Ode a Chiqui

09 Jun 2009
por Diadatoalhagz   , 99 palavras, 790 visualizaçons

'Ode a Chichi' (Sérxio Iglesias).
'Luzes de Galiza' Nº 14-15 (Inverno 1989-1990), pág. 27.

Antón Pais (isolacionista recalcitrante e, no entanto, bom amigo) fai-nos chegar desde Bueu este simpático poema de Sérxio Iglesias publicado no número 14-15 (Inverno 1989-1990) da revista Luzes de Galiza:

ODE A CHIQUI

Oh Chiqui
es lusista!
O rabo do teu amor
é a cedilha
O fado da tua vida
tem M final.

CORO

Portugal, Portugal
ONDE A TOALHA É AMIZADE
Portugal, Portugal
em AGAL não há quem pague.

Oh Chiqui
imberbe Viriato,
quevedesco Nasão do Além-Minho,
Ele, Ele! Haja brinde e baile, festa
da Irmandade Etimológica.

(CORO)

Sérxio Iglesias

Escrito ?s 14:29:14 nas castegorias: Nom categorizado
Chuza!

2 comentários

Comentário de: Joaquim Reboiras [Visitante]
19 Jun 2009 @ 11:53
Comentário de: diadatoalhagz [Membro]  
19 Jun 2009 @ 13:37