Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 ... 162 >>

30-11-2016

  20:10:00, por artabria   , 335 palavras  
Categorias: Cultura e tradiçons

V concurso escolar Conhecendo o Apalpador já está em marcha

Com o fim de continuar a promover o conhecimento da figura do gigante carvoeiro do Courel entre as crianças galegas, a Fundaçom Artábria convoca o V Concurso Escolar "Conhecendo o Apalpador". Nesta ediçom contamos mais umha vez com a colaboraçom do Concelho de Ferrol.

Animamos às crianças da comarca, e da Galiza enteira a participar no concurso.

Eis as bases do concurso

1.- Haverá 3 categorias. A primeira para nenas e nenos entre 3 e 5 anos. A segunda para nenas e nenos com idades entre 6 e 8. E a terceira para nenos e nenas entre 9 e 12 anos.

2.- Para poder participar no concurso, cada nen@ deverá apresentar um debuxo original, com qualquer material ou ténica, relativo à figura do Apalpador. O debuxo será apresentado num fólio A4.

3.- Estabelecem-se 3 prémios por categoria, que consistirám num lote de produtos relacionados com a figura deste mítico carvoeiro. O júri poderá conceder as mençons honoríficas que considerar oportuno, ou declarar deserto qualquer dos prémios.

4.- Os trabalhos candidatos aos prémios terám que ser entregados antes do 23 de dezembro de 2016 na Fundaçom Artábria (Trav. Batalhóns nº7, baixo. Ferrol.

5.- Para identificar os debuxos, estes deverám levar um envelope em cujo esterior se faga constar "Concurso de debuxo conhecendo o Apalpador" com os dados do curso onde está matriculad@ @ concursante, e em cujo interior deve figurar nome e apelidos, idade, curso, e centro onde está matriculado, além dumha autorizaçom do pai, mae ou tutor/a para participar no concurso.

6.- O júri será composto por 1 pessoa da Diretiva da Fundaçom Artábria, 2 pessoas ligadas ao mundo das artes plásticas e o próprio Apalpador. A decissom do júri será inapelável e dará-se a conhecer na terça-feira 27 de dezembro, mediante a publicaçom no nosso web.

7.- Os prémios serám entregues polo Apalpador no dia 30 de dezembro no nosso Centro Social.

8,- A participaçom no concurso supom a autorizaçom expressa para a difussom das imagens.

9.- A participaçom no concurso supom a aceitaçom de todas e cada umha das presentes bases, assim como o criterio da Fundaçom Artábria na resoluçom de qualquer questom nom prevista nestas bases

  16:15:00, por artabria   , 619 palavras  
Categorias: Concertos, Gastronomia, Língua, Actividades mês a mês

Fechamos o ano com um amplo programa de atividades

Entramos no último mês de ano e na Fundaçom Artábria queremos fechar 2016 tal e como começamos, ofertando um variado programa de atividades para todos os públicos.

Em dezembro teremos música, palestras, monicreques, gastronomia, teatro e como nom a visita do Apalpador.

Na sexta-feira, 2 de dezembro, o duo ferrolano Kozmic Blues apresentam em Ferrol o seu segundo trabalho "Dream for winter". A entrada será gratuita e a hora de início às 22.30hs.
Este segundo album é umha mudança de ciclo e estado mental para Andrés e Elisa, definindo-o por elas mesmas como numha mistura entre sonho e realidade.

No sábado 3, às 20hs, decorrerá umha palestra sob o título "Que é a operaçom Jaro?" onde intervirám pessoas processadas na ofensiva judicial contra a organizaçom independentista Causa Galiza, a qual foi ilegalizada por ordem da Audiência Nacional.
Este processo de ilegalizaçom foi denunciado no Parlamento Europeu polo BNG e Bildu, destacando "o gravíssimo défice democrático do Estado espanhol".

Da Fundaçom Artábria, consideramos um exercício de democracia abrir portas à informaçom e dar a conhecer a outra versom deste processo político-judicial, a que nom contam os meios de informaçom

Na sexta-feira 9 de dezembro, decorrerá um novo atelier infantil. Desta volta Maru Alonso ensinará às crianças a elaborarem bolachas de natal.

