Ponte Vedra 100% em galego

O C.S Revira organiza duas jornadas de apoio à greve geral do 29 de Setembro.

O C.S Revira organiza duas jornadas de apoio à greve geral do 29 de Setembro.

A primeira delas terá lugar a quinta 16 de Setembro às 20:30h, na qual se projectará o documentário "1984, tres folgas xerais contra a reconversión". Este audiovisual, produzido pola CIG, recolhe as tres greves que tiverom lugar em esse ano com o pano de fondo do ingresso do Estado espanhol na CEE e as nefastas consequências para a economia galega (reconversom no naval, no agro...), assi como o papel destacado do sindicalismo nacionalista e de classe aglutinado naquela altura na INTG.

Na segunda jornada, sexta 17 de Setembro às 20:30h, contaremos com a presença de Antolín Alcántara, membro da Executiva Nacional da CIG , secretário nacional de negociaçom colectiva e com implicaçom destacada em conflitos laborais como o do Metal de 2009. Com ele trataremos a necessidade da greve geral e a especificidade na nossa naçom.

A continuar reproduzimos o comunicado da A.C Revira a propósito da greve geral:

C.S. A Revira mostra o seu apoio à greve geral do dia 29-S na Galiza

O Centro Social Revira quer mostrar o seu apoio à greve geral convocada no dia 29 de Setembro na Galiza, e o seu total rexeitamento ao ataque aos direitos dos trabalhadores que constitui a nova reforma laboral promovida polo PSOE em Madrid.

A greve geral está mais que justificada: esta nova reforma laboral vai supor abaratar o despedimento dos trabalhadores, de varias maneiras: amplia os contratos de 33 dias por indenizaçom por ano frente aos 45 do contrato ordinário, e fundamentalmente, facilita o despedimento por ?causas objectivas? com só 20 dias de indenizaçom por ano, ao permitirem-se causas tam laxas como ?previsons de perdas?. Esta nova reforma ataca a negociaçom colectiva para fazer mais vulnerável ao trabalhador individual frente ao empresário, permitindo às empresas descolgar-se das melhoras conseguidas a través das loitas por convénios justos e permitindo variar à vontade as condiçons do trabalho (horários, desprazamentos).

Ainda mais, a reforma subvenciona por parte do Estado os despedimentos, alonga a idade para os contratos ?em formaçom? para a mocidade até os 24 anos (que permite pagar menos do salário mínimo), dá entrada às ETT?s em mais sectores económicos...

Todo isto acontece num contexto onde o desemprego acada em Galiza mais de 200.000 pessoas, com um paro na mocidade galega de mais do 30% e aqueles que trabalham fam-no com umha temporalidade do 63% em menores de 24 anos: ainda assim, querem precarizar-nos ainda mais. No entanto, os lucros de muitos empresários galegos, como Amancio Ortega ou Manuel Jove, estám acolhidos a sociedades de investimentos (SICAV) que acumulam 1.400 milhos de euros e que apenas pagam impostos, mas nem o governo galego do PP ou o central do PSOE vam introduzir umha reforma fiscal para incrementar o gasto em políticas sociais, que o PP está a desmantelar no nosso país (educaçom, serviços sociais...)

Esta greve geral tem que obrigar ao governo do Estado a retirar esta reforma, e para isso precisamos que seja massiva e total: outras greves gerais tivérom como consequência a retirada de reformas lesivas como esta, e será ademais um aviso para evitar novas reformas que já estám a ser estudadas, como a das pensons.

O derrotismo em que nos quere instalar o sistema capitalista tem que ser freado, e demostrarmos que a uniom dos trabalhadores pode deter os ataques do governo central do PSOE, num contexto onde a CEOE e o PP pedem ataques ainda mais duros contra os nossos direitos. Porque estes ataques afectam-nos a todos, trabalhadores actuais ou futuros (estudantes, por exemplo), pensionistas ou parados, de todos é tarefa pará-los.

O 29 de Setembro, a Revira vai à greve!

Escrito em 14-09-2010, na categoria: Associaçom, Comunicados, Actividades, Cinema, Jornadas, Palestras
Chuza!

Ainda sem comentários

O Local Social Revira é um espaço alternativo galego inserido e ao serviço do movimento popular da comarca de Ponte Vedra fundado em Dezembro de 2003

Somos umha entidade independente, autogerida e plural, com visom de País e um projecto de esquerda anticapitalista.

Contacta com nós CS Revira em Facebook CS Revira em Twitter

Onde estamos? Gonzalo Gallas, 4, rés do chao Ponte Vedra, Galiza

Segunda-Feira 20.00 a 22.00
Terça-Feira 20.00 a 22.00
Quarta-Feira 20.00 a 22.00
Quinta-Feira 20.00 a 22.00
Sexta-Feira 20.00 a feche
Sábado 20.00 a feche

Ponte Vedra 100% em galego

LIGAÇOES

COLETIVOS PONTE VEDRA


CENTROS SOCIAIS

INFORMAÇOM

LINGUA

ANTIRREPRESIVO

MEIO AMBIENTE

FEMINISMO

SINDICATOS

DESPORTOS