Associa-te

    Apoia-nos

    Revista A Malha Nº 1

    Defendamos o Minho

          Busca

        Palestra e apresentaçom

        09-01-21

        O sábado 16 de janeiro, às 12h00 , Ceivar apresentará o livro e a exposiçom fotográfica de Ceivar "18 anos dando-lhe à Cisalha" com a presença de Afonso Garcia.
        Afonso é um d@s 12 independentistas encausad@s na Operaçom Jaro que finalmente fôrom absolt@s. Aproveitaremos para conhecer como viverom e analisam este processo repressivo.
        Nom o perdades!

        Escrito ?s 13:39:00 nas castegorias: album
        por SCMadiaLeva   , 52 palavras, 76 views     Chuza!
        Video resumo do 2020

        08-01-21

        Preme na imagem para ver o video na nossa canle de youtube

        Escrito ?s 13:03:00 nas castegorias: album
        por SCMadiaLeva   , 12 palavras, 8 views     Chuza!
        19 de dezembro .Volta o Apalpador!

        16-12-20

        O CS Mádia Leva junto com a Semente Lugo, a Mesa pola normalización Linguística, A Volta do Agro, Cántigas e Frores, Troupelear, Asoc. socio-educativa Antonio Gandoy, apresentamos neste mês de dezembro, com a colaboraçom da Concelharia de Cultura de Lugo, a Deputaçom de Lugo, as Librarias Trama e Biblios e a Biblioteca Pública Municipal de Lugo e Alibós, os atos de bem-vinda do Apalpador mais um ano.

        Será na tarde do sábado 19 de dezembro com ruadas desde o casco velho e a praça da Milagrosa a partir das 17h00 que confluem no auditório Gustavo Freire onde tomaremos todas as medidas de higiene e controlo de capacidade. É por esta razom que há que reservar entrada entradaslugo.es O ato é de balde.

        A apertura de portas será às 18h e as atuaçons a partir das 18h30 com:

        -Cantigas e frores e A volta do agro
        -Troupeleando coas Cantigas de Nadal
        -Apresentaçom e chegada do Apalpador

        Escrito ?s 21:11:00 nas castegorias: album
        por SCMadiaLeva   , 154 palavras, 130 views     Chuza!
        As tuas compras de Natal...melhor nos centros sociais

        12-12-20

        Nestes tempos de pandemia os centros sociais temos dificultades para fazer frente a todos os gastos. É por isso que fazemos um chamamento a que neste Natal apoies o nosso projeto comprando o material que editamos já que é umha parte do nosso financiamento.
        Nestas datas abrimos de segundas-feiras a sextas-feiras em horário de 19h30 a 21h00 (terças e quartas até às 22h30) Temos para a venda dúzias de produtos de diferentes colectivos que poderám ser ideais prendas de Apalpador. Poderedes escolher entre música, livros, roupa, colantes... Comprando estes produtos (que nom encontraredes nas lojas dos centros comerciais) estaredes adquirindo óptimos presentes e ajudando a manter vivos muitos projectos galegos que precisam da vossa ajuda.

        Escrito ?s 13:37:00 nas castegorias: material, album
        por SCMadiaLeva   , 115 palavras, 74 views     Chuza!
        Manifesto Aldeias com Horizonte

        23-11-20

        Partilhamos manifesto em contra da depredaçom do território co negócio eólico que vimos de assinar como coletivo. Podes ler completo nesta ligaçom

        Escrito ?s 12:22:00 nas castegorias: album
        por SCMadiaLeva   , 22 palavras, 138 views     Chuza!
        Homenagem e oferenda floral pola I Assembleia Nacionalista

        11-11-20

        O Centro Social Mádia Leva! homenageamos na próxima quarta-feira (martes) 18 de Novembro às 20h00 diante do hotel Méndez Núñez o 102 aniversário da primeira "Asemblea Nazonalista" celebrada na nossa cidade.
        O ato contará com todas as medidas sanitárias.

        Podes ler o comunicado completo do ato na secçom esquerda do blogue

        Escrito ?s 23:13:00 nas castegorias: album
        por SCMadiaLeva   , 49 palavras, 88 views     Chuza!
        Celebramos o Samaim...

        01-11-20

        O 31 de outubro/ 1 de novembro na Galiza é data de celebraçom desde tempo imemorial. A cristianizaçom converteu a tradiçom celta na festa dos Defuntos ou de Todos os Santos. Assim chegou até nós, o que em Irlanda chamam Samhain, a festa do ano novo celta. Muitos dos rituais pagãos conservarom-se como os magustos ou a talha das cabaças.
        Temos umha longa tradiçom que desde fai uns anos estamos a recuperar como povo.