A atividade gratuita é para nen@s a partir dos 4 anos e é precisso inscriçom prévia já que há límite de 15 prazas. Podes apontar-te ligando para o 671 200 160.

No dia 10 haverá umha nova projeçom de diapositivos da história da nossa entidade, da mao de Nês Lopes. Será às 21.30hs.

Já no 16 de dezembro a companhia de monicreques "O monifate teatro" trará o espetáculo "A espera", estreado no Festival internacional de fantoches de Redondela, em 2015. A obra, que está recomendada para maiores de 12 anos, toca o tema da memória histórica.
A entranhável personagem desta proposta, escrita por J.L Banhos de Cos, convida-nos a pensar sem discurso político, nas feridas abertas que soportam geraçons enteiras, produto da nossa insolência com a história. Através deste relato de vida, inspirada em personagens reais que luitárom no passado, chama-se a atençom sobre o direito à sua dignidade no presente. A entrada é gratuita.

No sábado 17, decorrerá umha nova sessom vermute no nosso Centro Social desde as 12.00hs. À volta das 12.30hs contaremos com a atuaçom de Grüvzilla. Este grupo de musica instrumental que chega desde Compostela mistura jazz, funk, rock e blues. O elemento básico: o groove!
Haverá espetos à grelha a 2 euros.

No 23 de dezembro, chegará o Apalpador à nossa cidade da mao da Fundaçom Artábria. O gigante carvoeiro percorrerá as ruas do bairro de Esteiro e da Madalena. A ruada partirá às 12hs do nosso Centro Social.

Nom podia faltar um encontro grastonómico para encerrar o ano 2016. Na quinta-feira 28 de dezembro, às 22hs decorrerá a "V Luso Paparoca". O preço da ementa, na qual se incluem entradas portuguesas, arroz caldoso, sobremesa, água/vinho e café, é de 10 euros, 8 euros para pessoas associadas da Fundaçom Artábria e o Beco da Língua. Podes inscrever-te escrevendo para o correiodeartabria@gmail.com ou ligando para o 669 778 474 antes do dia 26.

Fechamos as atividades do ano a sexta-feira 30 de novembro às 22.00hs.
Após ter que suspender a atuaçom por motivos de saúde no passado mês de novembro, a companhia Clube Teatral Elsinor trarám a obra "Xente de pálida pel", baseada em textos de Cunqueiro, a qual serve como homenagem ao bestiário saído da imaginaçom do autor mindoniense.

A obra é dirigida por Manuel Lourenço e conta com a atuaçom de Cristina Fuentes, Carme Martínez, Xosé Martínez e Xulia Miguel, além do próprio Lourenço.

Esta peça teatral já foi representada em multitude de cenários, recebendo nom só o beneplácito da crítica, como ftambém a mais importante cumplicidade do público perante um texto infalível.
A entrada é de graça.

30-10-2016

25-10-2016

  21:36:00, por artabria   , 240 palavras  
Categorias: Comissom de Língua

Lembrança e homenagem a Dores Arribe do Pico

Tendo conhecimento do falecimento de Dores Arribe do Pico, aos 78 anos, no seu Ferrol natal, a Fundaçom Artábria quer fazer pública a sua saudosa lembrança de quem foi firme defensora da nossa língua durante toda umha vida e sócia da nossa entidade durante anos.

Destacada dirigente política nas fileiras do Partido Socialista Galego (PSG) nos anos 70, desenvolveu posteriormente um nom menos destacado ativismo intelectual nas fileiras do reintegracionismo lingüístico mais militante.

Discípula, amiga e profunda admiradora de Ricardo Carvalho Calero e da sua obra intelectual, participou junto a ele na geraçom de intelectuais reintegracionistas que, nas décadas de 70 e 80, construírom, defendêrom e promovêrom o galego na sua legítima forma reintegrada. Foi sócia da AGAL na década de 80, participando em vários dos seus Congressos Internacionais da Língua Galego-Portuguesa e como integrante do Conselho Assessor da Revista Agália.

Já nos primeiros anos do novo século, associou-se à Fundaçom Artábria, participando ativamente durante vários anos nas nossas atividades culturais e mantendo com total coerência o seu compromisso lingüístico, cívico e patriótico, que a acompanhou até o derradeiro dia da sua vida.

