O FACHO: Resoluçons dos Concursos literários 2018

17-05-2018

Agrupaçom Cultural O Facho
G-15037021 / N. I. 1966/000008-1ª
Apartado de Correios nº 46 O.P.
Corunha


A Agrupaçom Cultural O Facho tem a bem de informar das Resoluçons dos Concursos Literários convocados para o ano 2018.

Concurso de Contos de nenos para nenos

Premios da Categoría A (Nenos e nenas de 9 a 12 anos):

Primeiro prémio: O orfanato de Marta Rodríguez González
Aluna do C.E.I.P Emilia Pardo Bazán (Corunha)
Segundo prémio: A fábrica de nubes de Andrea Ramos Casal
Aluna do IES Eduardo Pondal, Toronho-Culheredo (Corunha)

Premios da categoría B. (Rapaces e rapazas de 13 a 16 anos):

Primeiro prémio: A princesiña peideira de Mariña García Iglesias
Aluna do C.P.I. Cruz do Sar, Bergondo (Corunha)
Segundo prémio: Catro segundos de María Carballo Rodríguez (Corunha)

Concurso de Poesia
Obra Ganhadora: Dialética. Autor: Daniel Barral Calvo

Concurso de Teatro Infantil
Obra Ganhadora: Pingas. Autora: Adela Clorinda Figueroa Panisse

O acto de entrega de prémios celebrara-se em:

Dia: 01 de Junho do 2018 - Hora: 7,30 do serám
Local: Portas Ártabras . Rua Sinagoga 22
Cidade Velha ? Corunha


Corunha, 17 de Maio do 2018

J. Alberte Corral Iglesias
Presidente d?O Facho

O FACHO: Resenha da oferenda floral no monumento a Curros Henriques com o galho das Letras Galegas do ano 2018

09-05-2018

O FACHO: Resenha da oferenda floral no monumento a Curros Henriques com o galho das Letras Galegas do ano 2018

Com o galho das Letras Galegas, a Agrupaçom Cultural O Facho realizou a tradicional oferenda floral nos jardins de Mendes Nunes diante do monumento a Curros Henriques em lembrança de todos aqueles que fizérom que da cultura galega umha constante e permanente jeira na construçom da liberdade do povo galego. O evento tivo lugar o dia 8 de Maio, às 12 1/2 da manhá.

Muitos dos assistentes lêrom poemas de autores e autoras galegas. Findando o acto o alcalde da Corunha fizo umha curta dissertaçom, para logo os todos os presentes cantar o hino galego.

O FACHO: María Victoria Moreno: o compromiso coa lingua e as liberdades e O Facho por Marilar Aleixandre

09-05-2018

O FACHO: María Victoria Moreno: o compromiso coa lingua e as liberdades e O Facho por Marilar Aleixandre

Agrupaçom Cultural O Facho
G-15037021 / N. I. 1966/000008-1ª
Apartado de Correios nº 46 O.P.
Corunha

O passado dia 8 de Maio, a catedrática e académica da RAG, Marilar Aleixandre intervéu dentro do ciclo Língua, Literátura, e Naçom . A sua exposiçom versou sobre María Victoria Moreno: o compromiso coa lingua e as liberdades e O Facho . María Victoria Moreno é a figura homenageada neste ano com o galho das Letras Galegas.

Marilar Aleixandre mostrou numha significativa exposiçom o processo de identificaçom com a cultura e língua do País realizado por Victoria Moreno, depois de tomar Pontevedra como cidade de residencia. E como neste compromisso a existência do concurso literario d'O Facho, Contos para nenos foi fulcral nom só como iniciador a literatura infantil galega, senom também como facilitou que futuros escritores como a figura homenageada fizeram da língua galega a sua língua comum e veicular.

Ao findar a conferencia, o palestrista mantivo um interessante debate.
O FACHO: Oferenda floral no monumento a Curros Henriques com o galho das Letras Galegas do ano 2018

09-05-2018

Agrupaçom Cultural O Facho G-15037021 / N. I. 1966/000008-1ª
Apartado de Correios nº 46 O.P. - Corunha

Oferenda floral no monumento a Curros Henriques com o galho das Letras Galegas do ano 2018

08 de Maio 2018

Com o galho das Letras Galegas, a Agrupaçom Cultural O Facho convida assistir à tradicional oferenda floral diante do monumento a Curros Henriques. O evento terá lugar o dia 8 de Maio, às 12 e 1/2 da manhá, nos jardins de Mendes Nunes da Corunha em lembrança de todos aqueles que fizérom da cultura galega umha constante e permanente jeira na construçom da liberdade do povo galego.
Solicitamos aos assistentes, se o tenhem a bem, leiam um poema ou pequeno texto de qualquer autor ou autora galega da sua escolha.

