01-04-2012

  22:21:57, por Lugris   , 192 palavras  
Categorias: Morno, Lene, Dondo

Detido por satanismo o sacristam de Coimbra

Segum vem de informar há uns minutos a Radio Universidade de Coimbra, o sacristam de Coimbra foi detido esta mesma tarde, por orde da Chefatura da Polícia de Coimbra, por ter-se dedicado a dirigir difentes rituais diabólicos, diabruras, missas satânicas,… more »

15-11-2011

  00:30:11, por Lugris   , 43 palavras  
Categorias: A

Multiculturalidade, mestizagem ou confusom?

Cidade de províncias. Madrugada dumha sexta feira ou um sábado. Pub com música excessivamente alta, e grandes televisons. Reggaeton e cousas similares infinitas. E, de súpeto, dous argentinos cantando "Galicia cada dia mais linda, cada día melhor e m… more »

06-10-2011

  00:48:42, por Lugris   , 266 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, O Livro das Confusons, Para Ver Ler

A torradeira do pam que citava a Sarrionandia

A torradeira do pam que citava a Sarrionandia
Nestes dias nos que se fala de Sarrionandia, rescato o poema/cartaz da torradeira de pam que falava com versos seus.Neste poema, a torradeira recita primeiro uns versos de Roque Daltom, e mais tarde outros do Sarrionandia.O poema fijo parte da "P… more »

20-09-2011

  00:28:02, por Lugris   , 60 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau

Se calhar um poema

Se calhar um poema
Vou escreverSe calhar um poemaPara quando tenha que dizerque ainda escrevoUm poema cheio de palavrase de silênciosQue diga poucas cousasmas que tenha algum significadoVou escreverSe calhar qualquer cousaque poda parecerum texto… more »

15-09-2011

  00:16:51, por Lugris   , 37 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau

Espiral

Espiral
Esqueceremos os nomes todosos nomes de todose de todas as cousasmas as cousas seguiram a seras mesmastodos seguiram a ser os mesmoscom novos nomese os nomes todosseram novamente esquecidos more »

03-06-2011

  14:30:51, por Lugris   , 90 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau

Se vai ser hoje...

Se vai ser hojeque sejaQue seja o que forQue venha e estejaMas nom digas mais vezesque vai serque vai serque está por virNom o deixes estarNom o deixes estarSe tem que estoupar que estoupee se vai ser hoje que sejaÉ um bom dia… more »

18-04-2011

  23:47:19, por Lugris   , 34 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau

Dentro para dentro por fora

Quê complicado resulta estar dentro de Fora Na parte interior do além Quê complicado resulta estar fora de Dentro Na parte exterior do aquém Porém nunca estivem dentro e por enquanto nom estou fora more »

05-04-2011

  00:12:27, por Lugris   , 25 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau

Eu também naufragar

Eu também naufragarouves dizerem qualquer lugarda tua cabeçaEu também naufragarNom como metáforamas como presságioEu também naufragarComo fado more »

29-03-2011

  23:15:51, por Lugris   , 35 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Morno, Lene, Dondo

(De Morno, Lene, Dondo) (III)

A Liberdadeé conseguir que semprenos vejamcomo somossem máscarasdiziaa mulher bestadoce e feraforte e lenecomo a vidacomo a naturezaDo livro nom publicado "Morno, Lene, Dondo" more »

11-03-2011

  22:32:58, por Lugris   , 54 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Morno, Lene, Dondo

(De Morno, Lene, Dondo) (II)

Quem bem te querefara-che o amor E chorarsimmas de prazerenquanto risao gozar na sua línguapronunciandopaseninhotodos os nomes do teu corpotodos os adjectivos da tua peltodos os verbos do teu sexoDo livro nom publica… more »

18-11-2010

  01:02:38, por Lugris   , 40 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Morno, Lene, Dondo

(de Morno, Lene, Dondo) (I)

Se tivera que dizer só algumhas palavras diria as imprescindíveis aquelas que tu conheces entendes e compreendes Só as necessárias para novamente estar tam perto de ti que tenhamos medo de ver amencer Do livro nom publicado "Morno, Lene, Don… more »

16-11-2010

  00:26:54, por Lugris   , 204 palavras  
Categorias: Cousas por aí, Escrever nom é mau, Gz é bem pequena

11 de Outubro

11 de Outubro
11 de Outubro Nom tem sentido escrever um poema novoquando ainda o anterior nom está rematadoFaltam-nos tantas e tantas palavras que acrescentarTantos ritmos internos que procurarTantas metáforas ainda pertinentes que estabelecer… more »

