O FACHO: Doaçom dos fundos históricos d'O Facho à Real Academia Galega.

12-03-2013

No ano 1963 do século passado um pequeno fato de estudantes e jovens profissionais liberais fundavam na Cidade d'A Corunha a Agrupaçom Cultural O Facho. É a primeira agrupaçom de resistência cultural criada numha cidade do Pais polos seus cidadaos. O grupo nasceu cos sinais de identidade da resistência contra o franquismo e da defesa da plena valia da língua e da cultura galega. Existia umha clara vocaçom política do que se fazia precisamente porque essa era toda a actividade publica com repercussoes políticas que se podia fazer. A língua galega é a cerna do que-fazer d’O Facho, que passou de fazer cultura de resistência nos anos da longa noite de pedra a se constituir hoje numha autentica mostra de resistência da cultura.
Desde os primeiros momentos O Facho destaca-se com os seus cursos de língua. Os mesmos tivérom umha grande importáncia naqueles anos na cidade d'A Corunha. Daquela o galego nom se escrevia apenas e estava expulso da sociedade “bem pensante”, nem sequer tinha secçom galego a faculdade de Filologia de Compostela. Umha das figuras fundamentais dos cursos foi D. Leandro Carré Alvarelhos quem dirigiu esta actividade. Os ciclos dedicados à cultura galega, os encontros nos que se tratava economia e sociedade, os concursos literários, o grupo de teatro foi dos pioneiros em representar obras no nosso idioma, tanto de autores galegos como de outras nacionalidades ( Brecht, Ionesco...)
Cinqüenta anos depois,todo o material salvado de umha possível desfeita, foi doado à Real Academia Galega. Este acordo inclui a doaçom de milheiros de peças documentais e bibliográficas que recolhem o labor e o que-fazer histórico d'O Facho na defesa da Língua e Cultura Galegas, assim como a sua biblioteca de mais de 3.000 volumes. O documento da entrega foi assinado polo presidente da Real Academia Galega, Xosé Luís Méndez Ferrín, escritor e grande luitador na emancipaçom de Galiza, e polo O Facho, assinou o seu presidente, Xosé Luis Rodríguez Pardo, de longa trajectória na luita cultural e política no nosso País.

O FACHO: Concurso de "Contos de Nenos para Nenos"

10-03-2013

CONCURSO DE CONTOS DE NENOS PARA NENOS CONVOCADO POLA ASSOCIAÇOM CULTURAL O FACHO

Recuperados em 2008 os prémios literários que desde os anos sessenta convocou O FACHO e nos que participárom ou ganhárom muitos dos escritores e escritoras que hoje fam possível com a sua obra umha literatura galega de qualidade e de grande importância nas letras universais, realiza-se a convocatória para 2013 do XLV Concurso Literário de “Contos de Nenos para Nenos”

BASES DO CONCURSO

1. Poderám participar rapazes e raparigas que pressentem as suas obras em Língua galega. Os trabalhos presenteados deveram ser originais e inéditos em toda a sua extensom.

2. O prazo de admissom de originais finaliza o dia 30 de Abril de 2013 às doce da noite.

3. A apresentaçom de originais para o Concurso fará-se por correio postal dirigido à sede da Associaçom Cultural O FACHO. R/ Frederico Tápia, 12-1º 15005A Corunha. Podendo fazer individualmente ou por médio do centro onde curse os seus estudos.

4. No caso em que sejam os centros escolares os que pressentem os originais ao Concurso, deveram fazer umha pré-selecçom dum máximo de dous trabalhos por categoria, qualquer outro terá que ser apresentado individualmente.

5. As obras haverem de serem relatos originais e nom estarem editados por nengum procedimento impresso ou electrónico, nem terem sido premiados em qualquer outro concurso ou certame literário e em condiçons para que os seus direitos de publicaçom podam ser cedidos à Associaçom Cultural O FACHO por período de cinco anos contados a partir do dia do falho do júri.

6. Para além da originalidade literária, o júri valorizará a riqueza lingüística e o conhecimento gramatical reflectido nas obras.

