"@s moz@s de 1º Bach asistiron aos obradoiros de achegamento á lusofonía na Biblioteca do Insti impartidos polo Quique Martíns e ofertados pola AGAL.

Foi unha iniciativa promovida polo EDNLinguaquetraba que tivo moi boa acollida. Tamén colaborou o Departamento de Galego e nomeadamente o seu profesor Moisés.

De feito @s 60 alumn@s comprobaron como con só mudar unhas cousiñas e atendendo a uns cantos trucos xa eran competentes para se defender en portugués e así acceder a ese basto mundo que abre a lusofonía. E todo de xeito freco e interactivo. Moito obrigado ao mestre."

A lingua que traba: blog do EDNL do IES As Barxas

Em 16 de março, a professora Loaira Martínez deslocou-se a Ponte Areias para ministrar um ateliê 'OPS! O Português Simples' ao alunado de 4º da ESO do IES Pedra da Auga.

A atividade, organizada pelo departamento de Normalização Linguística, tinha como finalidade mostrar a cultura do nosso país vizinho assim como a do resto dos países da Lusofonia e identificar as variedades portuguesa e galega da língua como procedentes da mesma raiz.


La Región, 7 de março de 2017

"Ao obradoiro 'OPS! O galego como oportunidade competitiva e privilexiada' asistiu o alumnado da materia Patrimonio Cultural, impartida pola antropóloga Fátima Braña no segundo curso do grao de Turismo. Seguindo o modelo dos obradoiros celebrados en anteriores edicións de Portugués Perto, a sesión tivo un carácter principalmente práctico co obxectivo de que os asistentes se fixesen conscientes das portas que lles abre o galego no mundo, non só desde un punto de vista de enriquecemento cultural senón tamén de desenvolvemento profesional. 'A lingua é un patrimonio cultural fundamental e é necesario que o alumnado a teña en conta non só como un medio de expresión e identidade senón tamén de crecemento profesional', explicou Fátima Braña. Este obradoiro, apuntou a docente, dá en cada edición moi bos resultados, abrindo ao alumnado asistente unha nova perspectiva sobre a lingua galega e a portuguesa."

O galego, unha chave para acceder "case sen esforzo" ao mundo lusófono, Rosa Tedín

Durante os meses de fevereiro e março terão lugar em Santiago de Compostela mais 5 ateliês 'OPS! O português simples' organizados polo Departamento de Língua Galega do Concelho.

O alunado de 2º e 3º da ESO do IES da Ponte Pedrinha e de 1º de Bacharelato do IES das Fontinhas descobrirá, da mão dos professores Quique Martins e Loaira Martínez, a enorme potencialidade da língua da Galiza num mundo globalizado em que o plurilinguismo tem cada vez mais valor.

A Concelharia de Normalização Linguística do Concelho de Ponte Vedra organiza um ano mais, dentro da sua programação de atividades para a promoção e dignificação da língua em centros de ensino, os ateliês de português OPS! 'O português simples' para o alunado de secundário e 'O Mundo do INHO' para o de primário.

Os 14 ateliês organizados neste curso 2016-2017 serão ministrados polos professores Loaira Martínez, Henrique Martins e Tamara Varela e decorrerão em fevereiro nos centros que seguem: IES Sánchez Cantón, CEIP San Martiño, IES A Xunqueira 2, IES Torrente Ballester, IES Valle-Inclán, CEIP San Bieito de Lérez e EPA Río Lérez.

As professoras Tamara Varela e Loaira Martínez ministraram em 31 de janeiro dois ateliês 'OPS! O português simples' no IES do Milhadoiro em Ames.
Os 55 alunos e alunas de 4º da ESO que participaram na atividade descobriram que a nossa língua é a nossa vantagem competitiva no quadro espanhol e europeu porque nos permite aceder ao âmbito educativo e laboral dos países que se expressam em português (Brasil, Portugal, Angola...) e, portanto, às suas sociedades, produções culturais e mercado laboral.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 >>

Contacto OPS!

  Feeds XML
powered by b2evolution free blog software