O FACHO: Concurso literário de Contos de Nenos para Nenos

29-01-2016

CONCURSO LITERÁRIO DE CONTOS DE NENOS PARA NENOS CONVOCADO POLA AGRUPAÇOM CULTURAL O FACHO


Recuperados em 2008 os prémios literários que desde os anos sessenta convocou O FACHO e nos que participárom ou ganhárom muitos dos escritores e escritoras que hoje fam possível com a sua obra umha literatura galega de qualidade e de grande importância nas letras universais, realiza-se a convocatória para 2016 do Concurso Literário de "Contos de Nenos para Nenos"

BASES DO CONCURSO

1. Poderám participar rapazes e raparigas que pressentem as suas obras em Língua galega. Os trabalhos presenteados deveram ser originais e inéditos em toda a sua extensom.

2. O prazo de admissom de originais finaliza o dia 15 de Abril do 2015 às doce da noite.

3. A apresentaçom de originais para o Concurso fará-se por correio postal dirigido à Associaçom Cultural O FACHO, Apartado de Correios n.º 46, Oficina Principal. Podendo fazer individualmente ou por médio do centro onde curse os seus estudos.

4. No caso em que sejam os centros escolares os que pressentem os originais ao Concurso, deveram fazer umha pré-selecçom dum máximo de dous trabalhos por categoria, qualquer outro terá que ser apresentado individualmente.

5. As obras haverem de serem relatos originais e nom estarem editados por nengum procedimento impresso ou electrónico, nem terem sido premiados em qualquer outro concurso ou certame literário e em condiçons para que os seus direitos de publicaçom podam ser cedidos à Associaçom Cultural O FACHO por período de cinco anos contados a partir do dia do falho do júri.

6. Para além da originalidade literária, o júri valorizará a riqueza lingüística e o conhecimento gramatical reflectido nas obras. As obras presentadas deve estar escrita em língua galega em qualquer das três normas ortográficas (RAG, REINTEGRADO, LUSOFONO)

7. Estabelecem-se duas categorias:

Categoria A Nenos e nenas de 6 a 12 anos.
Categoria B Rapazes e raparigas de 13 a 16 anos.

8. As quantias dos prémios serám as que seguem:

Categoria A
1º: 200,.- ? em efectivo, e umha valiosa biblioteca doada por diversas editoriais.
2º: 100,.- ? em efectivo, e umha valiosa biblioteca doada por diversas editoriais

Categoria B
1º: 200,.- ? em efectivo, e umha valiosa biblioteca doada por diversas editoriais
2º: 100,.- ? em efectivo, e umha valiosa biblioteca doada por diversas editoriais

9. Cada autor só poderá apresentar umha obra atendo-se aos seguintes limites de extensom:

Categoria A Um máximo de cinco fólios
Categoria B Um máximo de dez fólios

10. As obras haverem de se apresentar por triplicado, manuscritas ou mecanográficas, encadernadas ou grampadas e levaram por detrás do último folio os seguintes dados:

Nome e apelidos do autor/a.
Endereço e telefone. Correio electrónico.
Centro onde cursa os seus estudos.
Categoria na que participa.

11. Os prémios serám escolhidos por um júri nomeado pola Associaçom Cultural O Facho em falho que se fará público no mês de Maio.

12. O júri poderá declarar deserto um ou vários dos prémios do concurso e será o que deverá resolver aquelas situaçons que se pressentem e que nom estejam contempladas nestas bases, assim como as dúvidas na sua interpretaçom.

13. A participaçom neste Concurso implica a aceitaçom das presentes bases.

Correio electrónico: o_facho_a_corunha@yahoo.com.br
Segue-nos em Facebook: Agrupación Cultural O Facho
Blogue:
http://agal-gz.org/blogues/index.php/ofacho/



Corunha, 27 de Janeiro 2016

O FACHO: Henrique Harguindey Banet - "Historia do nobre Ponto, rei de Galiza e de Bretanha"

27-01-2016

Agrupaçom Cultural O Facho
Apartado de Correios nº 46 O.P.
A Corunha

A Agrupaçom Cultural O Facho d?A Corunha convida-o assistir aos seus ciclos de palestras públicas do período 2015-16


