« NOM!chá »

quando eu fecho os olhos

27-02-2005

quando eu fecho os olhos

quando eu fecho os olhos

e aí você surgiu na minha frente
e eu vi o espaço e
o tempo em suspensão.
senti no ar a força
diferente
de um momento
eterno desde então.

e aqui dentro de mim você demora;
já tornou-se parte mesmo do meu ser.
e agora em qualquer parte,
a qualquer hora,
quando eu fecho os olhos,
vejo só você.

e cada um de nós é um a sós,
e uma só pessoa somos nós,
unos num canto, numa voz.

o amor une os amantes em um ímã,
e num enigma claro se traduz;
extremos se atraem, se aproximam
e se completam como
sombra e luz.

e assim viemos, nos assimilando,
nos assemelhando, a nos absorver.
e agora não tem
onde, não tem quando
quando eu fecho os olhos
vejo só você.

e cada um de nós é um a sós,
e uma só pessoa somos nós,
unos num canto, numa voz.

Música: Chico César
Letra: Carlos Rennó
FOI ESCRITO @ 21:47:00 na categoria cousas minhas, música Link permanente

1 comentário

Comentário from: Sabela [Visitante]
Sabela

Isto é um golpe baixo…

28- 02 - 2005 @ 01:41
mariacastanha.agal-gz.org

Tocando em aberto é o blogue pessoal, agora inactivo, de um gaiteiro-engenheiro (sem ser ainda nenhuma das duas cousas) sócio da AGAL onde fala do que gosta, do que lê por aí, das suas intimidades (sem exceder-se) e do primeiro que lhe sai da cabeça se fica bonito.

Agosto 2018
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
 << <   > >>
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Busca

  Feeds XML

powered by b2evolution