        Escrito ?s 11:43:00 nas castegorias: album
        por SCMadiaLeva   , 72 palavras, 114 views     Chuza!
        Operaçom Jaro , um ataque contra todas

        27-10-20

        Escrito ?s 18:30:00 nas castegorias: album
        por SCMadiaLeva   , 0 palavras, 64 views     Chuza!
        Comunicado dos centros sociais perante o juízo na Audiencia Nacional contra 12 independentistas galeg@s

        17-10-20

        Os Centros Sociais abaixo assinantes fazemos um chamamento à solidariedade e denúncia social ante a petiçom, por parte da fiscalia do Estado Espanhol, de 102 anos de prisom para as 12 pessoas processadas na Operaçom Jaro I e II, assim como a ilegalizaçom das 2 organizaçons implicadas: Causa Galiza e Ceivar. De novo, as forças repressivas do Estado Espanhol, na sua mania persecutória de aniquilar todo quanto atente contra os seus interesses neoliberais e centralistas enraizados baixo a sombra ideológica do franquismo, criminaliza a solidariedade e a luita polos direitos políticos e sociais de todo um povo, inclusive o seu direito de autodeterminaçom -direito legítimo recolhido na DDHH-, coa escusa de servir ambas organizaçons de cobertura e enaltecimento do "terrorismo galego".

        Os Centros Sociais nom somos alheios a estas dinámicas repressivas. Nos últimos anos fomos asaltadas, saqueadas e incorporadas às diferentes campanhas de criminalizaçom contra o independentismo galego saídas das cloacas do estado e que contarom com a inestimável colaboraçom dos meios de (des)informaçom.

        A pantasma "Resistência Galega" nom deixa de ser um invento de pesadelo infundado na sociedade através da complicidade dos médios de (des)informaçom para irradiar inseguridade e ódio e poder, assim, justificar as suas actuaçons de "orde e seguridade cidadá nacional" contra quem defende e luita pola liberdade e a justiça social e os direitos dos povos. A defensa da terra nom deberia ser delito, se nom um direito de todas ante a especulaçom, manipulaçom e violência que, dia a dia, recebemos da mao e baixo o controlo das elites políticas e económicas para satisfazer os seus interesses. Por isso cumpre solidariedade social, porque a defensa dos interesses de todas é de responsabilidade e compromisso de todas. Porque nom podemos permitir que os nossos direitos sigam sendo pisados.

        Nom podemos deixar que o nosso direito de organizaçom para a denúncia e açom social ante o abandono, repressom e espólio no que se atopa a nossa terra seja castigado.

        Porque se tocam a umha, tocam a todas.

        Centro social A Gentalha do Pichel (Compostela).

        Fundaçom Artábria (Ferrol)

        Colectivo Terra (Pontedeume)

        Centro social Gomes Gaioso (Corunha).

        Centro social Mádia Leva! (Lugo).

        Centro Social Xebra (Burela)

        A.C. A Galleira (Ourense)

        Centro social O Quilombo (Ponte Vedra).

        Centro social Fuscalho (Guarda).

        Centro social Faísca (Vigo).

        Centro social A Revolta (Vigo)

        CSA A Cova dos Ratos (Vigo)

        A Casa Colorida (Nigrám)

        Escrito ?s 00:18:00 nas castegorias: album
        por SCMadiaLeva   , 386 palavras, 115 views     Chuza!
        Manifestaçom nacional. Todas frente a Jaro.

        14-10-20

        Vimos de assinar junto com outras organizaçons e coletivos o Manifesto Muro Cidadão contra a Repressom

        As organizaçons abaixo assinadas, perante o juízo político que terá lugar na Audiência Nacional espanhola nos próximos dias 19, 20 e 21 de outubro contra 12 independentistas galegas e galegos, manifestamos:

        1. Que este juízo é um atentado contra o direito de associaçom política e a liberdade de opiniom e expressom do povo galego. A pretensom de encarcerar doze pessoas com condenas que vam de 4 a 12 anos de prisom e ilegalizar ou dissolver Causa Galiza e Ceivar ?ambas com umha atividade pública e legal contrastadas?, é um ataque sem precedentes na Galiza à democracia e ao pluralismo político.

        2. Que, de sairem adiante, as ilegalizaçons criariam um gravíssimo precedente jurídico que, no futuro, poderia ser de aplicaçom a qualquer tentativa de organizaçom da política independentista ou da solidariedade frente à repressom.

        3. Que opinamos que toda pessoa e organizaçom que se considere democrata deve situar-se publicamente frente a esta montagem policial, política e judicial.

        4. Que exigimos o arquivo imediato da causa, a cessaçom imediata deste tipo de operativos contra o independentismo galego, e um marco real de liberdades democráticas e direitos civis que possibilite o seu exercício pleno. Trabalhar pola independência da Galiza, defender os direitos das independentistas presas e presos ou rememorar episódios da nossa história nacional nom pode ser nunca considerado delito.

        5. Que, por último, apelamos à sociedade galega e aos agentes e coletivos sociais, sindicais e políticos que a vertebram a levantar um muro de solidariedade e denúncia frente a este juízo político que atenta contra os direitos civis e as liberdades democráticas de todas e todos.

        Na Galiza, em 12 de outubro de 2020

        Mais informaçom sobre a campanha aqui

        Escrito ?s 18:49:00 nas castegorias: album
        por SCMadiaLeva   , 281 palavras, 60 views     Chuza!

        1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 ... 122 >>

          madialeva.gz@gmail.com
          Rua Serra de Ancares 18
          Horário
          De segundas-feiras (luns) a sextas-feiras (venres) de 19h30 a 22h30
          CIF:G-27360825
            powered by b2evolution free blog software