Palestra


O vindouro dia 02 de Fevereiro, terça (martes), o professor, tradutor e escritor, Henrique Harguindey Banet falará dentro do ciclo, Língua, Literatura e Naçom. A sua charla versará sobre: "Historia do nobre Ponto, rei de Galiza e de Bretanha"

Harguindey Banet é catedrático de Francês de Bacharelato (jubilado). Como tradutor verteu numerosas obras ao galego dende aquela língua. Algumhas atopam-se no sitio Internet ?palabrasdesconxeladas.gal? onde se pode aceder livremente.
Entre as obras traduzidas para o galego podemos sublinhar:
Três peças cómicas medievais, Historia de rei Kabul, O reiciño de Galicia, Gargantúa e Pantagruel, A escuma dos días, A cantante calva, etc...
Como autor tem publicado individualmente assim como em parceria, só imos mencionar algumhas das mesmas:
La Galice, dez séculos de olladas francesas, A saquetiña da lengua, Lerias e enredos para os máis pequenos, Antoloxía do conto popular galego (estas duas últimas junto a Maruxa Barrio)
Sendo ainda estudante na Corunha foi um dos co-fundadores da Agrupaçom Cultural O Facho. Durante a Tirania franquista mantivo umha intensa vida política em contra da mesma que prolongou posteriormente perante muitos anos.

Dia: 02 de Fevereiro 2016 - Hora: 8 do serám
Local: Portas Ártabras
Cidade Velha - Corunha


J. Alberte Corral Iglesias
Presidente d'O Facho

Fai-te soci@! Colabora connosco!
Para ajudas e aportaçons económicas: Caixa Rural: ES02.3070.0044.58.6090453421

O FACHO: Nestor Rego Candamil - "Galiza diante a reformulaçom do Estado".

17-01-2016

Agrupaçom Cultural O Facho
Apartado de Correios nº 46
Corunha

A Agrupaçom Cultural O Facho de A Corunha convida-o assistir aos seus ciclos de palestras públicas do período 2015-16

Palestra

O dia 26 de Janeiro,Terça (Martes), professor de Língua e Literatura Galegas galega e Secretário-Geral da Unión do Povo Galego (UPG) assim como membro da Executiva Nacional do BNG, Nestor Rego Candamil, intervirá dentro do Ciclo, Economia, História e Realidade Social. A sua charla versará sobre: Galiza diante a reformulaçom do Estado. O acto realizara-se às 8 do serám em Portas Ártabras, Rua Sinagoga 22-Cidade Velha.

Rego Candamil iniciou a sua trajectória política na juventude, militando na organizaçom estudantil ERGA, na Assembleia Nacional-Popular Galega (AN-PG) e na UPG. Participou, em representaçom de ERGA na comissom gestora que promoveu a fundaçom do Bloque Nacionalista Galego em 1982. Sendo estudante na Universidade de Santiago de Compostela participou também na fundaçom dos CAF (Comités Abertos de Faculdade) em 1984, aos que representou no Claustro Constituinte da USC. Em 1995 entra na Câmara Municipal de Compostela como concelheiro do BNG, fazendo parte do Governo Municipal desde 1999.Entre 2003 e 2008 exerce como porta-voz do BNG no Concelho e como Tenente de Alcalde e Concelheiro de Cultura. No ano 2011 integra a comissom que promove, por participaçom accionarial popular, a criaçom do diário digital e do semanário Sermos Galiza. Em Junho de 2012 é eleito Secretário-Geral da UPG no XIII Congresso do Partido. Posteriormente, na XIV Assembleia Nacional do BNG realizada em Março de 2013, passa a fazer parte da Executiva Nacional da organizaçom frentista, órgao em que desempenha a Secretaria de Iniciativas Políticas e Relaçons Internacionais.


