O FACHO: Acto de entrega dos prémios literarios 2015

09-06-2015

O dia 5 do mês que corre, no local de Portas Ártabras realizou-se a entrega dos Prémios Literários d'O Facho: Contos de Nenos para Nenos, Poesia, e Teatro Infantil que contárom com a colaboraçom de Casa Hamlet, Ediçons Xerais, Ediçons Positivas, Editorial Galaxia, e Editorial Toxos Outos; as quais expressamos a nossa gratitude. No acto participárom alunas do Conservatório Profissional d'A Corunha que interpretárom diversas obras.

Na ocasiom estivérom presentes para outorgar os prémios ao seleccionados, os membros dos júris: Xabier P. do Campo, Breogam Riveiro, Xúlio López Valcárcel, Lucía de Fraga, e Gustavo Pernas, que elogiárom as obras premiadas assim como aos seus autores.

Posteriormente houvo umha colaçom na que participárom os premiados com as suas familias.

Prema no enlace para ver tódalas fotos
https://archive.org/download/PremiosLiterarios2015/Premios%20literarios%202015.pdf

Prema na barra para oir a gravación

O FACHO: Entrega dos Prémios Literários convocados do ano 2015

05-06-2015

Agrupaçom Cultural O Facho
Rua: Frederico Tápia 12-1º
15005 A Crunha

Entrega dos Prémios Literários convocados do ano 2015
05 de Junho do 2015

Temos a bem de informar da entrega dos prémios dos prémios literários convocados pola nossa Agrupaçom. O evento celebrara-se o dia 5 de Junho às 6 e ½ p.m., em Portas Ártabras, rua Sinagoga nº 22, Cidade Velha, Crunha

Concurso de Poesia

Premio à obra: “Nenaespiraes” de Tamara Andrés Padín

Concurso de Contos de nenos para nenos

Premios da Categoría A (Nenos e nenas de 9 a 12 anos):

Primeiro premio: “Mentres Dormes” de María Carballo Rodríguez
Alumna do CEIP Concepción Arenal da Coruña
Segundo premio: “O roubo de Pontenova” de Clara Brage Amado
Alumna do CPI Virxe da Cela de Monfero

Premios da categoría B. (Rapaces e rapazas de 13 a 16 anos):

Primeiro premio: “Samaín ” de Jéssica Lorenzo González
Alumna do colexio Filipenses Sagrada Familia de Vilagarcía de Arousa
Segundo premio: “Pecha os ollos” de Carme Castrillo Solto
Alumna do colexio Maristas Santa María de Ourense

Concurso de Teatro Infantil

Premio à obra: “Estrela... fugaz?” de Carlos Labraña

Agradecemos às editoriais Toxos Outos, Galaxia, Xerais, Casa Hamlet, as suas doaçons de livros que fam possível a existência destes prémios.

Crunha, 1 de Junho do 2015


J. Alberte Corral Iglesias
Secretário d’O Facho

O FACHO: Resoluçons dos Concursos Literários

22-05-2015

Agrupaçom Cultural O Facho
Rua: Frederico Tápia 12-1º
15005 Crunha

A Agrupaçom Cultural O Facho tem a bem de informar das Resoluçons dos Concursos Literários convocadas pola Entidade

Concurso de Poesía

Premio à obra: “Nenaespiraes” de Tamara Andrés Padín

Concurso de Contos de nenos para nenos

Premios da Categoría A (Nenos e nenas de 9 a 12 anos):

Primeiro premio: “Mentres Dormes” de María Carballo Rodríguez
Alumna do CEIP Concepción Arenal da Corunha
Segundo premio: “O roubo de Pontenova” de Clara Brage Amado
Alumna do CPI Virxe da Cela de Monfero

Premios da categoría B. (Rapaces e rapazas de 13 a 16 anos):

Primeiro premio: “Samaín ” de Jéssica Lorenzo González
Alumna do colexio Filipenses Sagrada Familia de Vilagarcía de Arousa
Segundo premio: “Pecha os ollos” de Carme Castrillo Solto
Alumna do colexio Maristas Santa María de Ourense

Concurso de Teatro Infantil

Premio à obra: “Estrela... fugaz?” de Carlos Labraña

Crunha, 20 de Maio do 2015

Agradecendo a sua difusom

J. Alberte Corral Iglesias
Secretário d’O Facho

O FACHO: Oferenda floral no monumento a Curros Henriques com o galho das Letras Galegas do ano 2015

21-05-2015

Com o galho das Letras Galegas, a Agrupaçom Cultural O Facho realizou a tradicional oferenda floral nos jardins de Mendes Nunes diante do monumento a Curros Henriques em lembrança de todos aqueles que fizérom que da cultura galega umha constante e permanente jeira na construçom da liberdade do povo galego. O evento tivo lugar o dia 20 de Maio, às 12 da manhá,

Findando o acto muitos dos assistentes lerom poemas de autores e autoras galegas.