7. Estabelecem-se duas categorias:

Categoria A Nenos e nenas de 6 a 12 anos.
Categoria B Rapazes e rapazas de 13 a 16 anos.

8. As quantias dos prémios serám as que seguem:

Categoria A 1º: 100,.- € em efectivo e um lote de livros.
2º: 100,.- € em efectivo e um lote de livros.

Categoria B 1º: 100,.- € em efectivo e um lote de livros.
2º: 100,.- € em efectivo e um lote de livros.

9. Cada autor só poderá apresentar umha obra atendo-se aos seguintes limites de extensom:

Categoria A Um máximo de cinco fólios
Categoria B Um máximo de dez fólios

10. As obras haverem de se apresentar por duplicado, manuscritas ou mecanográficas, encadernadas ou grampadas e levaram por detrás do último folio os seguintes dados:

Nome e apelidos do autor/a.
Endereço e telefone. Correio electrónico.
Centro onde cursa os seus estudos.
Categoria na que participa.

11. Os prémios serám escolhidos por um júri nomeado pola Associaçom Cultural O Facho em falho que se fará público no mês de Maio.

12. O júri poderá declarar deserto um ou vários dos prémios do concurso e será o que deverá resolver aquelas situaçons que se pressentem e que nom esteiam contempladas nestas bases, assim como as dúvidas na sua interpretaçom.

13. A participaçom neste Concurso implica a aceitaçom das presentes bases.

A Corunha, 31 de Janeiro 2013

J. Alberte Corral Iglesias
Secretário do Facho

O FACHO: Concurso de "Teatro Infantil"

10-03-2013

Agrupaçom Cultural O Facho
Rua: Frederico Taipa 12-1º
15005 Corunha

CONCURSO DE TEATRO INFANTIL CONVOCADO POLA ASOCIAÇOM CULTURAL O FACHO.

Assumindo como próprias as palavras de Juan Ramón Jiménez quando afirmava que “Teatro infantil é aquele que também lhe gosta aos nenos”, a Junta Directiva da Associaçom Cultural O FACHO acordou convocar o Concurso de Teatro Infantil, que, nesta nova etapa, se regerá polas seguintes bases:

1º) Poderám optar ao devandito prémio todas as pessoas que pressentem obras inéditas –em qualquer tipo de suporte- nom representadas, nem premiadas noutros certames e que esteiam escritas em língua galega.
2º) Estabelece-se como prémio único de 100,.- € e um lote de livros teatrais.
3º) A obra, que nom poderá exceder os 80 fólios, será presenteada por triplicado, em formato DIN A4, a dobre espaço e mecanografados por umha soa cara.
4º) Os originais para o Concurso enviaram-se por correio á sé da Associaçom Cultural O FACHO. R/ Frederico Tápia n.º 12-1º A Corunha (15005) ou a Caixa de Correios n.º 46, Oficina Principal de A Corunha. Apresentaram-se sob um lema, que figurará na portada dos textos enviados, e viram acompanhados de um envelope fechado que contenha no exterior o lema da obra e, no interior, o nome, apelidos e telefone do autor ou autora.
5º) O prazo de admissom de originais finaliza o dia 30 de Abril de 2013 às doce da noite. O falho do prémio fará-se público no mês de Maio.
6º) Os ganhadores serám elegidos por um júri nomeado pola Associaçom Cultural O FACHO. O mesmo está composto por pessoas de reconhecido prestigio no âmbito teatral galego.
7º) O júri poderá declarar deserto um ou vários dos prémios do concurso e será o que deverá resolver aquelas situaçons que se pressentem e que nom esteiam contempladas nestas bases, assim como as duvidas que podam existir na sua interpretaçom
8º) A participaçom neste Certame implica assumir as bases do mesmo.
9º) Os originais nom premiados poderám ser retirados, no prazo de 30 dias, no local de O Facho, prévio correio dirigido ao endereço postal da Agrupaçom.
No caso de que o autor o autora nom resida na Corunha poderá solicitar que lhe sejam enviados por correio postal.
Esta convocatória entrará em vigor ao dia seguinte da sua publicaçom nos médios.