Que os pardais corram aos falcons.
Saúdinha e cante o melro.
J. Alberte Corral Iglesias
Presidente d?O Facho

O FACHO: Marilar Aleixandre - María Victoria Moreno: o compromiso coa lingua e as liberdades e O Facho

09-05-2018

Agrupaçom Cultural O Facho
G-15037021 / N. I. 1966/000008-1ª
Apartado de Correios nº 46 O.P.
Corunha

A Agrupaçom Cultural O Facho a bem convidar à conferência que o vindouro dia 8 de Maio, terça (martes), catedrática e académica da RAG, Marilar Aleixandre falará sobre a figura homenageada neste ano com o galho das Letras Galegas. A sua palestra intitula-se ?María Victoria Moreno: o compromiso coa lingua e as liberdades e O Facho?

Marilar Aleixandre, nome literário de María Pilar Jiménez Aleixandre é professora na USC. Chegou a Vigo nos anos 70 como professora de ensino médio. Nessa cidade participou na loita contra a tirania clerical-fascista do franquismo e co-fundora a primeira associaçom feminista galega. Assi mesmo foi pioneira no uso do galego no ensino das ciências. O primeiro relato que escreveu em galego foi um conto sobre vampiros, sendo o germolo de Agardando polos morcegos. Logo vinhérom A formiga coxa, a sua primeira novela de literatura infantil, e A expedición do Pacífico. Ademais de destacar como autora de literatura infantil e juvenil também escreveu para adultos. Foi finalista do Premio Xerais de Novela com Tránsito dos Gramáticos. Publicou o libro de relatos Lobos nas illas, sobre as difíceis relaçons familiares, etc...Boa parte da sua obra narrativa está traduzida a outras línguas. Traduziu do inglês para o galego o poemário Muller ceiba, A caza do Carbairán, etc... Assi mesmo é umha reconhecida poeta.
Que os pardais corram os falcons. Saúdinha e cante o melro.
Dia: 8 de Maio 2018 - Hora: 8 do serám
Local: Portas Ártabras . Rua Sinagoga 22

J. Alberte Corral Iglesias
Presidente d?O Facho

O FACHO: Carlos Barros Guimaráns - Vencedores e vencidos na revolta irmandinha

25-04-2018

O FACHO: Carlos Barros Guimaráns - Vencedores e vencidos na revolta irmandinha

O passado dia 24 de Abril, o professor de Historia, Carlos Barros Guimaráns, compartilhou com o numeroso público assistente a sua conferência organizada dentro do ciclo, Economía, Historia e C.C. Sociais: Vencedores e vencidos na revolta irmandinha

Na sua rica exposiçom o conferenciante salientou a situaçom de agressom e opressom na que se achavam as classes populares galegas por parte dos senhores feudais a mediados do século XV no Reino da Galiza, o que motivou o levantamento destas classes contra a oligarquia feudal, composta por prelados e os grandes senhores. Salientou o triunfo dos irmandinhos nom só por sere capazes de criar umha estrutura de governo para todo o país durante dous anos através da Junta Irmandinha, e como na contra-revolta levada a cabo polos oligarcas feudais, e estes fôrom incapazes de tomar as cidades e vilas. Practicamente todas as torres e castelos fôrom derrubados polos alçados, o que é mostra do êxito da Revolta Irmandinha.
Ao findar a palestra houvo um distendido colóquio com o público assistente.

