às vezes penso isto

    • Aquilo que sou não é derrota nem fracasso daquele que creio que sou. (20-02-2014)
    • Os esqueletos não têm sexo, mas na mesma fazem amor quando nós fazemos. (20-10-2012)
    • Salvação é uma palavra gorda e avelhentada. (23-09-2012)
    • Comemos com a fome dos nossos avós. /  Estudamos com a vontade de aprender / dos nossos pais. Será... (19-07-2012)
    • A realidade é a memória da existência (26-05-2012)
    • Decir ‘amor’ es fácil, pero expresarlo… (19-05-2012)
    • É difícil seguir a natureza, mas continuá-la é inevitável. (10-05-2012)
    • A verdadeira compreensão é uma expressão (11-04-2012)
    • Esta euforia não me pertence (18-03-2012)
    • nem o amor nem deus nem a beleza: nada que eu crie é maior que eu próprio (11-03-2012)

powered by b2evolution free blog software
A pergunta de Layton

Cada vez que lhe digo
o que tenciono fazer a seguir,
Layton solenemente inquire:
Leonard, tens certeza
que estás a fazer o incorreto?

Ilustração: retrato do poeta Irving Layton por Leonard Cohen. Original do texto e do desenho em Book of Longing, Penguin Poetry, 2007. ISBN. 978-0-141-02756-2 .

(Leonard Cohen)

Diversão

É muito mais divertido
acreditar em D_us.
Tens que experimentar alguma vez.
Tenta agora
e descobre se sim
ou não
D_us quer que tu
acredites nele.

Original em Book of Longing, Penguin Poetry, 2007. ISBN. 978-0-141-02756-2

(Leonard Cohen)