Caraterizada por umha grande modéstia e sincera entrega à causa da língua e da pátria galega, Dores Arribe do Pico deixou-nos de vez no dia 24 de outubro de 2016.

Para ela, a nossa emocionada lembrança e homenagem. Para a sua família, o nosso pesar sincero pola grande perda de umha galega digna e exemplar.

Junta Diretiva da Fundaçom Artábria

Ferrol, 25 de outubro de 2016

01-10-2016

  18:11:00, por artabria   , 380 palavras  
Categorias: Concertos, Gastronomia, Actividades mês a mês, Palestras e debates

Todo pronto para dar início ao XVIII aniversário do decano dos Centros Sociais da Galiza

Sábado 1, damos início às atividades programadas para celebrar o nosso dezaoito aniversário durante todo o mês de outubro.

Dezoito anos trabalhando pola defesa da nossa cultura, os valores solidários e os direitos históricos do nosso País.

E com este motivo que organizamos umha série de atividades para dar conteúdo ao completo programa previsto para celebrar esta data tam assinalada. Ei-lo.

Full story »

19-08-2016

  02:08:00, por artabria   , 296 palavras  
Categorias: Cultura e tradiçons, Movimentos sociais, Actividades mês a mês, Palestras e debates

Neste Dia da Galiza Mártir, lembramos Jaime Quintanilha e o resto de assassinados polo fascismo

Pola primeira vez, em Ferrol comemorou-se o Dia da Galiza Mártir, 17 de agosto. Foi iniciativa da Fundaçom Artábria, que nom quijo deixar passar o octogésimo aniversário do assassinato de Jaime Quintanilha sem reivindicar a sua figura de galeguista e antifascista.

Nom porque ele expressasse posiçons soberanistas antes de existir o chamado nacionalismo contemporáneo; nom porque fosse dirigente da esquerda operária ferrolana; nom porque fosse arquiteto do nacionalismo cultural galego em Ferrol antes de 1936.

Ou melhor dito... por todo isso e por mais. Ele representa as centenas de vizinhos e vizinhas de Ferrol e da comarca de Trasancos que caírom executados pola canalha fascista a seguir ao golpe dirigido polo assassino Franco.

Passadas as 20:30 horas deste 17 de agosto, um grupo de trasanqueses e trasanquesas ajuntamo-nos no Baluarte de Canido, perto do muro onde numerosas pessoas fôrom fusiladas polos franquistas 80 anos atrás.

Ali soou, interpretado pola gaita de foles galega, o hino operário de origem polaca "A Varsoviana", adotada polo antifascismo no Estado espanhol na década de 30. A seguir, tomárom a palavra os companheiros, Alexandre Carrodéguas, Henrique Sanfiz, John Thompsom e Vítor Santalha. Todos eles lembrárom o legado e a obrigaçom que hoje temos de reivindicar a memória da geraçom ceifada polas armas do fascismo espanhol, denunciando o papel do regime espanhol atual na impunidade da ditadura franquista.

O neto do homenageado, o músico Jamie Fifthring , reivindicou a memória do bisavô e lembrou a sua negativa a reconhecer qualquer existência cultural a Espanha, que historicamente usurpou o património musical das naçons da Península para tentar criar a sua inexistente identidade.

A seguir, interpretou com a sua guitarra a cançom Buracos do grupo Ruxe Ruxe. Finalmente, o Hino Nacional da nossa pátria encerrou o ato, para um encontro posterior de confraterindade no nosso Centro Social.

[GALERIA FOTOGRÁFICA] https://goo.gl/photos/ZKpWEczLAwKMb6XM6

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 ... 162 >>

Horário de Abertura
- Segundas a sextas 10.00h-13.30h // 17.30h-feche
- Sextas e Sábados 18.00h-feche

A Associaçom Reintegracionista Artábria, nascida em 1992 em Narom, transformou-se em abril de 1998 em Fundaçom, inaugurando em setembro desse mesmo ano o seu Centro Social.

A Fundaçom Artábria está declarada de Interesse Galego e classificada de interesse cultural, com o número de inscriçom 54 e CIF:G15645518.


Para saberes mais, lê a definiçom da Artábria na wikipédia + info

Busca

Ferramentas de administraçom

  Feeds XML

powered by b2evolution free blog software