000 URL: http://aninhas.blospot.com

Grandes Deolinda!!! Estavam esgotados os CDs deles na worten mas tenho de o ter! Já os viste ao vivo? estou curiosa! Vou ve-los em Lisboa na aula magna!
Beijinhos

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Rui Tavares, historiador/cronista pericoloso BASENAME: rui-tavares-historiador-cronista-pericol DATE: Tue, 23 Sep 2008 21:48:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: LIGAÇÕES TAGS: ----- BODY:


No blogue do qual faz parte, Rodrigo Adão da Fonseca (ui, até me pelo de escrever este nome. ainda agora não sabia quem era, e tão rapidamente o detesto) pede, sem meias palavras, a quem manda na sonae para despedir o Rui Tavares. Porque o Rui Tavares é de extrema-esquerda e isso é perigoso e outras coisas assim que não vale a pena repetir.

Por isso, escrevo nas maiores letras que conseguir:

O Rui Tavares é uma das razões para eu comprar o Público.

Bem, verdade verdade, é a minha mãe que compra o Público. Mas leria sempre, sempre, sempre. Senão vou ler o quê?

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Português Padrão BASENAME: portugues-padrao DATE: Tue, 23 Sep 2008 18:26:05 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOVAS DA GALIZA CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO TAGS: ----- BODY:

Perdoem-me desde já a prosa. Não será minha intenção castigar os já saturados cérebros galegos: Hablar español, falar galego, falar galego assim ou assado, escrevê-lo de unha maneira ou à portuguesa. As opções são, à partida, demasiadas para um qualquer, e avassaladoras para os mais conscientes. Sem querer confundi-los a um nível ainda mais esquizofrénico, informo-vos que eu, humilde cronista, não vos escrevo numa língua diferente da vossa, honoráveis leitores. Não utilizo a norma do Português da Galiza, nem tampouco do Português de Portugal, nem mesmo a norma brasileira da língua. Escrevo-vos, isso sim, no futuro Português Padrão (PP).

Ao ratificar o Segundo Protocolo Modificativo, o Estado Português tornou o Acordo Ortográfico (AO) oficial na Comunidade dos Países de Língua oficial Portuguesa.

O período de moratória instituído significa que o Português Europeu demorará ainda seis anos a imergir-se no PP. O que quer dizer que, até lá, até 2014, me sentirei um pouco mais galego. Tanto um galego que regista as suas ideias em galego ?oficial? (ILG-RAG) ou um galego que utiliza o galego-português (AGAL) enfrenta dúvidas semelhantes. O primeiro, que com alguma inconsciência mas com a melhor das intenções procura grafar à espanhola a fala dos seus pais, enfrenta certamente a perplexidade dos seus pares, dominantemente castelhanófonos, ou mesmo galegófonos em part-time. O segundo, mais ou menos lusista, certamente mais reintegracionista que o anterior, enfrenta a perplexidade de todos, castelhanófonos ou galegófonos. Mesmo um português avulso que calhe de ler os seus escritos acusará semelhante perplexidade, ignorante da realidade em que tal se insere.

Eu escrevo, de há uns meses para cá, segundo o AO. Às vezes, muito raramente, tenho de alterar alguma palavra. No meu blogue ou em público, sempre que os meus amigos me permitem tais divagações, defendi o AO acerrimamente. Tirando os amigos que não opinam sobre o assunto, quase todos os outros se declararam, com maior ou menor esclarecimento, contra o AO. O argumento é invariável: declaram-me, com certeza assustadora, que este Acordo é uma rendição incondicional ao Brasil e à sua fonética. Alguns, raiando o limiar da pura ignorância, afiançam-me mesmo que o vocabulário português será corrompido pelo samba brasileiro, de ritmo inebriante. Matraquilhos transformar-se-ão em pimbolim, guarda-redes passará a goleiro, autocarro será ônibus, etc.

Para quem realmente acredita nisto, não tenho muito mais a acrescentar. E, até 2014, terei de os aturar ao escrever em PP. Depois, inevitavelmente, todos me darão razão.

(nota: apesar de estar redigido segundo o AO, este texto não exigiu nenhuma alteração em relação à norma ?atual? vigente em Portugal. bem, antes era ?actual?, agora é ?atual?. e nada mais.)



Publicado no Novas da Galiza e no Portal Galego da Língua.

----- COMMENT: AUTHOR: vitória [Visitante] DATE: Wed, 18 Mar 2009 20:51:16 +0000 URL:

gostei ameiii vcs são de mais arrassou bidho maneiro!!!!

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno Hãããã [Visitante] DATE: Sun, 28 Sep 2008 22:02:04 +0000 URL:

Fogo, tens cada amigo ignorante!

;)

----- COMMENT: AUTHOR: Texas [Visitante] DATE: Fri, 26 Sep 2008 12:21:23 +0000 URL:

Atual é´o sitio onde os comboios caiem ao Tua não? ex:
“ele ia a passar perto do atual, descarrilou e atuou”

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Modeselektor, Sucker Pin (Happy Birthday) BASENAME: modeselektor-sucker-pin-happy-birthday DATE: Tue, 23 Sep 2008 11:17:01 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: MÚSICA CATEGORY: DANÇA MÚSICA TAGS: ----- BODY: ----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Lino "Rui Rio" Ferreira BASENAME: lino-rui-rio-ferreira DATE: Tue, 23 Sep 2008 10:03:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: NORTE CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:


No Público de sábado aparecia mais uma pérola de Rui Rio (sei, sei, as declarações eram de Lino Ferrreira, Vereador do Urbanismo, mas é como se fosse). Falando sobre o Dia Europeu sem Carros, Rui Rio (Lino Ferreira) declara que não hostilizará o uso do automóvel privado. Segundo ele(s), "Tirar os carros um dia só contribui para aumentar o stress e o nervosismo dos que têm o dia-a-dia dependente dos automóveis". Nem os peões, que todos os dias aumentam o seu "stress e nervosismo" para se movimentarem na cidade dos carros, têm um dia de folga.

Quanto ao corredores de bus, Rio (Ferreira) lembra que isso não se faz apenas com uma lata de tinta. Há que ter cuidado, porque na Fernão de Magalhães uma zona definhou porque se retirou o estacionamento privado e se colocou corredores bus.

É este o génio que comanda os destinos da cidade do Porto. Corredores bus? Esperem lá, tenham calma. E que tal estacionamento privado? Ã?

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: tradução BASENAME: title-7 DATE: Tue, 23 Sep 2008 09:24:06 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOTAS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Hum, voltando ao mapa de baixo, a legenda que eles apresentam na página é a seguinte:

romance_languages (verdes)

AR Aragonés (Aragonese)
AO Armâneti (Aroumanian)
AS Asturianu (Asturian)
CA (Castilian)
CT Català (Catalan)
CO Corsu (Corsican)
FP Francoprovençal
FR Français (French)
FU Furlan (Friulan)
GL Galego (Galician)
IT Italiano (Italian)
LD Ladino (Ladin)
OC Occitan (Occitan)
OL Langues d'Oïl (Oïl)
PO Portuguese
MI Mirandes
RO Romanian
SA Sardu (Sardinian)
WA Wallon (including Picard,
Lorrain, and Champenois)

Germanic_Languages_2 (laranjas)

DK Dansk (Danish)
NL Nederlands (Dutch)
EN English
FO Faroese
FY Frysk (Frisian)
DE Deutsch (German)
LU Lëtzebuergesch (Luxembourgish)
FA Frasch (Northern-Frisian)
SL Seeltersk (Saterfrisian)
SE Svenska (Swedish)
SC Scots (Scots)
MO Mócheno - Bernstoler
CI Cimbri

celtic_languages (rosas)

BR Brezhoneg (Breton)
KE Kernewek (Cornish)
IE Gaeilge (Irish Gaelic)
MX (Manx)
GA Gàidhlig (Scottish Gaelic)
CY Cymraeg (Welsh)

slavic_languages (azuis)

BI Bielorussian
BG Bulgarski (Bulgarian)
KL (Kashubian)
HR Hrvatski (Croatian)
CZ Cesky (Czech)
PL Polski (Polish)
PM (Pomak)
RT (Ruthenian)
SB (Serbian)
SL Makedonski (Macedonian)
SK (Slovak)
SL (Slovene)
SO Serbsina (Sorbian)
UA (Ukrainian)

baltic_languages (violetas)

LV (Latvian)
LT (Lithuanian)


albanian_languages (castanhês)

AL Arbërishtja/Arbërichte (Albanian)
AV Arberishtja/Arberichte (Arvanite)

greek_language (castanhos)

GR Griko

turkish_languages (azul escuro)

IA Tatar
TR Türçe (Turkish)

basque_language (laranja claro)

EU Euskera (Basque)

finn_ugric_languages (verdes claro)

EE (Estonian)
FI Suomi (Finnish)
HU Magyar (Hungarian)
SM Samegiella (Sami)
LL Livonian

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Clutchy Hopkins, Song for a wolfie (Walking Backwards) BASENAME: clutchy-hopkins-song-for-a-wolfie-walkin DATE: Mon, 22 Sep 2008 22:50:41 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: MÚSICA CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: AMIGOS TAGS: ----- BODY:

A música mais perfeita dos últimos anos. Dedicada ao Nuno R., súmula de todas as emoções.

----- COMMENT: AUTHOR: nuno [Visitante] DATE: Tue, 23 Sep 2008 08:10:27 +0000 URL: http://troblogdita.blogspot.com

:D vou ouvir quando chegar a casa.
obrigado, muito mesmo, pela dedicatória.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Eurolang BASENAME: eurolang DATE: Mon, 22 Sep 2008 22:16:57 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: GALIZA CATEGORY: ÉBRIO TAGS: ----- BODY:


Estes senhores mostram na sua página notícias sobre as línguas minoritárias na Europa. Pena é a confusão com o galego, o fato de utilizarem 'Galicia' como nome internacional de 'Galiza' e aquela aguardente que se chama... Ai, vende-se muito em Braga, no Minho, como era mesmo o nome???A?#?$#" E merda para o novo Hulk, ninguém ama o Ang Lee como deve ser

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Título do ano 1 BASENAME: titulo-do-ano-1 DATE: Fri, 19 Sep 2008 18:57:31 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: TÍTULO DO ANO CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Braga: esfaqueamento mortal adiado para 13 Novembro



Concordo com o Pedro Sales - grande título. Original do Diário Digital.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: muito fixe muito fixe BASENAME: muito-fixe-muito-fixe DATE: Thu, 18 Sep 2008 18:41:13 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: LIGAÇÕES TAGS: ----- BODY:



Nesta página escolhem o centro do vosso mundo (lamento, o que há de mais próximo é Lisboa), as horas que estão dispostos a viajar e o dinheiro disponível. E eles dizem-vos até onde podem ir. Parece ainda bastante limitado mas é um início.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: viajar BASENAME: viajar DATE: Thu, 18 Sep 2008 18:34:27 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:




Eu já fui aqui, aqui e aqui. Só me falta ali e acolá.

Mapa da world 66.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: carambolas BASENAME: carambolas DATE: Thu, 18 Sep 2008 18:09:34 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: NOTAS TAGS: ----- BODY:


Acabei de reparar que escrevi 'carambas' em duas entradas seguidas. Das duas uma, ou substituo uma delas por 'caralho' ou desisto da carreira de escritor. Hummmm

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: PNETliteratura BASENAME: pnetliteratura DATE: Thu, 18 Sep 2008 16:57:09 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


O Gonçalo M. Tavares escreve no PNETliteratura. Não conhecia a página, mas, carambas, tem o Gonçalo.

----- COMMENT: AUTHOR: Vítor Coelho [Visitante] DATE: Fri, 15 May 2009 14:45:52 +0000 URL: http://www.redepnet.pt

Tem o Gonçalo e mais alguns NOVOS escritores em breve surpresa absoluta

----- COMMENT: AUTHOR: Vítor Coelho [Visitante] DATE: Fri, 15 May 2009 14:43:35 +0000 URL: http://www.redepnet.pt

Tem o Gonçalo e …. mais alguns NOVOS escritores em breve - surpresa absoluta ;-)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Finalmente, carambas BASENAME: finalmente-carambas DATE: Thu, 18 Sep 2008 10:06:29 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Câmara do Porto anula adjudicação das obras do Mercado do Bolhão à TCN


Do Público.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Ana Paula Vitorino (secretária de Estado dos Transportes) BASENAME: ana-paula-vitorino-secretaria-de-estado- DATE: Wed, 17 Sep 2008 13:46:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

O país não tem dinheiro para tudo


Dizia a secretária de Estado, referindo-se aos novos investimentos do Metro do Porto. Rafael Barbosa, do JN, falando do compromisso assinado entre o Governo e o Metro, conclui:

Percebe-se. Entre o dia em que o compromisso foi assinado e os dias de hoje, o Governo decidiu avançar com um aeroporto, com o TGV, com uma nova ponte sobre o Tejo e com mais algumas linhas para o metro de Lisboa. O país não tem, de facto, dinheiro para tudo.


Daqui.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: The Hottest State BASENAME: the-hottest-state-ethan-hawke DATE: Tue, 16 Sep 2008 23:21:25 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: FILMES TAGS: ----- BODY:

Sometimes you meet somebody and you know that whatever you've been before can't have been too bad or too wrong because that has lead you to this person.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: a impunidade acaba aqui BASENAME: a-impunidade-acaba-aqui DATE: Tue, 16 Sep 2008 15:24:13 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: NORTE CATEGORY: PÓVOA-VILA CATEGORY: GRANDE PORTO TAGS: ----- BODY:

Rua Santos Minho (Póvoa de Varzim), hoje (16/09/08) pelas 14h.