J. Alberte Corral Iglesias
Secretário d’O Facho

Na cidade d’A Corunha, 2 Fevereiro 2013

O FACHO: José V. Martínez-Romero Gandos- Ricardo Palmás Casal-Um galego do além-mar

10-03-2013

Agrupaçom Cultural O Facho
Frederico Taipa 12-1º
15011 A Corunha

A Agrupaçom Cultural O Facho d’A Corunha convida-o assistir aos seus ciclos de palestras públicas do período 2012-13

Palestra

O vindouro dia 12 de Março, terça (martes), o Doutor em Psicología, José V. Martínez-Romero Gandos, falará dentro do ciclo, Língua, Literatura e Naçom. A sua charla versará sobre: Ricardo Palmás Casal-Um galego do além-mar

Martínez-Romero Gandos, é filho de emigrantes da Terra de Montes desenvolveu na Argentina umha dilatada actuaçom na Colectividade galega emigrada no Rio da Prata, participando na vida cultural galega da emigraçom desde 1960 até o seu retorno definitivo à Terra no 2002. Nessa actividade na emigraçom acada diferentes cargos institucionais sendo os principais: Presidente da Associaçom Argentina de Filhos de Galegos, Presidente da Sociedade de Campo Lameiro e Presidente da Uniom de Associaçom Galegas da República Argentina. Assim mesmo levou adiante em Bos Aires, por vários anos, a audiçom radial “Nós, os galegos. Galiza como Naçom”, exclusivamente adicada a espalhar música, cultura, comentários e novidades da nossa Terra.
Acadou o grao académico de Doutor em Psicologia com umha Tese sobre os galegos emigrados ao Rio da Prata. Foi Director da Licenciatura em Psicologia da Universidade del Salvador (B. Aires). Professor Universitário na Cátedra de Psicologia da Personalidade na Universidade del Salvador (B. Aires).
Actualmente é assessor da Comissom Interseccional de Imigraçom do Colegio Oficial de Psicólogos de Galiza. Integrante do Programa de Atençom a Vítimas da Violência Doméstica, organizado polo Colegio de Psicólogos de Galiza. Desde maio de 2004. Tem numerosos trabalhos publicados, conferencias e presentaçons em Congressos da sua especialidade.

Dia: 12 de Março do 2013 – Hora: 7,30 do serám
Local: R. Academia Galega R/ Tabernas nº 11-
Cidade Velha – A Corunha

J. Alberte Corral Iglesias
Secretário d’O Facho

O FACHO: “Os galegos nas independências latino-americanas” por Carlos Sixirei Paredes

27-02-2013

A pesar das dificultades financeiras criadas polo saqueio do capitalismo especulador e bancário, O Facho continua apresentar a analise e as reflexons nos distintos eidos das ciências e o conhecimento que estám a elaborar os investigadores e ensaístas do País assim como intelectuais da área da Galeguia (Lusofonia).

O passado dia 26 de Fevereiro, terça (martes), o Doutor e historiador, Carlos Sixirei Paredes falou sobre “Os galegos nas independências latino-americanas” dentro do ciclo, Economia, História e C.C. Sociais organizado pola nossa Agrupaçom
O professor Sixirei fizo umha análise da presencia dos galegos e descendentes de galegos nas luitas independentistas em América Latina. Na sua exposiçom deu a conhecer a importância dos mesmos tanto no bando realista como independentista, mostrando como muitas das vezes a inserçom num bando ou outro dependia de interesses imediatos concretos mais que de concepçons ideológicas.

Como é costume ao findar a sua exposiçom o conferenciante mantivo um interessante colóquio com a atenta cidadania assistente.

