« Avante e Jonh Deeres em concertoCruzeiro ambientalista pola ria de Ferrol »

Ruada galeguizadora abriu actividades do XII Aniversário

18-09-2010

  13:33:56, por artabria   , 459 palavras  
Categorias: Actividades mês a mês

Ruada galeguizadora abriu actividades do XII Aniversário

Passadas as oito da tarde de ontem um grupo de companheir@s da Fundaçom Artábria partia da Praça do Hino Galego com bandeiras da Pátria e cor de laranja para galeguizar as placas de várias ruas do proletário bairro de Esteiro.

A primeira paragem foi na ?Travesia de Vigo? que passou a chamar-se ?Travessa de Vigo? para continuar pola Rua Pascual Veiga (antes calle), Avenida de Vigo (Calle de Vigo). De caminho à Porta Nova a comitiva corrigiu a Rua Carvalho Calero, a qual Irisarri mantém com o nome espanholizado de Calle Carballo Calero.

O acto concluiu na Porta Nova, após mudar as 5 placas que mantenhem o nome imposto durante o franquismo de ?Plaza de España?, com a intervençom do companheiro Xoqui Bouça.

A continuaçom reproduzimos a intervençom do nosso companheiro

Cada vez temos mais evidências do que na Fundaçom Artábria e em todo o movimento normalizador levamos anos denunciando: a tendência espanholizadora imposta polas administraçons, que hoje como sempre estám em maos do espanholismo. Antes diziam que queriam bilingüismo harmónico, porque eram minoria e o galego era mui maioritário, mas nos últimos tempos, em vista de que conseguírom espanholizar a maioria da populaçom urbana e umha boa parte da rural, estám trocando de discurso.

Agora, em lugar de bilingüismo harmónico, já dim abertamente que ?cada um fale e estude no idioma que queira?. É um discurso trucado e hipócrita, porque eles próprios se encarregárom de fazer o espanhol a língua imprescindível para a promoçom social e laboral. Eles encarregam-se, nas suas instituiçons e nas suas empresas, com a colaboraçom dos tribunais de justiça, de que o galego nom poda ocupar o lugar que lhe corresponde no seu próprio país.

Devemos combater as suas falsidades do discurso oficial que oculta em palavras como ?liberdade?, ?toleráncia? e mesmo ?plurilingüismo? o que é um lingüicídio em toda a regra. Nom devemos admitir a condena à morte que estám a aplicar contra a nossa língua e que vai conduzir, efectivamente, à sua desapariçom em poucos anos se nom reagimos de maneira clara e contundente.

A Fundaçom Artábria, que leva 12 anos trabalhando polo galego em Ferrol, vai continuar no labor de socializar a defesa da nossa língua, e exigindo as instituiçons públicas, nomeadamente ao Concelho de Ferrol, umha verdadeira política normalizadora.

O acto de hoje é mais umha denúncia da falta de compromisso dos sucessivos governos municipais, e em especial do actual presidido por Vicente Irisarri, com a nossa língua. Reclamamos a galeguizaçom de Ferrol porque o galego é a língua histórica deste povo e ainda é maioritária entre as pessoas de mais idade. As ferrolanas e ferrolanos novos devemos luitar para que o galego seja o idioma principal de Ferrol e da Galiza inteira.

Ferrol em Galego, Galiza em galego!
A luita continua!

Sem comentários ainda

Horário de Abertura
- Segundas a sextas 10.00h-13.30h // 17.30h-feche
- Sextas e Sábados 18.00h-feche

A Associaçom Reintegracionista Artábria, nascida em 1992 em Narom, transformou-se em abril de 1998 em Fundaçom, inaugurando em setembro desse mesmo ano o seu Centro Social.

A Fundaçom Artábria está declarada de Interesse Galego e classificada de interesse cultural, com o número de inscriçom 54 e CIF:G15645518.


Para saberes mais, lê a definiçom da Artábria na wikipédia + info

Busca

Ferramentas de administraçom

  Feeds XML

open source blog tool