[O Sítio de Suso Sanmartin]

      No Caminho Português a Santiago de Compostela existe um lugar chamado Angueira de Suso.

      Segundo o dicionário e-Estraviz da língua galego-portuguesa “angueira” é “o quefazer, cuidados e negócios que cada pessoa tem”. “Angueiras” som “trabalhos, cargas sofrimentos”. Por sua parte “suso”, do latim susu, quer dizer “acima, atrás”.

      Angueira de Suso é o sítio de Suso Sanmartin na rede. Aqui colocará o susodito as suas angueiras presentes, passadas e futuras.

      Obrigado pola visita.

      susosanmartin@gmail.com


      ddooler


    Busca

    As minhas visitas no mundo

    Locations of visitors to this page

powered by b2evolution free blog software

Arquivos para: Maio 2012

25 de Abril, ZECA!!!

No passado 24 de março recebim o amável convite do Xoán Quintáns (Caramuxo, Camisolas da Galiza) para colaborar no jornal que a organizaçom de Terra da Fraternidade (Galiza a Zeca Afonso) tirou para contribuir para financiar o evento.

Dai a dezassete dias, no passado 10 de abril, figem a mão o desenho que hoje vos apresento, digitalizei-no (fazendo-lhe umha foto com a câmara do meu telefone) e enviei-lho ao Quintáns (através do Facebook Messenger também através do Sanmart-Phone, muito vos mudou o conto desde que comecei a fazer este tipo de colaborações!)

E por fim trasantontem, sábado 5 de maio, na Feira da Primavera da Rua de Sam Pedro (Compostela), pudem vê-lo impresso numha das páginas do devandito jornal.

A minha ilustraçom pode ser vista (ou nom) como umha caricatura do Zeca. Mas, em qualquer caso, nom como um retrato caricatural senom, mais bem, como o que Castelao chamava de "caricatura arbitrária":

"Non sempre a caricatura é unha abreviatura do dibuxo ou unha síntesis do impresionismo da liña, obedecendo a leises determinadas. Muitísimas veces o caricaturista chea de inspiración, deixa a unha beira a folica dos métodos e das reglas, e, fora de toda realidade, deseña arbitrariamente i-empíricamente, pero con acerto, todol-o que se propón. Hay caricaturistas arbitrários dinos de todal-as loubanzas. Bagaría, por exemplo, é arbitrario anque moitas veces a sua preguiza faino caer no autoplaxio."

[A. R. Castelao, Humorismo, Dibuxo Humoristico, Caricatura. Conferência, Publicaciós da Real Academia Gallega, março 1920, pág. 29]

Na minha "caricatura arbitrária e simbólica" (e um bocado irreverente também, se se quer) do Zeca, um "2" desenha o nariz e a sobrancelha direita, um "5" a zona supra-labial e a boca ("un seis y un cuatro, la cara de tu retrato").

Por sua parte, o "A" de "Abril" saindo da sua boca pode representar a palavra do poeta e cantor ou mesmo um alto-falante (o que nos remitiria aos Homens da Luta, um dos quais, o Falâncio, é ele mesmo umha caricatura do próprio Zeca).

E, por último, umha guitarra (ou violão) de inspiraçom cubista fai as vezes dos sempiternos óculos do José Afonso (a boca e o cavalete do instrumento seriam os olhos do Zeca).

25 DE ABRIL (25A), ZECA!!!

Escrito em 08-05-2012, na categoria: COLABORAÇÕES HABITUAIS:, CARICATURA