O FACHO: Carlos Sixirei Paredes - “Os galegos nas independências latino-americanas”

22-02-2013

Agrupaçom Cultural O Facho
Rua: Frederico Tápia 12-1º-C
15005 A Corunha

A Agrupaçom Cultural O Facho de A Corunha convida-o assistir aos seus ciclos de palestras públicas do período 2012-13

Palestra

O vindouro dia 26 de Fevereiro, terça (martes), o Doutor e historiador, Carlos Sixirei Paredes falará sobre “Os galegos nas independências latino-americanas” dentro do ciclo, Economia, História e C.C. Sociais organizado pola nossa Agrupaçom. O acto celebrará-se na R. Academia Galega, Rua Tabernas n. 11 – Cidade Velha – A Corunha.
O Doutor Sixirei Paredes é professor titular da UDV. Licenciou-se em História pola UDS. para logo se doutorar em História de América na UCM. Assim mesmo entre outros estudos realizou cursos de post-grado na U. de Paris IX e na U. de S. Paulo-Brasil. É autor de umha interessantíssima e amplia obra, tanto em artigos como em livros em ediçom individual como em parceria: San Cristo de Xavestre. Chequeo a unha comunidade rural. Alfredo Somoza. Encadramento histórico dunha figura esquencida do galeguismo. A Emigración. Galeguidade e Cultura no Exterior. História de América (V. I-II-III). Violencia en Colombia. Antecedentes y desarrollo histórico. História do Mundo Contemporâneo. Asociacionismo galego no exterior (V. 2). West Indian Cultures. Consolidación republicana em América Latina, etc... No eido da traduçom: História Cronolóxica dos Países Celtas.
Tomou e forma parte em diversas acçons culturais, entre outras sublinhamos: Responsável de actividades culturais do Padroado da Cultura Galega. Montevideu. Drtor. Cultural de la fundaçom Celso Emílio Ferreiro.

Dia: 26 de Fevereiro - Hora: 7,30 do serám
Local: R. Academia Galega R/ Tabernas nº 11-
Cidade Velha – A Corunha

J. Alberte Corral Iglesias
Secretário d’O Facho

O FACHO: Pescudando na origem da matéria por Cibrao Santamarina Rios

21-02-2013

A pesar das dificultades financeiras criadas polo saqueio do capitalismo especulador e bancário, O Facho continua apresentar a analise e as reflexons nos distintos eidos das ciências e o conhecimento que estám a elaborar os investigadores e ensaístas do País assim como intelectuais da área da Galeguia (Lusofonia).
O passado dia 19 de Fevereiro, terça, às 7,30 do serám; o doutor e professor no Departamento de Física de Partículas na área de Física Atómica Molecular e Nuclear da U. de S., Cibrao Santamarina Rios, dissertou dentro do ciclo “O saber cientifico na Galiza”, com a sua exposiçom intitulada “Pescudando na origem da matéria”. O acto celebrou-se na R. Academia Galega.

O professor Cibrao Santamarina expujo umha amena e rica visom sobre a Ciência de Partículas que se esta a desenvolver no País acorde com o saber no eido da Física Nuclear mundo, nos que um feixe de científicos galegos deixam a sua pegada nessa área fulcral para ciência.

Como é costume ao findar a sua exposiçom o conferenciante mantivo um interessante colóquio com a atenta cidadania assistente.

O FACHO: Cibrao Santamarina Rios-“Pescudando na origem da matéria”

13-02-2013

Agrupaçom Cultural O Facho
Frederico Tápia 12-1º
15011 A Corunha



A Agrupaçom Cultural O Facho de A Corunha convida-lo assistir aos seus ciclos de palestras públicas do período 2012-13

Palestra

O vindouro dia 19 de Fevereiro, terça (martes), às 7,30 do serám; o doutor e professor no Departamento de Física de Partículas na área de Física Atómica Molecular e Nuclear da U. de S., Cibrao Santamarina Rios, falará dentro do ciclo “O saber cientifico na Galiza”, com a sua exposiçom intitulada “Pescudando na origem da matéria”. O acto celebrará-se na R. Academia Galega, Rua Tabernas n. 11 – Cidade Velha – A Corunha.