Data: 26 de Janeiro 2016
Hora: 8 do serám ? Rua Sinagoga 22
Portas Ártabras ? Cidade Velha
Corunha

J. Alberte Corral Iglesias
Presidênte d?O Facho

Todas-las conferencias em: http://agal-gz.org/blogues/index.php/ofacho/
Fai-te soci@! Colabora connosco!
Para ajudas e aportaçons económicas:Caixa Rural: ES02.3070.0044.58.6090453421

O FACHO: Joám Bascuas Jardom - Galiza diante da reformulaçom do Estado

14-01-2016

Agrupaçom Cultural O Facho
Apartado de Correios nº 46
Corunha

A Agrupaçom Cultural O Facho de A Corunha convida-o assistir aos seus ciclos de palestras públicas do período 2015-16

Palestra

O dia 12 de Janeiro (Terça-Martes), o professor da EUTS da U.S.C., Joám C. Bascuas Jardón, e o actual Secretário Geral de Compromisso por Galiza intervirá dentro do Ciclo, Economia, História e Realidade Social. A sua charla versará sobre: Galiza diante a reformulaçom do Estado. O acto realizara-se às 8 do serám em Portas Ártabras, Rua Sinagoga 22-Cidade Velha.

Bascuas Jardom é Licenciado en Ciências Políticas e Sociologia pola U.C.M., na actualidade é professor da Escola de Trabalho Social (EUTS) da U.S.C.Com anterioridade desenvolveu a sua actividade docente em centros das outras duas universidades galegas. No tocante à sua actividade política, militou no B.N.G. O 14 de Setembro do 2012, foi elegido en primarias abertas candidato à Presidência da Junta de Galiza pola plataforma Compromisso por Galiza. O 16 de Dezembro desse mesmo ano, Compromisso celebra o seu congresso fundacional onde a maioria da sua afiliaçom decide por unanimidade que Joám Bascuas seja o seu primeiro Secretario Geral; responsabilidade que revalida no I Congresso Nacional da formaçom o 16 de Novembro de 2014, também por unanimidade.
Também foi delegado provincial da Conselharia de Vivenda na Corunha durante o governo do chamado Bipartito (2005-2009).

Data: 12 de Janeiro 2016
Hora: 8 do serám ? Rua Sinagoga 22
Portas Ártabras ? Cidade Velha
Corunha


J. Alberte Corral Iglesias
Presidênte d?O Facho

Todo-las as conferencias em: http://agal-gz.org/blogues/index.php/ofacho/

Fai-te soci@! Colabora connosco!
Para ajudas e aportaçons económicas
Caixa Rural: Conta: ES02.3070.0044.58.6090453421

O Facho. " Compromiso por Galiza " por Joám C. Bascuás Jardón

13-01-2016

O Facho. " Compromiso por Galiza " por Joám C. Bascuás Jardón

O passado dia 12 de Janeiro, o professor da EUTS da U.S.C., Joám C. Bascuas Jardón, e o actual Secretário Geral de Compromisso por Galiza intervéu dentro do Ciclo, Economia, História e Realidade Social. A sua charla versará sobre: Galiza diante a reformulaçom do Estado. O acto realizou-se em Portas Ártabras.

Com umha interessante palestra, Bascuas Jardón, mostrou é analisou desde a perspectiva de Compromisso por Galiza, o funçom que a naçom galega deve manter diante da vindoura reformulaçom do Estado, fazendo finca-pé na necessidade que este se artelhe desde a soberania das naçons numha estrutura confederal.
Ao findar a sua exposiçom o palestrista mantivo um interessante colóquio com os assistentes.

Prémio Nacional de Poesia d'O Facho - "NenaEspiraes" de Tâmara André Padim

23-12-2015

O passado dia 22 de Dezembro, às 8 da noite, tivo lugar no salom de actos de Portas Ártabras a entrega do Prémio Nacional de Poesia d'O Facho, consistente na publicaçom da obra premiada, o poemário ""NenaEspiraes", de Tâmara André Padim, foi presentada nesse acto.
No evento, ademais da autora, conduzírom o mesmo os membros do júri, Henrique Sánchez Rodríguez -tesoureiro d'O Facho- e a Lúcia Fraga, poeta. A autora premiada leu alguns dos poemas do livro.

Prémio Nacional de Poesia d'O Facho - "NenaEspiraes" de Tâmara André Padim

19-12-2015

Agrupaçom Cultural O Facho
Apartado de Correios nº 46
Corunha

Convite para o lançamento do livro de poemas "NenaEspiraes", de Tâmara André Padim. Prémio Nacional de Poesia d'O Facho.

