Nascimento da grande guerra?

13-06-2008

  15:37:33, por Corral   , 579 palavras  
Categorias: Outros, Ensaio

Nascimento da grande guerra?

Edward S. Herman

Bush-Cheney parecem estar em caminho para umha guerra contra Iram, e os democratas, enquanto fazem uns poucos reproches, em realidade derom a Bush-Cheney umha base quase legal para atacar a Iram, ao remover Polosi da lei de financiamento da guerra em Iraque umha cláusula que exigia que Bush obtivesse a aprovaçom do Congresso dantes de começar umha guerra contra Iram, e ao votar unanimemente os democratas no Senado pola lei Kyle-Lieberman que declarou ?organizaçom terrorista? ao Corpo de Guardas Revolucionários Islâmicos, um segmento do exército iraniano. Há numerosos outros indícios de um possível ataque de EE.UU. contra Iram nos próximos meses por parte do governo impotente ? a remoçom do almirante William Fallon do posto de chefe do Comando Central e sua substituiçom polo lambe-cus de Bush, David Petraeus; o recente ênfases de Petraeus-Crocker sobre a suposta participaçom de Iram na guerra de Iraque; o reforço adicional das forças navais de EE.UU. no Golfo Pérsico; advertências abertas de que o ataque militar constitui umha opçom baixo consideraçom (Ann Scott Tyson, "Ou.S. Weighing Readiness for Military Action Against Iran," Washington Pós, 26 de abril de 2008); o financiamento polo Congresso a mais bombas ?reventa-búnkeres? e mais bombardeiros para transportá-las ? todos sem umha reacçom séria do Partido Democrata ou preocupaçom e oposiçom dos meios de informaçom e da ?comunidade internacional?. O chefe da ONU, Ban Ki-Moon, está muito molesto polas acções repressivas de China em Tibet, mas nom diz nada sobre a possibilidade de outro ?supremo crime internacional? contra Iram, a forma de acçom que foi o principal enfoque da Carta da ONU baixo a qual se supõe que actue Ki-Moon.

Abundam outras dificuldades. As guerras em Afeganistám e Paquistam continuam e crescem, com a determinaçom de EE.UU. e da OTAN de impor sua versom de ?estabilidade? nesses longínquos países. Os israelenses seguem expandindo assentamentos e seguem tiranizando sem piedade à populaçom da faixa de Gaza, com um apoio incessante de EE.UU. e a ?comunidade internacional.? As potências ocidentais (sobretudo EE.UU., Grã-Bretanha, França, e Israel) trabalham todas para a melhora de suas armas nucleares e só apoiam de um modo muito selectivo o Tratado de Nom Proliferaçom, se adaptando às acções de EE.UU. para a guerra com Iram; e seguem aumentando os orçamentos e as vendas de armas. O crescimento económico de China e Índia e o avanço para combustíveis baseados em etanol ajudaram a elevar o preço do petróleo e dos alimentos, ameaçando umha importante crise de escassez de alimentos em todo o balão. A desigualdade de rendimentos segue progredindo dentro e entre países baixo o regime do neoliberalismo (isto é, umha guerra de classes avançada). Nom se tomou nenhum passo importante para encarar o desafio do quentamento global e, de facto, a indústria do carvom e centrais eléctricas a carvom se expandem em China e outros lugares. Finalmente, o crescimento baseado no endividamento e na especulaçom em EE.UU. produziu umha crise financeira e económica, que nom foi resolvida, dentro e fora desse país, e o que nom se tenha agregado nengumha regulaçom nova para limitar o mercado do casino financeiro é de mau agoiro para a estabilidade futura.

Sem comentários ainda

Março 2024
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
 << <   > >>
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Busca

  Feeds XML

Ferramentas de administração

powered by b2evolution free blog software