A ''Oficina Española de Patentes y Marcas'' aceita a solicitude da Vogal

13-01-2007

A oepm concede o registo do nome "Galescola" à associação Vogal

Vogal / Galescolas.- A ''Oficina Española de Patentes y Marcas'' aceitou numa resolução do passado 16 de Dezembro a solicitude apresentada pola associação Vogal (Viveiro e Observatório das Galescolas), concedendo o registo do nome "Galescola" em favor da associação.

A associação Vogal quer exprimir a sua satisfacção por ver reconhecidos os seus legítimos direitos sobre o nome que ela criou e difundiu e reitera que ninguém está autorizado a usá-lo para outros projectos alheios aos da própria associação.

Ligação à Notícia no PGL

Um pai denuncia os obstáculos para escolarizar a sua filha em galego

28-10-2006

Quarta, 25 Outubro 2006

Carlos Outeiro, acusa a Junta de vulnerar a cooficialidade perante o conselho assessor da Carta Europeia das Línguas Minoritárias

PGL.- Em Ferrol está sediado um dos 17 licéus, que estreiam ogano os primeiros projectos de aulas de Infantil (3 a 5 anos) na íntegra em galego. O número ficou escasso para Carlos Outeiro, cuja filha estuda noutro licéu ferrolão. Para ela, denuncia o pai, a escolarização está a provocar o progressivo abandono da língua materna.
[+...]

Foi por este motivo que decidiu recorrer à Conselharia da Educação da Junta da Galiza, na procura duma solução que não tem chegado. A primeira resposta da chefia do serviço da ?Dirección Xeral de Innovación Educativa?, sugeriu-lhe apenas que enviasse um escrito ao director do centro, algo que já fez antano. «O director remitiu-no à inspecção, que tudo o que fez foi dizer que se cumpria com a legislação. Uma outra sugestão que me deram foi que falasse com a associação de mães e pais para visar de conseguir apoio. Mas se o consigo e me perguntam como podem apoiar-me, o que lhes digo? A isso não souberam responder-me. A normativa é da Conselharia, mas se não valer para resolver esta problemática, que a mudem eles próprios», declarou o pai.

Já por escrito, ?Educación? sugeriu-lhe que procurasse vaga noutro licéu, sem concretizarem nem lhe darem nenhuma facilidade para fazê-lo. Para este ferrolão, este caso demonstra mais uma vez «o muro da ?Administración? galega» para garantir realmente a verdadeira cooficialidade do galego, caso que já tem denunciado ante o conselho assessor da Carta Europeia de Línguas Minoritárias.

Material de texto em espanhol

A Conselharia aprovou todos os projectos apresentados ogano pelos licéus para aceder ao programa de unidades em galego. Porém a convocatória publicou-se quase a final do curso, tal como foi denunciado por outros pais e mães em situação similar, e em mais duma ocasião a vontade das mães e pais por aderir à iniciativa chocou com a negativa das equipas directivas dos centros escolares.

O Plano de Normalização, aprovado por consenso em 2004, determina que nas zonas de minoria galegofalante -o caso de certas cidades- deverá ministrar-se no mínimo o 33% das aulas de Infantil em galego. Contudo, assinala Outeiro, todo o material escolar da sua filha é em espanhol.

Número de conta do Viveiro e Observatório das Galescolas

05-07-2006

Nº de conta da associaçom Vogal (Viveiro e Observatório das Galescolas) :

2080 - 0000 - 72 - 0040289615

da entidade "Caixanova"

CENTROS DE ENSINO GALEGUIZADOS NA CORUNHA

05-07-2006

COLEXIO ANDAINA

Idade: 1-16

Tipo de Centro: Privado concertado (gerido por umha cooperativa de ensino)

Uso do galego: 100 %, excepto língua castelá. Programa de imersom linguística.

Endereço: Rua Aguaceiros, 31-Lugar de Rutis (Sapateira), Culheredo

Telefone:981 138880

Correio electrónico: ?

Página web: www.andaina.com

Outros:--

CENTROS DE ENSINO GALEGUIZADOS EM SANTIAGO

05-07-2006

XARDÍN DE INFANCIA RAIOLA

Idade: 0-6

Tipo de Centro: Privado (centro de educaçom infantil sem ânimo de lucro)

Uso do galego: Escolarizaçom, documentaçom e comunicaçom em galego.