Uma pedra atravessa a vidraça do primeiro andar e atinge o passeio. Um homem olha para baixo através da vidraça, depois para mim, chama um rapaz e manda-o limpar antes que alguém visse. O rasto ficou. Se eu passasse sob a janela na altura, poderia bem morrer.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Sommarnattens leende - Sorrisos de Uma Noite de Verão BASENAME: sommarnattens-leende-sorrisos-de-uma-noi DATE: Mon, 15 Sep 2008 13:52:22 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: FILMES TAGS: ----- BODY:

Os homens são terríveis. Fúteis e convencidos. E têm pelo no corpo todo.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Beck, Chemtrails (Modern Guilt) BASENAME: beck-chemtrails-modern-guilt DATE: Sun, 14 Sep 2008 17:54:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: MÚSICA CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Aqui a ligação para a música.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: picasa BASENAME: picasa DATE: Sun, 14 Sep 2008 10:01:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOTAS CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: X-BLOGUE TAGS: ----- BODY:


Andava eu atarefadíssimo a carregar o x-blogue para o flickr, quando me lembro que o picasa já lá está. Tem tudo organizadinho por álbuns. Acabei de o tornar público, por uma qualquer involuntariedade as fotos estavam escondidas.

Aqui encontram uma projeção de slides com tudo. TUDO!!!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: The Ting Tings, That's Not My Name BASENAME: title-5 DATE: Sat, 13 Sep 2008 17:24:05 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA CATEGORY: DANÇA MÚSICA TAGS: ----- BODY:

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: o meu blogue é uma coisa que é assim BASENAME: o-meu-blogue-e-uma-coisa-que-e-assim DATE: Fri, 12 Sep 2008 17:09:40 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: NOTAS TAGS: ----- BODY:


por vezes publico imagens . plgumas delas são fotos , de entre as quais eu sou o protagonista ou são tiradas por fãs em homenagem ao blogue. há também recortes, que consistem em fotomontagens em que fatores exteriores me impediram de acertar as fotos (p.ex. preguiça).

tenho também uma secção que apelidei de instantâneos, em que transcrevo o conteúdo dos meus cadernos, e anoto apontamentos diversos (quando estou ébrio, ou quando estou aborrecido em casa, falo do que ouvem os vizinhos). também incluo aqui os meus devaneios lógico-sentimentais em futuros em preenchimento e manual de instruções.

em melbourne?08, suomi?06 e ir?05 mostro um pouco das minhas viagens, com fotos e apontamentos. no ir?05, uma das minhas secções favoritas, transcrevo o caderno da viagem de comboio que realizei através da europa central. infelizmente, ninguém liga a viagens aventurosas com escaldantes relações sexuais com atrizes em ascensão e brigas de bar. enfim.


nos vídeos apresento a mais aturada seleção de youtubes do hemisfério norte (comprovada por estudo da marktest), dividido em filmes (tipo trailers), música (tipo música), humor (gato fedorento e central beheer) e meus (feitos por mim). os meus são os melhores. em música, ultra ? recente ? secção, produzo a minha própria meloteca. ainda incipiente é a dança música, coletânea de música que te abana (abanará) o rabo.

como em qualquer outro blogue com pretensões anónimas (não confundir com anódinas, que, curiosamente também é o caso), incluo a secção gamanços, muito ativa, em que colijo adágios, poesia e prosa, humor e filmes. tudo copiadinho de pessoas mais inteligentes (ou mais burras, mas que merecem a citação), que alegram sempre o blogue com os seus pensamentos originais.

em frases feitas dou o meu contributo à coisa, com menos graça. os diálogos imaginários tentam o mesmo, com ainda menos graça. nas ideias demonstro cabalmente que não tenho imaginação (por vezes as personagens imaginárias são mesmo imaginárias).

nos projetos (sem c, que este é um blogue muito moderno) mostro alguma prosa da minha autoria (com textos do já famoso curso de escrita criativa) e novidades do x-blogue.

há também as notas, para os especialistas em blogues, o cartaz para mostrar o que eu faço para me entreter (ou o que vocês poderiam fazer, se não tivessem mais que fazer), sempre muito atual, e as novidades, em que falo de coisas novas (por isso o nome, novidades). intuitivo, não?

na secção galiza exponho-vos a minha costela galego-portuguesa, com devida atenção a questões da língua (acordo ortográfico incluído).

existe também uma nebulosa de secções interligadas e muito semelhantes. nas ocorrências falo do que aconteceu; nas obsessões descrevo-me (e os meus tesões por bicicletas e a regionalização); nas obrigações mostro-vos aquilo que vocês deveriam amar (mas se calhar ainda não amam, porque têm um bom gosto superior); nas recorrências repiso ideias antigas através de dados avulsos, desejando um portugal melhor. nas ligações ilustro muitas destas idiossincrasias ligando o meu blogue a páginas de humor, a flogues e a coisas que não percebo bem.

às vezes tento criar polémicas, assentes na porturaridade (ou estrangeiridade). depende. na póvoa falo da póvoa e no porto falo do porto.

em distraduções mostro como se traduz. em nomes mostro que o joão que já se chamou agrião e a joana que já se chamou beterraba.

nos amigos envergonho amigos e conhecidos do mesmo jeito: sem jeito nenhum.

no blogue antigo mostro-vos como se escrevia antes da escrita ser inventada.

no vírus demonstro como sou realmente. e é isso.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: galicia es una trampa BASENAME: galicia-es-una-trampa DATE: Wed, 10 Sep 2008 23:32:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: GALIZA CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: RECORTA TAGS: ----- BODY:

Também no flickr.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: de carrinha para garçonete para carrinha BASENAME: title-4 DATE: Wed, 10 Sep 2008 23:04:24 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Há muitas coisas em que podemos melhorar. Condição física, financeira. Podemos emigrar, mudar de cidade, trocar de mulher ou de gato. Como a vida, os dias podem sempre melhorar. Poderão até apequenar-se com o andar do ano, mas chegando a Dezembro voltam a aumentar.

Não há é solstício nos nomes. Se eu me chamo Gorete (ainda não é o caso, mas nunca se sabe), não basta esperar por Dezembro. Se não for ao registo e mudar de nome, não haverá qualquer sazonalidade que me salve. Não há quem chegue Gorete a Julho e em Outubro se chame, vá lá, Sandra.

Talvez aí esteja a vantagem dos dois nomes. Já percebi que esxiste uma altura estratégia para uma 'Gorete Carina' passar a 'Carina': do liceu para a universidade. Com jeitinho, um pouquinho de concentração e de sorte, podemos fazer passar a mentira sem chatices (há sempre o cromo que nos segue do liceu; basta enfatizar que o 'Zé Pedro é maluquinho. e os pais são divorciados').

É perfeitamente possível que alguém que utilize Gorete a vida inteira consiga achar que, vendo bem, Carina é um nome espetacular. Cinco anos depois, com o curso acabado, já não é bem assim. Não há problema, começa-se a trabalhar e Gorete já é espetacular outra vez.

(sugestão para todas as Goretes deste mundo: tirem um curso e peçam que vos chamem Vanessa. remédio santo.)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: jogo português BASENAME: jogo-portugues DATE: Wed, 10 Sep 2008 22:37:28 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: PORTURARIDADE TAGS: ----- BODY:


Quando um dinamarquês marca um golo, todos pensam, frieza nórdica, cínicos, óbvio, português de sangue quente, distraído e irresponsável. Quando o dinamarquês falha, penso eu, gajo burro, vê-se logo que não é português. Porque nós continuaremos a ser nonos na FIFA, e eles trigésimos últimos.

(escrito antes do primeiro golo da Dinamarca)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Aníbal Correia (sobre Rui Rio) BASENAME: anibal-correia-sobre-rui-rio DATE: Tue, 09 Sep 2008 10:28:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

Um autarca que gosta de teatro como um país de machos gosta de mulheres: com muitos penachos.


No Público.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Edinburgh Gardens, Melbourne BASENAME: title-3 DATE: Mon, 08 Sep 2008 23:12:00 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: MONTA E RECORTA TAGS: ----- BODY:


----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: nada de mondariz BASENAME: nada-de-mondariz DATE: Mon, 08 Sep 2008 17:06:19 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA TAGS: ----- BODY:


A Mondariz não sabe falar galego? Então, não sei falar Mondariz. Boicote!

Mais aqui.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Adriana Calcanhotto, Farfala Ligeira (Adriana Partimpim) BASENAME: adriana-calcanhotto-farfala-ligeira-adri DATE: Mon, 08 Sep 2008 15:27:37 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: MÚSICA CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Enquanto lá fora a roupa seca e a minha vida se endireita.

----- COMMENT: AUTHOR: G [Visitante] DATE: Mon, 05 Jul 2010 20:10:48 +0000 URL: http://coisasdogomes.com

Concerteza. Aqui está o url: http://www.google.com/search?hl=en&safe=off&q=adriana+calcanhotto&aq=f&aqi=g4g-s1g1g-s2g1&aql=&oq=&gs_rfai=

----- COMMENT: AUTHOR: Giseane Maria Lana Duarte [Visitante] DATE: Mon, 05 Jul 2010 19:22:14 +0000 URL:

Estamos fazendo um trabalho na escola sobre a Adriana Calcanhoto, estaremos apresntando em um salão literario. Gostaria de receber fotos pensamentos e tudo sobre a cantora

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: o acordo ortográfico visto do brasil BASENAME: o-acordo-orotografico-visto-do-brasil DATE: Wed, 03 Sep 2008 13:36:07 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO TAGS: ----- BODY:


Através do valter, que é um senhor que faz capa do ípsilon.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: agora é que mais ninguém fala mais comigo 2 BASENAME: title-2 DATE: Wed, 03 Sep 2008 10:40:57 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO TAGS: ----- BODY:

projeto

nome masculino
1. plano para a realização de um ato; esboço
2. representação gráfica e escrita, acompanhada de um orçamento que torne viável a realização de uma obra
3. cometimento; empresa
4. desígnio; tenção
5. FILOSOFIA na filosofia existencial, aquilo para que o homem tende e é constitutivo do seu ser verdadeiro;

DIREITO projeto de lei proposta apresentada à assembleia legislativa para ser discutida e convertida em lei
(Do lat. projectu-, «lançado», part. pass. de projicère, «lançar para a frente»)

ACORDO ORTOGRÁFICO grafia anterior: projecto

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: BASENAME: title-1 DATE: Wed, 03 Sep 2008 10:00:40 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


eu imPORTO-me

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: a praga do eucalipto (e os praguejadores) BASENAME: a-praga-do-eucalipto-e-os-praguejadores DATE: Wed, 03 Sep 2008 09:41:10 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: PORTUGAL MELHOR CATEGORY: POLÉMICAS TAGS: ----- BODY:


Parece-me que é sempre de boa educação tratar as coisas pelos nomes. Quando alguém acusa alguém mas não diz quem é, fá-lo porque os tribunais condenam esse tipo de declarações. Ofensa ao bom-nome, qualquer coisa assim. Não se pode fazer acusações na praça pública, para isso existem os tribunais.

No meu caso, não vou fazer especulação. Vou falar de um dos responsáveis por um dos maiores crimes que já se cometeram em Portugal (e que continua a ser perpetrado nestes dias).

No Público de 1 de Agosto Luís Toulson publicou este texto sobre Ernesto Goes. Segundo Toulson, "O engenheiro florestal Ernesto Goes foi o pioneiro em Portugal da cultura da Eucalyptus globulus".

Ou seja, é por causa deste venerável senhor que a nossa flora endógena, aparentemente não fustigada o suficiente pela dispersão indiferenciada de pinheiro bravo desde os tempos de D. Dinis, deixou de existir enquanto tal.

Mas ainda piora. Para além de ter sido um impulsionador do eucalipto, Goes foi ainda responsável pela definição da Estação Ecológica da árvore no território nacional: "uma faixa litoral ocidental que se estende com cerca de 500 quilómetros", onde a árvore se daria melhor e produziria o máximo possível.

Com uma puerilidade tocante, Toulson continua perguntando "Porque não cultivar portanto esta árvore na faixa ecologicamente definida por aquele excelente florestal?" Sim, porque não?, pergunto também eu. Carvalhos, sobreiros? Interessam para quê? Plantas rasteiras, ecossistemas que sobrevivem à sombra da flora endógena? Interessam para quê?, afinal. Se com "a florestação de algo como 50 por cento desta área, poderiam obter-se 27,25 milhões de esteres como produção média anual"?

Claro, a ecologia interessa a ninguém (exceptuando esses ratos subsidiodependentes, vulgos ecologistas, biólogos, etc.). Saiamos para a rua e façamos força para: "legislar já para que em Portugal se cultive única e exclusivamente a Eucalyptus globulus na faixa ecologicamente acima definida e conceder ao distinto florestal Ernesto Goes a comenda da Ordem de Mérito Agrícola, Comercial e Industrial."

Não há prisão onde meter estes senhores?