23-08-2009

  11:03:21, por Lugris   , 83 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Músicas, B.S.O. da memória

Hallelujah

[youtube]ttv5dyvtF4o[/youtube] Passam-se os dias, passam-se as vontades... Às vezes, ou sempre, é bom deter-se. Sentar na beira do caminho, e mirar como passa o tempo, como passam as gentes, como passam as cousas. E todo passa. E todo fica. E… more »

21-05-2009

  23:22:38, por Lugris   , 30 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Palavras nas pedras, Para Ver Ler

Essas luzes

Essas luzes que me rodeam é o lume da terra Uns versos já publicados neste blogue, e que agora fam parte também do projecto "poesia_para_ver/poesia_para_ler". more »

04-05-2009

  16:53:04, por Lugris   , 312 palavras  
Categorias: Cousas por aí, Escrever nom é mau, Cousas por cá, Gz é bem pequena, Músicas

Já está aqui

Com certeza. Já está aqui, acó. O novo disco, o terceiro já, de FANNY+ALEXANDER está já nos webs para a sua descarga gratuita, de balde, e, segúm contam, em poucos dias estará também nas ruas e nas tendas. Entre os 11 temas do disco, está… more »

20-04-2009

  23:07:59, por Lugris   , 193 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Cousas por cá, Gz é bem pequena, Para Ver Ler, Eu também desenhar

2Mvks para ver, 2Mvks para ler

Ou o que é o mesmo: 2000 vacas para ver, 2000 vacas para ler. Na próxima sexta-feira, 24 de Abril, inauguramos a exposiçom "poesia para Ver/poesia para Ler", na Galeria "DOSMILVACAS.arte", de Ponferrada, sala de exposiçons e actividades que é um… more »

15-04-2009

  20:30:40, por Lugris   , 160 palavras  
Categorias: Cousas por aí, Escrever nom é mau, Gz é bem pequena

Poïética, este Sábado, às 20.30h.

Este Sábado dia 18, poderei, poderedes e poderemos compartilhar versos, palavras e músicas com @s poetas Xiana Arias, Luz Fandiño, Andrea Núñez, Séchu Sende, Marta Dacosta e a guitarrista Maya Grillo, no II Festival de Poesía Galega… more »

03-04-2009

  23:53:21, por Lugris   , 191 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Para Ver Ler

Desvario (3)

Endereço nom atopado. Direcçom desconhecida. Lugar inexistente. O seu sistema foi incapaz de dar com o servidor que procurava. O bucle nom acolhe sincronizaçom no concentrador. Se calhar o endereço nom existe ou o servidor prefire nom dar com… more »

28-03-2009

  22:46:32, por Lugris   , 249 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Para Ver Ler

Desvario (2)

Este presente que vivo é, foi, resulta umha obviedade dizê-lo, o futuro de onte. Esta vida que fago hoje é o meu destino. Foi o meu destino. Miro-me bem. Reviso o que fago. E nom me entendo. Nom o entendo. Nom som quem de descodificar as mensagens… more »

22-03-2009

  00:51:39, por Lugris   , 145 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Para Ver Ler

Desvario (1)

Estou sentado em algum lugar que conheço perfeitamente ainda que nem sei onde é. Com os olhos pechados, podo ver todas e cada umha das cousas que me rodeiam. Conheço todos os nomes de todas as cousas, mas som incapaz de pronunciar algumha palavra… more »

05-02-2009

  17:34:51, por Lugris   , 215 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Gz é bem pequena, Para Ver Ler

Dous poetas muito pendurados na rádio

Os dous poetas muito pendurados protagonizarám na próxima semana, se o tempo nom o empece e as autoridades o permitem, a página de poesia do Diário Cultural da Rádio Galega, com motivo das suas exposiçons na Galeria Sargadelos de Ferrol. Isso… more »

30-01-2009

  16:19:17, por Lugris   , 32 palavras  
Categorias: Filmes, Escrever nom é mau, Para Ver Ler

Casa Skylab na tele (por capítulos)

Vai fazendo click em cada tele. Por orde. Ou nom. Isto é livre. Capítulo I: Capítulo II: Capítulo III: more »

29-01-2009

  00:08:27, por Lugris   , 104 palavras  
Categorias: Gz é bem pequena, Para Ver Ler, Eu também desenhar

Dous poetas muito pendurados

Do 6 ao 28 de Fevereiro, na Galeria Sargadelos de Ferrol, Eduardo Estévez e Igor Lugris penduramos as nossas obras poético-visuais "Os veos da paisaxe" e "poesia para Ver/poesia para Ler". O dia 6, às 20.00h., fazemos umha inauguraçom, com recital… more »

16-01-2009

  08:00:24, por Lugris   , 38 palavras  
Categorias: Cousas por cá, Gz é bem pequena, Para Ver Ler

Autobombo de Lugros (Tomamos um vinho este sábado ou predicamos no deserto?)

