Amigos

Categoria: Voluntários em acçom

E da Grécia também chegam

Dimitra leva uns meses em Compostela. Vinda da Grécia, em concreto de Tesalonika, gosta de cidades grandes mas di que ficou encantada com Compostela, sobretodo polo número de actividades culturais que há. Ela é umha apaixonada por idiomas, de facto nom é so apredente de galego senom que também está a dar aulas de grego num instituto; como vedes está nos dous lados da moeda.
Aqui a vedes com Davide, o seu par no voluntariado tomando algo na Gentalha e conversando animadamente. Os dous querem aproveitar para mandar um saúdo ao resto de companheir@s

Escrito em 25-04-2007, na categoria: Voluntários em acçom, Avisos
Voluntári@s na Quintá

Mais umha foto d@s noss@s voluntári@s trabalhando! Desta vez é Nati quem nos envia umha foto com o seu aprendente, Jordi. Depois de vários encontros, Nati conta-nos que está muito contente com o seu aprendente e que a ideia do voluntariado tivo muito éxito entre as suas amigas.

Escrito em 22-03-2007, na categoria: Voluntários em acçom, Avisos
Noelia e Julia

Hoje Noelia, voluntária da Ilha de Arouça, conta-nos como estám resultando os seus encontros com Julia, umha rapariga de Varsóvia que está na Galiza para preparar umha tese sobre Rosalia de Castro.

A mim interessa-me muito a cultura polaca, pois de facto estou a estudar essa língua e, enquanto conversamos e ela aprende galego, eu aprendo muitas cousas sobre os seus costumes.

Esta rapariga gosta muito das línguas, sabe seis já e, com efeito, tem um nível de galego muito alto. Estou orgulhosa da gente como ela que quer aprender a nossa língua. Fai-me ser mais optimista sobre o futuro do nosso idioma.

Pessoalmente, Julia é adorável, como todos os polacos que conhecim até hoje. Som umha gente mui alegre e mui agradável.

Escrito em 16-03-2007, na categoria: Voluntários em acçom, Avisos
Chije e Gerardo: Da Coreia à Galiza

Lee Chije é umha rapariga de 21 anos da Coreia do Sul que participa no programa de voluntariado. É umha das participantes mais activas e mais mediáticas, pois para além de interessar-se imensamente pola língua e cultura galegas e de aprender a um ritmo surpreendente, participou na conferência de imprensa do dia 16 e foi entrevistada pola Rádio Galega.

Hoje fomos entrevistá-la e, felizmente, chegamos ao seu quarto no melhor momento possível: Durante as suas aulas de galego com o seu professor companheiro de conversa, Gerardo Uz.

Gerardo e Chije

Gerardo: Esta é a nossa terceira aula, é umha experiência mui gratificante. Estamos a misturar conversa com algumhas noções escritas, tentando ver nas conversas o panorama sociolingüístico. Umha das cousas que mais surpreendem a Chije é o facto de que muitos pais e mães eduquem os seus filhos em castelhano e se perda assim a nossa língua nas gerações mais jovens.
Agora mesmo Chije está aprendendo vocabulário e verbos. Algumhas cousas como a colocaçom dos pronomes ou o facto que que os possessivos levem artigo parecem-lhe estranhas e difíceis, mas mesmo assim ela progressa admiravelmente... percebe-se de que os seus amigos lhe aprendem muito galego também. Estou muito satisfeito com ela, mas ela diz que eu sou um pouco sério (risos)

Chije Os amigos dizem que ele é muito engraçado, mas comigo é um pouco sério, sim... (risos). Gerardo é o meu professor favorito.

Gerardo Bom... nom gosto da palavra professor... (risos) prefiro a palavra "amigo" ou "companheiro de conversas" para este caso, som expressões mais apropriadas. A verdade é que ela também é a minha aprendente favorita: nunca ninguém atendeu tanto ao que digo.

Escrito em 27-02-2007, na categoria: Voluntários em acçom, Avisos
Duas horas na Gramola

Olá! Som Gábri, estudo Filologia Portuguesa e som voluntário. Esta sexta eu e mais o meu aprendente, Guillem, um rapaz mallorquí que está a estudar Filologia Inglesa aqui, decidimos combinar por vez primeira. Antes nom puderamos por isso dos exames, mas agora que já estamos livres aproveitamos o último dia antes do Entruido.
Fomos tomar algo à Gramola, por isso de ir a um lugar onde pudessemos falar tranqüilamente e, como costuma acontecer nestes casos, o que começa com a típica conversa metalingüística de "diz-se" e "nom se diz" acabou convertendo-se numha conversa interesantíssima de duas horas.

Guillem e Gábri na Gramola

Voltaremos a combinar a próxima quinta ou a próxima sexta, pois temos que aproveitar estes dias de festas para descansar (e ele para conhecer o Entruido de Ginzo hehe)

Escrito em 18-02-2007, na categoria: Voluntários em acçom
    O voluntariado pola língua é um programa gratuito que pretende pôr em contacto pessoas que falam galego habitualmente com pessoas que por diversas razonsnom tenhem maneira de treinar a língua oralmente para avançar na sua aquisiçom. No programa Voluntariado pola Língua participam pares de voluntários ou voluntárias e aprendentes: Os voluntários e voluntárias tenhem a oportunidade de introduzir outra pessoa no uso da língua oral, dando-lhe um ámbito de comunicaçom do qual o aprendente nom dispom. Se queres participar ou informar-te envia-nos um correio a voluntariado[arroba]agal-gz.org ou informa-te aqui. Se já participas conta-nos os teus encontros com o teu par e envia-nos as tuas fotos ao mail do voluntariado e publicaremo-las neste blogue.

    Ligações

    A Gentalha do Pichel - Compostela

    Busca

powered by b2evolution