Endereço: Raiola, 2 - Compostela

Telefone: 981 594060

Correio electrónico: raiola@telefonica.es

Página web: www.raiola.com

Outros: Funcionamento desde há 33 anos.

CENTROS DE ENSINO GALEGUIZADOS EM BURELA

05-07-2006

ESCOLA INFANTIL MUNICIPAL DE BURELA

Idade: 0-3

Tipo de Centro: Público (centro gerido por umha cooperativa sem ânimo de lucro)

Uso do galego: 80 %. Individualmente uso do castelam com os nenos que o tenham por língua materna.

Endereço: Vista Alegre (Burela)

Telefone: 982 581228

Correio electrónico: ginhol@telefonica.net

Página web: ?

Outros: --

CENTROS DE ENSINO GALEGUIZADOS EM VIGO

05-07-2006

E.E.I. SANTA CRISTINA

Idade: 0-3

Tipo de Centro: Público (escola municipal)

Uso do galego: 100 %

Endereço: Rua Santa Cristina (Lavadores)

Telefone: 986 280732

Correio electrónico: ?

Página web: ?

Outros: --

E.E.I. LUA

Idade: 0-3

Tipo de Centro: Privado

Uso do galego: 50 %

Endereço: Estrada de Camposancos, 250 (Corujo)

Telefone: 986460713 / 986490814

Correio electrónico: ?

Página web: ?

Outros:--

PUMARIÑOS

Idade: 3-6

Tipo de Centro: Privado (Gerido pola associaçom sem ânimo de lucro ?Pleíades, Asociación para unha educación en liberdade?)

Uso do galego: Funciona fundamentalmente em galego mais individualmente aos nenos fala-se-lhes na sua lingua materna.

Endereço: Caminho dos Pumarinhos, 62 (Bembivre)

Telefone: 649 890142 / 986 672415

Correio electrónico: rgcostas@uvigo.es

Página web: --

Outros: Fora do sistema educativo oficial. Espaço para a educaçom baseada no respeito, a liberdade, a autonomia pessoal e a convivência

C.E.I.P. FRIAN

Idade: 3-12

Tipo de Centro: Público

Uso do galego: Total, excepto língua castelá, inglês e leito-escritura que é maioritariamente em língua castelá porque para o 90 % dos alunos esta é a sua língua materna.

Endereço: Rua Gonderám, 42 -Frian (Teis)

Telefone: 986 253428

Correio electrónico: ceip.frian.teis@edu.xunta.es

Página web: ?

Outros:--

C.E.I.P. PÁRROCO DON CAMILO

Idade: 3-12

Tipo de Centro: Público

Uso do galego: 50 %

Endereço: Estrada Matamá-Pazo, 104 (Comesanha)

Telefone:986 296194

Correio electrónico: ?

Página web: http://centros.edu.xunta.es/ceipparrocodoncamilo

Outros:--

E.E.I. ZAMÁNS

Idade: 3-6

Tipo de Centro: Público

Uso do galego: 40 %

Endereço: Igreja de Zamáns, 136

Telefone: 986 469 250

Correio electrónico: ?

Página web: ?

Outros:--

COMUNICADO DA ASSOCIAÇÃO VIVEIRO E OBSERVATÓRIO DE GALESCOLAS (VOGAL)

22-05-2006

A denominação galescola é criação e autoria da Vogal (Viveiro e Observatório das Galescolas) e como tal pertence a esta associação

A iniciativa Galescola nasceu em Novembro de 2004 em torno a um grupo de pessoas pertencentes ao tecido associativo reintegracionista galego. A intenção dos criadores do projecto era dar uma solução às famílias que desejassem escolarizar os seus filhos integramente em galego, especialmente nas cidades.

A solução proposta pelos integrantes da iniciativa Galescola foi a criação duma rede de cooperativas de ensino em que o galego e uma língua estrangeira (especialmente o inglês) fossem as línguas veiculares do ensino. Também se deveria dar importância à presença das novas tecnologias e ao contacto entre a Galiza e os outros países de expressão galego-portuguesa. Em suma, a solução consistia em fornecer ensino de qualidade em galego.