Hoje, o Diário de Leom, lembra-nos que Lugros, esse poeta, vai estar manham em Cabanas Raras, dando um recital. Já sabedes que a entrada é de balde. Estades convidadas/os. (Ao remate, tomaremos um vinho). more »

14-01-2009

Para o Santi e o Alex. Galiza nom tem rei.

A casa real da Mongólia a totalidade da casa real da Mongólia foi passada à facada muitos anos antes de fundarmos Mongólia e anos muitos anos depois de alguém descobrir o primeiro caminho que levava a Mongólia ou a algum lugar parecido E… more »

12-01-2009

Parábola (Astrazeneca nom se pecha)

Entro na minha entidade bancária Falo com a pessoa que está na caixa Amavelmente pergunto-lhe se é certo isso que di a sua publicidade ?somos o teu banco? Essa pessoa sorrí e di-me que sim que com certeza que eles estám para me ajudar… more »

11-01-2009

  00:00:38, por Lugris   , 74 palavras  
Categorias: Cousas por cá, Gz é bem pequena, Para Ver Ler

Uns dias em Cabanas Raras

A expo "poesia para Ver/poesia para Ler", volta para casa. Estará uns dias na Casa da Cultura de Cabanas Raras, no Bierzo, antes de iniciar nova viagem, desta vez a Ferrol, onde estará no mês de Fevereiro (mas disso já falaremos nos próximos dias).… more »

19-12-2008

  23:20:22, por Lugris   , 104 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau

Para completar este poema

Canso-me Nom é pronome inecesário É que me canso A mim próprio A mim mesmo Canso-me Porém continúo na procura dum lugar dum momento dumha palavra ou dumha pequena sensaçom que me permita por um segundo descansar Canso-me por… more »

15-12-2008

  07:44:58, por Lugris   , 158 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Para Ver Ler

Como um blues

Se soubesse escrever um poema como um blues escreveria o blues do proletariado Ou melhor ainda da proletária A mulher trabalhadora que na fábrica na cadeia de produçom durante dez ou onze horas sem se poder mover e comendo ás agachadas… more »

12-12-2008

  07:45:29, por Lugris   , 56 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Para Ver Ler

Crise

Por muito que olho pola janela para a rua ou para os caminhos para toda essa gente para toda essa realidade que está ai fora ou aqui dentro nom vejo nom consigo ver qual é o lugar onde estou o lugar onde estarei more »

09-12-2008

  07:55:43, por Lugris   , 263 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau

Quê fazer?

Farei-me esta pregunta Quê fazer? também quando esteja nisso que chamam paro desemprego quando nom tenha trabalho quer-se dizer trabalho remunerado? Olharei ao meu redor e verei as mesmas ruas as mesmas praças as mesmas casas? Serám as… more »

25-11-2008

  19:46:33, por Lugris   , 68 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Gz é bem pequena

De festa em casa alheia... (ou nommmm)

Andivemos/andamos de festa, de parranda, de esmorga, de joldra, de troula, de fartadela, de chacarandaina, de galhoufa, de reboldaina, de rejouba... em casa alheia. Ou nom tam alheia. Nem sei muito bem como é que comezou. more »

24-11-2008

para Ver/Ler em Compostela

Já levavamos tempo anunciando que a exposiçom "poesia para Ver/poesia para Ler" chegaria a Compostela. E agora podemos concretar datas. Do 27 de Novembro ao 27 de Dezembro, estará no Centro Social O Pichel, o local da Gentalha do Pichel. E na… more »

19-11-2008

  07:50:23, por Lugris   , 120 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Músicas

Já e manhám para ti

Já é manhám para ti e para nós ainda é onte ou antonte Mesmo há alguns entre nós para os que ainda é a semana passada ou o mês anterior Mas para ti já é manhám Porém lembra que o tempo está a favor dos pequenos e que se para… more »

18-11-2008

  07:58:20, por Lugris   , 266 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau

