04-04-2007

  18:24:44, por Lugris   , 112 palavras  
Categorias: Um cadáver na rede

Cadáver #21

Há umha certa luz incompreensível na distáncia como umha porta de cristal fechada uma palavra no abismo da língua tócate, sen sabelo, esvara o conto é decidir cando acabar un home do sur preguntoulle se quería viaxar e ela considerou… more »
  18:19:39, por Lugris   , 46 palavras  
Categorias: Um cadáver na rede

Cadáver #6

Há umha certa luz incompreensível na distáncia unha palabra afogada un sinal ou desexo a noite non esgota o seu fulgor metálico e aquí enfronte do espelho tam só existe o silenzo Igor Lugris eduardo estévez elvira riveiro tobío lara… more »
  18:15:38, por Lugris   , 76 palavras  
Categorias: Um cadáver na rede

Cadáver #5

Há umha certa luz incompreensível na distáncia Semella un alvor chegado doutro mundo umha mensagem do interior das palavras e a língua um gatilho de sílabas usadas a reviver a morte dos silêncios esquecidos e o louco caminho das inquedanças… more »
  18:09:44, por Lugris   , 358 palavras  
Categorias: Cousas por cá

Mais contaminaçom para a nossa naçom

Todas aquelas autoridades, políticos e jornalistas que há umhas quantas semanas botavam as maos à cabeça e se escandalizavam pola proposta territorial que a esquerda independentista galega, representada por NÓS-UP, defendia com a ediçom do Mapa… more »

03-04-2007

  19:41:57, por Lugris   , 151 palavras  
Categorias: Um cadáver na rede

cadáver #53

Há umha certa luz incompreensível na distáncia como umha porta de cristal fechada uma palavra no abismo da língua ou uma papoila, talvez, de livro aberto como dous olhos fechados fitando-me E a interrogação surge: O que desejas? o… more »
  08:10:56, por Lugris   , 34 palavras  
Categorias: Um cadáver na rede

Expo Cadáver: o video (e 2)

Lamentavelmente, nom contamos com mais que dous pequenos videos do recital da Expo Cadáver. Este é o segundo. Prometo nas próximas exposiçons estar mais atento ao tema audiovisual... [youtube]7SMgRg3YNpk[/youtube] more »
  01:24:06, por Lugris   , 51 palavras  
Categorias: Um cadáver na rede

Expo Cadáver: o video (1)

18 segundos nos que podemos ver e ouvir ao Ramiro Vidal a recitar, e umha pequena panorámica da Galeria com os Cadáveres expostos. Nom nos vam dar um prémio ao melhor director, nem ao melhor produtor, mas é o que temos ; ) (Ainda haverá outros… more »
  00:29:33, por Lugris   , 244 palavras  
Categorias: Um cadáver na rede

Fotos do Cadáver (e comentários da alegria posterior)

Nom se pode estar em misa e repenicando. Eu estivem a dizer misa nesta celebraçom do cadáver, assim que nom pudem estar a tirar as fotos, mas ainda assim temos fotos. Fotos do Cadáver. Imos ver algumhas. more »

02-04-2007

  08:37:20, por Lugris   , 417 palavras  
Categorias: Um cadáver na rede

O importante é estarmos vivos (Notícia da Expo Cadáver)

Finalmente, o Sábado 31 celebramos a Expo Cadáver. Concha Roussia, Rosanegra, Cruz Martínez e Ramiro Vidal acompanharom-nos no recital-apresentaçom dos, por agora, 61 poemas, 61 cadáveres, que configuram a exposiçom. Com música ambiente de… more »

<< 1 2