X aniversário

    Cursos 2016-2017

    Novidades

    Revista Nº 25

    Defendamos o Minho

          Busca

        Fim de semana de solidariedade e memória histórica

        24-04-17

        O passado sábado 22 de abril participavamos no ato em homenagem aos "Manueles" em Mesia, na memória de três guerrilheiros antifranquistas Manuel Ponte Pedreira, Manuel Diaz Pan e Manuel Rodríguez "el Astutriano". E na manhá do domingo 23 acudimos a manifestaçom em Compostela polas liberdades democráticas e o arquivo da causa contra nove independentistas galegas/os.
        A seguir podes ler a nossa intervençom em Mesia.

        Full story »

        Escrito ?s 13:58:00 nas castegorias: album
        por SCMadiaLeva   , 701 palavras, 45 views     Chuza!
        Manifesto Abrolhar

        08-04-17

        http://picasion.com/

        O dia 17 de abril às 20h30 no centro social haverá assembleia aberta comarcal para difundir a convocatória de manifestaçom contra a persecuçom estatal do independentismo.

        Escrito ?s 12:46:00 nas castegorias: album
        por SCMadiaLeva   , 25 palavras, 179 views     Chuza!
        Obradoiro de pandeiro vegano

        08-04-17

        Anunciamos novo obradoiro de pandeiro quadrado vegano. Celebrará-se em maio, no sábado 6 ou no 14,de 10h00 a 14h00 e de 16h00 a 19h00.Será ministrado por Ricardo Casás quem construe 'pandeiros veganos' empregando materiais reciclados. Já tem feito vários cursos realizado varios cursos ensinando a fazer este tipo de pandeiros, um jeito limpo e barato e que vai acorde coas formas e o sentido da música tradicional. Ricardo é gaiteiro, percusionista e saxofonista co grau superior no conservatório de jazz na Corunha.

        Preço 17 (15 sóci@s do Mádia Leva!) Informaçom e inscriçons: 652044051

        Escrito ?s 12:44:00 nas castegorias: cursos, album
        por SCMadiaLeva   , 89 palavras, 57 views     Chuza!
        Ciberactivismo e feminismo. Sessom grupo de estudos.

        06-04-17

        Nova sessom do grupo de estudos celebrará-se esta sexa-feira dia 7 às 21h30 no Ateneo Libertário A Engranaxe. Ciberactivismo e Feminismo. Em colaboraçom co coletivo Translurpies

        Escrito ?s 10:00:00 nas castegorias: grupo de estudos, album
        por SCMadiaLeva   , 25 palavras, 28 views     Chuza!
        Lugo, onde prendeu a faísca.

        27-03-17

        O próximo sábado 1 de abril às 19h30 na Praça dos Mártires de Carral celebraremos um ato conjunto em memória dos feitos acontecidos em 1846 , a revoluçom galega que rematou começou em Lugo e rematou coas execuçons em Carral dos sublevados. Depois haverá umha festa no centro social.

        Escrito ?s 20:26:00 nas castegorias: album
        por SCMadiaLeva   , 46 palavras, 169 views     Chuza!
        Novas datas grupo de estudos. Foda-se Google.

        20-03-17

        Continuamos co ciclo de debates que demos em chamar "Foda-se Google" agora co bloco II e bloco III. Nos dias 24 de março e 7 de abril celebraremos mais duas sessons que organizamos co Ateneo Libertário A Engranaxe.

        -A sexta-feira 24 de março às 21h30 haverá um obradoiro prático sobre os perigos da rede e conheceremos algumhas ferramentas para proteger a nossa privacidade e melhorar a segurança nas comunicaçons pola internet. No obradoiro participará Miguel Garcia de Bitnós Será um pequeno achegamento mas de grande interesse para quem se queira iniciar no tema.
        Depois do obradoiro haverá umha ceia-debate. Esta sessom celebrará-se no local de Mádia Leva! na rua Serra de Ancares 18.

        -A sexta-feira 7 de abril às 21h30 faremos um debate sobre ciberativismo e feminismo. fará-se em colaboraçom co coletivo transfeminista Translurpies. Em breve disponibilizaremos os textos para estes debates. Haverá também ceia-debate. Esta sessom celebrará-se no local de A Engranaxe na rua Rio Sil 52.

        Escrito ?s 16:57:00 nas castegorias: grupo de estudos, album
        por SCMadiaLeva   , 152 palavras, 147 views     Chuza!
        X Aniversário. 2007-2017 Dez ano de independência.

