Recomendaçons

    Revista Nº 16

    Dicionário e-Estraviz

    Pesquisa no e-Estraviz


    Busca

Categoria: album

Apresentaçom novo curso de tamboril e bombo tradicional.

25-03-15

A próxima segunda-feira, 30 de março às 20h00.

Escrito às 10:02:08 nas castegorias: album
por SCMadiaLeva Email , 7 palavras, 40 leituras   Portuguese (PT)   Chuza!
A Volta dos Nove será o 16 de abril

21-03-15

A projecçom do documentário A Volta dos Nove será finalmente o dia 16 de abril e nom o 26 de março como tinhamos anunciado no cartaz das actividades deste mês. A projecçom assistirám membros do colectivo o Faiado da Memória.

Escrito às 13:20:07 nas castegorias: album
por SCMadiaLeva Email , 38 palavras, 61 leituras   Portuguese (PT)   Chuza!
Apresentaçom "De vida ou morte" com Maria Castelo.

10-03-15

Esta sexta-feira dia 13 às 20h30.

Escrito às 13:52:09 nas castegorias: album
por SCMadiaLeva Email , 5 palavras, 155 leituras   Portuguese (PT)   Chuza!
Homenagem a Begoña Caamaño na manifestaçom de ontem.

09-03-15

Escrito às 16:30:35 nas castegorias: album
por SCMadiaLeva Email , 0 palavras, 48 leituras   Portuguese (PT)   Chuza!
Jantar e charla coa Asociación de Amigos do Entroido Ribeirao.

02-03-15

Depois da boa acolhida que nos derom no entruido em Chantada, ficamos com ganhas de mais. É por isso que o vindeiro sábado dia 7 de março organizamos um jantar e posterior charla na que conhecer melhor e mais em profundidade este entruido da mao dumha associaçom que leva anos trabalhando por recuperar e manter o espírito da festa.
O jantar começa às 14h00 e é preciso anotar-se (preço 10 euros), a charla começará sobre às 16h00.

Escrito às 17:35:40 nas castegorias: album
por SCMadiaLeva Email , 75 palavras, 155 leituras   Portuguese (PT)   Chuza!
Itziar Ziga apresenta "Malditas" o 21 de fevereiro.

19-02-15

O sábado 21 de fevereiro às 20h00 como parte do roteiro por Galiza a escritora feminista Itziar Ziga estará no centro social Mádia Leva! apresentando o seu último trabalho: 'Malditas: umha estirpe transfeminista'.

Un livro de vidas escrito para negar essa história única do feminismo na que as mulheres mais oprimidas tenhem um papel secundário e passivo. Mulheres pretas, anarquistas, transexuais, lesbianas e pobres de todos os tempos consagrarom a sua vida a umha luita feminista radical que nom só combatesse a opressom de género senom todas as opressons que atravessarom as suas vidas. Valerie Solanas, Sojourner Truth, Sylvia Rivera, Louse Michel, Anne Sprinkle, Olympe de Gouges, Kathleen Hanna e Laura Bugalho pertencem a umha estirpe bastarda, dispersa e guerreira que Itziar Ziga quere agrupar, analisar e conjurar para produzir umha genealogia política e emocional que empodere às atuais guerreiras e malditas.

Escrito às 13:41:41 nas castegorias: album
por SCMadiaLeva Email , 141 palavras, 280 leituras   Portuguese (PT)   Chuza!
Fotos no entruido ribeirao

19-02-15


Despedimos onte entruido cumha gostosa foliada no local, demostrando as boas maneiras do pessoal que participa nos nossos cursos e aqui deixamos também algumhas imagens do nosso passo por Santiago de Arriba para desfrutar como picaros e picaras do entruido ribeirao. Desde aquí vaia o nosso agradecimento pola boa acolhida que nos derom.

Escrito às 13:04:12 nas castegorias: album
por SCMadiaLeva Email , 53 palavras, 67 leituras   Portuguese (PT)   Chuza!
Visita ao entruido ribeirao.

11-02-15

Combina-se o dia 17 às 12h00 no centro social para sair em carros até Santiago de Arriba em Chantada. Prega-se confirmar antes do dia 14 para organizarmos os carros e para confirmar o jantar. Também cumpre avisar do número de crianças porque haverá um presente pra elas.

Escrito às 13:53:39 nas castegorias: album
por SCMadiaLeva Email , 45 palavras, 220 leituras   Portuguese (PT)   Chuza!
Aviso: a charla de hoje fica suspendida

05-02-15

Por culpa da nevarada a charla de hoje vai-se suspender até novo aviso, já que o companheiro Xose Manuel Seixas nom vai poder achegar-se hoje.

Escrito às 17:15:46 nas castegorias: album
por SCMadiaLeva Email , 25 palavras, 110 leituras   Portuguese (PT)   Chuza!
Comunicado do Mádia Leva! em relaçom a manifestaçom do 8 de fevereiro.

30-01-15

Publicamos o comunicado em apoio a manifestaçom da Plataforma Queremos Galego do próximo 8 de fevereiro.

O dia 8 de fevereiro sairemos mais umha vez em manifestaçom em Compostela na defesa do galego; “POLAS FILHAS DOS NOSSOS FILHOS”.

Resulta polo menos paradoxal ter que sair à rua na defesa do nosso idioma na nossa Terra.

Nom se pode consentir que o governo galego, o PP porque é quem governa agora, mas também o PSOE polos concelhos onde governa, nom tenham umha postura firme e a favor da língua galega.

É inaceitável que a RAG (Real Academia Galega), que deveria ser a máxima valedora da nossa língua, seja tam excessivamente prudente, por usar palavras amáveis, e admitir com derrotismo o final dramático, segundo palavras do seu Presidente, e irremediável do nosso idioma.

É umha burla que a Fundación Camilo José Cela, resgatada com fundos públicos da sua má administraçom, convoque um concurso literário para obras em espanhol.

É injusto e colonizador o Decreto polo que se reduce ou elimina o tempo de ensino em galego nas nossas aulas.

Curiosa coincidência com aquele outro 8 F do 2009, no que a organizaçom galegófoba Galicia Bilingüe convocou umha manifestaçom em Compostela em defesa do espanhol co apoio do PP, UPD e Falange Española. Depois daquela manifestaçom a justiça espanhola desatou umha caça de bruxas contra cidadaos e cidadás da Galiza por contramanifestar-se. O ano passado depois de vários adiamentos, celebrou-se o juízo político contra 12 pessoas para as que se pediam 45 anos e mais as penas económicas. A sentença reduziu essa petiçom a 11 anos para 6 pessoas, pena totalmente injusta e desproporcionada, por defenderem o uso do galego na Galiza. Diante disto só nos fica berrar “DEFENDER A LÍNGUA NOM É DELITO!!”.

O nosso país, Galiza, está afeito a sofrer agressons, na sua soberania, na sua economia, na sua industria, na sua pesca, na sua gadaria, nas suas aldeas e paróquias, no seu jeito de viver e de sentir, na sua cultura, no seu idioma.

Temos duas opçons, ou ficamos sentadas esperando a nossa fim como povo ou nos erguemos e colhemos o testemunho de todas as geraçons anteriores que luitarom para deixar-nos esta herdança que nom podemos nem devemos estragar; é a nossa obriga deixa-la e milhora-la às nossas filhas e aos seus filhos.

Escrito às 18:00:42 nas castegorias: album
por SCMadiaLeva Email , 376 palavras, 141 leituras   Portuguese (PT)   Chuza!

1 2 3 >>