Vim-te marchar três vezes da casa

Com esta vim-te marchar três vezes da casa dando um portazo e prometendo nom voltar nunca mais A primeira vez durou o tempo suficiente para que eles pensaram que te precissavam e sairam a chamar-te a ti que aguardavas fora a que te chamaram… more »

15-11-2008

  11:55:20, por Lugris   , 84 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau

10 perguntas

Quem elabora o discurso? Quem dirige o movimento? Alguém sabe quem fixou a estratégia? quem definiu a táctica? Alguem pode explicar quem ou quê decidiu o caminho? Por quê é que estamos dando voltas ao redor da ausência? Onde estám os… more »

12-11-2008

Musica para um Artefacto

Já há vários dias que Fanny+Alexander comentarom no seu blogue que estavam a trabalhar num dos temas do seu próximo disco, que por agora leva o título de "Caixa de Alfaias". Falavam da colaboraçom de Carlos Valcárcel, Projecto Mourente, ponhendo… more »

27-10-2008

  07:42:57, por Lugris   , 202 palavras  
Categorias: Cousas por cá, Para Ver Ler, Eu também desenhar

Um apartamentinho

Atopei um apartamento novo, barato, amplo, com bons vizinhos e vizinhas, onde poder trabalhar com os meus quadros, ou o que sejam. Nom é que vaia deixar esta casa, cá! O que se passa é que o apartamento permite-me seguir trabalhando naquelas cousas… more »

25-10-2008

  09:53:02, por Lugris   , 49 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau

Tal vez

Tal vez um homem novo um ser humano novo Um Ser Humano onde ser também significa estar onde humano também significa vivo Tal vez só umha nova forma de nom seguir renunciando de nom seguir claudicando de nom seguir aceitando placidamente… more »

24-10-2008

  16:04:55, por Lugris   , 92 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau

Estes som os últimos dias

Estes som os últimos dias Sabemos que vai chover Vai chover Novamente vai chover E pode que seja mais umha derrota Umha outra derrota que somar ao nosso curriculum colectivo Tam necessária e imprescindível como as anteriores Tam distinta… more »

23-10-2008

  08:05:58, por Lugris   , 132 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau

Poema sem título

Todo é terrivelmente complicado Mas nom há que se preocupar com isso Também o certo é que tudo é terrivelmente simples Igual que distinguir o abalo e o devalo Igual que ver chover Igual que pensarmos que existir é lembrar distáncias e… more »

04-10-2008

  08:21:43, por Lugris   , 100 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau

Diagnósticos

Também estivo aquela outra vez Quando decidimos assaltar o ceu da madrugada ao ritmo dum licorcafé mentre sonava ao longe dentro das nossas cabeças umha dessas cançons às que lhe inventavamos a letra Era quando aprendiamos idiomas ou… more »

27-09-2008

  10:27:30, por Lugris   , 152 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Músicas, O Livro das Confusons, Para Ver Ler

Aquel poeta inédito, licenciado e fanfarrom...

Estou no mundo porque tem que haver de tudo repetia a todas as horas em todas as partes aquele poeta inédito licenciado e fanfarrom que andava na procura das musas entre as massas ou das moças tras os copos de uísque more »
  00:03:56, por Lugris   , 55 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Músicas, Para Ver Ler, Eu também desenhar

Prendem-se algumhas luzes...

De 55 minutos de silêncio, um pequeno poemário que se pode ler integramente no web da Associaçom de Escritores/as em Língua Galega (AELG). more »

14-09-2008

  00:51:15, por Lugris   , 106 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Bi-lhei

A minha língua remix (oceanic version)

Publicado na Revista das Letras do 4 de Setembro, trata-se dumha versom do meu próprio poema "A minha língua quero na tua boca", escrita haverá já practicamente dous anos, e que se pode incluir dentro do meu "trabalho" de Bi-lhei. A minha língua… more »

13-09-2008

  02:42:33, por Lugris   , 98 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Gz é bem pequena, Para Ver Ler, Eu também desenhar

Um mês no Condado

Desde o dia 11 (de Setembro) e até o dia 11 (de Outubro), pode-se ver no Local Social Baiuca Vermelha, de Ponte Areas, no Condado, a exposiçom "Poesia para Ver/Poesia para Ler". more »

04-09-2008

  08:26:43, por Lugris   , 116 palavras  
Categorias: Cousas por aí, Escrever nom é mau, Cousas por cá, Gz é bem pequena, Para Ver Ler

... e hoje na Revista das Letras (mais autobombo)

