Arquivos para: Fevereiro 2012

O FACHO: Diego Bernal Rico - “Apelidos Galegos-Portugueses”.

24-02-2012

Agrupaçom Cultural O Facho
Frederico Tápia 12-1º
15011 A Corunha

A Agrupaçom Cultural O Facho de A Corunha convida-o assistir aos seus ciclos de palestras públicas do período 2011-12

Palestra

O vindouro dia 28 de Fevereiro, terça-feira (martes), às 8 do serám; o licenciado em filologia galega pola Universidade da Corunha, Diego Bernal Rico, falará dentro do ciclo “Língua, Literatura, e Naçom”, com a sua exposiçom intitulada “Apelidos Galegos-Portugueses”. O acto celebra-se na R. Academia Galega, Rua Tabernas n. 11 – Cidade Velha – A Corunha.

Bernal Rico foi bolseiro do projecto CORGA do Centro Ramón Piñeiro, técnico de normalizaçom lingüística na Câmaras municipais de Monfero e Minho, professor de língua galega na Escola Oficial de Idiomas Jesus Maestro de Madrid, tem leccionado cursos de língua para diferentes entidades como o sindicato UGT ou o próprio Facho. Na actualidade mora no Brasil onde dá aulas de língua, literatura e cultura galegas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Junto com Xosé Maria do Barro Paz, Manuel Dans e Afonso Mendes fijo um estudo sobre o ferrolano José Fontela Leal publicado pola Real Academia Galega no seu Boletim. Recentemente tirou do prelo um livro para nenos protagonizado polo personagem lendário do Apalpador e ilustrado polo pintor Manuel Bernal. Como conferencista ministrou seminários pedagógicos em parceria com o Centro de Recursos Didácticos do Espanhol do Ministério de Educaçom e proferiu palestras por diversas universidades do Estado do Rio de Janeiro sobre literatura, cinema e língua. Recentemente, convidado polo Núcleo de Estudos Galegos da Universidade Federal de Niterói, deu um curso intitulado A literatura galega através da música.

Dia: 28 de Fevereiro - Hora: 8 do serám
Local: R. Academia Galega
R/ Tabernas nº 11- Cidade Velha – A Corunha

J. Alberte Corral Iglesias
Secretário d’O Facho

O FACHO: “Brasil, o país do presente - imagens do Brasil dentro da literatura contemporânea.” por Vivian Torres de Mello Rangel, -

15-02-2012

O passado dia 14 de Fevereiro, terça-feira, às 8 do serám; a professora e ensaísta, Vivian Torres de Mello Rangel, compartilhou com os cidadás assistentes ao ciclo, “Língua, Literatura, e Naçom”, a sua exposiçom intitulada “Brasil, o país do presente - imagens do Brasil dentro da literatura contemporânea.”. O acto celebrou-se na R. Academia Galega, Rua Tabernas n. 11 – Cidade Velha – A Corunha.
A professora Torres de Mello Rangel deu a conhecer umha mui interessante leitura tanto diacrónica como sincrónica da literatura brasileira, ilustrando a mesma com significativos fragmentos de textos de distintos autores assim como com fotografias da época para a melhor compressom da exposto pola conferencista.
Como sempre ao findar a sua exposiçom a conferenciante mantivo um colóquio com o público assistente.

O FACHO: Vivian Torres de Mello Rangel, - “Brasil, o país do presente - imagens do Brasil dentro da literatura contemporânea.”

13-02-2012

Agrupaçom Cultural O Facho
Frederico Tápia 12-1º
15011 A Corunha

A Agrupaçom Cultural O Facho de A Corunha convida-o assistir aos seus ciclos de palestras públicas do período 2011-12

Palestra


O vindouro dia 14 de Fevereiro, terça-feira (martes), às 8 do serám; a professora, Vivian Torres de Mello Rangel, falará dentro do ciclo “Língua, Literatura, e Naçom”, com a sua exposiçom intitulada “Brasil, o país do presente - imagens do Brasil dentro da literatura contemporânea.”. O acto celebra-se na R. Academia Galega, Rua Tabernas n. 11 – Cidade Velha – A Corunha.