O deserto verde.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: andar de bicicleta BASENAME: distancias-medias-percorridas-de-bicicle DATE: Tue, 02 Sep 2008 15:12:05 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: PORTUGAL MELHOR CATEGORY: BICICLETAS TAGS: ----- BODY:

Distâncias médias (em quilómetros) percorridas de bicicleta pelos cidadãos europeus (anualmente):

Holanda _ 1019
Dinamarca _ 958
Bélgica _ 327
Alemanha _ 300
Suécia _ 300
Suomi _ 282
Irlanda _ 228
Itália _ 168
Áustria _ 154
Grécia _ 91
França _87
RU _ 81
Luxemburgo _ 48

Portugal _ 5

Espanha _ 24


No 100 dias de bicicleta em Lisboa.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Fernando dos Santos Neves BASENAME: fernando-dos-santos-neves DATE: Mon, 01 Sep 2008 07:49:36 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO TAGS: ----- BODY:

O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa quer ser isso mesmo e nada mais: um acordo sobre a ortografia e não um acordo sobre o vocabulário, a sintaxe, a pronúncia, a literatura e tudo o resto (que é, indubitavelmente, o mais importante) que constitui uma língua viva e, ainda por cima, uma língua universal como a Língua Portuguesa potencialmente falada em todos os continentes por várias centenas de milhões de seres humanos.


Através daqui.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: simonetta luz afonso BASENAME: simonetta-luz-afonso DATE: Sun, 31 Aug 2008 15:18:20 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: LÍNGUA TAGS: ----- BODY:

A maior riqueza que o país tem é a língua e em cima da língua podem-se construir coisas fantásticas. O que o ISCTE está a fazer para o IC é um estudo de fundo para chamar a atenção das empresas. Por exemplo, a indústria nacional dos sapatos não precisa de esconder (através dos nomes das marcas) que é portuguesa, porque o português também vale.


No Público.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Orhan pamuk BASENAME: orhan-pamuk-1 DATE: Sun, 31 Aug 2008 10:48:43 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: GAMANÇOS TAGS: ----- BODY:

There were unfortunate institutional attempts in Turkey to purify Turkish in mid-thirties and forties but I don't believe in it. My standard for using the language is the language I hear from my grandmother, from my mother, from my father. I am a conservative, in the sense that I want to keep Turkish as it is. In my novels I use the language of my mother, of my grandmother, which is actually the language I also hear on the streets.


Daqui.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: city, melbourne BASENAME: melbourne DATE: Sat, 30 Aug 2008 23:32:57 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: MONTA TAGS: ----- BODY:

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: lygon street, melbourne BASENAME: lygon-street-melbourne DATE: Sat, 30 Aug 2008 23:19:17 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: melbourne, igreja do santo coisa BASENAME: melbourne-igreja-do-santo-coisa DATE: Sat, 30 Aug 2008 22:42:44 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: MONTA TAGS: ----- BODY:

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: franz ferdinand, lucid dreams BASENAME: franz-ferdinand-lucid-dreams DATE: Sat, 30 Aug 2008 22:25:53 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: MÚSICA CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Cliente anónimo, João Soares (alfarrabista), 29/08/08 BASENAME: cliente-anonimo-joao-soares-alfarrabista DATE: Sat, 30 Aug 2008 17:33:18 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

-Bom dia. Têm primeiras edições do José Saramago?

-Não, não.

-Isso é triste.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: agora é que mais ninguém fala mais comigo BASENAME: agora-e-que-mais-ninguem-fala-mais-comig DATE: Sat, 30 Aug 2008 17:30:45 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO TAGS: ----- BODY:

arquiteto

nome masculino
1. profissional que projeta e por vezes dirige a construção de edifícios
2. figurado o que projeta ou idealiza qualquer coisa;

arquiteto paisagista: arquiteto que concebe projetos para jardins ou que organiza os espaços verdes de uma cidade de forma a obter a integração destes no meio físico circundante
(Do gr. arkhitékton, «chefe dos operários», pelo lat. architectu-, «arquiteto»)

ACORDO ORTOGRÁFICO grafia anterior: arquitecto

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Devendra Banhart, Carmensita BASENAME: devendra-banhart-carmensita DATE: Fri, 29 Aug 2008 09:37:51 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Fernando José Ferreira Pires, maquinista do Metro de Mirandela BASENAME: fernando-jose-ferreira-pires-maquinista- DATE: Thu, 28 Aug 2008 16:59:36 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: POLÉMICAS CATEGORY: FERROVIÁRIO CATEGORY: NORTE TAGS: ----- BODY:

-Mas isso quer dizer que coloca a possibilidade de ter havido sabotagem?

-Não posso afirmar uma coisa dessas, mas que é tudo muito confuso, lá isso é. Já andamos a fazer este percurso, para a CP, desde 2001 e nunca houve qualquer acidente até 2007, com condições climatéricas bem mais adversas. Como é possível acontecerem quatro acidentes no último ano e meio, com tanto investimento feito na linha na sua manutenção e segurança?


Noticiado aqui.

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Mon, 07 Sep 2009 13:34:11 +0000 URL:

Não trabalho na área, desconheço. Tenta aqui ( amalves arroba maquinistas.org )

----- COMMENT: AUTHOR: Josue neres nauziazeno [Visitante] DATE: Mon, 07 Sep 2009 11:02:27 +0000 URL:

Quero trabalhar na area como maquinista quando saira concuso?

----- COMMENT: AUTHOR: SERGIO ROBERTO DE OLIVEIRA [Visitante] DATE: Sat, 04 Jul 2009 18:49:46 +0000 URL:

Gostaria de trabalhar como maquinista no metro o que eu preciso fazer? enviar curriculo o pretar concurso e quando vai haver concurso no metro?

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: save miguel BASENAME: save-miguel DATE: Thu, 28 Aug 2008 09:28:46 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Dizzee Rascal, Dance Wiv Me BASENAME: dizzee_rascal_dance_wiv_me DATE: Mon, 25 Aug 2008 11:44:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA CATEGORY: DANÇA MÚSICA TAGS: ----- BODY:


A música do Verão.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: franco cozzo BASENAME: franco_cozzo DATE: Sun, 24 Aug 2008 03:43:51 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

[youtube]6ZUVd9NMM_k[/youtube]


Uma das grandes estrelas australianas: Franco Cozzo.

----- COMMENT: AUTHOR: Bell [Visitante] DATE: Sat, 28 Feb 2009 04:26:47 +0000 URL: http://ninica62.blogspot.com/

hahaha,
Quem nao conhece o Franco cozzo? Em Melbourne claro!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Nelson évora BASENAME: nelson_evora DATE: Sat, 23 Aug 2008 04:15:02 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:


E vão duas. A verdade é que cada vez há mais modalidades nos Jogos Olímpicos, e cada vez aumenta a possibilidade de medalhas, mas esta foi, sem contestação, a melhor participação de sempre. E, num país sem tradição em grande parte das modalidades, e com nenhum esforço especial por parte do governo na participação (felizmente, se calhar, sabendo a quantidade de dinheiro dos contribuintes que é esbanjada aqui na Austrália na preparação para os Jogos), é de louvar qualquer medalha.

Foto do Telegraph.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Daft Hands - Harder, Better, Faster, Stronger BASENAME: daft_hands_harder_better_faster_stronger DATE: Thu, 21 Aug 2008 09:38:11 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:

[youtube]K2cYWfq--Nw[/youtube]


Este exemplo ainda será ainda mais elucidativo do que falei antes. Uma ideia aparentemente simples e a concretização, de tirar o fôlego.

Mais uma vez, o Rogério e a sua excelente programação artística.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: ok go, here we go again BASENAME: ok_go_here_we_go_again DATE: Thu, 21 Aug 2008 09:08:07 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:

[youtube]pv5zWaTEVkI[/youtube]


Não me interessa se a música é fraquinha, má, horrível ou mesmo estúpida. É certo que este vídeo fica para a história. É mais uma prova que as boas ideias não estão dependentes de dinheiros. Está tudo na cabeça.

Obviamente, através do Rogério.

----- COMMENT: AUTHOR: ka [Visitante] DATE: Tue, 26 Aug 2008 08:31:19 +0000 URL:

gosh!!!
que aula de ginástica e sincronismo! medalha de ouro!
muito bom… bejokas!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: PETIÇÃO PELA REGIONALIZAÇÃO BASENAME: peticao_pela_regionalizacao DATE: Thu, 21 Aug 2008 03:26:26 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: PORTUGAL MELHOR CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: REGIONALIZAÇÃO TAGS: ----- BODY:

Aqui.

Concordo com o essencial, apesar de me parecer que a ?desertificação? é mais uma falácia que, de tão repetida, passou a verdade incontestável. Como se nos outros países não existisse uma tal dispersão heterogénea da população. Como se isto correspondesse a um ?mal nacional? que não merece ponderação mas apenas condenação.

Primeiro, ?desertificação? vem de deserto. Significa a degradação tal de um território que leva a que este se transforme em deserto. Deserto coisa física.

Quando se utiliza a palavra ?desertificação? nestes contextos (desenvolvimento regional), refere-se à componente humana do deserto. Ou seja, próxima do zero. Quando se diz que um território se ?desertifica?, quer-se normalmente dizer que este se esvazia de população.

É óbvio que existem aldeias abandonadas, em Portugal como em todo o lado. Mas também é certo que, comparando com o início do século vinte, existem nas sedes de concelho (em todas, em todo o país) muitas mais pessoas. Isto é um fato que, imagino, dificilmente será rebatível.

Sei também que todos os que reclamam dessa ?desertificação? galopante do país vivem certamente em sedes de concelho, e muitas das vezes no litoral e mesmo nas áreas metropolitanas. Moram em zonas com serviços públicos abundantes, cultura, crescente qualidade de vida.

Existem, é certo, dinâmicas negativas em áreas muito importantes do país. O desemprego agarra-se como a peçonha a áreas que já padecem de outras maleitas (como a baixa escolaridade), e é difícil quebrar os ciclos.

Mas a ideia do ?país homogéneo? é tão falaciosa quanto o conceito de ?desertificação?. Nem tudo são rosas, nem tudo são picos.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Melbourne vista do elétrico BASENAME: melbourne_vista_do_eletrico DATE: Wed, 20 Aug 2008 05:00:39 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: MEUS CATEGORY: FERROVIÁRIO TAGS: ----- BODY:

[youtube]qZVXE_7yIoQ[/youtube]

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 1 de agosto BASENAME: 1_de_agosto DATE: Wed, 20 Aug 2008 02:55:49 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: MÚSICA CATEGORY: MEUS TAGS: ----- BODY:

[youtube]__btmcwA2EY[/youtube]


A ceifa em Cidadelhe, obra das pessoas da terra por sugestão do PAVC. Um momento que não esquecerei tão cedo (e caso tal aconteça, bem, está no youtube).

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Raul Di Blasio, Cristian Castro, Despues de ti qué? BASENAME: raul_di_blasio_cristian_castro_despues_d DATE: Wed, 20 Aug 2008 01:47:50 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:

[youtube]7DMJH-c1BNQ[/youtube]


Parece que, afinal, as horríveis músicas de Tony Carreira podem ter sido plagiadas. Parte delas a partir de Rudy Pérez, compositor americano. Ou seja, o Tony não conseguiu sequer fazer músicas más da sua autoria. Se fizessem igual investigação a Marco Paulo, o resultado seria idêntico.

confesso a minha indesculpável ignorância. não conheço o tema do Tony Carreira que resultou do suposto plágio.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Clã, Tira a Teima (Cintura) BASENAME: cla_tira_a_teima DATE: Wed, 20 Aug 2008 00:54:53 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: MÚSICA CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Já consigo introduzir mp3. Finalmente, a vida ganha sentido.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: vanessa fernandes BASENAME: vanessa_fernandes DATE: Mon, 18 Aug 2008 07:08:08 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:


E vai uma. Foto do Público.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: wesley allsbrook, the leviathan BASENAME: wesley_allsbrook_the_leviathan DATE: Mon, 18 Aug 2008 06:38:49 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Bd grátis. Via Warren Ellis.

A página da menina Wesley é beeeeem convincente. Os desenhos são lindíssimos. A confirmar aqui.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: David Lean, Brief Encounter BASENAME: david_lean_brief_encounter DATE: Sun, 17 Aug 2008 23:11:12 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: FILMES TAGS: ----- BODY:


[youtube]hubyFqSUaGA[/youtube]

Através do postsecret.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: portugal e as autoestradas BASENAME: portugal_e_as_auto_estradas DATE: Sun, 17 Aug 2008 00:20:10 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: DADOS AVULSOS CATEGORY: PLANEAMENTO MACADAME TAGS: ----- BODY:

Desde 1990 fomos o 2º país que mais multiplicou a sua rede.

2,3% da nossa rede de estradas é auto-estrada, mas a média da UE é apenas de 1,2%.

Estes 2,3% são aliás o terceiro valor mais alto na UE.

Portugal representa 1,3% do PIB europeu e 1,4% da carga movimentada, mas as nossas auto-estradas representam 3,2% do total europeu!

Na OCDE (o que inclui EUA, Canadá, Japão,etc...) somos o segundo país com mais auto-estradas por PIB.

Temos mais auto-estradas por habitante, e por área de território do que a média europeia.

Em 15 anos o transporte de pessoas em automóvel cresceu 139% em Portugal e apenas 31% na UE15. Em transporte colectivo cresceu 0,5% bem menos do que os 12,8% na UE15.


Através do Menos Um Carro.