O FACHO: "Vencedores e vencidos na revolta irmandinha" por Carlos Barros Guimaráns

18-04-2018

Agrupaçom Cultural O Facho
G-15037021 / N. I. 1966/000008-1ª
Apartado de Correios nº 46 O.P.
Corunha

A Agrupaçom Cultural O Facho convida-o assistir aos seus ciclos de palestras públicas do período 2017/18

Palestra

O vindouro dia 24 de Abril, terça (martes), o professor de Historia, Carlos Barros Guimaráns, há falar dentro do ciclo,Economía, Historia e C.C. Sociais. A sua exposiçom versará sobre: "Vencedores e vencidos na revolta irmandinha"

Barros Guimaráns, é historiador especialista na Historia Medieval da Galiza. É formado em Engenharia Técnica Industrial e licenciou-se em Geografia e Historia na USC. Obtivo o doutoramento com a tese, Mentalidad y revuelta en la Galicia irmandiña: favorables y contrarios. Actualmente exerce como professor de Hª Medieval na USC. Formou parte do PCG, e foi membro do seu Comité Central e Secretario de relaçons políticas. Assi mesmo é coordenador do Grupo de Investigaçons Historiográficas de la USC, e director-fundador de la Reda Académica Internacional "Historia a Debate". Entre a sua obra podemos sublinhar: A mentalidade xusticieira dos irmandiños, ¡Viva el-Rei! Ensaios medievais, Historiografía fin de siglo, etc....

Dia: 24 de Abril 2018 - Hora: 8 do serám
Local: Portas Ártabras . Rua Sinagoga 22

J. Alberte Corral Iglesias
Presidente d?O Facho

Correio electrónico: o_facho_a_corunha@yahoo.com.br
Segue-nos em Facebook: Agrupaçom Cultural O Facho
Para ajudas e aportaçons económicas: Conta: ES02.3070.0044.58.6090453421
As conferências podem ser ouvidas em: http://agal-gz.org/blogues/index.php/ofacho/

O FACHO: Filipe Seném López Gómez - O Espólio cultural galego

18-04-2018

O FACHO: Filipe Seném López Gómez - O Espólio cultural galego

O passado dia 17 de Abril, terça (martes), o arqueólogo e investigador Filipe Seném López Gómez ofereceu a sua palestra ?O Espólio cultural galego? dentro do ciclo, Economia, História e C.C. Sociais organizado pola nossa Agrupaçom.

O arqueólogo e investigador Filipe Seném fizo umha detalhada exposiçom do abandono e espólio em que se acha nom só património imaterial do nosso Pais, senom assi mesmo como a nugalha das autoridades político-culturais responsáveis do seu cuido e mantimento, incumprem as suas obrigas quando nom som cúmplices do desleigo histórico-cultural expressado no abandono dos artefactos arqueológicos que nos construírom com povo e país.

Depois da sua ricaz exposiçom o conferencista mantivo umha interessante palestra com o público assistente.

O FACHO: Calendário de conferencias 1º trimestre 2018/19

09-04-2018

Agrupaçom Cultural O Facho
G-15037021 / N. I. 1966/000008-1ª
Apartado de Correios nº 46 O.P.
Corunha

Calendário de conferencias 1º trimestre 2018/19

2018-10-09 ? 8 p.m.
Bernardo Máiz Vázquez Historiador
?Resistência, guerrilha e repressom?

2018-10-16 ? 8 p.m.
Alexandre Ballesteros Ron Professor Economia USC
?Sistema Fiscal Galego-Cupo?

2018-10-23 ? 8 p.m.
Isabel Aguirre
?Integraçom Paisagista dos Valados na Galiza"

2018-11-06 ? 8 p.m.
Cilla Lourenzo Modia Professora UDC
?A génese do Teatro Independente Galego: a conquista da identidade"

2018-11-15 ? 8 p.m.

Júlio Prada Rodriguez Professor de Histórica Contemporânea na Universidade de Vigo -Ourense
"Marchárom com todo. A repressom económica em Galiza durante o primeiro franquismo".

2018-11-27 ? 8 p.m.

Manuel Vilar Álvares ? Antropólogo
?A Fisterra, umha terra mágica?

2018-12-11 ? 8 p.m.
Fernando López-Acunha López
?O Orfeom corunhes nº 4 e o Himno Galego?