Hoje aparece na Revista das Letras, o suplemento literário-cultural do Galicia Hoje, o monográfico que me dedicam. more »

03-09-2008

  07:51:57, por Lugris   , 275 palavras  
Categorias: Cousas por aí, Escrever nom é mau, Gz é bem pequena

Hoje no "Galicia Hoxe" (isto é autobombo)

Hoje, publicam no Galicia Hoxe o resultado dumha entrevista que me figerom, como introduçom ao monográfico que manham publicaram na "Revista das Letras": "Lugrís, a quen GALICIA HOXE lle dedicará o suplemento Revista das Letras desta semana, é un… more »

26-08-2008

  17:58:10, por Lugris   , 132 palavras  
Categorias: Cousas por aí, Escrever nom é mau, Gz é bem pequena, Livros

A Corunha à luz das letras

A Corunha à luz das letras
Há umhas quantas semanas, subim ao blogue o poema que constitue o meu contributo a este livro colectivo, editado pola Concelharia de Cultura da Corunha (quem o diria há uns anos...?) e a AELG, e publicado pola editorial Trifolium, com motivo do 800º… more »

01-08-2008

  08:45:08, por Lugris   , 509 palavras  
Categorias: Cousas por aí, Gz é bem pequena, Para Ver Ler

Em Setembro, em Salvaterra

Chegou há uns das a informaçom sobre o XXII Festival da Poesia do Condado, organizado, como sempre, pola SCD do Condado. Este ano, som a legenda "Galiza nom se vende". Um amplo programa, que dá começo a quinta-feira, 4 de Setembro, com exposiçons… more »

09-07-2008

  16:07:34, por Lugris   , 411 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Cousas por cá, Gz é bem pequena, Para Ver Ler

Para ver/ler em Cabanas Raras

Com este cartom postal, que reproduze o desenho feita com o poema Casa Skylab, anunciamos que o dia 21, estaremos com o nosso recital, com a nossa exposiçom, "Poesia para ver, Poesia para ler", em Cabanas Raras, no Bierzo, com motivo das festas da… more »

06-07-2008

  01:23:48, por Lugris   , 47 palavras  
Categorias: Estam tolos estes espanhois, Stop hipocrisia!, Para Ver Ler, Eu também desenhar, Paranhoia

Intelectual paranhoico

Apresentamos em exclussiva umha imagem, conseguida com cámara oculta, que mostra o momento no que um Intelectual Paranhoico, influido sem dúvida algumha pola banda dos autodenominados "20 intelectuais", exerce o seu democrático direito a impor livrem… more »

04-07-2008

  17:52:03, por Lugris   , 10 palavras  
Categorias: Estam tolos estes espanhois, Stop hipocrisia!, Para Ver Ler, Eu também desenhar, Paranhoia

Parañoia

Já sabes: cópia, cola, distribue... Se queres, por suposto! more »

03-07-2008

  08:22:10, por Lugris   , 184 palavras  
Categorias: Cousas por aí, Escrever nom é mau, Músicas

Divertimento via Porto...

Quando o colectivo galego-português de músicos e artistas que se fai chamar 1226 editou na rede o seu primeiro trabalho, aquel mítico "Nom somos nós", que encheu as pistas de baile de tascas, pubs e muitas discotecas, ninguém pensava que poderiam… more »

02-07-2008

  16:50:30, por Lugris   , 356 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Bi-lhei

No ponto certo das cousas

A mao, esta mao que te procura instala-se no ponto certo das cousas cara ao jogo do riso na Galiza libertada pola cidade sem ramplas nos passeios. Imos Abraço a desorde das ideias Foi preciso para isto nascer e regressar? Um espasmo de luz… more »
  08:26:40, por Lugris   , 172 palavras  
Categorias: Cousas por aí, Escrever nom é mau

Cinco por cento

Leo em algures que do que existe do que nos rodeia da realidade só vemos um 5% Só chegamos a ver um cinco por cento Isso dim os científicos E os filósofos E os científicos filósofos e imagino que também os filósofos científicos Leo… more »

27-05-2008

  19:01:28, por Lugris   , 85 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Para Ver Ler, A minha língua...

A minha lingua... (e VII. Os autocolantes)

Esta é a colecçom de autocolantes realizada junto com os cartón na ediçom especial do poema "A minha língua quero na tua boca". Com isto, dou por rematada esta série do projecto "Poesia para ler/poesia para ver". Estou já a trabalhar na nova… more »

24-05-2008

  09:58:39, por Lugris   , 45 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Para Ver Ler, A minha língua...

