« V Prémio "Opinión" de Música FolkA toda máquina »

«Lomax the songhunter»

02-03-2006

«Lomax the songhunter»

É o título do documentário do holandês Rogier Kappers, feito em 2004, que fum ver na sexta da semana passada (o dia 24) ao CGAI.

Lomax the songhunter

O tríptico com o programa do CGAI do mês de Fevereiro traz a seguinte sinopse:

Documentário sobre a vida de Alan Lomax (1915-2002), um etnomusicólogo que viajou por todo o mundo com a sua gravadora, recolhendo as melhores canções folclóricas. Granjeiros, trabalhadores, amas de casa, pastores de territórios isolados de Escócia, Itália e Espanha... onde recalou na Galiza e onde volve Rogier Kappers para filmar os habitantes de Corcubiom e da Caniça que participaram nas gravações originais de Lomax.

Tivem sorte de inteirar-me a última hora da projecçom, polo que pudem ler a única oportunidade de vê-lo (nom sei se o jornal se referiria à Corunha, à Galiza..., ao mundo inteiro nom creio xD).

Alan Lomax em AragomApresentou o filme Ramom Pinheiro (Chito), explicando-nos quem fora Alan Lomax, um etnomusicólogo estado-unidense que nom se dedicou simplesmente a "caçar" ou coleccionar canções como se pode intuir polo título. Sendo a etnomusicologia umha parte da antropologia, contextualizou e estudou essa imensa quantidade de música nos seus povos, mostrou a influência da música popular na música de elaboraçom culta nas cidades como o Blues ou o Jazz,... Como exemplo anedótico, o próprio Alan Lomax numha entrevista que se recolhe no documentário relaciona o tom das canções do sul e do norte da península Ibérica com a vida mais reprimida das mulheres do sul e mais libertada das do norte. Este tipo de cousas som difíceis de provar cientificamente, um dos motivos polos que nom tivo o suficiente reconhecimento.

No documentário vê-se o próprio Lomax em diferentes gravações e também já velho e doente gravado polo director da fita pouco antes de morrer. Além disso vemos entrevistas de gente que foi encontrando polo seu longo caminho de recolheita polo mundo, através da câmara do director holandês, que percorre Escócia, Espanha, Galiza e Itália numha velha carrinha Volkswagen (sim, umha dessas que levam os surfeiros). Entre essa gente galegas e galegos de Corcubiom e da Caniça, o holandês encontra a várias senhoras que foram gravadas há mais de cinqüenta anos por Lomax. É mui engraçado ver as caras que põem quando escuitam no momento as suas próprias canções, e como as continuam cantando e bailando :).

falei umha vez no blogue do disco que contem as gravações de Alan Lomax na Galiza, umha verdadeira joia que foi reeditada em CD em 2001 com o título de "The Spanish Recordings: Galicia", dentro de umha extensíssima colecçom que inclui gravações do folclore de boa parte do mundo. Podedes escuitar o disco (nom deixedes de fazê-lo!) e tomar a referência nesta ligaçom da editora.

Ao final do filme também gostei muito do passo do seu director pola Calábria, numha pequena vila cantando e bailando animadamente velhas e novos, com pandeiretas, acordeom, umha peculiar gaita...

O director, um profundo admirador de Lomax, quer transmitir-nos o seu trabalho e a importância de que estas músicas nom se perdam com os novos tempos.

P.S. Umha amiga interessou-se polo filme quando lhe contei que o fora ver. Polo visto vai ser editado em DVD, há mais informaçom na página do filme &#59;).

FOI ESCRITO @ 23:37:59 na categoria música Link permanente

1 comentário

Comentário de: sabela [Visitante]
sabela

Quem?

03-03-2006 @ 04:52
mariacastanha.agal-gz.org

Tocando em aberto é o blogue pessoal, agora inactivo, de um gaiteiro-engenheiro (sem ser ainda nenhuma das duas cousas) sócio da AGAL onde fala do que gosta, do que lê por aí, das suas intimidades (sem exceder-se) e do primeiro que lhe sai da cabeça se fica bonito.

Novembro 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
 << <   > >>
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

Busca

  Feeds XML

free blog tool