Aqui o artigo original. Ao consultar a tabela, percebe-se claramente a esquizofrenia dos números, mas dá para perceber outras coisas, comparando com a Espanha. O rácio quilómetros de autoestrada/área do país é igual ao nosso, existem mais quilómetros por pessoa em Espanha, a percentagem de autoestradas no total de estradas é, no caso espanhol, maior do que em todos os outros países analisados, mas a grande diferença de Portugal em relação aos outros está no proveito. Diria que temos um país preparado para os grandes investimentos estrangeiros, mas sem os grandes investimentos estrangeiros. Não foram até agora nem serão as autoestradas a retirarem-nos do marasmo econónico.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: valter hugo mãe, o apocalipse dos trabalhadores, pp. 29 BASENAME: valter_hugo_mae_o_apocalipse_dos_trabalh_30 DATE: Fri, 15 Aug 2008 22:21:39 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

parou os olhos no ar expectante do desconhecido e respondeu, não me interessa o amor, isso é coisa de gente desocupada que não tem o que fazer.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Vladimir Nabokov, On a book entitled lolita BASENAME: vladimir_nabokov_on_a_book_entitled_loli DATE: Fri, 15 Aug 2008 21:22:41 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

Teachers of literature are apt to think up such problems as «What is the author's purpose?» or still worse «What is the guy trying to say?» Now, I happen to be the kind of author who in starting to work on a book has no other purpose than to get rid of that book and who, when asked to explain its origin and growth, has to rely on such ancient terms as Interreaction of Inspiration and Combination-which, I admit, sounds like a conjurer explaining one trick by performing another.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Dialtones (A Telesymphony) BASENAME: dialtones_a_telesymphony DATE: Tue, 12 Aug 2008 22:00:54 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: LIGAÇÕES TAGS: ----- BODY:


[youtube]N3IhQKRob9g[/youtube]

Um pouco mais perto do futuro. Através da Sandrinha. Aqui o concerto completo.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: festival de poesia do condado BASENAME: festival_de_poesia_do_condado DATE: Fri, 08 Aug 2008 10:46:09 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: CARTAZ CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: GALIZA CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:
----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Tiago Guillul, Beijas como uma Freira BASENAME: tiago_guillul_beijas_como_uma_freira DATE: Thu, 07 Aug 2008 04:35:50 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:


[youtube]sKHsQbMDiaQ[/youtube]

E fixe isto. Atraves do valter. Ele sem maiusculas, eu sem acentos.

----- COMMENT: AUTHOR: sa [Visitante] DATE: Sat, 09 Aug 2008 15:08:17 +0000 URL: http://artkillerblog.blogspot.com

sem acentos?!
tu ja foste ou ainda vais?
*

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: quase quase BASENAME: quase_quase DATE: Thu, 31 Jul 2008 22:31:26 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

----- COMMENT: AUTHOR: sa [Visitante] DATE: Fri, 01 Aug 2008 01:45:17 +0000 URL: http://artkillerblog.blogspot.com

ai…
e também roubei o video do rogério :)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: quase BASENAME: quase DATE: Mon, 28 Jul 2008 18:08:27 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Santiago de Compostela, Dia da pátria galega BASENAME: santiago_de_compostela_dia_da_patria_gal DATE: Mon, 28 Jul 2008 17:49:17 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: GALIZA CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: RECORTA TAGS: ----- BODY:

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Donna Summer, McArthur Park BASENAME: donna_summer_mcarthur_park DATE: Mon, 28 Jul 2008 01:26:22 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:


[youtube]xaZim6ybvdA[/youtube]

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Agustina Bessa-Luís, Fanny Owen, pp. 163 BASENAME: agustina_bessa_luis_fanny_owen_pp_163 DATE: Sat, 26 Jul 2008 17:12:08 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

«Esta menina não sabe nada da vida. É um mau casamento. O que tarde se aprende não traz experiência, traz desilusão.»

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: i.n.e.m. BASENAME: i_n_e_m DATE: Sat, 26 Jul 2008 12:47:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: GATO FEDORENTO TAGS: ----- BODY:


[youtube]n3UP08vnhyE[/youtube]

Atrasadinho mas estava a faltar na lista.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Joana Vasconcelos, Varina, Ponte D.Luís (Porto) BASENAME: joana_vasconcelos_varina_ponte_d_luis_po DATE: Sat, 26 Jul 2008 12:01:41 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MEUS TAGS: ----- BODY:


[youtube]ZfjXSVPiYkI[/youtube]

Algo tinha de salvar o bike tour. Bem, foi isto. Grande Joana Vasconcelos.


----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Caetano Veloso BASENAME: caetano_veloso DATE: Wed, 23 Jul 2008 09:19:57 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA TAGS: ----- BODY:


[youtube]dEUg-IhIrm8[/youtube]

"A nossa língua é o galego-português.

Através da Angueira.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: ó cromo BASENAME: o_cromo DATE: Tue, 22 Jul 2008 19:59:45 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOTAS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Era óbvio, mas esqueci-me de referir que a minha anterior entrada aqui era a resposta ao vídeo do Tom Waits que esta senhora apresentou. Óbvio mesmo. Óbvio daaaahh. Tecla 3. Helllllo!!!

----- COMMENT: AUTHOR: alice [Visitante] DATE: Tue, 22 Jul 2008 21:54:48 +0000 URL: http://www.noussnouss.com

ó cromo, aquela senhora fazia sombra ao Tom Waits a qualquer hora do dia. Ali, o espírito minhoto num metro e meio de tamanho!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: minho BASENAME: minho DATE: Tue, 22 Jul 2008 14:29:42 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:


[youtube]45IrSCVU0oU[/youtube]

Não sei quem é esta mulher, mas é obviamente um génio. A presença, o descaramento. Entre o supermercado e o jantar, hora de regabofe entre convivas. A rever ou a rever. Através do grande Rogério, a recuperar da sua curator's house.

----- COMMENT: AUTHOR: alice [Visitante] DATE: Tue, 22 Jul 2008 16:44:59 +0000 URL: http://www.noussnouss.com

muito, muito bom!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: watchmen BASENAME: watchmen DATE: Tue, 22 Jul 2008 13:30:38 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: FILMES TAGS: ----- BODY:


[youtube]E4blSrZvPhU[/youtube]

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Montaigne, Ensaios ll, v BASENAME: montaigne_ensaios_ll_v DATE: Tue, 22 Jul 2008 10:42:21 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

O que é que o acto sexual, tão normal, fez ao homem necessário e legítimo, para que ele próprio já não ouse falar dele senão com vergonha e para excluí-lo dos discursos sérios e ponderados? Pronunciamos corajosamente: matar, roubar, trair; e porque é que essa coisa só se haveria de pronunciar entre dentes?

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Agustina Bessa-Luís, Fanny Owen, pp. 117 BASENAME: agustina_bessa_luis_fanny_owen_pp_117 DATE: Mon, 21 Jul 2008 10:23:30 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

Mas era sobretudo ansioso de fazer-se acreditar como homem de letras; ao sentir que a paixão se apoderava de boa parte da sua força criadora, entregara-se ao trabalho com uma determinação quase assustadora. Não haveria lacunas para o amor, nem até para a amizade; e os seus desejos resumiam-se a um interesse sempre vivo por conhecimentos novos e a um apetite de corresponder ao que a vaidade o intimidava a ser: um príncipe, sem émulos à sua volta, só com súbditos mais ou menos convencidos e amordaçados.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Agustina Bessa-Luís, Fanny Owen, pp. 96 BASENAME: agustina_bessa_luis_fanny_owen_pp_96 DATE: Mon, 21 Jul 2008 10:18:42 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

Porque as pessoas não se conformam em ser iludidas por elas mesmas; querem que os outros colaborem nessa ilusão.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Agustina Bessa-Luís, Fanny Owen, pp. 95-96 BASENAME: um_homem_de_caracter_pode_amar_a_insigni DATE: Mon, 21 Jul 2008 10:15:43 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

Um homem de carácter pode amar a insignificância; um cavalheiro educado no culto do extraordinário sente-se defraudado perante tudo o que não comporta uma legenda; boa ou má, a legenda é indispensável como excitante das pequenas opiniões.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Agustina Bessa-Luís, Fanny Owen, pp. 93 BASENAME: agustina_bessa_luis_fanny_owen_pp_93 DATE: Mon, 21 Jul 2008 10:12:43 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

A sua pureza, que não era ausência de desejos mas a profunda disponibilidade deles, revoltava-se com o que havia de fictício e grosseiro nessa história.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: indecisões BASENAME: indecisoes DATE: Fri, 18 Jul 2008 21:01:58 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOTAS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Depois de meses em que acreditei piamente que realmente ninguém lia isto, percebi, com provas fundamentadas, que ninguém comenta o coisas porque dá muito trabalho. O captcha, já me disseram, é impossível. Dá tanto trabalho que todos desistem antes de conseguir comentar. Como estas definições são iguais para todos os blogues da agal, para mudar no meu teriam de mudar em todos.

Assim, é bem provável que migre de novo para o blogger. Um destes dias.

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Sun, 20 Jul 2008 23:08:01 +0000 URL:

Não dormi a sesta mas consegui comentar!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: comparação BASENAME: comparacao DATE: Thu, 17 Jul 2008 11:13:06 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO TAGS: ----- BODY:

Exemplos de palavras que mudam no Brasil:

Norma atual_____Acordo ortográfico

lingüiça__________linguiça
pingüim__________pinguim
freqüência________frequência
qüinqüênio________quinquênio
assembléia_______assembleia
idéia_____________ideia
européia__________europeia
abençôo__________abençoo
enjôo____________enjoo
vôo______________voo

e de palavras que irão mudar em Portugal e nos outros países lusófonos:

Norma atual_____Acordo ortográfico

acção___________ação
acto____________ato
afecto___________afeto
aspecto_________aspeto
respectivo________respetivo
infecção_________infeção
óptimo__________ótimo
concepção_______conceção
recepção________receção
intersecção_____interseção
intercepção_____interceção
asséptico_______assético
Egipto__________Egito
adoptar_________adotar
há-de___________há de
hão-de__________hão de

e expliquem-me, por favor, porque é que ainda falam de sujeição do português de Portugal ao português do Brasil. Da wikipedia.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Acordo Ortographico BASENAME: acordo_ortographico DATE: Thu, 17 Jul 2008 10:13:55 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO TAGS: ----- BODY:

Assinalemos para a postheridade este dia funesto.

O Parlamento acaba de aprovar, com os votos favoráveis de quasi todos os deputados da Nação, o Segundo Prothocolo do Acordo Ortographico.

Manchados ficam para sempre os mandatos que o Povo ludibriado concedeu a essa corja de traedores da Língua Mãe.

Mau grado as doutas recommendações de um heroeco grupo de sábios que, remando vigorosamente contra todas as marés da ignorância, subscreveu uma scientifica pethição destinada a pôr cobro a este jaez acordo, foi hoje dada a última machadada no uso acertado da nobre língua que Camoens tornou célebre.

Os auctores moraes deste atentado perpetrado à correcta ortographia serão implacàvelmente julgados pelas gerações vindoiras pelo damno quasi irreparável que provocaram à Lingua Mater, ao colocarem nesse compromisso ao brasileiro a sua polutha assignatura.

Serão um dia erguidas dignas esculpturas aos defensores da nossa identidade multissecular e do nosso riquíssimo legado civilizacional e histórico.

Salve, de entre todos, ó ilustre poetha Vasco Graça Moura, a tua lupta não será van. Toda a rhetorica desses lacaios das corporações edithoriais brasileiras não conseguirá forçar-nos a escrever como almejam decretar. Usaremos até à eternidade a nossa ortographia, por mais que a apelidem de archaica, e o acordo terá o fim que merece: cortado em fanicos, pela thesoura do desuso.

Muito bom o texto. Para os detratores do Acordo Ortográfico, aqui fica um texto exemplificativo de como devem passar a escrever a partir de agora, de modo reforçarem a sua coerência. Do Wordaholic.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Agustina Bessa-Luís, Fanny Owen, pp. 55 BASENAME: agustina_bessa_luis_fanny_owen_pp_55 DATE: Wed, 16 Jul 2008 15:11:12 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

-Quando se sofre na idade de ser feliz, nunca mais se acredita na felicidade; nem como acaso, nem como recompensa. Os nossos tormentos tornaram-se num hábito mais querido do que qualquer compensação.

----- COMMENT: AUTHOR: sa [Visitante] DATE: Wed, 16 Jul 2008 18:02:16 +0000 URL: http://artkillerblog.blogspot.com

só à chicotada mesmo…

----- COMMENT: AUTHOR: sa [Visitante] DATE: Wed, 16 Jul 2008 18:00:46 +0000 URL: http://artkillerblog.blogspot.com

por isso é que a filha dela é a frustrada que é. eu tenho medo dessa mulher. essa sibila medonha. cruzes

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: banheira, falando sobre nadadores-salvadores BASENAME: banheira_falando_sobre_nadadores_salvado DATE: Tue, 15 Jul 2008 13:26:22 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

São jovens, não têm objetivos de vida e não aparecem.

----- COMMENT: AUTHOR: ANGELA [Visitante] DATE: Tue, 24 Jan 2012 11:09:49 +0000 URL:

MELHOR SITE DE VENDAS http://www.mercadozets.com.br/

VENDE DE TUDO

BANHEIRA
… … …
http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?texto=baba+eletronica&IDCategoria=110

VENDE DE TUDO TEM BERÇO ELETRONICOS CELULARES TV NOTEBOOK COMPUTADOR ACESSORIOS PARA CARROS BRINQUEDOS ARTIGOS INFANTIS E MUITO MAIS

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: mais mulheres (de gancho) BASENAME: mais_mulheres_de_gancho DATE: Mon, 14 Jul 2008 14:10:19 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOMES CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Alvenina
Prantilhana

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 6/12, 11h, ... BASENAME: 6_12_11h DATE: Sun, 13 Jul 2008 23:25:46 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

?Cinquenta euros por uma puta! E quando ela gemeu, foda-se, fiquei com um tesão!?