O FACHO: O Espólio cultural galego por Filipe Seném López Gómez

09-04-2018

Agrupaçom Cultural O Facho
G-15037021
Apartado de Correios nº 46 O.P.
Corunha

Palestra

O vindouro dia 17 de Abril, terça (martes), o arqueólogo e investigador Filipe Seném López Gómez ?O Espólio cultural galego? dentro do ciclo, Economia, História e C.C. Sociais organizado pola nossa Agrupaçom.
Filipe Seném estudou Filosofia e Letras, especialidade de Historia da Arte na USC, ao tempo que facía prácticas de museologia e arqueologia com o historiador Manuel Chamoso Lamas, assi como na criaçom, instalaçom e posta em funcionamento do Museu das Peregrinaçons, e do Museu do Ribeiro. Participou como supervisor de campo nas prospeçoms arqueológicas do Castro de Vila-Donga, nas da ermida de Santo Guillerme de Fisterra. Assi mesmo reorganizou o Museu Arqueológico do Castelo de Santo Antom. Foi co-fundador da associaçom cultural Avantar do Carbalhinho, de Alexandre Bóveda na Corunha.
Entre os seus numerosos ensaios e trabalhos podemos relacionar: Roteiros de Compostela: Galicia-Portugal; Festas populares de Galicia; Os primeiros galegos: prehistoria e arqueoloxía de Galicia; A auga e as fontes en Galiza; Galicia: festas, feiras e romarías, etc. Sendo co-parceiro nos trabalhos colectivos: Historia de Galicia da AN-PG e d?A Nossa Terra. A Coruña á luz das letras; Terra e mar: cesteiros na Ría de Vigo, etc...
Dia: 17 de Abril 2018 - Hora: 8 do serám
Local: Portas Ártabras . Rua Sinagoga 22

J. Alberte Corral Iglesias
Presidente d?O Facho

Correio electrónico: o_facho_a_corunha@yahoo.com.br
Segue-nos em Facebook: Agrupaçom Cultural O Facho
Para ajudas e aportaçons económicas: Conta: ES02.3070.0044.58.6090453421
As conferências podem ser ouvidas em: http://agal-gz.org/blogues/index.php/ofacho/

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 ... 55 >>

Agrupaçom Cultural O Facho

Agrupaçom Cultural O Facho existe desde o ano 1963. Nasce da vontade conjunta de umha vintena de estudantes, trabalhadores e profissionais liberais d?A Corunha. A ideia é originaria dos daquela hora estudantes de bacharelato, Henrique Harguindey, André Salgueiro, e Xosé Luis Carneiro; respondendo ao seu chamamento posteriormente somárom-se entre outros: Eduardo Martínez, Henrique Iglesias, X. Alberte Corral, Xosé L. Rodríguez, etc... É a primeira agrupaçom de resistência cultural criada numha cidade do Pais polos seus cidadaos, já que O Galo é conformada por estudantes universitários de todo o Pais em Compostela, naquelas datas era a única cidade galega com Universidade. O grupo nasceu cos sinais de identidade da resistência contra o franquismo e da defesa da plena valia da língua e da cultura galega. Existia unha claríssima vocaçom política do que se fazia precisamente porque essa era toda a actividade publica com repercussons políticas que se podia fazer. A defesa da cultura e a língua galega é a cerna do que-fazer d?O Facho, que passou de fazer cultura de resistência nos anos da longa noite de pedra a se constituir hoje numha autentica mostra de resistência da cultura. Desde os primeiros momentos O Facho destaca-se com os seus cursos de língua com apoio de alguns exemplares da ?Gramática do idioma galego? de Manuel Lugrís Freire. Estes cursos tivérom umha importância mui grande na Corunha;. Daquela o galego nom se escrevia apenas e estava expulso da sociedade ?bem pensante?, nem sequer tinha secçom galego a faculdade de Filologia de Compostela. Umha das figuras fundamentais dos cursos foi D. Leandro Carré Alvarellos quem dirigiu esta actividade. Os ciclos dedicados á cultura galega, os encontros nos que se tratava economia e sociedade, os concursos literários. O seu grupo de teatro criado nas primeira datas de existência da Agrupaçom do quem eram responsáveis Manuel Lourenzo, e Francisco Pillado, foi dos pioneiros em representar obras no nosso idioma, tanto de autores galegos como de outras nacionalidades ( Brecht, Ionesco...). Na actualidade, O Facho é consciente dos desafio culturais do século XXI. Agora há que tentar ver o significado que pode ter hoje o sermos galegos num mundo globalizado. A ideia básica é que sermos galegos agora implica ser dumha maneira concreta numha sociedade mundial. Entre as iniciativas mais recentes é a criaçom do Facho de Ouro, um prémio para reivindicar galegos, o que amossa a própria agrupaçom é unha cultura que resiste. d’A Corunha.
+ info

Agrupaçom Cultural O Facho
Apartado de Correios n.º 46, Oficina Principal da Coruña
o_facho_a_cultural@yahoo.com.br

Busca

  Feeds XML

Ferramentas de administraçom

powered by b2evolution