Festa da cerejeira em flor
Festa da cerejeira em flor

Como poderia dormir
nesta noite de lua?
Venham amigos,
cantemos, dancemos
durante toda a noite.

Estiro o meu corpo
por baixo do céu imenso
levemente bêbado:
sonhos esplêndidos
por baixo da cerejeira em flor.

Colho rosas selvagens
em campos cheios
de rãs que coaxam.
Deixo-as a flutuar no saké
e desfruto de cada minuto.

Tradução do inglês a partir do trabalho de John Stevens. Dewdrops on a Lotus Leaf - Zen Poems of Ryôkan, Shambala, 1993, USA. O título é meu.

(Ryôkan)

deseja-me sorte
deseja-me sorte

uma teia de aranha recém feita
chamando
como uma vela
em meio da janela aberta
e cá está ele
o pequeno mestre
a navegar
num fio de leite
deseja-me sorte
almirante
há muito tempo que não
acabo nada

Original do texto e do desenho em Book of Longing, Penguin Poetry, 2007. ISBN. 978-0-141-02756-2 .

(Leonard Cohen)

A desfrutar de vinho de arroz com o meu irmão mais novo Yoshiyuki

O irmão mais velho e o mais novo outra vez juntos,
mas não somos os dois que temos densas sobrancelhas brancas.
É tempo de paz e de alegria no mundo,
e dia após dia embebedamo-nos como malucos!

****

Neste mundo
se um houvesse
com tal disposição -
podíamos passar a noite
a falar na minha cabana.

Tradução do inglês a partir do trabalho de John Stevens. Dewdrops on a Lotus Leaf - Zen Poems of Ryôkan, Shambala, 1993, USA. O título é meu.

(Ryôkan)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 ... 47 >>