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 6/12, 8h45, Hutteldorf BASENAME: 6_12_8h45_hutteldorf DATE: Sun, 13 Jul 2008 23:24:12 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

Vim parar ao meio dos super-dragões. Os que me mandaram a boca no vagão-restaurante eram estes. Já me garantiram bilhete e estadia. Ai.



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 6/12, 8h, City Night Life para Wien BASENAME: 6_12_8h_city_night_life_para_wien DATE: Sun, 13 Jul 2008 23:20:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IR'05 CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: VIAGENS TAGS: ----- BODY:

?Não quer pagar oitenta cêntimos, vai comer para a carruagem! Estes gajos?? Mal sabiam eles que também sou português.

Dormi no mesmo compartimento com uma deusa grega. Já a tinha visto ontem, os cabelos soltos e os ombros desnudados. Hoje, que nem puto finjão, deixei-a vestir-se aparentando ter os olhos fechados. Deus, que pedaço de céu!



IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 5/12, 23h45, ICE para Manheim BASENAME: 5_12_23h45_ice_para_manheim DATE: Sun, 13 Jul 2008 23:05:10 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: IR'05 CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

É engraçado ? todos os países que rodeiam a Suíça usam o euro. Como se sentirão os suíços?

Estou a bordo dum ICE, o comboio alemão de alta velocidade. O que posso dizer, assim à primeira, é que é espaçoso. Pera lá, os bancos mexem-se?


God keep me from ever completing anything. This whole book is but a draught ? nay, but a draught of a draught. Oh, time, strength, cash and patience!

Herman Melville, Moby Dick, pp. 149






IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: BASENAME: title_379 DATE: Sun, 13 Jul 2008 22:51:11 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: AMIGOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:


Subscrevo inteiramente. Só a necessidade tornará todos ecologistas. No postsecret.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: vigo, nove de março BASENAME: vigo_nove_de_marco DATE: Sun, 13 Jul 2008 22:47:18 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: GALIZA CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:


Nunca tal ouvi falar. Ora muito bem. Semanário Regional do Minho e da Galiza. Mas aqui está.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: tampere, doze de julho 2006 BASENAME: suomis DATE: Sun, 13 Jul 2008 22:38:16 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: SUOMI'06 CATEGORY: FOTOS CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:


Nem sei porque me detive nestes eméritos senhores. Se para alguma coisa, serve pelo menos para ilustrar a fauna da Suomi. Terra de contrastes.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: mais mulheres para o rancho BASENAME: mais_mulheres_para_o_rancho DATE: Sun, 13 Jul 2008 22:23:52 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOMES CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

Brilhantina
Virgulina

----- COMMENT: AUTHOR: sa [Visitante] DATE: Mon, 14 Jul 2008 13:47:53 +0000 URL: http://artkillerblog.blogspot.com

a minha avó chama-se Alvenina hi hi

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: art killer BASENAME: art_killer DATE: Sun, 13 Jul 2008 18:16:24 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: AMIGOS TAGS: ----- BODY:

as curtas de vila do conde acabam hoje e ainda bem. porque eu quero que as curtas de vila do conde vão bardamerda. mais a sua programação programada desses betos programadores com a sua versão Cannes dos Pequenitos.

Para provar que vivemos mesmo num país de blogues, eis o artkiller. Sandra Andrade escreve (e eu subscrevo).

----- COMMENT: AUTHOR: sa [Visitante] DATE: Sun, 13 Jul 2008 20:17:08 +0000 URL: http://artkillerblog.blogspot.com

nuno, e que ganhe a pior curta. que ainda assim há-de ser a melhor.
beijos
sa

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: quaira deus que a encontre logo BASENAME: quaira_deus_que_a_encontre_logo DATE: Sat, 12 Jul 2008 22:45:02 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY: ----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Agustina Bessa-Luís, Fanny Owen, pp. 20 BASENAME: agustina_bessa_luis_fanny_owen_pp_20 DATE: Thu, 10 Jul 2008 14:48:25 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

-Esse rapaz tem demasiado coração para ter espírito.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Agustina Bessa-Luís, Fanny Owen, pp.10-11 BASENAME: agustina_bessa_luis_fanny_owen_pp_10_11 DATE: Thu, 10 Jul 2008 14:45:37 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

A má memória é essencial para escrever romances e para os poder viver; na vida e nos romances, tudo se repete. Quando a boa memória existe em abundância tudo resulta em fracasso; porque o génio não convence se não estiver aturdido com certa dureza de espírito que não dá conta de quanto a fantasia é coisa venerável pela velhice que testemunha. Enfim, Camilo encontrou José Augusto e não simpatizou com ele.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: candidata ao ensino superior, na fila desde as 5 da manhã (hoje, dia de candidaturas) BASENAME: candidata_ao_ensino_superior_na_fila_des DATE: Thu, 10 Jul 2008 12:08:45 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


"É hoje que se decide a nossa vida. Afinal, o acesso ao ensino superior é tudo.



Sabe-se tão pouco da vida aos 18 anos.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: investimentos para os próximos 10 anos BASENAME: pais_distorcido DATE: Wed, 09 Jul 2008 21:57:34 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: REGIONALIZAÇÃO TAGS: ----- BODY:


Esta imagem é a explanação gráfica da tabela que publiquei há algum tempo. É incrível verificar que o distrito de Lisboa (cuja região já não tem direito a fundos do QREN, por estar acima dos 75% da média da UE), com 21,6% da população, tem direito a 35,07% (!!!!) do investimento.



Mais uma vez, mea culpa. Ainda não percebi a origem desta tabela. PIDDAC? Orçamento de Estado? Já agora, estes investimentos não incluem a construção da rede de Alta Velocidade.

----- COMMENT: AUTHOR: Philipp [Visitante] DATE: Thu, 10 Jul 2008 16:47:36 +0000 URL: http://tugafala.blogspot.com

Eu já estou mais do que convicto. Sabem do que eu tenho medo? É de um dia já não haver justificações destes mapas. Quando a maioria da população portuguesa se concentrar no distrito de Lisboa. Aí vamos dizer com razão: “Portugal é Lisboa e o resto é paisagem".

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Portugal vai ter mais doze linhas de comboio BASENAME: portugal_vai_ter_mais_doze_linhas_de_com DATE: Tue, 08 Jul 2008 21:02:34 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: FERROVIÁRIO TAGS: ----- BODY:

Além do TGV, Governo prevê doze novas ligações para passageiros e mercadorias. Plano de 1,8 mil milhões vai ajudar a ligar todos os portos e aeroportos do país


Só pode ser mentira. Mas não, diz o diário económico.

----- COMMENT: AUTHOR: [m.m. botelho] [Visitante] DATE: Wed, 09 Jul 2008 17:16:54 +0000 URL: http://viagensinterditas.blogspot.com

Nuno, desculpa o off topic, mas gostava de te enviar um e-mail com algumas informações que julgo serem do teu interesse e não encontro o teu endereço aqui no blog. Se puderes, por favor escreve-me para este endereço de e-mail que te deixo para que possa enviar-te as tais referências. Obrigada.

[m.m. botelho] a.k.a. [marta, colega da escola primária] :)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: ri-te, morcão BASENAME: ri_te_morcao DATE: Tue, 08 Jul 2008 11:21:44 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

[youtube]EUt_7ged_4c[/youtube]

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 5/12, 18h45, quim para Olten BASENAME: 5_12_18h45_quim_para_olten DATE: Mon, 07 Jul 2008 23:42:55 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: CADERNOS CATEGORY: FOTOS CATEGORY: IR'05 CATEGORY: VIAGENS CATEGORY: EU CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

Os ?placards? da estação de Genéve aproximam-se bastante da definição de pragmatismo, que é aproveitar da melhor maneira o que se tem. Estes ?placards? são os clássicos ?placards? giratórios. Os destinos vão surgindo rodando, como os antigos ?placards? dos aeroportos. Isto, apesar de a Suíça ser dos países mais ricos do mundo.

Quando cheguei à estação de Genéve senti algum medo, pois tinham controlo alfandegário. Tinha a ideia de que na Suíça não é necessário passaporte, mas via todos mostrarem o passaporte. E eu com o meu BI português. Afinal apenas olharam rapidamente e mandaram-me seguir. Boa!

Sinto que ainda não escrevi o suficiente sobre La Tourette. O sentimento que se experimenta neste edifício não é o normal. Não nos sentimos no interior de um edifício, mas sentimos que fazemos parte duma entidade, tal é a intensidade da máquina de habitar. A rigidez e repetição das células, a diferenciação formal e conjuntural entre a área de habitação e as comuns, tornam a experiência da permanência atípica. A simplicidade dos acabamentos contribui para esta sensação ? o que sobressai acaba por ser o todo. E saber que todo o desenho do edifício se rege por regras matemáticas torna-o uma obra de ciência, antes de ser uma obra de arte. Em termos planimétricos o edifício é todo ortogonal, exceptuando dois lugares: a recepção e a cripta. A cripta, como lembrava o texto nas paredes, é também o único sítio onde edifício acompanha o terreno, sendo o espaço dividido por socalcos.

Já percebi porque todos fumam aqui. É a carruagem dos fumadores. Eu devo mesmo ser burro.





IR'05 é a transcrição do diário escrito durante uma viagem de comboio através da Europa entre Novembro e Dezembro de 2005. todas as entradas aqui

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: parañoia BASENAME: paranoia_1 DATE: Sun, 06 Jul 2008 21:21:09 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: GALIZA CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:


Do ovnis e iglossas.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: facto BASENAME: facto DATE: Sun, 06 Jul 2008 19:34:24 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOTAS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO TAGS: ----- BODY:

Em relação ao texto de autoria desconhecida que publiquei antes contra o acordo ortográfico, queria apenas esclarecer que 'facto' continuará a ser 'facto' em Portugal. O 'c' não é mudo, e esta é uma palavra que o acordo ortográfico reconhece como de grafia dupla. E 'cágado' fica igual.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: menos um carro BASENAME: menos_um_carro DATE: Sun, 06 Jul 2008 19:26:48 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: PEDONAL CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:

"Por que razão os peões deve(ria)m desrespeitar as regras




Menos um carro. Um blogue que manda foder os carros. Um blogue amigo, portanto.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: contra o acordo, dizem que BASENAME: contra_o_acordo_dizem_que DATE: Thu, 03 Jul 2008 21:44:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: HUMOR CATEGORY: ACORDO ORTOGRÁFICO TAGS: ----- BODY:

"DIGAM NÃO ao Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa!

Húmido sem 'H'??????
Facto sem 'C'???????

Afinal onde fica a etimologia das palavras? A língua tão bem tratada por Camões nasceu em Portugal ou no Brasil?
Pois eu continuarei, orgulhosamente a escrever Humidade, Húmido, faCto, aCto,aCção!!!!

Leiam e assinem, se concordarem. Se são portugueses e vos resta algum orgulho nacional preencham apetição Contra o acordo ortográfico.

Ninguém tem que alterar a sua forma de escrever para que todos nos entendamos. Nem os portugueses, nem os guineenses, nem os brasileiros!

Cada um dos nossos povos lusófonos, tem evoluído e irá continuar a evoluir com as suas especificidades e influências e é na diversidade que nos identificamos como povos. Nenhum acordo me pode obrigar a escrever como os brasileiros nem vice-versa.

Um **FACTO** para mim não é um **FATO**!
Um**FATO** para mim não é um **TERNO**!
Um**ACTO** não serve para Atar: eu **ATO** cordéis!
Um**Verão** (estação do ano) não é a mesma coisa que eles **verão** (forma do verbo ver) que estão errados!
Um **CÁGADO** não é um **CAGADO**!

Esta imbecilidade só é possível num país tão fraco, com políticos tão tolos e com um povo que tem exactamente o que merece devido ao seu desinteresse por tudo. Deixarem que o nosso maior património seja adulterado por interesses puramente económicos?!?!

Acham que os ingleses mudariama sua escrita porque os americanos são mais? E os espanhóis com a América doSul??? E a França mudaria a sua ortografia por imposição do Canadá?

Será que continuaremos a comemorar o 5 de Outubro ou o 5 de outubro?

Tristes daqueles a quem isto não faz confusão. Acham que por haver este acordo os brasileiros vão saber o que é o pequeno-almoço? Será que irão começar a usar esta palavra em vez de café-da-manhã?´

E nós? Passaremos a dizer/escrever, por exemplo:

**Pedagio**em vez de **Portagem**?
**Quebra-molas**em vez de **Lombas**?
**Ônibus**em vez de **Autocarro**?
**Trem**em vez de **Comboio**?
**Esporte**em vez de **Desporto**?

Simplesmente ridículo!

Já agora e como nota de rodapé, fiquem a saber que vamos alterar 3 vezes mais palavras do Português para o Brasileiro do que o contrário! A escrita portuguesa vai ser completamente abrasileirada.

Não posso concordar apesar de até achar alguma graça ao modo deles falarem e de desejar que não vejam nesta posição nenhuma forma de descriminação.

Eu, podem ter a certeza que apesar de quererem acabar com o hífen, com as consoantes mudas ou com os acentos e porque tenho orgulho em ser português continuarei a usar tudo isso até ao fim dos meus dias, ou seja, continuarei a respeitar a gramática portuguesa como ela é hoje!

Cliquem no link: http://www.petitiononline.com/asdf54gf/petition-sign.html e assinem a petição, por favor!"

Assinem, por favor. Se acham mesmo que o acordo nos vai pôr a falar como os brasileiros, se é o que o vosso instinto vos diz, façam favor. Até republico a ligação. I.