A minha língua... (IV)

Ainda mais blogues onde recolhem a ediçom das tarjetas: as Palabras de Amauta, de Girona, Principat de Catalunya, e o blogue de Português do IES Olhos Grandes de Lugo. Novamente, a eles/as, aos/às de antes e a quem mais venha: obrigado!. more »

15-05-2008

  15:59:05, por Lugris   , 30 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Para Ver Ler, A minha língua...

A minha lingua... (III)

Ainda mais blogs onde apareceu a ediçom dos cartóns: more »

13-05-2008

  16:49:07, por Lugris   , 131 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Abecedário, I

I (Istoria de I, por Besbe)

Istoria I. Inféstana inmumerables imbecilidades (idiotas). Iscade insectos! Insisten insaciables: imposibilítana. Irrompen insanos, invádena intratables, infernais (in)humanos. Inféctante I. I-kurriña, I imperturbable, I inspira. I inventa… more »

12-05-2008

  18:32:15, por Lugris   , 98 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Para Ver Ler, A minha língua...

A minha língua... (II)

Os cartóns do poema "A minha língua quero na tua boca", já forom, e ainda siguem, chegando aos seus destinatários. more »

06-05-2008

28-03-2008

  08:30:14, por Lugris   , 401 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Músicas

O nascimento dum Artefacto (Burbur)

Navegando, naufragando e afogando na rede, na procura doutras cousas nas que agora ando, atopei... um video dos Living Colour cantando a famosa cançom de "Elvis is Dead", num espectáculo em Montreaux no 2004, ligada com um dos temas seus mais… more »

27-02-2008

  18:50:58, por Lugris   , 40 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Abecedário, G

G

Genial gaiteiro, genuino galam, garrido guerreiro, generoso ganhador, Genaro Gonçalves, galego, galopava galhardos garanhons guanches more »

26-02-2008

  16:23:34, por Lugris   , 189 palavras  
Categorias: Abecedário, S

S (II) Substancia sen sentido, por Besbe

Substancia sen sentido Satélites soviéticos sostidos sobre soles. Son similar. Son sospeitosa, son sílfide sideral, serena, silenciosa, semellando sorrir silvestremente, sosegada, sen sortellas, sen soldaduras. Soa, silabando silencios sinistros.… more »
  16:20:18, por Lugris   , 115 palavras  
Categorias: Abecedário, N

N "Negar" por J.Gómez

Negar Neguémos nomearnos necios! Neguémonos! Namentras notables nautas notifican nocivos naufraxios. Nós, navallas no noxo nutridas, noveles normalizados na nausea, notorios nugalláns nados na nulidade, noctámbulos nómadas na noite nus,… more »

25-02-2008

  16:46:13, por Lugris   , 177 palavras  
Categorias: Abecedário, Abecedário Progressivo

Abecedário Progressivo (II) Bieito Penela

Achegóuseme brillando con delicadeza. Eu finxía grampar habituais informes. ?Jiana Kepler?, lin: ?Misión: Neutralizala. Observación: Procurar que regrese. Sospeita: Temémonos unha vil xogada.? Zigzagueamos ata Beta Centauri. Debía… more »
  16:36:16, por Lugris   , 52 palavras  
Categorias: Abecedário, F

F (II). Alf, Minus Bálido

fungo forcarei funk finito de córdoba fire fogos artificiais filón fuck off farándula funambulismo fol flecos e flocos farfullar fanta filomeno farra farragoso fletán fío fatalidade froita fonógrafo folque feromona fotosensible fin… more »

20-02-2008

  13:13:50, por Lugris   , 56 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Abecedário, F

F

Fabriquemos falsas figuras frenéticas, folerpas foráneas, frutos fugitivos, flexíveis farrapos. Fagamos fantásticos feitizos funerários, figas fúnebres, fluidos fornicantes, fulgurantes froalhos. Fechemos fedorentas fábricas, fugitivos foxos,… more »

19-02-2008

  20:13:45, por Lugris   , 81 palavras  
Categorias: Cousas por aí, Escrever nom é mau

A pintar bisontes...

Esta quinta-feira, dia 21 de Fevereiro, estarei na Corunha, no Centro On, de CaixaGaliza, para participar no ciclo "Pinte un bisonte na caverna, por favor". more »
  19:41:14, por Lugris   , 190 palavras  
Categorias: Abecedário, M

M (Estíbaliz...)

