07-09-2008

Olá mundo

Depois de séculos sem escrever nada, se calhar retomo isto do blogue, quando tenha algo interessante que dizer.
Passou um ano no que estivem em Paris a fazer isto e o outro, outro na minha Corunha (Paris pode ser a cidade mais bonita do mundo, mas como a tua própria cidade nom há nada) e agora parece que vou andar por Dundee, em Escócia.
Se tenho algo que contar destes escoceses veremo-nos por aqui.

FOI ESCRITO @ 00:11:14 na categoria cousas minhas Link permanente Deixe o seu comentário »

29-07-2006

Na segunda-feira concerto em Maria Pita

Olá! Volto hoje ao blogue, enfim, com certeza eu tampouco vou levar o prémio da regularidade...

Pois bem, só dizer que esta segunda-feira vem Berrogüetto à Corunha, actuará às 22h30 na praça de Maria Pita. Aproveito para dar a ligaçom desta entrevista em Vieiros, da que me inteirei via Uz &#59;)


Tenho algumha cousa mais que contar (dentro da categoria "cousas minhas"), estes dias farei-no :D.

FOI ESCRITO @ 22:35:34 na categoria música Link permanente 2 comentários »

10-06-2006

Novidades discográficas galegas

A febre consumista pós-exames que costumo ter levou-me estes dias a comprar vários discos, alguns novos novinhos e outros que levava algum tempo querendo.

Ainda nem os escuitei, quando o faga se calhar comento algo. Isso sim, esteticamente som todos muito lindos. Surprendeu-me especialmente o desenho da caixa e do livrete do de Marful, os quais nom poderei ver, por certo, o 16 deste mês em Compostela :'( A ver se há sorte e podo ver a Berrogüetto o 22, também em Compostela (a ver se programam mais concertos na Corunha!).

10.0, Berrogüetto Marful, um marfulito
Galician Chimpanzee, Galegoz Xénese, Dios Ke Te Crew
Unha semaniña enteira, Treixadura Son de Leilía, Leilía
FOI ESCRITO @ 23:20:40 na categoria música Link permanente 8 comentários »

25-05-2006

Umha década com Berrogüetto

Umha década com Berrogüetto. Nas lojas o 25 de Maio o seu novo disco 10.0

Novo disco de Berrogüetto!!! Levam dez anos de existência (segundo alguns onze) e para comemorá-lo intitulárom-no "10.0". Como novidade, deixam BOA e decidírom passar-se à autoproduçom. E como nom sei muito mais e topei pouca informaçom na internet, esperarei a tê-lo nas minhas mãos para contar a ver o que me pareceu. Só escuitei umha das canções do disco na rádio, "Gente", e gostei muito.

Vam começar a digressom pola Galiza estes dias, e acho que o 22 de Junho estarám em Compostela. Quiçá poda ir, oxalá, se nom terei que esperar até Agosto em Cambre...

ADENDA 27.5.2006

Se queredes ler algo mais sobre o disco recomendo-vos este artigo em Galicia-Hoxe.com, foi o mais completo dos que vim nos media electrónicos.

Ah!, a página web do grupo já se pode ver com Firefox, está ao final das minhas ligações e é http://www.berroguetto.com.

P.S. Alguém se anima a seguir os passos do Clube de fans de Marful e fazer o de Berrogüetto? &#59;D

FOI ESCRITO @ 18:54:00 na categoria música Link permanente 5 comentários »

18-05-2006

Hoje é o meu aniversário! :D. E acabo de inteirar-me de que também é o "Dia dos Museus", hihi.

Por certo, pus ontem uma fotinho aí na margem, quantos anos pensais que faço?

viga

Enfim, e o dia 3 é o dia D :S. Espero que tudo vá bem e não tenha que volver ver cousas destas na minha calculadora... Desejai-me sorte!