----- COMMENT: AUTHOR: Pedro Magalhães [Visitante] DATE: Wed, 11 Mar 2009 18:45:25 +0000 URL: http://www.webgrafismo.com

Chamem-me de conservador uma vez na vida, mas digo NÃO a esta cumplicidade ortográfica. Esta medida de querer uniformizar a língua com outras, leva Portugal a ter que recorrer a uma optimização da sua língua materna. E resulta em consequências patéticas ao nível da conotação de palavras…


----- COMMENT: AUTHOR: G [Visitante] DATE: Sun, 20 Jul 2008 21:26:32 +0000 URL: http://www.agal-gz.org/blogues/index.php/gomes

infelizmente, eu plasmei o texto exatamente para caraterizar o ridículo da situação. eu sou totalmente a favor do acordo ortográfico, com ou sem erros ou incorreções. é urgente demais para parar nesses pormenores. e se os erros não se poderem reparar entretanto, daqui a 50 anos faz-se outro acordo e remenda-se.

obrigado pela visita. entretanto, segui a ligação para o teu blogue. prometo acompanhar. abraço

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: o castelhano ameaçado BASENAME: title_375 DATE: Wed, 02 Jul 2008 22:12:25 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA TAGS: ----- BODY:

" ¿Está en peligro la lengua castellana? Sencillamente, no.

Todos los datos que se publican sobre su estado de salud certifican que es excelente. Pero, de padecer algún problema, no sería por culpa de los avances arrolladores del catalán, el euskara, el gallego, el asturiano o el aranés.

?

Hagan ustedes un sencillo ejercicio: cuenten los diarios, las radios y las cadenas de TV presentes en Cataluña, en Euskadi y en Galicia que se expresan en castellano y los que lo hacen en catalán, euskera y gallego. Una vez hechas las cuentas, si quieren podemos seguir hablando de todo esto."




As línguas ibéricas (na Espanha): a amarelo o galego-português (a castanho a fala), a vermelho o castelhano, a violeta o catalão, a azul o basco, a verde o asturiano, a verde escuro o extremenho, a azul claro o aragonês e a verde florescente o aranês (dialecto de occitano).

Olhem bem na imagem. Bem a fundo, com atenção. Percam o vosso tempo. Agora alguém me explique a razão de ser disto e disto. Pela defesa do castelhano? Defendê-lo de quem?

Texto de Javier Ortiz, através do Iriarte.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: rui effe, sem título BASENAME: rui_effe_sem_titulo DATE: Wed, 02 Jul 2008 21:03:12 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: AMIGOS TAGS: ----- BODY:


Cada vez gosto mais dos trabalhos gráficos do Rui Effe. De há uns tempos para trás deixou o fundo branco, neutro, para trabalhar as suas personagens oníricas sobre cores, sombras, pinturas conhecidas. Neste recorta tudo e o resultado é como se vê. Muito bom.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: sócrates, 27'6'08 BASENAME: socrates_27_6_9 DATE: Wed, 02 Jul 2008 10:09:18 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: RECORRÊNCIAS CATEGORY: PORTURARIDADE TAGS: ----- BODY:

"A nossa aposta agora é na qualidade do espaço escolar, requalificando-o. Queremos atrair para a escola portuguesa o melhor que temos na engenharia e na arquitectura.



Está bem que o Sócrates seja engenheiro. Está bem que o processo de revogação do 73/73 esteja perdido nos corredores do poder. Mas não será pelos engenheiros que haverá melhores escolas. Os engenheiros garantirão, isso sim, que as escolas não cairão, segundo projetos de arquitetos.

Senhor engenheiro, senhor arquiteto. São coisas diferentes.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: resposta a helena matos BASENAME: resposta_a_helena_matos DATE: Wed, 02 Jul 2008 10:00:26 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: OBSESSÕES TAGS: ----- BODY:

"Onde andam os defensores de Foz Côa?

Aqui. Aqui, nas letras pequeninas. Aqui está um.

E um apontamento. As gravuras são no Vale do Côa, assim como o Parque Arqueológico não é de Foz Côa mas sim do Vale do Côa. Foz Côa é uma cidade, e as gravuras são lá em baixo, no vale.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: justice, stress (romain gravas) BASENAME: justice_stress_romain_gravas DATE: Mon, 30 Jun 2008 09:58:23 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:

[youtube]GsmzNB_eXek[/youtube]


Putz. Vídeo do ano.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: são pedro na póvoa (hoje) BASENAME: sao_pedro_na_povoa_hoje DATE: Sat, 28 Jun 2008 16:01:56 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: FOTOS CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: PÓVOA-VILA TAGS: ----- BODY:


O trono do Sul. Inevitavelmente, ainda o meu bairro.


O trono do Norte, que nunca foi o meu bairro.


O trono da Matriz, o meu bairro atual.

----- COMMENT: AUTHOR: karin [Visitante] DATE: Sun, 13 Jul 2008 16:19:20 +0000 URL:

Foi fixe, obrigada ao Costa e família.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: quem é este homem? BASENAME: quem_e_este_homem DATE: Sat, 28 Jun 2008 04:26:47 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: FOTOS TAGS: ----- BODY:
----- COMMENT: AUTHOR: André Costa [Visitante] DATE: Tue, 08 Jul 2008 21:43:43 +0000 URL:

Otelo Saraiva de Carvalho

----- COMMENT: AUTHOR: Nuno [Visitante] DATE: Tue, 08 Jul 2008 10:53:05 +0000 URL:

É aquele gajo do anúncio da Frize.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: CLARAH AVERBUCK, máquina de pinball, pp. 62 BASENAME: clarah_averbuck_maquina_de_pinball_pp_62 DATE: Fri, 27 Jun 2008 11:10:48 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

"O Horror. O Horror não são os erros, são os passos para trás ou as hesitações na hora de cruzar a rua. Se um carro me atropelar, vai ser porque não olhei para os lados, não porque resolvi atravessar.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: CLARAH AVERBUCK, máquina de pinball, pp. 70-71 BASENAME: clarah_averbuck_maquina_de_pinball_pp_70_71 DATE: Fri, 27 Jun 2008 11:07:42 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

"Mas era. Se não tivéssemos nos encontrado naquele boteco sujo e me contassem da existência dele, eu ia rir. Mas nos encontramos e ele estava ali e era lindo. Não era real, não podia ser. Mas quando as coisas são boas demais, é melhor nem questionar e aproveitar enquanto a merda não vem. Porque a merda vem, ela vem invariavelmente e não há nada que se possa fazer para mudar isso.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: o avarento, teatro praga BASENAME: o_avarento_teatro_praga DATE: Thu, 26 Jun 2008 16:25:47 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: VÍDEOS TAGS: ----- BODY:

[youtube]O7lunt2KCJk[/youtube]


Fui, vi, amei.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Mário J. Alves, encorajar o uso da bicicleta - que opções?, arquitectura e vida #94 BASENAME: mario_j_alves_encorajar_o_uso_da_bicicle_94 DATE: Thu, 26 Jun 2008 11:30:20 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: BICICLETAS TAGS: ----- BODY:

A queda de cocos mata 150 pessoas por ano em todo o mundo, 15 vezes o número de fatalidades atribuídas a tubarões. No entanto, as pessoas têm mais medo de tubarões que de cocos.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: eduardo pitta, A EMERGÊNCIA SOCIAL BASENAME: eduardo_pitta_a_emergencia_social DATE: Thu, 26 Jun 2008 11:21:44 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

"Nuno Morais Sarmento, actual presidente do Conselho de Jurisdição do PSD, deve pensar que os outros são parvos.


Ontem, na Rádio Renascença, disse que se o PSD fosse governo... trocaria o projecto do TGV por... «apoios à emergência social». Uma forma como qualquer outra de reeditar a famosa tese de Barroso: «enquanto houver uma criança numa fila de hospital, não teremos novo aeroporto...» Mas o raciocínio não se aplicava ao TGV, o qual podia coexistir com crianças em filas de hospital. Tanto assim que o XV Governo Constitucional, chefiado por Barroso, aprovou quatro linhas de TGV (uma quinta linha, entre o Algarve e Huelva, ficava dependente de mais estudos). Nesse governo, Nuno Morais Sarmento era ministro da Presidência, Manuela Ferreira Leite ministra de Estado e das Finanças, e Carmona Rodrigues ministro das Obras Públicas. E o executivo que se seguiu, o XVI, chefiado por Santana Lopes, também aprovou quatro. Nesse governo, Nuno Morais Sarmento era ministro de Estado e da Presidência, Bagão Félix ministro das Finanças, e António Mexia ministro das Obras Públicas. Por contraste, o actual governo apenas aprovou duas. Como é que Nuno Morais Sarmento quer ser levado a sério?




Afinal não fui o único a notar a incrivel coerência de Morais Sarmento. Há que acreditar nos políticos, é o que eu digo sempre. Daqui.

----- COMMENT: AUTHOR: Eduardo Sales Pitta [Visitante] DATE: Wed, 24 Sep 2008 17:43:30 +0000 URL:

Boa tarde Eduardo! Sei que talvez essa não seja a melhor maneira de perguntar isto. Mas, minha família iniciou-se de um tal Joaquim Pitta, oriundo da Ilha da Madeira. Sabes algo a respeito? Um abraço.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Paul Valéry BASENAME: paul_valery DATE: Wed, 25 Jun 2008 21:45:53 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: ADÁGIOS TAGS: ----- BODY:

"Un chef est un homme qui a besoin des autres.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: morte ao galego BASENAME: morte_ao_galego DATE: Mon, 16 Jun 2008 20:15:52 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

"Cada ano desaparecem no mundo uns 50 idiomas. Pena que não desapareçam muitos mais".

Afirmações como esta recolhem-se numa folha paroquial de Vedra, colocada no blog Fandiarzúa (vía Chuza!), e redigidas pelo pároco local. No escrito, distribuído nas últimas semanas, afirma-se sobre a diversidade linguística que é "uma grande incomodidade que há que suportar" e advoga-se o desaparecimento do galego.

Entre outros argumentos, o padre afirma que "o galego é falado por dois milhões de pessoas. O espanhol é falado por uns 400 milhões" e que "os que fala galego entendem igual ou melhor o espanhol". Assim mesmo, defende que "o texto dos sinais de tráfego e os nomes das cidades deveriam ser na mesma língua em todo o território nacional". Concede, isso sim, que "o galego e o português são parecidos", mas logo aí dá lugar à crítica, pois -diz- isso dificulta a aprendizagem da língua portuguesa.

A seguir, o texto critica o nacionalismo galego ("os nacionalistas que padecem de miopia") e defende o espanhol "porque nacionalistas no bom sentido da palavra devemos ser todos (considerando Nação toda a Espanha e não somente um remendo"). Finalmente, justifica a proibição da língua galega durante a Ditadura: "nos anos 1940 proibiam-nos de falar galego no seminário. Hoje dizem que aquilo era uma barbaridade. E eu digo que era certo".




Bem, eu traduzi, o original está aqui. Não sei quem escreveu o texto explicativo.

"Os telefones do padre e do arcebispado são, por se alguém quer opinar ante tamanha animalada:
Telefone do Arcebispado de Compostela: 981572300. O telefone da paróquia de Vedra é: 981 503133"

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: gata BASENAME: gata DATE: Fri, 13 Jun 2008 22:07:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: EM CASA TAGS: ----- BODY:

Tenho uma gata que se satisfaz apenas com um pouco do meu colo. Gosto muito dela.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: o apocalipse dos trabalhadores BASENAME: o_apocalipse_dos_trabalhadores DATE: Wed, 11 Jun 2008 19:38:24 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: AMIGOS CATEGORY: NOVIDADES TAGS: ----- BODY:


Livro novo do valter. Com vídeo do Cláudio.

[youtube]Pe4T3bm1PwM[/youtube]

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: ar BASENAME: ar DATE: Mon, 09 Jun 2008 23:24:49 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: EM CASA TAGS: ----- BODY:

Manuseamos o ar forçado, ligamos, desligamos, forçamos, e nada parece funcionar. O carro começa a aquecer e todos os nossos esforços parecem apenas tornar o ambiente ainda mais quente.






E, de repente, o teto de abrir desliza e o ar fresco toma o lugar de todo aquele calor. À nossa volta, as partículas ganham vida e colidem e sopram-se entre si.

Quando a escrita se solta, um pouco disto acontece.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: cavaco silva BASENAME: cavaco_silva DATE: Mon, 09 Jun 2008 22:07:40 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PORTURARIDADE CATEGORY: OCORRÊNCIAS TAGS: ----- BODY:

"Hoje eu tenho que sublinhar, acima de tudo, a raça, o dia da raça, o dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.




Olé. Que saudades tinha eu de Cavaco Silva. Finalmente, de volta.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: scout niblett, kiss (com bonnie 'prince' billy) BASENAME: scout_niblett_kiss_com_bonnie_prince_bil DATE: Mon, 09 Jun 2008 19:29:35 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:

[youtube]0uDlvl7jNn8[/youtube]

"A kiss could've killed me

If it were not for the rain
A kiss could've killed me
Baby if it were not for the rain

And I had a feeling it was coming on
I felt it coming
For so long.
If I'm to be the fool
Then so let it be.

This fool can die now
With a heart that soared
How
How had it coming in
For so long.

And darling take my hand
And lead me through the dark
Let's kidnap each other
And start singing our song

'Cause my heart is charged now
Oh, it's dancing in my chest
And I fly and I walk out
From the spell in that kiss.

Cause I...

It could've
It could've killed me
It could've killed me
If were not for the rain.

Oh darling let me dream
Cause somewhere in me (inside of me)
I have been waiting
So patiently
For you.