        20-03-17

        X Aniversário. Dez anos de independência.
        Um ano depois de termos criado o Mádia Leva!, publicavamos umha editorial na nossa primeira revista co título "Quem dixo que nom merecia a pena?" Nesse artigo enumeravamos as muitas atividades que tinhamos feito em só um aninho. Hoje , com dez anos às costas, o relatório cronológico ocuparia umhas quantas páginas.
        Dez anos de independência, porque erguemos neste tempo a bandeira da Galiza ceive que sonhamos. Também pola nossa capacidade para fazer o que queriamos por nós mesmas sem o apoio de qualquer instituiçom e co silenciamento dos médios locais. Nom envejamos esse funcionamento, acreditamos na autogestom. Graças a ela vivemos muitas boas experiências boas como montar o nosso posto no festival de Pardinhas todos estes anos. O que começou como um jeito de financiamento logo se convertiu num ponto de encontro da nossa gente.
        Também trabalhamos por impulsionar a organizaçom do povo, intervir naqueles conflitos locais que entendemos afetam a todas, porque a nossa aposta é cultural mas também política.
        Muitos esforços dedicamo-los a abrir e manter o centro social, primeiro na rua Amor Meilam que nos levou um verao intenso de trabalhos para inaugurar em setembro de 2007. Estivemos nele até janeiro de 2012. No mês seguinte, o 14 de fevereiro inauguramos o atual local na rua Serra de Ancares. Dez anos nos que mantivemos aberto um espaço de construçom nacional coas nossas maos e o nosso trabalho e luita militantes. Um espaço que também serviu ao movimento associativo comarcal.
        Defendemos a nossa língua e luitamos por umha Galiza na que poidamos viver no nosso idioma. Para isso esta o nosso espaço servindo a normalizaçom do galego. Reconhecemos os nossos vínculos coa lusofonia e empregamos o galego reintegrado recolhendo o legado doutros coletivos locais reintegracionistas como Alto Minho e doutros centros sociais da Galiza.
        Mas o nosso espaço sempre foi a rua, apoiando os conflitos em defesa da Terra que se derom nesta comarca como o das obras no Parque Rosalia, a luita contra a megaminaria ou o mais recente do dique no rio Minho. Somos um coletivo feminista, combatemos atitudes machistas tanto fora como dentro do coletivo. Somos também um espaço de reflexom, criando o grupo de estudos para melhorar a nossa formaçom.
        Somos positivos e optimistas embora aos embates soubemos seguir em pé. Em dez anos conhecimos gente boa e aprendimos o verdadeiro valor da solidariedade. Temos a Antom e Maria na cadeia dispersados desde 2011, muitas companheiras do nosso coletivo sofrerom repressom polo seu compromisso co país, isso marcou-nos mas nunca nos escondimos.
        Continuamos dez anos depois criando coletivamente umha realidade alternativa. Para nós o centro social é um lugar para produzir encontros emocionais, de cara a cara, um lugar que nos compromete, no que sementamos a irmandade. Contruimos um pequeno contra-poder, umha escola para aprender juntas práticas de resistência frente ao deserto que significam Espanha e o capitalismo.
        Seguiremos fazendo por nós mesmas

        Escrito ?s 16:44:00 nas castegorias: album
        por SCMadiaLeva   , 481 palavras, 56 views     Chuza!
        Curso de língua 18 e 19 de março.

        15-03-17

        Dias 18 e 19 de março.Curso intensivo de galego ministrado por Eduardo Maragoto, presidente de AGAL e mestre de português na Escola Oficial de Idiomas de Compostela.Preço 18 sócias e 20 nom sócias. Inscriçom prévia madialeva.gz@gmail.com

        Escrito ?s 11:46:00 nas castegorias: cursos, album
        por SCMadiaLeva   , 32 palavras, 77 views     Chuza!
        Novo juízo por defender o rio.

        06-03-17

        A próxima sexta-feira,dia 10 de março às 9h30 , terám que apresentar-se nos julgados nove ativistas da Plataforma Lugo Cara o Miño. De novo a nossa solidariedade estará presente.

        Escrito ?s 11:45:00 nas castegorias: album
        por SCMadiaLeva   , 27 palavras, 97 views     Chuza!
        Teatro: Agorafobia - Parálise sobre o medo.

        23-02-17

        O dia 10 de março o Teatro do Pichel apresenta a obra Agorafobia - Parálise sobre o medo
        Na sua quarta montagem o Teatro do Pichel, aborda um texto da dramaturga contemporanea Clara Gayo. Umha inmolaçom dos pânicos de nove pessoas autoexiladas num piso de espaços pouco definidos. Umha exposiçom do medo como fronteira onde nada se move, nem mesmo o péndulo do relógio. Malia todo as exiladas seguem caminhando por riba de vidros, brasas, ou ruínas. Um caminho impossível cara dentro, na espera de encontrar muros protectores e acomodar-se na parálise.

        Sexta 10 de março às 21h no nosso centro social.Rua Serras de Ancares 18, Lugo.
        Entradas 3 euros para associadas. 4 para nom associadas.
        Informaçom e reservas 636525497.

        Escrito ?s 18:34:00 nas castegorias: album
        por SCMadiaLeva   , 113 palavras, 155 views     Chuza!

        1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 ... 100 >>

          madialeva.gz@gmail.com
          Rua Serra de Ancares 18 Horário De segundas-feiras (luns) a sextas-feiras (venres) de 19h30 a 22h30 CIF:G-27360825
              powered by b2evolution free blog software