O FACHO: Colaboracionistas, franquistas. A élite política do franquismo na repressom fria da Ditadurapor Lúcio Martínez Pereda

21-05-2015

O passado dia 19 de Maio às 8 do serao o professor em História, Lúcio Martínez Pereda intervéu no ciclo, “Economia, História e C.C. Sociais”, organizado pola nossa Agrupaçom. A sua exposiçom versou sobre: “Colaboracionistas, franquistas. A élite política do franquismo na repressom fria da Ditadura”

A exposiçom centrou-se na Repressom Fria, nos diversos aspectos da retaguarda franquista durante a Guerra Civil: mobilizaçom, propaganda política e depuraçom administrativa. Demostrou como Filgueira Valverde foi um activo repressor durante a etapa da Tirania franquista. Toda a dissertaçom estivo respaldada pola cativa documentaçom existente e disponível, já que ao encetar a “Transacçom” do 78 todos os documentos das sedes do “Movimento Nacional” fôrom mandados desaparecer por Suárez.

Ao findar a exposiçom houvo um interessante colóquio.

O FACHO: Oferenda floral no monumento a Curros Henriques com o galho das Letras Galegas do ano 2015

15-05-2015

Agrupaçom Cultural O Facho
Rua: Frederico Tapia 12-1º-C
15005 A Crunha

20 de Maio 2015


Com o galho das Letras Galegas, a Agrupaçom Cultural O Facho convida-o assistir à tradicional oferenda floral nos jardins de Mendes Nunes da Crunha diante do monumento a Curros Henriques. O evento terá lugar o dia 20 de Maio, às 12 da manhá em lembrança de todos aqueles que fizérom que a cultura galega umha constante e permanente jeira na sua aportaçom na construçom da liberdade do povo galego.

Solicitamos aos assistentes, se o tenhem a bem, leiam um poema ou pequeno texto de qualquer autor ou autora galega da sua escolha.

J. Alberte Corral Iglesias
Secretário d’O Facho

O FACHO: Manifesto em defesa da Língua Galega

15-05-2015

Agrupaçom Cultural O Facho
Rua: Frederico Tapia 12-1º
15005 A Crunha


Manifesto em defesa da Língua Galega

A língua galega continua perseguida e proscrita polas política de etnocídio lingüístico do PP


A situaçom da língua galega está em grande perigo ao nom desfrutarmos os galegos de direitos lingüísticos plenos para desenvolver a nossa vida com normalidade na Língua Galega dentro do nosso País.

O galego segue a estar perseguido e proscrito de diferentes âmbitos e usos. Impujo-se um decreto para evitar o ensino em galego. Esta política lingüícida tem responsáveis e cúmplices. Precisasse umha mudança total . Tem-se que lhes dar ferramentas ás geraçons novas. A televisom pública galega nom emite debuxos animados de moda em galego. As moças e moços nom podem escolher jogos, filmes e revistas juvenis na nossa língua, a muitos e muitas impedisse-lhes a escolarizaçom em galego

Como povo e cultura, temos direito a que nossa Língua própria, de origem, seja oficial a todos os efeitos no seu âmbito territorial. Os falantes galegos devemos desfrutar do mesmo "status" legal no nosso território do que o castelá no seu.

O maior descendo de falantes do galego coincide co lustro mais agressivo e lesivo para a normalizaçom da nossa língua e com umha situaçom na que o galego, nom só nom conta com umha oficialidade real, senom que é a própria Xunta quem ataca a oficialidade formal que acadou.

As políticas de etnocídio levadas a cabo contra o galego ditadas desde há séculos pola casta dos altos cortesaos de Madrid e também hoje reiteradas pola actual “Xunta de Galicia”, ponhem em perigo a Língua Nacional, ao ser violentados decote os galegos falantes.