FOI ESCRITO @ 13:44:08 na categoria cousas minhas, engenheiro Link permanente 5 comentários »

17-05-2006

Manuel Lugris Freire, reintegracionista

Há uns dias, com motivo do Dia das Letras de hoje, o PGL recuperava a transcrição de uma carta do este ano homenageado Manuel Lugris Freire, na que se mostra a sua simpatia com a defesa da unidade linguística galego-portuguesa. A carta ia enviada como nos contam a Álvaro Cebreiro, polos vistos um debuxante que residia em Paris e fervente reintegracionista já naquela altura (para que depois andem a dizer que isto é um invento). E é que aquela Real Academia Galega da que Lugris foi um dos fundadores bastante afastada está do que é hoje...

Na própria carta Lugris emprega uma ortografia unificada, ainda que com compreensíveis erros.

Carta Lugris

Real Academia Gallega 3 Maio 1928
Coruña
Particular

Tenho muito gosto en saudar cordialmente ao meu dilecto amigo e irmão senhor Cebreiro; e decir-lhe-ei que a sua carta sem data que chegou ás minhas maus hontem foi leída com verdadeira satisfacção por ser procedente de pessoa para mi muito grata, e inesquecibel porque guardades o lume dos artistas e a inspiração das almas consequentes á santa Terra Nossa.

Escribo-lhe con grafía portuguesa pela razão de que agora a mocidade galega face tal jeito de modificações que acredito que debemos de voltar os nossos olhos ao portugués, já que não ha meio de concordarmos na escriptura. Nao imos, de certo em ma companhía, embora que algús disseram que isto não é patriótico.

Rogo-lhe que me faga a mercê de saudar no meu nome ao Senhor Bernardino Machado, a quem nao esqueci, e por cuja felicidade fago votos de todo coração.

Muito celebrarei que a sua vida nessa grande vila hache o que mais lle agradare, e tenha sempre en conta que estou desejando o lle dar unha forte e fraternal aperta.

M. Lugrís Freire

Ademais deste artigo, no Portal Galego da Língua, também relacionado com Lugris Freire, Ernesto Vázquez Souza publicou este outro, que vos recomendo.

E se não tendes muita vontade de ler, mas sim de festa, passai-vos polo Festival da Língua, durante todo o sábado dia 20 em Oleiros! &#59;)

FOI ESCRITO @ 02:31:52 na categoria língua Link permanente 3 comentários »

02-05-2006

para despistad@s

para despistadxs

Por se alguém chega aqui de casualidade, ou está algo desnorteado/a por como está isto escrito (que serám @s menos), aí na margem direita há umha ligaçom para que se situem...

E em qualquer caso recomendo-vos a leitura dessa "notinha" do genial João Guisan Seixas, que colocara no meu blogue há já mais de um ano (como passa o tempo...).

FOI ESCRITO @ 16:57:46 na categoria língua Link permanente 6 comentários »

25-04-2006

aqui e agora

Olá...

Muito levo já sem escrever nada, por uma cousa ou por outra deixei de escrever com regularidade e agora retomar o blogue faz-se-me difícil. O que não quer dizer que o vá deixar, se não não estaria aqui &#59;)

Passou-se o tempo mas pouco tenho que contar. Além do mais cada vez dá-me mais vergonha andar a contar a minha vida, então as intimidades mais íntimas vão ficar na gaveta, para mim. Por enquanto.

Bom, pois estes dias, e já que do que mais gosto falar no blogue é de música, conheci a vários músicos galegos, hehe. O sábado no Tarasca, ademais de averiguar a verdadeira personalidade de Fam_namber_güam, estive a falar com o Pedro Pascual e saudei ao Quim Farinha, ambos os dous não membros de um grupo mas de cinquenta mil. Alegrei-me muito de falar com eles (e ela), de não estar um pouco alegre não me atreveria (sou timidinho), hehe. De facto pouco menos que todas as vezes que saio por Compostela topo com eles dous!

Outra pessoa com a que coincidi é a minha admirada Guadi Galego :D~~ Foi nas férias de Páscoa em Ogrobe, ceamos no mesmo restaurante mas até que marchou não a vi. Sabela não me cria quando lhe disse que era ela, assim que se me lês, Guadi, confirma-o xDD.

