« ao pé da letra"O primeiro de Abril vam os burros onde nom têm que ir" »

Fusco

02-04-2005

Fusco

Non sei por que, non sei como,
non sei onde, nen sei cando;
pero entre fusco e lusco,
estareite aquí agardando.

Dime por que, dime como,
dime onde, dime cando;
sabes que entre fusco e lusco,
seguireite aquí esperando.

Como un paxaro sen aire
atravesando camiños,
vives no teu mundo alleo
e foxes do teu destino.

Se che canto, non me escoitas;
se te chamo, non respondes.
Non me colles, nen me deixas;
non me deixas, nen me colles.

Quítasme o sono na noite
e por moito que che diga,
acabas sempre levándome
os soños que prometías.

Non me queres ver de lonxe,
nen de perto tan sequera.
Pasas diante dos meus ollos,
como se eu non estivera.

Non sei por que, non sei como,
non sei onde, nen sei cando;
pero entre fusco e lusco,
estareite aquí agardando.

Dime por que, dime como,
dime onde, dime cando;
sabes que entre fusco e lusco,
estareite aquí esperando.

Quico Comesaña
(Viaxe por Urticaria, Berrogüetto)

FOI ESCRITO @ 01:33:00 na categoria música Link permanente

4 comentários

Comentário de: Sabela [Visitante]
Sabela

Pois nada, o sábado já sabes…

06-04-2005 @ 13:10
Comentário de: xavi [Membro]  
xavi

Sim, imos aqui :D

Levo uns dias que nom tenho ganas de postear nada, mas logo voltarei… :P

07-04-2005 @ 13:12
Comentário de: tangaranho [Visitante]
tangaranho

por certo, obrigado por terdes vido…

07-04-2005 @ 19:08
Comentário de: Sabela [Visitante]
Sabela

Si, na carvalheira…
(ei, carvalheira!)

07-04-2005 @ 22:23
mariacastanha.agal-gz.org

Tocando em aberto é o blogue pessoal, agora inactivo, de um gaiteiro-engenheiro (sem ser ainda nenhuma das duas cousas) sócio da AGAL onde fala do que gosta, do que lê por aí, das suas intimidades (sem exceder-se) e do primeiro que lhe sai da cabeça se fica bonito.

Setembro 2019
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
 << <   > >>
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            

Busca

  Feeds XML

powered by b2evolution