So don't you break!
Don't break my dream.
Don't break my dream.

And rain will exalt us
As the night draws in.
Winds howl around us
As we begin.
What a way to start a fire
Broken with the break of day

A kiss could have killed me baby
If it were not for rain.

And I had a feeling it was coming on
I felt it coming
For so long.

And it could've
It could've killed me.
It could've killed me.
If it were not for the rain."

----- COMMENT: AUTHOR: Yollanda Levon [Visitante] DATE: Mon, 17 Nov 2008 12:07:16 +0000 URL:

Linda canção!

A Scout Niblett tem uma linda voz, e com o Bonnie…melhor ainda!

Vale a pena ouvir essa canção várias vezes. :)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Lykke Li - I'm Good, I'm Gone BASENAME: lykke_li_i_m_good_i_m_gone DATE: Thu, 05 Jun 2008 22:30:55 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:

[youtube]ngd45o-M_M4[/youtube]


Há de ser dos melhores vídeos que já vi.

Via Rui Effe.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: igor lugris BASENAME: ovnis_e_iglossas DATE: Wed, 04 Jun 2008 22:45:50 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA CATEGORY: POESIA TAGS: ----- BODY:


"A minha língua quero na tua boca
e nos teus lábios nos teus peitos
E no país inteiro do teu sexo
falar com o idioma que nos pertence
Procurar a humidade com a língua que nos une
para dar-lhe nome ao teu corpo
e repetir em cada rio em cada bosque
em cada outeiro da tua geografia
a promessa de quem ama sem palavras
Com o silêncio das estrelas, tam longínquo e singelo"


Muito lindo tudo isto. Do ovnis e iglossas.

----- COMMENT: AUTHOR: Helena fonte [Visitante] DATE: Fri, 06 Nov 2009 13:21:43 +0000 URL:

gostei imenso,

Helena

----- COMMENT: AUTHOR: igor [Visitante] DATE: Thu, 05 Jun 2008 06:16:51 +0000 URL: http://ovniseisoglossas.agal-gz.org

Obrigado! : )

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: abaixo-assinado BASENAME: abaixo_assinado DATE: Tue, 03 Jun 2008 21:21:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: NORTE TAGS: ----- BODY:

"Abaixo-assinado a favor da abertura de pólo da Cinemateca Portuguesa na cidade do Porto


A cidade do Porto sofre de vários e complexos problemas na área da cultura, como é do conhecimento geral. No entanto, esta situação não é generalizável a todo o país. Efectivamente, Lisboa continua a usufruir de forma centralizada dos serviços de certas instituições culturais que deveriam fazer jus ao seu âmbito nacional, como, por exemplo, a Cinemateca Portuguesa, um organismo público suportado pelos contribuintes a nível nacional.

No Porto, é de grande interesse público a criação de uma extensão da Cinemateca, o que permitiria acabar com a carência de exibição cinematográfica sentida na cidade, ao nível da produção anterior à década de 90.

Os abaixo-assinados estão cientes desta situação e acreditam que,
- sendo insustentável que o funcionamento da Cinemateca não esteja de acordo com o seu âmbito nacional;
- sendo intolerável que a cidade de Lisboa, apenas por via desta instituição, tenha acesso, por dia, a cinco filmes na sua maioria anteriores à década de 90, enquanto que o Porto passa vários meses sem poder ver uma obra histórica relevante;
- havendo várias manifestações cívicas, associativas e pessoais, a reivindicarem o alargamento do âmbito do organismo em questão,

é fundamental e urgente a criação de um pólo da Cinemateca Portuguesa na cidade do Porto."



Via casadeosso. Assinem aqui.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: aeroporto gerido por lá BASENAME: aeroporto_gerido_por_la DATE: Tue, 03 Jun 2008 19:09:13 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: ALTA VELOCIDADE ELEVADA CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: REGIONALIZAÇÃO TAGS: ----- BODY:

"Governo vai alienar a maioria do capital da ANA

O Público noticia que o ministro Mário Lino, em entrevista à Reuters, anunciou que o governo vai privatizar 60% da ANA. A notícia não é esclarecedora quanto ao futuro da Aeroporto Sá Carneiro. Mas desconfia-se que não haverá qualquer tratamento diferenciado, o governo vai fazer ouvidos moucos, e hipocritamente nem sequer dará continuidade à resposta ao desafio lançado pelo próprio 1º ministro para que a região apresentasse interessados em gerir de modo autónomo o ASC ? o que ela fez."




Notícia do Público, via Norteamos.

É óbvio o interesse do Norte (e das Beiras, e da Galiza) em ter um aeroporto com gestão própria. O novo aeroporto de Lisboa só será rentável mantendo o Sá Carneiro como aeroporto secundário. Logo, e como o Governo não quer construir um aeroporto deficitário, prefere manter o Norte sem as ligações internacionais (essenciais). E já que nos vão obrigar a ir até Alcochete, aproveitam para rentabilizar a rede de Alta Velocidade.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: macacos do chinês, plutão BASENAME: macacos_do_chines_plutao DATE: Tue, 03 Jun 2008 02:48:20 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:

[youtube]uvb22FrYod8[/youtube]


Para cortar com o fado.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: carlos paredes, verdes anos BASENAME: carlos_paredes_verdes_anos DATE: Tue, 03 Jun 2008 02:43:16 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:

[youtube]ht_yxQU4aG0[/youtube]


Para terminar a choradeira (e a trilogia do fado), Carlos Paredes.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: camané, sei de um rio BASENAME: camane_sei_de_um_rio DATE: Tue, 03 Jun 2008 02:37:45 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:

[youtube]KaWhCGTnvAQ[/youtube]


Atentos nas imagens. Atentos. Já viram vídeo mais bonito em Portugal?

----- COMMENT: AUTHOR: Carlos Fernandes [Visitante] DATE: Mon, 01 Dec 2008 15:50:49 +0000 URL:

É A VOZ!!!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Mariza, gente da minha terra BASENAME: mariza_gente_da_minha_terra DATE: Tue, 03 Jun 2008 02:33:34 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:

[youtube]EnucHwErM2w[/youtube]


É mesmo para chorar. É pena é ser o programa do Malato, mas não arranjei melhor.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: o texas é perguntado, o texas responde BASENAME: o_texas_e_perguntado_o_texas_responde DATE: Mon, 02 Jun 2008 02:25:24 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: EM CASA TAGS: ----- BODY:


Intrigava-me profundamente porque é que o meu irmão não dormia enquanto eu ouvia rock estridente em grande volume às três da manhã. Coisa recente. A falta de sono dele. Não o rock das três da manhã. Isso sempre fiz. Consciente das minhas limitações científicas no que toca à acústica das três da manhã, confiei estas dúvidas ao meu guru. O Texas. O Texas que, como O Porto, não se escreve sem artigo.

-O Texas, porque será que o meu irmão acorda com o meu rock das três da manhã?

-Sei lá.

E era verdade. Ele não sabia. Parti para mais uma semana de aulas com mais esse peso nos ombros. A dúvida é assim, pesa. Nos ombros.

Outro dia, outra dúvida.

-O Texas, guru, excelentíssimo. Vejo o Colbert Report com a devoção com que muitos não perdem um episódio do Você na Tv (eu vejo os dois, mas tenho de me refrear). Assim, evito a hipótese de perder episódios antigos, já que os episódios antigos blablalblalbalbalbablab (acho que foi algures por aqui que o venerável O Texas adormeceu. abanei-o, ele acordou). Mas sucede que eles não têm actualizado os videos, e o que, meu Deus, o que será que aconteceu?

-Na volta ele foi de férias.

E foi mesmo de férias. Vi ainda agora, é mesmo verdade. E, nem há quinze minutos atrás, corri a minha cortina de Inverno. Acabei de ouvir o meu rock das três da manhã e o meu irmão ainda não resmungou. Ambos os mistérios clarearam-se simultaneamente. É assim a graça do Senhor.

Cumprimentos, venerável O Texas. Todos te acompanharemos.

----- COMMENT: AUTHOR: gilda aguilar [Visitante] DATE: Sun, 29 Mar 2009 17:51:28 +0000 URL:

o google é propaganda falsa, não responde a nenhuma de minhas perguntas!!!!Não sei como isto ádmissivel no mundo virtual. rsrrs, tchau!!!não tem erro não!!!!!!

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: novo blogue do nmr BASENAME: novo_blogue_do_nmr DATE: Sun, 01 Jun 2008 22:28:57 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: AMIGOS CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: IMAGENS TAGS: ----- BODY:
----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: . BASENAME: _2 DATE: Sun, 01 Jun 2008 20:02:39 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: REGIONALIZAÇÃO TAGS: ----- BODY:
----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: Länder BASENAME: lander DATE: Sun, 01 Jun 2008 19:44:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: REGIONALIZAÇÃO TAGS: ----- BODY:


É óbvio que a escala não é a mesma, mas aqui fica uma comparação do futuro mapa adminsitrativo português (sem as ilhas) com o mapa dos estados alemães (Länder).

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: pedro santana lopes (no discurso de aceitação da derrota) BASENAME: pedro_santana_lopes_no_discurso_de_aceit DATE: Sun, 01 Jun 2008 01:25:49 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

"Até já, se Deus quiser.


Imagino que Santana Lopes queira ver a sua imagem associada a Deus. Pessoa popular, família estável. Barbas brancas e vetustas.

Mas será que Deus se quer ver associado a Santana Lopes?

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: o dinheiro, empurrado pela nortada, desliza para sul BASENAME: title_370 DATE: Fri, 30 May 2008 23:46:17 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: REGIONALIZAÇÃO TAGS: ----- BODY:

"JA Junta Metropolitana do Porto anunciou hoje que vai apresentar queixa contra o Governo em Bruxelas caso não seja alterada, num mês, a resolução que prevê o desvio de verbas do QREN para a região de Lisboa.


Em causa está a resolução do Conselho de Ministros nº86/2007, de 03 de Julho, que no ponto sete prevê que verbas do Quadro de Referência Nacional Estratégico (QREN) destinadas ao Programa Operacional do Norte possam ser utilizadas em Lisboa se forem aplicadas em projectos considerados de interesse nacional.

«A JMP pediu um parecer jurídico para saber se isto é ou não legal face às normas comunitárias», disse o presidente daquele órgão, Rui Rio, acrescentando que a avaliação feita conclui que «esta resolução é ilegal».

Segundo referiu, de acordo com o parecer jurídico, a resolução «viola grosseiramente» normas comunitárias.

Face à situação, a JMP decidiu fazer um ultimato ao Governo, sendo que vai escrever uma carta à tutela, designadamente ao Ministro do Ambiente, Nunes Correia, a solicitar que até ao final de Junho «anule essa possibilidade», alterando a resolução.

«Se nada for alterado, a JMP tem obrigação, em Julho, de apresentar uma queixa em Bruxelas», junto do Tribunal das Comunidades, frisou o autarca do Porto. Para Rui Rio, é dever dos autarcas do Norte «não ficar de braços cruzados».

O presidente da JMP salientou, contudo, que o desvio de verbas comunitárias para a região de Lisboa "tem sido constante", não sendo apenas «um pecado deste Governo».

Rui Rio falava aos jornalistas no final de uma reunião ordinária da JMP, que agrupa 14 concelhos."



Daqui, via norteamos.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: galego e português, a mesma merda é! BASENAME: galego_e_portugues_a_mesma_merda_e DATE: Fri, 30 May 2008 23:43:15 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: GALIZA TAGS: ----- BODY:

[youtube]6UsmFKE2818[/youtube]

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: 15 de maio, 2º Dia do Orgulho Lusista e Reintegrata / 8º Dia Internacional da Toalha BASENAME: ii_dia_do_orgulho_lusista_e_reintegrata_ DATE: Fri, 30 May 2008 23:29:45 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: GALIZA TAGS: ----- BODY:

[youtube]ERGcGLZI8IE[/youtube]


Não percebo nada mas tem muita piada. Aqui a página.

----- COMMENT: AUTHOR: suso [Membro] DATE: Tue, 03 Jun 2008 22:06:43 +0000 URL:

?Valença, é a terra das toalhas cem por cento algodão / Valença, as toalhas todas têm esse cheirinho amaciador / Valença, ao sentir que ao Eusébio lhe dão sorte, não azar /quisera (à) fortaleza valenciana as toalhas ir comprar?

Trata-se da paródia (em chave ludo-reintegracionista) dum clássico espanhol: o ‘pasodoble’ “Valencia", do Maestro Padilla (http://br.youtube.com/watch?v=KhJQIEz2hME).

Esta “Valença” fai parte do ‘medley’ intitulado “Apontamentos para A Década Reintegrata” (http://www.agal-gz.org/blogues/index.php/ddooler08/2008/05/05/apontamentos_para_a_decada_reintegrata).

Percebes agora, amigo Nuno? ;)

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: freakangels BASENAME: freakangels_1 DATE: Fri, 30 May 2008 19:26:33 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: LIGAÇÕES CATEGORY: TAGS: ----- BODY:


Ei, o home pediu, aqui está. Mais uma vez, Freakangels. Texto de Warren Ellis, arte de Paul Duffield. Eu leio sempre, semana a semana.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: @gomesthings.pt BASENAME: gomesthings_pt DATE: Fri, 30 May 2008 17:34:42 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: INSTANTÂNEOS CATEGORY: OCORRÊNCIAS CATEGORY: LÍNGUA TAGS: ----- BODY:


O Público noticia que o correio eletrónico todos os elementos do corpo diplomático português passarão a ostentar o domínio @foreignministry.pt. A desculpa, inventada na hora, diz que, assim, se evita a mudança de domínio sempre que alguém muda de representação diplomática. É óbvio que um domínio único para todos os serviços torna tudo mais simples, algo bem necessário a estes serviços. Mas em inglês?