Torres de Mello Rangel, tem cursado estudos em distintas Universidades. Mestrado em Literatura Comparada Contemporânea realizado nas universidades: Universidade Nova de Lisboa, em Portugal, University of Saint Andrews, na Escócia e USC. Post-graduaçom em Literatura Brasileira na Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Graduaçom Superior em Comunicaçom Social - Jornalismo – na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Doutorado em Literatura Comparada Contemporânea na USC. Tese com o título provisório “Narrativas na Rede. O discurso ficcional em processo”. Em curso. Actualmente exerce como professora-leitora de português do Brasil, responsável por aulas de Literatura do Brasil, Cultura do Brasil e aulas de língua na USC.
Foi a responsável pola produçom do planejamento de mídia para os lançamentos da editora Nova Fronteira e divulgaçom da imprensa nacional no Brasil. No Jornal do Brasil exerceu como: Responsável por matérias na área literária sobre mercado editorial, resenhas e cobertura de eventos. Repórter do Caderno Ideias - suplemento literário e cultural. Produçom de artigos, resenhas e entrevistas sobre literatura, mercado editorial e tendências no mundo literário. Entrevistas com escritores nacionais ( Sergio Sant’anna, Eric Nepomuceno, Adriana Lisboa, Ignácio de Loyola Brandão, Silviano Santiago, Antonio Torres, entre outros); e internacionais (John Banville, Cees Nooteboom, Paul Auster, David Toscana, Guillermo Arriaga, entre outros).

Dia: 14 de Fevereiro - Hora: 8 do serám
Local: R. Academia Galega
R/ Tabernas nº 11- Cidade Velha – A Corunha

J. Alberte Corral Iglesias
Secretário d’O Facho

O FACHO: - “Joám M. Pintos” por Carme Ríos Panisse

08-02-2012

O passado dia 7 de Fevereiro, terça-feira, às 8 do serám; a professora e ensaísta, Carme Rios Panisse, compartilhou com os cidadás assistentes ao ciclo “Língua, Literatura, e Naçom”, o seu estudo e investigaçom sobre a vida e obra do precursor “Joám M. Pintos”. O acto celebrou-se na R. Academia Galega, Rua Tabernas n. 11 – Cidade Velha – A Corunha.

A professora Rios Panisse expujo a sua mui interessante palestra ilustrando-a com significativos poemas da figura estudada assim como com fotografias da época para a melhor compressom da transcendência da obra e vida de Joám Pintos. Reflexionando sobre o exposto pola conferencista leva-nos a afirmar que muitas das eivas e pechas sob os que estavam escravizadas as classes populares galegas seguem hoje tam rejas como há dous séculos: emigraçom, miséria, etc.. o que nos leva a pensar se de facto nom existe umha política desenhada para Nós desaparecermos como povo e naçom.

Como sempre ao findar a sua exposiçom a conferenciante mantivo um colóquio com o público assistente.

O FACHO: Carme Ríos Panisse - “Joám M. Pintos, a sua obra poética dispersa”

05-02-2012

Agrupaçom Cultural O Facho
Frederico Tápia 12-1º
15011 A Corunha

A Agrupaçom Cultural O Facho de A Corunha convida-o assistir aos seus ciclos de palestras públicas do período 2011-12

Palestra


O vindouro dia 7 de Fevereiro, terça-feira (martes), às 8 do serám; a professora e ensaísta, Carme Rios Panisse, falará dentro do ciclo “Língua, Literátura, e Naçom”, com a sua exposiçom intitulada “Joám M. Pintos, a sua obra poética dispersa”. O acto celebra-se na R. Academia Galega, Rua Tabernas n. 11 – Cidade Velha – A Corunha.

Carme Ríos Panisse estudou Filologia Românica na Universidade de Santiago de Compostela, onde se doutorou em 1973. Foi docente da USC nos Departamentos de Lingüística e Literatura Galega até que em 1982 conseguiu a Cátedra de Língua e Literatura Galega no IES "Rosália de Castro" em Santiago. É autora de vários livros de filologia e de crítica da literatura galega moderna, campo no que também publicou numerosos artigos.

Como estudosa do século XIX devemos salientar a sua contribuiçom ao projecto Galicia de Hércules Edicións com a parte intitulada “Prerrexurdimento -1808-1840- e Os Inicios do Rexudimento – 1840-18-, a autoria de numerosas vozes do Diccionario da Literatura galega de Galaxia, e do artigo “Contos da miña terra (1864), primeira ediçom do Conto galego atribuído a Rosália de Castro” (Revista Grial 126). Em muitos destes trabalhos estava presente a figura de Joám Manuel Pintos Villar ao que dedicou também o estudo Obra poética dispersa de X. M. Pintos.

Dia: 7 de Fevereiro - Hora: 8 do serám
Local: R. Academia Galega
R/ Tabernas nº 11- Cidade Velha – A Corunha

J. Alberte Corral Iglesias
Secretário d’O Facho

Agrupaçom Cultural O Facho

Agrupaçom Cultural O Facho existe desde o ano 1963 . Nasce da vontade conjunta de umha vintena de estudantes, trabalhadores e profissionais liberais d’A Corunha.
+ info

Agrupaçom Cultural O Facho
Rua: Federico Tapia 12-1º
15005 A Corunha
o_facho_a_cultural@yahoo.com.br

Ligações

Busca

Ferramentas do usuário

Feeds XML

powered by b2evolution