O doutor Santamarina Rios licenciou-se na USC com prémio extraordinário pola sua tesinha de licenciatura “A Física dos Átomos Piónicos”. No ano 2001 obtivo o título de Doutor com a tese “Determinaçom do tempo de vida media do Átomo Piónico no experimento DIRAC do CERN” .Do seu amplo currículo cabe destacar:

Associado de Investigaçom pola Universidade de Basileia participando no experimento DIRAC.
Research Fellow do CERN -Laboratório Europeu de Física de Partículas de Genève.
Investigador associado na McGill University - Montreal (Canadá), experimento Atlas.
Investigador convidado no "Instituto Unificado de Investigaçom Nuclear" (Dubna-Rusia),
Investigador convidado na Universidade Nacional de La Plata (La Plata Argentina)
Investigador convidado no Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas-LIP (Lisboa-Portugal).

Assim mesmo é autor de numerosos trabalhos e artigos em revistas cientificas internacionais do maior reconhecimento no eido da investigaçom em Física Atómica.

Dia: 19 de Fevereiro - Hora: 7,30 do serám
Local: R. Academia Galega R/ Tabernas nº 11-
Cidade Velha – A Corunha

J. Alberte Corral Iglesias
Secretario d’O Facho

O FACHO: Concurso de "Teatro infantil"

10-02-2013

Agrupaçom Cultural O Facho
Rua: Frederico Taipa 12-1º
15005 Corunha

CONCURSO DE TEATRO INFANTIL CONVOCADO POLA ASOCIAÇOM CULTURAL O FACHO.

Assumindo como próprias as palavras de Juan Ramón Jiménez quando afirmava que “Teatro infantil é aquele que também lhe gosta aos nenos”, a Junta Directiva da Associaçom Cultural O FACHO acordou convocar o Concurso de Teatro Infantil, que, nesta nova etapa, se regerá polas seguintes bases:

1º) Poderám optar ao devandito prémio todas as pessoas que pressentem obras inéditas –em qualquer tipo de suporte- nom representadas, nem premiadas noutros certames e que esteiam escritas em língua galega.
2º) Estabelece-se como prémio único de 100,.- € e um lote de livros teatrais.
3º) A obra, que nom poderá exceder os 80 fólios, será presenteada por quintuplicado, em formato DIN A4, a dobre espaço e mecanografados por umha soa cara.
4º) Os originais para o Concurso enviaram-se por correio á sé da Associaçom Cultural O FACHO. R/ Frederico Tápia n.º 12-1º A Corunha (15005) ou a Caixa de Correios n.º 46, Oficina Principal de A Corunha. Apresentaram-se sob um lema, que figurará na portada dos textos enviados, e viram acompanhados de um envelope fechado que contenha no exterior o lema da obra e, no interior, o nome, apelidos e telefone do autor ou autora.
5º) O prazo de admissom de originais finaliza o dia 30 de Abril de 2013 às doce da noite. O falho do prémio fará-se público no mês de Maio.
  6º) Os ganhadores serám elegidos por um júri nomeado pola Associaçom Cultural O FACHO. O mesmo está composto por pessoas de reconhecido prestigio no âmbito teatral galego.
7º) O júri poderá declarar deserto um ou vários dos prémios do concurso e será o que deverá resolver aquelas situaçons que se pressentem e que nom esteiam contempladas nestas bases, assim como as duvidas que podam existir na sua interpretaçom 
8º) A participaçom neste Certame implica assumir as bases do mesmo.
9º) Os originais nom premiados poderám ser retirados, no prazo de 30 dias, no local de O Facho, prévio correio dirigido ao endereço postal da Agrupaçom.
No caso de que o autor o autora nom resida na Corunha poderá solicitar que lhe sejam enviados por correio postal.
  Esta convocatória entrará em vigor ao dia seguinte da sua publicaçom nos médios.

