Liberdade

Deixei de fazer um importante trabalho, carregando outras pessoas com ele. Deixei de fazer porque esqueci, sinceramente. Sinto-o muito por eles, e isso tento, inutilmente, comunicar-lhes. Mas esquecer isso foi do mais inteligente que fiz ultimamente, por raro que pareça. Alegro-me por mim. Liberdade, hóstia, liberdade.

borboletas

este esvarar de areia sobre as costas

estes finos tremores no interior do braço

este formigueiro no peito feito de coração

este dançar das borboletas na barriga

são as carícias que colho das ausências

é a minha forma de fazer-te o amor

mas na distância

Crise

Domingo. Acordo à seis e meia da manhã, nervoso. Há alguma coisa que me preocupa. Até o de agora estive a lembrar, a retomar caminhos que já tinha seguido. Mas acordo inseguro agora, há apenas uns minutos, porque percebo que há algo que não superei nunca. E não sei se me sinto capaz de afrontá-lo agora. Acho que não. E não sei se me vejo capaz de afrontá-lo algum dia. Acho que sim. Mas não é algo que possa afrontar sozinho. Não é apenas a mim que me atinge (- ou sim? -). Acho em falta um abraço. Se tu estivesses aqui, isso resolveria tudo. Mas não estás, e em lugar disso, vou outra vez à praia. O ar limpo e frio do mar a estas horas é mais fácil de respiar.

<< 1 ... 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 ... 47 >>