A Agrupaçom Cultural O Facho convidam assistir ao lançamento do livro "NenaEspiraes", Prémio Nacional de Poesia d'O Facho do ano 2015, outorgado a Amara André Padim

O evento realizará-se a partires das 8 do serám no dia 22 de Dezembro do 2015 em Portas Ártabras, Rua Sinagoga, 22 ? Cidade Velha ? Corunha

Acto: Dia: 22 de Dezembro 2015 - Hora: 8 do serám
Local: Portas Ártabras
Rua Sinagoga 22 ? Corunha


J. Alberte Corral Iglesias Presidente d'O Facho

Toda-las conferencias em: http://agal-gz.org/blogues/index.php/ofacho/

Fai-te soci@! Colabora connosco!
Para ajudas e aportaçons económicas
Caixa Rural: Conta: ES02.3070.0044.58.6090453421

O FACHO: ?Manuel Antonio, poeta da vangarda? por Xosé Luís Ajeitos Agrelo .

17-12-2015

O FACHO:  ?Manuel Antonio, poeta da vangarda? por Xosé Luís Ajeitos Agrelo .

O passado dia 16 de Dezembro no salom de actos da Portas Ártabras, o Catedrático de Literatura espanhola, Xosé Luís Ajeitos Agrelo, intervéu dentro do ciclo ?Literatura, Língua, e Naçom? organizado pola nossa Agrupaçom, com a sua palestra intitulada ?Manuel António, poeta da vanguarda?.

Com umha rica exposiçom, Ajeitos Agrelo, mostrou é analisou o decorrido existencial de Manuel António, e como o mesmo forma parte consubstancial à sua obra. Expujo como desde novo a rebeldia contra as concepçons clericais e leituras reaccionárias do País e dos humildes foi um eixo vertebrador da sua escrita.

Ao findar a sua exposiçom o palestrista mantivo um interessante colóquio com os assistentes.

O FACHO: "A Crítica do discurso ideológico? por Francisco A. Sampedro Ojeda

11-12-2015

O FACHO: "A Crítica do discurso ideológico? por Francisco A. Sampedro Ojeda

No salom de actos d'Afundaçom, o passado dia 9 de Dezembro o Doutor em Filosofia, Francisco A. Sampedro Ojeda com umha interessante exposiçom fizo umha analise da conformaçom do discurso ideológico na sua palestra "A Crítica do discurso ideológico?.

Apontou como na conformaçom do imaginário ideológico estám implicado todo o tecido nom só do domínio económico senom que no mesmo joga um papel fulcral os ?medias? que ajudam a construir o ?consenso? com a ideologia das classes dominantes.

Também reclamou a necessidade dumha consciência, dumha ideologia que ele denominou matricial para nos dar umha leitura da realidade nom só como imediato senom como conformadora dum discurso emancipador

Ao findar o conferenciante mantivo um mui interessante colóquio com o público assistente.

O FACHO: Xosé Luís Ajeitos Agrelo - ?Manuel Antonio, poeta da vangarda?

10-12-2015

Agrupaçom Cultural O Facho
Apartado de Correios nº 46
Corunha

A Agrupaçom Cultural O Facho de A Corunha convida-o assistir aos seus ciclos de palestras públicas do período 2015-16

Palestra

O vindouro dia 16 de Dezembro, (quarta-mércores), o Catedrático de Literatura espanhola, Xosé Luís Ajeitos Agrelo, falará dentro do ciclo, Língua, Literatura e Naçom. A sua palestra versará sobre: ?Manuel Antonio, poeta da vangarda?.