MIL MONOS MARCHAN Máis marcianos Menos musas Máis mutación medular manifesta Menos mentiras maxistradas. Militares. Monárquicas. Mitradas Máis máscaras mordaces Máis malva matutino Menos mans moinantes manipulando multitudes Máis… more »

15-02-2008

  16:38:46, por Lugris   , 170 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Bi-lhei

Mais poemas de bi-lhei.

Ritmo Poesia postpoesia Melodia transmelodia Com esta rima a música e a energia... A senda do teu perfume sobrevoava aquele humilde quarto do operário que continuava a fazer parte do sindicato dos pobres com a certeza de que os pequenos… more »

14-02-2008

  16:00:40, por Lugris   , 139 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Abecedário, E

E

"Escolho estrelas. Estas Estrelas", explicava Ernesto. more »

11-02-2008

  16:45:51, por Lugris   , 150 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Abecedário, D

D (2)

Depois das derradeiras detençons, decidirom deixá-los descansar. "Deixade-os descansar", dijo Domínguez, Delegado da Direcçom, displicente, diligente, disciplinado. more »
  15:49:32, por Lugris   , 31 palavras  
Categorias: Abecedário, Abecedário Progressivo

Abecedário progressivo (Eugénio Outeiro)

A bigorna cantava de energía. Falava grandes hábitos imortais jogando lâminas, mecânicas notas ou partituras quentes. Rangiam sinfonias tortuosas unicordes, vívidos xilofones zangados. Eugénio Outeiro more »

09-02-2008

  13:31:49, por Lugris   , 22 palavras  
Categorias: Abecedário, S

S (Eugénio Outeiro)

Sossego. Ser sugado sem salamandras sentindo sapos seródios. Só ser selvagem sob siso: Solidão, soldado subterrâneo. Eugénio Outeiro more »
  13:30:36, por Lugris   , 20 palavras  
Categorias: Abecedário, R

R (Eugénio Outeiro)

Raiva Rastejando relva rasteira, recordo remorsos rápidos: recolho retinas relembradas. Retortas ratas repartem reptos repentinos. Ressuscito. Eugénio Outeiro more »
  13:24:58, por Lugris   , 35 palavras  
Categorias: Abecedário, D

D (Eugénio Outeiro)

Dedos descendo devagar dermes dormintes. Decurso de danças digitais decrescendo distâncias donde domina o decoro Didáctica de doidos dançarinos dentro do denso dia Dádiva do desejo despertada Eugénio Outeiro more »
  13:22:24, por Lugris   , 36 palavras  
Categorias: Abecedário, C

C (3) (Eugénio Outeiro)

Canta como consolo Como calandra canta. Contornos côncavos convergem com cataclismos cíclicos. Caminhos certos continuam. Contudo corpos catárticos comprimem cactos contra camélias. Certos caminhos cessam contando cornucópias cerceadas.… more »
  13:20:52, por Lugris   , 7 palavras  
Categorias: Abecedário, A

A (2) (Eugénio Outeiro)

Amor ama antíteses Eugénio Outeiro more »
  09:33:04, por Lugris   , 64 palavras  
Categorias: Abecedário, C

C (2) (Paulo V)

Carlos Couto Carvalheira comia carne correntemente com colegas corunheses. Coa cunhada Carminha Castro (conhecida cabareteira cedeiresa com categoria consagrada) comia cousas com certa categoria: colibri com cardos, camaróns com cucurbitáceas,… more »

08-02-2008

  17:47:59, por Lugris   , 32 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Abecedário

Ecos do abecedário

A iniciativa "Escreve o abecedário", achou já certo eco na rede. Tanto o Portal Galego da Língua, quanto Vieiros recolhem a ideia, e dam-lhe publicidade. Aguardamos as primeiras aportaçons. more »
  13:09:27, por Lugris   , 138 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Abecedário, C

C

Criamos cinco cabalísticas cartografías circulares, cinco códigos clándestinos: cada camarada cometeria complicados crimes capitais contra célebres catedráticos cúmplices. more »

07-02-2008

  17:41:32, por Lugris   , 307 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Abecedário

Escreve o abecedário!

