[O Sítio de Suso Sanmartin]

      No Caminho Português a Santiago de Compostela existe um lugar chamado Angueira de Suso.

      Segundo o dicionário e-Estraviz da língua galego-portuguesa “angueira” é “o quefazer, cuidados e negócios que cada pessoa tem”. “Angueiras” som “trabalhos, cargas sofrimentos”. Por sua parte “suso”, do latim susu, quer dizer “acima, atrás”.

      Angueira de Suso é o sítio de Suso Sanmartin na rede. Aqui colocará o susodito as suas angueiras presentes, passadas e futuras.

      Obrigado pola visita.

      susosanmartin@gmail.com


      ddooler


    Busca

    As minhas visitas no mundo

    Locations of visitors to this page

multi-blog platform

Categoria: O Pasquim

Boicoz!

"Boicoz". O Pasquim Nº 12 (NGZ Nº 67), pág. 3.

No penúltimo post de Angueira de Suso publiquei as minhas colaborações n’O Pasquim Nº 6, que foram duas. Publico neste post a minha única colaboraçom no último número do Suplemento de Humor do Novas da Galiza (O Pasquim Nº 12, de Junho-Julho de 2008): Boicoz.

Esta ideia do Boicoz ocorreu-me na manhã do domingo 20 de Abril de 2008 enquanto passeava polo Passeio da Ria no Concelho de Oleiros.

Boicoz é um trocadilho que mestura a palavra boicot (boicote -do inglês boycott- ou boicotagem –do francês boycottage- em castelhano) com a palavra coz (couce ou coice em espanhol). Dizer, por se houver aí alguém de fora, que o jornal La Voz de Galicia, libelo regionalista/espanholista Made in La Coruña, é popularmente e com todo o merecimento conhecido na Galiza por La Coz.

Para compor a palavra Boicoz (e mais as duas frases nem 1€ para La Coz de Galicia e nom com o meu dinheiro) empreguei a tipografia da cabeceira de La Voz de Galicia e dos seus cadernos comarcais La Voz de A Coruña, La Voz de Carballo, La Voz de Ferrol (que já tinha de antes) e La Voz de Barbanza (que tivem de fazer vir do Barbança, propositadamente, para a ocasiom).

No sábado 10 de Maio de 2008 pedim via SMS ao meu bom amigo Eduardo Maragoto, professor de português na EOI-Compostela, que digesse a algumha das suas alunas ribeirás se podia trazer-me de Ribeira um exemplar atrassado do caderno comarcal barbanceiro de La Voz.

Apenas dous dias depois, na segunda-feira 12 de Maio, recebim um SMS do Edu dizendo assim: “Suso, tés um LA VOZ DE BARBANZA na Gentalha, em teu nome. Bjs”.

Devim começar a trabalhar no design naquela altura (ainda que pode ser que nom, pois daquela andava super-atarefado com os preparativos do DdoOLeR 2008) mas o que sim sei (porque assim consta no meu diário) é que nom o terminei até a quarta-feira, 18 de Junho de 2008 (“por fim!”).

Na segunda-feira 23 de Junho o Gerardo Uz (maquetista) e mais eu (coordenador) maquetamos na sua morada, cotovelo a cotovelo, o último número d’O Pasquim.

Umha semana e um dia depois, na terça-feira 1º de Julho, conjunta e (in)separavelmente com o Nº 67 do Novas da Galiza (pdf), recebim na minha morada O Pasquim Nº 12 (pdf), o último número d’O Pasquim, incluindo o meu Boicoz na sua página três.

BOICOZ!
Nem 1€ para La Coz de Galicia!
Nom com o meu dinheiro!

Agradecimentos
Promessas som dívidas (e bem nascidos é ser agradecidos) assim que muitíssimo obrigado ao amigo Eduardo Maragoto, à Susana Rodríguez (aluna ribeirá, barbanceira, do Edu) e ao José Manuel Pozo (colega de andar, também ribeirám, da Susana que foi quem realmente foi a Ribeira e trouxo para mim o caderno barbanceiro de La Voz).

Escrito em 21-01-2009, na categoria: COLABORAÇÕES HABITUAIS:, O Pasquim
As minhas colaborações n'O Pasquim Nº 6

"Pavo Real", "O Pasquim" Nº 6 ("Novas da Galiza" Nº 61, de 15-DEZ-07 a 15-JAN-08), pág. 4.