Ajeitos Agrelo é autor dumha ampla obra de investigaçom e ensaio em temas literários, e culturais. Participou como relator en numerosos congressos sobre o exílio e sobre distintos escritores galegos. Assim mesmo formou parte do comité organizador de diversos congressos sobre o exílio galego. É membro do conselho editorial da Biblioteca del Exílio. Também forma parte do conselho de redacçom das revistas Citania, Cuadrante, Unión Libre. Como documentalista, colaborou en numerosas exposiçons relacionadas co libro galego na Argentina e com as biografias de Rafael Dieste e Castelao.
Publicou numerosos livros entre os que sublinhamos: As coplas galegas do P. Sarmiento; Antoloxía da poesía galega erótica e amatoria; Manuel Antonio, Poesía galega completa; A poética de Manuel Antonio; Luís Seoane e o libro galego na Arxentina; Rafael Dieste, Obra galega completa; Lorenzo Varela, Poesía Completa; O exilio galego: un mapa de cicatrices, etc. Assim mesmo fruito da sua labor como investigador dam mostra os seus artigos publicados en revistas como Boletim Galego de Literatura, Ínsula, Verba, A Trabe de Ouro, Grial, Zurgai, Citania, Serta,

Acto: Dia: 16 de Dezembro 2015 - Hora: 8 do serám
Local: Portas Ártabras
Rua Sinagoga 22 ? Corunha

J. Alberte Corral Iglesias Presidente d'O Facho

Toda-las conferencias em: http://agal-gz.org/blogues/index.php/ofacho/

Fai-te soci@! Colabora connosco!
Para ajudas e aportaçons económicas
Caixa Rural: Conta: ES02.3070.0044.58.6090453421

<< 1 ... 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 ... 51 >>

Agrupaçom Cultural O Facho

Agrupaçom Cultural O Facho existe desde o ano 1963. Nasce da vontade conjunta de umha vintena de estudantes, trabalhadores e profissionais liberais d?A Corunha. A ideia é originaria dos daquela hora estudantes de bacharelato, Henrique Harguindey, André Salgueiro, e Xosé Luis Carneiro; respondendo ao seu chamamento posteriormente somárom-se entre outros: Eduardo Martínez, Henrique Iglesias, X. Alberte Corral, Xosé L. Rodríguez, etc... É a primeira agrupaçom de resistência cultural criada numha cidade do Pais polos seus cidadaos, já que O Galo é conformada por estudantes universitários de todo o Pais em Compostela, naquelas datas era a única cidade galega com Universidade. O grupo nasceu cos sinais de identidade da resistência contra o franquismo e da defesa da plena valia da língua e da cultura galega. Existia unha claríssima vocaçom política do que se fazia precisamente porque essa era toda a actividade publica com repercussons políticas que se podia fazer. A defesa da cultura e a língua galega é a cerna do que-fazer d?O Facho, que passou de fazer cultura de resistência nos anos da longa noite de pedra a se constituir hoje numha autentica mostra de resistência da cultura. Desde os primeiros momentos O Facho destaca-se com os seus cursos de língua com apoio de alguns exemplares da ?Gramática do idioma galego? de Manuel Lugrís Freire. Estes cursos tivérom umha importância mui grande na Corunha;. Daquela o galego nom se escrevia apenas e estava expulso da sociedade ?bem pensante?, nem sequer tinha secçom galego a faculdade de Filologia de Compostela. Umha das figuras fundamentais dos cursos foi D. Leandro Carré Alvarellos quem dirigiu esta actividade. Os ciclos dedicados á cultura galega, os encontros nos que se tratava economia e sociedade, os concursos literários. O seu grupo de teatro criado nas primeira datas de existência da Agrupaçom do quem eram responsáveis Manuel Lourenzo, e Francisco Pillado, foi dos pioneiros em representar obras no nosso idioma, tanto de autores galegos como de outras nacionalidades ( Brecht, Ionesco...). Na actualidade, O Facho é consciente dos desafio culturais do século XXI. Agora há que tentar ver o significado que pode ter hoje o sermos galegos num mundo globalizado. A ideia básica é que sermos galegos agora implica ser dumha maneira concreta numha sociedade mundial. Entre as iniciativas mais recentes é a criaçom do Facho de Ouro, um prémio para reivindicar galegos, o que amossa a própria agrupaçom é unha cultura que resiste. d’A Corunha.
+ info

Agrupaçom Cultural O Facho
Apartado de Correios n.º 46, Oficina Principal da Coruña
o_facho_a_cultural@yahoo.com.br

Busca

  Feeds XML

Ferramentas de administraçom

powered by b2evolution