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: muto, blu BASENAME: title_368 DATE: Wed, 28 May 2008 16:59:10 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

[youtube]uuGaqLT-gO4[/youtube]


Isto é genial. A minha vénia.

via Nuno.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: helena matos, público, 20/5/08, pp. 47 BASENAME: helena_matos_publico_20_5_08_pp_47 DATE: Tue, 27 May 2008 22:50:20 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

"Até que renasça [o processo de negociações com a ETA] cabe-nos a nós aturar o senhor Carod. É pena que Carod não dance sevilhanas, pois sempre pássavamos melhor o tempo.



É assim que fala Helena Matos de Josep-Lluís Carod-Rovira, sem nunca no artigo referir que Carod-Rovira é o vice-presidente da Generalitat da Catalunha, para além de ser o líder da Esquerra Republicana de Catalunya. Primeiro, não é um gajo qualquer. É um político, vice-presidente do governo da região mais rica da Península, e líder partidário. Não interessa. Helena Matos trata-o como um senhor com 'ar de Pai Natal' com 'intervenções desastradas que poderão a levar a pensar que a criatura é uma espécie de patusco...'. Pior, deve achar que Sevilha é na Catalunha. Ou, então, que todos os habitantes do estado espanhol são exatamente iguais.

Nunca simpatizei com Helena Matos, mas dizer que gostaria de ver um homem catalão a dançar sevilhanas é estranho. Muito estranho.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: manuela ferreira leite BASENAME: manuela_ferreira_leite DATE: Tue, 27 May 2008 22:16:59 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: LÍNGUA CATEGORY: HUMOR TAGS: ----- BODY:

"a precariedade devia ser banida dos dicionários.

Manuela Ferrreira Leite para a discussão do acordo ortográfico. Eu proponho banir as palavras 'primomovente' e 'fleborrágico'. Sempre me pareceram a mais.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: omodaka BASENAME: omodaka DATE: Mon, 26 May 2008 22:57:22 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: VÍDEOS CATEGORY: MÚSICA TAGS: ----- BODY:

[youtube]JEfNoEYR2-8[/youtube]


'OMODAKA is the name of the project developed through a trial and error process of mutational fusion of music and motion graphics. It will knock over your existing image toward a music video by a beautiful trajectory.'

via Warren Ellis.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: contra o centralismo 3.0 BASENAME: contra_o_centralismo_3_0 DATE: Sun, 25 May 2008 18:31:22 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: REGIONALIZAÇÃO TAGS: ----- BODY:


Agora o mapa da direita é mais bonitinho do que o da esquerda. Senhores centralistas, acabaram de perder a última desculpa.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: julio cortázar BASENAME: julio_cortazar DATE: Sun, 25 May 2008 01:59:07 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: GAMANÇOS CATEGORY: PROSA TAGS: ----- BODY:

"..., no sentido em que não guardo uma recordação feliz da minha infância; demasiadas obrigações, uma sensibilidade excessiva, uma tristeza frequente, asma, braços partidos, primeiros amores desesperados.

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: contra o centralismo 2.0 BASENAME: contra_o_centralismo_2_0 DATE: Fri, 23 May 2008 02:03:39 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: IMAGENS CATEGORY: OBSESSÕES CATEGORY: REGIONALIZAÇÃO TAGS: ----- BODY:

A ver se gostam mais desta.

----- COMMENT: AUTHOR: gomes [Membro] DATE: Sat, 24 May 2008 23:33:55 +0000 URL:

antes de mais, obrigado pela visita. apenas um ou dois apontamentos. a concentração da população em certas zonas do teritório é natural e sempre existiu. A Suíça (principalmente a zona alemã) é a zona dos Alpes mais populosa. há, na Áustria, zona muito grandes sem população expressiva. assim como na Suíça. bem, ninguém quer morar nos cumes cheios de neve. na Holanda, igual. devo lembrar que o país chamado de Holanda se chama Netherlands, e que ‘Holanda’ é apenas a zona onde mora a maior parte da população. no resto das ‘Netherlands’ a população é muito menor. na Espanha, nas zonas mais áridas do centro, as cidades principais são grandes, é certo, mas não têm nada à volta. apenas nas zonas temperadas existe densidade populacional. voltando a Portugal, não é lógico esperar que grande parte da população more em Trás-Os-Montes. naturalmente, a população acumula-se nas zonas temperadas. lamento mas é assim em todos os países.

e só mais isto: o Norte de Portugal tem mais de um terço da população portuguesa. até quando continuaremos subjugados?

----- COMMENT: AUTHOR: Afonso Miguel, Beira Interior [Visitante] DATE: Sat, 24 May 2008 11:56:20 +0000 URL:

Caros amigos regionalistas:
Este mapa, inocentemente, acaba por mostrar bem aquilo em que alguns querem transformar a Regionalização.
Ainda que haja uma evolução clara em relação ao monocentralismo vigente de Lisboa, este “país normalizado", acaba por ser mais do mesmo. Há uma pequena descentralização, mas as “ondas centralistas” continuam lá. A única diferença é que, em vez de 1, haveria 5 pólos centralistas.
Quais são as consequências deste modelo de “pseudo-regionalização” que nos está a ser implementado à força?
-Positivas para as regiões do Litoral, em particular para as urbes do Porto, Coimbra e Évora, que teriam tendência a desenvolver-se e a criar áreas suburanas em seu torno, atraindo população das áreas mais deprimidas das “regiões” que encabeçariam;
-Negativas para as outras regiões, em particular para o Interior, que continuaria subjugado aos interesses do Litoral, que reteria, como se pode ver, mais uma vez, todos os meios, programas, vontade política e fundos que são necessáros para se modernizar o país.
Há uns tempos atrás, prometi falar sobre os possíveis cenários para a evolução económica e social das diferentes regiões portguesas. Pois bem. Tendo pesquisado bastante sobre o assunto (o que não é difícil, já que qualquer manual escolar de Geografia do Ensino Secundário nos fala destes problemas), verifiquei que os Geógrafos (que, continuo a dizê-lo, estão a ser esquecidos por todos, e já deviam ter sido ouvidos neste processo de Regionalização, em vez de se dar tanta voz aos interessados do costume- políticos e economistas), traçam o seguinte retrato da situação urbana portuguesa:

-Em primeiro lugar, Portugal está marcado por uma tendência de bicefalia, ou seja, uma parte muito grande da população e dos grupos económicos e serviços está desigualmente concentrada em torno das cidades de Lisboa e Porto. Citando os autores de um manual de Geografia para o 11º ano, “Esta tendência de concentração apresenta (…) desvantagens, sendo responsável não apenas por assimetrias perturbadoras na coesão territorial mas também por exageradas pressões urbanísticas sobre áreas ambientalmente sensíveis". Esta é, neste momento, a tendência mais problemática existente em Portugal.

-Em segundo lugar, não se deve ignorar que a população de Lisboa quase dobra a do Porto, pelo que a rede urbana portuguesa se pode considerar macrocéfala e monocêntrica, ou seja, todo o país está dependente e centralizado em Lisboa. Este tipo de distribuição é caso raro na Europa, bastando ver exemplos claros da situação contrária, como os casos da Holanda, da Espanha e da Suíça, entre muitos outros.

-Por outro lado, a tendência mais importante na evolução demográfica e sócio-económica de Portugal é a concentração excessiva e cada vez maior da população nos centros urbanos que estão concentrados na faixa litoral entre Viana do Castelo e Setúbal, e no Algarve. Esta excessiva litoralização provoca um extremo desequilíbrio no nosso país, já que, com o interior desertificado, deixam de estar disponíveis os recursos que lhe são adjacentes, indispensáveis à evolução económica do país (minas, explorações agrícolas e florestais, estâncias turísticas…)

-Por último, tem-se verficado uma grande incapacidade de crescimento das cidades médias: as do litoral não conseguem polarizar as áreas urbanas envolventes nem articular-se com Lisboa e Porto; as do Interior e, particularmente, das zonas raianas, estão numa situação de fragilidade e de perda demográfica, incapazes de estabelecer relações equilibradas com outras cidades interiores.

Deste modo, os geógrafos estabelecem três cenários para Portugal a médio-prazo:

1- Rede monocêntrica. A tendência da concentração de pessoas, empregos e serviços em torno de Lisboa acentuar-se-á, sendo que se registárá um despovoamento quase total do Interior do país, e uma diminuição acentuada da população nas cidades do Litoral, em particular o Porto e as cidades do Minho e Douro Litoral, Coimbra, Aveiro, Viseu, Leiria, Santarém e inclusive das cidades algarvias, em contraste com migrações de massas para os subúrbios de Lisboa;

2-Divisão Norte/Sul. Rede bipolar. A população concentra-se cada vez mais em Lisboa, Porto e respectivos subúrbios, afastando-se das zonas litorais e interiores das Beiras em direcção a uma dessas cidades. Esta rede penaliza fundamentalmente as cidades médias do Litoral e do Interior, particularmente Coimbra, Leiria, Aveiro, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Bragança e Chaves.

3- Litoralização. Com o avanço da Regionalização com base nas 5 regiões-plano, verificar-se-ia uma concetração das populações, serviços e agentes económicos em torno das cidades do Porto, Coimbra e Lisboa, sendo que as duas primeiras atrairiam a população de cidades médias do Interiore até do Litoral, onde se registaria uma diminuição da população, face a este “tricentrismo". O Interior ficaria profundamente desertificado, sendo que as suas populações teriam uma grande tendência para se deslocar para Espanha, fazendo com que Trás-os-Montes e a Beira Interior passassem a interligar-se com as regiões espanholas da Galiza e Castilla y León, formando novas “Euro-Regiões".

4-Modelo Policêntrico. Segundo os geógrafos e professores de Geografia, é no reforço deste modelo que reside um futuro mais harmonioso e equilibrado para Portugal. A população distribuir-se-ia mais uniformemente entre o Litoral e o Interior, criando-se eixos urbanos de cooperação entre cidades, que têm como base as 7 Regiões:

*Entre-Douro e Minho:
Área Metropolitana do Porto-Braga-Viana do Castelo-Penafiel;

*Trás-os-Montes e Alto Douro:
Vila Real-Régua-Lamego (Douro)
Chaves-Mirandela-Bragança (Alto Trás-os-Montes;

*Beira Litoral:
Aveiro-Ílhavo-Vagos (Baixo Vouga)
Coimbra-Figueira da Foz-Cantanhede-vilas da Serra da Lousã (Baixo Mondego)
Tondela-Viseu-Mangualde (Dão)

*Beira Interior:
Guarda-Belmonte-Covilhã-Fundão-Castelo Branco

*Estremadura e Ribatejo:
Área Metropolitana de Lisboa-Península de Setúbal
Caldas da Rainha-Peniche (Oeste)
Abrantes-Tomar-Entroncamento (Médio Tejo)
Santarém-Cartaxo-Almeirim (Ribatejo)

*Alentejo
Portalegre
Elvas
Évora
Beja
Sines-Santiago do Cacém

*Algarve
Portimão-Lagoa
Faro-Loulé-Olhão-São Brás de Alportel

Enquanto que os cenários 1 e 2 serão consequência natural da continuação da situação centralista e bicéfala actual, e levarão ao acentuar dos desequilíbrios entre as diferentes regiões do país, e a uma morte anunciada do Interior, o cenário 3
levará a uma litoralização excessiva da população, particularmente em torno das 3 maiores cidades do país, pelo que os desequilíbrios continuarão a existir e a acentuar-se as desigualdades entre o Litoral desenvolvido e o Interior desertificado, que, esquecido por Portugal, se tenderia a articular com a Espanha autonomizada, enquanto que o cenário 4 levaria ao atenuar dos desequilíbrios existentes no nosso país, contribuindo para uma coesão entre as diferentes regiões, do Norte, Sul, Litoral e Interior.
Está nas mãos dos portugueses e dos políticos em particular, esta opção: ou continuam a teimar com o centralismo; ou cedem aos interesses do Porto e avançam com esta regionalização de fantoches, ou então apostam a sério em Portugal e têm a coragem necessária para fazer o que é necessário: dividir o país em 7 regiões, com serviços distribuídos pelas suas cidades médias, e dar-lhes um grau de autonomia que lhes possibilite decidir realmente o seu futuro, sem estarem dependentes de pólos centralistas para tal. Haja coragem.

(comentário publicado em www.regioes.blogspot.com)
PS: Vivi durante alguns anos em Paços de Ferreira. Acho inadmissível a introdução de portagens na A42 e A41 sem que haja alternativas dignas desse nome. É incrível a lata destes governantes, que só têm coragem de mexer no que não lhes afecta. E se metessem portagens no IC19??

----- -------- AUTHOR: ptolo TITLE: as regiões são feias BASENAME: as_regioes_sao_feias DATE: Fri, 23 May 2008 01:26:05 +0000 STATUS: publish PRIMARY CATEGORY: NOTAS CATEGORY: TAGS: ----- BODY:

No mapa aí em baixo, o meu Portugal idealizado é o da direita. O da direita!!! Acabei de perceber que, sim!, o da esquerda é vinte milhões de vezes mais bonito. Certamente, terá sido esse o raciocínio do primeiro centralista. Regiões? Nahhh. Isso dá um mapa feio que dói. Nahhh nahhh. Mapa bonitinho, assim é melhor. Zinho. Zão. Não interessa. O mapa vale por si.

----- --------