A Revolta em defesa da língua

A Revolta em defesa da língua

15-10-09

null

Perante a convocatoria de manifestaçom para este domingo 18 de Outubro o CS Revolta adire-se ao Manifesto dos três pontos:

Os cidadáns e as cidadás da Galiza saímos à rua para defendermos a
Língua Galega dum processo histórico de substituiçom que colhe folgos
da mao das políticas institucionais dos inimigos do galego. Ante os
ataques que pretendem consumar o extermínio da Língua unimos forças
por volta de três reivindicaçons:

- Um país socialmente monolíngüe em Galego em que cidadáns
e cidadás escolham livremente o domínio e uso de outros idiomas.
Recusamos o bilingüísmo harmónico por ser a farsa que permite com
aparências democráticas a substituiçom do Galego polo espanhol, à vez
que oculta um conflito como o lingüístico na retórica das liberdades
individuais, quando este só pode ter soluçons sociais e colectivas.

- A reactivaçom da acçom normalizadora de base em todas as
frentes sociais.
Se a supervivência da língua é fruto da vontade política
do povo que a fala, esta máxima tem ainda mais vigência sob instituiçons
indiferentes ou contrárias à normalizaçom que tolerárom a sua
minorizaçom social nestes 30 anos de Autonomia.

- Um novo quadro legal superador da desigualdade jurídica existente
entre Galego e espanhol que garanta a hegemonia social da língua
do País num futuro nom lonjano. A defesa dos elementos de discriminaçom
positiva existentes na legislaçom actual nom é o teito das nossas
reivindicaçons.

Na Galiza, em 18 de Outubro de 2009

A manifestaçom do Bloco polo Monolingüismo Social partirá da Alameda de Compostela às 12h.

Escrito ?s 20:20:25 nas castegorias: NOVAS
por csrevolta   , 290 palavras, 537 views     Chuza!

Ainda sem comentários