A cinco dias para o final do ano, actualizamos este semi-abandonado blogue (a culpa do seu semi-abandono tem-vo-la estoutro novo blogue) publicando aqui as duas cousinhas que há um ano (é incrível como passa o tempo!) figéramos para a sua publicaçom no sexto número d'O Pasquim, desaparecido Suplemento de Humor do Novas da Galiza que saiu a lume durante um ano, de Julho de 2007 a Julho de 2008.

O Pasquim Nº 6, intitulado 2007: 'Annus Horribilis’ para o humor e do que já temos falado aqui com anterioridade, podedes descarregá-lo em pdf premendo aqui.

"Il Postino", "O Pasquim" Nº 6 ("Novas da Galiza" Nº 61, de 15-DEZ-07 a 15-JAN-08), pág. 3.
Escrito em 26-12-2008, na categoria: COLABORAÇÕES HABITUAIS:, O Pasquim
"O Pasquim" Nº 12 (e último)

Capas do Nº 67 do 'Novas da Galiza' (esquerda) e do Nº 12 d'O Pasquim' (direita).

No dia de hoje, terça-feira 1º de Julho, o carteiro trouxo à minha casa o último número d'O Pasquim.

O Pasquim Nº 12 (e último) distribui-se conjunta e (in)separavelemente com o último (o mais recente) número do periódico galego de informaçom crítica Novas da Galiza (NGZ Nº67).

Porque com efeito, caras/os leitoras/es, o número d'O Pasquim que nestes dias podedes encontrar nos quiosques é o último número do Suplemento de Humor do Novas da Galiza. Ao menos da sua primeira época.

Pola primeira vez e, como é lógico, sem abrir precedente, o tema d'O Pasquim Nº 12 é livre. Até a data cada número d'O Pasquim foi monográfico e monotemático: 25-J: O humor começa por um mesmo (Nº 1), os fode-chinchos (Nº 2), o Regresso às aulas (Nº 3), o plus dos altos cargos (Nº4), as Mudanças climáticas (Nº 5), a Censura no Reino de Espanha (Nº 6), a ICAR (Nº 7), as Eleições Gerais no Reino de Espanha ( (Nº 8), os/as tangallegos/as (Nº 9), a crise econômica (Nº 10) e o 25 de Maio, Dia do Orgulho Lusista e Reintegrata (Nº 11). Mas neste número os nossos dessinteressados colaboradores tiveram, como digemos, liberdade criativa total. E para terminar... barra livre! é o título que, galego-portuñolesismo por consumaçom livre incluído, leva o último número pasquineiro.

Para além de mim, colaboraram neste último número d'O Pasquim Gerardo Doco Velo, Maceirax, Pestinho+1, Gonzalo Vilas, Bruno Ruival e Franjo Padin. Muitíssimo obrigado a todos!!!

So Long and Thanks for all the Fish

Com a saida a lume d'O Pasquim Nº 12 o Xico Paradelo (coordenador adjunto) e mais eu (coordenador) cumprimos o compromisso adquirido com o pessoal do Novas há pouco mais dum ano e ganho um merecido descanso. O Gerardo Uz, entusiasta maquetista-propagandista d'O Pasquim, e resto dos colaboradores que desinteressadamente fizeram possível mês a mês que este entusiasmante projeto virasse umha realidade(in alphabetic order: Bruno Ruival, Carlos Meixide, Fer, Franjo Padin, Gerardo Doco Velo, Gonzalo Vilas, Heitor López de Castro, Maceirax, Pepe Carreiro, Pestinho+1, Séchu Sende e um servidor, Suso Sanmartin), também o merecem.

A todos eles, a todos e todas vós, até logo e obrigado pelos peixes!!! :)

Escrito em 01-07-2008, na categoria: O Pasquim
"O Pasquim" Nº 11

Capas do Nº 66 do 'Novas da Galiza' (esquerda) e do Nº 11 d'O Pasquim' (direita).

Na passada terça-feira, 27 de Maio, recebim o último, o mais recente número do periódico galego de informaçom crítica Novas da Galiza (NGZ Nº66). Conjunta e (in)separavelmente com ele, recebim na minha morada o penúltimo (o que precede imediatamente ao último) número d'O Pasquim, Especial 25 de Maio,Dia do Orgulho Lusista e Reintegrata e Dia da Toalha.

Com efeito, caras/os leitoras/es, lestes bem. O número d'O Pasquim que nestes dias podedes encontrar nos quiosques (Nº11) é o penúltimo e o próximo (Nº12) será o último número do Suplemento de Humor do Novas da Galiza.

Ao menos desta primeira época.