J. Alberte Corral Iglesias
Secretário d’O Facho

Na cidade d’A Corunha, 2 Fevereiro 2013

O FACHO: Concurso de "Contos de Nenos para Nenos"

06-02-2013

CONCURSO LITERÁRIO DE CONTOS DE NENOS PARA NENOS CONVOCADO POLA ASSOCIAÇOM CULTURAL O FACHO

Recuperados em 2008 os prémios literários que desde os anos sessenta convocou O FACHO e nos que participárom ou ganhárom muitos dos escritores e escritoras que hoje fam possível com a sua obra umha literatura galega de qualidade e de grande importância nas letras universais, realiza-se a convocatória para 2013 do XLV Concurso Literário de “Contos de Nenos para Nenos”

BASES DO CONCURSO

1. Poderám participar rapazes e raparigas que pressentem as suas obras em Língua galega. Os trabalhos presenteados deveram ser originais e inéditos em toda a sua extensom.

2. O prazo de admissom de originais finaliza o dia 30 de Abril de 2013 às doce da noite.

3. A apresentaçom de originais para o Concurso fará-se por correio postal dirigido à sede da Associaçom Cultural O FACHO. R/ Frederico Tápia, 12-1º 15005A Corunha. Podendo fazer individualmente ou por médio do centro onde curse os seus estudos.

4. No caso em que sejam os centros escolares os que pressentem os originais ao Concurso, deveram fazer umha pré-selecçom dum máximo de dous trabalhos por categoria, qualquer outro terá que ser apresentado individualmente.

5. As obras haverem de serem relatos originais e nom estarem editados por nengum procedimento impresso ou electrónico, nem terem sido premiados em qualquer outro concurso ou certame literário e em condiçons para que os seus direitos de publicaçom podam ser cedidos à Associaçom Cultural O FACHO por período de cinco anos contados a partir do dia do falho do júri.

6. Para além da originalidade literária, o júri valorizará a riqueza lingüística e o conhecimento gramatical reflectido nas obras.

7. Estabelecem-se duas categorias:

Categoria A Nenos e nenas de 6 a 12 anos.
Categoria B Rapazes e rapazas de 13 a 16 anos.

8. As quantias dos prémios serám as que seguem:

Categoria A 1º: 100,.- € em efectivo e um lote de livros.
2º: 100,.- € em efectivo e um lote de livros.

Categoria B 1º: 100,.- € em efectivo e um lote de livros.
2º: 100,.- € em efectivo e um lote de livros.

9. Cada autor só poderá apresentar umha obra atendo-se aos seguintes limites de extensom:

Categoria A Um máximo de cinco fólios
Categoria B Um máximo de dez fólios

10. As obras haverem de se apresentar por duplicado, manuscritas ou mecanográficas, encadernadas ou grampadas e levaram por detrás do último folio os seguintes dados:

Nome e apelidos do autor/a.
Endereço e telefone. Correio electrónico.
Centro onde cursa os seus estudos.
Categoria na que participa.

11. Os prémios serám escolhidos por um júri nomeado pola Associaçom Cultural O Facho em falho que se fará público no mês de Maio.

12. O júri poderá declarar deserto um ou vários dos prémios do concurso e será o que deverá resolver aquelas situaçons que se pressentem e que nom esteiam contempladas nestas bases, assim como as dúvidas na sua interpretaçom.

13. A participaçom neste Concurso implica a aceitaçom das presentes bases.

Correo electrónico: o_facho_a_cultural@yahoo.com.br
http://agal-gz.org/blogues/index.php/ofacho/

A Corunha, 31 de Janeiro 2013

J. Alberte Corral Iglesias
Secretário do Facho

<< 1 ... 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 ... 36 >>

Agrupaçom Cultural O Facho

Agrupaçom Cultural O Facho existe desde o ano 1963 . Nasce da vontade conjunta de umha vintena de estudantes, trabalhadores e profissionais liberais d’A Corunha.
+ info

Agrupaçom Cultural O Facho
Rua: Federico Tapia 12-1º
15005 A Corunha
o_facho_a_cultural@yahoo.com.br

Ligações

Busca

Ferramentas do usuário

Feeds XML

powered by b2evolution