Esta posiçom de etnocídio é a negaçom da convivência e da igualdade das distintas naçons que conformam o Estado Espanhol.

Reclamamos:

A aboliçom do sistema legal que subordina o galego ao castelá, a aboliçom do supremacismo castelá que procura a desapariçom do galego e exigimos a implementaçom de autênticas políticas de normalizaçom lingüística ao serviço da nossa sociedade. Ampliar a co-oficialidade de todas as línguas do Estado em todo o seu território. O dever de conhecer o galego em todos os territórios onde é fala de seu.

* * *

Ante a necessidade de respostas à política de etnocídio preconizada pola actual “Xunta de Galicia”, O Facho pede aos sócios e amigos a sua participaçom na Mobilizaçom convocada para o

17 de maio de 2015, ás 12h, Diante do Teatro Rosalía (Rego da Auga).


“Findemos o quinquénio lingüicida para o idioma galego impulsado por Núñez Feijó”

Na Crunha, 14 de Maio do 2015
Agrupaçom Cultural O Facho

O FACHO: Lúcio Martínez Pereda - “Colaboracionistas, franquistas. A élite política do franquismo na repressom fria da Ditadura”

13-05-2015

Agrupaçom Cultural O Facho
Rua: Frederico Tapia 12-1º-C
15005 Crunha

.


A Agrupaçom Cultural O Facho de A Corunha convida-o assistir aos seus ciclos de palestras públicas do período 2014-15

Palestra

O vindouro dia 19 de Maio, terça (martes), às 8 do serao no local d'A Fundaçom, sita no Cantom Grande, nº 8 d'A Crunha; o professor em História, Lúcio Martínez Pereda intervirá no ciclo, “Economia, História e C.C. Sociais”, organizado pola nossa Agrupaçom. A sua exposiçom versará sobre: “Colaboracionistas, franquistas. A élite política do franquismo na repressom fria da Ditadura”

O historiador Martínez Pereda, é licenciado em Geografia e História pola Universidade de Santiago. Na actualidade exerce como Professor de História no IES Valadares de Vigo. O seu labor investigador centrou-se em diversos aspectos da retaguarda franquista durante a Guerra Civil: mobilizaçom, propaganda política e depuraçom administrativa.
É autor dos seguintes livros: La depuración franquista del Magisterio Nacional en el norte de Zamora 1936-1943, Propaganda, mobilizaçom e cerimónias político religiosas em Vigo durante a Guerra Civil e Medo político e controlo social na retaguarda franquista (Xerais) 2015). Actualmente estuda a mobilizaçom e politizaçom de massas na fase inicial da ditadura na Galiza.
Assim mesmo, tem publicado os seus trabalhos de investigaçom em várias revistas de estudos históricos

Dia: 19 de Maio do 2015 – Hora: 8,00 do serao
Local: A Fundaçom – Cantom Grande, 8
Crunha

J. Alberte Corral Iglesias
Secretário d’O Facho


Toda-las palestras dadas estám em: http://agal-gz.org/blogues/index.php/ofacho/

O FACHO: “O porvir energético” por José Ramom Flores das Seixas -

06-05-2015

O passado dia 5 de Maio, o Professor titular da USC, no Departamento de Física Aplicada José Ramom Flores das Seixas, intervéu dentro do ciclo “O saber cientifico na Galiza”, com a palestra intitulada “O porvir energético”.
Flores das Seixas na sua dissertaçom e posterior colóquio deu a conhecer com as suas palavras que sempre fórom sustentadas com dados e imagens na êcra, o marco actual do problema energético e a possível situaçom de precariedade energetica que se avizinha. Assim mesmo comentou a ausência dumha comunicaçom e debate aberto sobre a questom energética.
Ao remate da sua exposiçom houvo um interessante colóquio.

Preme no seguinte enlace para ver a presentación
https://archive.org/download/PalestraEnergia/palestra1.pdf

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 ... 42 >>

Agrupaçom Cultural O Facho

Agrupaçom Cultural O Facho existe desde o ano 1963 . Nasce da vontade conjunta de umha vintena de estudantes, trabalhadores e profissionais liberais d’A Corunha.
+ info

Agrupaçom Cultural O Facho
Rua: Federico Tapia 12-1º
15005 A Corunha
o_facho_a_cultural@yahoo.com.br

Ligações

Busca

Ferramentas do usuário

Feeds XML

powered by b2evolution