Com a saida a lume d'O Pasquim Nº 12 o Xico Paradelo (coordenador adjunto) e mais eu (coordenador) teremos cumprido o compromisso adquirido com o pessoal do Novas há pouco mais dum ano e ganho um merecido descanso. O Gerardo Uz, entusiasta maquetista-propagandista d'O Pasquim, e resto dos colaboradores que desinteressadamente fizeram possível mês a mês que este entusiasmante projeto virasse umha realidade, também o merecem.

A todos eles, a todos e todas vós, muitíssimo obrigado!!!

P.S.: As despedidas, sempre tam tristes, deixamo-las para o mês que vem!

Escrito em 30-05-2008, na categoria: O Pasquim
"O Pasquim" Nº 10

Capas do Nº 65 do 'Novas da Galiza' (esquerda) e do Nº 10 d'O Pasquim' (direita).

Hoje há um mês que recebim na minha morada o Nº 65 do Novas da Galiza (pdf) e, conjunta e (in)separavelmente com ele, O Pasquim Nº 10 (pdf).

E há já um mês e um dia que o Gerardo Uz, entusiasta maquetista e propagandista d'O Pasquim, deu notícia da saída a lume do décimo número pasquineiro no seu blogue.

A esta altura do filme nom vou contribuir com nada novo, assim que (com licença do Gerardinho) copio e colo aqui um trechinho da mesma:

O número 10 leva por título «Crise? Que crise?», uma pequena reflexão sobre a crise ligeira desaceleração económica que estamos a viver no último ano (especialmente acrescentada desde o 1 de Janeiro de 2008).

Neste número colaboram os já habituais Suso Sanmartin (quem, ademais, coordena), Pestinho +1 e Maceirax, assumindo o incansável Xico Paradelo a coordenação adjunta… e quem lhes escreve, pois perpetrando maquetando, mais um número. Comprovariam que a nómina de colaboradores sofreu uma ligeira redução neste número, mas é que crise afecta todos por igual ;)

Escrito em 29-05-2008, na categoria: O Pasquim
"O Pasquim" Nº 9

Capas do Nº 64 do 'Novas da Galiza' (esquerda) e do Nº 9 d'O Pasquim' (direita).

Anteontem, sexta-feira, 28 de Março de 2008, chegou à minha caixa do correio o último número do Novas e, conjunta e in-separavelmente com ele, o último número d'O Pasquim.

N'O Pasquim Nº 9 (dedicado a Tan gallego como el gallego, Galicia Bilingüe, Mesa por la Libertad Lingüística e toda essa galegófoba ralé) colaboramos (in alphabetical order): Fer, Franjo Padín, Gerardo Doco Velo, Gonzalo Vilas, Maceirax, Pestinho+1, Pepe Carreiro e um servidor, Suso Sanmartin.

O título do Nº 9 d’O Pasquim («Be lingual, be happy!») tomamo-lo emprestado da magistral BD com a que o mestre Gonzalo Vilas, ausente nos dous anteriores números d'O Pasquim, volta a deleitar-nos neste número. A Deus o que é de Deus e a César o que é de César! ;)

Escrito em 30-03-2008, na categoria: O Pasquim
“O Pasquim” Nº 8

Capas do Nº 63 do 'Novas da Galiza' (esquerda) e do Nº 8 d'O Pasquim' (direita).

Há exatamente três semanas (na Quarta-feira, 27 de Fevereiro) recebim na minha morada o número 63 do Novas da Galiza e (conjunta e in-separavelmente com ele) O Pasquim número 8.

E há três semanas menos um dia (vinte dias já) que (na quinta-feira, 28 de Fevereiro) Gerardo Uz publicou no seu blogue um post sobre a oitava entrega do Suplemento de Humor do Novas da Galiza, integralmente dedicado às Eleições Gerais celebradas no Reino de Espanha no passado 9 de Março (há hoje dez dias).

A estas alturas O Pasquim Nº 8 já nom é, portanto, novidade nengumha. No entanto (visto que de todos os números anteriores d’O Pasquim foi dada notícia aqui, em Angueira de Suso) tarde, mal e arrasto fazemos o próprio com O Pasquim Nº 8.

E igual que figemos no post dedicado ao anterior número d’O Pasquim (O Pasquim Nº 7), abusando da confiança do Gerardinho voltamos a copiar e colar aqui um trecho do seu post. Com licença:

(...) Neste número colaboram os já habituais Suso Sanmartin (quem, ademais, coordena), Pestinho +1 e Franjo Padin. A maravilhosa equipa recupera a colaboração de Bruno Ruival (autor da imagem corporativa d’O Pasquim) e, como novidade, duas gratas fichagens: Fer (texto de opinião) e Maceirax (desenho crítico). Como no resto de números, o resto de tarefas continuam sendo as mesmas, com o grande Xico Paradelo assumindo a coordenação adjunta… e quem lhes escreve, pois perpetrando maquetando (...)