Lembras-te do Cadáver Esquisito "Há umha certa luz incompreensível na distáncia"? Pois agora envio-te umha nova proposta para seguirmos a jogar com a literatura. Trata-se da iniciativa "Escreve o abecedário". De quê é que se trata? more »

02-02-2008

  10:23:49, por Lugris   , 97 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Abecedário, B

B

Baloreciam buliciosas borbulhas baleiras. Boas baratas bloqueiavam brumosas baías balsámicas. Badaladas. Balbordo. Barulho. Bazóficos bichos batucavam. more »

25-01-2008

  18:12:23, por Lugris   , 113 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Abecedário, A

A

Alvaro alucinava, absorto, ante aquel areal amarelo, aberto, agre... more »

16-07-2007

  19:16:10, por Lugris   , 70 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Palavras nas pedras

Essas luzes que me rodeam

Da série "Palavras nas pedras", umha primeira entrega. Em Lombilho, intentaremos ampliar esta série, com os desenhos, as fotos e as imagens das e dos meus companheiros. Essas luzes que me rodeam é o lume da terra more »

11-07-2007

  18:36:55, por Lugris   , 48 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, Um cadáver na rede

Cadáver #64

Há umha certa luz incompreensível na distáncia como umha porta de cristal fechada uma palavra no abismo da língua tócate, sen sabelo, esvara diluída entre a memoria esfameada. Igor Lugris Eugénio Outeiro Oscar Mourave lara do ar… more »

02-07-2007

  23:29:10, por Lugris   , 85 palavras  
Categorias: alimentARTE

alimentARTE nos meios

Subo as ligaçons a duas notícias aparecidas nos meios sobre o Encontro Artístico Literário e Gastronómico "alimentARTE", que estamos a celebrar em Ponferrada, na galeria DOSMILVACAS.arte. more »
  08:36:22, por Lugris   , 56 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau

perdom

Pedirom-lhe que explicara como se pedia perdom e non soubo mais que dizer que com P de paciência com E de esperança com R de remedios com D de desejo com O de olhadas e com M de mais nada E assim em silêncio foi-se indo sabendo que o… more »

27-06-2007

  15:20:36, por Lugris   , 199 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, alimentARTE

Avante alimentARTE

Continuamos com alimentARTE Esta semana propomos: cristalizaçom do vinho e ceia. more »

15-06-2007

  01:37:24, por Lugris   , 394 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, alimentARTE

alimentARTE, por fim!!!

Manham, Sexta-feira, 15 de Junho, às 21'30h., abre as portas o encontro artístico, literário e gastronómico que, baixo o nome de "alimentARTE", se celebrará na Galeria DOSMILVACAS.a r t e (Avd. de Astorga, 7, baixo) de Ponferrada. Umha mostra… more »

02-06-2007

  19:03:06, por Lugris   , 615 palavras  
Categorias: Cousas por aí, Escrever nom é mau

10 x 10 em Compostela

Há mais dum ano que o projecto do livro colectivo de poesia anda por aí. Por fim, está já nas ruas, nos andeis das livrarias, nas bancadas de materiais de centros sociais, locais sociais, bares, pubs,... Um livro colectivo, onde 10 autoras, 10… more »

31-05-2007

  15:21:47, por Lugris   , 138 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, alimentARTE

alimentARTE avança

O Encontro artístico, literário e gastronómico que estamoa a argalhar, sob o nome de "alimentARTE", caminha cara adiante. Por agora, já temos perto de 20 artistas, que anunciarom a sua participaçom, de diversas disciplinas, diferentes ópticas,… more »

20-05-2007

  20:28:48, por Lugris   , 164 palavras  
Categorias: Cousas por aí, Um cadáver na rede

Ainda caminha o cadáver...

Isto é o que di, sobre o nosso Cadáver na Rede, Armando Requeixo no seu artigo sobre Maria Marinho "Aventura Courelá. Unnha poeta mancomunada", aparecido no Faro da Cultura do Faro de Vigo da semana passada: "Ora ben, o espírito lúdico e creativo… more »

10-05-2007

  00:15:55, por Lugris   , 426 palavras  
Categorias: Escrever nom é mau, alimentARTE

alimentARTE

Encontro artístico literário e gastronómico em Ponferrada Conjuntamente desde este blog e desde a Galeria de Arte Dosmilvacas.arte de Ponferrada, estamos a organizar um Encontro Artístico Literário e Gastronómico baixo o título "alimentARTE". more »

19-04-2007

  23:40:57, por Lugris   , 154 palavras  
Categorias: Um cadáver na rede

Cadáver #51

Há umha certa luz incompreensível na distáncia unha palabra afogada un sinal ou desexo que chama por nós en peiraos neboentos que enche as nosas bocas co agre da desfeita há um arco-íris morto no interior de um búzio vermelho O grito da… more »

1 2 >>