Bye bye, tristeza

Ninguém aqui é puro, anjo ou demônio,
nem sabe a receita de viver feliz
Não dá pra separar o que é real do sonho,
e nem eu de você, e nem você de mim (bis)

Eu não tô aqui pra sofrer,
vou sentir saudade pra quê,
quero ser feliz
Bye bye, tristeza, não precisa voltar
(bis)

Já sei errar sozinha sem pedir conselhos,
se eu sofrer quem é que vai chorar por mim
Já sei olhar pra mim sem precisar de espelhos,
não me diga que não, e nem diga que sim(bis)

Eu não tô aqui pra sofrer,
vou sentir saudade pra quê,
quero ser feliz
Bye bye, tristeza, não precisa voltar
(bis)

Bye, bye tristeza, magnífica música de Sandra de Sá

Quebrar

Quebrar cinturas.

Quebrar fronteiras.

Quebrar corações.

Quebrar cabeças.

Nada - e digo nada - se parece com isto.

Madame Satã

Ontem fui ao cinema com os alunos (bom, realmente com a aluna, porque o resto nem apareceu) ver Madame Satã em versão original legendada. Depois de ter-lhes posto Cidade de Deus em aulas, tenho a impressão de ser o professor mais politicamente incorrecto do mundo. Mas valeu a pena. O filme é dos que mareiam. A personagem das que apaixonam. Lindo. Hoje cheguei a casa e fui ver a página oficial do filme. Alucinei.

<< 1 ... 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 ... 47 >>