Escrito em 19-03-2008, na categoria: O Pasquim
"O Pasquim" Nº 7

Capas do Nº 62 do 'Novas da Galiza' (esquerda) e do Nº 7 d'O Pasquim' (direita).

Já passaram oito dias desde que, na Quarta-feira 30 de Janeiro, recebim na minha morada o último número d'O Pasquim e dez desde que, na Segunda-feira 28, o Gerardo Uz (entusiasta maquetista e divulgador pasquineiro) publicou a recensom do mesmo no seu magnífico blogue.

Com ressaca do Entrudo do Io e aqueixado do sindroma de regresso ao trabalho nom dou para mais que para copiar e colar aqui parte do escrito acolá polo amigo Gerardo. Gerardinho, espero que nom te importes! ;)

‘O Pasquim’ n.º 7 — Topamos com a Igreja!
Janeiro 28, 2008 at 7:00 · Escrito em comuuunicando, criativo, uz · a choutar!

Já está nas bancas do País, conjunta e separavalmente com o Novas da Galiza, o número 7 do seu magnífico suplemento de humor, O Pasquim (sítio oficial, sítio oficioso), nesta ocasião voltado para um tema de ardente actualidade: Topamos com a Igreja! (mais católica, apostólica e romana do que nunca).

Neste número colaboram os já habituais Suso Sanmartin (quem, ademais, coordena), Pestinho +1, Franjo Padin e, por segundo número consecutivo, o mestre Pepe Carreiro. Se no número anterior tivemos como sinatura convidada o nosso bom amigo Heitor Lopes de Castro, desta volta temos outro grande amigo desta casa, o Carlos G. Meixide (...)

Escrito em 07-02-2008, na categoria: O Pasquim
Gales-Cola Light

"Gales-Cola Light", "O Pasquim" Nº3, pág.1.

Após a publicaçom de Gales-Cola, Cifras e Letras e Se o Bart Simpson fosse à Galescola publicamos hoje aqui a nossa quarta e última criaçom previamente publicada n'O Pasquim Nº3 (Setembro-Outubro 2007), dedicado ao regresso às aulas.

Esta ideia foi a última que implementei e só o figem (umha vez feito, cotovelo com cotovelo com o Gerardo Uz, um rascunho de maqueta) porque me parecia que as colaborações recebidas nom preenchiam as quatro páginas d'O Pasquim devidamente.

Figem-na (com PhotoShop) na Terça-feira 18 de Setembro de 2007, logo depois de terminar a reediçom digital (em Abobe Premiere Pro) d'O Grande Salto.

A minha ideia era que saisse (em escala de cinzento e em vertical) na segunda página, mas o maquetista (que é o que mais ordena) decidiu que (a cores e em horizontal) finalmente fosse na capa. Onde manda patrom, nom manda marinheiro! ;)

Feed-back

Com data de 2 de Outubro de 2007 recebim um e-mail do Celso A. Cáccamo dizendo-me o quanto tinha gostado deste design em particular. Embora já o tenha feito em privado aproveito esta oportunidade que me brindo a mim próprio para agradecer publicamente ao amigo Celso as suas amáveis e, sem dúvida, exageradas gabanças :)

Escrito em 22-01-2008, na categoria: COLABORAÇÕES HABITUAIS:, O Pasquim
Se o Bart Simpson fosse à Galescola

Bart Simpson na Galescola, "O Pasquim" Nº3, pág.1.

Após a publicaçom de Gales-Cola e Cifras e Letras publicamos em Angueira de Suso a terceira das nossas quatro colaborações no terceiro número d'O Pasquim (Setembro-Outubro de 2007), dedicado ao regresso às aulas.

Por ordem cronológica de realizaçom hoje toca-lhe a vez a esta charge que (a toda cor e co-assinada por Matt Groening, Eduardo Pondal e um servidor) apareceu na capa d'O Pasquim Nº3.

A charge que hoje aqui trazemos foi feita a cavalo entre Bueu (Sábado 15 e Domingo 16 de Setembro de 2007) e Compostela (Segunda-feira, 17) e fai referência à polêmica estival sobre a inclussom ou nom do Hino Galego no currículo educativo das Galescolas.

Escrito em 21-01-2008, na categoria: COLABORAÇÕES HABITUAIS:, O Pasquim

1 2 >>