« Prémio "Opinión" de Música FolkRecomendaçom ;) »

Thank you for the days

16-10-2005

Thank you for the days

Costumo escuitar de vez em quando Rádio Fene. O outro dia (nesta semana) que liguei a rádio topei com um programa boníssimo, e com correspondentes por toda a Galiza, nom só da comarca de Trasancos. Estranhou-me. Agora leio a María em Todo Nada e já vejo que é melhor do que eu podia pensar. Lede de que vai o tema, mas resumo-vos que as Emisoras Municipais da Galiza, de momento com oito emisoras, vam ter programaçom conjunta. Rádio Fene é umha delas, que se escuita na Corunha [107.7 FM]. Umha boa notícia.

O programa que eu escuitava chama-se Antípodas, um programa de aqui. De sete a nove e meia da noite um programa com conteúdos musicais, agenda cultural, entrevistas e conexões com galegos que vivem en qualquer parte do mundo, como dizem em Vieiros. Já o escuitei vários dias e, meus, por fim algo assim todos os dias, nom só programas semanais ou rádios livres locais, e que poda chegar a ter nível nacional, ou quase. Adorei o programa, vou-me fazer super-fã. Sinto-o por Txury e Ánzony ;P.

Bom, para que vejades um exemplo, na quinta entrevistárom a Pepe Cunha, para falar da nova rádio livre na comarca de Trasancos, Rádio Filispim. Ontem (ou na sexta, perdim a noçom temporal) botárom o resumo da semana, e foi quando eu escuitei. Para despedi-lo pugérom umha das suas canções favoritas, Days, de The Kinks. Nom conheço o grupo, sou bastante inculto em música dessa época, mas gostei muito. E seria impossível deixar de acordar-me de ti, e de todo isto escuitando a cançom.

Days

Thank you for the days,
Those endless days, those sacred days you gave me.
I'm thinking of the days,
I won't forget a single day, believe me.

I bless the light,
I bless the light that lights on you believe me.
And though you're gone,
You're with me every single day, believe me.

Days I'll remember all my life,
Days when you can't see wrong from right.
You took my life,
But then I knew that very soon you'd leave me,
But it's all right,
Now I'm not frightened of this world, believe me.

I wish today could be tomorrow,
The night is dark,
It just brings sorrow, let it wait.

Thank you for the days,
Those endless days, those sacred days you gave me.
I'm thinking of the days,
I won't forget a single day, believe me.

Days I'll remember all my life,
Days when you can't see wrong from right.
You took my life,
But then I knew that very soon you'd leave me,
But it's all right,
Now I'm not frightened of this world, believe me.
Days.

Thank you for the days,
Those endless days, those sacred days you gave me.
I'm thinking of the days,
I won't forget a single day, believe me.

I bless the light,
I bless the light that shines on you believe me.
And though you're gone,
You're with me every single day, believe me.
Days.

FOI ESCRITO @ 14:26:15 na categoria cousas minhas Link permanente

4 comentários

Comentário de: antípodas [Visitante]
antípodas

non merecemos tantos afagos, pero non imaxinas canto presta saber que hai alguén aí fóra escoitando :-)

27-10-2005 @ 19:37
Comentário de: xavi [Membro]  
xavi

Ai! O que presta de verdade é que alguém me leia, aqui perdido in the cyberspace! :D

28-10-2005 @ 11:14
Comentário de: Pepe Cunha [Visitante]
Pepe Cunha

Nunha procura en Google co meu nome atopei este comentario sobre as Antipodas e a miña presencia alí. Sentínme moi cómodo durante a entrevista e pareceume un programa recomendable. Pero o mellor de todo é saber que alguén escoita e se interesa polo que fas e polás cancións que seleccionas. Abretedeorellas soa en Rádio Filispim (93.0 pola zona de Trasancos) os luns de 9 a 10:30.

30-10-2005 @ 23:00
Comentário de: xavi [Membro]  
xavi

Bom, que alegria isto de que me visitem as próprias pessoas das que falo! :D Isto sim que é interactividade… ;)

Provara de escuitar Rádio Filispim, mas desde a minha casa (na Corunha) nom dei colhido, ainda que me dixérom que desde Oleiros sim se chegava a escuitar. Bom, visitarei a página (nom sei se se pode escuitar desde a internet, mas com a minha conexom merdenta…).

E bom, o da cançom é que nom podia ser mais casualidade que soasse umha cançom com essa letra esse dia, por isso a colei no blogue.

Saúdos!

30-10-2005 @ 23:29
mariacastanha.agal-gz.org

Tocando em aberto é o blogue pessoal, agora inactivo, de um gaiteiro-engenheiro (sem ser ainda nenhuma das duas cousas) sócio da AGAL onde fala do que gosta, do que lê por aí, das suas intimidades (sem exceder-se) e do primeiro que lhe sai da cabeça se fica bonito.

Setembro 2019
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
 << <   > >>
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            

Busca

  Feeds XML

powered by b2evolution free blog software