Abr14

Jornadas Revolucionárias no Lume!

Posted by C.S. Lume! on 14-04-2012  ~  Posted in: ATIVIDADES  ~  Enviar comentário »


O Centro Social Lume! tem a gratitude de acolher, umhas Jornadas Revolucionárias para os próximos dias 23 e 24 de abril, onde contaremos coa presença de Carlos Casanueva (militante do PC do Chile e secretário-geral do Mov.Continental Bolivariano -MCB-) e de Jorge Beinstein (economista marxista argentino).

* Segunda-feira dia 23 às 20h30, Casanueva falará da "Revoluçom Bolivariana e a luita revolucionária na América Latina". Posteriormente teremos umha Ceia de confraternizaçom que terá como ementa: empada, kapusta (carne com repolo) e iogurte, por um preço de 10€. Reserva ligando no 622.545.490 ou bem, escreve-nos: centrosociallume@gmail.com

* Terça-feira dia 24 às 20h30, Beinstein falará das "Perspetivas da crise capitalista e o combate popular".

jornadas revolucionárias

Agardamos a vossa presença nestas jornadas revolucionárias, estades todas convidadas!
Segue lendo, poderas ler umha breve biografia de Casanueva e Beinstein:

Continua:


* Carlos Casanueva Troncoso.

Nasceu em 1966 em Talca, no Chile. Internacionalista, professor de História. Militante do Partido Comunista do Chile, fai parte na clandestinidade da resistência à ditadura de Pinochet entre 1984 e 1990.

Membro do Comité Central do PCCH durante o período 2006-2010 como parte da Comissom de Relaçons Internacionais. Foi secretário político do Comité Regional do PCCH na cidade de Arica, Chile, de 2006 a 2008 onde presidiu a Federaçom de Estudantes da Universidade de Tarapacá (FEUT).

Assesor da concelharia municipal de Arica entre 2006 e 2007 e diretor de meio ambiente em 2007. Assessor da Presidência Alterna do Parlamento Latino Americano (PARLATINO), Caracas, Venezuela entre 2008 e 2010. Professor de Geopolítica na Universidade Bolivariana da Venezuela em 2009 e 2010. Coordenador Internacional dos Guardians Latino-americanos pola Defesa do meio ambiente do PARLATINO entre 2007 e 2010. Atualmente é assessor no Municipio Girardot, Maracay, Estado de Aragua, Venezuela.

Tem participado em diversos foros, seminários e congressos na América Latina. Forma parte da equipa de redaçom da revista Tiro al Blanco da República Dominicana e da Rosa blindada na Argentina. Membro fundador em 2003 do Movimento Continental Bolivariano -MCB-, atualmente exerce as funçons de secretário-geral.


* Jorge Beinstein.

Nasceu em 1943 em Buenos Aires, Argentina. Doutor de Estado em Ciências Económicas pola Universidade de Franche Comté–Besançon, especialista em pronósticos económicos, tem sido durante os últimos vinte e cinco anos consultor de organismos internacionais e governos.

Dirigiu numerosos programas de investigaçom e foi titular de cátedras de economia internacional e prospetiva tanto na Europa como na América Latina.

Atualmente é professor titular das cátedras livres "Globalizaçom e Crise" da Universidade de Buenos Aires e "Prospetiva económica mundial" do doutorado da Universidade Nacional de La Matanza (Argentina), e Diretor do Centro Internacional de Informaçom Estratégica e Prospetiva (CIIEP) da Universidade Nacional de La Plata, Argentina.

Entre 1986 e 1998 foi titular da Cátedra de História económica mundial da Universidade Nacional de La Plata, Argentina, e nessa altura fundou o Centro de Estudos e Investigaçons Multidisciplinares em Inovaçom, Tecnológica e Prospetiva (Cemitep), e dirigiu o Programa de Prospetiva da Comissom Latino-americana de Ciência e Tecnologia do SELA (Sistema Económico Latino-americano).

Ativista da esquerda revolucionária e internacionalista, fai parte da presidência Coletiva do Movimento Continental Bolivariano -MCB-. Tem umha produçom de mais de um milhar de textos em publicaçons científicas internacionais e de divulgaçom em meios de difusom massiva.

Entre as mais recentes obras, destacamos:
Crónica de la decadencia. Capitalismo global 1999-2009. Buenos Aires, Cartago Ediciones, 2009.
Comunismo del siglo XXI. De la decadencia de la sociedad burguesa global a la irrupción del post capitalismo revolucionario. Caracas. Ediciones Trinchera, 2011.