A cristalização deste projecto teve lugar no dia 7 de Maio de 2005 com a fundação da associação VOGAL (Viveiro e Observatório de Galescolas), admitida no registo de associações da 'Xunta de Galicia' a 12 de Julho de 2005. A associação tem como objectivos colaborar na criação de cooperativas de ensino dentro da rede Galescola e agir como coordenadora e supervisora delas.

Durante os meses seguintes à sua fundação, o trabalho da associação consistiu na localização de famílias e professorado com interesse no projecto e também na procura dum local para a primeira galescola em Vigo.

Simultaneamente a VOGAL difundiu publicamente o seu projecto por diferentes vias, entre elas a apresentação da iniciativa Galescola no centro social A Reviravolta de Pontevedra (19-05-2005) e pouco depois no centro social A Revolta de Vigo (09-06-2005). No mês de Julho do mesmo ano, o jornal Novas da Galiza publicou uma entrevista com o vice-presidente da associação VOGAL.

A presidenta da associação manteve uma reunião com a secretária geral de Igualdade, Carme Adán, no dia 17 de Novembro de 2005. A secretária manifestou o seu interesse no projecto, e também o do vice-presidente Anxo Quintana. Na semana passada, surpressivamente, Carme Adán comunicou à presidenta da Vogal a intenção da Vice-Presidência de lançar nessa mesma semana uma rede de escolas infantis sob o nome Galescola.

A associação Vogal, que se considera gravemente prejudicada pelo aproveitamento ilegítimo do nome por parte da Xunta, iniciará as acções administrativas e judiciárias necessárias para defender os seus direitos como legítima proprietária, e contactará oficialmente com a Vice-Presidência para manifestar-lhe o seu mal-estar e estudar as possíveis saídas a este conflito de interesses.

Pode-se contactar com a associação directamente através do endereço-e escolaemgalego[arroba]yahoo.com.br

Notícia: "Junta lança programa de infantários em galego sob a denominaçom Galescola "

11-05-2006

A Junta da Galiza tem previsto anunciar amanhã, sexta feira, um programa em colaboraçom com a FEGAMP para a criaçom de infantários em galego sob a denominaçom ?Galescola?. Porém, esta denominaçom vinha e continua sendo utilizada por parte duma iniciativa civil, nucleada em torno da associaçom VOGAL (Viveiro e Observatório das Galescolas).

Segundo tem transcendido nas últimas horas, a Junta da Galiza visa pôr em andamento um programa para a criaçom de centros de infância de 0 a 3 anos em colaboraçom com a FEGAMP (Federaçom Galega de Municípios e Províncias), onde o galego seja a língua veicular e de ensino. Outras concreções do programa como a da habilitaçom lingüística dos docentes, virám a ser explicados e concretados provavelmente amanhã na apresentaçom do programa.

A toma do nome ?Galescola?, denominaçom que já vinha e continua sendo usado e difundido pola associaçom VOGAL (Viveiro e Observatório das Galescolas), iniciativa surgida no âmbito do reintegracionismo, e que nom lhe foi solicitada, demonstra mais uma vez o dinamismo do trabalho desenvolvido a diário desde o reintegracionismo na defesa, promoçom e valorizaçom da nossa língua.

A VOGAL, que nom foi consultada de forma prévia ao processo, manifesta no entanto, a sua vontade de dialogar para tratar de, entre todos, implementar um ensino galego e de qualidade tam necessário e importante para o futuro da nossa língua nesta faixa etária.

Disponível também a Ficha de inscrição em formato pdf

11-03-2006

Disponibilizamos também a ficha de inscrição em formato pdf.

Pode-se descarregar desde a seguinte ligação:

Ficha de inscrição em formato pdf

As instruções a seguir são as mesmas do que as anteriores:

para a inscrição cumpre imprimir a ficha, preencher os dados, assiná-la e enviá-la ao endereço a seguir:

At. Inscrição VOGAL
Rua Avelino Cachafeiro, 4
Coroto - Nós
15176 - Oleiros (Galiza)

Recebida a ficha e tramitada a inscrição, receber-se-á um correio-e de confirmação da mesma com um convite a entrar também na lista de correios da Associação.

Também se pode contactar através do endereço-e escolaemgalego[arroba]yahoo.com.br

<< 1 2 3 >>