Depois da crónica rosa poderia vir a crónica vermelha :P, mas não muito mais tenho vontade de contar... Na crónica desportiva alegrou-me muito ver ao Xavier Gomes Noia entrando na meta com a bandeira galega na mão e representando ao seu país :D. Ainda lembro esses primeiros dias universitários nos que não conhecendo ninguém foi com ele e com Pablo, os dous de Ferrol, com os primeiros que fiz amizade, embora não fosse mais alá do que esse primeiro ano.

Enfim, ainda falei bastante... xD. Tenho fame, marcho jantar.

Até logo &#59;D

FOI ESCRITO @ 14:46:05 na categoria cousas minhas, música Link permanente 11 comentários »

05-03-2006

Diários de motocicleta, Walter Salles

Em 1952, o jovem médico Ernesto Guevara e o seu amigo Alberto Granado saem da Argentina numha velha motocicleta, para percorrer a América do Sul. Mas, à medida que atravessam o continente, entre cenários grandiosos e populaçons deserdadas, aquilo que começou por ser umha aventura de jovens transforma-se numha iniciaçom política. Nos contactos com o povo oprimido e sofredor das aldeias perdidas e das minas, a consciência política do Che emerge. Ao terminar a viagem, ele reconsidera o rumo a dar à sua vida. Um belo filme, baseado no relato de Granado e no diário escrito polo Che.

Passará-se o filme esta terça dia 7 às 12h00 na sala de graus nº 1 da escola de Caminhos.

FOI ESCRITO @ 23:46:35 na categoria actos Link permanente 5 comentários »

03-03-2006

V Prémio "Opinión" de Música Folk

1º Prémio.- Alento, de Nova Galega de Danza

2º Prémio.- Espido, de Guadi Galego e Guillermo Fernández

3º Prémio.- Músicas de Salitre, de Xabier Díaz

Deu-se a conhecer esta semana a quinta ediçom destes prémios que entrega o jornal La Opinión A Coruña ao melhor disco de música folk da Galiza correspondente ao ano 2005, e esses fôrom os resultados.

Alento

O primero prémio é polo disco da música do primeiro espectáculo da companhia de dança Nova Galega de Danza, Alento. Nom pudem ver encenado esse espectáculo nem o novo, "Engado", que acabam de estrear, mas se pensades que é simplesmente música para acompanhar o baile, sem muito valor musical, estades equivocados. Trata-se de um disco boníssimo, de grande elaboraçom e ritmos mui bailáveis, claro &#59;D.

Os três som discos de debute e representam, com as suas diferenças, umha forma nova e diferente de folk galego. É muito importante que se premiem novos grupos e sobretudo novas fórmulas dentro do folk galego, que se veja que nom ficamos estagnados com o estilo de Milladoiro.

É muito curioso também que os três discos premiados estejam tam relacionados. Xabier Díaz, o terceiro premiado, também participa do primeiro prémio, já que é o cantante de Nova Galega de Danza. Guillermo Fernández participa da mesma maneira que no disco com Guadi, tocando a guitarra e produzindo musicalmente, no disco de Xabier Díaz, e os dous discos estám (auto)editados por Músicas de Salitre.

Mais um ano espero assistir ao acto de entrega e concerto alô por Outubro. Ou..., agora que o penso espero nom poder assistir, já saberedes porquê &#59;).

FOI ESCRITO @ 01:27:15 na categoria música Link permanente 1 comentário »

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 >>

mariacastanha.agal-gz.org

Tocando em aberto é o blogue pessoal, agora inactivo, de um gaiteiro-engenheiro (sem ser ainda nenhuma das duas cousas) sócio da AGAL onde fala do que gosta, do que lê por aí, das suas intimidades (sem exceder-se) e do primeiro que lhe sai da cabeça se fica bonito.

Agosto 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
 << <   > >>
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

Busca

  Feeds XML

powered by b2evolution free blog software